quarta-feira, 25 de maio de 2016

UMA GRAÇA PARA O FIM DO DIA

.

.




III.O QUE NÓS

"REPUDIAMOS"!


2-A PROSTITUIÇÃO NO

MUNDO MUÇULMANO


HISTÓRIAS DE SOFRIMENTO



* As nossas séries por episódios são editadas no mesmo dia da semana à mesma hora, assim torna-se fácil se quiser visionar episódios anteriores.


.
.



RESULTADOS

DO RESGATE
A PORTUGAL




CLIQUE EM "Programa OLHOS NOS OLHOS"

Se no dia do programa, 24 de Maio, não teve oportunidade de ficar mais esclarecido sobre o tema, dispense-se tempo para se esclarecer agora, este programa é extenso mas terrivelmente claro e polémico.
Fique atento às declarações do Dr. Medina Carreira.

.
.
HOJE NO 
"AÇORIANO ORIENTAL"

Rússia liberta Nadiya Savchenko

A piloto ucraniana Nadiya Savchenko, condenada na Rússia pela morte de dois jornalistas russos, foi libertada e deve chegar em breve a Kiev, informaram fontes da presidência da Ucrânia citadas por agências internacionais.
  .
A libertação foi possível graças a uma troca de presos. Os soldados russos Aleksandr Aleksandrov e Yevgueni Yerofeyev, condenados a 14 anos de prisão na Ucrânia por combaterem ao lado dos separatistas no leste do país, partiram hoje de manhã para a Rússia, segundo a advogada de Yerofeyev, Oksana Sokolovska.

A piloto ucraniana foi condenada na Rússia a 22 anos de prisão pela morte de dois jornalistas russos, acusação que negou categoricamente.
A piloto, de 34 anos, tornou-se um símbolo da resistência à Rússia no seu país.

* Com o campeonato europeu de futebol à porta e Rio/16 no horizonte, não interessava a Putin ter uma heroína ucraniana nas masmorras do ex-KGB.

.
.



I-LINGERIE

 FASHION SHOW LUXURY
2-FRUIT DE LA PASSION
PRIMAVERA/VERÃO
2016



.
.

HOJE NO
  "DIÁRIO ECONÓMICO"

Banca: 
Estado já injectou quase 
20 mil milhões de euros

Desde 2008, os contribuintes portugueses foram chamados por várias vezes para acudir a bancos em dificuldades ou com necessidades de recapitalização. Além dos colapsos do BPN, BES e BPP, que causaram elevados prejuízos e obrigaram o Estado a intervir, houve necessidade de capitalizar os grandes bancos do sistema: CGD, BCP e BPI, com aumentos de capital subscritos pelo Estado (caso da CGD) ou com empréstimos com recurso aos chamados ‘CoCo bonds’. 





































































* E desta maneira os governos nos assaltam para sustentar casos perdidos.

.
.

VI-GENOMA HUMANO


5-0 MAPA DO

ENVELHECIMENTO

E DA MORTE




* As nossas séries por episódios são editadas no mesmo dia da semana à mesma hora, assim torna-se fácil se quiser visionar episódios anteriores.

ÚLTIMO EPISÓDIO

.
.
HOJE NO 
"CORREIO DA MANHÃ"

Promulgado diploma 
sobre regime do panteão 

Documento regula as honras do panteão nacional. 

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, promulgou o diploma que altera o regime que define e regula as honras do panteão nacional, refere uma nota esta quarta-feira publicada na página na Internet da Presidência. 
"Apesar da ausência de outros locais passíveis de honras de panteão nacional, por paralelismo nomeadamente com Santa Maria da Vitória, como Alcobaça ou São Vicente de Fora, e da modificação significativa do prazo para a concessão de tal honra, atendendo ao voto unânime da Assembleia da República, o Presidente da República promulgou o decreto da Assembleia da República que altera o regime que define e regula as honras do panteão nacional", refere a nota. 
 .
O parlamento aprovou a 6 de maio, por unanimidade, o reconhecimento do estatuto de panteão nacional ao Mosteiro dos Jerónimos, em Lisboa, e ao Mosteiro de Santa Maria da Vitória, na Batalha. De acordo com o texto final da comissão parlamentar de Cultura, aprovado por unanimidade, é "reconhecido o estatuto de panteão nacional, sem prejuízo da prática do culto religioso", ao Mosteiro dos Jerónimos, em Lisboa, ao Mosteiro de Santa Maria da Vitória, na Batalha, e à Igreja de Santa Cruz, em Coimbra (que já tinha o estatuto de panteão nacional desde 2003). 

Inalterado ficou o artigo que estabelece que Panteão Nacional, criado pelo Decreto de 26 de setembro de 1836, fica instalado em Lisboa, na Igreja de Santa Engrácia. 

As honras de panteão destinam-se a homenagear "cidadãos portugueses que se distinguiram por serviços prestados ao país, no exercício de altos cargos públicos, altos serviços militares, na expansão da cultura portuguesa, na criação literária, científica e artística ou na defesa dos valores da civilização, em prol da dignificação da pessoa humana e da causa da liberdade". 

As honras do panteão podem consistir na deposição no panteão nacional dos restos mortais dos cidadãos distinguidos ou na afixação no panteão nacional da lápide alusiva à sua vida e à sua obra. De acordo com outra alteração introduzida, a deposição no panteão nacional dos restos mortais dos cidadãos distinguidos só pode ocorrer 20 anos após a sua morte, enquanto a afixação de lápide alusiva à sua vida e à sua obra pode realizar-se cinco anos após a morte.

* Insistimos na pergunta que já formulámos várias vezes, "PARA QUANDO JOSÉ AFONSO NO PANTEÃO?"

.

TERESA CAMPOS

.






Julgamento de Carrilho :
“Não fotografei 
a minha ex-mulher.
Isso foi uma alucinação coletiva”

Acusado de violência doméstica, o ex-marido de Bárbara Guimarães continua a escusar-se a falar em tribunal mas insiste em declarações polémicas q.b fora da sala de audiências

“Só tirei a fotografia para mostrar ao meu advogado quem é o assessor da minha ex-mulher. Mas a verdade não precisa de assessores”, rebateu Manuel Maria Carrilho, à entrada da terceira audiência do julgamento em que está a ser acusado de violência doméstica, esta tarde, no Campus de Justiça, em Lisboa.

A declaração refere-se ao episódio que marcou a sessão da semana passada: no intervalo, Carrilho seguiu Bárbara Guimarães enquanto esta conversava com o agente, Pedro Isidro, a caminho da casa de banho. A dita foto, que o arguido negou peremptoriamente ter tirado, quando interpelado no final da sessão, afinal existe.

- “Mas isso de eu querer fotografar a minha ex-mulher é uma alucinação colectiva”, justificou.
À Nova Gente, que publicou a dita imagem, na edição desta semana, Carrilho até disse mais: que ninguém lhe tinha perguntado pela fotografia.

Esta sexta-feira, à porta do tribunal, voltou a sorrir quando os jornalistas o contradisseram: “perguntámos-lhe e negou. Lembra-se?”

Antes de se iniciarem os trabalhos, o advogado de Bárbara Guimarães, Pedro Reis, aludiu ao facto de Manuel Maria Carrilho ter manifestado, no início da primeira audiência, a vontade de permanecer em silêncio, mas depois não se inibir de proferir todas e quaisquer declarações fora do tribunal.

-“Na semana passada, disse mesmo que, e passo a citar, que ‘todos assistiram à longa série de patranhas de Bárbara Guimarães’, veiculada aos jornalistas como se fizesse parte de uma tertúlia em que tudo lhe é permitido.”

O magistrado do Ministério Público de serviço, tal como a juíza, não consideraram que houvesse, ainda assim, qualquer violação do código de processo penal. Anuíram apenas a “alertar o arguido no sentido de poder moderar os seus comentários”.

- e voltemos à Flash de 2 de novembro de 2013, prosseguiu a juíza, Joana Ferrer.

A sessão de hoje voltou a ser ocupada com a leitura das notícias sobre a separação que constam do processo. “Ela recorre a bruxas, toma dezenas de comprimidos por dia, quis por botox e silicone, andava sempre alcoolizada”, lê Bárbara Guimarães. Sobre as declarações em que afirmava “estar muito apaixonada e não se ver a viver sem ele”, a apresentadora explicou:

-Ele controlava as entrevistas que eu dava e ficava furioso sempre que não falava dele.

Ali se ouviram de novo as palavras de Joana Varela, primeira mulher de Carrilho, a acusar:

-A história repete-se. Ele só bate em mulheres

Novamente ali se conta também o outro caso conhecido do ex-marido da apresentadora com uma aluna, que engravidou, e a quem ele pressionou para abortar, só tendo reconhecido a filha, Maria, hoje com 28 anos, quando a menina tinha dez anos.

- Passemos à Nova Gente, de 4 de novembro de 2013, pede depois a juíza

As histórias são as mesmas, as declarações de Manuel Maria Carrilho também, as justificações de Bárbara também: “Só esperei ele ir para Paris para fazer o que fiz porque ele nunca quis aceitar o divórcio. Na última noite que ele lá passou, convenci-me que aquilo não ia acabar bem. Foi quando, no sótão, ele me ameaçou atirar-me das escadas abaixo…
É nesta altura que Bárbara fala pela primeira vez do equipamento de teleassistência na sua posse- disponibilizado pelas autoridades às vítimas de violência doméstica – e dos cuidados que continua a ter. “Vivo num prédio com porteiro, garagem, e alarme e tento estar sempre acompanhada”.

A leitura prossegue, sobre as nódoas negras nas pernas da apresentadora que as maquilhadoras do programa ‘Tocá Mexer’ fizeram por disfarçar. E sobre os homens encapuzados que acompanharam Carrilho à casa onde Bárbara ficou com os filhos, a altas horas da noite.

-Mas quem é que acredita que ele queria ver os filhos àquela hora?’ , defende-se a apresentadora

Ali se falou ainda sobre as respostas de Dinis Maria, o filho mais velho de ambos, sempre que voltava da casa de Carrilho.

- O pai diz que não sabes nada

Bárbara ainda lamenta ter de se justificar perante o chorrilho de mentiras que ele diz a seu respeito.

A sessão é interrompida mais cedo, porque há festa da turma de Carlota, a filha mais nova, a que ambos dizem querer assistir.

São16h30. Bárbara sai rapidamente, sem proferir palavra. Manuel Maria Carrilho demora mais um pouco. E não se inibe de voltar a falar aos jornalistas.

-A justiça é lenta mas há de fazer-se, repete.

Sobre o equipamento de teleassistência:
-Não sei de nada, perguntem à minha ex-mulher

Se vai falar em tribunal:
- Vamos ver, eu gosto de surpresas.

* TERESA CAMPOS
A Educação não era a minha paixão (um trabalho duro que alguém tinha de fazer) e então socorri-me das palavras inspiradoras de Nelson Mandela (A Educação é a Chave para Mudar o Mundo) e passei a seguir a área com toda a atenção. Antes de me decidir pelo jornalismo, sonhei em ser astronauta e atleta olímpica - mas tudo se esfumou quando rebentei com os dois joelhos entre uns saltos mortais nos treinos para um sarau e uma saída à noite em patins em linha. Estudei Comunicação Social (1989/1993, FCSH/Universidade Nova de Lisboa), estagiei no Público e repeti a experiência na então novíssima VISÃO. Anos depois, integrei a equipa fundadora do site. Coordenei o online da Visão Júnior, depois um canal sobre Envelhecimento Ativo e outro sobre Cidadania. No entretanto, também escrevi um livro (Vencer nos Exames, 2008, em coautoria com a Clara Soares), ganhei um prémio (Viver e Morrer na Estrada Nacional 125, 2012) e fiz uma reportagem para a TV (Não acabei a Escola, SIC, 2012). Aventuras que fui contando num blogue chamado O Mundo é um Tzero. Costumo dizer que sou das otimistas - ou como me dizia muitas vezes um querido ex-editor: «A sorte protege os audazes.»

IN "VISÃO"
20/05/16

.
.


880.UNIÃO


EUROPEIA



.
 
HOJE NO 
"OBSERVADOR/
/idealista/news"
Enormes janelas para ver o mundo 
a 30.000 pés: assim serão 
os aviões dos ricos

O fabricante de aviões Embraer parece que conseguiu, finalmente, o que muitos andavam a tentar: transformar o interior de um avião num privilegiado miradouro para desfrutar das vistas a 30.000 pés (10.000 metros).


A última versão do seu jato privado Lineage 1000, o modelo “Kyoto Airship”, integrará espetaculares janelas que inundarão o interior da aeronave de luz natural. Mas o prazer de desfrutar de um voo inesquecível neste avião não será barato: custará 74 milhões de dólares (67 milhões de euros). Um valor apenas ao alcance de ricos e famosos.

* Esta democrática riqueza permite aos pobres morrerem de fome em regime de voluntariado.

.
.

 9.LIXO EXTRAORDINÁRIO



* As nossas séries por episódios são editadas no mesmo dia da semana à mesma hora, assim torna-se fácil se quiser visionar episódios anteriores.


ÚLTIMO EPISÓDIO
.
.

3-A GUERRA QUE NÃO VÊS



A intriga, os interesses económicos, a orgia do poder, os falsos argumentos....

.
.
HOJE NO  
"DIÁRIO DE NOTÍCIAS"
Uma inovação. 
Este é o autocarro que se move
 sobre o trânsito

Uma empresa chinesa apresentou o protótipo daquele que acredita ser o futuro dos transportes públicos

Com 60 metros de comprimento, oito de largura e um pouco mais de dois de altura, terá capacidade para transportar 1400 passageiros. Além disso, esta espécie de lagarta gigante, terá a grande vantagem de circular sobre o trânsito. O protótipo foi apresentado por uma empresa chinesa em Pequim no fim de semana passado.

Esta nova categoria de transporte público conseguirá circular a cerca de 65 km/h, funcionará a eletricidade e poderá substituir 40 autocarros, economizando 800 toneladas de combustível.


O inventor, Song Youzhou, afirmou à agência chinesa Xinhua que a empresa Transit Explore Bus pretende testar o protótipo na cidade de Changzhou. Segundo a agência noticiosa, a construção já arrancou.

A ideia nasceu em 2010 e, segundo o inventor, já nessa época a cidade de Pequim manifestou interesse neste modelo de transporte, mas entretanto caiu no esquecimento.

Segundo o site TreeHugger, o modelo é muito semelhante àquele que os arquitetos Lester Walker e Craig Hodgetts propuseram para Nova Iorque.

* Uma inevitável solução urbana.

.
.
JAZZLAND


Groove 4tet

Yellow Cab




.
.
HOJE NO 
"RECORD"

Jogadoras do Sporting 
surpreendidas com extinção da equipa

A notícia da extinção da equipa feminina do Sporting, avançada por Record na edição de ontem, gerou um movimento de incredulidade entre os adeptos sportinguistas e principalmente entre as jogadoras leoninas, algumas delas já comprometidas para a próxima época.
 .

Em comunicado, e face à impossibilidade de se reunirem com a direção, as 14 jogadoras que integraram a equipa sénior recordam que "nenhum projeto, seja ele qual for, sem tempo e bases sustentáveis, passará de um esboço ou se tornará vencedor". "Em oito meses em que juntaram jogadoras profissionais, algumas internacionais, parece-nos precipitado a extinção de uma equipa que após tantos contratempos conseguiu alcançar o seu objetivo, a permanência", pode ler-se no comunicado divulgado no Facebook.

No entanto, para o diretor-geral da modalidades leoninas, Vicente Moura, a equipa "nem conseguiu atingir um lugar nos oito primeiros e que dá acesso ao playoff", adiantando, em declarações à Lusa, que "esta classificação não honra a história e dimensão do clube".

As jogadoras estranham esta posição do clube, principalmente depois das declarações do presidente Bruno de Carvalho na apresentação da equipa, no início da época. "Serei sempre uma parte de vocês e por isso sinto-me culpado a cada derrota e orgulhoso em cada vitória. Eu acredito em vocês", disse o líder do Sporting às atletas.

"Aceitamos a responsabilidade de uma desilusão. Não ganhámos, mas concluímos que não acreditaram em nós. Apesar de sermos todos Sporting, nem todos fomos tratados com dignidade", salientam as atletas.

O Sporting anunciou ontem que o basquetebol passará a constituir modalidade oficial do clube, depois de ter sido extinta em 1995, mas irá apresentar, apenas, equipas dos escalões de formação, até aos sub-14, tanto em masculinos como femininos.

* Alguém tem de pagar o saldo negativo provocado pelas basófias de Bruno de Carvalho e Jorge Jesus.
Com todo o respeito que merece o sr. Vicente Moura e seguindo a sua lógica, o futebol do Sporting devia ter sido extinto quando esteve quase duas dezenas de anos consecutivos sem ganhar um campeonato. 
Mas que importância ou respeito merecem 14 "gajas"?

.
.

ÁGUAS TRAIÇOEIRAS


The Strid at Bolton Abbey, Yorkshire
O curso de água mais perigoso do mundo

.
.
HOJE NO 
"JORNAL DE NOTÍCIAS"

Fatura da luz denunciou fábrica 
de canábis em moradia

Um estudante da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD) alugou há quatro anos uma moradia próxima da universidade para a transformar numa estufa enorme de canábis.

A droga era "escoada" na UTAD e noutros pontos da cidade, mas também no estrangeiro, a acreditar nos múltiplos contactos que o alegado traficante tinha com organizações de festas "rave" em vários países europeus.
 .
A operação que levou à detenção de Mário Jorge C. um jovem de 28 anos, natural de Vidago, mas a viver e estudar em Vila Real, deixou "siderados" os agentes da Esquadra de Investigação Criminal (EIC) da PSP de Vila Real que esta quarta-feira ao principio da manhã entraram na moradia que vigiavam há algum tempo.
Não viram móveis nem eletrodomésticos, mas antes "uma fábrica de canábis". Espalhados pelos dois pisos, os polícias encontraram mais de 200 vasos, com centenas de plantas em diversas fases de crescimento, com todo o equipamento necessário ao sucesso da cultura: secadores, termoventiladores, temporizadores, lâmpadas fluorescentes, fertilizantes e boiões com milhares de sementes, "à espera de vez" para entrar no ciclo de produção.
A utilização do espaço foi otimizada ao ponto de o alegado traficante ter aproveitado até os roupeiros onde tinha, penduradas em cruzetas, plantas prontas a embalar.
Durante a busca que alertou a vizinhança - "aquilo começou às 7 horas, com um estrondo dos diabos", contou um vizinho ao JN - a PSP aprendeu, além das dezenas de quilos de droga (com 22.550 doses prontas para venda) e equipamento, algumas centenas de euros em notas pequenas, balanças, saquetas e varia documentação que deverá ajudar a esclarecer a real dimensão do negócio ilícito ali sedeado.
Ao que o JN apurou, o estudante, foi denunciado já há algum tempo por vizinhos que estranhavam ele "viver sozinho numa casa tão grande", as múltiplas "visitas diárias de pessoas que não passavam da porta" e o facto de nunca abrir as janelas".
Na verdade, as janelas estiveram sempre fechadas porque o jovem as emparedara, assim como aos postigos, de modo a não entrar luz natural, o que prejudicaria a produção.
O detido, sem antecedentes criminais, vai ser presente ao Juiz de Instrução de Vila Real que determinará as medidas de coação.
Uma das circunstâncias que chamou a atenção da polícia para algo de anormal a passar-se naquela casa, foi a conta da EDP. O locatário, Mário Jorge, pagava todos os meses faturas a rondar os 500 euros.

* E assim a Polícia estragou a vida a um jovem "empreendedor industrial de cannabis"

.
.

 TANTO PARA ENGANAR

COMO

ATRAPALHAR


















.
.
 
HOJE NO
"JORNAL DE NEGÓCIOS"

Schäuble contra adiamento 
de sanções a Portugal

O ministro alemão das Finanças, Wolfgang Schäuble, considera que o alívio das regras de Bruxelas em relação ao cumprimento do défice orçamental em Espanha e Portugal não contribuem para a confiança nas regras europeias. 

O ministro alemão das Finanças, Wolfgang Schäuble, considerou esta quarta-feira em Bruxelas que o alívio das regras de Bruxelas em relação ao cumprimento do défice orçamental em Espanha e Portugal, nomeadamente adiando a aplicação de sanções pela não correcção do défice, não contribuem para impulsionar a confiança no espaço comunitário.


"Dá a impressão que não se quer tomar uma decisão - provavelmente porque há eleições à porta. Não é um contributo para reforçar as regras europeias," disse Schäuble, citado pelo The Wall Street Journal.

As afirmações foram feitas depois da reunião do Ecofin, que reúne os ministros da Economia e das Finanças dos Estados-Membros da União Europeia. O ministro alemão garantiu que também o Banco Central Europeu manifestou, no encontro, as suas reservas em relação à decisão da Comissão Europeia.

A Comissão Europeia decidiu há uma semana dar dois meses para que Portugal e Espanha tomem mais medidas para corrigir o desequilíbrio das contas públicas antes de ponderar avançar com eventuais sanções por incumprimento do Pacto de Estabilidade, que podem incluir multas até 0,2% do PIB ou a suspensão do acesso a fundos comunitários.
Bruxelas voltará a avaliar a situação "no início de Julho", depois das eleições espanholas marcadas para 26 de Junho.

O presidente do Eurogrupo, Jeroen Dijsselbloem, presidente do Eurogrupo, alertou esta terça-feira que a hipótese de Portugal sofrer sanções é uma "possibilidade séria".

"As sanções são absolutamente uma possibilidade, estão nas nossas regras e regulamentos, e quando olhamos para a situação actual em Portugal e Espanha, há razões sérias para considerar a sua aplicação, mas iremos ouvir da Comissão [Europeia] o porquê da decisão" de adiar para Julho uma posição definitiva sobre esta questão.

Entretanto, tanto o primeiro-ministro António Costa como o ministro das Finanças Mário Centeno procuraram relativizar as afirmações de Dijsselbloem. Costa disse encarar "as preocupações da Europa com grande tranquilidade", enquanto Centeno afirmou que não ficou "de todo" preocupado com as declarações do presidente do Eurogrupo.

PS recusa "avisos sérios" 
de Schäuble e diz-se "perplexo"

João Galamba desafiou o ministro alemão a "explicar" as suas críticas ao adiamento, por Bruxelas, da aplicação de sanções pelo não cumprimento das regras em matéria de défice: "Schäuble não faz avisos sérios a países, nenhum ministro faz avisos sérios a qualquer país".
O porta-voz do PS, João Galamba, recusou esta quarta-feira, 25 de Maio, que o ministro alemão das Finanças, Wolfgang Schäuble, faça avisos a Portugal ou a qualquer outro país, e desafiou-o a explicar melhor as suas afirmações.

"Wolfgang Schäuble não faz avisos sérios a países, nem nenhum ministro faz avisos sérios a qualquer país. Existem instituições europeias e são essas que decidem", afirmou João Galamba aos jornalistas, no parlamento, depois de questionado sobre se as declarações do ministro alemão constituíam um aviso sério a Portugal.
.
De acordo com vários órgãos de informação, que citam a agência Bloomberg, o ministro das Finanças alemão, Wolfgang Schäuble, manifestou-se hoje contra o adiamento de sanções a Espanha e Portugal, considerando que aliviar as regras não ajuda a aumentar a confiança.

"Acho estranho que Wolfgang Schauble diga isso, porque lembro-me de Wolfgang Schäuble em Outubro dizer que este Governo não se podia desviar do caminho de sucesso do anterior. É com alguma estranheza e perplexidade que um ministro das Finanças diz uma coisa e o seu contrário com poucos meses de distância", afirmou João Galamba.

O porta-voz socialista desafiou Schäuble a "explicar essas afirmações".

"O caminho do qual não nos podíamos desviar aparentemente é agora um caminho com o qual Wolfgang Schäuble quer multar Portugal", disse.

O presidente do Eurogrupo e o vice-presidente da Comissão Europeia responsável pelo Euro admitiram hoje, em Bruxelas, que há "algumas preocupações" entre certos Estados-membros relativamente ao adiamento de sanções a Espanha e Portugal devido ao défice excessivo.

Na conferência de imprensa no final de uma reunião de ministros das Finanças da União Europeia (Ecofin), o presidente do Eurogrupo e também do Ecofin durante o semestre de presidência holandesa, Jeroen Dijsselbloem, questionado sobre críticas alegadamente proferidas pelo ministro das Finanças alemão durante a reunião de hoje relativamente à decisão da Comissão de adiar uma decisão sobre sanções aos dois países, escusou-se a "dizer quem disse o quê", mas admitiu que "há algumas preocupações".

"Houve uma referência à recente decisão da Comissão sobre Espanha e Portugal logo na nossa sessão da manhã (do Ecofin). Claro que não vou citar ministros, já que tal ocorreu durante o pequeno-almoço, na sessão informal, pelo que não me sinto à vontade de dizer quem disse o quê. Mas há algumas preocupações quanto à credibilidade de como usamos o pacto (de estabilidade e crescimento) para manter todos os Estados-membros no caminho acordado", declarou.

Jeroen Dijsselbloem - que também na véspera, à chegada à reunião do Eurogrupo (ministros das Finanças da zona euro), afirmara que a aplicação de sanções a Portugal por défice excessivo é uma "possibilidade séria devido à situação atual do país" e queria ouvir da Comissão a explicação para o adiamento de uma decisão - lembrou que o assunto dos Procedimentos por Défice Excessivo (PDE) estará sobre a mesa na próxima reunião do Ecofin, em Junho, podendo então pronunciar-se.

* Com toda a modéstia afirmamos não ter competência para comentarmos com fundamento as duas notícias. A nossa organização financeira privada rege-se pelo velhinho "deve e haver".
Não gostamos do ministro alemão que sempre que fala comporta-se como um ditador rabugento quase senil, se Merkel o escolheu lá terá  a suas razões, mas nós suspeitamos que seja um dos mordomos dos "donos do dinheiro".
De João Galamba gostamos das afirmações positivas mas temos dúvidas quanto ao futuro conforto no bolso do cidadão.
Vamos esperar pela realidade.

.
.
Cuba 
Entre a tradição e a mudança




FONTE: EURONEWS



.


HOJE NO
"DESTAK"

Documentário alerta para agonia
 das aldeias transmontanas

Uma jovem transmontana decidiu registar o quotidiano de uma aldeia nas encontras da serra do Alvão, em Vila Real, para alertar para a agonia do mundo rural, onde falta gente e sobram recursos, mas também solidão e isolamento. 
 .
A partir de Mascosêlo, a aldeia dos avós, que Andreia Carvalho conhece desde pequenina, surgiu o documentário "A Última Lavoura desta Terra", apresentado hoje, em Bragança, e que está a ser mostrado em todos os institutos da Juventude da região Norte.

A ideia do projeto, iniciado em finais de 2012, "sempre foi alertar um pouco para aquilo que é a desertificação, principalmente do Interior Norte", como disse à Lua a autora, que vive e trabalho em Vila Real, a 15 quilómetros da aldeia, mas admite não se ver a viver permanentemente naquele local.

* Tristemente é a vida


.