quarta-feira, 23 de março de 2016

UMA GRAÇA PARA O FIM DO DIA

.

.


II."PORQUE NÓS

FUGIMOS"!



2- FUGINDO  DO
 ESTADO ISLÂMICO


HISTÓRIAS DE SOFRIMENTO


* As nossas séries por episódios são editadas no mesmo dia da semana à mesma hora, assim torna-se fácil se quiser visionar episódios anteriores.

.
.
OS POBRES
VÃO À PRAIA


A ideia que temos das praias cariocas recheadas de gente feliz não reflecte a dura realidade de quem tenta apanhar um pouco de sol ao domingo. Não perca esta reportagem.

.
.
HOJE NO
"JORNAL DE NOTÍCIAS"

Coreanos inventam adesivo 
para ajudar diabéticos

Criado no "Institute for Basic Science" de Seul, na Coreia do Sul, o adesivo que promete mudar a vida dos diabéticos tem duas principais funções: monitorizar os níveis de açúcar no sangue e administrar a dose de fármacos para os controlar.


Esta tecnologia foi criada pela equipa de Dae-Hyeong Kim, e trata-se de um adesivo em grafeno com partículas de ouro, que oferece aos diabéticos uma escapatória às agulhas.

O sistema faz uma análise do suor e deteta as variações do pH e da temperatura do utilizador, para assim monitorizar glicemias elevadas. 
Se o valor destes níveis for superior ao expectável, o produto tem um mecanismo que aquece e dissolve uma camada que expõe micro-agulhas, que irão injetar metformina, uma substância que regula o nível de açúcar. 
O dispositivo tem também a capacidade de enviar estas medições para um dispositivo móvel, através de uma ligação sem fios.

A revista "Popular Science" explica que a medição e administração da metformina pretende estabilizar os níveis de açúcar dos pacientes durante o dia.

A próxima fase é testar o produto em mais pacientes humanos, e desenvolver uma maior resistência ao suor excessivo, provocado por algumas situações, como é o caso do exercício físico.

* Saudemos mais uma vez a investigação e a tecnologia, fantástico equipamento!

.
.


SECRETS  IN  LACE

AT LINGERIE



ANGIE PONTANI



.
.

HOJE NO
"JORNAL DE NEGÓCIOS"

Terrorismo global em cinco gráficos








* Explicadíssimo


.
.
HOJE NO
"DESTAK"

Lista cita 200 políticos envolvidos em
. pagamentos ilícitos da Odebrecht

Uma lista, recolhida pelas autoridades brasileiras, com cerca de 200 políticos suspeitos de receberem dinheiro ilícito da construtora Odebrecht foi hoje divulgada pelo portal de notícias UOL. 
.
Segundo o 'site', a lista que inclui políticos de 18 partidos fazia parte da informação recolhida pelos investigadores judiciais da operação Lava Jato.

Os nomes agora divulgados constavam em folhas de cálculo que estavam na posse de Benedicto Barbosa Silva Júnior, presidente da Odebrecht Infraestrutura, apreendidas na 23ª fase da operação Lava Jato. 

* Brasil,um país onde toda a gente podia viver bem.

.
.


V-GENOMA HUMANO
1 - DESCOBRINDO
PODERES  OCULTOS


* As nossas séries por episódios são editadas no mesmo dia da semana à mesma hora, assim torna-se fácil se quiser visionar episódios anteriores.

.

FILIPE LUÍS

.




O caso das missas nas escolas

Será que, aproveitando a estada de Marcelo em Roma, os sacerdotes da laicidade politicamente correta o queriam entregar aos leões?... Já estivémos mais longe...

Desta vez não serão os filmes bíblicos que passam na televisão, tão repetidos como as comédias portuguesas dos anos 40, que nos recordam que vem aí a Páscoa. Esta semana, fomos lembrados dessa quadra religiosa pela Associação República e Laicidade, através do protesto contra a realização de missas católicas nalgumas escolas públicas do Norte do País. Este tipo de discussão é como os filmes bíblicos: repete-se ciclicamente nas manchetes dos jornais ou nos fóruns de opinião das rádios e canais televisivos de notícias, com temas candentes como o da proibição, ou não, do crucifixo nas escolas. Feliz do despreocupado País que não tem mais nada com que se ralar...

O Ministério da Educação do Governo do PS apoiado por toda a esquerda parlamentar, insuspeito, portanto, de beatice, lembra que a tradição dos festejos religiosos nalgumas escolas visadas, dura há mais de 20 anos, e que a celebração de missas faz-se no rigoroso princípio da não exclusão de ninguém - leia-se, de não crentes ou dos que professam outra fé. Assim, só participam os alunos devidamente autorizados pelos pais, enquanto os outros se ocupam com outras atividades extra-curriculares, providenciadas pela escola. Muitos preferirão, por exemplo, jogar à bola no recreio... Mesmo assim, de uma forma um tanto ou quanto jacobina, a Associação referida denuncia esta prática "incompreensível na escola pública de um Estado laico" achando, pasme-se,que esta prática coloca em causa "a laicidade do Estado". Que exagero!

Mas que laicidade tão frágil, que corre perigo, só porque uma ou duas escolas disponibilizam espaço para que alunos crentes participem numa celebração religiosa (pressupondo-se que a possibilidade está aberta a qualquer outra religião).

Outras vozes insurgem-se contra o facto de que outros ritos, de outras religiões, possam ser excluídos. Calma: para já, a Páscoa é um período com raízes em festividades judaicas, celebrado pelos católicos. Quando for altura, por exemplo, do Ramadão, falaremos, neste caso, dos alunos muçulmanos...
Entendamo-nos: vivemos numa república laica e ainda bem que assim é. O Estado não deve patrocinar a catequização de nenhum cidadão num rito qualquer, não deve promover a prática de qualquer religião nem favorecer ou discriminar com base em crença religiosa. Assim como não deve reprimir os que praticam uma ou outra religião. Isso, aliás, está defendido na Constituição e perfeitamente consagrado na lei, pelo que não existe qualquer questão religiosa nas escolas. Precisamente por não existir qualquer questão religiosa é que proibir, em condições transparentes, a celebração da Páscoa católica em instalações escolares, é perfeitamente desnecessário. Da mesma forma, permitir que outros credos, igualmente sem interferir na atividade letiva, possam ser autorizados, nalgumas datas especiais, a desenvolver atividade em instalações escolares, também não me parece que possa ofender uma laicidade e uma república seguras de si...

A Igreja Católica perdeu força e influência e tornou-se, hoje, um alvo fácil. A vigilância anti-religiosa, ou melhor, anti-católica (mas muito mais tolerante, por exemplo, com o Islão...), identificada com uma certa esquerda, tem os tiques de uma espécie de inquisição ao contrário. O que, a prazo, pode revelar-se contraproducente para a própria causa da laicidade.

As redes sociais estão cheias disso. Veja-se a pancada que o Presidente da República levou, por causa do ósculo ao anel papal, na recente visita ao Vaticano. Alegadamente, Marcelo Rebelo de Sousa, ao beijar a mão do Papa Francisco, teria subalternizado o Estado português à tutela do Vaticano, pondo em causa a laicidade da República... Onde isto já vai! Marcelo representa o Estado português, é verdade, mas não foi o Estado português que beijou o anel do Papa. Foi o cidadão crente Marcelo Rebelo de Sousa, cumprindo um gesto normal para qualquer católico (fé que o ex-candidato Marcelo nunca escondeu ao longo da sua vida nem em campanha eleitoral). Um pouco de bom senso e flexibilidade é o suficiente para ilibar o PR desse "pecado" lesa República, à conta do qual a Santa Fogueira do facebook o fez arder, durante dias seguidos.

Ou será que, aproveitando a estada do Presidente em Roma, os sacerdotes da pretensa laicidade politicamente correta o queriam entregar aos leões?... Já estivémos mais longe...


IN "VISÃO"
18/03/16


.
.


817.UNIÃO


EUROPEIA



.

HOJE NO
"i"
Euro-2004
Carlos Cruz acusa Sócrates 
de autorizar subornos

Carlos Cruz, que foi presidente da comissão da candidatura de Portugal ao Euro 2004, lançou ontem uma autobiografia em que, entre outros episódios, relata que a Federação Portuguesa de Futebol comprou votos de federações estrangeiras para que o país fosse escolhido para organizar a competição.

Segundo o Correio da Manhã, o apresentador de televisão acusa diretamente Gilberto Madaíl de ter entregue envelopes em dinheiro e José Sócrates, então ministro adjunto com o pelouro do Desporto, de ter dado luz verde a essa atuação.
.
Esses subornos, segundo o apresentador, terão ocorrido antes do ano 2000. Madaíl – que entretanto negou tudo ao CM – terá entregue de uma vez “12.500 ou 15 mil euros”, num envelope, a um dirigente de uma federação, além de “umas férias ao senhor e à família”.

Mais tarde, Carlos Cruz diz que confrontou José Sócrates com um pedido que recebera do presidente de uma multinacional que prometia o voto do seu país e influenciar o das federações de outros, do Leste da Europa, a troco de uma casa de 100 mil dólares no Algarve. “Ó Carlos Cruz, não podemos perder isto por uma questão de dinheiro! Era o que faltava!”, respondeu-lhe Sócrates, que segundo Cruz lhe deu luz verde para avançar.

Um dos advogados de Sócrates, Pedro Delille, também garantiu ao CM que a história “não tem fundamento”. Carlos Cruz reiterou tudo e desafia Sócrates e Madaíl para “uma perícia psicológica”, diz o CM.

Carlos Cruz cumpre pena de prisão no Estabelecimento Prisional da Carregueira por abuso sexual de menores da Casa Pia e lançou ontem o livro Uma Vida, numa sessão pública em Lisboa, a que pode comparecer por lhe ter sido concedida uma saída precária de três dias.

* Carlos Cruz por enquanto só escreve livros, mas se ele abrir o livro do que sabe...não percebemos porque ainda não o fez.


.
.

.
5.A ESPIRAL DA MORTE

 NO ÁRTICO E A BOMBA

RELÓGIO DE METANO


ÚLTIMO EPISÓDIO


* As nossas séries por episódios são editadas no mesmo dia da semana à mesma hora, assim torna-se fácil se quiser visionar episódios anteriores.

.
.
.

6-UTOPIA E BARBÁRIE

HORRORES DE GUERRA



* As nossas séries por episódios são editadas no mesmo dia da semana à mesma hora, assim torna-se fácil se quiser visionar episódios anteriores.


.
.
HOJE NO
"A BOLA"
Ronaldo aconselhou Neymar 
durante a gala da Bola de Ouro

A apresentadora da última gala da Bola de Ouro, Kate Abdo, revelou, no programa televisivo ‘Football Beyond Borders’, alguns dos detalhes menos conhecidos do evento, no qual Lionel Messi voltou a ser distinguido como melhor jogador do mundo.
.

«Antes do início do evento, fazemos sempre um pequeno ensaio com os jogadores. Apesar de Neymar e Messi serem companheiros no Barcelona, Ronaldo esteve sempre ao lado de Neymar, explicando em português aquilo que tinha de fazer, onde tinha de estar e traduzindo alguma coisa que não entendia», explicou.

Além disso, Kate Abdo referiu que CR7 e Neymar conversaram muito durante a gala, tanto que o português mostrou-se sempre disponível para aconselhar o brasileiro.

«Esteve sempre muito amável com Neymar e assegurou-se que tudo lhe corria da melhor maneira. Esta é uma faceta de Ronaldo que, às vezes, as pessoas não imaginam», concluiu. 

.
* Um miúdo que aos 11 anos passou a viver longe da família, não se drogou, não se enfrascou, é topo de gama na profissão e um cavalheiro no relacionamento, só podia ser CR7 que um dia foi entrevistado pelo actual Presidente da República.

.
.

JAZZLAND

Michel Camilo,

Chucho Valdes


El Manisero



.
.

HOJE NO  
"AÇORIANO ORIENTAL"

Mais de 4 mil membros do 
Grupo Estado Islâmico mortos na Síria

Pelo menos 4.108 membros do grupo Estado Islâmico (EI) morreram no último ano e meio na sequência dos bombardeamentos da coligação internacional na Síria, indicou o Observatório Sírio de Direitos Humanos (OSDH).
 
Segundo os dados do observatório, a maioria dos 'jihadistas' mortos não tem nacionalidade síria.
 .
As mortes ocorreram em bombardeamentos da coligação internacional, liderada pelos Estados Unidos, contra posições, bases e instalações petrolíferas controladas pelo EI nas províncias de Homs e Hama, centro da Síria, e em Alepo, Al Hasal, Deir Al Zur e Al Raqa, no norte.

A ONG destacou que entre as vítimas mortais estão dezenas de dirigentes do EI, entre eles Abu Omar Al Shishani, um dos chefes militares do movimentos terrorista, morto na sequência de um ataque aéreo dos Estados Unidos na localidade de Al Shadadi, na província de Al Hasaka, a 04 deste mês.
Os bombardeamentos da coligação, iniciados a 23 de setembro de 2014 na Síria, não só provocaram a morte de 'jihadistas' como também de civis e membros de outros grupos armados.

O observatório dá conta de que pelo menos 380 civis, entre eles 99 menores e 67 mulheres, perderam a vida, enquanto pelo menos 136 milicianos da Frente al Nusra, filial síria da Al Qaida, foram mortos em ataques às respetivas bases a oeste de Alepo e no norte da província de Idleb.

Os aviões da aliança internacional também bombardearam posições do Exército de Sunna (radicais) em Idleb, causando-lhes 10 baixas.

A estas vítimas mortais acrescem também um segurança de um campo petrolífero em Al Omar, na província de Deir al Zur, bem como um dirigente do EI, que morreu junto à mulher e seus quatro filhos num bombardeamento em Dabiq, em Alepo.

Em fins de junho de 2014, o EI proclamou um califado na Sìria e no Iraque, tendo conquistado partes do norte e do centro dos dois países.

A organização terrorista reivindicou a autoria dos atentados de terça-feira em Bruxelas, que causaram 34 mortos e mais de 200 feridos.

* A notícia seria boa, cada terrorista morto é uma felicidade, se não soubéssemos que há  mais 10 milhões dispostos a morrer em actos de terrorismo.

.
.
AINDA MAIS DIFÍCIL


Mills Mess soluciona 3 cubos de Rubik em menos de 20 segundos.
.
.
HOJE NO  
"DIÁRIO ECONÓMICO"
Anacom suspende 
números de valor acrescentado

Em causa estão os indicativos da Euro da Sorte, que a Anacom diz estar a lesar os consumidores. 
 .
A ANACOM determinou a suspensão imediata dos indicativos 68954 e 68955 utilizados pela Euro da Sorte, empresa que presta serviços de valor acrescentado baseados no envio de mensagem. 

A urgência desta decisão visa evitar que a empresa continue a lesar os consumidores, defende o regulador em comunicado.

"Na sequência de acções de fiscalização realizadas pela Anacom, desencadeadas por reclamações recebidas, verificou-se que foram enviadas, em Janeiro e Fevereiro, 35 337 mensagens de valor acrescentado (com custo unitário de 2,99€ + IVA), por ordem da Euro da Sorte, tendo em vista a participação num concurso, havendo fortes indícios que os destinatários não confirmaram a solicitação do serviço. Recorde-se que a lei obriga à existência de uma manifestação expressa por parte dos consumidores", frisa o regulador.

A Anacom deu à empresa um prazo de 10 dias úteis para adoptar as medidas determinadas pelo regulador e para demonstrar à Anacom que as implementou. Caso não o faça a Anacom poderá avançar com a revogação do direito de utilização dos indicativos de acesso e até do registo como prestador de serviços de valor acrescentado baseados no envio de mensagem, ficando a empresa impedida de continuar a exercer a actividade.

A Anacom vai ainda dar conhecimento desta decisão ao Ministério Público, à Direção-Geral do Consumidor, ao Ministério da Administração Interna e à Comissão Nacional de Protecção de Dados, conclui o regulador.

*  Bom trabalho, há muita aldrabice telefónica a molestar o cidadão.

.
.
HOJE NO    
"CORREIO DA MANHÃ"


GNR de Póvoa de Lanhoso usa carro funerário em campanha contra o álcool 
 .
Objetivo é "chocar" os automobilistas.  

Uma carrinha funerária, uma ambulância, um carro-patrulha e um táxi vão estar lado a lado, na quinta-feira, na berma da EN-103, em Póvoa de Lanhoso, numa ação "de choque" da GNR local contra a condução sob efeito do álcool. 
 .
O alferes Noé Pinto, do Destacamento da GNR de Póvoa de Lanhoso, explicou esta quarta-feira à Lusa que a ideia é "de alguma forma chocar" os automobilistas, fazendo-os "acordar" para os perigos que advêm de uma condução sob o efeito do álcool. 

Trata-se de uma ação inserida na campanha da GNR "A decisão de quem o leva a casa é sua! Se beber não conduza". 

* Uma ideia sui generis!

.
.

ESTADO ISLÂMICO



FONTE: AFPBr


.
.
HOJE NO  
"OBSERVADOR"

Banif. 
Ou Banco de Portugal dá avaliação
 ao caso BES ou deputados 
fazem queixa à PGR

A opção estava em cima da mesa, mas mesmo assim, os deputados optaram por dar uma última oportunidade ao Banco de Portugal para enviar à Comissão de Inquérito ao Banif o relatório que andam a pedir desde a comissão de inquérito ao BES. Caso Carlos Costa não envie à Assembleia o relatório com a avaliação interna sobre a atuação da supervisão no caso BES, os deputados vão fazer queixa à Procuradoria-Geral da República.
.
A decisão foi tomada esta tarde por unanimidade, durante uma reunião de coordenadores da Comissão de Inquérito ao Banif, apurou o Observador. Em causa está a entrega de um relatório interno do Banco de Portugal, feito com o apoio da consultora Boston Consulting Group (BCG), que avalia a atuação do supervisor no processo que conduziu à resolução do Banco Espírito Santo (BES).

Aos jornalistas, no final da reunião, o presidente da comissão, António Filipe, explicou que ficou mandatado a contactar as várias entidades para dar uma espécie de carta de conforto, dizendo que a comissão está sujeita à confidencialidade e por isso não há razão para que não recebam

documentação essencial aos trabalhos, como o dito relatório do BdP: “Vou entrar em contacto com essas entidades para dar conta que é nosso entendimento que o segredo profissional não nos é invocável. Existe, deve ser respeitado, mas não é oponível à comissão”, explicou.

No prazo de dez dias depois do contacto, António Filipe espera receber uma resposta positiva e se não receber “há consequências caso isso não aconteça”, disse.
Agora, o presidente da comissão de inquérito vai repetir o pedido ao Banco de Portugal e se não obtiver resposta – ou se a resposta for negativa como até aqui – segue uma queixa formal por desobediência qualificada, apurou o Observador. Isto porque a comissão de inquérito tem características diferentes de uma comissão normal, tem poderes de investigação como as autoridades judiciárias, e pode pedir documentos ao abrigo de confidencialidade.

Além desta auditoria, a comissão espera receber alguns documentos em falta de várias entidades até terça-feira.

Este relatório já foi pedido por duas vezes pelo Parlamento. Da primeira vez, aquando da comissão de inquérito ao BES, o Banco de Portugal recusou enviar o documento invocando dever de segredo e proteção de terceiros. Fez sair apenas as recomendações que eram dadas ao regulador na sequência do relatório.

De acordo com o Jornal de Negócios, este documento de 600 páginas aponta para falhas na supervisão do caso BES que remontam aos mandatos de Vítor Constâncio à frente do Banco de Portugal. A avaliação interna concluiu que existia informação sobre as relações do banco com o Grupo Espírito Santo, maior acionista do BES, e sobre as operações em Angola, que não foi utilizada pela supervisão do regulador.

* O sr. Costa anda a juntar lenha para uma linda fogueira, será pirómano?

.
.

A VERDADEIRA CEIA



CLIQUE NA FOTO
.
.
HOJE NO 
 "DIÁRIO DE NOTÍCIAS"

Padre ligado à gestão da 
Casa do Gaiato tinha vida de luxo

O sacerdote, constituído arguido esta manhã pela PJ, terá adquirido casas e carros de luxo com desvio de verbas. Uma das cinco IPSS a que esteve ligado é a Casa do Gaiato. Estão a decorrer dez buscas 
 .
Inspetores da Unidade Nacional de Combate à Corrupção (UNCC) da Polícia Judiciária foram esta manhã à casa paroquial de um padre que foi constituído arguido por peculato (desvio de dinheiro público por funcionário) e que participou na gestão de cinco Instituições Particulares de Solidariedade Social (IPSS) do Patriarcado de Lisboa, entre elas a Casa do Gaiato. Segundo apurou o DN com fonte policial, o sacerdote ostentava sinais de riqueza que terá sido adquirida com milhares de euros desviados: terá comprado casas e carros de luxo. Terá participado na gestão e chegou a ser presidente de algumas IPSS.

O padre não virá a ser detido, apenas identificado e constituído arguido. O segundo arguido pelo crime de peculato nesta operação é um dirigente de uma das cinco IPSS visadas.

A UNCC está a realizar dez buscas em instalações religiosas em Loures e outros locais da zona Oeste de Lisboa.

A operação "Veritas", iniciada em meados de 2014, "tem por objeto a presumível atos de gestão fraudulenta de entidades privadas com utilidade pública consubstanciadas em apropriações indevidas para aquisição de bens de luxo", comunicou a Polícia Judiciária.

* Padres vigaristas por vezes dão nas vistas.

.
.
MORTAL DE JETSKI

.
.
HOJE NO
"RECORD"
Miguel Oliveira diz que há algo de irreal 
na guerra Lorenzo-Rossi

A guerra entre Jorge Lorenzo e Valentino Rossi mantém o espanhol campeão do mundo de MotoGP e o italiano de costas voltadas desde o ano passado, mas o português Miguel Oliveira pensa que a imagem transmitida transcende a realidade.
 .
"É uma relação que é muito alimentada também pela comunicação social e é normal que haja ali uma rivalidade que vai além da realidade", disse o piloto português, em entrevista à agência Lusa, comentando o ambiente tenso que se vive no seio da Yamaha no campeonato do mundo de velocidade e que começou com o triunfo de Lorenzo no Grande Prémio do Qatar.

Na época anterior, um despique entre Rossi e Marc Márquez acabou com o espanhol por terra na penúltima prova do Mundial e valeu uma penalização ao italiano, que partiu do último lugar da grelha na derradeira corrida e ficou assim impedido de chegar ao seu oitavo título na categoria-rainha.

Em estreia na Moto2, a classe intermédia, depois cinco anos na Moto3, Miguel Oliveira diz que nunca viveu nada semelhante. "O [espanhol] Maverick Viñales [atualmente em MotoGP] talvez tenha sido aquele com quem foi mais complicado de ter uma relação normal e tínhamos apenas 13, 14 anos. Não é uma situação nem sequer parecida com a de Rossi e Lorenzo, porque nem estávamos nesse nível", disse.

O italiano, que, aos 37 anos, prolongou o contrato com a Yamaha até 2018, é o ídolo de Miguel Oliveira, que tinha dois anos quando Rossi conquistou o seu primeiro título, em 125cc, e que agora se vê mais próximo de poder correr ao lado de Il Dottore.

"Um ídolo não é alguém que eu veja como um ser inalcançável. Estou no mesmo desporto que ele. Estou a um passo de poder estar a correr com ele. Simplesmente, existe um respeito extra, mas, se um dia chegar a correr contra ele, tenho de ser profissional e se puder ficar à frente dele não vou ficar atrás", disse.
 .
* As grandes "vedetas" gostam de show off.

.
.


 O QUE NÓS


  "FESTEJAMOS"!!!




O primeiro número da ONDA POP explica quase tudo, os primórdios, os conceitos, a paginação e artigos publicados demonstram o trabalho destes rapazolas nos idos de 60.

No passado fim-de-semana foi publicado o nº74 da edição impressa, inicia com o"FAUSTO", compositor e cantor de forte personalidade evidenciada no conteúdo das suas canções. Notícia extensa e de rigorosa qualidade.

"CHICAGO" excelente grupo formado em 1967, ainda mexem e bem, já têm 47 discos de ouro e platina, leia e aprenda.

VITOR GOMES músico português,o verdadeiro pai do rock lusitano, a história da sua vida é uma aventura, tem de tudo até um pai anti-fascista.
.
O concurso "SCHWEPPS" desta semana continua em modo Koltural.
.
ELISABETH SANCHEZ, carioca da Tijuca, cantou Chico Buarque.

A nossa vénia para GEORGE MARTIN, dizem que é o 5º Beatle mas talvez seja o primeiro, dada a influência que teve nos outros quatro irreverentes.

EUGÉNIO CORTE REAL, grande profissional de rádio, por onde anda a AUSENDA MARIA?
.
Cantem com a "ONDA POP", "ELVIS" e "ROGER WHITTAKER" e para adoçar os "ARCHIES".
.
A "ONDA POP" continua cheia de informação verdadeira, bem elaborada e metódica, sem folclores, mantém a coerência da sua génese. Na net e em português tem o condão de informar e trazer ao presente um passado glorioso de música como ninguém faz. Apresenta música variada de escolha criteriosa, temos o orgulho de dizer que os autores são nossos amigos mas não é por isso que estão na "PEIDA", é pelo valor e inteligência que demonstram.
 
Neste blogue, na coluna da direita tem um link directo.
OBRIGATÓRIO IR VER!!!
ABJEIAÇOS

.