domingo, 31 de dezembro de 2017

UMA GRAÇA PARA O FIM DO DIA

.

.

I-ABECEDÁRIO

S

6-Sienna Miller



.
.
VIII-SEGUNDOS FATAIS
1- MORTE NO EVEREST

* As nossas séries por episódios são editadas no mesmo dia da semana à mesma hora, assim torna-se fácil se quiser visionar episódios anteriores.

.
.

I-ABECEDÁRIO

S

5-Sienna Miller


.
.

III -ERA UMA VEZ A VIDA

2- Sistema Imunitário


* As nossas séries por episódios são editadas no mesmo dia da semana à mesma hora, assim torna-se fácil se quiser visionar episódios anteriores.

.
.

I-ABECEDÁRIO

S

4-Sienna Miller


.
.
Sebastian Thrun e
Chris Anderson

A nova geração de computadores
está se auto-programando


.
.

I-ABECEDÁRIO

S

3-Sienna Miller



.

JOÃO QUADROS

.





Quanto mais me financias, 
mais gosto de ti

Se os partidos acham que era injusto o IVA que pagaram em tempos e querem recebê-lo de volta, eu também quero receber o IVA que paguei a mais nos restaurantes no tempo da PAF.

Queria começar esta crónica desejando um magnífico ano de 2018 para todos os leitores, excluindo os que pertencem a partidos. A esses é escusado desejar porque já o garantiram. Isto foi a forma irónica - ou, segundo o spin partidário, populista - de fazer uma "piada" à recente lei do financiamento dos partidos.

Para começar, o facto de termos de acautelar um limite para as doações é uma espécie de confissão dos partidos - agarrem-me, senão eu roubo. Vou usar de todo o meu populismo para dizer que somos um país onde os políticos ganham pouco, mas gastam muito.

Podíamos estar aqui horas a falar da forma e conteúdo desta nova lei, mas estamos todos demasiado cansados das consoadas e das conversas em família. Das alterações à lei, a que me faz mais confusão é a isenção total de IVA para os partidos políticos, com efeitos retroactivos.

Vamos lá ver. Se os partidos acham que era injusto o IVA que pagaram em tempos e querem recebê-lo de volta, eu também quero receber o IVA que paguei a mais nos restaurantes no tempo da PAF. Este Governo já confirmou que era injusto. Isenção do IVA com efeitos retroactivos aos processos pendentes dá vontade de chorar, não fosse o IVA dos lenços.

Acho espectacular que se pague IVA de fraldas e que, a seguir, se façam comícios e as bandeiras não paguem IVA e nem para limpar o rabo servem. Segundo o que li, os partidos passam a ter IVA mais favorável do que as IPSS. Pelo menos, já dá para comprar verdadeira roupa de alta-costura.

O mais extraordinário do spin partidário é o querer reduzir a indignação de muitos a populismo, logo aqueles que todos os dias o usam. A forma de tentar anular uma indignação que, estranhamente, muitos sentem é tentar diminuir intelectualmente quem a tem. Não resulta porque somos nós que vamos votar em vocês. A verdade é que, talvez por isso, julguem que somos intelectualmente fraquinhos.

Tal como resulta mal as falsas virgens ofendidas. Ver Santana Lopes e Rui Rio ficarem chocados com esta lei é o tipo de lição de moral que não consigo aceitar. É como ver Maradona chocado com o doping no ciclismo. Ou ver Assunção Cristas, agora, depois de meses e reuniões mais secretas do que aquelas a que vai o Nuno Magalhães na casa Mozart, vir dizer que saltou fora. Imagino que jamais o CDS vai aceitar devoluções e IVA, a não ser que venham em nome de um Jacinto Leite Capelo Rego. O CDS é o partido que fica do outro lado do muro a guardar enquanto os outros vão roubar as nêsperas, mas se aparece o dono diz que os outros foram às nêsperas.

Para acabar, o nosso sempre presente e opinativo Presidente Marcelo diz que não pode pronunciar-se "já" sobre as alterações à lei do financiamento dos partidos. Fico impressionado, até sobre o sentido da vida ele conseguiria falar mas, sobre isto, tem de meditar.

Termino como comecei, desejando um bom ano de 2018 para todos e uma excelente passagem de ano, mas deixo uma sugestão: depois desta lei do financiamento dos partidos, proponho trocar as cartolas compradas pela CML por auréolas para todos os portugueses. Bom ano.

top-5

Financiamentos

1. Costa faz as últimas compras de Natal no mercado de rua do Príncipe Real - Se estivesse na Raríssimas...

2. Braga. Dois anos e quatro meses de prisão efectiva por roubo de tablet - O Salgado roubou o equivalente a meia Apple.

3. Empregados de lar de idosos ganham 10 milhões na lotaria de Natal de Espanha - Lá vão os velhotes ficar sozinhos.

4. Doces e salgados proibidos nos hospitais - Só entra legionela.

5. Portugal perto de défice zero até Setembro - Vão distribuir dividendos por todos.

IN "JORNAL DE NEGÓCIOS"
29/12/17

.
.


1458.UNIÃO



EUROPEIA



.

I-ABECEDÁRIO

S

2-Sienna Miller


.
.

IV-O FUTURO ENERGÉTICO

4-LIDERANDO O MOVIMENTO


* As nossas séries por episódios são editadas no mesmo dia da semana à mesma hora, assim torna-se fácil se quiser visionar episódios anteriores.

.
.


XXXIV-VISITA GUIADA

Museu de Lisboa-Teatro Romano/1
Lisboa - PORTUGAL





* Viagem extraordinária pelos tesouros da História de Portugal superiormente apresentados por Paula Moura Pinheiro.
Mais uma notável produção da RTP

** As nossas séries por episódios são editadas no mesmo dia da semana à mesma hora, assim torna-se fácil se quiser visionar episódios anteriores.

..
.

I-ABECEDÁRIO

S

1-Sienna Miller



.
.
Giuseppe Verdi - La Traviata

Libiamo ne'lieti calici  "Brindisi"


Cantores: Olga Peretyatko (soprano), Thomas Hampson (barytone) e Rolando Villazón (tenor)
.
.

III . O MUNDO SEM NINGUÉM 

3- OS INVASORES


* Nesta nova época de "bloguices" que vai de Setembro a Julho do próximo ano, iremos reeditar algumas séries que de forma especial sensibilizaram os nossos visitadores alguns anos atrás, esta é uma delas.

** As nossas séries por episódios são editadas no mesmo dia da semana à mesma hora, assim torna-se fácil se quiser visionar episódios anteriores.

..
.
RANSOMWARE
O sequestro online



FONTE: AFP Brasil

.
.
OS TESTÍCULOS


ENVIADO POR: J. COUTO
.
.


 HOMOFOBIA



SEGREGAR É UM MAU PRINCÍPIO

.
.

Sapateira Recheada


De: SaborIntenso
.
.

SUICIDE-SE COM AÇUCAR




.
.


1475
Senso d'hoje
ELISABETE MIRANDA
REDACTORA PRINCIPAL
"JORNAL DE NEGÓCIOS"
"Alterações no IVA na lei
do financiamento partidário"




.
.
CHINCHILLAS e GATOS


.
.

BOM DIA


.

sábado, 30 de dezembro de 2017

UMA GRAÇA PARA O FIM DO DIA

.

..
I-A HISTÓRIA 
DO SEXO
  
4- MUNDO ANTIGO



FONTE: redehistorica

.


6-BOM ANO
2018




.
.
Não são fatias douradas,
são rabanadas

FONTE: PROGRAMA "Donos Disto Tudo"  RTP/1

.


5-BOM ANO
2018



.
.

PAPEL DA FORMAÇÃO DO
ANESTESIOLOGISTA NA PREVENÇÃO
DE ELEMENTOS ADVERSOS
2 -INCIDENTES CRÍTICOS



Uma interessante série conduzida por Luís Bomfim Pereira da Cunha, Título Superior de Anestesiologia, Hospital Universitário-Rio de Janeiro

* Uma produção "CANAL MÉDICO"

* As nossas séries por episódios são editadas no mesmo dia da semana à mesma hora, assim torna-se fácil se quiser visionar episódios anteriores.

.


4-BOM ANO
2018



.
.

A genética do incesto 
em Game of Thrones



FONTE: NERDOLOGIA


.


3-BOM ANO
2018




.

RAQUEL RIBEIRO

.




Pela primeira vez 
desde 1959 não haverá
 um Castro no poder

Miguel Diáz-Canel, o homem de quem se fala para suceder a Raul Castro em Cuba, terá dez anos para fazer a revolução na continuidade ou as rupturas que muitos esperam.

Foi o próprio Raul Castro que anunciou na passada semana, na interrupção para a pausa de Natal e as comemorações dos 59 anos da revolução, a 1 de Janeiro: Cuba “terá um novo Presidente” em 2018. Castro não sai em Fevereiro, como previsto. O seu mandato, eleito pela Assembleia Nacional do Poder Popular, terminará em Abril: dois meses que se devem ao atraso nas eleições para o novo ciclo político, afectadas pelos esforços de recuperação após o furacão Irma.

Raul Castro, 86 anos, tornou-se Presidente de Cuba em 2008 após a saída de Fidel Castro e terminará o segundo mandato de cinco anos. Pela primeira vez após 1959, não haverá um Castro no poder. Raul continuará como primeiro secretário do Partido Comunista Cubano (o único partido permitido em Cuba), mas já não à frente do governo. Pela primeira vez também, o Presidente do país não será o líder do partido.

A nova Assembleia Nacional, escolhida pelos delegados municipais, regionais e provinciais, elegerá o Conselho de Estado e o novo Presidente. Em 2011, instituiu-se o limite dos cargos políticos para o máximo de dois mandatos de cinco anos.

Portanto, o homem de quem se fala, Miguel Diáz-Canel, actual vice-presidente, nascido em 1960, terá dez anos para fazer a revolução na continuidade ou as rupturas que muitos esperam. Se há cubanos que vêem em Diáz-Canel a transição possível da geração dos veteranos da Sierra para uma elite política mais jovem, nos Estados Unidos acredita-se que sem um Castro no poder será mais fácil provocar uma “transição de regime”. A acontecer, não se dará com Diáz-Canel, que parece ser mais um apparatchik do que alguém de quem se esperam mudanças. Aliás, o vídeo do Verão passado em que Diáz-Canel aparece a criticar websites de “subversão ideológica” contra Cuba, dizendo que “os ia fechar” e que não tinha “medo que lhe chamassem censor”, deixa perceber que o VC é da ala dura do PCC.

Pode não ser Diáz-Canel. Essa é a lógica dos media ocidentais e dos opositores do eixo Miami-Havana: pensar Cuba em função dos Castro e não ver a "big picture”. Porque se há coisa em que Cuba é imprevisível é em perceber-se quem são, de facto, os protégés e os renegados. E se há coisa que os EUA não percebem é que o tecido económico, político e social cubano não se coaduna com a sua visão de “transição”.

A grande transição, aliás, foi o volte-face no processo de normalização das relações com os EUA anunciado por Donald Trump no Verão e já muito criticado por empresários cubanos, dentro e fora da ilha. Onde Obama viu uma burguesia nascente que poderia pressionar a política, as sanções de Trump vêm afectar o sector privado, aquele que a administração americana diz querer fomentar. Castro falou de uma “deterioração” das relações com os EUA, marcada pelo “recrudescimento do bloqueio, o regresso de uma retórica agressiva” e a “arbitrária aplicação de medidas” que têm afectado cubanos e as suas famílias.

O que também tem afectado os cubanos são as pressões sobre o trabalho por conta própria. As novas regulações concluíram um período de revogação de licenças, cobranças coercivas e fecho de estabelecimentos que têm provocado ondas de contestação num sector que representa 12% da população activa. As medidas visam combater a acumulação de riqueza e a evasão fiscal, e vão limitar o número de licenças por pessoa (apenas uma) ou impor tectos salariais aos patrões num valor até três vezes superior ao dos funcionários. São cerca de 580 mil os cuentapropistas e eles mudaram radicalmente o panorama económico da ilha: um número considerável que já não pode ser ignorado.

Os mandatos de Raul Castro transformaram profundamente Cuba e o seu legado é indelével, muito para além do banal “irmão de Fidel”. Raul deixa Cuba muito menos isolada em termos económicos, diplomáticos e cibernéticos. A abertura foi essencial para a sua transformação num “socialismo de mercado”: deixando entrar o mercado, só os cubanos sabem o que ainda querem defender do socialismo.

Quem vier depois de Abril sabe que só uma mudança na retórica de Washington fará com que os cubanos não vejam as novas medidas dos EUA como “mais do mesmo” (e a revolução vai a caminho dos 60 anos, em 2019). É certo que as sanções de Trump vão afectar o turismo (este ano cresceu 19,7%), mas Cuba acabou de assinar um novo acordo energético com a Rússia. Quem vier depois de Abril verá um crescimento (projectado) a 2%, mas verá também o provável agravamento da crise na Venezuela (onde há eleições). Como dizem os cubanos, “no va a ser fácil”.



IN "PÚBLICO"
27/12/17

.
.


1457.UNIÃO



EUROPEIA





2-BOM ANO
2018



.
.

A IGNORÂNCIA É UMA BENÇÃO!
Graças a Pílula da Burrice


FONTE: Canal DETONANDO ILUSÕES

.
.
XXIII-VIDA SELVAGEM
3- Os Lobos da Praia



* As nossas séries por episódios são editadas no mesmo dia da semana à mesma hora, assim torna-se fácil se quiser visionar episódios anteriores.

FONTE: SIC

.


1-BOM ANO
2018




.
.
RECORDANDO

António Variações

O corpo é que paga


.
.

8-CRIANÇAS
INVISÍVEIS


ÚLTIMO EPISÓDIO

Formado por 7 curtas metragens realizados no Brasil, Itália, Inglaterra, Sérvia, Burkina Faso, China e Estados Unidos. O projeto de Crianças Invisíveis foi criado para despertar a atenção para o sofrimento das crianças em situações difíceis por todo o mundo. Todos os diretores trabalharam de graça ao realizar seus curtas para Crianças Invisíveis. Parte da renda do filme foi destinada para a Unicef e para o Programa Mundial contra a Fome


* Nesta nova época de "bloguices" que vai de Setembro a Julho do próximo ano, iremos reeditar algumas séries que de forma especial sensibilizaram os nossos visitadores alguns anos atrás, esta é uma delas.

.
.

'Não há nada mais fácil 
do que enganar uma mulher 
com a autoestima no chão'



FONTE: BBC Brasil

.
.

O gigante de 1,35m



FONTE: AFP Brasil


.
.
BANDIDOS

Ataques a crianças 
em zonas de conflito


FONTE: EURONEWS

.
.


AS MENSAGENS
NA WEB/31




















.
.


1474
Senso d'hoje
CAMILO LOURENÇO
ECONOMISTA
ARTICULISTA
"Financiamento dos partidos, nova
guerra entre Belém e São Bento"



FONTE: A Cor do Dinheiro

.
.

 PORQUE SOMOS
UMA GRAÇA


.
.

BOM DIA


.
.

3-BIZARRO

FORA "D'ORAS"

XXVII-MOUNT OLYMPUS/3


(ÚLTIMO EPISÓDIO)

PRÓXIMO "FORA-DE-HORAS" a 04/01/18


*Quem diz que os artistas não são atletas?

 O artista belga Jan Fabre e 27 outros artistas conceberam uma apresentação de 24h sem paragem nem intervalos, intitulada de Mount Olympus, que foi estreada no Berliner Festspiele. 
O incrível feito de resistência foi escrito, dirigido e coreografado por Fabre, que novamente empurra os limites do teatro.

Depois de 12 meses de ensaios, Mount Olympus tentou unir todas as facetas do trabalho anterior do artista. 

Descrito como 'um projecto excepcional' no site do Berliner Festspiele, os artistas  'dançaram, actuaram, amaram, sofreram, dormiram e sonharam ao percorrerem os mitos da Grécia antiga'.  Levaram os espectadores através duma actuação entre o acordar e o sonhar, entre o sonho e a realidade.

Actuações anteriores baseadas na resistência, tal como a sua peça de oito horas 'Isto é Teatro Como Era Esperado e Antecipado'  (1982), revolucionaram o conceito da arte de teatro e actuação.

Desde 1951 que o Berliner Festspiele une uma variedade de entre-cruzamentos de disciplinas artísticas e de eventos culturais para promover a rica e colorida paisagem artistica de Berlim.


** Somos suficientemente incultos e incapazes para considerar como arte este espectáculo, não há como aprender e digerir.

*** A primeira parte da encenação foi editada neste blogue entre 07 e 25 de Abril.

**** A segunda parte da encenação foi editada neste blogue a partir de 02/06/17.
Disfrute.

sexta-feira, 29 de dezembro de 2017

UMA GRAÇA PARA O FIM DO DIA

.

.
X~MEGA FÁBRICAS

3- MV AGUSTA


* As nossas séries por episódios são editadas no mesmo dia da semana à mesma hora, assim torna-se fácil se quiser visionar episódios anteriores.

.
.

HOJE  NO 
"JORNAL DE NEGÓCIOS"
Infraestruturas de Portugal investe 900 mil euros em quatro pontes da linha do Minho

A Infraestruturas de Portugal (IP) informou ter concluído um investimento de 900 mil euros no tratamento anticorrosivo de quatro pontes metálicas na linha do Minho situadas nos concelhos de Vila Nova de Famalicão, Barcelos e Viana do Castelo.

Em comunicado enviado esta sexta-feira, a IP, que sucedeu à Refer na gestão da rede ferroviária nacional, adiantou que as intervenções incluíram "trabalhos de pintura e protecção anticorrosiva nas pontes do Ave, em Vila Nova de Famalicão, do Cávado, em Barcelos e nas travessias do Neiva e de Âncora, ambas no distrito de Viana do Castelo.
 .
"A empreitada teve como propósito assegurar a observância de bons índices de fiabilidade, comportamento e segurança destas pontes ferroviárias, atenuando os efeitos da contínua exposição aos vários agentes, tais como a humidade, a salinidade ou a poluição, que originam ambientes com elevado grau de agressividade", explicou a IP.

A empreitada inclui ainda "a decapagem integral das pontes com jacto de areia para remoção de toda a tinta existente e de eventuais focos de corrosão, tendo posteriormente sido aplicado um esquema de pintura composto por três camadas de tinta".

Na Linha do Minho existem 157 pontes e, destas, 14 são metálicas. Segundo a IP, "da rede ferroviária nacional fazem parte 2.358 pontes, sendo que destas 547 são pontes metálicas, algumas delas centenárias e de elevado valor histórico e simbólico".

* É um prazer viajar de comboio num Portugal tão lindo.

.