sexta-feira, 7 de outubro de 2016

UMA GRAÇA PARA O FIM DO DIA

.

.


VIAJE POR PORTUGAL

COM O STREET VIEW



.
.


6-A ASCENÇÃO

 DO DINHEIRO

O que também grandes banqueiros
e prestigiados políticos não querem
que se saiba acerca do dinheiro

video

* Veja também "O DINHEIRO COMO DÍVIDA" editado nas 5 semanas anteriores ao do início  desta série neste mesmo horário.

** As nossas séries por episódios são editadas no mesmo dia da semana à mesma hora, assim torna-se fácil se quiser visionar episódios anteriores.

.
.
HOJE  NO
"AÇORIANO ORIENTAL"

Laranja à noite faz bem e cereais 
são inúteis, congresso desfaz
 mitos alimentares

A laranja à noite afinal ajuda a adormecer, os cereais são desnecessários numa alimentação saudável e os antioxidantes são prejudiciais para os desportistas, revelam especialistas em nutrição que no sábado se reúnem em Lisboa para desmistificar conceitos alimentares errados.
 
O 3.º Congresso Europeu de Nutrição Funcional vai reunir os “maiores especialistas do mundo em nutrição funcional” para partilhar conhecimentos e alertar para cruciais questões de saúde.

A “nutrição funcional” - considerada a nutrição do século XXI – foca-se na deteção e correção dos desequilíbrios nutricionais de cada pessoa, vendo-a como única, mas tendo em conta que o seu organismo é um todo, consistindo numa abordagem preventiva e de tratamento de problemas crónicos de saúde através da deteção e correção de desequilíbrios bioquímicos que geram as próprias doenças, explicou à Lusa o investigador português Pedro Bastos, responsável pela organização do congresso.

Em debate vão estar vários temas alimentares, destacando-se alguns que contrariam ideias enraizadas na sociedade, como é o caso do painel subordinado ao tema “afinal devemos comer laranja ao deitar, entre outros alimentos amigos do sono” que deita por terra o provérbio “laranja de manhã é ouro, à tarde é prata e à noite mata”.

Pedro Bastos explica que, resultando de observações casuais e de informações transmitidas de forma oral, os provérbios populares não foram sujeitos a análise rigorosa e científica, o que resulta por vezes em incorreções, como será o caso deste.

“No que diz respeito ao sono, um estudo publicado em 2013 no Journal of Pineal Research demonstrou que a ingestão de laranja aumenta as concentrações de Melatonina, a principal hormona responsável pelo sono”, acrescentou.

Ainda no que respeita a crenças alimentares, os cereais surgem na base da pirâmide alimentar e são tidos como fundamentais na alimentação, por serem o “combustível” do organismo, estando presentes em quase todas as refeições e em snacks nos intervalos.

Nada mais errado, na verdade, os cereais são absolutamente desnecessários, pois “do ponto de vista puramente nutricional, não existe nada nos cereais que os torne essenciais, pois todos os nutrientes existentes nos mesmos estão presentes em outros alimentos, incluindo fibra, vitaminas e minerais”, sendo que o seu teor em vitaminas e minerais é reduzido e a biodisponibilidade (quanto de facto absorvemos e aproveitamos) dos mesmos é baixa, esclareceu o especialista.

Em termos nutricionais, uma alimentação saudável deve recolher os hidratos de carbono das hortaliças (que simultaneamente têm oito vezes mais fibras do que os cereais), frutas (duas vezes mais fibras) e tubérculos.

As consequências de uma alimentação fortemente baseada em cereais, sobretudo os refinados, são risco acrescido de diabetes tipo II, de doença cardiovascular, de progressão de alguns tipos de cancro (mama, próstata e cólon) e de algumas doenças inflamatórias e metabólicas, afirmou Pedro Bastos.
Outra “surpresa” deste congresso é que os “suplementos antioxidantes diminuem a eficácia do exercício físico”, ou seja, a prática de exercício físico “induz adaptações que melhoram a nossa saúde e resistência a diversas patologias”.

“Uma dessas adaptações consiste na produção endógena de proteínas antioxidantes, que nos vão 'proteger' não apenas de futuras sessões de exercício, como de vários outras agressões às quais somos expostos (como tabaco e poluição)”, acrescenta o investigador.

O que acontece é que o recurso a suplementos antioxidantes vai diminuir a produção de antioxidantes endógenos e outras adaptações que melhoram a saúde e o rendimento desportivo, explicou, aconselhando antes a ingestão de “quantidades fisiológicas de vitamina C e E através de fruta, hortaliças e oleaginosas”, para garantir “um aporte adequado dos nutrientes necessários para a produção e ação dos antioxidantes que nós próprios produzimos”.

Além do sono, do exercício físico e da composição corporal, este ano o congresso vai também destacar a importância da nutrição funcional na gravidez e em complicações na infância, como a Perturbação de Hiperatividade e Défice de Atenção, dando enfoque aos “temas mais relevantes para a sociedade atual: inflamação, intestino e longevidade”.

* Uma sábia notícia, tome nota!

.
.

SOCIAL E AS CRISES



CLIQUE EM "Programa OLHOS NOS OLHOS"

Se no dia do programa, 5 de Outubro, não teve oportunidade de ficar mais esclarecido sobre o tema, dispense-se tempo para se esclarecer agora, este programa é extenso mas terrivelmente claro e polémico.
Fique atento às declarações do Dr. Ribeiro Neves.

.
.
HOJE NO
"CORREIO DA MANHÃ"

MAI ordenou revisão regulamentação
 do horário de trabalho

A ministra da Administração Interna anunciou esta sexta-feira que ordenou ao comando-geral da GNR para rever a Norma de Execução Permanente que regulamenta a portaria que fixa em 40 horas semanais o horário de referência dos militares da corporação. 

Numa nota enviada à agência Lusa, o Ministério da Administração Interna (MAI) adianta que "a criação, alteração e revogação das normas de execução permanente (NEP) são da exclusiva competência do comandante-geral da GNR", não tendo o MAI sido consultado sobre o documento. 

A portaria do Governo que fixa em 40 horas semanais o horário de referência dos militares da corporação estabelece que cabe ao comando-geral da GNR regulamentar "os regimes de prestação de serviço e as modalidades de horário", tendo para tal criado a norma de execução permanente (NEP), que entrou em vigor a 01 de outubro. 
 .

"A ministra da Administração Interna já ordenou ao comando-geral da Guarda Nacional Republicana (GNR) a revisão da Norma de Execução Permanente (NEP) para a tornar conforme ao objetivo da portaria", refere o MAI. No entanto e segundo o ministério, a ministra poderá, "se necessário, rever, pontualmente, a portaria por forma a garantir o cumprimento da carga horária máxima prevista". A fixação do horário de referência na GNR é uma das principais reivindicações dos militares da corporação, tendo o Governo aprovado uma portaria, mas o Comando-Geral da corporação regulamentou-a através de uma NEP, que, segundo os militares desta força de segurança, impõe um horário diferente, estando a gerar uma forte contestação. 

O MAI garante que a ministra foi "totalmente surpreendida com as várias reações à NEP", sublinhando que o espírito da portaria é "garantir que nenhum militar da Guarda exceda, em regra, as 40 horas semanais". "Nenhuma NEP pode desvirtualizar esse objetivo. Essa orientação foi dada ao comando da Guarda", indica o Ministério da Administração Interna. 

O MAI refere ainda que, por solicitação da ministra, o comando-geral da GNR informou, na quinta-feira, as situações de convalescença ocorridas após a entrada em vigor da NEP, tendo indicado que, dos cerca de 22 mil militares da corporação, encontram-se nesta situação 46 elementos, dos quais 41 pertencem a destacamentos e postos de trânsito. 

Na próxima terça-feira, a ministra da Administração Interna tem agendadas reuniões com a Associação dos Profissionais da Guarda (APG/GNR) e Associação Nacional de Guardas (ANAG/GNR). A APG/GNR anunciou hoje que interpôs uma providência cautelar para suspender a NEP e apresentou uma queixa ao provedor de Justiça. Segundo a AGP, a NEP apresenta "um sistema de rotatividade do serviço que, por norma, impõe uma média de 48,9 horas semanais, com uma folga semanal". 

A associação que representa os militares da GNR considera que "a NEP veio tornar a portaria inaplicável à custa de ainda mais esforço" dos elementos da corporação, que, em alguns casos, "podem cumprir 10 noites de serviço seguidas". 

A portaria sobre o horário de referência, publicada em Diário da República a 22 de julho, determinava a sua entrava em vigor a 01 de setembro, mas tal não aconteceu porque ainda não estava regulamentado pelo comando-geral, o que veio a acontecer a 01 de outubro. 

* O que há para aí de papistas com estrelas...

.
.
OS NAVIOS HIDROGRÁFICOS
DA MARINHA PORTUGUESA

video



FONTE: INSTITUTO HIDROGRÁFICO DE PORTUGAL

.
.
HOJE NO
"OBSERVADOR"

PSP aconselha a ligar para o 112 
em “caso de emergência” durante
 a manifestação dos taxistas

A PSP reuniu-se esta sexta-feira com os representantes dos taxistas para discutir o percurso da manifestação. Agora, aconselha os cidadãos a ligar o 112 em "caso de emergência" durante o protesto. 
 .
A cidade de Lisboa vai parar na segunda-feira, dia 10 de outubro, devido a uma manifestação dos taxistas contra as plataformas eletrónicas ligadas ao transporte de passageiros como a Uber e a Cabify. Face à “confusão”, se os cidadãos considerarem necessária a intervenção das autoridades policiais podem ligar para o 217 654 242 ou, em caso de emergência, para o 112, avançou o jornal Público.

O protesto tem início às 7h00 com uma concentração no Parque das Nações, seguindo depois, pelas 8h30, as viaturas em desfile até à Assembleia da República.

A PSP, que já se reuniu com os representantes dos taxistas para discutir o percurso, aconselha os cidadãos a utilizarem preferencialmente os transportes públicos. Os cidadãos que optem por se deslocar de carro vão encontrar vários polícias “a proceder ao desvio do trânsito, informando os condutores das alternativas”, explica o comando metropolitano em comunicado ao Público.

Dezenas de agentes da PSP, incluindo do Corpo de Intervenção, vão acompanhar o percurso de modo a evitar desordens públicas. Em pontos estratégicos vão estar também equipas de intervenção rápida e de reação imediata.

* Pelo alerta da PSP  a manifestação é de hooligans de 4 rodas ou de uma classe profissional?

.

EDUARDO DÂMASO

.



A ministra e 
a delação premiada

A ministra da Justiça, Francisca Van Dunem, tem uma posição sóbria sobre a questão da justiça negociada e, mais importante, não só não foge ao debate como reconhece que, nos casos de criminalidade complexa, é preciso debater a sua necessidade. A ministra honra a magistrada Francisca Van Dunem que, em vários momentos, admitiu a necessidade de introduzir esse elemento na investigação criminal. Na linha, aliás, de uma parte da doutrina nacional, corporizada no penalista Figueiredo Dias.

Este ponto de partida dado pela ministra tem a maior importância. Ela pode trazer a esta discussão a ponderação necessária, evitando reduzir o debate à introdução ou não do regime de colaboração premiada. Insuspeita de ser uma radical defensora do atropelo de direitos fundamentais, sabe que o direito premial é incontornável no combate à grande criminalidade e a importância que ele tem em países como Alemanha, Itália e EUA. Mesmo no Brasil, o caminho da colaboração premiada não tem sido fácil. O regime foi criado em 1990 em função da lei de crimes hediondos e a sua expansão foi feita de forma controlada e com apertados crivos de controlo sobre o que o "arrependido" diz.

Não vale a pena estigmatizar, transformando os que possam ser receptivos à lei em grosseiros violadores dos alicerces do Estado de direito. O essencial é mesmo debater, desde logo para que a própria ideia de Estado de direito não seja destruída por uma delinquência de colarinho branco voraz e letal no ataque ao interesse e ao erário públicos.

IN "SÁBADO"
06/10/16

.
.


1013.UNIÃO


EUROPEIA


INFILTRA


.
.
HOJE NO
"DIÁRIO DE NOTÍCIAS"

Trump pede a doentes terminais que
. aguentem até às eleições para votar nele

"Aguentem até 8 de novembro. Saiam e vão votar", disse o candidato à Casa Branca às pessoas com doenças terminais
 .
Donald Trump discursava esta quarta-feira em Nevada quando pediu às pessoas com doenças terminais que aguentassem tempo suficiente para votarem nele nas eleições presidenciais dos Estados Unidos que se realizam no dia 8 de novembro.

Conhecido por ter feito várias declarações controversas e ofensivas ao longo da sua campanha, Trump chegou a afirmar no seu discurso em Nevada que estava "a brincar, mas queria mesmo dizê-lo."

"Eu não quero saber o quão doentes estão. Não quero saber se acabaram de chegar do médico e ele vos deu o pior diagnóstico possível, o que significa que acabou. Não interessa. Aguentem até 8 de novembro. Saiam e vão votar e depois tudo o que vamos dizer é que vos amamos e vamos recordar-vos para sempre", disse o candidato republicano.

Donald Trump e Hillary Clinton são os principais candidatos à Casa Branca e encontraram-se pela primeira vez para um frente-a-frente no dia 26 de setembro com a candidata democrata a "dominar" o debate.

A RealClearPolitics divulgou as sondagens publicadas esta sexta-feira, que mostra que os dois candidatos continuam muito próximos à semelhança do que tem acontecido ao longo de toda a campanha.

Nas sondagens da Rasmussen Clinton aparece à frente com 43% dos votos contra os 42% de Trump. Já nas sondagens do LA Times é o candidato republicano que reúne a preferência com 46% enquanto Clinton aparece com 44%.

* Se este sádico ganhar as eleições, Putin terá pela  frente um bandido à sua medida.

.
.
 Jovens voluntários 
salvam vidas na Libéria
video


FONTE: ONU BRASIL

.
.


II-HISTÓRIA DO SÉC.XX
2- I-GUERRA MUNDIAL
DE 1914 A 1933

video

* As nossas séries por episódios são editadas no mesmo dia da semana à mesma hora, assim torna-se fácil se quiser visionar episódios anteriores.

.
.
Depois do Brexit
Londres enfrenta a ameaça do Techxit

video


FONTE: EURONEWS

.
.
HOJE NO 
"RECORD"

Rali de Marrocos: 
Hélder Rodrigues
 termina em quarto lugar

O motard português Hélder Rodrigues (Yamaha) ficou esta sexta-feira em quarto lugar na classificação geral do Rali de Marrocos, última prova do Mundial todo-o-terreno, e falhou um lugar no pódio, apesar do seu percurso ascensional na prova. 
 .
Na última etapa, na distância de 230 quilómetros, o piloto português cortou a meta em terceiro lugar, a 02.55 minutos do vencedor da etapa, o australiano Toby Price (KTM), que fez o tempo de 2:29.48 horas, o que lhe permitiu arredar da liderança o britânico Sam Sunderland (KTM) e arrebatar a vitória no Rali.

Price partiu para a derradeira etapa com um atraso de apenas 1.07 minutos em relação ao então líder Sam Sunderland, cuja prestação na etapa de hoje comprometeu o triunfo na prova, ao ficar em oitavo lugar, a 8.51 minutos do australiano, e o arredou para o segundo lugar da classificação geral, a 7.44 minutos do australiano.

Em segundo lugar na etapa ficou o chileno Pablo Quintanilla (Husqvarna), a 2.21 de Price, tempo que lhe permitiu segurar o terceiro lugar na classificação geral, a 17.02 minutos do primeiro.

Hélder Rodrigues ficou em quarto lugar da classificação geral, a 19.05 minutos de Toby Price.

Os outros portugueses ainda em prova, Joaquim Rodrigues (Hero) e Mário Patrão (KTM) ficaram em 16º e 18º lugares da classificação geral, a 1.56:02 e 2.13:56 horas, respetivamente, do vencedor.

Paulo Gonçalves (Honda), que chegou a liderar o Rali, acabou por desistir por problemas mecânicos na sua moto.

* Parabéns HELDER RODRIGUES, do 5º para baixo todos desejariam ser 4º! É um valente.

.
.

MAX PEZZALI


NESSUN RIMPIANTO

video

.
.
HOJE NO 
"JORNAL DE NOTÍCIAS"

Emma Watson lança vídeo
 pela igualdade de género

A atriz Emma Watson, embaixadora da Boa Vontade das Nações Unidas, divulgou um pequeno filme de apoio à campanha Global Goals, que apela à luta pela igualdade de género.

Temporariamente afastada da representação, Emma Watson tem-se dedicado, de corpo e alma, ao seu papel de embaixadora da Boa Vontade das Nações Unidas. Alguns dias depois de ter discursado na Assembleia-Geral da ONU, a estrela da saga cinematográfica "Harry Potter" divulgou um pequeno filme de apoio à campanha Global Goals, que apela à luta pela igualdade de género.
.
video

O vídeo de dois minutos é narrado pela atriz de 26 anos, com a música "Chandelier", de Sia, como pano de fundo. Dele fazem parte imagens de arquivo da corrida feminina de barreiras nos Jogos Olímpicos de Tóquio, em 1964, servindo de metáfora aos obstáculos que as mulheres continuam a enfrentar, hoje em dia, para terem os mesmo direitos que os homens.

"As mulheres e as raparigas sempre enfrentaram barreiras, mas isso nunca nos parou. Sacrificámo-nos, lutámos, fizemos campanhas, alcançámos vitórias, fomos derrubadas e voltámos a vencer", frisa Watson, no decorrer do filme.

Recorde-se que a atriz se tornou embaixadora da ONU em julho de 2014. Atualmente, é ainda a porta-voz da campanha mundial HeForShe, que também promove a igualdade de género em todo o mundo.

* Figuras públicas atentas a questões sociais.

.
.
HOJE NO    
"DIÁRIO DE NOTÍCIAS
DA MADEIRA"

ANA alerta para constrangimentos
 no Aeroporto de Lisboa devido 
à marcha lenta de táxis

A ANA emitiu hoje um comunicado onde alerta para eventuais constrangimentos de trânsido no Aeroporto Humberto Delgado, em Lisboa, decorrentes da concentração nacional e marcha lenta convocada pelas associações representativas do sector do táxi para a próxima segunda-feira, dia 10 de Outubro.
 .
A concentração, de acordo com os dados disponíveis, terá início, pelas 07h00 no Parque da Nações. A 'marcha lenta', com início previsto para as 08h30, passará, entretanto, pelos acessos ao Aeroporto Humberto Delgado – Lisboa, tendo como destino final a Assembleia da República.

É previsível que, pelo número de participantes que a acção deverá envolver e respectivo trajecto, a circulação nas zonas limítrofes do aeroporto venha a ser significativamente afectada durante o dia. Por essa razão, a Direcção do Aeroporto de Lisboa sugere a todos quantos se pretendam deslocar, do e para o aeroporto, que o façam, preferencialmente, utilizando o Metro.

Apela ainda a todos os passageiros que tenham agendada viagem ou pretendam embarcar para outros destinos, que programem a sua deslocação para o aeroporto considerando a eventual maior duração do percurso.

* Não somos adeptos da "Uber", reconhecemos o direito à concorrência com direitos e deveres iguais, parece-nos fora de tempo a manifestação taxeira.

**Detido taxista que tentava cobrar tarifa mais cara a turistas. (Correio da Manhã - 15/08/16)

***Dispara o número de taxistas detidos por enganar clientes 
Entre 2013 e 2014, os casos subiram 48%. As vítimas são sobretudo estrangeiros.
Em dois meses já foram detidos 15 taxistas por especulação de preços, avança hoje o Jornal de Notícias, que também escreve que entre 2013 e 2014 registou-se um aumento de 48% nos casos.
A maior parte das ocorrências tem lugar no aeroporto de Lisboa e a maioria dos motoristas de táxi invoca a crise para justificar o facto de passarem a pena aos clientes, sobretudo aos estrangeiros.
De acordo com a informação que Dário Prates, comandante da Divisão de Segurança Aeroportuária da PSP, em Lisboa, deu ao Jornal de Notícias, a quantia monetária cobrada em excesso aos clientes chega a um máximo de 15 euros, mas há relatos de casos em que o valor solicitado ultrapassar os 100 euros.
Em 2014, segundo o jornal, foram detidos 55 taxistas por especulação de preços, 16 dos quais eram já reincidentes.
Em 2013 foram 37 os taxistas detidos. 
(Diário de Notícias - 22/03/15)


.


ESPECTÁCULO

video

.
.

HOJE NO 
"JORNAL DE NEGÓCIOS"

Islândia confirma penas de prisão 
a sete banqueiros

O Supremo Tribunal da Islândia pronunciou sentenças condenatórias a nove executivos do Kaupthing Bank, acusados de manipulação de mercado e cujos crimes culminaram na crise financeira vivida pelo país em 2008.

A mais recente decisão do Supremo Tribunal da Islândia veio confirmar a abordagem distinta das autoridades judiciárias islandesas comparativamente com o que aconteceu no resto da Europa e nos Estados Unidos, permitindo que banqueiros sejam acusados judicialmente por práticas indevidas.
 .

Segundo avança esta sexta-feira, 7 de Outubro, o Independent, citando o Iceland Monitor, o Supremo islandês decidiu contrariar as sentenças pronunciadas por uma instância inferior no julgamento aos nove executivos do Kaupthing Bank, que antes da crise financeira de 2008 era o maior banco do país e que faliu devido ao elevado nível de dívida. A falência obrigou à intervenção pelo Estado e à alteração do nome para Arion Banki.


O Supremo reiterou assim a culpabilidade destes nove executivos, considerando-os responsáveis pelo crime de manipulação de mercado. O julgamento destes antigos gestores começou em Abril de 2015, na jurisdição judicial de Reiquiavique, que acabou por considerar sete dos arguidos culpados e tendo absolvido dois.

Contudo, o Supremo anulou a outra decisão atribuindo culpa aos nove arguidos, incluindo Björk Þórarinsdóttir, ex-responsável pela área de crédito, e Magnús Guðmundsson, antigo CEO do Kaupthing Luxembourg.

Destes nove arguidos, seis foram condenados, em 2015, a penas de prisão que variam entre um e mais de quatro anos. Em causa está o crime relativo à concessão de empréstimos utilizando acções próprias do banco como colateral.
O Supremo islandês confirmou assim a condenação a penas de prisão a seis dos executivos anteriormente condenados, tendo ainda aumentado em seis meses a pena de prisão de cinco anos e meio aplicada a Hreiðar Már Sigurðsson, antigo director do banco. Apesar da condenação atribuída a Þórarinsdóttir e a Guðmundsson, estes dois antigos gestores não foram alvos de penas de prisão.

* A justiça portuguesa talvez um dia possa ser assim.

.
.
HOJE NO
"DESTAK"

Os chefs Hernâni Ermida e José Avillez
. criaram receitas para a
 Liga Portuguesa Contra o Cancro

No dia 16 de Outubro assinala-se o Dia Mundial da Alimentação, neste que é o Ano Internacional das Leguminosas. 
 .

E, segundo o Código Europeu Contra o Cancro, mais concretamente a 5ª directiva, incentiva a uma dieta saudável, rica em cereais, vegetais, frutos e leguminosas como forma de prevenção da doença.

A Liga Portuguesa Contra o Cancro quer levar a mensagem às escolas e à comunidade em geral e desafiou chef's de cozinha conhecidos no nosso país para fazerem receitas apelativas onde incluíam as leguminosas.

O chef Hernâni Ermida e chef José Avillez aceitaram o nosso desafio e elaboraram receitas apetitosas para a Liga Portuguesa Contra o Cancro, nomeadamente um Estufado de grão com espinafres e ovos escalfados e uma Salada de grão-de-bico com bacalhau.

De acordo com a nutricionista Helena Real, as leguminosas caracterizam-se, de uma forma geral, «por fornecerem um conjunto interessante de nutrientes como proteínas e hidratos de carbono, para além de fibras, vitaminas (sobretudo B) e minerais (ex: ferro e cálcio)».

Apesar de serem muito usadas como substitutos de outras fontes proteicas como a carne, o pescado ou os ovos, «será importante ressalvar que as proteínas de origem vegetal não são de elevado valor biológico como as de origem animal, ou seja, não apresentam uma composição onde estejam todos os aminoácidos essenciais, pelo que devem ser complementadas com outros alimentos fornecedores de proteínas, como os cereais. 
 .

Por exemplo, a tradicional conjugação do feijão com o arroz, ou seja, leguminosa e cereal, permite obter, no total, o conjunto de todos os aminoácidos essenciais», refere a especialista.

Quanto às recomendações, fala-se num consumo diário de 1 a 2 porções de leguminosas. «Contudo, estima-se que o consumo dos portugueses esteja muito aquém destas recomendações. Alguns estudos revelam que as leguminosas mais escolhidas pelos portugueses são o feijão e o grão-de-bico. Todavia, existem ao nosso dispor muitas outras leguminosas e que fazem parte da nossa gastronomia tradicional. Será importante manter essas heranças gastronómicas, pois ao mesmo tempo que as preservamos estaremos a consumir alimentos de elevada riqueza nutricional.» 

* Para além da inquestionável qualidade dos menús, importa salientara a atitude solidária dos dois Chefes.

.
.

 ABSURDA DEPENDÊNCIA

video



.
.
HOJE NO
"i"

Nobel da Paz. Líder das FARC prefere
 uma solução pacífica em vez de prémios

Juan Manuel Santos, presidente da Colômbia, foi distinguido pelos seus esforços nas negociações de paz com a guerrilha

O desapontamento criado pelo chumbo, em referendo, no passado fim de semana, do acordo de paz histórico, alcançado pelo governo colombiano e pelos líderes das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (FARC), não foi determinante para o comité norueguês, na hora de atribuir o Prémio Nobel da Paz ao presidente do país, Juan Manuel Santos, esta sexta-feira. Mas do outro lado da mesa das negociações há quem prefira a paz ao prémio.
 .
Pouco depois de conhecido o nome do vencedor do prestigiado galardão, o líder das FARC, Rodrigo Londoño – mais conhecido pelo seu nome de guerra, Timoshenko – publicou uma mensagem na rede social Twitter, na qual refere que o único prémio que o movimento que lidera aspira é o da “paz com justiça social, para a Colômbia, sem paramilitarismo, sem retaliações e sem mentiras”.

* Nos últimos anos a atribuição do Nobel da Paz tem sido pouco clara, 2016 não foge à regra, algo vai mal no reino da Noruega.

.