sexta-feira, 8 de janeiro de 2016

UMA GRAÇA PARA O FIM DO DIA

.

.
.


9.O QUE NÓS 
   
"APRENDEMOS"!



REGRAS PARA
O TÉNIS DE MESA



* Na etiqueta "PEIDA E DESPORTO" estamos a apresentar regras de várias modalidades desportivas e olímpicas desde 13 de Novembro deste ano.
.
** As nossas séries por episódios são editadas no mesmo dia da semana à mesma hora, assim torna-se fácil se quiser visionar episódios anteriores.

.
.

10-A VIDA DE BUDA


ÚLTIMO EPISÓDIO

* As nossas séries por episódios são editadas no mesmo dia da semana à mesma hora, assim torna-se fácil se quiser visionar episódios anteriores.


.
.
HOJE NO
  "RECORD"

Paulo Gonçalves mantém liderança

O português Paulo Gonçalves, da Honda, foi esta sexta-feira terceiro colocado na sexta etapa do Dakar'2016, um resultado que lhe permite mesmo assim manter a liderança da prova, apesar de agora ter apenas 35 segundos de avanço para o segundo classificado, o australiano Toby Price.
.

Ainda que tenha liderado a prova em sete dos doze "waypoints", o português perdeu algum gás na fase final e acabou por terminar a 1.12 minutos de Price. Além de Gonçalves, também Hélder Rodrigues andou em bom ritmo, tendo finalizado em quinto, a 5.23 do vencedor. O piloto da Yamaha consegue, assim, ascender ao sexto posto - era 13.º à partida -, agora a 20.12 minutos de Paulo Gonçalves.

Recorde-se que o dia fica ainda marcado pelo adeus de Rúben Faria à prova, depois de uma queda a meio da tirada, na qual o português fraturou o pulso.

* Um valente.

.
.


 4- GEOPORTUGAL



* Mais uma produção notável da RTP


.
.
HOJE NO    
"JORNAL DE NOTÍCIAS"

Narcotraficante "El Chapo" foi detido

O presidente mexicano anunciou, esta sexta-feira, que o narcotraficante conhecido como "El Chapo" foi detido pelas autoridades do país. Cinco pessoas morreram na operação de detenção.

"Missão cumprida: já o temos. Quero informar os mexicanos que Joaquín Guzmán Loera foi detido", escreveu Peña Nieto no Twitter. A informação foi também confirmada pela agência anti droga dos EUA, a DEA.

A operação de detenção do traficante, na cidade de Los Mochis, no estado de Sinaloa, desencadeou um tiroteio que acabou com a morte de cinco suspeitos e ferimentos num militar mexicano.
.
Segundo o comunicado da MArinha mexicana, "pessoal da infantaria da Marinha foi alvo de disparos por supostos membros da delinquência organizada" numa residência que cercaram após receberem uma denúncia onde se referia "a existência de um domicílio com pessoas armadas". Pelo menos um dos membros do cartel terá conseguido escapar.

"Na sequência desta ação foram apreendidos "quatro veículos [dois deles blindados], oito armas pesadas, uma arma ligeira, carregadores e munições que pelas suas características balísticas são de uso exclusivo das Forças Armadas" para além de um "lança-foguetes com dois tubos".

Em 2015, "El Chapo", líder do cartel de Sinaloa, escapou de uma prisão de alta segurança, através de um túnel, com a alegada conivência dos guardas.


No âmbito da investigação, um cunhado e um advogado do mexicano foram detidos, por alegada cumplicidade na fuga.

Guzmán foi capturado pela primeira vez na Guatemala em 1993, e após ser condenado a 21 anos de prisão escapou pela primeira vez em 2001 da penitenciária de alta segurança de Puente Grande (estado de Jalisco).

Após nova detenção em 2014, numa ação que foi considerada o maior golpe contra o narcotráfico da última década, foi colocado na prisão de Almoloya de Juárez, no estado do México (centro do país).

* Uma boa notícia.

.
.

Merkel reage à violência

sexual na Alemanha




* Uma produção "EURONEWS"


.
.

HOJE NO    
"JORNAL DE NEGÓCIOS"

Pharol acusa Bava de saber que
. investimentos no GES eram “ilícitos”

As investigações da ex-PT SGPS concluem que o gestor terá alegadamente decidido investimentos no GES e “sabia serem ilícitos”. A Pharol vai avançar com processo judicial contra Bava.   

Ao longo das mais de 150 páginas da acção contra a Deloitte, que o Negócios teve acesso, são várias as acusações da Pharol contra alguns dos ex-gestores da PT entre 2010 e 2014. E Zeinal Bava não escapa às palavras duras que constam no processo que deu entrada no Tribunal na quinta-feira, elaborado pelos advogados da Cuatrecasas.
 .
"O Eng. Zeinal Bava foi CEO da autora [ex-PT SGPS] responsável pela decisão de realizar investimentos em instrumentos de dívida GES em Setembro de 2010, tendo consistentemente decidido e aumentado tais investimentos até à sua saída de CEO em Maio de 2013", começa por contar a Pharol.

Os investimentos no Grupo Espírito Santo, que estava representado no capital da PT através do BES, começaram em 2010. E culminaram em 2014 com o investimento em papel comercial da Rioforte que levaria ao incumprimento de quase 900 milhões de euros.
O antigo CEO da PT e da Oi, cuja fusão com a PT sofreu uma reviravolta devido a este ‘buraco’, saiu da comissão executiva da PT antes da aplicação da Rioforte. Zeinal Bava garantiu aos deputados, durante a comissão de inquérito ao caso BES, "em sã consciência não sabia das aplicações" na Rioforte. "Saindo da PT SGPS, eu não tinha de saber o que acontecia na PT SGPS. Não guardo qualquer memória que me tivesse sido transmitida qualquer informação de qualquer aplicação após a data da minha saída".

No entanto, segundo as investigações da Pharol, que está a avançar com processos contra ex-gestores e contra a antiga auditora de contas para tentar recuperar parte do montante em dívida, o gestor alegadamente tinha conhecimento sobre estes investimentos serem "ilícitos".

"Mesmo antes de sair [da PT SGPS], recorrendo a dívida, decidiu aumentar o investimento no muito material montante de 500 milhões de euros", lê-se no mesmo documento, que relembra ainda que enquanto CEO da PT, Zeinal Bava era o responsável pela auditoria interna.

"Nessa qualidade nunca deu instruções para que fossem implantados sistemas de controlo interno que impedissem a realização dos investimentos em violação dos estatutos, dos normativos e políticas da empresa". E vai mais longe: "E bem se compreende que não o fizesse pois não pretendia revelar nos documentos de reporte financeiro esses investimentos por si decididos que bem sabia serem ilícitos".

Por estes motivos, a Pharol "vai processar quem desempenhou funções de CEO da PT entre, respectivamente, Setembro de 2010 e Maio de 2013", ou seja, Zeinal Bava.

O nome do gestor seguir-se-á assim aos processos contra Henrique Granadeiro, que desempenhou funções de CEO entre Junho de 2013 e Agosto de 2014, a Pacheco de Melo (ex-CFO) e a Amílcar Morais Pires (ex-administrador da PT em representação do BES).No entanto, segundo o mesmo documento, vai avançar com novas acusações contra Granadeiro e Pacheco de Melo a par com as de Zeinal Bava.

O mistério dos "tabelaux de bord"
No processo elaborado pela Cuatrecasas, que recorre diversas vezes a uma linguagem coloquial, a Pharol relembra ainda o impacto negativo que o caso Rioforte causou na combinação de negócios com a Oi, onde a empresa tem uma participação de 27,18%, o único activo. E mais uma vez aponta o dedo a Zeinal Bava.

Quando o incumprimento da Rioforte se tornou público, a Oi quis renegociar os termos da fusão, levando a PT a ficar com uma menor participação no negócio e a transferir a dívida de 897 milhões para a PT SGPS, agora Pharol.

A Pharol recorda que no primeiro memorando de entendimento assinado pelas duas empresas, constavam "exigências financeiras que implicavam que os fundos disponíveis fossem canalizados para a fusão das duas empresas, pelo que não poderia a autora (ex-PT SGPS) continuar a investir em circunstância alguma em instrumentos de dívida".

Além disso, de acordo com o memorando acordado entre as duas partes, Zeinal Bava era o responsável pela "coordenação integral da implementação da operação, sob o acompanhamento de um "'steering commitee' formado por representantes das partes. Granadeiro, Morais Pires, Nuno Vasconcellos, José Mauro da Cunha, Otávio de Azevedo e Pedro Jereissati eram os nomes que faziam parte da lista.

Na acção de responsabilidade contra a Deloitte, a Pharol relembra ainda que a partir de 2003, por iniciativa do director de finanças à época, Carlos Cruz, foi criado um documento intitulado "tableaux de bord", que tinha como objectivo divulgar regularmente detalhes sobre a situação financeira da empresa bem como das suas empresas participadas, incluindo a PTIF, a empresa detida a 100% pela PT que subscreveu ao papel comercial da Rioforte.

O "tableau de bord" tinha uma periodicidade mensal e era distribuído através do departamento financeiro para uma "mailing list" específica, "que pelo menos desde 1 de Janeiro de 2012 até 24 de Maio de 2014" incluía Zeinal Bava, Luís Pacheco de Melo, entre outros. O nome de Henrique Granadeiro não é mencionado.

Esses documentos, porém, não detalhavam os investimentos no universo GES, "sempre contiveram na parte de 'cash' e na coluna de 'bancos' a descrição sintética de BES, escondendo-se dentro desta rubrica de forma enganosa os instrumentos de dívida" emitidos pela Rioforte.

A Pharol avançou na quinta-feira com um processo contra a Deloitte no âmbito do caso Rioforte. Em Outubro, a entidade liderada por Luís Palha da Silva já tinha avançado contra três ex-administradores da PT. Henrique Granadeiro (ex-CEO da PT SGPS), Luís Pacheco de Melo (ex-administrador financeiro da PT) e Amílcar Morais Pires.

* Bava que anos atrás foi considerado um CEO "estrelado", de repente no âmbito das suas competências não sabe nada e perdeu a memória, fantástico "melga".


.

ANA RITA GUERRA

.



CES 2016
IBM põe robô Watson 
na pulseira de fitness 
da Under Armour

Chegámos à era da computação cognitiva, disse a CEO da tecnológica GinniRometty no CES 2016 em Las Vegas 
 .
Seis anos depois de vencer o concurso Jeopardy contra humanos, o supercomputador Watson da IBM está pronto para o horário nobre da computação cognitiva. Durante a sua apresentação no CES 2016, em Las Vegas, a CEO da IBM Ginni Rometty revelou várias novas parcerias e demonstrou como o poder do Watson pode revolucionar a Internet das Coisas e as áreas em que é aplicado.
.
 “Cada decisão que a Humanidade tomar será melhor por causa destas tecnologias”, declarou a executiva, que dedicou a keynote ao anúncio de três parcerias: uma com a marca de vestuário desportivo Under Armour, outra com a fabricante de dispositivos médicos Medtronics e a última com a japonesa Softbank.

“Não temos dúvidas de que vamos mudar o sistema de saúde.” A declaração é arriscada, por isso Rometty chamou ao palco o CEO da Under Armour, Kevin Plank, para explicar o trabalho que estão a desenvolver em conjunto. A Under Armour, que em Portugal é distribuída sobretudo pela SportZone, lançou no CES uma pulseira inteligente de fitness com hardware HTC, a UA Band. E é aqui que o Watson vai entrar: a app Record que se ligará à pulseira terá a inteligência artificial do supercomputador por trás, com a intenção de “transformar a saúde e o fitness.”

A UA Band tem 70 horas de bateria e monitoriza o número de passos, horas de sono, batimento cardíaco em repouso, peso, exercício e desempenho. Depois, envia esses dados para a plataforma Record – Insights by Watson e o resultado é o que Plank chamou de “treino cognitivo.” O supercomputador personaliza a abordagem à pessoa de uma forma que as apps que estão no mercado não conseguem fazer.

Inovação para diabéticos
Aqui o impacto do Watson pode ser decisivo, e Rometty acredita que em causa está a capacidade de salvar vidas. A parceria da IBM com a Medtronic, uma empresa de aparelhos para diabéticos, vai resultar numa aplicação que irá recolher os dados dos dispositivos usados pelos doentes. Rometty explicou que a análise do Watson dará a “possibilidade de prever uma crise de hipoglicémia três horas antes da ocorrência”, algo que neste momento é basicamente impossível. 
.
Omar Ishrak, CEO da Medtronic, fez uma demo da aplicação mostrando como esta instrumentaliza dados históricos de níveis de glucose, calorias queimadas e gramas de hidratos de carbono consumidos para aconselhar o diabético. “Ela dirá qual o resultado que certo tipo de comida terá no corpo”, afirmou. “Isto já não é intuição, é baseado em dados científicos.” A app será lançada no verão.

O robô “humano” Pepper
Por enquanto está a ser testado apenas no Japão, mas o que o presidente da Softbank Robotics Kenichi Yoshida quer é transformar o Pepper num robô para as massas em todo o mundo. Este foi um dos momentos altos da noite, quando um modelo destes robôs – que parece a namorada do R2D2 – entrou em palco e manteve uma conversa com Yoshida.

A capacidade de compreensão e interação é muito mais evoluída que os robôs que estão no mercado, ou qualquer assistente digital tipo Siri. “As pessoas tendem a pensar nos robôs como algo que está vivo”, disse Yoshida, justificando o visual apelativo, a voz feminina e o léxico usado na conversação. 
.
O Pepper está em teste em 10 sucursais de um banco e em 100 cafés de uma cadeia no Japão, num piloto que rapidamente será expandido. A IBM será o distribuidor de software para o Pepper, mas a colaboração entre as duas empresas vai além disso: a Softbank está a ensinar ao Watson como pensar em japonês. 
“Acreditamos que a tecnologia está pronta”, declarou Yoshida. “Agora, é tempo de passar à prática.” 

IN "DINHEIRO VIVO"
 07/01/16

.
.


745.UNIÃO

EUROPEIA



.

HOJE NO
"DESTAK"
Banif 
Veículo Naviget passa a chamar-se
 Oitante - Banco de Portugal

A sociedade-veículo que ficou com ativos do Banif no âmbito da sua resolução, que nas deliberações do Banco de Portugal (BdP) foi denominada Naviget, mudou de nome, passando a chamar-se Oitante, revelou hoje fonte oficial do supervisor. 
.
"Apesar de a firma Naviget, S.A. se apresentar disponível na base de dados 'online', conforme pesquisa realizada em momento oportuno, o Registo Nacional de Pessoas Coletivas veio a indeferir o pedido de certificado de admissibilidade da firma Naviget, S.A. por entender que a mesma é confundível com Navigeste - Sociedade Gestora de Participações Sociais SGPS, S.A., sociedade já constituída", lê-se na nota enviada pelo BdP à agência Lusa.

Segundo a entidade liderada por Carlos Costa, "uma vez que a mudança de firma não coloca nenhum constrangimento relevante, optou-se por não recorrer daquele indeferimento e proceder à alteração da denominação social do veículo. O nome Oitante, S.A. foi proposto pelo CA [Conselho de Administração] do veículo e está aprovado". 

* "Oitante" deve ser parente da  "oitava", "oitava" na peneira "oitava" peneirando, "oitava" no banif, "oitava" banifando".

.
.

5-A FUGA DE PENICHE



ÚLTIMO EPISÓDIO

O FIASCO DA DITADURA


.
.
11-HUMAN


.
.
HOJE NO 
"i"
OVNIS. 
Hillary Clinton promete investigar

Investigação
A candidata democrata à Casa Branca, Hillary Clinton, fez esta semana uma promessa estranha: se for eleita presidente dos Estados Unidos, Clinton prometeu investigar se o fenómeno dos extraterrestres é realmente verdadeiro, uma vez que a democrata acredita que o planeta terra já foi visitado por alliens. “Eu vou chegar ao fundo da questão”, prometeu Clinton.

Não é a primeira vez que Clinton fala sobre extraterrestres. Numa entrevista em 2014, a candidata tinha afirmado que “se fossemos os únicos neste universo, seria um grande desperdício de espaço”.
 
Área 51
Entre outras promessas, a candidata democrata comprometeu-se a estabelecer uma equipa especial para investigar o caso da base militar Área 51, onde alegadamente terão sido encontrados restos de um disco voador, que terá caído em Roswell, no México, em 1947.
 
Califórnia
O caso dos extraterrestres não é novidade nos Estados Unidos. Em 2007, foram instaladas 42 antenas na Califórnia para tentar encontrar os chamados “seres do outro mundo”.

* Corajosa.

.
.

Lisa Stansfield

All Around the World


.
.
HOJE NO 
  "A BOLA"

McNamara deslocou o ombro 
após queda assustadora 
.

Embora Garrett McNamara seja um surfista com larga experiência em ondas gigantes, o norte-americano sofreu uma queda brutal em Mavericks, onde acabou por deslocar o ombro, tendo sido rapidamente recorrido pela assistência das providenciais motos de água.

* Um susto, mas vai recuperar.

.
.

GoPro HERO3


.
.

HOJE NO 
  "DIÁRIO DE NOTÍCIAS
 DA MADEIRA"
Agricultores querem legislação que 
regule atividades dos hipermercados

A Confederação Nacional da Agricultura (CNA) exigiu hoje ao Governo que regulamente, pela via legislativa, a actividade dos hipermercados, com vista a restringir as importações "desnecessárias" de bens alimentares como a carne e o leite.
.
Perante as dificuldades que os sectores do leite e da suinicultura atravessam, "são necessárias medidas de facto excepcionais para acudir a uma crise prolongada e de excepcional gravidade", defende a CNA em comunicado.

A Confederação insiste na necessidade de "estabelecer urgentemente com as cadeias de hipermercados - pela via legislativa, por acordos ou por ambos os processos - a preferência pela comercialização, para consumo interno, da produção nacional".

Nesse sentido, a CNA defende "restrições às importações, combatendo a especulação praticada pelo grande agro-negócio, por exemplo, através da aplicação de controlos permanentes com a severa verificação das normas sanitárias e outras".

Do ponto de vista mais estratégico, mas também a curto prazo, "é indispensável retomar os mecanismos públicos de controlo da produção e dos mercados como, por exemplo, retomar as quotas leiteiras e admitir valores mais elevados para as "retiradas" (compras) públicas da produção do leite e da carne".
.
A posição da CNA é assumida numa altura em que o atual Governo criou um gabinete de crise para debater soluções conjuntas entre produtores e distribuidores para os setores do leite e da suinicultura.
O primeiro encontro entre produtores, transformadores e cadeias de distribuição final foi a 22 de dezembro e as reuniões vão continuar, estando previstos também encontros bilaterais.

Além do Ministério da Agricultura, fazem parte do gabinete de Crise dos Setores do Leite e da Suinicultura a Associação Nacional dos Industriais de Laticínios (ANIL), a Associação Portuguesa de Empresas de Distribuição (APED), a Associação Portuguesa dos Industriais de Carne (APIC), a Confederação dos Agricultores de Portugal (CAP), a Confederação Nacional da Agricultura (CNA), a Confederação Nacional das Cooperativas Agrícolas (CONFAGRI) e a Federação Portuguesa de Associações de Suinicultores (FPAS).

* O sector da distribuição funciona quase impunemente.

.
.


RESOLVA


O PUZZLE

Halifax public gardens Nova Scotia

.
.
HOJE NO  
"DIÁRIO ECONÓMICO"

PS e PSD negoceiam lugares com Rui Rio
. apontado para o Tribunal de Contas

Depois da guerra de cadeiras entre PS e PSD para o Conselho de Estado, os dois partidos estão agora a negociar um pacote mais vasto de lugares externos à Assembleia da República que vai obrigar a contrapartidas de parte a parte e onde se incluirá a presidência do Tribunal de Contas. Rui Rio é uma das hipóteses em cima da mesa para o cargo. 
 .
Ao que o Diário Económico apurou, os líderes parlamentares Luís Montenegro e Carlos César estão a negociar a eleição de cinco membros para o Conselho Superior do Ministério Público (CSMP) e dois para o Conselho de Fiscalização das secretas (CFSIRP), tendo em cima da mesa outros cargos mais emblemáticos como moeda de troca: Provedor de Justiça e presidência do Tribunal de Contas.

Na próxima semana – sexta-feira – o Parlamento tem de eleger os membros do CSMP, do CFSIRP e Conselho de Procriação Medicamente Assistida. No caso do Ministério Público são eleitos sete vogais, por maioria simples (o que significa que o PS não precisa do PSD aqui). Em 2011, quando a direita era maioritária, o acordo resultou na eleição de três nomes do PSD, um do CDS e outros três do PS. É preciso agora saber se os socialistas vão querer dar lugares ao BE ou ao PCP. O líder parlamentar dos bloquistas Pedro Filipe Soares não fecha a porta a essa hipótese, mas diz ao Diário Económico que “neste momento o assunto ainda não está em cima da mesa”.

No caso da fiscalização das secretas há um outro problema. A eleição é por maioria de dois terços, o que significa que PS e PSD terão que se entender na divisão dos dois lugares. Mas há um dado acrescido: a presidência pertence normalmente ao partido com mais deputados, ou seja, ao PSD. Permitirá o PS manter esta tradição?

Fonte da bancada socialista explica ao Diário Económico que tudo está a ser negociado a um nível mais vasto: “Há outras coisas a ponderar, nomeadamente a indicação do novo Provedor de Justiça e a presidência do Tribunal de Contas”. Embora estes dois cargos não tenham votação marcada para sexta-feira, não faltará muito tempo para que sejam decididos. 

Uma das hipóteses que tem sido avançada é a de António Costa dar a presidência do Tribunal de Contas a Rui Rio, uma figura de destaque no PSD. Com isso, poderá facilitar a votação dos restantes lugares.

* E nós  ingenuamente pensávamos que as nomeações eram pela via da competência e não pela matrícula nos partidos. Rui Rio será um mau presidente do TC, falta-lhe nível, a culpa é de Guilherme Oliveira Martins que foi um exemplo para toda a gente.


.
.
5-COP21

TERRA, EXISTE UM FUTURO



A propósito da conferência de Paris


.
.
HOJE NO   
"CORREIO DA MANHÃ"
Agricultor preso por escravizar 
Vítima, de 42 anos, dormia 
em barracão imundo.  

Durante dois anos foi escravizado, ameaçado, espancado e até privado de comida. Mantido em cativeiro e obrigado a trabalhar horas a fio, sem descanso. 

À segunda tentativa, a vítima, de 42 anos, conseguiu fugir do inferno que viveu em Sambade, Alfandega da Fé, para onde foi levado por um agricultor, detido pela Polícia Judiciária do Porto. 

NESTA ALDEIA NINGUÉM SABIA OU O SILÊNCIO É CÚMPLICE?

O arguido, de 38 anos, está indiciado por escravidão e tráfico de pessoas para fins de exploração laboral. Foi esta quinta presente ao tribunal de Macedo de Cavaleiros e depois libertado pelo juiz. 

A vítima, natural de Penafiel, sofre de um atraso mental e tem problemas de alcoolismo. Foi aliciado pelo agricultor que lhe prometeu ajuda, mas acabou por levá-lo para uma vida de horror. Retirou-lhe os documentos e pôs o homem a trabalhar de sol a sol sem nunca lhe pagar. 

Deixava-o pernoitar num barracão imundo, sem casa de banho e onde só podia tomar banho de mangueira e no exterior. Na primeira tentativa de fuga, foi recapturado e brutalmente pontapeado em todo o corpo pelo arguido.

* Paradoxalmente um selvagem desumano fica à solta, um tipo apanhado sem carta de condução mas sem provocar acidente vai para o calabouço, há qualquer coisa de errado na nossa justiça.

.
.
DESPORTIVAMENTE



.
.

HOJE NO
"OBSERVADOR"
PSD, CDS e PCP reprovam voto do Bloco
. para condenar “repressão” em Angola

PSD, CDS-PP e PCP rejeitaram hoje um voto de condenação apresentado pelo Bloco de Esquerda sobre "repressão em Angola" e com um apelo à libertação dos "ativistas detidos", iniciativa que teve a abstenção do PS.

PSD, CDS-PP e PCP rejeitaram um voto de condenação apresentado pelo Bloco de Esquerda sobre “repressão em Angola” e com um apelo à libertação dos “ativistas detidos”, iniciativa que teve a abstenção do PS.
 .
SÉRGIO GODINHO, UM SENHOR!
Este voto do Bloco de Esquerda, porém, contou ainda com o apoio de seis deputados socialistas (Alexandre Quintanilha, Isabel Moreira, Inês de Medeiros, Isabel Santos, Pedro Delgado Alves e Wanda Guimarães), além do representante do PAN (Pessoas Animais e Natureza).

“É preciso travar e dar por finalizado este arrastado processo que visa intimidar, deter e punir aqueles que criticam a governação de José Eduardo dos Santos, que tem tido interferência direta ao longo de todo o processo, dando ordens no sentido de prolongar indefinidamente as audiências”, refere-se no voto da bancada bloquista.

O PCP demarcou-se totalmente desta iniciativa do Bloco de Esquerda, apresentando uma declaração de voto na qual se adverte que outras forças políticas “não poderão contar” com os comunistas “para operações de desestabilização de Angola”.

“Reiterando a defesa e a garantia das liberdades e direitos dos cidadãos, cabe às autoridades judiciais angolanas o tratamento de processos que recaiam no seu âmbito, de acordo com a ordem jurídico-constitucional, não devendo a Assembleia da República interferir sobre o desenrolar dos mesmos, prejudicando as relações de amizade e cooperação entre o povo português e o povo angolano”, lê-se na declaração de voto apresentada pela bancada comunista.

Com a abstenção do PSD e do CDS-PP, a Assembleia da República aprovou um voto apresentado pelo Bloco de Esquerda condenação pela recente morte de três ativistas curdas e feministas Sêvê Demir, Pakize Nayir e Fatma Uyar na sequência de uma operação militar turca.

“A Assembleia da República expressa o seu mais profundo pesar por este triste acontecimento e presta homenagem às vítimas, suas famílias e ao povo curdo e repudia todos os atentados contra a liberdade e os direitos humanos na Turquia, como em qualquer outro país do mundo”, lê-se no voto aprovado pelo parlamento.

* É lindo ver o PCP votar de mão dada com PSD e CDS. O regime angolano está estabilizado numa ditadura feroz, pior que a salazarenta lusitana, é isto que o PCP não quer desestabilizar, não é novidade já que sempre apoiou a repressão do PCUS e criticou a Perestroika.

.
.

 ESTILOSO


.
.

HOJE NO   
"DIÁRIO DE NOTÍCIAS"

Farmacêuticos querem que ministro
 trave anúncios do Calcitrin

A Ordem contesta que a empresa continue a publicitar "em termos inaceitáveis o produto", com recurso a figuras públicas.
 
A Ordem dos Farmacêuticos apelou à "intervenção direta" do ministro da Saúde para travar os anúncios publicitários do suplemento alimentar Calcitrim MD Rapid e evitar situações suscetíveis de "causar prejuízos sérios e de difícil resolução na saúde dos cidadãos".
 .
Num comunicado hoje divulgado, a Ordem dos Farmacêuticos (OF) dá conta do ofício que enviou no dia 6 de janeiro ao ministro da Saúde, Adalberto Campos Fernandes, solicitando a sua intervenção para "pôr cobro" a uma situação que se mantém apesar dos alertas do Infarmed e da Direção-Geral de Alimentação e Veterinária contra este produto e do apelo das ordens dos farmacêuticos e dos médicos à tutela em defesa da saúde pública.

"Não obstante a preocupação que a Ordem dos Farmacêuticos tem vindo reiteradamente a manifestar sobre este assunto, a verdade é que ainda nada se alterou", afirma no ofício, sublinhando que "se mantêm na íntegra as preocupações e receios que motivaram o recurso da Ordem dos Farmacêuticos a uma providência cautelar que ainda decorre na Justiça".

A OF contesta que a empresa continue a publicitar "em termos inaceitáveis o produto Calcitrin MD Rapid", salientando que o recurso a figuras públicas nos anúncios lhes dão um cunho de verdade e seriedade, sendo que neste caso não existe qualquer base científica.

"Com a agravante de ter introduzido um anúncio no qual um cidadão afirma usar o referido produto aconselhado 'pelo seu farmacêutico', bem como a utilizar espaço publicitário na televisão pública para prestar 'esclarecimentos públicos sobre o assunto', tudo com a participação ativa de apresentadores da estação pública", critica.

No dia 17 de dezembro, a OF instaurou uma providência cautelar para travar os anúncios publicitários àquele produto em todos os órgãos de comunicação social, alegando que induzem um "consumo desnecessário, nocivo e sem diagnóstico ou avaliação prévia por profissional habilitado".
Por esse motivo, considerou a Ordem, o consumo indiscriminado destes produtos constitui "uma ameaça à saúde e bem-estar dos cidadãos", pois "pode levar a lesões graves e de difícil reparação".
No dia 18 de dezembro, o Infarmed recomendou que não fossem utilizados produtos contendo cálcio para a prevenção ou tratamento de doenças e anunciou que decorrem ações de fiscalização à conformidade destes produtos no mercado.

Sobre estas diligências anunciadas pela autoridade do medicamento, a OF diz desconhecer até ao momento quais foram e quais os respetivos resultados.

A 20 de dezembro as Ordens dos Médicos e dos Farmacêuticos apelaram ao Ministério da Saúde para que interviesse na regulação da publicidade a este tipo de suplementos e informaram que já haviam denunciado o caso também à Entidade Reguladora da Saúde (ERS), que acabou por declinar responsabilidades na fiscalização destas práticas, alegando que caem fora do âmbito das suas atribuições.

 * Não é só o produto em causa, vendem-se milhares de inutilidades de "produtos naturais" todos os dias, provavelmente quem autorizou a venda destes produtos deve estar rico, o lobie é poderoso.


  .
.
O DRAMA DO SOUTIEN


.
.


759
Senso d'hoje

 MARIA DE BELÉM
CANDIDATA À 
  PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA
  A candidata gangsta que 
serve Marcelo às fatias



* Uma produção "CANAL Q"


.