segunda-feira, 17 de outubro de 2016

UMA GRAÇA PARA O FIM DO DIA

.

.

 3- A Lucidez 
da Loucura


"A Lucidez da Loucura" é uma viagem ao interior do Hospital Júlio de Matos, guiada pela...s pessoas que lá vivem, algumas há dezenas de anos. Como o Manuel que já não se lembra da vida que deixou cá fora. O Paulo, que já se tentou suicidar sete vezes. A Firmina e o João que todos os fins de tarde se encontram para namorar. E o Nuno, que há 55 anos ocupa um quarto e só pede à vida que o deixe lá continuar.
As frustrações e os sonhos de quem há muito aprendeu que a lucidez pode ser muito mais dolorosa do que a loucura.
"A Lucidez da Loucura" é uma extraordinária reportagem da jornalista Cristina Boavida com imagem de Jorge Pelicano e montagem de Rui Rocha na Grande Reportagem, SICNOTÍCIAS.

.
.



DEAD CAN DANCE




.
.
HOJE NO
"JORNAL DE NEGÓCIOS"

Mais de um quarto dos portugueses em
. risco de pobreza ou exclusão social

Apesar da ligeira melhoria em 2015, Portugal continua acima da média europeia. As mulheres e os agregados familiares com crianças estão mais expostos a este risco, que abrange quase 15% dos portugueses que têm emprego.

Mais de um em cada quatro portugueses (26,6%) está em risco de pobreza ou exclusão social, segundo os dados divulgados esta segunda-feira, 17 de Outubro, pelo Eurostat. Portugal tem o décimo pior registo entre os 28 Estados-membros, acima da média comunitária de 23,7%.
.
Em risco de pobreza depois das prestações sociais, em severa privação material ou pertencente a agregados familiares com intensidade de trabalho muito baixa. É em, pelo menos, uma destas três condições que vivem 2,76 milhões de portugueses. Ainda assim, a percentagem referente a 2015 é mais baixa do que os 27,5% no ano anterior.

Em Portugal, o risco de pobreza ou exclusão social afecta mais as mulheres (27,3%) do que os homens (25,9%); e as crianças e jovens até aos 18 anos (29,6%) mais do que os maiores de 65 anos (21,7%). Abrange 60,5% dos desempregados, mas também 14,8% dos adultos portugueses que trabalham. Os agregados familiares com crianças estão mais expostos a este risco do que aqueles que apenas têm adultos: 27,1% vs. 26,1%.

O gabinete de estatísticas da União Europeia compilou estes dados a propósito do Dia Internacional para a Erradicação da Pobreza, que mostram que 119 milhões de cidadãos europeus ainda vivem em risco de pobreza ou de exclusão social. Em 2014 eram 122 milhões, correspondentes a 24,4% da população no Velho Continente.

"Depois de três aumentos consecutivos entre 2009 e 2012, chegando quase aos 25%, a proporção de pessoas em risco de pobreza ou exclusão social na União Europeu tem vindo, desde então, a diminuir constantemente, regressando ao nível de 2008 (23,7%), mas mantém-se em 2015 acima do ponto mais baixo registado em 2009 (23,3%)", resume o documento divulgado pelo Eurostat.

Os resultados mais preocupantes chegam da Bulgária (41,3%), da Roménia (37,3%) e da Grécia (35,7%), que são os três países em que este indicador ultrapassa um terço da população. Ao invés, os melhores resultados são obtidos pela República Checa (14%), Suécia (16%), Holanda e Finlândia (ambos com 16,8%) e Dinamarca e França (17,7%).

Numa comparação com os níveis pré-crise, em 2008, há 15 países da UE em que o risco de pobreza e exclusão social é agora mais elevado. E foi na Grécia, com mais 7,6 pontos percentuais neste indicador, que a situação mais se agravou. Seguem-se o Chipre (+5,6pp), Espanha (+4,8pp) e Itália (+3,2pp), outros dos países mais afectados pela crise económica.

E em Portugal? Sobe "apenas" seis décimas entre 2008 e 2015, correspondente à mesma população. Olhando mais em detalhe para as três situações que podem incluir uma pessoa no risco de pobreza ou exclusão social, a maior degradação aconteceu no risco de pobreza mesmo depois dos apoios sociais – subiu de 18,5% para 19,5% – e, sobretudo, considerando as dificuldades no contexto familiar.

De 6,3% em 2008, a percentagem de portugueses até aos 59 anos incluídos em agregados familiares com "intensidade de trabalho muito baixa" – ou seja, em que, em média, cada adulto trabalhou menos do que 20% do seu potencial de trabalho total durante o ano anterior – disparou para quase 11% em 2015.

Numa mensagem divulgada esta segunda-feira no YouTube e no Twitter, o ministro do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, José Vieira da Silva, admitiu que Portugal é um "país com demasiada pobreza" e que esta é uma situação que "é urgente" mudar, sendo a "maior prioridade" o combate à pobreza infantil. "Erradicar a pobreza tem de ser a ambição maior da nossa sociedade, tem de ser a ambição maior das nossas gerações", sublinhou o governante.

* Portugal é um país com demasiada pobreza, agradeçamos aos políticos que se encheram de alvíssaras.

.
.

MINUTOS DE

CIÊNCIA/113


2-SÉRIE SESI


Desporto e equipa



.
.
HOJE  NO
"DESTAK"

Crédito ao consumo aumentou 24% 
em agosto, com automóvel 
em máximos de março

O novo crédito ao consumo aumentou 24% em agosto para 488 milhões de euros em termos homólogos, com os empréstimos para compra de automóvel em máximos desde março, divulgou hoje o Banco de Portugal (BdP). 
 .
Em agosto, foram emprestados 487,722 milhões de euros em crédito aos consumidores, o que significa mais 23,9% face agosto do ano passado e um aumento de 11% face a julho.

Por componentes, destaque para os empréstimos para a compra de automóvel, que atingiram 196,967 milhões de euros em agosto, um valor que representa o máximo desde março e significa mais 32,2% em termos homólogos e 7,71% face a julho.

* O crédito ao consumo é um punhal nas costas de quem compra sem o dever fazer.


.
.

 II-MEGA MÁQUINAS

3-Helicóptero Apache


*Interessante série reveladora da quase perfeição mecânica, notável produção da NG.

* As nossas séries por episódios são editadas no mesmo dia da semana à mesma hora, assim torna-se fácil se quiser visionar episódios anteriores.

.
.
HOJE  NO
"i"

Esta conta do Instagram tem uma
. mensagem que todos devem reter…
 Mas poucos a vêm

A vida desta jovem parece ser o sonho de milhares de pessoas... Mas nem tudo o que parece é

Louise Delage tem 105 mil seguidores no Instagram, mas nada do que publica é verdadeiro. Melhor: a própria Louise Delage não existe.
 .
Quando olhamos para as fotografias publicadas nesta página vemos uma vida normal e bastante animada: uma jovem que divulga os momentos passados na praia, em festas e rodeada pelos amigos. A vida de Louise Delage é aquela com que muitos sonham.

Mas se olharmos com atenção para as imagens, vemos que existem um elemento presente em todas as fotografias – o álcool. Seja um copo de vinho, uma garrafa vazia, todas as fotos mostram a presença de uma bebida alcoólica.

Isto porque Louise Delage não existe e este é um perfil falso no Instagram, criado pela agência de publicidade BETC a pedido da organização Addict Aide. O objetivo é informar os jovens sobre os perigos do álcool e a forma como este se ‘esconde’ no dia-a-dia.

Os comentários publicados nas fotografias mostram que a maioria dos seguidores de Louise não repara na presença deste elemento em todas as imagens publicadas. Esta campanha tenciona assim provar que, apesar de os sinais serem evidentes, poucos são os que se apercebem da existência de uma dependência.

* Somos muito levianos quando usamos as plataformas na web.

.

ANTÓNIO LOBO ANTUNES

.





A Ordem dos Médicos

Quando comecei o Director do Hospital era um médico e o administrador hospitalar um auxiliar seu, com uma autonomia restrita. Agora são os administradores que detêm a autoridade e os Directores dos hospitais passaram a Directores Clínicos, ou seja meros adjuntos. Os administradores nada sabem de Medicina. Saberão, quando muito, dirigir empresas e os hospitais são tudo menos empresas

Há alturas em que me apetecia tornar a ser médico. Mas não posso: demiti-me da Ordem, devolvi a cédula profissional e a medalha de oiro que há anos me deram. Porque razão? Eu tinha quotas em atraso e ameaçaram-me com um processo. Nem me lembrava das quotas em atraso. Lembrou-me uma carta da Ordem. O problema não foi a carta mas apenas os dois pecados mortais que trazia. Em primeiro lugar estava mal escrita, num tom impertinente que pretendia ser irónico e era apenas parvo, e tinha erros de sintaxe. O meu pai contava acerca de um professor da Faculdade de Medicina que disse a um estudante

– Que você tenha chegado ao sexto ano não me espanta. O que me surpreende é como é que fez a quarta classe.

Quando eu acabei o curso os bastonários da Ordem eram pessoas acima da média. Lembro-me, por exemplo, do Professor Miller Guerra, do Professor Machado Macedo, tantos outros. A mesma coisa para as secções Regionais, a mesma coisa para as pessoas que ocupavam outros cargos. A Ordem tinha muito prestígio. Depois essas pessoas invulgares foram desaparecendo e a Ordem, tomada de assalto por mulheres e homens de craveira intelectual e científica em regra medíocre, deixou de contar com o poder e a influência efectiva que durante tantos anos foram seus. Não tem importância alguma e ninguém a ouve. Os sindicatos médicos, que me parecem outro falhanço, nasceram um pouco disto e também do desejo dos partidos políticos tomarem conta, para seu uso, da importância social da Profissão.

Morreram lentamente com a evolução natural dos tempos e o resultado foi a irreversível desagregação da classe. Seria muito importante uma Ordem forte, naturalmente impossível com dirigentes fracos. Criaturas não médicas foram ocupando os lugares dos clínicos. Quando comecei o Director do Hospital era um médico e o administrador hospitalar um auxiliar seu, com uma autonomia restrita. Agora são os administradores que detêm a autoridade e os Directores dos hospitais passaram a Directores Clínicos, ou seja meros adjuntos. Os administradores nada sabem de Medicina. Saberão, quando muito, dirigir empresas e os hospitais são tudo menos empresas.

Fui director, durante anos, de uma Clínica Psiquiátrica importante, pertencente a uma Ordem Religiosa. Acabei por os mandar à merda porque quem, de facto, dirigia a Instituição era um administrador incompetente que se limitava a obedecer à Irmã Superiora que punha e dispunha, marcava reuniões, distribuía tarefas, exercia uma autoridade ditatorial. Em certa altura propus a contratação de um médico. A dita Irmã respondeu-me

– Que horror, um preto nem pensar

o que revela bem o seu espírito ecuménico. Uma mulher de Deus que diz isto é uma besta e não merece usar um crucifixo ao peito: merece um pontapé no cu. Se não morreu ainda lá deve estar, a exigir aos médicos internamentos mais curtos porque

– A gente precisa de dinheiro

e claro que a qualidade dos cuidados prestados era má. Não tornei a pôr-lhes a vista em cima a não ser, muitos meses mais tarde, em tribunal por causa do exame médico--legal a uma pessoa internada. A Superiora da Casa e o Administrador vieram estender-me a mão. Mandei-os para o outro canto da sala de espera a fim de que os dedos me não saltassem da algibeira

(às vezes saltam, é uma maçada)

E aqueles energúmenos desapareceram-me da frente. Estes racistas que estariam bem no Ku Klux Klan ou trabalhando para alguns fazendeiros que conheci em África, deram à sola que foi uma beleza. Penso que toda essa choldra continua a exercer na Clínica, formando um bando de idiotas sem carácter, que vão à missa, comungam e julgam estar de bem com Deus. O meu pai, que foi médico numa outra Casa da mesma Ordem classificava a dita freira de

– Um estupor

Ordem religiosa que teve ao seu serviço mulheres excepcionais e alguns clínicos excelentes, no tempo em que os médicos ainda detinham alguma autonomia.

E nisto lembrei-me de um cirurgião a falar-me do Serviço de Urgências de certo hospital muito conhecido

– O doente entrou bem mas depois sobreveio-lhe o Banco e morreu.

E de facto, em muitos casos, um hospital é um lugar perigoso. Como se pode alterar isto com a burocracia que, actualmente, rege a saúde dos portugueses? Entre outras coisas com uma Ordem forte, com capacidade de bater o pé, de dialogar, de exigir também. Se nem o Estado Novo ousou incomodar muito o Professor Miller Guerra por causa do célebre Relatório das Carreiras Médicas não seria este Estado de Direito a fazê-lo. Nem com o dr Portas, um espertalhão oportunista, nem com o dr Passos Coelho, um medíocre, nem com o dr António Costa que considero um Primeiro Ministro decente

(já não era sem tempo)

e poderia certamente contar com o apoio do Presidente da República que, apesar das limitações do seu cargo, tem a estima e o respeito da generalidade dos portugueses, e é capaz de intervenções que se lhe afigurem justas. Uma Ordem credível com dirigentes credíveis, porque existem, de certeza, médicos de muito bom nível, e talvez não seja difícil mobilizá-los se a chamada for firme e convincente. E assim talvez se acabassem com as infinitas patetices de uma Ordem que nem gramática sabe. Voltando à frase do Professor da Faculdade de Medicina será que os actuais licenciados terão completado a quarta classe? Qualquer dia ponho a carta aqui na Visão e vocês julgam ao lê-la. Só tenho pena de não ter uma carta de nenhum administrador hospitalar para julgar eu também.

IN "VISÃO"
13/10/16


.
.


1023.UNIÃO


EUROPEIA



.
HOJE  NO 
"A BOLA"

Rasul Dabo deixa Benfica e assina 
com o Sporting por quatro anos

O atleta Rasul Dabo trocou o Benfica pelo Sporting, tendo assinado contrato com o clube leonino por quatro anos, como pode ler em A BOLA desta segunda-feira.
.
Dado é um dos atletas sobre o qual o Benfica exerceu direito de preferência, num contrato do qual o próprio pedira desvinculação. O emblema da Luz não queria abdicar do atleta, assim como de Salomé Rocha e Catarina Ribeiro, Marcos Caldeira ou Hélio Gomes, suspeitando do interesse do rival de Alvalade.

No entanto, aos 27 anos Rasul Dabo acabou mesmo por trocar os encarnados pelos leões.

* A guerra da segunda circular.

.
.

8- UM DIA NA VIDA
DE UM DITADOR



* Impressionante relato da vida de três dos maiores assassinos do mundo

** As nossas séries por episódios são editadas no mesmo dia da semana à mesma hora, assim torna-se fácil se quiser visionar episódios anteriores.

.
.
.
III- O FUTURO EM 2111
2-MUNDO INTELIGENTE


* As nossas séries por episódios são editadas no mesmo dia da semana à mesma hora, assim torna-se fácil se quiser visionar episódios anteriores.

...
.
HOJE  NO
"AÇORIANO ORIENTAL"

Isolamento de idosos pode levar à
. desnutrição, desidratação e obesidade

Investigadores da Faculdade de Ciências da Nutrição e Alimentação da Universidade do Porto (FCNAUP) acreditam que o isolamento dos idosos leva ao sedentarismo e à baixa mobilidade, fatores que podem provocar desnutrição, desidratação, excesso de peso e obesidade.
  .
Neste que é o Dia Mundial da Alimentação, o investigador da FCNAUP Nuno Borges disse à Lusa que, embora sejam necessários mais estudos para comprovar os efeitos do isolamento nesta população, os dados indicam que há risco de insuficiência e deficiência de vitamina D, o que acontece em cerca de nove em cada dez idosos.

Nuno Borges é um dos responsáveis pelo NutritionUP 65, um projeto desenvolvido na FCNAUP e coordenado pela professora Teresa Amaral, que visa determinar o estado nutricional dos portugueses com mais de 65 anos, numa amostra representativa de 1500 pessoas idosas, de acordo com o intervalo de idades, o género, o nível de ensino e a área regional do país.

Segundo os dados recolhidos no estudo, cerca de 44% dos idosos apresentam excesso de peso e 39% têm obesidade, situações que derivam de problemas no balanço energético, despoletados por um hábito de "comer mal e a mais e praticar atividade física a menos".

Esta condição está relacionada com a sarcopenia (perda de massa, força e função musculares em consequência do envelhecimento), "que compromete todas as atividades do dia-a-dia dos idosos", como andar, subir e descer escadas, ir às compras e cozinhar, indicou o investigador.

Os dados relativos à desnutrição, outro dos fatores estudados no NutritionUP 65, indicam que 15% dos idosos estão em situação de risco, o que, para Nuno Borges, "é espantoso visto que quase 90% de idosos têm excesso de peso ou obesidade".

Para além da questão do isolamento, a desnutrição pode ser causada pelo acesso limitado aos alimentos, à incapacidade de preparar as refeições, por problemas económicos e por uma locomoção reduzida.

As doenças crónicas também influenciam esse fator, sendo que "quanto mais velha for a pessoa, mais patologias pode ir acumulando, o que aumenta a probabilidade de terem problemas a nível alimentar, agravando o risco de desnutrição", acrescentou o investigador.

Quanto à hidratação, mais de um terço dos idosos estão desidratados. "Há a ideia que o mecanismo que nos defende da desidratação - a sede - perde progressivamente eficácia com a idade e, por outro lado, não se verifica muito, nesta faixa etária e em Portugal, o hábito de se beber água", o que pode levar à obstipação e problemas renais, explicou o docente.

O consumo excessivo de sal, que se verifica em mais de 85% dos idosos, pode estar ligado à hipertensão arterial e aos acidentes vasculares celebrais (AVC).

Para Nuno Borges, "todos estes indicadores agravam-se com o isolamento", o que, "a confirmar-se com mais estudos", configura uma ideia dos idosos em Portugal, "que estão nas suas casas ou apenas em centros de dia, com níveis excessivamente baixos de atividade física e altos de uma alimentação desadequada".

"Há um grande trabalho que deve ser feito ao nível das medidas governamentais, além das alimentares, no sentido de proporcionar aos nossos idosos condições e estímulos para que se mexam mais, venham mais para à rua e se exponham mais à luz", tornando-se em "elementos ativos na sociedade", concluiu.

O NutritionUP 65 conta com a participação da FCNAUP, do Departamento para a Pesquisa do Cancro e Medicina Molecular da Universidade Norueguesa de Ciência e Tecnologia e da Unidade Local de Saúde do Alto Minho, EPE, e foi financiado pelo EEAGrants - Programa Iniciativas de Saúde Pública - em 519 mil euros.

* Quem abandona idosos é criminoso.

.
.

Bob Dylan

Mr. Tambourine Man


.
.
HOJE NO
"CORREIO DA MANHÃ"

Doença afasta Eunice Muñoz
 de peça de teatro

A atriz Eunice Muñoz não vai poder atuar na peça "As árvores morrem de pé", em cena no Teatro Politeama, em Lisboa, por motivos de saúde, informou esta segunda-feira à Lusa o filho e produtor António Muñoz. 
.
A atriz, de 88 anos, foi recentemente operada ao coração e "encontra-se em período de convalescença", refere o filho, numa mensagem de correio eletrónico enviada à agência Lusa, acrescentando que a intervenção cirúrgica foi "plena de sucesso". "Esperamos uma boa e consistente recuperação, para que a minha mãe possa voltar a pisar o palco, logo que seja possível", afirma António Muñoz. 

Eunice Muñoz era uma das protagonistas de "As árvores morrem de pé" e iria alternar a representação do papel com a atriz Manuela Maria. A peça, do dramaturgo espanhol Alejandro Casona, com encenação de Filipe La Féria, teve a sua estreia no Politeama a 11 de agosto. Eunice Muñoz preparava o seu regresso aos palcos, após uma ausência de quatro anos, devido a problemas de saúde, com "As árvores morrem de pé".

Poucos dias antes da estreia da peça, a atriz disse que tinha chegado a altura de a fazer, apesar de a sua saúde "não ter estado muito brilhante". Na altura, admitiu que não sabia ainda quando subiria ao palco do Teatro Politeama, mas afirmou que esperava fazê-lo "dentro de pouco tempo". Eunice Muñoz estreou-se como atriz no Teatro Nacional D. Maria II, com a peça "Vendaval", da autoria de Virgínia Vitorino e com encenação de Amélia Rey Colaço, a 28 de novembro de 1941. 

Em Novembro completa 75 anos de carreira.

* Uma grande senhora a quem desejamos o melhor da vida.

.
.
HOJE NO
"OBSERVADOR"
Áustria vai demolir casa 
onde Adolf Hitler nasceu

A casa onde Adolf Hitler nasceu, no norte da Áustria, será demolida e substituída por um "novo edifício", acabando com anos de uma batalha jurídica sobre o local que atrai regularmente neonazis 
 .
A casa onde Adolf Hitler nasceu, no norte da Áustria, será demolida e substituída por um “novo edifício”, acabando com anos de uma batalha jurídica sobre o local que atrai regularmente neonazis, anunciou esta segunda-feira o ministro do Interior austríaco.

“A casa de Hitler vai ser destruída. As fundações poderão ser conservadas, mas será construído um novo edifício”, declarou Wolfgang Sobotka ao diário austríaco Die Presse, indicando que a nova construção poderá ter uma utilização “caritativa ou administrativa”.

Para que o projeto se concretize, o governo tem ainda de concluir o processo de expropriação da casa situada no centro de Braunau-am-Inn, na fronteira com a Alemanha, precisou à agência France Presse um porta-voz do Ministério do Interior.

Um projeto de lei de expropriação da proprietária foi redigido em julho para que o Estado austríaco recupere o bem e evite o perigo da casa se tornar um local de romagem nazi.

A data de apresentação do projeto de lei no parlamento ainda não é conhecida.

A grande casa de fachada amarela, onde Hitler nasceu a 20 de abril de 1889, está vazia desde 2011, data em que o governo se envolveu numa batalha judiciária com a atual proprietária, Gerlinde Pommer, uma habitante da cidade cuja família possui o imóvel há mais de um século

* Com 70 anos de atraso...

.
.

Agricultores familiares produzem 
80% da comida do mundo



FONTE: FAO-ONU

.
.
HOJE NO 
"DIÁRIO DE NOTÍCIAS"

Judiciária encontra carro usado 
por Pedro Dias 

O carro usado na fuga foi encontrado nos arredores de Vila Real

Segundo o Jornal de Notícias, o Opel Astra branco com a matrícula 98-57-EA, que foi roubado no domingo à tarde em Arouca por Pedro Dias, foi encontrado pela Polícia Judiciária nos arredores de Vila Real.

O carro foi encontrado na aldeia de Carro Queimado, concelho de Vila Real, aldeia onde decorrem buscas
 .
Durante todo o dia a GNR e a PJ mantiveram no terreno um forte dispositivo policial, com militares também concentrados em alguns pontos chaves, onde foram mandando parar algumas viaturas e pedindo aos condutores para abrirem as malas.

O suspeito foi avistado no domingo por uma patrulha da Guarda na zona industrial de Vila Real e na aldeia de Constantim, 3 horas e 100 quilómetros depois de alegadamente ter roubado um carro em Arouca.

Populares contaram que o presumível homicida terá passado por uma rua central de Constantim, onde teve de parar atrás de um carro que fazia manobras de estacionamento.

O condutor desviou-se para deixar passar o carro branco alegadamente roubado em Arouca e, numa segunda tentativa de estacionamento, o condutor de Constantim acabou por impedir também a passagem dos militares da GNR.

De imediato a GNR montou uma operação de busca pelo homem, com dezenas de militares, ainda agentes da PSP e elementos da PJ, no terreno.

Horas antes, a GNR afirmara que um homem, que tudo indica ser o suspeito dos crimes de Aguiar da Beira, tinha sequestrado um casal de idosos numa residência em Moldes, Arouca (distrito de Aveiro) e roubara a viatura de um deles, pondo-se em fuga.

A GNR está focada na zona de Vila Real, mas continua a exercer ações também nos distritos limítrofes, tanto a norte como a sul.

As autoridades reforçaram também o pedido à população para que se mantenha atenta, devendo em casos suspeitos alertar de imediato a GNR.

A Guarda insistiu ainda que a "prioridade continua a ser a segurança das populações mais isoladas".
Foi há uma semana que um militar e um civil foram assassinados a tiro em Aguiar da Beira, no distrito da Guarda, onde também um outro militar e uma civil ficaram feridos com gravidade.

Já durante a tarde, na zona de Candal, um outro militar da GNR foi também ferido com uma arma de fogo.

O presumível homicida encontra-se, desde então, em fuga, apesar das operações policiais em curso para o capturar.

* Oh Pedrocas és um merdas, faz um favor à gente, suicida-te.

.
.
ONTEM NO
"RECORD"

Sebastien Ogier vence na Catalunha e
. sagra-se tetracampeão mundial

O piloto francês Sébastien Ogier (Volkswagen) sagrou-se este domingo campeão mundial de ralis pela quarta vez consecutiva, depois de vencer o Rali da Catalunha, 11.ª prova do campeonato.
.
A Ogier bastava apenas um ponto para garantir o tetra, depois do abandono, no sábado, do norueguês Andreas Mikkelsen, colega de equipa e que mantinha ténues aspirações de se sagrar campeão mundial.

Para os 62 quilómetros do último dia de corrida, Ogier partia com cinco segundos de vantagem sobre o espanhol Dani Sordo (Hyundai), que terminou em segundo na Catalunha, à frente do belga Thierry Neuville, seu colega na equipa sul-coreana.

Concluído o Rali da Catalunha, restam duas provas para terminar o Mundial de 2016: Grã-Bretanha (entre 28 e 30 de outubro) e Austrália (entre 18 e 20 de novembro).

* É preciso ser-se mesmo muito bom!

.
.


TAILÂNDIA
O controverso príncipe herdeiro



FONTE: EURONEWS

.
.
HOJE NO
"JORNAL DE NOTÍCIAS"

As reações dos partidos 
às eleições nos Açores

O PS conquistou este domingo nova maioria absoluta nas eleições regionais dos Açores, ao conseguir eleger 30 deputados do total de 57 parlamentares da Assembleia Legislativa Regional.
PCP
O coordenador da CDU/Açores, Aníbal Pires, admitiu que o resultado da coligação nas eleições regionais "ficou aquém das expectativas", mas sublinhou o facto de ter sido possível manter a representação parlamentar.

 Eleições legislativas regionais nos Açores em 2016
 
57 deputados na Assembleia Legislativa dos Açores
 












16 de outubro de 2016
Demografia eleitoral
Hab. inscritos:  228 719
Votantes : 93 189
  
40.84% Red Arrow Down.svg 14.7%
Logo PS cor.jpg
Partido Socialista
Votos: 43 266  
Lugares obtidos: 30 Red Arrow Down.svg 3.2%
  
46.43%
Logo PSD cor.PNG
Partido Social Democrata
Votos: 28 790  
Lugares obtidos: 19 Red Arrow Down.svg 5%
  
30.89%
Cds simbolo 2.png
CDS – Partido Popular
Votos: 6 674  
Lugares obtidos: 4 Green Arrow Up.svg 33.3%
  
7.16%
LeftBloc.svg
Bloco de Esquerda
Votos: 3 410  
Lugares obtidos: 2 Green Arrow Up.svg 100%
  
3.66%
Coligação Democrática Unitária logo.png
Coligação Democrática Unitária
Votos: 2 431  
Lugares obtidos: 1 Red Arrow Down.svg 0%
  
2.61%
Partido Popular Monarquico logo.png
Partido Popular Monárquico
Votos: 866  
Lugares obtidos: 1 Red Arrow Down.svg 0%
  

O secretário-geral do PCP, Jerónimo de Sousa, defendeu que as eleições regionais dos Açores ficam marcadas negativamente pela "provável maioria" absoluta do PS e destacou o crescimento eleitoral da CDU. "Como reiteradamente alertámos, o prolongamento da maioria absoluta não só empobrece a vida política democrática regional como constitui um obstáculo à concretização de medidas e decisões que correspondam às aspirações povo açoriano", afirmou.
PSD
O líder do PSD/Açores assumiu a derrota eleitoral, num sufrágio em que o PS voltou a obter maioria absoluta, destacando que o PSD irá continuar a defender os seus ideais no parlamento e na sociedade. "Em democracia quem elege mais deputados vence. O PS foi o partido mais votado no ato eleitoral e é o partido vencedor destas eleições", disse Duarte Freitas.
"Lamento que hoje não seja para o PSD uma noite de festa eleitoral", afirmou Pedro Passos Coelho.
PS
O secretário-geral do PS enalteceu a "quinta vitória consecutiva" do PS, vincando que tal resulta do "reconhecimento da excelência da governação" socialista, escusando-se a fazer leituras nacionais da votação.
CDS-PP
"Não conseguimos evitar a maioria absoluta do Partido Socialista, mas demos um contributo muito grande para que não houvesse dois terços de maioria absoluta do Partido Socialista e isso seria um perigo para a democracia", frisou líder do CDS-PP/Açores, Artur Lima.
"Estamos muito satisfeitos por este resultado, saudamos o presidente do CDS Açores, Artur Lima, junto de quem me empenhei e com todos os cabeças de lista do CDS em cada uma das ilhas, para termos este excelente resultado para o CDS", afirmou Assunção Cristas.
BE
"Mesmo com, infelizmente, o aumento da abstenção que se registou, o BE conseguiu aumentar significativamente o número de votos, conseguiu um resultado histórico", afirmou Catarina Martins.

* Nestas eleições só o PSD perdeu, fantástico melgas.

.