terça-feira, 28 de junho de 2016

UMA GRAÇA PARA O FIM DO DIA

.





.
.

6.Crush List
As 99 mulheres que os homens mais desejam

Todos os anos a revista britânica AskMen pergunta aos homens de todo o mundo quais são as mulheres que eles mais desejam. A lista dos amores proibidos foi publicada recentemente: nasceu a Crush List 2016, com as 99 senhoras que andam a partir os corações do mundo masculino. Elas conquistam porque têm um rosto belíssimo, porque eles não resistem aos seus corpos atléticos ou então simplesmente porque são muito boas. Leia-se, muito boas no que fazem, porque nesta lista fica evidente que o interior interessa mesmo: eles gostam de mulheres bem-sucedidas.
Hoje apresentamos as últimas  12 do nº16 ao 1.



16 - Alicia Vikander, 
27 anos, atriz, Suécia.






15 - Emma Watson,
26 anos, atriz, França.




14 - Emily Ratajkowski, 
24 anos, modelo, Reino Unido.




13 - Ronda Rousey, 
29 anos, judoca, Estados Unidos da América.
(BODY PAINT)



12 - Alex Morgan, 26 anos, 
futebolista, Estados Unidos da América.




10 - Rihanna, 28 anos, 
cantora, Barbados.




 9 - Margot Robbie, 25 anos,
atriz, Austrália.





8 - Kim Kardashian, 35 anos, 
 televisão, Estados Unidos da América.




7 - Taylor Swift, 26 anos, 
cantora, Estados Unidos da América.




4 - Pryanka Chopra, 
33 anos, atriz, Índia.




3 - Ashley Graham, 29 anos, 
modelo, Estados Unidos da América.




2 - Beyoncé, 34 anos, 
cantora, Estados Unidos da América.




1 - Daisy Ridley, 24 anos, 
atriz, Reino Unido.



.
.

GRANDES LIVROS/24

AUTORES DO MUNDO


4- O PRÍNCIPE


NICOLAU MAQUIAVEL


* As nossas séries por episódios são editadas no mesmo dia da semana à mesma hora, assim torna-se fácil se quiser visionar episódios anteriores.

.
.
HOJE NO 
"i"

João Barroso-Batista
Doutorando do IGC, premiado por 
melhor artigo científico sobre saúde

O doutorando João Barroso-Batista, do Instituto Gulbenkian de Ciência (IGC), foi distinguido com o Prémio Omenn, da Sociedade Internacional de Evolução, Medicina e Saúde Pública, para a melhor investigação publicada na área, indicou hoje o IGC à Lusa. 
.
O prémio, no valor de 5.000 dólares (4.511 euros), foi atribuído ao aluno de doutoramento do IGC, pela publicação, em 2015, na revista Nature Communications, de um artigo que conclui que o sistema imunitário afeta a evolução das bactérias do intestino.

Segundo a investigação, da qual João Barroso-Batista é o primeiro autor, a composição de bactérias do intestino muda, de forma imprevisível, quando as defesas do organismo falham, o que sugere que, em caso de inflamação intestinal, o tratamento tenha em conta essa especificidade. 

* Mais inteligência portuguesa a ser distinguida, ficamos felizes!

.
.


 8- A BELEZA


DOS DIAGRAMAS


.
.
HOJE NO
  "A BOLA"

Atletismo:Convocados para 
os Europeus de Amesterdão
.

A Federação Portuguesa de Atletismo divulgou a lista de selecionados para o Campeonato da Europa, competição que vai decorrer entre 6 e 10 de julho em Amesterdão, na Holanda.
Convocados femininos:

Lorene Bazolo (Sporting) - 100 e 200 metros
Cátia Azevedo (Sporting) - 400 e 4x400 metros
Marta Pen (Benfica) - 1500 metros
Salomé Rocha (Benfica) - 10 000 metros
Sara Moreira (Sporting) - 10 000 metros e Meia-Maratona
Dulce Félix (Benfica) - 10 000 metros e Meia-Maratona
Jessica Augusto (Sporting) - Meia-Maratona
Vanessa Fernandes (Benfica) - Meia-Maratona
Marisa Barros (Salgueiros) - Meia-Maratona
Vera Barbosa (Sporting) - 400 m barreiras e 4x400 metros
Marta Onofre (Sporting) - Salto com Vara
Susana Costa (Benfica) - Triplo Salto
Patrícia Mamona (Sporting) - Triplo Salto
Irina Rodrigues (Sporting) - Lançamento do Disco
Filipa Martins (Sporting) - 4x400 metros
Dorothe Évora (Benfica) - 4x400 metros
Rivinilda Mentai (Benfica) - 4x400 metros


Convocados masculinos:

Diogo Antunes (Benfica) - 100 e 4x100 metros
Carlos Nascimento (Escola Movimento) - 100 e 4x100 metros
David Lima (Sporting) - 200 e 4x100 metros
Hélio Gomes (Benfica) - 1500 metros
Rui Pedro Silva (Benfica) - Meia-Maratona
Rui Pinto (Benfica) - Meia-Maratona
Samuel Barata (Benfica) - Meia-Maratona
José Moreira (Sporting) - Meia-Maratona
Pedro Ribeiro (Sporting) - Meia-Maratona
Diogo Ferreira (Benfica) - Salto com Vara
Nelson Évora (Benfica) - Triplo Salto
Tsanko Arnaudov (Benfica) - Lançamento do Peso
Marco Fortes (Benfica) - Lançamento do Peso
Francis Obikwelu (Sporting) - 4x100 metros
Ancuiam Lopes (Juventude Vidigalense) - 4x100 metros
Arnaldo Abrantes (Benfica) - 4x100 metros

* SEJAM VENCEDORES


.
.

VIII-CIDADES
PERDIDAS


3- MACHU PICCHU



* Depois de "CIDADES OCULTAS" iniciamos neste horário e etiqueta "PEIDA URBANA"  a série "CIDADES PERDIDAS", histórias fabulosas que vai gostar de ver e ouvir. Obrigado por nos visitar.

.
.
HOJE NO
"AÇORIANO ORIENTAL"

Rajoy quer governar nem 
que seja minoria com pactos pontuais

O líder do partido mais votado em Espanha, Mariano Rajoy, vai tentar formar um governo estável e "para quatro anos", sem afastar a possibilidade de governar em minoria e "com pactos pontuais".

O presidente do governo de gestão prefere um governo "com sólido apoio governamental", como insistiu várias vezes na segunda-feira, e para isso deverá começar por se reunir com o líder do segundo partido mais votado, PSOE (Partido Socialista Operário Espanhol), Pedro Sánchez, quando regressar a Madrid na quinta-feira, depois de participar na reunião da União Europeia sobre a decisão do Reino Unido de abandonar a União Europeia.

"Não vamos abdicar da responsabilidade de governar e eu não vou renunciar a governar porque há oito milhões de que nos aopiaram. Gostaria de governar com um apoio suficiente, mas se não for possível, governaremos com os apoios que nos deram os espanhóis e, suponho, com alguns pactos pontuais", disse Rajoy na segunda-feira, depois de o comité executivo do PP ter analisado o resultado das eleições de 26 de junho.

Contra as expetativas iniciais, o PP (Partido Popular, de direita) foi o único partido a ganhar votos e lugares no parlamento nas eleições realizadas domingo, em que os eleitores parecem ter decidido regressar aos partidos tradicionais (PP e PSOE) e penalizar as novas formações em ascensão até dezembro passado (a aliança de extrema esquerda Unidos Podemos e os liberais do centro Ciudadanos).

O PP, de Mariano Rajoy, foi o mais votado nas eleições de domingo, com 137 deputados, mais 14 que nas legislativas de dezembro, mas longe dos 176 mandatos que dão a maioria absoluta no congresso espanhol.

O PSOE, de Pedro Sanchez, ficou em segundo lugar, com 85 lugares (90 em dezembro), enquanto a aliança de esquerda Unidos Podemos, que as sondagens colocavam em segundo lugar, ficou em terceiro e elegeu 71 deputados, com o Ciudadanos a conseguir 32 assentos.

Apenas uma coligação do PP com o PSOE conseguirá reunir os lugares suficientes para que Espanha possa ter um governo de maioria, na sequência das eleições de domingo.

"Estendo a minha mão aos partidos moderados", disse segunda-feira Mariano Rajoy a pensar no PSOE e no Ciudadanos, mas ao mesmo tempo avisava que está "aberto a todas as fórmulas" e insistia que não irá "abdicar de governar, porque tem o apoio dos espanhóis".
 .
Para o presidente do governo de gestão, pensar na possibilidade de se voltarem a realizar eleições, as terceiras, para sair do impasse criado pela consulta de dezembro seria "irresponsável", um cenário que todos os outros dirigentes partidários também afastam.

Rajoy já indicou que preferia liderar uma grande coligação com o PSOE e começará por falar com Pedro Sánchez, mas ao contrário do que aconteceu em dezembro, as suas opções são agora mais amplas.

O chefe do governo de gestão acredita que o Ciudadanos, de Albert Rivera, poderá ainda levantar a oposição que tem a uma coligação com o PP liderada por Mariano Rajoy ao qual se poderiam ainda juntar outros partidos nacionalistas moderados: Partido Nacionalista Basco e Coligação Canária.

Esta aliança de partidos do centro e centro-direita conseguiria chegar aos 175 lugares de um total de 350, e ficaria a um lugar da maioria desejada no Congresso dos Deputados, cujos membros tomam posse a 19 de julho.

Poucos dias depois da constituição das duas câmaras, mas sem prazo definido, o rei de Espanha, Filipe VI iniciará as consultas com os partidos para, em seguida, fazer uma proposta de candidato a assumir a presidência do governo.

A visita a Espanha do presidente dos Estados Unidos, Barak Obama, irá apanhar os principais dirigentes políticos do país em pleno período de negociações para formação do governo.

* Continua a orgia de poder.

.

ANA ALEXANDRA CARAVALHEIRA

.






Apologia do corpo 
no envelhecimento

Na minha opinião, a luta desenfreada deve ser contra a deserotização do corpo a envelhecer e não contra o processo natural e vital que é o envelhecimento.

O Verão apenas começou e estou cansada de tantas advertências e pressões para conseguir um corpo magro, tonificado, e jovem. São receitas de refeições light, prescrições de chás e alimentos com funções detox, adelgaçante ou diurética, anúncios de cremes e óleos, tratamentos que engolem adipócitos, procedimentos que fazem desaparecer celulite, modalidades de exercícios físicos para todas as agendas, dos trinta minutos diários aos cinco para os mais ocupados. Tudo a favor de um determinado modelo de beleza que é ditado socialmente. E nesse modelo dominante o padrão de beleza está associado à idade jovem, ao vigor e à forma física. É um modelo extraordinariamente exigente sobretudo para a mulher, mas também já para o homem. É um modelo que exclui, despreza e expulsa totalmente um corpo a envelhecer.

Passados quarenta anos de enormes transformações na sociedade, continua a ser verdade a afirmação de Susan Sontag:

“Um homem, inclusive um homem feio, mantém-se sexualmente elegível até ter uma idade avançada. É um parceiro aceitável para uma mulher jovem e atraente. As mulheres, tornam-se inelegíveis numa idade muito mais jovem. Assim, para a maior parte das mulheres, o envelhecimento constitui um humilhante processo de desqualificação sexual” (Susan Sontag, 1975)

Querem-se corpos magros e jovens, e não praticar exercício físico é quase um sinal de debilidade de personalidade. Proliferam as campanhas “anti-aging” (odeio o nome), em que os cremes lifting para senhoras a partir dos 50 anos são publicitados por mulheres de 30. Na minha opinião, a luta desenfreada não deve ser contra o processo natural e vital que é o envelhecimento, mas sim contra a deserotização do corpo a envelhecer. Aqui, declaro a minha defesa do erotismo no envelhecimento e da possibilidade livre da atracção entre pessoas que procuram o prazer independentemente da idade. Aqui me declaro contra as brigadas anti-aging que negam o envelhecimento e prometem juventudes eternas (que grande chatice…!).

Estou contra a tirania e escravatura do corpo tonificado e jovem. Uma ditadura que é transversal a todas as idades, que não afecta só as mulheres na segunda metade da vida. E a anorexia nas miúdas de 17 anos? E os rapazes de 16 a fazerem depilação definitiva? E a elevadíssima frequência de cirurgia estética mamária em miúdas no final da adolescência, em países como a Itália? Afirmo-me contra as imposições sociais sobre padrões de beleza e de atracção que desconsideram e anulam a diversidade. E ainda mais contra aquela coisa abominável que é a subjugação ao que os outros pensam, ao que os outros vão dizer. Isto sim, uma falta de liberdade que nos impede de crescer.

Sou a favor do exercício físico, sim, ao longo de toda a vida. Dedicar tempo e trabalho ao cuidado do corpo e a favor da saúde e do bem-estar, sempre. Também sou a favor da cirurgia estética e outros procedimentos que visam ajudar a pessoa a sentir-se mais atraente, sim, mas sem cairmos nas redes da tirania. Que seja sempre uma escolha livre, que vem de dentro, e não em resultado de malditas pressões externas para cumprir requisitos e exigências impostas socialmente que tantas vezes acarretam culpas e frustrações. Os problemas de auto-imagem são altamente perturbadores da vivência sexual, sobretudo nas mulheres. Não gostar do próprio corpo, ter uma imagem negativa dele, não se sentir atraente, é um dos factores que mais afecta o desejo sexual, a excitação, e a satisfação sexual. Digamos que a dificuldade com a auto-imagem é um veneno para o prazer sexual.

Não ouço falar sobre a aceitação do processo de envelhecimento. De como pode ser importante ficar cara a cara com as rugas, com a perda da elasticidade da pele, dos músculos, dos tendões, entre outras coisas que se perdem. O que aqui defendo é a aceitação do envelhecimento com respectivos danos e perdas, numa atitude positiva que encara este período da vida como mais um momento desenvolvimental como todos os anteriores, em que se pode explorar as mais-valias e desfrutar e tirar partido dessa sabedoria que vem da experiência da vida longa. E sim, encontrar estratégias para minimizar as perdas e praticar actividade física adequada, que traga gozo e prazer. E que seja uma escolha livre e no sentido da saúde e do bem-estar. Não por obrigação ou por sucumbir às malditas pressões sociais e ao inferno dos outros, do que eles dizem e do que eles pensam. E isto quanto mais cedo melhor! Não pensem que é tarefa dos velhos e comecem já.


*Professora e investigadora no ISPA. Realiza investigação na área da sexualidade, aliada à prática clínica que mantém desde 1997 como psicoterapeuta. É membro da International Academy of Sex Research, foi presidente da Sociedade Portuguesa de Sexologia Clínica e tem dezenas de artigos publicados em revistas científicas internacionais. O que mais gosta, é do trabalho clínico com os clientes, onde mais aprende e de onde retira as questões que quer investigar.

IN "VISÃO"
27/06/16
 .
.


914.UNIÃO


EUROPEIA



 ANOTHER NOT REMAIN, VOTED BY ICELAND



.
.
HOJE NO
"DIÁRIO ECONÓMICO"
Banif: 
Constâncio com memória “muito lacunar”
. diz que banco não suscitava 
“problemas significativos”

O antigo governador do Banco de Portugal (BdP) Vítor Constâncio diz ter hoje uma memória "muito lacunar" dos assuntos em torno do Banif que analisou, mas sublinha que o banco não suscitava, até 2010, "problemas significativos". 
 .
"Deixei de representar a instituição em Junho de 2010, não trouxe comigo qualquer documentação propriedade do BdP e não tenho naturalmente direito a solicitar qualquer informação neste momento.

Toda a memória institucional está na posse do BdP e a minha memória dos poucos assuntos relativos ao Banif que foram apreciados no Conselho de Administração, passados tantos anos, é naturalmente muito lacunar", advoga Constâncio, actual vice-presidente do Banco Central Europeu (BCE).

As palavras do responsável integram um conjunto de respostas enviadas aos deputados da comissão parlamentar de inquérito ao Banif, texto revelado hoje pelo jornal i e ao qual a agência Lusa teve também acesso.

Na missiva, de oito páginas, Constâncio sublinha que os "poucos números" que cita nas suas respostas foram retirados da página na internet do banco central, até porque enquanto foi governador nunca teve a seu cargo o pelouro da supervisão.

"O Banif não era dos bancos mais importantes do sistema e não suscitou durante o meu mandato problemas significativos que me tivessem sido apresentados a mim ou ao Conselho de Administração", vinca.

* Como sempre o sr. Vitor Constâncio sofre de amnésia "pendular" e continuamos sem saber que pelouro esteve a seu cargo enquanto governador, talvez os "problemas insignificantes".

.
.

86-BEBERICANDO


Coca Russa com Licor de Folha de Coca

.
.


IX- PÁTRIA JURÁSSICA

3- ANATOMIA DO

TIRANOSSAURO REX




* As nossas séries por episódios são editadas no mesmo dia da semana à mesma hora, assim torna-se fácil se quiser visionar episódios anteriores.

.
.

HOJE NO
"CORREIO DA MANHÃ"

GNR em missão na Grécia resgate
 54 migrantes no mar Egeu 

Os resgatados não apresentavam ferimentos. 

Os militares da Unidade de Controlo Costeiro (UCC) da GNR destacados na Grécia, no âmbito de uma missão da agência europeia Frontex, resgataram 54 migrantes que se encontravam numa embarcação sobrelotada no mar Egeu, indicou esta terça-feira a corporação. 
 .

Em comunicado, a Guarda Nacional Republicana adianta que o resgate dos 54 migrantes, dez dos quais mulheres e nove crianças, aconteceu na madrugada de segunda-feira, próximo da ilha grega de Chios. Segundo a GNR, os militares da GNR realizavam uma ação de patrulhamento marítimo, quando observaram uma embarcação sobrelotada de migrantes que fazia a travessia, no mar Egeu, entre a Turquia e a Grécia com o objetivo de alcançar território europeu. 

Aquela força de segurança indica que os migrantes resgatados não apresentavam ferimentos e foram entregues às autoridades locais em segurança. Desde 01 de abril que 32 militares da GNR estão nas ilhas gregas de Chios e Kos a participar numa missão da Frontex (Agência Europeia de Gestão da Cooperação Operacional nas Fronteiras Externas dos Estados-Membros da União Europeia), com o objetivo de prevenir, detetar e fazer cessar ilícitos relacionados com a imigração ilegal, tráfico de seres humanos e tráfico de droga. 

Desde o início da operação que a GNR resgatou 381 migrantes do mar Egeu e percorreu 3.459 milhas náuticas, refere ainda o comunicado da corporação.

* A GNR é uma força de confiança junto das populações.

.
.

James Brown

It's a Man's World



.
HOJE NO 
"OBSERVADOR"

Cruz Vermelha pede desculpa por
 “poster racista”

A Cruz Vermelha lançou um cartaz que alerta para os bons comportamentos junto às piscinas. Alguns dos maus exemplos foram representados por bonecos negros. Muitos acharam o desenho racista.

A Cruz Vermelha norte-americana está a ser acusada de racismo. Um cartaz da instituição que alerta para a importância dos bons comportamentos junto às piscinas representa a maior parte dos maus exemplos com bonecos negros, levando muitos internautas a ver com preconceito a ilustração em causa.
 .

As reações levaram a Cruz Vermelha a pedir desculpa: “Lamentamos qualquer desentendimento em relação à produção deste poster e acreditem que tomámos todos os passos para tratar da situação”, lê-se num comunicado.

Margaret Sawyer foi quem alertou para o cartaz adjetivado de “racista”.

Em entrevista ao KUSA-TV, Margaret diz que encontrou o poster em Salida, Colorado, e julgou que era um cartaz antigo. Mais tarde, a Cruz Vermelha retirou-o de circulação e garantiu estar a preparar “novos materiais apropriados para a campanha de segurança na água”. O objetivo, acrescenta a instituição, é reduzir os afogamentos em 50 comunidades de risco num período de 5 anos, sensibilizando até 50 mil pessoas para a questão.

* Não acreditamos que os autores do poster sejam xenófobos mas foram muito negligentes.

.
.
HELLA 2014!


O MELHOR DA FORMULA OFFROAD ISLANDESA
.
.
HOJE NO 
"DIÁRIO DE NOTÍCIAS"

Ikea recolhe cómodas depois 
de seis crianças morrerem

O gigante de mobiliário Ikea disse hoje que vai recolher o seu popular modelo de cómodas 'Malm', depois de seis crianças terem sido esmagadas quando o móvel caiu.

"Hoje, o Ikea dos Estados Unidos da América (EUA) e o Ikea do Canadá vão lançar uma recolha local de cómodas na América do Norte apenas", disse à agência francesa France Presse a porta-voz do grupo Ikea, Kajsa Johansson.

Os media dos EUA relataram que 29 milhões de cómodas estavam a ser recolhidas.
.
A recolha deve-se a uma norma da American Society for Testing and Materials (ASTM), entidade reguladora da América do Norte, segundo comunicado da marca, razão pela qual os móveis não serão recolhidos em mais nenhum país do mundo, incluindo Portugal. "Tendo em conta que todas as cómodas cumprem com os requisitos obrigatórios de estabilidade, esta decisão não será aplicada nos restantes mercados, incluindo Portugal", sublinha uma declaração enviada ao DN.

"As cómodas IKEA cumprem os requisitos de segurança em vigor em todos os mercados onde são vendidas e não constituem perigo quando fixadas à parede, conforme explicado nas instruções de montagem. Os acessórios de ferragem encontram-se incluídos na embalagem do produto e disponibilizados gratuitamente em todas as lojas", refere o mesmo comunicado.

Kajsa Johansson, a porta-voz do Ikea, sublinhou ainda à AFP que as cómodas "reuniam todos os requisitos obrigatórios de estabilidade em todos os mercados onde foram vendidos".

O grupo sueco informou que foram comunicadas seis mortes nos últimos 13 anos envolvendo cómodas do Ikea, todas nos EUA, incluindo desde 2014. Nenhuma das cómodas tinha sido fixada à parede.

Em 2015, o Ikea lançou uma campanha nos EUA e no Canadá para encorajar os donos das cómodas 'Malm' a fixarem-nas à parede.

* Quantos acidentes graves ou mortais aconteceram com equipamentos deste fabricante?

.
.


 ENSINE AS CRIANÇAS




.
.

HOJE NO 
"RECORD"

José Manuel Constantino: 
«Resultados são bons indicadores»

O presidente do Comité Olímpico de Portugal, José Manuel Constantino, disse esta terça-feira que alguns dos resultados alcançados no fim de semana por atletas lusos "são bons indicadores" para os Jogos Olímpicos Rio'2016.

"Há um conjunto de resultados que nos dão expetativas positivas para aquilo que possa ocorrer no Rio. Ainda este fim de semana houve um conjunto de resultados que são bons indicadores. Oxalá depois no Rio se possam concretizar as indicações que nos têm revelado estes resultados", disse.
 .

No fim de semana, Fernando Pimenta sagrou-se campeão europeu de K1 1.000 e 5.000 metros (a segunda distância não é olímpica), Telma Monteiro e Célio Dias conquistaram o bronze no Grand Prix de Budapeste de judo, a cavaleira Luciana Diniz venceu o concurso de saltos de Roterdão e Tiago Ferreira sagrou-se campeão do mundo de maratonas de BTT.

À margem da assinatura de um protocolo entre o COP e a TAP, José Manuel Constantino fez "um balanço positivo quer no número de atletas, quer no número de modalidades" apuradas para os Jogos, recordando que o número de 87 atletas apurados é superior ao de presentes em Londres'2012 (76).

"Eu tenho dito que há cinco, seis modalidades em que os resultados admitem que esses atletas podem lutar por posições de pódio. Se o vão conseguir ou não... eu desejaria que o conseguissem. Se o vão conseguir em todas não sei (...). A canoagem, o futebol, o judo, o atletismo, o ténis de mesa, o taekwondo, não sei se me estou a esquecer de alguma, mas nestes há de facto resultados, há campeões da Europa, há campeões do mundo, portanto isso cria uma expetativa quando à possibilidade de eventualmente poderem vir a lutar por posições de pódio", afirmou.

Sobre as notícias que davam conta de vários clubes estarem a rejeitar ceder jogadores à seleção de futebol, Constantino considerou que "a Federação Portuguesa de Futebol e o selecionador nacional estão naturalmente focados em levar aos Jogos do Rio de Janeiro os melhores atletas".

"Naturalmente estão a dialogar com os clubes no sentido de se encontrarem boas soluções para este tipo de problema, que de facto os clubes têm, porque são muitos atletas, não são apenas atletas que competem na seleção portuguesa, mas também jogadores de outras seleções, pelo que é natural que os clubes tenham alguma reserva, alguma apreensão", referiu.

Também presente na cerimónia, o ginasta Diogo Abreu, que conseguiu recentemente duas finais em Taças do Mundo de trampolins, apontou aos oito primeiros nos Jogos.

"[Medalhas] É sempre possível, estamos a treinar para isso. Estamos a competir contra potências mundiais que têm outro tipo de investimento na ginástica. É sempre possível, mas primeiro vou apontar para a final que são os oito primeiros", disse.

Sergiu Oleinic assumiu que a equipa de judo "está forte e bem preparada para enfrentar o desafio", como provam as medalhas de Telma Monteiro e Célio Dias no regresso após lesões.

"Eu falo por mim, são os meus primeiros Jogos e é um sonho de há 30 anos, desde que nasci praticamente. Não estou a sentir pressão nenhuma. Às vezes as pessoas dizem-me 'já concretizaste o teu sonho', mas não, o meu sonho não é estar apenas apurado, é estar bem, lutar bem para subir ao pódio mais alto", referiu.

A pouco mais de um mês de se estrear nos Jogos, Tsanko Arnaudov, recordista nacional do lançamento do peso, assume alguma ansiedade, porque os Jogos são "a Champions League do futebol, são o topo do atletismo".

"Tenho expetativa elevada, são os meus primeiros Jogos e espero conseguir demonstrar aquilo que tenho feito durante todo este tempo, para fazer uma boa prestação", referiu, preferindo não estabelecer um lugar a atingir, porque o lançamento do peso "é muito imprevisível".

* Todos estes atletas merecem-nos o maior respeito, uns mais candidatos a bons resultados do que outros, mas todos são esforçados, boa sorte.

.
.


 TÉCNICO DE VENDAS



ENVIADO POR: J.COUTO


.
.
 
HOJE NO 
"JORNAL DE NOTÍCIAS"

Foi 11 vezes à urgência e não detetaram
. tumor fatal de 1,6 quilogramas

Durante três anos, uma jovem de Recarei, em Paredes, deu entrada 11 vezes no serviço de Urgência do Hospital Padre Américo, em Penafiel.

Em todas as ocasiões, os médicos apresentaram o mesmo diagnóstico: estado de ansiedade. Sara, 19 anos, acabou por morrer, dois dias depois da última passagem pelo hospital. A autópsia revelou um tumor com 1,670 quilogramas alojado na cabeça. Os pais exigem justiça e avançaram para tribunal.
 .
NEGLIGÊNCIA E CRIME
Apesar de a rapariga vomitar, ter perdas de consciência e não controlar a urina, nunca a submeteram a uma tomografia axial computorizada (TAC) ou ressonância magnética. Os pais de Sara Moreira alegam que houve negligência médica, numa ação administrativa para efetivação de responsabilidade civil extracontratual contra o Centro Hospitalar do Tâmega e Sousa (CHTS), ao qual pertence o Hospital Padre Américo.
"Não perdoamos os médicos. Perdemos uma filha que, se fosse tratada, ainda poderia estar connosco", referem Mário Moreira e Maria de Fátima Silva.

Ao JN, ambos recordam que os problemas da filha começaram em 2010, com fortes dores de cabeça. E foi logo em fevereiro que, pela primeira vez, a rapariga, então com 16 anos, se dirigiu ao serviço de Urgência do Hospital Padre Américo. Nos anos que se seguiram as dores de cabeça tornaram-se mais fortes e a elas juntaram-se as perdas de consciência, os vómitos e a incontinência do esfíncter urinário.

"Numa das vezes, a minha filha chegou a desmaiar quando estava a ser observada pelo médico", garante Maria de Fátima Silva. Mesmo assim, o diagnóstico e a medicação mantiveram-se. "Cheguei a pedir aos médicos para lhe fazerem exames. Mas diziam-me que só andava nervosa por causa dos estudos", lembra a mãe. "Ela vinha para casa e chorava muito. E nós ficávamos sem saber o que fazer", diz o pai.
Só entre 11 e 14 de junho de 2012, Sara foi assistida na urgência três vezes e em janeiro do ano seguinte não passou uma semana entre as duas ocasiões em que passou pelo hospital. A última das quais foi a 8 de janeiro, dois dias antes de morrer em casa. "O que me revolta é ela não ter feito qualquer exame que pudesse ajudar a descobrir a doença", desabafa Mário Oliveira.

Contactados pelo JN, os responsáveis do CHTS salientam que "os factos ocorreram num período anterior à tomada de posse do atual Conselho de Administração". O presidente Carlos Alberto Vaz acrescenta, em seguida, que "considerando que decorre um processo no Tribunal de Penafiel, encontrando-se o mesmo em segredo de justiça", o hospital não pode pronunciar-se "sobre as questões  colocadas".

* Nós que defendemos com veemência o SNS  estamos envergonhados, é quase inverosímil que uma "batata" de 1,6Kg não crie desconfiança clínica. Queremos os nomes dos irresponsáveis!!!

.