sábado, 12 de março de 2016

UMA GRAÇA PARA O FIM DO DIA

.









.
.


 I-SEM VERGONHA

 4 - SWING OU SURUBA

video

ATÉ AO PRÓXIMO SÁBADO

A NOSSA FICÇÃO
A MÓNICA MOREIRA LIMA, jornalista de profissão não chegavam as notícias comezinhas do quotidiano, nem que fosse uma bomba de neutrões.
Pensou, pensou, engendrou equipa tão louca como ela, baratinou os maiorais da TV GUARÁ e "amadrinhou"o "SEM VERGONHA" programa despudorado tão ao nosso gosto, cheio de pimenta por todo o lado, sem qualquer grosseria e divertido.
Ela só pode ser inteligente e boa!

O QUE DIZ A AUTORA
O Sem Vergonha é o programa mais polémico e irreverente da TV brasileira. Já rendeu vídeos para os quadros Top Five do CQC e Passou na TV do Agora é Tarde, ambos da BAND. Foi tema de uma matéria de duas páginas na maior revista de circulação nacional, a VEJA. E culminou com uma entrevista antológica ao Rafinha Bastos, no Agora é Tarde. Todos os programas estão disponíveis no blog e no YouTube. Não recomendo sua exibição para menores de 18 (anos ou cm) para evitar traumas futuros. Falo de sexo sem pudor, sem frescuras, sem meias palavras, sem eufemismos e com muito bom humor. Advertimos que o Sem Vergonha pode provocar ereções involuntárias e uma vontade irreprimível de dar, sem restrições de orifícios.


FONTE: TV GUARÁ

...
.


6-AGONIA



.
.



OS TUNEZA

TI MARTINS
ÓBITO NO CONDOMÍNIO

video


* Do melhor humor angolano

.
.


5-AGONIA




.
.

1-ANTICONCEPÇÃO


SEM ESTROGÉNIO


INTRODUÇÃO


video


Uma interessante série conduzida pela Professora CÉLIA REGINA DA SILVA,Mestre em Ginecologia FCMSCMSP, Coordenadora do Planeamento Familiar.
 
* Uma produção "CANAL MÉDICO"


** As nossas séries por episódios são editadas no mesmo dia da semana à mesma hora, assim torna-se fácil se quiser visionar episódios anteriores.


..
.


4-AGONIA




.
.


5-OS INCRÉDULOS

video

ÚLTIMO EPISÓDIO

* As nossas séries por episódios são editadas no mesmo dia da semana à mesma hora, assim torna-se fácil se quiser visionar episódios anteriores.
.
.


3-AGONIA




.

CRISTINA CASALINHO

.


Xeque aos mágicos

Os maiores fatores de incerteza do momento encontram-se na crise dos refugiados ou na possibilidade de o Reino Unido sair da UE - em resumo, na necessidade de a Europa se voltar a sentir confortável na sua pele. Para o gigantismo dos desafios atuais, o poder da magia dos banqueiros centrais pode não ser suficiente.
.
O Banco Central Europeu (BCE) voltou a baixar taxas de juro. A taxa de depósitos desce de -30 pontos base (pb) para -40 pb. Adicionalmente, o programa de compras de dívida pública é aumentado de 60 mil milhões para 80 mil milhões, sendo o programa de aquisição de ativos estendido a dívida de empresas com classificação de risco de crédito de investimento. Em paralelo, foi lançado um novo programa de cedência de liquidez de longo prazo com vista a promover a aceleração da concessão de crédito à economia.

A marca de sucesso da política monetária prosseguida pelo BCE é a manutenção do euro relativamente enfraquecido face ao dólar, permitindo deste modo a dinamização do crescimento económico por via do estímulo exportador. Relativamente ao impulso ao crédito, a descida de taxas de juro não tem sido particularmente eficaz. Este resultado não será particularmente surpreendente, na medida em que as projeções de investimento se mantêm contidas, as perspetivas de crescimento económico são modestas, e o endividamento das empresas permanece elevado.

Com a extensão do programa de aquisição de ativos à dívida de empresas não-financeiras, o BCE pretende reativar o crédito às empresas, evitando o sistema bancário. Visa reduzir a dependência do crédito bancário. A esta tentativa subjaz o argumento de que serão os bancos que funcionarão como travão do investimento, sendo necessário desbloquear o acesso ao financiamento pelo setor privado mediante novos instrumentos.

A razoabilidade da decisão do BCE é inequívoca; contudo, apesar da surpresa pela dimensão do aumento do programa de compras e pela inclusão da dívida de empresas, a reação do mercado foi tímida. Cresce o ceticismo relativamente à capacidade de os bancos centrais reativarem o dinamismo económico. Chovem artigos dedicados às limitações associadas à atuação dos bancos centrais. As ferramentas existentes estariam esgotadas, revelando-se incapazes de produzirem efeitos reais e apelando à inovação. Por exemplo, distribuição de cheques de compras à população com reduzida validade. Com efeito, existe excesso de liquidez no mercado de capitais, sem canalização para a economia real, e a indústria financeira, confrontada com taxas de juro negativas, encontra-se desafiada nos seus princípios básicos. O Banco de Pagamentos Internacionais, uma organização internacional com pergaminhos na identificação de crises, alertou recentemente para o facto de as taxas de juro negativas porem em perigo o sistema financeiro, eliminando eventuais benefícios de curto prazo ao nível da dinâmica económica. Como pode um fundo de pensões alemão garantir a rendibilidade de uma carteira de suporte ao pagamento de pensões se paga juros, em vez de receber, em títulos até dez anos? Muitos sistemas de valorização de ativos não previam a possibilidade de taxas de juro negativas. A existência de um prémio negativo por poupar é uma distorção mental em termos de incentivo ao consumo presente que a folga produtiva e o desespero para a remediar explicam.

Nas economias avançadas, o crescimento económico é anémico, o endividamento é elevado, a produtividade encontra-se estagnada. Os instrumentos de política económica: taxas de juro, taxas de câmbio e orçamentos estão relativamente exaustos. Esta decisão do BCE, ou antes do Banco do Japão ou do Banco Nacional da Suíça, pode ser descrita como uma medida extrema em tempos difíceis. Porém, os atores nos mercados financeiros estão crescentemente céticos da magia dos bancos centrais. Estas decisões são o reconhecimento público de que a crise se vai prolongar e do esgotamento do modelo económico (e, sobretudo, dos tradicionais instrumentos de política). No caso da Europa, além da questão da aparente limitada capacidade de promoção de estímulos económicos incontestáveis, desponta alguma ambiguidade de sinais: por exemplo, política monetária e regulação financeira em contracorrente. Porém, os maiores fatores de incerteza do momento encontram-se na crise dos refugiados ou na possibilidade de o Reino Unido sair da UE - em resumo, na necessidade de a Europa se voltar a sentir confortável na sua pele. Para o gigantismo dos desafios atuais, o poder da magia dos banqueiros centrais pode não ser suficiente.

Economista

IN " JORNAL DE NEGÓCIOS"
10/03/16


.
.


806.UNIÃO


EUROPEIA



.


2-AGONIA



.
.
MARROCOS
A SOLUÇÃO DAS DUAS OVELHAS

video

FONTE: ONUBr


.
.

 I-A ASCENÇÃO DOS ANIMAIS

9.TRIUNFO DOS VERTEBRADOS
video



* As nossas séries por episódios são editadas no mesmo dia da semana à mesma hora, assim torna-se fácil se quiser visionar episódios anteriores.

.
.


1-AGONIA



.
.
RECORDANDO


JOAQUIM PIMENTEL

Porque razão coração

video

.
.

ONTEM NO  
"A BOLA"

Jogos Olímpicos
IAAF mantém suspensão da Rússia
.
A Federação Internacional de Atletismo (IAAF, em inglês) deliberou esta sexta-feira manter a suspensão da Rússia, por alegadas irregularidades no controlo antidoping, pelo que é cada vez maior a probabilidade da ausência de uma das maiores potências desportivas mundiais não poder marcar presença nos Jogos Olímpicos, no Rio de Janeiro.

Só um «trabalho significativo» resta à Federação de Atletismo da Rússia «para cumprir os critérios que lhe permitam uma reabilitação», deliberou o Conselho da IAAF.

A suspensão dos atletas russos havia sido decretada em novembro, depois de revelações de dopagem institucionalizada e sistemática no país.

O chefe da unidade especial da IAAF encarregue da instrução do processo, Rune Andersen, apresentou esta sexta-feira um relatório que vai em sentido oposto ao do presidente da organização, o britânico Sebastian Coe.

A IAAF registou «os progressos consideráveis» da Rússia mas aponta «um trabalho significativo a realizar para cumprir com os critérios que lhe permitam a reabilitação.

A participação de atletas russos nos Jogos, que se realizam na cidade brasileira de 5 a 21 de agosto próximo, foi colocada em xeque pela Agência Mundial Antidopagem (AMA) e pela agência norte-americana (USADA) nos últimos meses, e continua ainda sobre a mesa.

Uma nova e derradeira avaliação das medidas adotadas pela Rússia será realizada ainda antes dos Jogos Olímpicos, precisou a IAAF.

Na Rússia, o ministro dos Desportos, Vitaly Mutko, afirmara, durante a manhã de sexta-feira, e ainda antes de ser conhecida a decisão, «não esperar qualquer decisão revolucionária» da IAAF.

Já a Agência Mundial Antidopagem manifestou-se quarta-feira «consternada» por um documentário sobre o tema exibido pela ARD na Alemanha.

«Os russos parecem partir do princípio que a polémica vai esbater-se e que a sua participação nos Jogos Olímpicos não está em causa. Mas a IAAF e a AMA não vão arriscar a reputação dormindo ou a fazerem-se de mortos», afirmou, por seu turno, o presidente da Comissão de Inquérito Independente da AMA, Dick Pound.

De resto, além da Rússia, recorde-se que também Marrocos e a Etiópia foram «convidados» a rever os respetivos programas de combate ao flagelo do doping «com caráter de urgência» pelo presidente da IAAF, Sebastian Coe.

Ambos os países foram instruídos para realizarem mais controlos antes e durante as competições.

Também a Bielorrúsia, a Ucrânia e o Quénia estão sob vigilância apertada da IAAF, «com a obrigação de reforçarem o seu programa de controlo», afirmou o presidentee da IAAF, Sebastian Coe.

«Não há sanções no imediato, trata-se de um sério apelo a normalizarem as coisas», disse Sebastian Coe. O Quénia obteve um prazo suplementar para implementar as mais recentes regras antidopagem instituídas pela AMA. 
 
* Ninguém pode estar acima da decência.

.
.

DIFERENTE

video

O conceito do pneu Eagle-360 da Goodyear
.
.

HOJE NO  
"OBSERVADOR"
Foi revelado o alimento mais cancerígeno

O alimento mais cancerígeno é a carne processada. O estudo feito pela Organização Mundial de Saúde revelou que 50 gramas diários destas carnes aumentam em 18% a possibilidade do cancro colo-rectal. 
.
O alimento mais cancerígeno é a carne processada. O estudo feito pela Organização Mundial de Saúde revelou que 50 gramas diários destas carnes aumentam em 18% a possibilidade do cancro colorretal.

O grande problema deste alimento é a quantidade de nitratos que vem do sal usado para estas carnes. Os nitratos que são transformados em nitritos dentro da nossa boca seguem para o estômago, que converte os nitritos em compostos cancerígenos. O melhor remédio para contrariar este processo é o consumo de produtos ricos em antioxidantes como a vitamina C. Acontece que grande parte das pessoas que consome estas carnes regularmente não tem uma alimentação saudável.

Além da possibilidade de cancro, o consumo destas carnes pode aumentar o risco de se desenvolver diabetes do tipo 2, devido à quantidade de gorduras saturadas, sal e nitratos. Estas são razões mais do que suficientes para começar a cortar este tipo de carnes da sua alimentação habitual.

* CARNE PROCESSADA
"Salsichas (cachorros-quentes), presunto (não o da cura portuguesa), carne enlatada, carne seca ou carne com meia-salga". Estes são os exemplos de carne processada dados pela Organização Mundial de Saúde (OMS) para ilustrar os tipos de carne que podem provocar cancro.


.
.


 CENAS CURIOSAS



.
.
 
HOJE NO  
"DIÁRIO DE NOTÍCIAS"
Ex-Presidente Cavaco Silva 
já tem página na Internet

É também possível consultar o arquivo da Presidência relativo aos seus mandatos
 .
O ex-Presidente da República Cavaco Silva tem desde hoje uma página online na Internet, na qual será divulgada a sua atividade e haverá ligação para o arquivo da Presidência relativo aos seus dois mandatos presidenciais.

Através do endereço www.gabinetesacramento.pt será possível aceder às atividades de Cavaco Silva, à futura agenda, intervenções e publicações, com imagens associadas.

No novo site será também possível aceder ao arquivo da página oficial da Presidência da República desde 9 de março de 2006 até 9 de março de 2016.

O Gabinete do Sacramento, que está alojado no Convento do Sacramento a Alcântara, é descrito através de uma apresentação sumária, que inclui um enquadramento histórico do edifício, referências aos trabalhos de reabilitação a que foi submetido, bem como à sua atual configuração. Brevemente, a versão inglesa da página estará também disponível.

* Sempre que nos lembrarmos passaremos ao lado.

.
.

5 TIPOS DE VIZINHOS

video


.
.

HOJE NO
"RECORD"
João Pereira foi 3.º 
na Taça do Mundo na Austrália

O triatleta português João Pereira conquistou este sábado o 3.º lugar na Taça do Mundo, em Mooloolaba, na Austrália, uma prova dominada pelos espanhóis, com a vitória de Mario Mola e o 2.º lugar para Vicente Hernandez. 
 .
Mario Mola completou os 1.500 metros de natação, 40 quilómetros de ciclismo e 10 quilómetros de corrida com o tempo total de 00:52:54, seguido do também espanhol Vicente Hernandez, com 00:52.59, e de João Pereira, com 00:53.11.

O triatleta português Miguel Arraiolos concluiu a mesma competição em 49.º lugar, com o tempo total de 00:56:17.

Já a triatleta portuguesa Melanie Santos finalizou a prova feminina em 29.º lugar, com o tempo total de 01:00:40. A vitória nesta prova coube à britânica Jodie Stimpson, com 00:58:30, seguida da australiana Emma Moffatt com 00:58:47, e da norte-americana Kirsten Kasper, com 00:58:55.

Esta é a primeira Taça do Mundo do ano e disputa-se uma semana depois da primeira etapa do Mundial, que decorreu em Abu Dhabi.

A presença portuguesa na prova insere-se sobretudo na tentativa de amealhar pontos no ranking de qualificação olímpica, no qual Melanie Santos ocupa o 108.º posto, enquanto João Pereira e Miguel Arraiolos iniciaram esta prova nos sétimo e no 39.º lugares, respetivamente.

Depois dos triunfos de Vanessa Fernandes, apenas João Pereira já venceu a Taça do Mundo em Antalya, na Turquia, em outubro de 2015, e João Silva a de Monterrey, no México, em 2010.

* O triatlo português com bons desempenhos a caminho de melhores resultados

.
.
 JUSTIÇA


.
HOJE NO 
"CORREIO DA MANHÃ"
Guardas suspeitos de furtar bicicletas 

Dois militares e um funcionário da Ascendi investigados.

Dois militares da Unidade de Trânsito da GNR de Chaves estão a ser investigados, pela própria GNR, por suspeitas de terem roubado bicicletas durante uma ocorrência a que foram chamados em março do ano passado, na A7, em Ribeira de Pena. 
 .
Há também uma terceira pessoa envolvida, um funcionário da concessionária Ascendi, que esteve no local com os guardas. "Confirmo que há uma investigação em curso e que a mesma teve início em março de 2015. Resultado disso, foram constituídos arguidos três indivíduos, dois militares e um civil", disse ao CM o major Marco Cruz, relações-públicas da GNR. 

Os guardas foram chamados para um acidente na A7, na zona de Ribeira de Pena, envolvendo um camião carregado com bicicletas. Nas diligências, terão desaparecido velocípedes, com a firma a apresentar depois queixa pelo furto de 24 bicicletas, tendo os dois militares e o funcionário da concessionária da autoestrada sido de imediato apontados como suspeitos. "Recentemente foram feitas diligências que incluíram buscas domiciliárias a casa dos suspeitos. 

Os militares continuam em exercício de funções, uma vez que o tribunal não decretou nenhuma medida de suspensão", explicou o major. Nas buscas, terá sido apreendida uma das bicicletas, informação que não foi possível confirmar junto de fonte oficial. Paralelamente ao processo em tribunal, decorre um processo disciplinar interno na GNR aos dois militares que, até então, tinham registo limpo. 

* Casos isolados não definem a GNR, belisca.

.
.
TAMBORILANDO
video

.
.
ESTA SEMANA NO  
"OJE"

Capacetes Azuis
ONU pressiona para que sejam punidos

Perante os escândalos sexuais recorrentes nas missões de manutenção de paz, Ban Ki-monn recorda que cabe aos países perseguir judicialmente os agressores.

O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, instou ontem os países que fornecem tropas para integrar as missões dos Capacetes Azuis a punirem severamente os casos de abusos sexuais.

Num debate no Conselho de Segurança sobre os escândalos sexuais recorrentes nas missões de manutenção de paz das Nações Unidas, o responsável recordou que cabe a esses países perseguir judicialmente os culpados desses atos. “Manda a justiça que os países membros assumam esta responsabilidade; esperamos que imponham sanções proporcionais à gravidade do crime”, afirmou.
 .
Um relatório recente da ONU mostra que as acusações de abusos e exploração sexuais nas missões de paz estão em “claro aumento”, nomeadamente na República Centro-Africana, e que as sanções adotadas pelas autoridades nacionais são leves.

A ONU tomou uma série de medidas, incluindo nomear pela primeira vez os países de onde são originários os soldados ou polícias suspeitos, mas, sublinhou Ban Ki-moon, é preciso que os países “investiguem rápida e minuciosamente tais acusações e que os autores sejam devidamente punidos”.

EUA querem repatriamento
Os EUA apresentaram ao Conselho de Segurança um projeto de resolução que prevê o repatriamento dos contingentes inteiros de Capacetes Azuis suspeitos de abusos sexuais, como a ONU já fez com as unidades congolesas que operavam na República Centro-Africana. Segundo a embaixadora norte-americana Samantha Power, os escândalos sexuais “demasiadas vezes, as acusações não veem a luz (…) e o atual sistema é opaco”, lamentou.

* É sórdido ver quem está escalado para ajudar ser o próximo carrasco.

.
.
 ANÚNCIOS VINTAGE

MEADOS DO SÉC XX
A MULHER DE SERVIÇO

















.
.
.
822
Senso d'hoje

MARIANA CARREIRA
COORDENADORA DO
MAKE A WISH-PORTUGAL
"LEVAR SORRISOS A CRIANÇAS"

video


FONTE: OBSERVADOR
"ANATOMIA DE SUCESSO" um trabalho de LAURINDA ALVES


.