quinta-feira, 16 de junho de 2016

UMA GRAÇA PARA O FIM DO DIA

.






.
.

95-ACIDEZ
 

FEMININA


AJUDEM-ME A ENCONTRAR

A PESSOA DESTE VÍDEO

video


A IMPRESCÍNDIVEL TATY FERREIRA
  
* Uma produção "ACIDEZ FEMININA" - BRASIL


.
.

MARIA LA PORTUGUESA


video

.
.

HOJE NO 
"JORNAL DE NOTÍCIAS"

Polícia Marítima resgata 
24 migrantes em Lesbos

Vinte e quatro migrantes de um veleiro encalhado e abandonado por facilitadores foram resgatados pela equipa da Polícia Marítima portuguesa colocada na ilha grega de Lesbos.

Segundo refere a Autoridade Marítima Nacional, num comunicado, em causa estava um veleiro, com cerca de 25 metros e com 58 emigrantes a bordo, que estava encalhado numa zona de rochas e sem acesso a terra. Os facilitadores haviam abandonado o veleiro e o grupo de refugiados e emigrantes logo que o veleiro encalhou.

Um primeiro grupo de 34 pessoas foi resgatado pela Guarda Costeira Grega (GCG) e o segundo grupo de 24 pessoas foi resgatado pela equipa da Polícia Marítima (PM) portuguesa para o interior da embarcação ARADE.
 .
No total, foram resgatadas quatro crianças, um bebé de 10 meses, cinco mulheres e 14 homens. As pessoas resgatadas eram naturais da Síria, Afeganistão e Paquistão.
À chegada ao porto de Sigri, onde todos desembarcaram em segurança, já se encontravam elementos da GCG e da agência FRONTEX que ajudaram no desembarque dos viajantes e garantiram o seu controlo e registo.
Desde 1 de outubro de 2015, a PM já resgatou 3037 migrantes e refugiados, incluindo 815 bebés e crianças e 649 mulheres, e deteve cinco facilitadores.
A equipa da PM é composta por 11 agentes, um técnico para o apoio e a manutenção das embarcações e um técnico para a manutenção da componente elétrica e eletrónica da embarcação.
A PM vai manter o seu apoio à GCG no controlo e vigilância das fronteiras marítimas gregas e no combate ao crime transfronteiriço, até 30 de setembro de 2016.

* Isto é trabalho heróico e sério.

.
.
XLIII- O UNIVERSO


2- O TECIDO DO COSMO

A ILUSÃO DO TEMPO

video


As nossas séries por episódios são editadas no mesmo dia da semana à mesma hora, assim torna-se fácil se quiser visionar episódios anteriores.


.
.
HOJE NO
"JORNAL DE NEGÓCIOS"


173 autos por infracções fiscais e aduaneiras em mega operação da Autoridade Tributária

A Autoridade Tributária e Aduaneira realizou esta quinta-feira uma mega operação a nível nacional, nas vias rodoviárias, aérea e marítima, visando prevenir e reprimir a fraude. O Governo sublinha que irá prosseguir e intensificar este tipo de acções, dado o seu "efeito dissuasor e preventivo".

EXPERT EM MERCADO PARALELO
A Autoridade Tributária e Aduaneira, no cumprimento do objectivo de prevenção e repressão da fraude, realizou esta quinta-feira uma mega operação a nível nacional, denominada Operação X-Ray, nas vertentes tributária e aduaneira, com a colaboração da GNR, incidindo sobre o controlo de bens em circulação nas principais vias rodoviárias e intensificação dos controlos nas vias aérea e marítima, informa o Ministério das Finanças em comunicado.

Como resultados desta acção destaca-se o controlo de 3.786 veículos, dos quais 23 através do "scanner" móvel localizado na fronteira Elvas-Caya; o levantamento de 173 autos de notícia por infracções fiscais e aduaneiras e 300 por parte da GNR; e ainda a apreensão de 23 veículos automóveis, que circulavam de forma irregular.


"Foram estabelecidos como alvos preferenciais da operação os veículos de mercadorias em geral e os veículos automóveis ligeiros, visando nomeadamente o controlo dos documentos de transporte e facturação, de mercadorias sujeitas a Impostos Especiais sobre o Consumo (IEC), Imposto sobre os Produtos Petrolíferos e Produtos Energéticos (ISP) e IVA, e utilização indevida de gasóleo colorido e marcado", explica o comunicado.

Na acção participaram 18 direcções de Finanças, 9 alfândegas e 6 delegações aduaneiras, coordenadas pela Direcção de Serviços da Investigação da Fraude e Acções Especiais (DSIFAE) e a Direcção de Serviços AntiFraude Aduaneira (DSAFA), num total de 270 inspectores da AT e 312 efectivos da GNR.

"Ciente do seu efeito dissuasor e preventivo, irá o Governo, através da Autoridade Tributária e Aduaneira, prosseguir e intensificar este tipo de acções, no âmbito do combate à economia paralela e às práticas de fraude e evasão fiscais", conclui o mesmo comunicado.

* Estamos a favor do combate à economia paralela mas esta operação é dissuasora de "0"! Andaram a apanhar migalhas porque os grandes gestores de tráfico, seja ele qual for, não viajam por estrada, andam de avião ou helicóptero, que o diga o ex-DDT, ou então mandam o "chofer" para disfarçar, ou usam até o periscópio, mesmo em terra.
Quanto custou a operação e qual foi o montante arrecadado?

.
.

 8-O IMPÉRIO INVISÍVEL

A NOVA ORDEM MUNDIAL
FACTOS OCULTOS
video


JÁ OUVIU FALAR DE "BILDEBERG"?


* As nossas séries por episódios são editadas no mesmo dia da semana à mesma hora, assim torna-se fácil se quiser visionar episódios anteriores.

.
.
HOJE NO 
"DESTAK"
Indústrias alimentares representam 2% das empresas - Banco de Portugal

Em 2014, as indústrias alimentares representavam 2% do total das empresas existentes em Portugal, empregavam cerca de 4% dos trabalhadores ao serviço das 5,9 mil empresas do país e detinham 3% do volume de negócios total, foi hoje divulgado. 
 .
Estas conclusões resultaram da Análise Setorial das Indústrias Alimentares feita pelo Banco de Portugal, com base em informação sobre a situação económica e financeira das empresas deste setor entre 2010 e 2015.

Segundo a nota de informação estatística emitida hoje pelo Banco de Portugal, o peso relativo das indústrias alimentares manteve-se relativamente inalterado no período de 2010-2014. 

* 2% é pouco, precisamos de mais peso industrial.

.

CAPICUA

.





A cena toda

Aprendi que o nosso calão, o nosso sotaque, a nossa linguagem quotidiana, as nossas referências locais e as nossas vivências individuais podiam ser matéria-prima para a criação artística.

Nasci no Porto em 1982 e o meu primeiro contacto com a música foi através dos discos que os meus pais ouviam. José Afonso, Fausto, Zé Mário Branco, Sérgio Godinho fizeram com que, na minha conceção de música, a palavra fosse sempre indissociável. Não só do ponto de vista estético (no seu protagonismo e inventividade), mas sobretudo enquanto veículo de mensagem, enquanto discurso e (porque não?) enquanto posicionamento. Talvez por isso, tenha encontrado no Hip Hop (anos mais tarde) um sentido de identificação, uma familiaridade.

Era adolescente no Porto em 1997 e o meu primeiro contacto com a cultura Hip Hop foi através do Graffiti. Comecei a prestar atenção aos rabiscos nas paredes e procurei saber mais sobre aquele misterioso código estético. Fui investigando, experimentando no caderno e na parede e conhecendo cada vez mais gente com o mesmo interesse. 

Foi assim que cheguei a um pequeno bar na Rua de Cedofeita, em que todas as quintas-feiras havia noite de Hip Hop. Todos os writers, mc’s, b-boys e dj’s da cidade cabiam ali. Era um lugar de partilha de informação, num tempo em que era preciso trocar cassetes, revistas, desenhos e dicas presencialmente e em que a comunidade Hip Hop do Porto começava a consolidar-se numa cena.

Foi lá que encontrei as primeiras bandas de Rap do Porto (Mind da Gap, Dealema e Matozoo), com quem aprendi que o nosso calão, o nosso sotaque, a nossa linguagem quotidiana, as nossas referências locais e as nossas vivências individuais podiam ser matéria-prima para a criação artística.

Foi uma pequena e poderosa revolução e, nessa legitimação identitária, abriu-se diante de mim a possibilidade de escrever as minhas próprias letras. Tinha encontrado a minha tribo.

Depois dessa epifania fundadora, formei a minha identidade de adolescente dentro da tribo, criei uma banda de Rap com amigos, gravei ep’s e mixtapes, ensaiei muito, organizei concertos para dar concertos e cumpri todo o percurso do underground à profissionalização.

O Hip Hop ensinou-me muita coisa e foi a ele que dediquei quase todo o meu tempo livre. Foi com ele que escolhi rotular-me nos anos da minha adolescência, sobrepondo-me às classificações que externamente se impunham. Foi com ele que criei uma relação estreita com a minha cidade e com a língua portuguesa. Foi com ele que aprendi a ética da autossuperação e que estimulei o espírito de iniciativa, numa espécie de DIY militante que me anima até hoje. E foi ele que deu sentido à minha escrita, que me impeliu a desenvolver a minha vocação e que (ultimamente) me tem permitido ganhar a vida. 

Por tudo isso, é com convicção que reitero este vinculo e que renovo os votos permanentemente, em cada disco, em cada concerto, em cada conferência, workshop ou festa da Hip Hop. Por tudo isto, mantenho a minha gratidão para com aqueles que, num primeiro momento, serviram de gatilho para a descoberta. E por isso mesmo, foi com muito orgulho que, na semana passada, partilhei o palco do teatro Rivoli com os Dealema, no âmbito do ciclo de concertos Porto Best Of (que celebra a música feita na cidade do Porto).

Digo e repito sempre que posso, perguntada ou não, que tenho nos Dealema um exemplo e uma inspiração. Não apenas por terem sido fundadores da cena portuense, mas por terem ajudado a consolidá-la ano após ano, “incentivando os putos como mandam as leis”. Na perspetiva de que o mc é também um mentor, servindo de fio de prumo para o crescer do movimento, alimentando o espírito de coletivo, mantendo uma ética de trabalho, eles têm estado sempre lá e a tribo mostra reverência. 

No palco do Rivoli tocaram na íntegra o seu primeiro álbum e lembrei- -me de mim, de discman na mão e phones nos ouvidos, ouvindo-o pela primeira vez, impressionada. Dei por mim, de novo com 20 anos, sendo fã como só um adolescente consegue, entoando os refrãos em coletivo, de braços no ar e sentindo cada rima como se nos definisse.

IN "VISÃO"
O6/06/16

.
.


902.UNIÃO


EUROPEIA



. 
HOJE NO 
"i" 

Secretas. 
MP defende absolvição 
de ex-espião e mulher

Nas alegações finais do chamado processo das secretas, a procuradora considerou que Nuno Dias e Gisela Teixeira estavam a cumprir ordens e que não há provas de que sabiam estar a cometer um crime.

O Ministério Público considera que o ex-espião Nuno Dias e mulher, Gisela Teixeira, funcionária da Optimus, não devem ser condenados pelo acesso ilegítimo aos dados de faturação telefónica do jornalista Nuno Simas.
 .
Esta manhã, no Campus de Justiça, a procuradora da República Teresa Almeida recuperou a ideia de que do julgamento saiu, para o MP, a "perceção de uma escala hierárquica nos serviços" que terão levado o ex-espião Nuno Dias a acatar a "ordem" de Silva Carvalho para obter dados das comunicações telefónicas do ex-jornalista do "Público" e que a mesma não era "questionável".

Também a "relação pessoal" entre os dois arguidos, casados, terá contribuído para que o MP defendesse a sua absolvição quanto a este crime, não ficando provado que Gisela Teixeira tivesse consciência de estar a cometer um crime.

Entre a ordem de Silva Carvalho a Nuno Dias e do pedido de informação deste a Gisela Teixeira terá resultado, para a operadora da Optimus, uma "confusão" entre a "ilicitude institucional" - porque não podia enviar os dados para pessoas fora da empresa - e a legalidade do pedido do marido, pelas funções que o mesmo desempenhava.

Nuno Dias está acusado dos crimes de acesso ilegítimo agravado, acesso indevido a dados pessoais e abuso de poder. Gisela Teixeira responde por violação do segredo profissional.

* Temos as maiores dúvidas da "inocência" dos arguidos, mais assusta-nos a cultura de impunidade.

.
.
BREXIT
Os argumentos económicos
a favor e contra

video


FONTE:EURONEWS

.
.
IX-AMBIENTE FEROZ

1- NEVÃO

video


* As nossas séries por episódios são editadas no mesmo dia da semana à mesma hora, assim torna-se fácil se quiser visionar episódios anteriores.

.
.
HOJE NO 
"A BOLA"

Euro - 2016
323 detidos desde o início do Euro

323 pessoas foram detidas, em França, desde o início do Euro-2016, das quais 196 permanecem em prisão à espera de serem levadas à presença de um juiz, anunciou o Ministério do Interior francês.
.
Na sequência dessas detenções, 24 pessoas foram expulsas do território francês.

As detenções efetuadas devem-se principalmente a episódios de «violência, roubo ou degradação de bens», segundo é avançado por fonte oficial em comunicado.

* Estamos perante adeptos civilizados.

.
.

Os Azeitonas

Nos Desenhos Animados

(Nunca Acaba Mal

video

.
.

HOJE NO
"AÇOREANO ORIENTAL" 

Número médio de filhos por mulher 
subiu em 2015 para 1,3 filhos

O número médio de filhos por mulher subiu em 2015 para o valor de 1,3 filhos, quando em 2014 era de 1,23, segundo as estimativas de população residente em Portugal hoje divulgadas pelo Instituto Nacional de Estatística (INE).
  .
“No período de 2005 a 2015, o índice sintético de fecundidade apresenta uma tendência de declínio, ainda que com ligeiras oscilações, atingindo em 2015 o valor de 1,30 filhos por mulher, o que traduz uma recuperação face aos valores de 1,21 e 1,23 filhos por mulher de 2013 e 2014”, refere a informação do INE.

Em 2005 o número médio de filhos por mulher era de 1,42 filhos, tendo atingido em 2013 o valor mais baixo destes 10 anos (2005-2015).

No ano passado houve um aumento de 3,6% de nascimentos de nados-vivos, num total de 85.500, quando em 2014 se tinha situado nos 82.367.

Em média, por dia, nasceram no ano passado 234 crianças em território português. Contudo, o aumento de óbitos contribuiu para que o saldo natural da população se mantivesse com valor negativo.

* Um sucesso, o pedaço de filho (0,3), traz mais uma unha!

.
.
Nem Billy The Kid

video

.
.
HOJE NO  
"DIÁRIO ECONÓMICO" 

NATO vai investir 20 milhões
 em escola em Oeiras

O Conselho de Ministros aprovou hoje o concurso público para a construção da Escola da NATO de Comunicações e Sistemas de Informação, em Oeiras, um investimento superior a 20 milhões de euros, financiado a 100% pela Aliança Atlântica.
.
Segundo o comunicado do Conselho de Ministros, a Escola da NATO de Comunicações e Sistemas de Informação vai ser instalada no Reduto Gomes Freire, em Oeiras, obra financiada na totalidade pela Aliança Atlântica e que tem estimado um investimento superior a 20 milhões de euros.

O Governo considera que esta infraestrutura “terá um impacto relevante na economia nacional e regional”, uma vez que a escola vai receber formandos de todos os países que integram a NATO.

O Ministério da Defesa Nacional refere, em comunicado, que esta escola da NATO permitirá “potenciar um conjunto de capacidades de grande importância para a Defesa Nacional, contribuindo significativamente para a afirmação de Portugal como um centro de desenvolvimento e conhecimento nos domínios da Ciberdefesa”.

A tutela desenvolveu os projetos de arquitetura e engenharia para a construção da nova escola, dos quais faz parte a construção de um edifício e a adaptação da messe existente no Reduto Gomes Freire.

“Devido a questões operacionais do local de implantação da escola é necessário lançar procedimentos pré-contratuais distintos para execução das empreitadas de construção, tendo já sido lançado o procedimento pré-contratual referente à adaptação da messe. Pretende-se agora lançar o relativo à adjudicação da execução da empreitada com as obras de construção”, explica.

De acordo com o Ministério da Defesa Nacional, as alterações aprovadas no seio da Organização do Tratado Atlântico Norte quanto à nova orgânica dos seus Comandos determinaram a desactivação do Allied Joint Force Command Lisbon (JFC), instalado no Reduto Gomes Freire, situado na Estrada da Medrosa, em Oeiras, tendo sido acordada a transferência para Portugal da Escola da NATO de Comunicações e Sistemas de Informação (NCISS), localizada em Latina – Itália, que seria instalada no Reduto Gomes Freire.

A 28 de Abril em Lisboa, o ministro da Defesa, Azeredo Lopes, afirmou que esta escola vai assumir um "papel crucial" na construção da capacidade de `ciberdefesa´ da Aliança Atlântica.

"Não escondo que tratando-se de investimentos importantes cada passo tem que ser dado com a devida razoabilidade e prudência mas é claramente uma opção política que resulta da prática e da percepção internacional sobre o carácter cada vez mais ameaçador da dimensão `ciber´", afirmou então, em declarações à agência Lusa.

* Do mal o menos, já que estamos na NATO é melhor "caír" algum!

.
.


METANFETAMINAS


RESULTADOS CRUÉIS


.


HOJE NO   
"CORREIO DA MANHÃ"

Pornhub cria vídeos para cegos

Pornografia com descrição detalhada da cena.

A pensar nos mais de 285 milhões de cegos em todo o Mundo que têm acesso condicionado à pornografia, o site de conteúdos pornográficos Porhub criou uma nova categoria chamada "vídeo descrito", que acrescenta narração das cenas escaldantes a vídeos para adultos já existentes.

A pensar nos mais de 285 milhões de cegos em todo o Mundo que têm acesso condicionado à pornografia, o site de conteúdos pornográficos Porhub criou uma nova categoria chamada "vídeo descrito", que acrescenta narração das cenas escaldantes a vídeos para adultos já existentes. 
.
video

Os vídeos são descritos ao pormenor, por locutores profissionais, bem como pela ‘Aria’, a personalidade virtual criada pelo site para gerir a interação com os fãs nas redes sociais. "O vídeo começa com uma mulher latina, de baixa estatura e cabelos loiros, deitada numa mesa de massagens. Está nua, apenas com uma pequena toalha a cobrir-lhe o rabo", pode ouvir-se num dos vídeos incluídos na categoria. "A nossa campanha do vídeo descrito procura promover o diálogo entre a comunidade do Pornhub, não só na forma como podemos chegar aos cegos, mas também como tornar o site acessível para todos. Com 60 milhões de visitas diárias, é imperativo que comecemos a incluir conteúdos para todos, sem exceção, na nossa plataforma", explica Corey Price, vice-presidente do Pornhub ao site Huffington Post.

"Foi um desafio, mas conseguimos", congratula-se o empresário, ao mesmo tempo que adianta que já estão disponíveis 50 vídeos com descrição áudio nas categorias "heterossexual", "para mulheres", "gay" e "bissexual", e que muitos mais chegarão em breve. Corey Price acredita que os vídeos possam agradar não só aos cegos, como também ao público em geral, uma vez que tornam a experiência "diferente do habitual". No entretanto, o Pornhub já prepara a hipótese de ter os vídeos pornográficos legendados, para que os surdos se sintam também incluídos na plataforma de conteúdos para adultos. 

* Vídeos pornográficos, importante suporte cultural agora também ao serviço dos cegos e das cegas.

.
.
.
 5-ECO

Desperdício de água

no consumo doméstico


video



* As nossas séries por episódios são editadas no mesmo dia da semana à mesma hora, assim torna-se fácil se quiser visionar episódios anteriores.

.
.
HOJE NO
  "OBSERVADOR"

Embaixador poderá ter abusado
 de dezenas de crianças

Clement Freud foi acusado de abuso sexual por várias pessoas depois da exibição de um documentário. As acusações levantaram suspeitas relativamente à ligação aos pais de Maddie McCann. 
.
Um antigo embaixador britânico, Craig Murray, afirmou ter sido contactado por várias mulheres que acusaram Clement Freud de ter abusado sexualmente delas enquanto eram menores. Freud foi acusado, esta terça-feira, de ter abusado sexualmente de duas jovens raparigas entre as décadas de 1940 e 1970. As alegações foram feitas por duas mulheres no documentário Exposed da ITV, que foi exibido na sua totalidade esta quarta-feira. Um dia depois foram feitas várias novas acusações ao ex-membro do Parlamento inglês.

Vicky Hayes, 64 anos, afirmou ter sido uma das vítimas de Freud na década de 1960, depois deste se ter tornado um amigo de família. O ex-político terá oferecido bebidas alcoólicas à rapariga de 17 anos e depois violou-a, durante uma viagem a dois. Segundo a mulher, quando a deixou na estação de comboios na manhã seguinte, Freud terá apenas dito “se estiveres grávida, liga-me”.

Hayes terá denunciado a violação à polícia depois da morte de Freud, em 2009, mas não terá sido levada a sério, segundo o Telegraph. Um porta-voz da polícia de Suffolk disse que havia uma denúncia de violação que ocorreu há mais de quarenta anos, mas que “como o suspeito já tinha morrido, não se prosseguiu com a investigação”.

Esta quinta, Murray afirmou que recebeu queixas de sete pessoas que não tinham sido vítimas de Freud, mas que conheciam pessoas que tinham. O antigo embaixador contou ao The Independent que, quando Freud morreu, escreveu um obituário e que uma leitora publicou um comentário na publicação onde se podia ler: “Escrevendo como uma das suas mais de mil ‘vítimas’ sexuais, ainda viva, aterrorizada enquanto escrevo com medo de que ele não esteja realmente morto – o homem era mau e implacável e utilizava todos os que entravam em contacto com ele para proveito do seu ego sem fundo. 
As nossas crianças – rapazes e raparigas, estão mais seguras depois da sua morte. E esta é apenas a ponta de um icebergue de negócios sujos na política e nos media que atinge o coração da Grã-Bretanha desfeita que ele deixa para trás. A sua família vai agora, infelizmente, suportar a raiva e vingança daqueles destruídos e a muito merecida justiça pelas suas ações hediondas – ainda não reveladas.”

A leitora que fez esta publicação é uma das duas mulheres que aparece no documentário, mas que preferiu manter-se anónima, ao contrário de Sylvia Woosley que decidiu dar a cara à denúncia.
Esta terça-feira, Craig Murray publicou uma nova entrada no mesmo blog onde escreveu o obituário de Freud. Nesta entrada, o ex-embaixador explica como um dia Freud terá pedido ao presidente da associação de estudantes da Universidade de Dundee que lhe apresentasse uma estudante 35 anos mais nova.

O ex-político, que morreu em 2009, tinha uma casa na Praia da Luz e tornou-se amigo do casal McCan poucas semanas depois do desaparecimento de Madeleine McCann. A polícia inglesa está a investigar a hipótese de Freud estar implicado no desaparecimento da rapariga inglesa, como informa o Telegraph.

Segundo o jornal inglês, a polícia já tinha sido informada da possível ligação de Clement Freud ao caso do desaparecimento de Madeleine, mas terá optado por não investigar.

* Simplesmente tenebroso. Em Portugal também temos um embaixador reformado que ainda cumpre pena de prisão por pedófilia.

.
.
DO MESMO SACO


.

HOJE NO  
"DIÁRIO DE NOTÍCIAS" 

Morreu deputada britânica baleada na rua Campanhas do referendo suspensa

Morreu a deputada do Partido Trabalhista britânico baleada e esfaqueada esta quinta-feira à tarde em Birstall, perto de Leeds, no Reino Unido. Jo Cox, de 41 anos, foi transportada para o hospital de Leeds de helicóptero, mas segundo o chefe da polícia de West Yorkshire tinha sido declarada morta pelos médicos no local do ataque.

Dee Collins anunciou a morte da deputada em conferência de imprensa, esta tarde. Jo Cox, que nas últimas semanas esteve profundamente envolvida na campanha contra o brexit, foi atacada à saída biblioteca onde se encontrava com os seus eleitores. Deixa dois filhos pequenos e o marido, Brendan Cox, conselheiro dos Trabalhistas, que já depois do ataque e antes de ser anunciada a morte da mulher partilhou uma imagem da deputada junto à sua casa, um barco.
 .
As reações não se fizeram esperar: o líder do Labour, o partido da deputada, diz que todo o país está "em choque com o assassinato horrível de Jo Cox". Jeremy Corbin elogia "uma vida de serviço público e um compromisso profundo com a humanidade". E sublinha que a deputada morreu a desempenhar um trabalho que está "no coração da democracia, ouvir e representar as pessoas que foi eleita para servir".
O primeiro-ministro David Cameron também já expressou o seu pesar pela "tragédia", numa publicação no Twitter.

O ataque já teve consequências também nas campanhas pelo brexit e pela permanência na União Europeia: segundo a agência AFP, a campanha pela permanência do Reino Unido fou suspensa, tal como a campanha pela saída. O primeiro-ministro David Cameron já cancelou a presença num comício em Gibraltar, prevista para esta noite.

A deputada foi atacada perto da biblioteca municipal de Birstall, onde se encontrava com os eleitores. Segundo o comunicado da polícia de West Yorkshire, as autoridades foram chamadas por volta das 12:50. No local também estava também outro homem com ferimentos ligeiros, de 77 anos.

Um homem de 52 anos foi preso no local e a polícia não está à procura de mais suspeitos; foram também apreendidas várias armas. "Lançámos uma investigação para estabelecer os motivos deste ataque", disse Dee Collins na conferência de imprensa. As autoridades estão a investigar alguns relatos de testemunhas que dão conta que o homem gritou "Britain First" no ataque, uma possível referência ao partido nacionalista e de extrema-direita com esse nome.

Segundo uma testemunha Hithem Ben Abdallah, que estava no café ao lado da biblioteca quando tudo aconteceu, o ataque durou entre 15 e 20 minutos. Abdallah contou à BBC que ouviu gritos e, quando correu para a rua, viu um homem a dar pontapés e a puxar o cabelo da deputada.

De acordo com esta testemunha, o outro ferido é "um homem corajoso" que tentou ajudar a deputada e controlar o agressor mas este "sacou uma arma" e disparou sobre Jo Cox. Ben Abdalhah, de 56 anos, afirmou ainda que a arma parecia "artesanal".

Clarke Rothwell, o dono de um café perto da biblioteca que testemunhou o ataque, também contou à BBC que o agressor parecia ter 50 anos e tinha um chapéu de basebol e um casaco. "Ele disparou uma e outra vez, ele caiu ao chão, inclinou-se sobre ela e disparou mais uma vez", afirmou Clarke.

Antes de ser eleita, em 2015, Jo Cox trabalhava para a Oxfam. A deputada tem sido uma defensora do apoio ao refugiados sírios. Nas últimas semanas tinha estado empenhada na campanha pela permanência na União Europeia e ontem esteve mesmo numa ação no Tamisa, em que partidários das duas campanhas se envolveram numa acesa troca de palavras. Uma imagem partilhada pelo marido, Brendan Cox, conselheiro dos Trabalhistas, mostra o casal e os dois filhos num barco no Tamisa.

* Isto também é terrorismo!


.