quarta-feira, 21 de dezembro de 2016

UMA GRAÇA PARA O FIM DO DIA

.

.

 2-DEUS, UM DELÍRIO

 O VÍRUS DA FÉ

video

.
.
HOJE  NO
"A BOLA"

O calendário da mulher... perfeita

A Universidade do Texas demonstrou, através de um estudo exaustivo, que Kelly Brook, modelo inglesa, era a mulher perfeita.
 .
Com 99 centímetros de peito, 63 de cintura e 91 de quadril, Kelly Brook apresentou as medidas de proporção áurea de Leonardo da Vinci.

Desde a publicação desse estudo, a modelo tem surgido em diversas produções fotográficas, ficando mundialmente conhecida, muito à custa, igualmente, da sua turbulenta vida amorosa, intimamente ligada ao desporto.

Tom Evans e Danny Cipriani, jogadores de râguebi, foram dois dos últimos casos amorosos, sendo que atualmente Kelly Brook vive com Jeremy Parisi, ator, modelo e judoca.

Além das produções fotográficas, Kelly tornou também um hábito publicar um calendário anual, demonstrando o epíteto de mulher perfeita.

* Bem feita.

.
.
.
LELA ROSE

FULL FASHION SHOW
INVERNO
2016/2017

video


.
.

HOJE NO 
"AÇORIANO ORIENTAL"

Testes para detetar álcool e droga a guardas prisionais hoje em votação

A comissão parlamentar de assuntos constitucionais vai hoje discutir e votar a proposta de lei sobre a realização de testes e exames médicos aos guardas prisionais para a deteção de consumo excessivo de álcool, droga e substâncias psicotrópicas.


  O Governo defende que se realizem testes aos guardas prisionais para detetar consumo excessivo de álcool, droga, substâncias psicotrópicas e produtos análogos sempre que estes se encontrem em estado de aparente ausência de condições físicas ou psíquicas para o desempenho das suas funções.


A proposta de Lei determina que está sob influência de álcool o trabalhador que apresente uma taxa igual ou superior a 0,2 gramas de álcool por litro de sangue.


Na discussão em plenário, a 16 de setembro, o PCP e o BE consideraram que a deteção de consumo excessivo de álcool e de drogas a guardas prisionais não são problemas "prementes" nem "prioritários".
 .
Também CDS-PP discordou da oportunidade temporal da apresentação do diploma, criticando a ministra por não se saber como vai ser acompanhada esta matéria em termos preventivos e curativos.

* Ao nível de excesso de consumo de álcool por guardas prisionais o que é prioritário para PCP e BE?

.
.
II-A Verdadeira História da Internet

1 - A Pesquisa

video

.
.
HOJE NO 
"CORREIO DA MANHÃ"

Guerra nos bombeiros 
‘tira’ circo às crianças 

Direção ofereceu bilhetes aos mais pequenos para o evento, mas os menores acabaram por não ser autorizados.

As crianças que frequentam a Escola dos Infantes e Cadetes e também os filhos dos bombeiros da corporação de Valbom foram convidados pelo presidente da direção para irem ao circo, numa maneira de presentear os mais pequenos nesta altura festiva.
.
O evento estava marcado para o passado domingo, mas, no dia anterior, o comandante não autorizou a ida dos menores. "Já tínhamos as autorizações dos encarregados de educação. Estava garantido um autocarro para a viagem, com adultos a acompanhar as crianças. Nada levava a crer que o senhor comandante fizesse isto. Pode ter problemas com a direção. Não gostar de algumas coisas. Mas os mais pequenos não têm de sair prejudicados", disse ao CM José Gonçalves, presidente da direção dos Bombeiros de Valbom.

Ao CM, o comandante da corporação garantiu não ter sido informado atempadamente do evento. "A ida ao circo foi preparada sem o meu consentimento. Soube dois dias antes. Tenho uma palavra a dizer e, como não tinham falado comigo, resolvi não deixar as crianças irem. Não existem guerras", assegurou, esta terça-feira, José Alves.

Das 40 crianças que iam ao circo, só seis conseguiram ir. "Claro que os que não foram ficaram tristes. Estavam todos animados com o circo e do nada tiraram-lhes essa animação", prosseguiu o presidente.

A direção dos Bombeiros de Valbom não quer que este episódio passe em branco e pondera vir a tomar medidas. "Vamos reunir e decidir o que vamos fazer. Sabemos que existem muitos bombeiros contra o que aconteceu e é preciso fazer alguma coisa", garantiu José Gonçalves.

* Adultos destes não podem dirigir ou comandar nada, é muita sobranceria.

.

PAULA SANTOS

.







Prevenir a rutura nas urgências

Ao aproximar-se o inverno chega o frio e a procura dos serviços públicos de saúde aumenta. Não há aqui nada de novo, nem nada que ninguém não saiba de antemão, portanto pode-se desde já tomar as medidas para assegurar que os serviços públicos de saúde dispõem dos meios e das condições para responder às necessidades de prestação de cuidados de saúde à população.

É agora o momento de se tomarem as medidas para assegurar as condições adequadas de funcionamento dos serviços de saúde, para evitar situações de rutura, como as que temos assistido nos últimos anos, em resultado do consecutivo desinvestimento no Serviço Nacional de Saúde da responsabilidade dos vários governos.

Frequentemente os tempos de espera nos serviços de urgência ultrapassam os tempos recomendados. Sabemos que há inúmeras razões que persistem e que conduzem a estas situações.

A enorme carência de profissionais de saúde também se reflete nos serviços de urgência. Dada a falta de profissionais, muitos serviços de urgência asseguram o seu funcionamento recorrendo abusivamente aos médicos internos (os médicos internos prestam trabalho muito para além das 12 horas, que são o número máximo de horas que devem estar num serviço de urgência por semana) e à contratação de empresas de trabalho temporário. Têm vindo a público as dificuldades em assegurar as escalas das urgências nas próximas semanas.

A elevada afluência às urgências resulta também da insuficiente resposta ao nível dos cuidados de saúde primários. Para além de um elevado número de utentes não ter médico de família, o que dificulta a acessibilidade aos cuidados de saúde, PSD e CDS quando estiveram no governo agravaram essa acessibilidade ao reduzirem o horário de funcionamento de unidades de saúde que funcionavam no período noturno e ao fim-de-semana. A verdade é que em determinados períodos, o único serviço público de saúde aberto são as urgências, o que naturalmente conduz a uma maior afluência dos utentes em caso de doença aguda.

Há uma grande discussão sobre o facto de cerca de 50% dos utentes se dirigirem às urgências não corresponderem a situações de urgência (as designadas fitas verdes e azuis, isto é, situações pouco urgentes e não urgentes). Não acredito que as pessoas se desloquem às urgências levianamente, sabendo que terão de enfrentar 5, 8, 10 ou mais horas de espera até serem atendidos. Se as pessoas se deslocam é porque não têm mais nenhuma alternativa.

Constata-se ainda mais uma característica que importa referir. Nas urgências surgem muitas situações de utentes descompensados, motivado por carências económicas e sociais, mas também devido às múltiplas patologias que muitos possuem com o facto de vivermos mais anos, que exigem a prestação de mais cuidados de saúde.

Para assegurar as condições de funcionamento dos serviços de urgências e a prestação de cuidados de saúde à população é fundamental reforçar os profissionais de saúde, nos centros de saúde e nos hospitais e alargar o horário de funcionamento dos centros de saúde no período noturno e nos fins-de-semana.

IN "EXPRESSO"
21/12/16


.
.


1087.UNIÃO



EUROPEIA



.
HOJE  NO
"OBSERVADOR"

Serviço Nacional de Saúde 
pode ter sido prejudicado em 
mais de 1.000 milhões de euros

O Serviço Nacional de Saúde (SNS) pode ter sido lesado em mais de 1.000 milhões de euros, nos últimos quatro anos, devido a casos de corrupção perpetuada pelos profissionais de saúde. 
 .

Desde 2012, a Unidade Nacional de Combate à Corrupção da Polícia Judiciária (PJ) deteve um número elevado de profissionais de saúde: 71, entre médicos, delegados de saúde, fornecedores. Só este ano já foram detetadas 39 alegadas suspeitas de fraude na saúde. Os dados foram avançados pela SIC.
Duas investigações conhecidas são:

  • O caso da farmácia da Quinta do Conde, em Sesimbra, onde seriam falsificadas receitas de remédios com taxas altas de comparticipação (entre os 90% e 100%). Os remédios nem chegavam a sair da farmácia mas o Estado pagava-os como se tivessem sido vendidos. A investigação da Judiciária resultou em 13 detidos em 2013.
  • No ano seguinte foi a vez do processo “Remédio Santo”, no qual foram condenados 16 dos 18 arguidos acusados de burlar o SNS em 4 milhões de euros. Outro médico foi condenado a sete anos e meio de prisão, sendo que também estava acusado noutro processo.
Carla Costa, do Grupo de Prevenção e Luta Contra a Fraude no Serviço Nacional de Saúde, criada em 2011 no âmbito da Ministério da Saúde, explicou à SIC que a corrupção na saúde é fácil de ocorrer porque os perpetuadores têm conhecimento na área e há falta de mecanismos de controlo. Depois das denúncias, nos meses seguintes verifica-se uma diminuição das comparticipações mas por pouco tempo.

* Atão o sr. Paulo Macedo foi assim tão enganado? Que homem de boa fé!

.
.
1-A vida em Cuba
video


* Esta reportagem foi concretizada antes da morte do ditador Fidel de Castro.

.
.

  A DEMOCRACIA
E O HUMOR

video


Debate de fim de tarde, em Outubro passado,nos Jardins da Fundação, com Ricardo Araújo Pereira e Nuno Artur Silva. No âmbito do Encontro da Fundação «Que Democracia?»


.
.
HOJE  
"DIÁRIO DE NOTÍCIAS"

Tunisino procurado pela polícia alemã 
era suspeito de preparar atentado

Ministro do Interior alemão confirmou que há um novo suspeito. Estava sinalizado pela polícia antiterrorismo desde novembro

O ministro do Interior do estado alemão da Renânia do Norte-Vestefália confirmou que a polícia está à procura de um novo suspeito do ataque com um camião em Berlim, que fez 12 vítimas mortais. 
.

Sublinhando que ainda não foi estabelecida uma ligação definitiva do indivíduo que está a ser procurado ao atentado, Ralf Jäger não quis alongar-se nas informações, frisando a necessidade de não colocar em risco a investigação, mas confirmou que o suspeito viveu em Berlim e, por um breve período, na Renânia do Norte-Vestefália.

"As agências de segurança trocaram descobertas e informações sobre esta pessoa com a agência antiterrorismo em novembro de 2016", disse em conferência de imprensa, citado pela agência Reuters. "A polícia judiciária da Renânia do Norte-Vestefália abriu um inquérito junto da Procuradoria Federal Alemã em função de suspeitas sobre a preparação de um ato criminoso grave representando um perigo para o Estado". 

Segundo Jäger, o suspeito tinha pedido asilo na Alemanha, mas fora-lhe negado no passado mês de julho. As tentativas de o deportar para a Tunísia falharam por não possuir qualquer documento de identificação e as autoridades tunisinas questionaram mesmo que fosse um cidadão nacional. "A polícia federal emitiu um aviso alertando que ele poderia ser perigoso", revelou o ministro. "Os documentos de identificação dele chegaram hoje. Não quero fazer mais comentários sobre este facto".

Em fevereiro de 2016, o indivíduo - identificado pela imprensa alemã como Anis Amri - mudou-se para Berlim e terá usado nomes diferentes, revelou ainda o ministro. Nesta altura, está a ser procurado em todo o espaço Schengen. De acordo com a Associated Press, que teve acesso ao mandado de detenção europeu emitido pela Alemanha, o suspeito tem efetivamente cidadania tunisina e usa seis identidades diferentes. É considerado perigoso e estará armado.

Pouco antes da conferência de imprensa do governante do estado da Renânia do Norte, o ministro do Interior alemão, Thomas de Maizière, pediu à imprensa que não especulasse sobre o suspeito. "Não posso confirmar ou negar informações. Dar-vos-emos mais informação quando tivermos mais factos, não antes. O que é importante é o resultado, não a velocidade da especulação", afirmou.
Um deputado alemão da família política da chanceler Angela Merkel revelou entretanto que o presumível terrorista tem vinte e poucos anos e era considerado ativo na "cena islamita salafita", tendo chegado à Alemanha vindo da Itália, durante a crise dos refugiados. Segundo a imprensa alemã, Amri teria ligações ao pregador Ahmad Abdelazziz A., também conhecido como Abu Walla, que foi preso em novembro por encorajar os ouvintes a viajarem para a Síria para combaterem ao lado dos extremistas islâmicos.
De acordo com a Reuters, que cita a imprensa local, a polícia está hoje a fazer buscas num abrigo para refugiados no nordeste da Alemanha, na cidade de Emmerich, a cerca de 14 quilómetros da cidade de Colónia e próxima da fronteira com a Holanda. O tunisino terá estado instalado neste centro.

Documento de identificação no camião
As informações sobre um novo suspeito no ataque de Berlim começaram a surgir depois de a edição online do diário Der Spiel ter avançado que tinha sido encontrado, debaixo do assento do camião usado para abalroar os visitantes no mercado de Natal, um documento de identificação de um homem tunisino. Tratava-se de uma autorização de residência temporária, entregue aos migrantes a quem é rejeitado o pedido de asilo, mas que não são expulsos da Alemanha.

Já esta quarta-feira, a imprensa alemã adiantava que, durante a madrugada, fora detido um outro suspeito de envolvimento no ataque, mas que terá sido libertado horas depois.

Ao final da tarde de terça-feira, o paquistanês de 23 anos que tinha sido detido na noite do atentado foi igualmente libertado: o chefe da polícia de Berlim, Klaus Kandt, reconheceu que não foi possível confirmar que o jovem era efetivamente o condutor do camião, apesar dos vários relatos e descrições de testemunhas no local.

Recorde-se que o paquistanês, requerente de asilo, tinha sido detido depois de um indivíduo o ter perseguido nos minutos após o ataque no mercado de Natal, por julgar que se tratava do motorista do veículo.

* Mesmo os países que na Europa não sofreram atentados  devem estar tão alerta como aqueles em que ocorreram actos terroristas.

.
.

José Feliciano

Feliz Navidad
video


.
.
HOJE  NO
"RECORD"
Bruno Pires anuncia fim 
da sua "carreira feliz"

Bruno Pires anunciou esta quarta-feira o fim da sua "carreira feliz" no ciclismo, depois de ter ficado sem equipa, devido à extinção da equipa profissional suíça Team Roth, assumindo-se orgulhoso pelo que alcançou.
 .
"Venho por este meio informar-vos da minha 'despedida' como ciclista profissional, depois de algumas tentativas para encontrar um projeto ou equipa que me fizesse continuar motivado de forma a ser competitivo, o que não se confirmou, chegando a este momento em que faço este anúncio", escreveu o corredor natural de Redondo, de 35 anos, numa carta enviada à agência Lusa.

Bruno Pires lamentou a forma como abandona a modalidade, após ter sido 39.º na Volta a Portugal, sem que soubesse que seria a sua última corrida.

"Não foi da forma que eu pensava, pois queria ter sido eu a dizer esta é a ultima corrida que realizo como ciclista profissional, mas isso não irá acontecer dessa forma (...), terminei esta etapa de uma forma não programada mas bonita, pois foi na Volta a Portugal, a corrida que me fez sonhar, lutar, e crer um dia ser ciclista profissional para a poder correr", sublinhou.

Depois de se ter iniciado no ciclismo "por acaso", o alentejano envergou as camisolas da Milaneza-Maia, LA-MSS, Barbot-Siper, Leopard-Trek, Saxo-Tinkoff e Team Roth, numa carreira virada para o estrangeiro e na qual se destacam as presenças no Giro, em 2011 e 2013, e na Vuelta, em 2012.

"Essa oportunidade proporcionou-me viajar por grande parte do mundo, aprender três línguas, ter uma experiência e visão internacional, observar, aprender e privar com alguns dos melhores ciclistas mundiais, tais como os irmãos Schleck, Cancelara, O'Grady, Voigt, Benatti, Contador, Majka, Sagan, Rogers, entre outros...vestir a mesma camisola, as refeições na mesma mesa, partilhar quarto e vivências fora da bicicleta, isso foi um privilégio e será sempre experiência", salientou, deixando um vasto agradecimento a quem com ele se cruzou.

* Desejamos-lhe sucesso noutras etapas da vida.

.
.
HOJE NO  
"JORNAL DE NOTÍCIAS"

Portugueses vão ter o Natal 
mais farto desde há seis anos

Gastos equiparam-se aos valores pré-crise, em 2010, e serão mais distribuídos por centros comerciais, comércio de rua e online.
.
Há seis anos que os portugueses não gastavam tanto em compras de Natal, revela um estudo do IPAM. Em média, cada consumidor deverá gastar 373,35 euros, mais 24% do que em 2015 e ao nível do valor de 2010 (373 euros), depois de cinco anos de quebras, quando o valor chegou a 253 euros.

* É alarmante a febre gastadora de quem não tem dinheiro, este aumento de valor deve-se aos tesos que durante uns dias fingem que não são, os ricos gastam sempre o que lhes apetece. 
Os tesos empanturram-se de rabanadas e depois falta-lhes a carcaça.

.
.
JORNALISTA
video


.
.

HOJE NO
"DIÁRIO DE NOTÍCIAS 

DA MADEIRA"
Pelo menos 48 jornalistas morreram 
em trabalho em 2016

Pelo menos 48 jornalistas morreram em trabalho entre 01 de janeiro e 15 de dezembro de 2016, menos do que em 2015 quando perderam a vida 72 profissionais, segundo um relatório do Comité de Proteção dos Jornalistas.
.
Segundo o relatório, divulgado esta semana, dos 48 jornalistas, 26 morreram enquanto cobriam conflitos na Síria, Iraque, Iémen, Líbia, Afeganistão e Somália.

O Comité de Proteção dos Jornalistas refere também que 18 dos jornalistas foram mortos como represália pelo seu trabalho, o menor número desde 2002.

A queda do número de mortos pode ser atribuída devido ao facto de os órgãos de comunicação social correrem menos riscos e ao uso de outros meios para silenciar jornalistas, refere o relatório.

A Síria foi o país mais mortífero para os jornalistas pelo quinto ano consecutivo, com pelo menos 14 jornalistas mortos em 2016.

Seis jornalistas foram mortos no Iraque e outras seis no Iémen, em 2016.

O Comité de Proteção dos Jornalistas, com sede em Nova Iorque, monitoriza a morte de jornalistas desde 1992.

A lista não inclui jornalistas que morreram devido a doença ou em acidentes de carro ou avião, a menos que fossem provocados por ações hostis.

O Comité está a investigar a morte de outros 27 jornalistas em 2016 para determinar se foi relacionada com o seu trabalho.

* Uma tragédia. O jornalista sério é um combatente contra a ditadura do politicamente correcto.

.
.
HOJE NO
"JORNAL DE NEGÓCIOS"

Carro eléctrico de Lisboa ao Porto 
sem stress a partir de Janeiro

A rede de postos de carga rápida na Auto-estrada do Norte vai ficar concluída no início do próximo ano. Os utilizadores do carro eléctrico vão passar a viajar na A1 sem se preocuparem com o estado da bateria.
.

As duas principais cidades portuguesas estão separadas por mais de 300 quilómetros. Mas nas próximas semanas, Lisboa e Porto vão ficar mais próximas, para quem conduz um carro eléctrico.
A rede de postos de carga rápida de carros eléctricos na Auto-estrada do Norte (A1) vai ficar concluída no início de 2017. A data para a conclusão do projecto foi avançada ao Negócios por fonte oficial do Ministério do Ambiente.

É certo que já existiam alguns postos nesta auto-estrada, mas na verdade a viagem tinha que ser planeada cuidadosamente pelos utilizadores de veículos eléctricos, pois corriam o risco de ficarem apeados a meio do caminho.

Tudo vai mudar no curto prazo, pois a rede de postos de carregamento rápido vai ficar concluída em Janeiro, com a instalação de seis novos postos, três em cada sentido, na Auto-estrada do Norte (A1): dois na zona de Estarreja, dois na zona da Mealhada e dois na zona de Santarém.

Actualmente já existem quatro postos nas estações de serviço da Galp em Pombal e de Aveiras de Cima.

Os condutores vão passar assim a ter disponíveis 10 postos de carga rápida nos 315 quilómetros de extensão da A1.
"A conclusão destes postos vai facilitar completamente a viagem entre Lisboa e Porto", analisa o presidente da Associação dos Utilizadores de Veículos Eléctricos (UVE), Henrique Sánchez.

O Governo tem previsto instalar 50 postos de carga rápida até ao final do primeiro trimestre de 2017. Em declarações ao jornal Público, o ministro do Ambiente, João Pedro Matos Fernandes, apontava que a meta de 50 postos poderá ficar aquém do previsto, com 35 postos de 50 kilowatts cada no total.

Assim, no início do próximo ano, o Governo prevê concluir a instalação dos 35 postos de carga rápida, tanto em auto-estradas como em cidades.

A conclusão do projecto inicial de postos de carga rápida da rede Mobi.e foi bem recebida pelos utilizados do carro eléctrico.

"São notícias extremamente positivas. Isto é muito positivo para os utilizadores", disse ao Negócios Henrique Sánchez, presidente da UVE.

Inicialmente, os carregamentos vão ser gratuitos, mas a rede de postos de carga rápida na via pública vai começar a cobrar assim que os postos estiverem instalados, o que vai acontecer, precisamente, nos primeiros meses de 2017.

As vendas de carros eléctricos em Portugal continuam imparáveis. Nos primeiros 11 meses deste ano, as vendas cresceram 37,5%, para um total de 660 viaturas face a 2015, segundo os dados da Associação Automóvel de Portugal (ACAP).

Os utilizadores de carro eléctrico apontam que a conclusão da rede dos postos de carga rápida vai contribuir para o crescimento das vendas.

"É evidente que vai despoletar as vendas", afirma Henrique Sánchez, apontando que o quadro fiscal para 2017 também vai ajudar ao aumento das vendas.

Nissan Leaf domina as vendas
As vendas de carros eléctricos cresceram 37,5% até Novembro. Analisado por modelos, o Nissan Leaf domina as vendas com 290 unidades, mais 66% face a 2015, segundo dados da ACAP. Segue-se o BMW i3 com 159 unidades (79%), com o Renault Zoe a fechar o pódio com 140 unidades vendidas (56%).

Destaque também para o crescimento das vendas do Volkswagen Golf eléctrico, num total de 17 unidades (54,5%). Em termos de crescimento por percentagem, o modelo que registou a maior subida foi o Kia Soul (733%), com 25 unidades. Entre 2000 e 2016, foram vendidos um total de 1.978 carros eléctricos. As vendas de 2016 já superaram as do melhor ano (2015), faltando ainda um mês para acabar o ano.

* Carro eléctrico vai fazer parte do futuro.

.
.


10-'INGINHOCAS'

AUMENTO DE PRESSÃO
DA ÁGUA NO CHUVEIRO

video


.
.
HOJE  NO
"DESTAK"

Corte com Taiwan é 
"absolutamente normal" 
- ex-PR são-tomense Miguel Trovoada

O ex-Presidente são-tomense Miguel Trovoada, que em 1997 suspendeu as relações diplomáticas com Pequim e aproximou São Tomé e Príncipe de Taiwan, considerou hoje "absolutamente normal" a decisão do Governo atual de inverter essa decisão. 
 .
ESPÉCIME RASTEJANTE
"Não me causa estranheza nenhuma, na medida em que, o que foi feito em 1997, quase 20 anos depois conheceu uma evolução. As relações entre os Estados não são estáticas, a vida política também não é estática", disse Miguel Trovoada, pai do atual primeiro-ministro, em declarações à Lusa por telefone.

O chefe do Governo, Patrice Trovoada, explicou hoje que a rotura unilateral de relações com Taiwan foi "a mais acertada para São Tomé e Príncipe", tendo em conta a visão do Governo para o desenvolvimento do país. 

* Governo de S. Tomé rasteja ante a ditadura chinesa, um nojo!

.
.
 HOJE  NO
"i"
Visita do Papa a Portugal obriga a
. investimento de 100 milhões de euros

O valor diz respeito à melhoria das infraestruturas das forças de segurança do país. A visita do Papa Francisco obrigará ainda a um “cuidado especial” em termos de segurança
.
Na sequência do ataque terrorista em Berlim, Constança Urbano de Sousa, ministra da Administração Interna, garante que a visita do Papa agendada para 2017 está a ser preparada com ‘’cuidado especial’’.
Na inauguração do posto da GNR de Porto de Mós, Constança Urbano de Sousa reforçou esta ideia: “Naturalmente que está previsto um cuidado especial. A planificação de toda a segurança inerente a esta visita do Papa está a ser planeada há muitos meses e coordenada pela senhora secretária-geral do Sistema de Segurança Interna”, disse, acrescentando ainda que haverá um controlo das fronteiras para atingir esse objetivo.

A ministra da Administração Interna assumiu ainda a necessidade de investir nas estruturas das forças de segurança em muitos pontos do país, usando para tal ‘’receitas que possam ser oriundas da venda de património e que reverterão, exclusivamente, para a requalificação das infraestruturas’’. Constança Urbano de Sousa prometeu um investimento de 100 milhões de euros.

O Santuário de Fátima já recebeu a visita de três Papas: Paulo VI, João Paulo II e Bento XVI, sendo o Francisco o quarto. É ainda de acrescentar que em nenhuma destas visitas houve ocorrência de algum incidente proveniente de falhas nas forças de segurança portuguesas.

A visita do Papa Francisco decorrerá nos dias 12 e 13 de Maio de 2017 e trará a Portugal milhares de peregrinos.

* 100 milhões de despesismo inútil para comemorar os cem anos da aldrabada aterragem numa azinheira diante de três idiotas.
Como são mal tratados Gago Coutinho e Sacadura Cabral.
.
.
20-INGINHEROS...


..
.
1102
Senso d'hoje
YEB SANO
REPRESENTANTE FILIPINO
PARA AS MUDANÇAS DO CLIMA
"Apelo ao mundo"

video

Após o Super Tufão Haiyan ter devastado as Filipinas, o representante de mudança climática Yeb Sano pediu ao mundo para tomar medidas imediatas e drásticas para reduzir as emissões de dióxido de carbono que causam as mudanças climáticas num discurso emocionante durante a reunião do clima da ONU (COP19) em Varsóvia, Polônia.

.