quarta-feira, 23 de dezembro de 2015

UMA GRAÇA PARA O FIM DO DIA

.

.
.

"O QUE NÓS

CISMAMOS"!


2 - DEPOIS DO ADEUS

ADEUS À TROIKA







* JORNALISMO DE INVESTIGAÇÃO "SIC"

* As nossas séries por episódios são editadas no mesmo dia da semana à mesma hora, assim torna-se fácil se quiser visionar episódios anteriores.


.
.


RETROSPECTIVA 2015


A Intervenção de José Pacheco Pereira na sessão pública “A crise europeia à luz da Grécia” que juntou no Fórum Lisboa personalidades de várias sensibilidades políticas.
.
.
HOJE NO

"OBSERVADOR"
DIAP investiga suspeitas de corrupção
 na Logística do INEM

O Departamento de Investigação e Ação Penal de Lisboa (DIAP) está a investigar suspeitas de corrupção na Logística do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM), disse à Lusa fonte da Procuradoria-Geral da República.
 .
Segundo a edição desta manhã do Jornal de Noticias (JN), o instituto presidido por Paulo Campos não informou o Ministério Público (MP) de uma denúncia de corrupção recebida em julho passado relativa ao ex-responsável da Logística, tal como obriga a lei. O INEM alega que não o fez por “não existirem evidências suficientes” para informar o MP, mas fonte da Procuradoria-Geral da República confirmou à Lusa a existência de um inquérito relacionado com a notícia do JN, adiantando que o mesmo se encontra em segredo de justiça.

Paulo Campos tinha já esclarecido ao mesmo jornal que, confrontado com esta denúncia, pediu uma auditoria externa sem explicar, no entanto, porque não participou da mesma. O problema é que a Lei Geral do Trabalho em Funções Públicas prevê que aqueles que “não participem criminalmente de infração disciplinar de que tenham conhecimento no exercício das suas funções” podem ver a sua comissão de serviço terminada.

A denúncia chegou via email ao Conselho Diretivo do INEM e, em vez de informar sobre as suspeitas, o instituto manteve o caso sob sigilo. Quase dois meses depois, no dia 16 de setembro, foi pedida a auditoria externa à Logística e Sistemas de Informação para “detetar e analisar eventuais riscos de segurança de informação, de fraude e corrupção”, cita o JN. Ora o relatório desta auditoria terá sido entregue no dia 15 de outubro, dia em que Paulo Campos foi suspenso das suas funções.

Já o MP decidiu abrir um inquérito-crime após ter recebido a mesma denúncia mas por outra via.

Este é mais um caso em relação ao INEM depois de a Unidade Nacional de Combate à Corrupção da PJ ter começado a investigar alegados crimes de corrupção e participação económica em negócio pela suposta ligação de Patrício Ramalho à Futurvida. Neste caso estão sob suspeita alegados favorecimentos em procedimentos contratuais a esta empresa de transformação de veículos, mais concretamente ambulâncias, e fornecedora do INEM.

* Falta muito para o sr. major ir p'ró olho da rua?
.
.


TOM FORD


FULL FASHION SHOW
OUTONO/INVERNO
2015/2016



.
.
HOJE NO
"DIÁRIO DE NOTÍCIAS"

EUA
Luzes de Natal gastam mais 
eletricidade do que alguns países pobres

Consumo das luzes de Natal daria para pôr a funcionar 14 milhões de frigoríficos

As luzes de Natal usadas pelas famílias norte-americanas, uma tradição desta quadra festiva, gastam mais eletricidade do que alguns países pobres, como El Salvador ou a Etiópia, consomem anualmente, revelou hoje o Centro para o Desenvolvimento Global.
.
O OUTRO NATAL EM NOVA YORK
De acordo com um 'post' divulgado no blogue do 'think thank' norte-americano, as luzes que proliferam nas árvores, telhados e relvados dos Estados Unidos representam um consumo anual de eletricidade de 6,63 mil milhões de quilowatts/hora.

Um valor superior ao consumo anual de eletricidade de países em vias de desenvolvimento como El Salvador (5,35 mil milhões de quilowatts/hora), Etiópia (5,30 mil milhões) ou Tanzânia (4,81 mil milhões).

Os investigadores recorreram a dados do relatório de 2008 do Departamento de Energia dos Estados Unidos e do Banco Mundial para realizar a pesquisa.

Todd Moss e Priscilla Agyapong destacaram que os 6,63 mil milhões de quilowatts/hora usados nas luzes natalícias representam apenas 0,2% do consumo anual de energia nos Estados Unidos e são equivalentes à potência necessária para pôr a funcionar 14 milhões de frigoríficos.

* A notícia confirma que a  boa disposição e fé nataleira não passam de uma fantochada e negócio, natal seria haver luz e água na casa de toda a gente, sem  desperdício consumista. Desculpem-nos o cepticismo.

.
.
.

II-GENOMA HUMANO

3 - EM BUSCA DAS RAÍZES  
DO HOMEM 



* As nossas séries por episódios são editadas no mesmo dia da semana à mesma hora, assim torna-se fácil se quiser visionar episódios anteriores.


.
.

HOJE NO
"RECORD"
Sporting vai mesmo ter equipa

O Sporting anunciou, em comunicado, que vai assinar, a 28 de dezembro, um acordo com o Clube de Ciclismo de Tavira tendo em vista a formação de uma equipa.
 .
O clube leonino reforça que assim dá um "passo seguro na sua caminhada para a glória e pela dignificação dos seus princípios e valores de que nunca abrirá mão".

O Sporting deixa uma "palavra de reconhecimento" a Vicente de Moura, que se encontra hospitalizado, pelo esforço que permitiu o regresso ao ciclismo.

Comunicado do Sporting
O Sporting Clube de Portugal comunica que no próximo dia 28 de dezembro, pelas 11h30, no Salão Nobre dos Paços do Concelho da Câmara Municipal de Tavira, decorrerá a cerimónia de assinatura de protocolos entre a Câmara Municipal de Tavira, o Sporting Clube de Portugal e o Clube de Ciclismo de Tavira, representados pelos respectivos Presidentes, tendo em vista a formação da sua equipa de ciclismo.

Esta cerimónia sublinhará a importância dada pelo Sporting Clube de Portugal à sua inquestionável referência como maior potência desportiva nacional, através da descentralização e ligação a uma região como o Algarve que merece há muito uma atenção que as instituições ligadas ao fenómeno desportivo tantas vezes negligenciam por se focarem apenas em cidades ou regiões.

Marca ainda, esta importante parceria, o reforço de uma característica ímpar do Sporting Clube de Portugal, a sua aposta na formação de atletas e de Homens pela associação ao Clube de Ciclismo de Tavira, uma instituição que se destaca não só por ser a equipa de ciclismo profissional mais antiga do mundo, em actividade ininterrupta, mas também por ser um autêntico viveiro dos maiores talentos da modalidade. Com este regresso do ciclismo, o Clube dá mais um passo seguro na sua caminhada para a Glória e pela dignificação dos seus princípios e valores de que nunca abrirá mão.

Finalmente, o Sporting Clube de Portugal gostaria de registar que a constituição desta equipa é a resultante do esforço, do empenho e do sonho do nosso Vice-Presidente, Comandante Vicente de Moura, a quem, num momento mais difícil da sua vida, deixamos uma palavra de reconhecimento.

* Não temos a certeza de ser uma boa ideia  um clube que dá prioridade ao futebol, ter um grande número de modalidades. Como sportinguistas gostamos de ver um clube eclético mas é na teoria, a realidade mostra que os maiores clubes de futebol europeus são quase apenas, clubes de futebol.

.

MARIA DO CÉU PATRÃO NEVES

.






O Natal não é "todos os dias" 
nem "quando o homem quiser"

Não, o “Natal não é quando o homem quiser” nem tão pouco é “todos os dias”.

Compreendo a intenção benevolente com que cada vez mais pessoas declamam estes slogans da modernidade: os sentimentos e as práticas a que o Natal convida podem e – dirão mesmo – devem ser diários. O factual malevolente, porém, é que nem no Natal se tornarão realidade. Quando diluímos o Natal no quotidiano resvalamos para um tempo homogéneo, apenas marcado por rotinas continuadas que nos absorvem na indistinção dos dias.

Precisamos de tempos fortes, tempos de mudança, datas que nos confrontem com o normal arrastamento da nossa vida passada, com a vulgar indolência do nosso presente; precisamos de tempos que rompam com a persistência no mesmo, que nos despertem para a capacidade que temos de transformar o mundo, de transformar a vida dos que nos rodeiam, de nos transformarmos a nós próprios e de amanhã sermos outros, sermos a pessoa nova que podemos construir e que o Natal anuncia. O Natal é também a exaltação deste nascimento.

As casas como as ruas enfeitam-se de cores, de luzes, de sons, de odores que anunciam os sabores tradicionais, que vão mantendo a sua raridade, disponíveis apenas na época natalícia. É o tempo do bolo-rei! Os rituais, por que alguns se deixam tomar, não escondem necessariamente o sentido da época mas antes são planeados para o intensificar. Os sinais de festa preparam e acolhem o surgimento da pessoa nova que todos podemos fazer nascer em nós, e suscitam a alegria de uma renovada esperança na humanidade e no futuro…

E os presentes não são mais uma tarefa, mais uma despesa… Também não podem ser um artifício para provocar uma satisfação superficial e efémera. Os presentes são a nosso partilha com o outro na celebração da renovação de si e do outro que cada um é convidado a fazer. Os presentes são dotes para a vida nova.

Para os crentes, o Natal será sempre a celebração do nascimento do redentor, de um horizonte infinito e eterno que nos é oferecido perante a responsabilidade de o prepararmos nos pequenos grandes passos que damos no dia a dia, com os outros, no mundo. Para todos, crentes e não crentes, o Natal é uma exortação à renovação interior, ao renascimento de cada um de nós para uma dádiva de si aos mais carenciados na construção de uma sociedade mais solidária.

Este Natal não acontece quando alguém quer, porque vive da comunhão entre todos; este Natal não se celebra todos os dias, mas a sua vivência pode-nos acompanhar todo o ano.

IN "AÇORIANO ORIENTAL"
21/12/15

.
.


729.UNIÃO

EUROPEIA




.
.

HOJE NO
"JORNAL DE NOTÍCIAS"

Bastonário diz falha no São José
não foi causada por médicos

Segundo o Centro Hospitalar de Lisboa Central, que engloba o Hospital de São José, a prevenção aos fin-de-semana da Neurocirurgia-Vascular está suspensa desde abril de 2014 e da Neuroradiologia de Intervenção desde 2013.

"Sendo a prevenção de regime voluntário, existiu indisponibilidade por parte de alguns profissionais para a fazer, o que se deve às alterações dos regimes remuneratórios. Alguns daqueles profissionais rejeitaram os valores atualmente propostos para o pagamento dessas horas de prevenção, o que inviabiliza o indispensável trabalho da equipa", afirma o CHLC em comunicado.
 .
Segundo José Manuel Silva, "o problema não esteve primariamente nos médicos", porque "o problema não é de pagamento aos médicos é de pagamento às equipas".

"Posso garantir que a escala não foi suspensa por causa dos médicos. A escala de prevenção tem valores muito baixos e os profissionais que recebem menos do que os médicos recebem valores ainda mais baixos, por isso o problema não foi primariamente os médicos, mas os médicos precisam de equipa para trabalhar", afirmou o bastonário.

Esta informação vai ao encontro da prestada pelo CHLC, segundo a qual existem dois neurocirurgiões em permanência no hospital de São José, só que "a cirurgia de urgência dos aneurismas, que é altamente especializada, carece de bloco operatório e de uma equipa de cirurgiões, anestesista, enfermeiros e assistentes operacionais especificamente habilitados para a realizar, não sendo possível efetuá-la com resultados satisfatórios sem as referidas condições técnicas, logísticas e de recursos humanos".

Os esclarecimentos foram dados na sequência do caso de um jovem, David Duarte, de 29 anos, que foi internado no Hospital de São José no dia 11 de dezembro, tendo-lhe sido diagnosticado uma hemorragia cerebral provocada por um aneurisma e a precisar de uma intervenção cirúrgica rápida.

No entanto, uma vez que nesta instituição não existe ao fim de semana equipas completas de neurocirurgia vascular nem de neurorradiologia de intervenção para que as operações se possam realizar, tal como acontece no Hospital de Santa Maria, o jovem acabou por morrer sem a intervenção recomendada para o seu caso.

José Manuel Silva salvaguardou que nenhum dos dois neurocirurgiões de serviço em São José realizava neurocirurgia vascular, uma técnica muito específica.

Questionado sobre a possibilidade de o hospital tentar contactar para casa um destes especialistas para socorrer o jovem, o bastonário respondeu que o hospital pode tomar essa iniciativa, mas sublinhou que é muito difícil por essa via reunir toda uma equipa complexa, que ainda por cima não está de prevenção e pode não estar disponível.
 .
"Se [o hospital] tivesse contactado, não há nenhum médico que não se disponibilizasse [para socorrer o jovem], mas isso não chega. Já aconteceu no passado, mas é preciso a equipa toda. É um bloco específico, não é o central, e é preciso uma série de profissionais. Há pessoas que não estão imediatamente disponíveis", explicou.

David Duarte deu primeiramente entrada no Hospital de Santarém paralisado do lado direito, tendo sido observado e posteriormente transferido para o Hospital de São José com a indicação de uma hemorragia cerebral e um hematoma.

Segundo a diretora clínica, Maria Lopes, o Hospital de Santarém seguiu os procedimentos normais, tendo contactado o Hospital de São José - Hospital com urgência polivalente que dá apoio ao de Santarém - e informado do estado clínico do doente.

"O doente foi observado e foi feito o diagnóstico, havendo indicação para ser transferido para urgência de nível superior. Quando o doente é transferido, o hospital [que o vai receber] é informado do seu estado clínico e ou aceita ou não aceita e explica por que não aceita. Neste caso, São José aceitou-o e ele foi transferido", contou.

* Em que deu a "poupança" do sr. Paulo Macedo e apaniguados do governo anterior, morrer alguém por incompetência própria não os afecta.

.
.


1.O LEITO

MARINHO



.
.


9- S N I P E R S


ATIRADORES DE ELITE



* As nossas séries por episódios são editadas no mesmo dia da semana à mesma hora, assim torna-se fácil se quiser visionar episódios anteriores.


.
.

HOJE NO
"JORNAL DE NEGÓCIOS"

Poupança das famílias 
renova mínimos históricos

As poupanças das famílias portuguesas continuaram a cair a um ritmo veloz no ano terminado no terceiro trimestre de 2015, voltando a atingir um novo mínimo histórico: 4% do rendimento disponível. 

"A taxa de poupança diminuiu para 4,0% (4,8% no trimestre anterior), o que corresponde ao valor mais baixo desde o primeiro trimestre de 1999", escreve o Instituto Nacional de Estatística. Isto é, entre Setembro de 2014 e Setembro de 2015, os portugueses pouparam apenas quatro euros em cada 100 que tinham disponíveis. O valor mais baixo pelo menos desde 1999. Uma quebra justificada com um aumento do consumo (variação de 0,8%), acompanhado por uma ligeira diminuição do rendimento (-0,1%). A conclusão é retirada a partir dos dados do INE, publicados esta quarta-feira, 23 de Dezembro.
.
Esta quebra de 0,1% do rendimento disponível das famílias resulta de uma contracção tanto nas remunerações como nos rendimentos de capital, parcialmente compensado por um reforço das prestações sociais e uma descida dos impostos. Do lado das remunerações, o principal factor por trás da descida foram os salários dos funcionários públicos, que caem 2% no terceiro trimestre do ano. Porquê? Porque no mesmo período do ano passado não vigoraram os cortes salariais, devido a uma decisão do Tribunal Constitucional.

Recorde-se que o valor mais baixo das poupanças das famílias tinha sido atingido no ano terminado no segundo trimestre de 2008, com 5,3% do rendimento disponível. Seguiu-se uma forte recuperação que colocou a taxa de poupança acima dos 10%, uma nova descida até ao final de 2011 e outra recuperação em 2012 que durou até meados de 2013.

Actualmente, a poupança está a seguir uma trajectória violenta de descida, com uma queda de 3,3 pontos percentuais em apenas quatro trimestres. 

* A existência de um novo governo não provoca alteração brusca da gravidade da situação herdada, agradeçam à PàF poderem poupar tão pouco.


.
.
JAZZLAND

Natale Jazz

White Christmas


.
.
HOJE NO
"DESTAK"

Primeiro-ministro diz ao Presidente
 que continuará a contar com a sua 
"voz avisada" em 2016

O primeiro-ministro apresentou hoje cumprimentos de Natal ao Presidente da República, dizendo ser "um grato prazer" colaborar com Cavaco Silva, a cujo contributo e "voz avisada" continuará a estar atento mesmo depois do Chefe de Estado deixar Belém. 
 .
"É para este Governo um grato prazer poder colaborar com Vossa Excelência e temo-lo feito e vamos continuar a fazer com todo o empenho e toda a atenção e depois, continuaremos certamente, a poder contar com a sua voz avisada, experiente, que mesmo liberto de funções oficiais não deixará de estar atento ao que se passa no país e a contribuir, de outra forma, para o futuro do país e dos portugueses", disse António Costa.

Numa curta cerimónia na sala dos embaixadores do Palácio de Belém, o líder do executivo socialista apresentou "os melhores cumprimentos natalícios e os votos de maiores felicidades no próximo ano, quer enquanto Presidente da República, quer quando retomar a sua vida em liberdade depois de várias décadas ao serviço do Estado e que se iniciou em diversas funções".

* Um verdadeiro "animal" político.

.
.
DESPORTOS RADICAIS

.
.
HOJE NO 
"i"
Défice atinge 3,6% do PIB até Setembro

A ajuda pública ao Banif será contabilizada nas contas do Estado deste ano, mas não fará parte das contas enviadas para a União Europeia.



O défice orçamental das administrações públicas fixou-se em 4.843,7 milhões de euros até setembro, ou seja, 3,6% do Produto Interno Bruto (PIB). Os dados foram revelados, esta quarta-feira, pelo Instituto Nacional de Estatística (INE).
 .


De acordo com a entidade, este alívio deve-se à "diminuição da despesa em 8%, refletindo o registo da capitalização do Novo Banco no período homólogo, mas também pelo aumento da receita total (2,2%). Destaque-se em particular o aumento da receita com impostos sobre a produção e importação (8,2%), que representou 14,5% do PIB, o que compara com 13,8% do PIB do período anterior".

Este valor acaba por ir ao encontro do que estava previsto pela Unidade Técnica de Apoio Orçamental (UTAO) que previa que o défice deste terceiro trimestre estaria entre os 3,4% e os 4% do produto interno bruto (PIB), um intervalo cujo ponto médio era 3,7%.

A ajuda pública ao Banif será contabilizada nas contas do Estado deste ano, mas não fará parte das contas enviadas para a União Europeia por ser um processo extraordinário com limitações previstas no Pacto Orçamental.

* Vai ser difícil chegar aos 3% devido à herança do governo anterior.

.
.

TANTO PARA ANUNCIAR
  COMO
TALVEZ TRATAR

VETERINÁRIOS















.
.
HOJE NO
"A BOLA"

Morte de Billy O’Connor 
enluta modalidade

Algumas das maiores estrelas mundiais do snooker, a começar pelo campeão mundial em título, Stuart Bingham, e passando pelo cinco vezes vencedor no Crucible Theatre de Sheffield, Ronnie O’Sullivan, prestaram homenagem a Billy O’Connor, jovem prodígio inglês da modalidade vitimado por um cancro, aos 18 anos.

O ‘Rocket’ e Bingham carregaram, inclusive, o caixão do jovem inglês , durante as cerimónias fúnebres realizadas na sua terra natal, Dagenham. Um cancro fora diagnosticado há três anos a O’Connor, mas o jovem deu um exemplo de tenacidade e inspiração, continuando sempre a jogar e a dar azo à sua paixão pelos panos verdes: ainda capitaneou a seleção sub-16 de Inglaterra.

De resto, e enquanto estão quase esgotados os bilhetes para o primeiro jogo de Ronnie O’Sullivan no seu regresso oficial, no Masters de Londres – a 12 de janeiro, diante do galês Mark Williams -, o mundo do snooker foi abalado e está de luto pelo desaparecimento precoce de O’Connor.

Além de Ronnie e de Bingham, também outros jogadores, como Judd Trump, Jack Lisowski, Oliver Lines e Sean O’Sullivan marcaram presença em Dagenham para confortar a família e prestar as suas homenagens fúnebres. 
 
* Com tanto malandro a precisar de morrer, mata-se uma pessoa boa.

.
.
NEM SÓ DE GOLOS SE FEZ
 O FUTEBOL EM 2015



* Uma produção "EURONEWS"


.
.


HOJE NO
"AÇORIANO ORIENTAL"
Orçamento Retificativo aprovado em
. votação final global no parlamento

O parlamento aprovou hoje em votação final global o Orçamento Retificativo de 2015 apresentado devido à resolução do Banif, com os votos favoráveis do PS, a abstenção do PSD e os votos contra do BE, PCP, CDS-PP, PEV e PAN.
 
NOTA "0"
No PSD, contudo, os três deputados eleitos pela Madeira - Sara Madruga, Rubina Berardo e Paulo Neves - votaram favoravelmente o texto.

O CDS-PP, que votou em sentido diferente do PSD, apresentou uma declaração de voto.
Também o PCP apresentou um texto nesse sentido.

A votação final global surgiu na mesma manhã em que houve a aprovação na generalidade do texto e respetiva discussão na especialidade.

O Retificativo segue agora para a Presidência da República para que seja promulgado até final do ano.
A discussão e votação do retificativo foi agendada depois do anúncio no domingo pelo Governo e o Banco de Portugal da venda do Banif ao Banco Santander Totta.

A venda deu-se por um valor de 150 milhões de euros, no âmbito da medida de resolução aplicada ao banco cuja maioria do capital pertencia ao Estado português, de forma a impedir a sua liquidação, numa operação que envolve um apoio público estimado em 2.255 milhões dez euros.

Hoje, no parlamento, o ministro das Finanças disse que a resolução do Banif é o "preço menor" a pagar pelo facto de o atual executivo ter feito em três semanas o que o "anterior governo não fez em três anos".

"É o preço a pagar por em três semanas o atual Governo ter de resolver aquilo que o XIX Governo Constitucional não fez em três anos. Ainda assim, é um preço menor", afirmou Mário Centeno.

* PCP e BE parecem querer ir a votos brevemente para perderem a mais valia conquistada em 04/10. Dar suporte parlamentar ao governo socialista não é vê-lo com a criancinha bruscamente nos braços e assobiarem para o lado. Foi o PSD que viabilizou o rectificativo, medida positiva, o eleitorado não vai esquecer. Inteligente foi a posição dos deputados da Madeira.

.
.

SOMEMOS O BANIF


.
.
HOJE NO
"DIÁRIO ECONÓMICO"

PSD acusa Ferro Rodrigues de 
não ter condições de isenção para
 ser presidente da AR

O líder parlamentar do PSD e o presidente da Assembleia da República envolveram-se hoje num incidente, no qual Luís Montenegro reiterou que Ferro Rodrigues não tem condições de isenção e imparcialidade para o exercício do cargo.
 .
PROFISSIONAL DA MENTIRA
O incidente aconteceu no início da votação na especialidade da proposta de Orçamento retificativo decorrente da resolução do Banif, quando Eduardo Ferro Rodrigues perguntou ao PS se não queria explicar uma proposta de aditamento que ia ser votada e Luís Montenegro interpelou a mesa da Assembleia para dizer que os socialistas já não tinham tempo para intervir.

"É extemporânea a intervenção do presidente, porque o PS teve todo o tempo disponível para esclarecer a propostas mas usou esse tempo para falar de outras coisas", começou por afirmar Montenegro.

O presidente da Assembleia esclareceu que "a mesa o que queria era que ficasse claro que qualquer dúvida que os senhores deputados tivessem, a pudessem colocar", mas o líder parlamentar reiterou os seus argumentos e disse que Ferro Rodrigues não tinha "que se intrometer na gestão do tempo do grupo parlamentar do PS".

"O senhor deputado e o grupo parlamentar que representa ultrapassaram o tempo em um minuto e 31 segundos, o PS ultrapassou em 0,47 segundos. Não tem autoridade moral para colocar essa questão nesses termos", respondeu Ferro, perante o protesto ruidoso das bancadas da direita.

Montenegro respondeu duramente, com o repúdio da afirmação de Ferro Rodrigues, a quem acusou de continuar a dar nota de "ainda não ter adquirido as condições de isenção e imparcialidade para o exercício do cargo".

"Não lhe admito nenhuma nota dessa natureza, o senhor deputado sabe perfeitamente que isso não é verdade", ainda respondeu o presidente da Assembleia, acrescentando que o PSD teve mais vinte minutos do que os trinta regimentalmente permitidos para a pausa que hoje houve nos trabalhos e que permitiu ao grupo social-democrata reunir-se.

* O sr. Montenegro está investido nas funções de trauliteiro do PSD, cargo outrora ocupado pelo sr. Relvas, infelizmente o sr. Montenegro tem razão, o sr. Ferro Rodrigues será eventualmente o pior presidente da A.R., tal como o sr. Aníbal já ser o pior PR desde o 25 de Abril, até Spínola foi melhor, ele que não era democrata.

.
.

ESPERTEZAS


.
.


HOJE NO
"CORREIO DA MANHÃ"
Autarca obriga avião a aterrar 

Almeida Henriques não gostou de ser excluído de cerimónia. 

O voo de inauguração da rota Bragança-Portimão-Bragança descolou esta terça-feira de Tires (Cascais) com destino a Vila Real e ficou marcado pela polémica. Uma "boleia" forçada obrigou a escala em Viseu. Almeida Henriques (PSD), presidente da autarquia, ‘infiltrou-se’ na comitiva e obrigou a uma escala imprevista. 
 .

"Só o meu colega de Cascais manifestou interesse na minha presença. Por isso, decidi apanhar boleia e obrigar a uma justa paragem em Viseu", explicou ao CM o autarca, que viu com "estranheza" este afastamento da cerimónia inaugural e, sem nunca o assumir, deixou no ar que tudo aconteceu por questões políticas. 

Contudo, a viagem não foi de todo perdida. Isto porque Pedro Marques, ministro do Planeamento e Infraestruturas, também estava presente. Durante o voo, o autarca de Viseu aproveitou para marcar uma audiência e manifestar o seu "desagrado". 

Antes da descolagem, Almeida Henriques convidou Carlos Carreiras para ir almoçar a Viseu, já que o edil de Cascais ficou em Tires. Quem não quis prestar declarações aos jornalistas à partida de Tires foi Pedro Marques. Mais tarde, prestou declarações em Vila Real, que acabaram por ser criticadas pelo presidente da Câmara de Cascais, nas redes sociais. 

O primeiro voo comercial sai esta quarta-feira de Bragança às 07h30, com escalas em Vila Real, Viseu e Tires, terminando em Portimão. 

* A notícia que é um belo exemplo de caciquismo autárquico, com almoço e tudo.

.
.
.

OOOPS!!!















.
.


743
Senso d'hoje

DAVID WEBBER
ANALISTA EM
NEGÓCIOS DESPORTIVOS
Platini é "o grande perdedor



* Entrevista concedida ao "EURONEWS"

.