sábado, 16 de julho de 2016

UMA GRAÇA PARA O FIM DO DIA

.

.


VII-SEM VERGONHA


 1-FAZER SEXO
ENTRE QUATRO PAREDES

video


ATÉ AO PRÓXIMO SÁBADO

A NOSSA FICÇÃO
A MÓNICA MOREIRA LIMA, jornalista de profissão não chegavam as notícias comezinhas do quotidiano, nem que fosse uma bomba de neutrões.
Pensou, pensou, engendrou equipa tão louca como ela, baratinou os maiorais da TV GUARÁ e "amadrinhou"o "SEM VERGONHA" programa despudorado tão ao nosso gosto, cheio de pimenta por todo o lado, sem qualquer grosseria e divertido.
Ela só pode ser inteligente e boa!

O QUE DIZ A AUTORA
O Sem Vergonha é o programa mais polémico e irreverente da TV brasileira. Já rendeu vídeos para os quadros Top Five do CQC e Passou na TV do Agora é Tarde, ambos da BAND. Foi tema de uma matéria de duas páginas na maior revista de circulação nacional, a VEJA. E culminou com uma entrevista antológica ao Rafinha Bastos, no Agora é Tarde. Todos os programas estão disponíveis no blog e no YouTube. Não recomendo sua exibição para menores de 18 (anos ou cm) para evitar traumas futuros. Falo de sexo sem pudor, sem frescuras, sem meias palavras, sem eufemismos e com muito bom humor. Advertimos que o Sem Vergonha pode provocar ereções involuntárias e uma vontade irreprimível de dar, sem restrições de orifícios.


FONTE: TV GUARÁ

... .
.


6-ESTILOS DE ESTIO


.
.



OS TUNEZA

Reporter Bebucho

e Amigos confiados

video

* Do melhor humor angolano

.
.


5-ESTILOS DE ESTIO


.
.


PEDIATRIA


4- TÉCNICAS DE VENTILAÇÃO,

ENTUBAÇÃO E MASSAGEM

video

Uma interessante série conduzida pela Dra Maria Marta Tontoni, professora adjunta de Pediatria da Escola de Medicina e Cirurgia  UNIRIO.

* Uma produção "CANAL MÉDICO"

* As nossas séries por episódios são editadas no mesmo dia da semana à mesma hora, assim torna-se fácil se quiser visionar episódios anteriores.

.
.


4-ESTILOS DE ESTIO


.
.


8.OS HIPPIES


video


** As nossas séries por episódios são editadas no mesmo dia da semana à mesma hora, assim torna-se fácil se quiser visionar episódios anteriores.

.
.


3-ESTILOS DE ESTIO


.

MAFALDA ANJOS

.




Carta dos “dégueulasses” ao mundo

Aprendam isto: somos nós o povo que arranca o prefixo de impossível

Estão a ver aquele canto esquecido da Europa, lá mesmo ao fundo, longe das linhas de TGV, dos fiordes e dos canais, das cordilheiras e das planícies centrais? Aquele terreno entalado entre os espanhóis e um oceano gigante, lá para trás do sol posto, onde Judas perdeu as botas?

Diz que é terra de gente desorganizada, xico-esperta, cábula, trapaceira. Um povo de preguiçosos, fracos, deprimidos. Mandriões, subservientes, abatidos. Indolentes, sonolentos, cabisbaixos. Diz que nos falta muito, tanta coisa. Falta-nos o método, o foco e a capacidade analítica. Falta-nos perspetiva, visão estratégica, capacidade de desenhar planos de longo prazo.

Diz que somos uns tristes, nojentos, porcos. Abaixo de cão. “Dégueulasses”, portanto.
Sabem lá vocês, oh mundo!

Aqui há um povo nobre. Gente que não se resigna, que faz das fraquezas forças, que cai e se levanta, que renasce. Gente que constrói um império a partir de um nico de terra, que se atira ao Oceano sem saber o que esperar para lá das nuvens e da curva do horizonte. Gente que não se apequena perante o tamanho do adversário, que se atira aos confrontos com a atitude de quem tem pouco a perder.

Gente que não desiste, que não se cala, que não baixa os braços.

Aqui vive o povo mais criativo do mundo. Um povo que vê borboletas nas traças, que desafia o razoável, tira coelhos da cartola, transforma as entranhas em poesia, o lixo em luxo e o quase nada em tanto. Que faz da tragédia glória.

Aqui vive um povo de coração a sair do peito, que acolhe, que adota, que perdoa. Que tanto grita como beija, tanto luta como chora.

Aqui vive um povo que finta o destino, que desafia a probabilidade, que contorna condenações e desalinha a ordem natural.

Somos lutadores e orgulhosos, como Ronaldo. Somos certeiros e inspirados, como Rui Patrício. Somos príncipes rebeldes, como Quaresma. Somos o herói improvável, como Éder. Somos cegamente otimistas, como Fernando Santos.

Somos grandes gigantes e hoje a taça é nossa. Venham os franceses ou alemães, as crises e as sanções, os desatinos e as confusões. Os exits e as depressões.

Somos nós o povo que arranca o prefixo de impossível. E se ele teimar em não cair, o que certamente será muito injusto, uma idiotice pegada ou um azar dos diabos, havemos de sobreviver.

IN "VISÃO"
11/07/16

.
.


930.UNIÃO


EUROPEIA



.


2-ESTILOS DE ESTIO


.
.
PARA NÃO ESQUECER

Bê-á-Bá das Parcerias Público-Privadas

video


FONTE: ESQUERDA.NET


.
.
V- VIDA SELVAGEM
1- A Incrível Jornada de Um Filhote

video


** As nossas séries por episódios são editadas no mesmo dia da semana à mesma hora, assim torna-se fácil se quiser visionar episódios anteriores.

.
.


1-ESTILOS DE ESTIO



.
.
RECORDANDO

Maria do Carmo

Beijos Venenosos e Perdidas

video

.
.

HOJE NO 
"A BOLA"

Bosingwa é um jogador livre
 .
Segundo A BOLA, Bosingwa não acionou o direito de renovação automático do seu contrato com o Trabzonspor e, por isso, tornou-se um jogador livre, estando a estudar algumas possibilidades para dar continuidade à sua carreira.
Dono de um currículo invejável, com a conquista de vários títulos nacionais e internacionais, principalmente no FC Porto e no Chelsea, o lateral-direito jogou na Turquia nos últimos três anos, tendo entretanto regressado à Seleção Nacional (participou na qualificação para o Europeu de França).

Motivos familiares conduziram a esta decisão de não continuar em Trabzon. Aos 33 anos, Bosingwa não exclui a hipótese de voltar à Liga portuguesa. 

* Um bom jogador que depois do diferendo com Paulo Bento de triste memória, passou ao lado de uma grande carreira.

.
.
Rodney Mullen

video

.
.


ESTA SEMANA NA
"GERINGONÇA"

Mais uma derrota para os colégios:
 tribunal chumba providência cautelar 
 
O Tribunal Administrativo e Fiscal de Coimbra (TAFC) recusou hoje dar provimento à providência cautelar interposta pelos colégios com contratos de associação com o Estado. Não é acolhida assim a pretensão dos colégios de fazer suspender as normas do despacho das matrículas referentes à origem geográfica dos alunos.

Aliás, o Tribunal faz questão de afirmar que a matéria reclamada pelos colégios na ação “inexiste” nos atos praticados pelos ministério. Torna-se particularmente difícil de entender que a recusa das pretensões dos colégios possa ser titulada como uma pretensa vitória dos colégios, como faz o jornal Público.

Além de recusar suspender os efeitos dos despachos do Ministério da Educação, o Tribunal afirma ainda que a matéria sobre a qual os colégios se queixam não está refletida nos despachos objeto da ação. Este reconhecimento de ausência de fundamento leva a jornalista Clara Viana a titular “Tribunal de Coimbra nega limites às matrículas nos colégios com contratos de associação”.

MANIFESTANTE MADURA
No acórdão pode ler-se que  “analisados os contratos em causa e a demais legislação aplicável, tal (nova) limitação geográfica inexiste”, conforme o próprio Público reconhece. Mais espantosa é a conclusão (!) da jornalista: «É, aliás, com base nesta alegada[sic] inexistência que o TAFC optou por não suspender as novas normas». [sublinhado nosso]

Não sabemos quantas vezes um jornalista em Portugal terá classificado como alegado um facto constante de um acórdão. Admitimos que possa haver precedente, mas admitimos mais facilmente que a jornalista Clara Viana está a trilhar novos caminhos na forma de fazer jornalismo.

O fabuloso caso do colégio 
onde quase todos têm 20 a Direito 


Dos 23 alunos alunos que frequentaram a disciplina de Direito no Colégio D. Leonor, 21 tiveram a classificação 20 valores. É caso para questionar que mal fizeram os outros dois alunos que tiveram 19 e 17 valores. A disciplina em causa pertencia ao plano curricular do 12º ano findo o qual muito alunos se candidatam ao ensino superior em que as notas determinam o lugar na seriação.

A informação foi avançada na semana passada pela Gazeta das Caldas que questionou o estabelecimento de ensino sobre a possível inflação das notas. O Colégio D. Leonor respondeu que sendo uma disciplina opcional os alunos se encontram particularmente motivados, sendo essa a razão pela qual o seu desempenho é tão extraordinário.
.

Contudo, a Gazeta das Caldas adianta que analisando as notas das disciplinas em que não se realizam exames nacionais, o Colégio das Caldas apresenta notas inflacionadas dando aos seus alunos uma vantagem sobre os restantes no acesso ao Ensino Superior. Um ex-aluno conta ao jornal online das Caldas que “no Colégio não se fazem testes na maioria das disciplinas opcionais do 12º ano” e que numa das disciplinadas a avaliação, o Inglês, a avaliação tinha consistido apenas numa prova oral, acrescentando: “raramente demos matéria”.
.
«Comparando as médias das disciplinas optativas anuais, o colégio regista 18,1 valores, enquanto as escolas Raul Proença e Bordalo Pinheiro, registam, 16,0 e 15,4 valores, respectivamente» pode ler-se na referida notícia da Gazeta. A notícia já originou o protesto de alunos, pais e professores da Escola Raul Proença que acusam justamente o Colégio D. Leonor de desvirtuar as notas.

Provedor de Justiça 
desmente colégios em comunicado

O porta-voz dos colégios com contratos de associação, Rodrigo Queiroz e Mello, mentiu. É o que se pode concluir do comunicador do Provedor de Justiça referido hoje no jornal Sol. «O Provedor de Justiça não antecipou qualquer tipo de juízo valorativo e final sobre a matéria» pode ler-se no comunicado citado pelo semanário.

Recorde-se que na quarta-feira, em conferência de imprensa, o porta-voz dos colégios com contratos de associação havia afirmado que “o senhor provedor de Justiça considera que a interpretação do contrato apresentado pelo Governo publicamente não é viável“. Esta afirmação é agora taxativamente negada pelo comunicado do Provedor de Justiça.

Não é primeira vez que os colégios fazem interpretações abusivas a roçar a difusão de falsidades. E para ilustrar de forma grosseira os abusos dos responsáveis dos colégios estão aí os desmentidos de que já foram alvo por parte do Tribunal de Contas, do Presidente da República e, agora, do Provedor de Justiça.

* Crónicas da "peste amarela"

.
.


28PENSAMENTOS















.
.


HOJE NO 
"DIÁRIO DE NOTÍCIAS"
Turquia. 
O golpe falhou: 161 mortos, mais 
de 2800 soldados revoltosos detidos

Clérigo acusado por Erdogan nega participação no golpe. Presidente turco promete limpeza no exército

A Turquia foi abalada sexta-feira à noite por uma tentativa de golpe de Estado levada a cabo por elementos do Exército que, após um momento inicial, acabou por ser abortada pelas tropas leais ao Presidente Recep Erdogan. As forças leais ao Presidente abateram alguns militares revoltosos, assegurando que outros 2839 foram detidos, indicou hoje o primeiro-ministro Binali Yildirim.
 .
Yildirim disse em conferência de imprensa que a situação está "completamente controlada" e pediu às pessoas para esta noite encherem as ruas com bandeiras da Turquia, repetindo os apelos de Erdogan.

De acordo com o primeiro-ministro, dos confrontos na noite de sexta-feira resultaram 161 mortos. Há ainda 1.440 feridos. Numa declaração anterior à televisão oficial turca, o general Umit Dundar, chefe do Estado-Maior interino das tropas leais a Erdogan, tinha confirmado a morte de dois soldados, 41 polícias e 47 civis. "Caíram como mártires", sublinhou Dundar, referindo-se a estas 90 vítimas mortais.

Erdogan já disse que a "traição" dos golpistas constituiu uma "dádiva de Deus" e que vai permitir limpar o Exército. "Este levantamento, este movimento, é um grande presente de Deus para nós, porque o exército será limpo", disse Erdogan em conferência de imprensa, pouco depois de aterrar em Istambul, assegurando que os golpistas vão pagar caro pela "traição".

O Presidente turco, que se encontrava de férias num hotel em Marmaris, estância turística na costa do Mar Egeu e que foi bombardeado esta madrugada pouco depois de ter saído do edifício, culpou pelo golpe de Estado os apoiantes do seu arqui-inimigo, Fethullah Gülen, um imã exilado há anos nos Estados Unidos.

O movimento que apoia Gülen (Hizmet) já condenou o golpe, num comunicado em que sublinha que "há mais de 40 anos que Fethullah Gulen e o Hizmet têm defendido e demonstraram o seu compromisso com a paz e a democracia".

Em 2013, o fundador do poderoso Movimento Gülen, com milhões de seguidores na Turquia, entrou em rutura com Erdogan e o seu Partido da Justiça e Desenvolvimento (AKP, no poder desde 2002), que apoiou na fase inicial da sua ascensão. Seguiu-se uma dramática luta pelo poder e o início da repressão ao Hizmet no país - acusado por Erdogan de pretender construir um "Estado paralelo" - através do encerramento de dezenas de escolas e processos judiciais contra figuras políticas e militares associadas a este movimento.

Num primeiro momento, poucas horas após o início da rebelião militar, o exército sublevado indicou ter o controlo do país e estabelecido a lei marcial, ao mesmo tempo que acusavam Erdogan de ser "traidor" e de ter estabelecido um "regime autoritário de medo".

Num comunicado lido na televisão turca TRT, o exército turco, ainda sem um rosto - o primeiro-ministro turco, Binali Yildirim, disse que à frente do golpe estão cerca de 40 comandantes militares, incluindo um general que entretanto morreu no decurso da tentativa de golpe - assegurou então que o país seria governado por uma denominado "Conselho de Paz" para dar "a todos os cidadãos, todos os direitos" e "estabelecer a ordem constitucional" e "restaurar a democracia".

Mas as forças leais ao presidente turco, apoiadas por um número significativo de civis que saiu à rua em resposta aos apelos dos governantes, acabaram por controlar o golpe.

À medida que os acontecimentos se desenrolavam na Turquia, vários países foram afirmando a sua condenação pelo golpe e pedindo respeitos pelos que foram democraticamente eleitos.

* Quando um político diz que o golpe  constituiu uma "dádiva de Deus" é porque é muito pior que os golpistas. Ontem referimos que considerávamos ser Erdogan um bandido, mantemos e acrescentamos. a quem a NATO e a UE lavam a sujidade.

.
.
ACNUR

Deslocamento forçado 
atinge recorde global e afeta
65,3 milhões de pessoas

video


.
.
 
HOJE NO
"RECORD".

Portugal arrasador 
rumo à final do Europeu

Fim do jogo! Portugal está na final do Europeu de hóquei em patins. Vitória sem contestação da Seleção Nacional frente à Suíça, que até poderia ter números mais gordos. 
 .

Este sábado, às 21h, Portugal joga a final com a Itália, na repetição da final do Mundial de 2003, disputado também em Oliveira de Azeméis. 

Há 13 anos a vitória caiu para a Seleção Nacional... um desfecho que todos esperam se repita.

* Temos visto todos os jogos, a primeira impressão é a de que a selecção portuguesa tem passeado a sua classe de modo  fácil, engano, esta classe é fruto de genialidade muito trabalhada e grande disciplina táctica, honra a Luís Séneca. Acabou-se o passeio, com  a Itália vai ser a doer  mas queremos a taça.

.
.

O FUTURO DE DURÃO
























.
.

HOJE NO    
"CORREIO DA MANHÃ"

Tribunal Europeu 
aceita queixa de pais do Meco 

Advogado diz ser "uma primeira vitória".

 O Tribunal Europeu dos Direitos do Homem aceitou a queixa das famílias dos seis jovens que morreram na praia do Meco, em dezembro de 2013. Vítor Parente Ribeiro, advogado dos pais, afirmou ao CM que "é uma primeira vitória. 
.

Para os pais é importante saber que há alguém a olhar para isto com alguma atenção e que haverá consequências". O advogado adianta que o objetivo é que "o Tribunal Europeu venha declarar que o Estado português atuou muito mal neste processo". 

O estado português tem agora um prazo para responder às acusações.

* Quanto mais esta novela se  arrastar alguém mais euros vai ganhar e outros inutilmente pagar. O  Tribunal Europeu tem por ética aceitar queixas e depois reduzir algumas a lixo.
Continuamos muito tristes pelas  vidas perdidas e satisfeitos por não se acusarem inocentes, cheira mal tanta idiotice.

.
.
DESPENCOU!!

video

Um apartamento em Queens, NY

.
.


ESTA SEMANA NO 
"OJE"

The Tall Ships Races. 
Lisboa espera retorno de 10 milhões de euros

O presidente da Câmara de Lisboa, Fernando Medina, disse que a presença dos 50 maiores veleiros do mundo na regata The Tall Ships Races deve gerar um impacto económico para a cidade de 10 milhões de euros

Na cerimónia de apresentação da regata, que decorreu hoje na Casa da Balança, em Lisboa, Fernando Medina considerou, contudo, que “o valor do evento é superior ao impacto económico”.
.
“A nível de projeção da cidade. Vai ser televisionado por milhões de pessoas em todo o mundo. Tem esta capacidade de nos aproximar mais do mar, do Tejo e de corresponder a essa ambição identitária que as pessoas sentem [de ligação ao mar] e isso não tem preço”, sustentou.

Para o autarca, a importância da regata The Tall Ship Races, que decorre de 22 a 25 de julho, está relacionada com o número de visitantes em Lisboa, que deverá ser superior a um milhão de pessoas.

“É um grande evento da cidade. Nestes dias vamos ter provavelmente mais de um milhão de pessoas que podem deslocar-se ao Tejo para ver alguns dos mais belos barcos do mundo. Podem ser visitados em várias horas, na parte externa e interior e vão poder ouvir as histórias desses veleiros”, afirmou.

Além disso, acrescentou, tem também uma importância desportiva e cultural, uma vez que vai contar com a participação de 500 jovens, que vão fazer uma das etapas da regata a bordo dos veleiros, e porque simboliza a ligação dos portugueses ao mar.

* Quanto mais se falar de Portugal melhor

.
.
AMOR




.
.


943
Senso d'hoje
PEDRO 
MARQUES LOPES
ANALISTA POLÍTICO 
“DURÃO BARROSO 
E SANÇÕES DA UE"

video



*Afirmações que Pedro Marques Lopes proferiu no debate "EIXO DO MAL" de 09/07/16, SIC NOTÍCIAS. Todo o debate está disponível no youtube.

.