quinta-feira, 9 de fevereiro de 2017

UMA GRAÇA PARA O FIM DO DIA

.

.

125-ACIDEZ
 

FEMININA


AMANTE


A IMPRESCÍNDIVEL TATY FERREIRA

.
.

SOLO


.
.

 HOJE  NO 
"RECORD"
Vanessa Fernandes 
regressa em Abu Dhabi


Vice-campeã olímpica já se federou na FTP e faz parte da start list da 1ª prova das World Series 

* Bravo Vanessa, estamos desejosos de a ver competir

.
.
L- O UNIVERSO

3- Deus e o Universo




* As nossas séries por episódios são editadas no mesmo dia da semana à mesma hora, assim torna-se fácil se quiser visionar episódios anteriores.
.
.
HOJE NO  
"JORNAL DE NOTÍCIAS"

Protesto contra TVI 
por causa de novela Ouro Verde

A novela Ouro Verde, transmitida na TVI, está a ser alvo de protesto por parte de pessoas que sofrem de Doença de Crohn pela forma incorreta como a doença está a ser retratada. A crítica é feita pela Associação Portuguesa da Doença Inflamatória do Intestino. A TVI lembra que é ficção, embora baseada num caso real.

Mónica Ferreira da Fonseca é a personagem, interpretada pela atriz brasileira Sílvia Pfeifer na novela Ouro Verde, a quem foi diagnosticada Doença de Crohn, uma patologia inflamatória do intestino. No entanto, de acordo com a Associação Portuguesa da Doença Inflamatória do Intestino (APDI), esta patologia não está a ser corretamente retratada na novela, o que tem motivado vários protestos de pessoas que sofrem da doença. "Em vez de estar a ser feito um trabalho meritório e correto, que poderia estar a contribuir para acabar com a iliteracia em saúde junto dos portugueses, relativamente às doenças inflamatórias do intestino, a TVI está a incorrer em erros terríveis, clínica e cientificamente, que só vão contribuir para aumentar o estigma e a falta de informação da população sobre a doença".
 .
"Segundo os nossos sócios, a patologia em questão é apresentada na novela em causa como uma doença psicossomática, para a qual é aconselhado o uso de calmantes. Tal referência está absolutamente incorreta e errada", alerta a vice-presidente da direção da APDI, Cândida Cruz, na missiva enviada à TVI.

Os protestos dos associados levaram a APDI a enviar uma carta à estação televisiva, disponibilizando-se para ajudar os responsáveis da novela a melhor perceberem a doença. "Temos clínicos no nosso conselho científico prontos a ajudar nesse sentido, assim como depoimentos de muitos dos cerca de 17 mil doentes portugueses que são vítimas" da Doença de Crohn e de Colite Ulcerosa. Ambas são doenças autoimunes que provocam a inflamação do aparelho digestivo, sendo as zonas mais afetadas o intestino delgado e grosso.

Em resposta ao JN, a TVI sublinha que a "novela Ouro Verde é um produto de ficção que não se destina a servir de veículo de divulgação de informação científica". Ainda assim, a estação esclarece que a situação retratada na novela pela personagem Mónica Ferreira da Fonseca "foi inspirada num caso real, pelo que, podendo não ser a situação mais normal, é ainda assim plausível".

* A ficção não serve para distorcer a verdade, pode reinventar a realidade. Os bons autores de grandes obras de ficção não deturpam a ciência, recriam-na. Se quer ver uma boa obra de ficção na televisão portuguesa assista ao "Ministério do Tempo", RTP1, segundas-feiras a seguir ao Telejornal.

.
.

9- A HISTÓRIA 

DA DEMOCRACIA


* As nossas séries por episódios são editadas no mesmo dia da semana à mesma hora, assim torna-se fácil se quiser visionar episódios anteriores.

ÚLTIMO EPISÓDIO
.
.
HOJE NO 
"DIÁRIO DE NOTÍCIAS
DA MADEIRA"

SIBS já instalou cinco ATM Express
 no Funchal e em Lisboa

A SIBS instalou até ao momento cinco ATM Express, no Funchal e em Lisboa, informou hoje a presidente da empresa, escusando-se a revelar dados sobre novas colocações das máquinas automáticas dirigidas a turistas.
 .
 Em declarações à agência Lusa, à margem de uma conferência sobre pagamentos digitais, em Lisboa, Madalena Cascais Tomé garantiu que o “ATM Express vai de vento em poupa”, numa referência ao ‘irmão’ do multibanco, que disponibiliza menos operações.

“Temos cinco ATM instalados e temos obras já planeadas para iniciar muito em breve. A configuração está a ter imensa adesão mesmo nestes meses que são mais fracos em termos de turismo”, referiu.

A aposta da SIBS passa por colocar as caixas automáticas em Lisboa, Porto, Funchal e no Algarve.
A responsável escusou-se a revelar o número de instalações que serão feitas, nomeadamente até ao Verão.

“Estamos a querer escolher as melhores localizações e vamos comentando à medida que vamos instalando os ATM”, indicou a responsável sobre o ‘irmão’ cor-de-laranja do multibanco tradicional, que foi lançado durante a Web Summit, a conferência de inovação e tecnologia que decorreu em novembro, em Lisboa.

* A tecnologia ao serviço do cidadão.

.

ANA SÁ LOPES

.





Manuel Maria Carrilho é um asco

 A violência doméstica até pode não estar provada – o juiz decidirá – mas a violência psicológica é do conhecimento público.

Manuel Maria Carrilho é acusado do crime de violência doméstica. Ontem, voltou a vomitar em tribunal o que já fez amplamente junto das revistas sociais, exercendo desde o início do processo violência psicológica sobre a mãe dos filhos, os filhos e o resto da família. A violência doméstica até pode não estar provada – o juiz decidirá – mas a violência psicológica é do conhecimento público.

O depoimento de Carrilho ontem em tribunal só surpreende quem não tem acompanhado o processo. A capacidade de divulgação de pormenores sórdidos na imprensa cor-de-rosa do antigo ministro da Cultura é imensa: logo no início do processo, chegou a afirmar que a ex-mulher tinha sido violada pelo padrasto, alheio ao que uma difamação deste cariz poderia ter sobre a saúde psicológica do filho mais velho – o único na altura com possibilidade de ter acesso a este tipo de informação. A difamação não ficou impune – foi condenado em tribunal em 2015 a pagar 25 mil euros ao ex-padrasto de Bárbara Guimarães, mais uma multa de 6400 euros.

Ontem, o seu depoimento em tribunal mostrou o mesmo Carrilho. À pergunta sobre a violência doméstica respondeu: “Desde que conheço a Bárbara que lhe conheço nódoas negras”. A acusação de alcoolismo é torpe – Carrilho acusa Bárbara de “pôr em causa a vida dos filhos” por conduzir embriagada.

Há um problema na crítica à torpeza de um discurso, que é estar a repeti-lo. Há uma comparação que Manuel Maria Carrilho faz no seu depoimento que talvez explique tudo que é quando diz “os meus livros são como os meus filhos”, criticando a decisão de Bárbara ter encaixotado 100 mil livros e tê-los mandado para outra casa de Carrilho, em Viseu. Sendo que quaisquer tentativas de explicação para o asco saem geralmente furadas, este é um bom ponto: Carrilho tem pelos filhos o mesmo amor que pelos livros, objetos não-humanos. De outra forma, não os obrigaria a viver a desumana condição de ver a mãe humilhada no espaço público.

* IN "i"
07/02/17

** Muito obrigado à autora por este texto.
OS PENSIONISTAS

.
.


1137.UNIÃO



EUROPEIA



.


HOJE  NO
"JORNAL DE NEGÓCIOS"
Supercampeão Nelo investe 10 milhões para produzir caiaques na ex-Qimonda 

A Nelo, que já conquistou 93 medalhas olímpicas, está a investir 10 milhões de euros na construção de uma nova fábrica. O maior produtor mundial de caiaques vai ocupar as antigas instalações da polémica Qimonda Solar, em Vila do Conde.

Sabe quem é o português mais medalhado dos Jogos Olímpicos? Chama-se Manuel Ramos e é dono da Nelo, nome por que é conhecido e marca dos caiaques que conquistaram 93 medalhas nas últimas seis edições dos Jogos Olímpicos (JO). No ano passado, nos JO do Rio de Janeiro, quatro em cada cinco atletas utilizaram embarcações produzidas em Vila do Conde. Resultado: em 35 medalhas possíveis, 27 foram ganhas a bordo da Nelo. E em cada taça do mundo soma mais umas largas dezenas. 
 .
"Mais rápido, mais alto, mais forte" é o lema olímpico. Em Dezembro passado, mês em que completou 57 anos de idade, Manuel Ramos deu o tiro de partida para a sua provavelmente mais arriscada aventura empresarial: 10 milhões de euros de investimento na deslocalização da actual fábrica para uma nova unidade, revelou o próprio ao Negócios. "A mudança deverá acontecer em Maio, quando se prevê que as obras estejam concluídas", adiantou.

O maior produtor mundial de caiaques adquiriu as antigas instalações da Itarion Solar, nome de um mega-projecto internacional que não saiu do papel e que também fica situado em Vila do Conde, no perímetro industrial da ex-Qimonda (actual Nanium), em tempos a maior exportadora nacional. "Adquirimos o imóvel à Casais", confirmou Manuel Ramos.


A construtora bracarense, que tinha ficado neste inacabado edifício ficou com o valor da empreitada a haver, é também a responsável pela sua conclusão, promovendo as devidas adaptações à actividade da Nelo. "O edifício estava impecável, uma construção espectacular", sintetizou Ramos, referindo que fechou o negócio com a Casais por 8,5 milhões de euros. O investimento remanescente será aplicado em "novos equipamentos, alterações do ‘lay-out’ e do sistema produtivo".

Com a mudança para as novas instalações industriais, tudo vai duplicar e até triplicar na Nelo: a área coberta será de 16 mil metros quadrados, três vezes mais do que a actual; a capacidade anual de produção irá duplicar para cerca de oito mil embarcações, meta que o empresário prevê atingir "dentro de dois anos".

Em vendas, é fazer as contas: dobrar a facturação de seis milhões de euros registada no ano passado. Para atingir este desempenho industrial, a Nelo, que emprega actualmente 120 pessoas, vai também quase duplicar o seu quadro de pessoal: "Vamos passar para 175 até ao final deste ano e chegar aos 200 durante o próximo", garantiu Manuel Ramos. Grande parte dos trabalhadores é praticante ou ex-praticante de canoagem.

1.º campeão em 1979
MAR Kayaks é a denominação social da empresa e corresponde às iniciais de Manuel Alberto Ramos, que começou a fabricar caiaques em 1978, quando a canoagem ainda não era uma actividade regulada em Portugal. No ano seguinte nascia a Federação Portuguesa de Canoagem. E Ramos foi o primeiro campeão da modalidade, logo em 1979. E com um caiaque feito por si.

Com um mercado nacional bastante residual, devido ao pequeno número de praticantes e baixo poder de compra, Nelo virou-se para o exterior. Começou pelo Reino Unido, hoje vende para mais de uma centena de países, que absorvem cerca de 98% da produção.

Qual é o segredo do sucesso mundial? Além da referida qualidade dos caiaques que fabrica, todos feitos com matéria plástica reforçada com fibra de carbono, Nelo aposta na troca de "feed back" com os clientes, fornecendo barcos personalizados.

* A NELO é um invulgar exemplo de excepcional empreendedorismo português.

.
.


VICTIM SUPPORT


EUROPE 




FONTE: APAV-Associação Portuguesa de Apoio à Vítima



.
.
3 - Guerra na Ucrânia
 Bem-vindo ao Donbass


* Jornalista italiana vai até a aérea do conflito na região do Donbass, no Leste da Ucrânia, e entrevista milicianos do povo e vítimas da guerra civil. 

 .
.
HOJE  NO 
"DESTAK"
Tribunal dos EUA mantém suspensão
 de proibição de viajantes 
de 7 países muçulmanos


Um tribunal de recurso norte-americano recusou hoje a aplicação da ordem executiva do presidente Donald Trump que proíbe a entrada nos EUA de viajantes provenientes de sete países de maioria muçulmana. 

* Justiça sem medo.

.
.

Dulce Pontes e Caetano Veloso

Estranha Forma de Vida


.
.
HOJE  NO
"i"

Aretha Franklin diz adeus à música

Mas antes ainda vai gravar um último álbum.

A “rainha do soul” anunciou a retirada do mundo da música.
Aretha Franklin vai retirar-se do mundo da música, mas avisou que não se quer “sentar e não fazer nada”. 
 .

Antes da retirada, Aretha vai ainda gravar um último álbum com a produção de Stevie Wonder.

 A cantora norte-americana quer agora reduzir a sua agenda a apenas seis meses por ano fazendo só pequenos concertos selecionados. O resto do tempo vai dedicar aos netos.
O último álbum da cantora responsável por “Respect” será composto por originais seus e vai ser gravado em Detroit com a ajuda de Stevie Wonder.

* Merece descansar em vida pelo que deu à música e ao mundo.

.
.
HOJE  NO
"A  BOLA"

Prémio Índice de Excelência distingue
.clube na área dos recursos humanos

O Benfica foi esta quinta-feira distinguido com o Prémio Índice de Excelência, fruto do terceiro lugar no ranking das Grandes Empresas e da primeira posição no prémio sectorial (Hotelaria, Turismo, Desporto e Ensino).

Luísa Ramos, diretora de recursos humanos do clube da Luz, salientou a importância da distinção.
 .
«Sermos reconhecidos como uma organização de excelência é a confirmação de que estamos no caminho certo, motiva-nos a fazer mais e melhor e dá-nos uma responsabilidade acrescida porque sabemos que, chegados aqui, o futuro será ainda mais desafiante e exigente. Termos um clube desportivo a concorrer para um prémio que destaca as melhores práticas de gestão de recursos humanos, e sermos premiados, é um facto inédito, quer no panorama nacional, quer, provavelmente, a nível internacional», ressaltou, citada pelo site dos encarnados.

* Parabéns ao Benfica.

.
.

DIREITO AO ESQUECIMENTO



FONTE: EURONEWS


.
.
HOJE NO
"AÇORIANO ORIENTAL"

Papa Francisco 
admite corrupção no Vaticano

O papa Francisco admitiu que no Vaticano há corrupção, mas que ele próprio vive em paz, ao responder a algumas perguntas dos superiores de ordens religiosas e congregações de religiosos cuja transcrição será publicada na revista Civiltà Católica.
 
Esta conversa com os religiosos, da qual o diário Corriere della Sera publica hoje uma pequena parte, o papa Francisco falou também do uso do cilício, instrumento que causa dor e que é usado para penitência, sem rejeitar o seu uso.
.
"Quando entrei como noviço para os Jesuítas, deram-me o cilício. Está bem, mas atenção: não tem de me ajudar a mostrar que sou bom e forte. O verdadeiro ascetismo tem de tornar-me mais livre", disse.
Neste encontro com os religiosos, do passado dia 25 de novembro, Francisco explicou que nas congregações gerais prévias ao conclave "falava-se de reformas".

"Todas as queriam. Há corrupção no Vaticano. Mas eu vivo em paz", admitiu.

"Não tomo tranquilizantes", gracejou o papa, que assegurou que em Buenos Aires era "mais ansioso", mas que depois de ser escolhido sentiu uma paz interior que ainda hoje o acompanha.

Quando há um problema, contou, escreve uma mensagem num papel e coloca-a por baixo da estátua de São José que tem na sua habitação.

"Agora, ele [São José] dorme debaixo de um colchão de mensagens de papel. Mas eu durmo bem. Durmo seis horas e rezo (...) Esta paz é um presente do Senhor. Espero que [Ele] não me a tire", afirmou.

Segundo o papa, para viver em paz é necessário um certo despreendimento, mas "nunca lavar as mãos dos problemas", pois "se na Igreja há muitos Pôncio Pilatos que lavam as mãos para estar tranquilos e um superior lava daí as mãos, não é pai e não ajuda".

A Jorge Bergoglio não lhe importam as críticas, pois, explica: "a vida está cheia de incompreensões e tensões e, quando são críticas que servem para crescer, aceito-as, respondo".

Admitiu que as perguntas mais difíceis não são as dos religiosos, mas as dos jovens, que o põem em apuros nalgumas ocasiões.

Admitiu que na estrutura da Igreja pode encontrar-se "uma atmosfera mundana e principesca" e acrescentou que os religiosos "têm de contribuir para destruir este ambiente nefasto".

"Não é necessário converterem-se em cardeais para se crerem príncipes. Basta ser clericais. Isto é o pior na organização da Igreja", garantiu.

A propósito dos abusos sexuais por parte de religiosos, Francisco respondeu: Dois em cada quatro abusadores sofreram abusos e isto é devastador".

"No caso de estarem implicados religiosos é claro que está presente o diabo, que destrói a obra de Jesus através de quem a deveria anunciar".

Sobre a pederastia, o papa disse que é preciso manter claro que "é uma doença" e pediu "atenção ao receber candidatos na formação religiosa sem verificar a adequada maturidade afetiva".

"Por exemplo, nunca receber na vida religiosa ou numa diocese candidatos que tenham sido rejeitados noutras sem pedir informação detalhada sobre os motivos da rejeição", acrescentou.

* O Chefe do Estado do Vaticano entre a espada e a parede, cada vez mais a igreja católica cai no risco de ser desmascarada na sua história caótica.

.
.
 HOJE NO
"CORREIO DA MANHÃ"

PJ deteve três homens por tráfico
 de pessoas e escravidão na Guarda Crimes ocorreram "de forma continuada"

A Polícia Judiciária (PJ) anunciou esta quinta-feira a detenção de três homens, com idades entre 26 e 54 anos, por suspeita de crimes de tráfico de pessoas, sequestro e escravidão, registados no concelho do Sabugal e em Espanha. 
 .
 O Departamento de Investigação Criminal da PJ da Guarda refere em comunicado divulgado que os suspeitos estão "fortemente indiciados" da autoria dos referidos crimes de que terão sido vítimas duas pessoas. Segundo a PJ, os crimes ocorreram "de forma continuada", no concelho do Sabugal, no distrito da Guarda, e também "em várias localidades do reino de Espanha". 

As vítimas "foram acolhidas, mantidas e retidas contra a sua vontade e exploradas em trabalhos agrícolas, sem que alguma vez lhe tivesse sido paga qualquer remuneração". "Para além da exploração laboral permanente das vítimas já conhecidas, pelo menos durante os últimos dois a três anos, as mesmas eram também alvo de maus-tratos e agressões físicas por parte dos ora detidos, dois deles familiares diretos entre si", lê-se na nota. 

Os detidos vão ser presentes a primeiro interrogatório judicial para aplicação das adequadas medidas de coação, indica a PJ. 

* Em Portugal têm sido noticiados demasiados casos de escravatura, inacreditável.

.
.

Alegoria das
colheres longas


FONTE: IDEIA NA TELA



.
. 
HOJE  NO 
"OBSERVADOR"

Equipa de TV sueca 
condenada por tráfico de pessoas

Três trabalhadores da televisão sueca SVT que em 2015 levaram um rapaz sírio de 15 anos da Grécia para a Suécia foram condenados a dois meses de trabalho comunitário por tráfico de pessoas.

Três trabalhadores da televisão sueca SVT que em 2015 levaram um rapaz sírio de 15 anos da Grécia para a Suécia foram condenados a dois meses de trabalho comunitário por tráfico de pessoas. O tribunal distrital de Malmo (sul da Suécia) considerou “óbvio que a equipa agiu por razões puramente humanitárias”, mas que a forma como atuaram corresponde a tráfico de pessoas.
 .

O jornalista Fredrik Onnevall, um operador de câmara e um intérprete estavam a fazer um documentário sobre a crise migratória quando conheceram um menor sírio desacompanhado que queria ir para a Suécia, tendo decidido ajudá-lo a lá chegar e documentar a viagem do rapaz. 

Onnevall admitiu em tribunal saber que os documentos do rapaz eram falsos e ter pagado o aluguer de um automóvel. Na Suécia, o rapaz, atualmente com 17 anos, obteve asilo permanente.
Não me arrependo da decisão que tomámos, fiz o que devia como pessoa e estou satisfeito. Não penso muito na pena, mas é infeliz e surpreendente que o tribunal chegue a esta conclusão”, disse Onnevall, acrescentando que vai recorrer.
* Embora consideremos injusta a sentença, sentirmo-nos-íamos orgulhosos se um dia pudéssemos praticar este tipo de tráfico para salvar uma vida abandonada e também sermos condenados.

.
.
HOJE NO  
"DIÁRIO DE NOTÍCIAS"

Centeno diz-se vítima de uma
 "vil tentativa de assassinato" de caráter

Ministro "repudia com veemência a insultuosa e torpe estratégia do PSD e CDS-PP de tentarem enlamear a sua honorabilidade"

O ministro das Finanças, Mário Centeno, repudiou esta quinta-feira as acusações do CDS-PP relativas à omissão de informações sobre a CGD e acusou o partido de truncar factos para produzir uma "vil tentativa de assassinato" do seu caráter.
.
Numa declaração escrita, o gabinete de Mário Centeno afirma ter enviado informação ao presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) à Caixa Geral de Depósitos (CGD), que "o CDS-PP escolheu omitir na conferência de imprensa que deu hoje sobre esta matéria, truncando, pois, os factos para produzir uma vil tentativa de assassinato do caráter do ministro das Finanças".

O ministro das Finanças "repudia com veemência a insultuosa e torpe estratégia do PSD e CDS-PP de tentarem enlamear a sua honorabilidade e o trabalho que tem sido desenvolvido para solucionar os problemas do sistema financeiro, herdados da governação dos referidos partidos", lê-se na declaração.

O CDS-PP alertou hoje o ministro das Finanças para as "consequências penais" de mentir a uma comissão de inquérito, na sequência da polémica com o antigo presidente da CGD António Domingues.

O porta-voz dos democratas-cristãos e coordenador do partido na comissão de inquérito, João Almeida, lembrou um pedido efetuado em novembro para aceder a correspondência e comunicação trocada entre António Domingues e a tutela, ao qual o Ministério das Finanças respondeu, em janeiro, que "inexistem trocas de comunicações com as características descritas".

O deputado admitiu perguntar ao ministro das Finanças "se quer voltar atrás na resposta que deu" e prometeu não deixar de "voltar a chamar António Domingues para dizer se existem ou não documentos que até ao momento o ministério e o Governo têm dito que não existem".

Já o PSD apresentou hoje um requerimento potestativo para ouvir novamente o ministro das Finanças na comissão parlamentar de inquérito sobre a gestão da CGD.

* Acreditamos no bom carácter de Mário Centeno, na competência técnica, não no tacto político. Os líderes da oposição provaram, enquanto membros do governo anterior, serem intelectualmente pobres de espírito e pouco sérios, jamais acreditaremos neles.
.
.
ENQUADRAMENTOS













.
.


1153
Senso d'hoje
TAMARA MILAGRE 
PRESIDENTE DA EVITA
A genética e
a sua importância no cancro" 


* Importantes esclarecimentos da presidente da EVITA, Associação de apoio a portadores de alterações nos genes relacionados com cancro hereditário. Tamara Milagre sujeitou-se há alguns anos a uma mastectomia bilateral quando descobriu ser portadora dum gene potenciador de cancro.

FONTE: CANAL Q - PROGRAMA "INFERNO"

.

NOTÍCIAS PARA HOJE

.
COMPRE JORNAIS
















.
.

 'AMIGALHAÇOS'



.
.

BOM DIA


.
.

BOM DIA


.
.

45-CINEMA
FORA "D'ORAS"

VI-A CABANA




. .