terça-feira, 20 de dezembro de 2016

UMA GRAÇA PARA O FIM DO DIA

.

.
6-ULTRA FLEX
POLLY


.
.

GRANDES LIVROS/31

AUTORES DO MUNDO

1- UM ESTRANHO NO NINHO

KEN KESELEY




2- UM ESTRANHO NO NINHO


* As nossas séries por episódios são editadas no mesmo dia da semana à mesma hora, assim torna-se fácil se quiser visionar episódios anteriores.

.
.
HOJE NO 
"AÇORIANO ORIENTAL"

Governo propõe redução da TSU 
em um ponto percentual e 557 euros
 para salário mínimo

O Governo apresentou hoje uma proposta de atualização do salário mínimo nacional (SMN) para os 557 euros, a partir de janeiro de 2017, a par da redução de um ponto percentual da Taxa Social Única (TSU) para as empresas.
 .

  A formalização desta atualização foi apresentada pelo executivo às confederações patronais e às estruturas sindicais, na reunião desta tarde, em sede de Concertação Social destinada a discutir a matéria, mas que terminou sem consenso entre as partes e ainda sem a existência de um acordo.

"O Governo fez uma proposta na linha daquilo que está inscrito no programa do Governo para que, em 2017, o SMN seja fixado em 557 euros e que, posteriormente, possa existir uma evolução com alguma alteração de metodologia de aplicação do SMN que passaria a ser semestral, em 2018, com o objetivo de atingir os 600 euros em 2019 e para que, em 2020, se continue numa lógica de crescimento baseado nos indicadores económicos mais clássicos: inflação e repartição e rendimentos", afirmou o ministro do Trabalho, Vieira da Silva.

No sentido de 'aliviar' o impacto da atualização do salário mínimo nas empresas com trabalhadores a receberem este salário, e "para que esse acordo seja possível, julgamos que é importante que haja uma medida de apoio às empresas [...] e que passa pela redução em um ponto percentual da TSU, uma medida que será de caráter excecional e temporário" em 2017, referiu o ministro da tutela.

No entanto, a proposta hoje formalizada pelo executivo não agradou a patrões nem a sindicatos, embora o Governo tenha também apresentado um documento que será o ponto de partida para um acordo mais alargado e de médio prazo em sede de Concertação Social que inclui, além da atualização do salário mínimo, medida de apoio ao desenvolvimento da economia e questões de natureza laboral.

As confederações patronais apresentaram ao Governo uma proposta conjunta, na qual admitem o aumento do salário mínimo para os 540 euros desde que lhes garantam uma redução de um ponto percentual na TSU.

As quatro confederações consideram que os critérios de atualização do salário mínimo conduzem a um aumento para os 538 euros, mas admitem que o valor passe para os 540 euros em janeiro de 2017, se forem adotadas medidas que minimizem os efeitos da subida na competitividade das empresas.

No final desta reunião, que terminou sem consenso, a CGTP manifestou o desagrado da central sindical perante a proposta do executivo e rejeita a redução da TSU para as empresas, afastando assim qualquer acordo.

Já a UGT admite assinar um acordo, apesar de discordar deste desconto concedido aos patrões, desde que o SMN seja fixado nos 557 euros, em janeiro do próximo ano.

De acordo com o terceiro relatório sobre o impacto da subida do salário mínimo, hoje apresentado pelo Governo aos parceiros sociais, em setembro deste ano, cerca de 21% dos trabalhadores em Portugal recebiam o salário mínimo nacional, ou seja, 648 mil.

Atualmente, o salário mínimo nacional é de 530 euros, devendo chegar aos 557 euros, em 2017, e aos 580 euros, em 2018, antes de chegar aos 600 euros, em 2019, conforme o compromisso assumido pelo Governo.

Governo e parceiros sociais voltam a reunir-se na próxima quinta-feira, dia 22 de dezembro, na expectativa de um acordo.

* Não se excitem que é só uma proposta.

.
.

IV-O ENCANTO DO
AZUL PROFUNDO


4- Europa



* As nossas séries por episódios são editadas no mesmo dia da semana à mesma hora, assim torna-se fácil se quiser visionar episódios anteriores.
.
.
.
HOJE NO 
"CORREIO DA MANHÃ"

Ex-vice-presidente do Sporting confessa
.crimes, Cristóvão diz que pretende
. devolver 10 mil euros a uma vítima.

Paulo Pereira Cristóvão recusou falar na primeira sessão de julgamento, ao contrário da maior parte dos restantes arguidos do processo que julga associação criminosa, sequestro e roubos - entravam nas casas onde sabiam que havia dinheiro, simulavam ser uma busca domiciliária e em alguns casos apontaram armas de fogo às vítimas.
 .
ABRIL DE 2012
Na passada sexta-feira, Pereira Cristóvão decidiu prestar declarações e assumiu, entre outros crimes, ter recebido 10 mil dos 80 mil euros levados de casa de um empresário de Cascais. No entanto, diz que se tratou de uma cobrança e não de um roubo.
O julgamento começou em junho, em Lisboa, e tem 18 arguidos. Segundo o Ministério Público, os chefes do grupo eram o ex-vice presidente do Sporting, Mustafá, da Juve Leo, e ainda um traficante de droga chamado Celso ‘Kota’. O antigo dirigente leonino rejeita ter sido ser ele o mentor dos crimes - como foi dito por alguns dos arguidos, nomeadamente por Mustafá - e aponta o dedo a Celso ‘Kota’. Paulo Pereira Cristóvão refere no entanto que ficou com dez mil euros mas que pretende agora devolver o dinheiro desviado ao empresário.

Relativamente ao assalto à casa de um homem ligado à Sociedade Lusa de Negócios, então detentora do BPN, Paulo Pereira Cristóvão segue pelo mesmo caminho e atribui a responsabilidades a Celso ‘Kota’. Neste caso, os assaltantes esperavam encontrar 3 a 4 milhões de euros e até levantaram o soalho da casa mas nada encontraram.

Recorde-se que no processo estão ainda acusados dos mesmos crimes três agentes da PSP: Elói Fachada, Luís Conceição e Telma Freitas. Eram os operacionais do grupo. Entravam armados e fardados.

* O que lhe falta para levar com 20 anos?

.
.

 II-VIAGENS DE DESCOBERTA

 2- A REALIZAÇÃO
 DO CAPITÃO COOK


* As nossas séries por episódios são editadas no mesmo dia da semana à mesma hora, assim torna-se fácil se quiser visionar episódios anteriores.

.
.
HOJE  NO   
"OBSERVADOR"

Bactéria do fundo do mar destrói células cancerígenas do cancro da próstata

Os resultados são surpreendentes, até para os médicos. Há uma bactéria que "destrói" as células cancerígenas do cancro da próstata nos estados iniciais sem danificar as boas.

Há uma nova esperança no tratamento do cancro da próstata e vem do fundo do mar. Os primeiros testes, realizados em 413 doentes, são promissores. A nova droga, que é administrada como uma injeção normal, contém uma bactéria foto-sensível encontrada no fundo do mar que, já na corrente sanguínea, é “acordada” por um laser e começa a destruir células cancerígenas sem, no entanto, danificar tecido saudável.

“Os resultados são excelentes para homens com cancros na próstata em estágios iniciais, oferecendo um tratamento que mata as células cancerígenas sem danificar o órgão em si ou obrigar à sua remoção. É um enorme passo da ciência”, disse Mark Emberton, o urologista da University College London, que liderou os testes.

O tratamento, que se chama qualquer coisa como “terapia foto-dinâmica intra-venosa” ou VTP, em inglês, foi desenvolvida numa parceria entre os cientistas do Weizmann Institute of Science, em Israel, e a STEBA Biotech.
 .
 A droga, abreviada para WST11, é constituída por uma bactéria que se aloja no fundo do oceano e que, para conseguir sobreviver no escuro, evoluiu até conseguir transformar a pouca luz em energia. Os médicos estão bastante otimistas porque as terapias mais agressivas contra este cancro podem provocar disfunção erétil e incontinência, o que pode ser evitado com este tratamento.

O tratamento está agora a ser analisado pelas agências europeias mas deverá levar ainda alguns anos até ser aprovada para uso hospitalar.

* A notícia é muito boa mas a aprovação para uso terapêutico só depois de muita experimentação.

.

JOEL FREITAS

.





O Trogalho e o Pelintra

Vão andando nesses almoços e jantares armados em pelintras, depois chegam ao dia de festa tesos como um carapau

E já vamos a meio do mês da festa, parece que foi ontem o arraial do Setembro, isto está andar bem. E nestes dias verifica-se que já chegaram ao Norte algumas modernices, há bem pouco tempo nestas primeiras semanas Dezembro as preocupações eram apanhar pimpinelas e bringoes (abóboras) para o porco, para não engordar muito, cuidar do galo para oferecer ao padrinho e da galinha para a canja do dia de festa. Ainda existem algumas famílias que mantêm esta tradição.

Mas hoje em dia, há outros hábitos, por exemplo aos jantares e almoços de natal, sim de natal e não da festa esses são só a 24 e 25, organizados pelos mais variados grupos e organizações, habito que o pessoal da restauração muito agradece especialmente numa época em que os turistas são em menor número.

Há dias em Santana num brinde de café e já desejando as boas festas veio para bilhardasse esse assunto, quando o compadre Francisco ao afirmar que ia ao almoço de Natal do partido e se saiu com esta:
Vão andando nesses almoços e jantares armados em pelintras, depois chegam ao dia de festa tesos como um carapau.

E diz a Agostinha, muito depressa, é verdade, andam todos uns pelintras mas se os dependurares de cabeça para baixo não deitam nada das algibeiras para rua.

Ah! Queres dizer que os que andam todo atrogalhados é que são ricos?. Só se for a tua sobrinha, aquela solteirona que trabalha no governo á tantos anos e anda sempre toda atrogalhada, vestida com uns farrapos, deve ser mesmo forreta.

A Agostinha não gostou muito da brincadeira e de repente começou a conversa começou a ficar meia azeda, sem motivo aparente.

Mas ninguém melhor que o Caladinho para por água na fervura, ouve sempre mais do que fala mas tem algumas acertadas, e saiu-se com esta.

Então! Vem agora para aqui brigar, logo pessoal de S. Vicente que dizem andar todos unido, vão brigar e agora em vésperas da festa, o menino Jesus, que ainda por cima agora é de olhos azuis não vai ficar nada contente com isso e pode não deitar nada no sapatinho.

Boas festas

IN "DIÁRIO DE NOTÍCIAS DA MADEIRA"
18/12/16

.
.


1086.UNIÃO



EUROPEIA



.
HOJE 
"DIÁRIO DE NOTÍCIAS"

Companhia aérea paquistanesa sacrifica
. cabra para evitar que mais aviões caiam

O ritual foi feito para "espantar o mal", após um avião da companhia ter caído, matando 47 pessoas
 
A companhia aérea nacional do Paquistão está a ser fortemente criticada por ter sacrificado uma cabra para "espantar o mal" e evitar acidentes de aviação como o que ocorreu a 7 de dezembro. Neste que foi um dos piores acidentes de aviação do país morreram 47 pessoas.
.
O caso tornou-se um dos temas mais discutidos no país após terem sido publicadas fotografias de funcionários da Pakistan Internacional Airlines (PIA, sigla em inglês) a matarem uma cabra preta no domingo, na pista de descolagem e ao lado de um avião ATR-42. A aeronave é do mesmo modelo da que caiu no início do mês, matando todas as pessoas a bordo, segundo a BBC.

A morte da cabra serviria para "espantar o mal", segundo crenças locais, pois era a primeira vez que um avião ATR-42 da PIA levantava voo desde o acidente. Os voos destes modelos de aeronave foram cancelados, logo após o acidente, para que os aviões fossem avaliados.

O ato dos funcionários está a ser muito criticado por alguns, que dizem a companhia aérea devia investir em mecanismos de segurança e não em sacrifícios de animais, e aplaudido pelos paquistaneses mais crentes.

A porta-voz da PIA veio afirmar que o sacrifício da cabra foi feito pelos funcionários por sua própria iniciativa e que a administração da empresa nada teve a ver com o acontecimento.

"Quando Charles Perrow estava a trabalhar na teoria dos Acidentes Normais, ele esqueceu-se totalmente das cabras como um seguro contra acidentes", escreveu o jornalista paquistanês Ejaz Haider no Twitter.

* Ele há mesmo países muito evoluídos...a chamada aerodinãmica da cabra, por cá as vacas voam.

.
.

110-BEBERICANDO



COMO FAZER "AMERICAN FLAG SHOT"
COM CARLINHOS TROLL


.
.
1-A EVOLUÇÃO DO SEXO



.
.
HOJE  NO  
"RECORD"

Antigo jogador do Man. City lamenta: 
«Na Premier League não há clubes como o Sporting»

Por muitos apontada como o melhor campeonato do Mundo, a Premier League começa a tornar-se numa espécie de paraíso para os treinadores estrangeiros, tendo de momento 16 técnicos não-ingleses ao leme das suas equipas. Um cenário que Niall Quinn, antigo treinador e jogador (que na sua carreira se destacou ao serviço do Manchester City e do Sunderland), lamenta, admitindo que a identidade do futebol britânico pode estar em jogo.
.
"O que é interessante neste fascínio pelos treinadores estrangeiros é que os técnicos ingleses se tornaram o equivalente ao Greggs [famosa cadeia de padarias e pastelarias britânica]. Enche-te, mas sem estrelas Michelin. Coitado do Eddie Howe, sozinho tornou-se no futuro dos técnicos ingleses na Premier League", começa por dizer, na sua coluna de opinião na Sky Sports.

"É certamente mais divertido ver esta nova era, e se há algo de positivo nesta situação é o facto de os clubes parecerem estar a apreciar quando têm um bom treinador, percebendo que quando o têm é positivo apoiá-lo. Até ao momento, os despedimentos na Premier League estão num nível baixíssimo. O aspeto negativo é que países já consolidados e os jogadores irlandeses começam a tornar-se espécies em vias de extinção.

A Premier League não tem um clube como o Bayern, Juventus, Sporting ou gigantes espanhóis, que costumam transportar para o campo o futebol do próprio país. Agora, os treinadores e jogadores ingleses vão para os grandes torneios muito confusos quanto à sua identidade", considerou o antigo jogador, que em 1995 esteve perto de assinar pelo Sporting.

* Quanto ao Sporting, nosso clube do coração, Mr.Quinn tem uma ideia desfasada da actualidade,  o Sporting é um grande clube de sempre, os actuais dirigentes querem transformá-lo num "sportinguinho" tanta é a gabarolice.

.
.

Queen

Thank God It's Christmas


.
.
HOJE NO 
"JORNAL DE NOTÍCIAS"

Este presépio tem 960 santos, 
590 ovelhas e 430 bonecos

O projeto começou com o patriarca Domingos Moreira Teles, mas, com a morte deste, foi o filho José Domingos Teles quem assumiu o cumprimento de uma tradição que, ano após ano, atrai milhares de pessoas.
 .

Atualmente, o presépio é constituído por 1850 lâmpadas, 960 santos, 590 ovelhas, 430 bonecos e 300 peças de artesanato. E ocupa 120 metros quadrados, que é todo o rés-do-chão da casa da família.

O presépio pode ser visitado, gratuitamente, até 31 de janeiro.

* Apesar de não sermos afectados pelo evento natalício, respeitamos a religiosidade e neste caso o empenho, a perseverança e a arte, é uma obra!


.
.
 
HOJE NO
"DIÁRIO DE NOTÍCIAS 

DA MADEIRA"

Madeira contra serviços mínimos 
como solução para greve que 
vai afectar aeroportos da Região

Serviços mínimos são “uma afronta à Região”. Em causa a greve dos dias 24, 28, 29 e 30 de Dezembro que vai afectar os aeroportos da RAM. 
 .
 A Secretaria Regional da Economia, Turismo e Cultura já manifestou, junto do Ministério do Planeamento e das Infraestruturas, da Secretaria de Estado das Infraestruturas e do Sindicato dos Trabalhadores da Aviação e Aeroportos – SITAVA, a sua total discordância relativamente aos serviços mínimos de assistência em escala, decretados para a greve do dia 24 de Dezembro e para os dias 28, 29 e 30, alertando os intervenientes para uma solução que não implique este desfecho.

Manifestando a sua profunda apreensão com esta paralisação, o Secretário Regional da tutela insiste e alerta para o encontro de uma alternativa que impeça a sua concretização, a bem do interesse comum e da imagem desta Região.

Nas missivas enviadas, o governante considera que os serviços mínimos fixados «em nada minimizam os constrangimentos que se colocam, quer aos residentes quer aos visitantes, numa altura em que a procura elevada não se compadece com esta oferta de serviços».

“Estamos a falar de paralisações que deixam antever graves prejuízos para a imagem do destino, numa altura em que esta ilha é fortemente procurada”, sublinha o governante, para quem esta decisão “é clara e manifestamente insuficiente para fazer face à procura, comparativamente ao que seria a assistência ao movimento regular de voos e passageiros, no Aeroporto da Madeira, durante este período”.

Trata-se, reforça, de uma verdadeira “afronta à Região”, de uma “fixação de mínimos que é claramente exígua face às reais necessidades desta Região, nas datas a que se referem estas paralisações”.

O Secretário Regional conclui lamentando que, mais uma vez, a Madeira esteja a ser prejudicada no seu bom nome, enquanto destino turístico, e na sua acessibilidade ao exterior.

* Onde pára o bom senso em ambos os lados da barricada?

.
.
PREOCUPANTE
(VEJA O TESTE)



NÃO DEMORE A DIVULGAR


.
.
HOJE NO
"JORNAL DE NEGÓCIOS"

Reuters: 
"Geringonça" surpreendeu analistas

Uma análise feita pela agência noticiosa a governos minoritários europeus concluiu que o governo do PS com apoio à esquerda confundiu as expectativas ao conseguir equilibrar o rigor orçamental e a retirada de austeridade.

Numa análise feita pela Reuters aos governos minoritários que surgiram nos últimos meses na Europa, o Executivo socialista português – constituído em Novembro do ano passado com o apoio parlamentar do Bloco de Esquerda, do PCP e d’Os Verdes – sai como tendo surpreendido os analistas, conseguindo um equilíbrio entre regras orçamentais e alívio da austeridade. 
 .

"De facto, esse tipo de negociação de bastidores permitiu ao Governo, com um ano de existência e apoiado pela extrema-esquerda, confundir as expectativas de alguns analistas de que iria lutar pela sobrevivência, conseguindo equilibrar os esforços para reduzir o défice orçamental enquanto retirava algumas medidas de austeridade," refere esta terça-feira, 20 de Dezembro, a agência noticiosa.

Além do Governo de António Costa – que tomou posse a 26 de Novembro de 2015 -, a análise abrange os executivos da Bulgária (que recentemente perdeu apoio de um partido), de Espanha, da Irlanda, focando-se sobretudo no país vizinho e no "tigre celta", concluindo que nestes dois casos a sua falta de força política vai impedir grandes iniciativas reformistas no próximo ano.

Segundo os analistas consultados, uma Europa cada vez mais fragmentada politicamente vai reflectir-se mesmo nos governos historicamente moderados das grandes economias com eleições à porta – Alemanha, França, Itália ou Holanda – que terão de estar abertos a mais compromissos com a oposição.

No caso de Madrid, a Reuters refere as dificuldades que o Governo Rajoy – formado apenas ao fim de dois actos eleitorais que deram sempre maioria relativa ao PP - teve recentemente em tentar aprovar uma nova lei do arrendamento, necessitando de fazer concessões aos socialistas, que acabaram por permitir a formação do executivo pondo fim a meses de impasse.

"Embora não haja nenhum impulso para nenhuma grande reforma, há países como Espanha onde algumas mudanças podem acontecer uma vez que os objectivos dos grandes partidos estão alinhados," afirma Antonio Barroso, analista da Teneo Intelligence

Já na Irlanda o governo minoritário de Enda Kenny precisa do apoio do partido Fianna Fail, com o qual regressou ao poder, mas mais fragilizado e com "toda a responsabilidade mas nenhum poder", afirma o economista-chefe da Investec Irlanda, Philip O'Sullivan. Os partidos (Fianna Fail e Fine Gael) entenderam-se quanto ao primeiro orçamento, mas têm protagonizado episódios de discordância, com a oposição a aprovar legislação à revelia do governo.

O analista do Commerzbank, Peter Dixon, alerta para as dificuldades que os governos minoritários nestas circunstâncias têm em implementar a mudança pretendida pelo eleitorado ao mesmo tempo que levam a cabo uma política económica credível. Daí que, alerta, haja o risco de os executivos abrandarem o esforço reformista e de não conseguirem responder com medidas duras caso seja necessário, como aconteceu nos anos seguintes à crise económica e financeira.

"Estamos a assistir a uma reconfiguração da paisagem política. Não estamos inteiramente certos de qual a forma que tomará, mas estou seguro que não será a que existia antes de 2008," afirma Dixon.

* Portugal a surpreender, é bom.

.
.
HOJE  NO
"DESTAK"
Conselho Superior da Magistratura arquiva queixa 
contra juiz Carlos Alexandre

O Conselho Superior da Magistratura (CSM) decidiu hoje arquivar o inquérito sobre as declarações do juiz Carlos Alexandre numa entrevista dada em setembro, na sequência de uma queixa apresentada pelo ex-primeiro-ministro José Sócrates.
.
Em comunicado, o CSM indica que a decisão de arquivar o inquérito, tomada em sessão plenária, se justifica porque "pese embora sendo pouco felizes na sua expressão algumas dessas declarações, as mesmas não se revestiam de relevância disciplinar". 

* Previsível. 
 .
.
MARIAGE


.
.
 HOJE  NO
"i"
BCE. Sonangol tem luz verde 
para ir além dos 20% no BCP

A Sonangol já conseguiu ter luz verde por parte do Banco Central Europeu (BCE) para ir além dos 20% no BCP.

De acordo com o Jornal de Negócios, esta decisão foi determinante para que a petrolífera angolana, liderada por Isabel dos Santos, apoiasse a alteração do limite de votos. Isto porque a Sonangol passa a poder equilibrar a posição acionista com a participação que a Fosun pretende assumir: 30%.
 .
A reunião, que aconteceu na segunda-feira, ocorreu depois da entrada da Fosun, que em Portugal já detém a Fidelidade e a Luz Saúde, no capital da instituição financeira, tornando-se o maior acionista do maior banco privado português com 16,7 do capital dando em troca 175 milhões de euros.

No acordo estabelecido com o grupo chinês ficou previsto que a Fosun pretende chegar a curto prazo aos 30% do capital do BCP. No entanto, este reforço exigia, além da autorização do Banco Central Europeu (BCE), a alteração dos estatutos do banco, que limitam os direitos de voto a 20% do capital, que só foi discutida no início desta semana.

A alteração dos limites de voto esteve para ser discutida, a 21 de novembro, mas os trabalhos foram suspensos e adiados. Um dos motivos do adiamento foi exatamente o facto de a Sonangol estar à espera de receber luz verde do BCE para superar a fasquia dos 20% no banco de Nuno Amado.

* Vem aí a vampiragem da "zeduzita".

.
.
HOJE  NO
"A BOLA"


«Bruno de Carvalho já tem idade para se
. deixar de criancices» - Abrantes Mendes

Sérgio Abrantes Mendes desvalorizou as críticas de que foi alvo por parte de Bruno de Carvalho e esclareceu que não perde tempo a ler os textos publicados pelo presidente do Sporting nas redes sociais.
.
DIAS DA CUNHA
«Não vou agora entrar em embates com o doutor Bruno de Carvalho, que é uma pessoa fogosa, tem aquela maneira de ser dele, que agride tudo e todos, e pode escrever o que quiser. Nem me vou dar ao trabalho de ler o que ele escreveu. Já tem idade, atividade e juízo para se deixar desse tipo de criancices», afirmou o antigo presidente da assembleia-geral do clube de Alvalade, em declarações à Renascença.

«Dirigi a maior Assembleia Geral que há memória na história do Sporting. No pavilhão dos desportos estiveram cinco mil pessoas, nunca tive medo. Agora, assembleias gerais em que se faz a crucificação de dirigentes na praça pública, sem lhes dar oportunidade de defesa… O que é que se vai fazer a uma assembleia geral destas?», questionou Abrantes Mendes.

* Depois de Dias da Cunha as sucessivas direcções do Sporting pareceram estar sempre no infantário.

.
.

NÓS DE GRAVATA




.
.
.
1101
Senso d'hoje
FRANCISCO
MENDES DA SILVA
ADVOGADO,
ANALISTA POLÍTICO
“O estado da oposição"




FONTE: CANAL "Q" - PROGRAMA "SEM MODERAÇÃO"


.

NOTÍCIAS PARA HOJE

.
COMPRE JORNAIS













.
.

BOM DIA


.
.

6-TEATRO
FORA "D'ORAS"

III-MENDES.COME



"Na comemoração dos 31 anos de carreira do grande actor e apresentador de TV, FERNANDO MENDES.

.