segunda-feira, 27 de fevereiro de 2017

UMA GRAÇA PARA O FIM DO DIA

.

.



1-ALBÂNIA

LIXEIRA DA EUROPA




FONTE: Programa Toda a Verdade - SIC Noticias

.

1 - CRAZY HORSE CABARET

.



FONTE: Canal ARTE - 31 Dec 2011

.
.

MINUTOS DE

CIÊNCIA/128

Definição de Logaritmo



.
.
 VII-MEGA MÁQUINAS

1- O Maior Navio do Mundo
Viagem Inaugural



*Interessante série reveladora da quase perfeição mecânica, notável produção da NG.

**  As nossas séries por episódios são editadas no mesmo dia da semana à mesma hora, assim torna-se fácil se quiser visionar episódios anteriores. 

.

LINA SILVEIRA

.





Uma porta aberta para o Canadá

O Parlamento Europeu (PE) aprovou no dia 15 de fevereiro o “Acordo económico e comercial global” (CETA) entre a União Europeia (UE) e o Canadá. O CETA prevê uma redução das taxas aduaneiras para um grande número de produtos e uniformiza normas de forma a favorecer o intercâmbio entre a UE e o Canadá. Uma alteração das regras que muda profundamente as relações comerciais e reforça as relações políticas entre estes dois grandes blocos económicos.

Este é mais do que um simples acordo comercial com o objetivo da remoção de barreiras alfandegárias entre as partes envolvidas, este acordo é uma afirmação por parte destas duas entidades políticas de uma linha política multilateral, global, que se demarca da tendência protecionista do Reino Unido e dos Estados Unidos da América (EUA). Este acordo contém uma mensagem política forte que não é alheia à atualidade política internacional e que se contrapõe a esta crescente tendência protecionista, antiglobalização, na vertente cultural, política e económica.

A partir do mês abril deste ano está previsto o acordo entrar em vigor, no entanto a aprovação a nível do PE não basta para colocar o CETA em pleno funcionamento, este terá de ser aprovado por 38 parlamentos nacionais e regionais representados na União. Uma barreira que por um lado aprofunda a democracia da União, mas por outro compromete a eficácia do processo, que pode levar anos e resultar em discrepâncias entre Estados, sacrificando a coerência política e económica no espaço da União e nas relações comerciais com o Canadá.

Estima-se que o CETA represente um impulso de 12.700 milhões de euros anuais para a economia da UE. Segundo o Governo português o acordo poderá trazer uma poupança no valor de 500 milhões de euros por ano em impostos. No entanto a avaliação do impacto do acordo não se pode limitar a números. Ao longo dos 5 anos de negociações do CETA os sindicatos e grupos de protesto têm vindo a alertar para os riscos de um acordo desta natureza. Apontam o perigo da diminuição dos padrões das leis laborais e ambientais e o risco do interesse das multinacionais se sobreporem às legislações nacionais e ao interesse dos cidadãos canadianos e europeus.

O CETA prevê a redução das tarifas alfandegárias em 99% dos produtos transacionados, com benefícios de grande impacto económico. No que se refere a produtos que sejam relevantes para a economia dos Açores, as taxas serão substancialmente reduzidas em 90% dos produtos agrícolas, com grandes vantagens para o queijo e os produtos alcoólicos, como licores e vinhos, que vão deixar de ser sujeitos a pagar tarifas. Segundo dados da Comissão Europeia, de junho de 2014, os produtos alcoólicos constituem 36% das exportações da UE para o Canadá. Um valor significativo que não deve ser alheio à economia regional que produz cada vez mais licores e vinhos de grande qualidade que podem ser uma mais-valia para a economia dos Açores. Sem falar nas oportunidades à exportação dos queijos regionais. Por outro lado o Canadá poderá exportar para a UE até 50 mil toneladas de carne de vaca, o que poderá constituir um ponto menos positivo para os Açores. A economia terá cada vez mais de apostar na diferenciação, pela qualidade e especificidade dos produtos açorianos.

Abrem-se oportunidades comerciais que requerem um posicionamento estratégico que potencie as mais-valias que daí podemos retirar. Temos desde logo a vantagem de uma relação privilegiada com o Canadá, pela diáspora açoriana, que devemos tirar partido. É importante acompanhar a situação desde logo e implementar programas específicos que permitam aos empresários e investidores beneficiarem desta nova realidade, com mais formação, informação e apoios específicos no quadro do CETA.

Ao que tudo indica não teremos tão cedo avanços no acordo comercial UE-Estados Unidos, com o congelamento das negociações, temos por isso de investir no CETA. Este novo quadro político-comercial requer que se envide esforços no sentido de reforçar as relações com a diáspora (a nível económico e político acima de tudo) que coloque a região na dianteira das relações com o Canadá, a nível nacional, por um mundo mais aberto e mais interligado, sem perder de vista a salvaguarda do interesse dos açorianos dos dois lados do Atlântico.

* Lina F. Marques da Silveira é formada em Estudos Europeus e Política Internacional, com mestrado em Política Internacional do Centre Européen de Recherches Internationales et Stratégiques (CERIS) em Bruxelas. Conta no currículo com organizações como o Parlamento Europeu, a Bensaude SA. e a European Market Research Center (EMRC). A experiência profissional internacional proporcionou oportunidades de trabalhar na Guiné-Bissau, Uganda, Angola, Suíça, Holanda, Israel, entre outros.
Fundadora da plataforma de serviços PIC – Progress Inovation and Change (www.piccoaching.com), onde para além de serviços de Coaching oferece também serviços como consultora em projetos europeus, assim como de relações públicas e comunicação empresarial.

IN "AÇORIANO ORIENTAL"
27/02/17

.
.


1155.UNIÃO



EUROPEIA



.

2-ACESSO SECRETO

 O Vaticano


Além da sua enorme riqueza monetária e artística, o sempre inquietante Vaticano esconde segredos proibidos para o resto do mundo... até agora. Através deste video  irá percorrer as cúpulas abertas e as escavações deste patrimônio religioso e cultural do mundo, focar o olhar em documentos sigilosos da Guarda Suíça, livros que guardam conhecimentos não revelados, e até percorrer um misterioso cemitério onde dizem estar os ossos do próprio fundador da Igreja, São Pedro. Além disso,  conhecerá alguns dos  rígidos sistemas de segurança que protegem este legado incalculável da cultura e da tirania religiosa ocidental.

* As nossas séries por episódios são editadas no mesmo dia da semana à mesma hora, assim torna-se fácil se quiser visionar episódios anteriores.

FONTE: GUSTAVO RAMOS

.
.

4-CAPITALISMO

UMA HISTÓRIA DE AMOR


* As nossas séries por episódios são editadas no mesmo dia da semana à mesma hora, assim torna-se fácil se quiser visionar episódios anteriores.


.
.

Daniela Mercury

Quero Ver o Mundo Sambar


.
.
O DÉFICE CERTO
Não perca a prestação de Maria Luís Albuquerque 
neste empolgante concurso para toda a família



.
.
 10 FUNÇÕES 
ESCONDIDAS NO SEU TECLADO!!



.
.
60-NO GINÁSIO
"CIRCUITO DO CORPO INTEIRO"


.


1170
Senso d'hoje
FIONNA MULLEN
ANALISTA POLÍTICA DA 
'SAPIENTA ECONOMICS' 
“Em Chipre, os jovens cresceram
a ver os outros como inimigos"


*A ilha de Chipre está dividida desde 1974. Recentemente, foram iniciadas negociações para debater a reunificação. Mas é um caminho frágil. O que está em jogo e que vantagens pode a aproximação trazer? 

 FONTE: EURONEWS

.
.

 A INVASÃO DOS BABUÍNOS




.
.

BOM DIA


.