domingo, 29 de novembro de 2015

UMA GRAÇA PARA O FIM DO DIA

.

.


PORQUE NOS

"INQUIETAMOS"!
1 - É proibido falar em Angola



Em novembro de 2015 começou o julgamento dos 17 ativistas angolanos acusados de planear uma rebelião contra o presidente. A Pública esteve em Luanda e traz uma série especial sobre o país. Assista a este vídeo, primeiro bloco do documentário "É proibido falar em Angola" que será publicado em blocos no período do julgamento.


.
.
 

6- MALICIOSAS


.
.

6 - A MAGIA NA RUA
LESSA MAGIC



.
.
 

5- MALICIOSAS



.
.


VII- ERA UMA VEZ O HOMEM
1- PAX ROMANA



* As nossas séries por episódios são editadas no mesmo dia da semana à mesma hora, assim torna-se fácil se quiser visionar episódios anteriores.

.
.
 

4- MALICIOSAS



.
. .

Carl Safina


O que pensam e 


sentem os animais





O que se passa no cérebro dos animais? Podemos saber em que pensam, se é que pensam e sentem? Carl Safina acredita que sim. Servindo-se de descobertas e episódios curiosos que passam pela biologia e pela ciência comportamental, mistura histórias de baleias, de lobos, de elefantes e de albatrozes para mostrar que, tal como nós pensamos, sentimos, usamos utensílios e exprimimos emoções, as outras criaturas — e cérebros — que partilham a Terra connosco também o fazem.


 .
.
 

3- MALICIOSAS


.

CATARINA CARVALHO

.


Sobre uma irritação 
com dedos em riste

Nos vídeos do Estado Islâmico há sempre dedos espetados. Ameaçadores. Dadores de lições de que não precisamos.

Um dedo estendido. O vídeo do ISIS – ou ISIL, ou DAESH, escolham como chamar-lhe porque a mim só me apetece nomeá-lo por palavras que não podem ser escritas numa revista séria –, o vídeo pós-atentados de Paris, passa uma e outra vez nas televisões internacionais. Tem homens barbudos de turbantes e com armas na mão. Alguns têm lenços descolorados, outros, pretos. Todos têm armas na mão que empunham como quem o faz com um troféu. Nenhum soldado normal agarra na sua arma assim.

Nenhum soldado tem tanto orgulho na sua arma – costuma ter mais orgulho em si próprio ou nos valores que defende e por que faz a guerra. Os guerrilheiros do tal ISIS, ISIL ou DAESH dependem daquelas armas, elas são a única coisa que atesta a sua força num mundo inteiro que lhes é completamente hostil.

E há os dedos. Espetados, em riste. Em todos os vídeos. Com todas as personagens. Acusando. Ameaçando. Todos os porta-vozes têm, nestes vídeos, o dedo estendido e, enquanto falam, apontam na nossa direção. Já repararam? Empunham-no perante as câmaras que os filmam e sabem que o fazem na nossa direção, dos que os estaremos a ver através da internet.

Não ameaçam apenas Obama, Hollande ou Cameron. Fazem-no com todos nós, cidadãos do mundo. Somos os seus alvos e a nós se dirigem. Com o dedo em riste. E não, não lhe chamem máquina de propaganda altamente organizada, por favor. Os vídeos têm qualidade, é verdade. Mas qualquer adolescente que tira selfies sabe o que é fazer um vídeo e parecer ameaçador.

Este é um pormenor que me poria com os nervos em franja, não houvesse todas as outras razões para ter raiva. O que dizem, a estupidez da ameaça, o vazio do que significam. E as consequências trágicas que tudo isso já teve. Ora há, descobri depois da irritação, explicações simbólicas para o dedo em riste. Diz que é um sinal religioso. De um só Deus, que faz parte das primeiras partes de todas as orações sobre o profeta, e Deus, o único.

A última coisa de que me apetece falar é de religião, por estes dias. Mais uma vez, como em todas as circunstâncias recentes, pós-internet, o mundo ganhou nesta última semana mais uma mão-cheia de especialistas em religião, em geral, e em islamismo em particular. Há-os que já sabem os princípios que dividem sunitas de xiitas, o que levou ao aparecimento de salafitas, e conseguem quase dizer de cor as suras. Os que conhecem todas as razões para o aparecimento deste bando de radicais e, lá está, porque põem o dedo para cima.

O dedo em riste. Já me irritava quando havia dedos em riste a tentar educar-me, e havia razões para isso. Agora, não há. Ou haverá, sim, mas não as lições que me podem ser dadas por uns rapazolas que o que sabem da vida é como resolver problemas a rajadas de Kalashnikov. Dizem que me estão a dar lições de moral. Talvez. Porque eu vejo-os, com o dedo em riste, e apetece-me imediatamente soltar os cabelos, beber uma bebida bem forte numa esplanada de Paris. Ir ouvir o concerto de uma banda de que nunca ouvi falar. Dançar a noite inteira. Ou mandá-los a eles fazerem bom uso do seu próprio dedo em riste.

IN "NOTÍCIAS MAGAZINE"
22/11/15

.
.


705.UNIÃO

EUROPEIA



.
 

2- MALICIOSAS



.
.
 LÍBIA
IBRAHIM AL-JADHTAN



* Uma produção "EURONEWS"


.
.


8-OS PRESIDENTES


HISTÓRIA DA REPÚBLICA


* A cerca de três meses das eleições para a Presidência da República apresentamos a história deste órgão de soberania, os seus intervenientes desde a sua génese.

** Uma notável produção da "RTP"

..
..
.


1- MALICIOSAS




.
.
Gustavo Santaolalla

Iguazú


.
.
ESTA SEMANA NA
"SÁBADO"

A tecnologia está a afectar 
a relação entre pais e filhos

Um estudo realizado pela AVG, empresa especializada em segurança online, revela que a tecnologia está a afectar o relacionamento entre pais e filhos a nível global.
 .
Estes dados estão a preocupar os investigadores: 54% dos pais confessaram que olham vezes demais para o seu smatphone e 29% assumem que não estão a dar um bom exemplo aos filhos em relação ao uso de dispositivos móveis, como smatphones ou tablets.

Segundo a investigação, um dos piores hábitos dos pais é estarem distraídos enquanto conversam os filhos. Outro comportamento grave, comum a pais filhos, é o uso de telemóvel durante o jantar ou outros momentos em que estão juntos.

A maioria dos inquiridos envia mensagens de texto para pessoas que estão na mesma casa. Parece cliché, mas é uma das conclusões do estudo: o grande paradoxo da tecnologia é que aproxima aqueles que estão fisicamente distantes e afasta quem está próximo.

"Percebe-se um certo distanciamento entre as pessoas. O uso da tecnologia torna o contacto das crianças com os pais, e com os amigos, mais restrito. Por isso é que são necessárias algumas regras para o uso dos aparelhos, tanto dentro de casa, como em momentos de relacionamento com amigos", explica Elizabete Duarte, psicóloga.

Ou seja, é importante avaliar se os mais novos precisam ou não de ter um destes aparelhos e estabelecer horas do dia para utilizar – esta última dica aplica-se também aos adultos. "As crianças pequenas não deveriam ter acesso à internet sem serem assistidas porque podem encontrar conteúdo impróprio, ser assediadas ou sofrer bullying", explica Mariano Sumrell, director de Marketing da AVG Brasil.

Para a maioria dos adultos a Internet é uma ferramenta de trabalho, por isso é difícil reduzir a frequência com que usam aparelhos tecnológicos. Neste caso, a dica do estudo é que os pais só consultem por exemplo o email depois de jantar ou antes de dormir.

O uso exagerado de tecnologia prejudica também a saúde e a segurança familiar. O estudo concluiu que 59% dos pais usam o smartphone enquanto conduzem, um facto confirmado por cerca de 32% das crianças. Segundo uma pesquisa realizada pelo Departamento de Trânsito dos Estados Unidos da América, o NHTSA, este comportamento aumenta em 400% o risco de acidentes. 

* Não é a tecnologia que afecta, é o mau uso da tecnologia quando os pais transferem responsabilidades de acompanhamento familiar para as máquinas.

.
.

CORRIDAS DE DRONES


.
.
ESTA SEMANA NA
"VISÃO"

Europa lança satélite para procurar ondas gravitacionais teorizadas por Einstein

A Europa lança na quarta-feira a partir da Guiana francesa um satélite destinado a preparar caminho a um futuro observatório espacial para detetar as famosas ondas gravitacionais teorizadas por Albert Einstein 
 .
As ondas gravitacionais são ondulações no espaço e tempo previstas pela Teoria da Relatividade desenvolvida pelo físico Albert Einstein. 

Atualmente, observatórios instalados em países como os Estados Unidos ou a Itália procuram encontrar provas concretas da existência destas ondas gravitacionais que se propagam à velocidade da luz.

"Ter um observatório no espaço permitirá ver grandes deslocações de massa no universo, acontecimentos muito violentos como uma colisão de galáxias e a fusão de dois buracos negros", explicou, citado pela agência France Presse o físico francês Pierre Binétruy, da Universidade de Paris - Diderot.

O físico adiantou que se espera alcançar uma "reconstrução histórica do Universo" e regressar a "eventos muito importantes" que se seguiram ao Big Bang - a teoria dominante do desenvolvimento inicial do universo.

Batizado como LISA, o observatório pode ver a luz do dia em 2030 se o satélite LISA Pathfinder (batedor ou desbravador) conseguir desempenhar o papel que se espera.

* Einstein ainda mexe.


.
.


 O QUE NÓS


  "FESTEJAMOS"!!!




O primeiro número da ONDA POP explica quase tudo, os primórdios, os conceitos, a paginação e artigos publicados demonstram o trabalho destes rapazolas nos idos de 60.

Ontem foi  publicado o nº59 da edição impressa destacando no início uma menina chamada LUÍSA NOBRE com um relativo sucesso anos 60.É bom recordá-la.

Os APACHES, da Beira,Moçambique, grande banda da época, não esquecer que a "ONDA POP" nasceu nos anos sessenta e que tal como uma árvore se ramificou até hoje em Portugal.

O concurso "SCHWEPPS" é novamente "fácil", uma erótica revolucionária companheira de um génio da música, amores desvairados, um símbolo de sensualidade.

OTIS REDDING, um  gigante de talento que eternizou.
.
BOB DYLAN, eterno génio, pujante sempre na linha da frente.

A comida e música com músicos moçambicanos,reunidas na semana passada, uma festa de afectos.

GIRA DISCOS de capas bonitas e bem feitas de acordo com a tecnologia da época, quase todas desconhecidas.

Cantem com a "ONDA POP"  com o DAVE MILLS  e BOX TOPS e BOBBIE GENTRIE.

A "ONDA POP" continua cheia de informação verdadeira, bem elaborada e metódica, sem folclores, mantém a corência da sua génese.Na net e em português tem o condão de informar e trazer ao presente um passado glorioso de música como ninguém faz. Temos o orgulho de dizer que os autores são nossos amigos mas não é por isso que estão na "PEIDA", é pelo valor e inteligência que demonstram.
 
Neste blogue, na coluna da direita tem um link directo.
OBRIGATÓRIO IR VER!!!
ABJEIAÇOS

.
.


ESTA SEMANA NO
"SOL"
Criança treinada por talibãs 
entrega-se à polícia afegã

Uma criança de 12 anos treinada pelos talibãs para pôr termo à vida com explosivos entregou-se hoje à polícia depois de escapar de um centro de treino no noroeste do Afeganistão, informou uma fonte policial.
 .
O menor, Zakaria, tinha sido vendido pelos pais aos talibãs por 700 mil afganis (quase 10 mil euros) para receber treino tendo em vista cometer um ataque suicida, explicou à agência EFE o chefe da polícia local, Agha Andarabi.

Segundo a mesma fonte, a criança terá confessado que frequentava aulas de manipulação de explosivos com outras seis crianças e que escapou quando o informaram dos planos para efetuar um ataque suicida.

"Usar crianças como atacantes suicidas mostra a debilidade dos talibãs", afirmou o chefe da polícia, responsabilizando o medo, a pobreza, e em alguns casos a simpatia pela causa, para os pais entregarem os filhos a troco de dinheiro.

Nos últimos anos, repetem-se os casos de crianças alistadas pelos talibãs para se imolarem. No ano passado, uma menina de 10 anos foi detida pela polícia depois de confessar que o seu irmão, um comandante talibã, lhe tinha ordenado cometer um ataque suicida contra um posto de controlo no sul do Afeganistão.

Em março, na mesma localidade, duas crianças morreram e outras seis ficaram feridas em resultado da detonação de explosivos numa escola muçulmana.

* A vida trágica de uma criança por causa do extremismo religioso assassino, muitas morrem.

.
.


ESTAÇÃO ESPACIAL


INTERNACIONAL 



* Uma produção "AFP"

.
.
ESTA SEMANA NO
"EXPRESSO"
Uma campanha bruta

Bruta e crua. É assim a nova campanha contra a violência doméstica em que figuras mediáticas como Angelina Jolie, Gwyneth Paltrow, Emma Watson e Madonna, entre outras, dão a cara

A face da violência doméstica nunca é bonita. Adiciona cores de tons arroxeados e negros, e deixa marcas bem mais profundas, mesmo sem cor visível, dentro de quem a sofre. A violência doméstica pode tocar a todos, de todas as idades, credos e estratos sociais, já sabemos. Para dar mais impacto ao debate sobre este drama universal, e para assinalar o Dia Internacional de Luta pelo fim da violência contra a Mulher (assinalado esta semana), um artista e ativista italiano, Alexsandro Palombo, usou imagens de celebridades internacionais conhecidas no mundo todo para chamar a atenção. 
 .
Kim Kardashian
Fotografias cedidas de figuras como as atrizes norte-americanas Angelina Jolie e Gwyneth Paltrow, da britânica Emma Watson ou das cantoras Miley Cyrus e Madonna, desfiguradas pela violência, deram origem à campanha criada pelo italiano, sob o slogan "A vida pode ser um conto de fadas se você quebrar o silêncio. Nenhuma mulher está imune à violência doméstica".

A ideia é alertar as vítimas para denunciarem os seus agressores e não se esconderem por trás da vergonha. "O silência mata mais do que doenças ou acidentes. Fiz esta série porque queria que as pessoas refletissem sobre esta questão, que é muito importante", explica Alexsandro Palombo. "A violência doméstica é um cancro social que pode afetar qualquer pessoa, seja um cidadão anónimo, seja uma celebridade." A escolha de figuras públicas reconhecidas em todo o mundo não é inócua. Visa mostrar que este problema social pode bater à porta de qualquer um, independentemente do seu poder ou mediatismo.

Palombo já chamou a atenção para outros temas importantes no passado através do uso de personagens conhecidas. Para uma campanha de apoio a vítimas de cancro da mama, usou imagens de princesas da Disney mastectomizadas, e para assinalar os 70 anos de Auschwitz, colocou as personagens da série "Os Simpsons" no campo de concentração austríaco. Abordagens de choque para chamar a atenção. Desde que funcione...

* Vedetas solidárias, importante.

.
.

 PREFERIMOS O PAI NATAL

















.
.
ESTA SEMANA NO
"OJE"
Notários europeus e CE debatem
. sucessões internacionais 

Avaliar e debater o regulamento relativo às sucessões internacionais, três meses depois deste ter entrado em vigor, foi o objetivo da conferência conjunta de Notários da Europa e da Comissão Europeia numa conferência realizada no passado dia 19 de novembro.
 .
Na sessão de abertura, Jean Tarrade, Presidente dos Notários da Europa, realçou que “no que concerne às sucessões, os Notários da Europa estão a enfrentar e continuarão a enfrentar um aumento significativo de questões fronteiriças por parte dos cidadãos europeus. Em resposta, estão a usar e a desenvolver ferramentas práticas mais eficientes. Estamos prontos para enfrentar este desafio”.

No encerramento,  a Comissária Europeia para a Justiça, Consumidores e Igualdade de Género, Věra Jourová, reconheceu a importância do notariado, salientado que “os notários estão na vanguarda da aplicação do regulamento: em muitos Estados-Membros, eles são o ponto de partida para os cidadãos que têm como objetivo planear a sua sucessão, e para os herdeiros que procuram perceber melhor e organizar a sua herança internacional. 

Os notários também entregaram o Certificado Sucessório Europeu em vários Estados-Membros. Eles são, portanto, um parceiro importante para a Comissão, tanto para garantir a implementação eficiente e a aplicação do regulamento como para ajuda os cidadãos e beneficiar plenamente com isso”.

* Regra geral damos pouca importância à actividade notarial o que é um grave erro

.
.

Pudim de Ovos


De: Saborintenso
.

ESTE MÊS NA
"PC GUIA"
Maioria dos internautas descarrega
. ficheiros maliciosos sem saber

A Kaspersky Lab realizou um teste aos hábitos online dos utilizadores, no qual participaram 18 mil pessoas de todo o mundo. De acordo com os dados recolhidos, 74% de todos os utilizadores da Internet que participaram no teste descarregam ficheiros potencialmente maliciosos, já que não são capazes de detectar os perigos online a que estão expostos.
 .
Num dos campos do teste, era pedido aos utilizadores que descarregassem a música ‘Yesterday’ dos Beatles. Das quatro opções de download, só uma era um ficheiro .wma seguro, intencionalmente intitulado ‘Betles.Yesterday.wma’. Este ficheiro foi a escolha de apenas um quarto (26%) dos participantes, que percebeu tratar-se de um tipo de ficheiro inofensivo, apesar do erro de ortografia no nome.

A opção de ficheiro mais perigosa, com extensão .exe, incluía também o termo ‘mp3’ ‘Beatles_Yesterday.mp3.exe’, tendo conseguido enganar 34% dos participantes, que acabaram por escolhê-la. Em 14% dos casos, foi escolhido um ficheiro de download .scr, um tipo de ficheiro que recentemente tem sido utilizado para difundir material malicioso e 26% optaram pelo ficheiro .zip.

Os utilizadores não são capazes de detectar os perigos online, e não só no que se refere ao download de música. Segundo os resultados do teste, um em cada cinco (21%) utilizadores descarrega ficheiros de uma grande variedade de fontes online, aumentando o risco de se deparar com um site malicioso.

Durante o teste, só 24% dos utilizadores soube reconhecer uma página Web legítima.

* Um alerta para todos os internautas

.
.
1-MANUAL DE
INSTRUÇÕES



.
.


719

Senso d'hoje
ZECA MEDEIROS
 CANTOR E COMPOSITOR
AÇORIANO
 AOS PRESOS POLÍTICOS ANGOLANOS
 


.

ESCOLHAS DE DOMINGO

.
COMPRE JORNAIS


E REVISTAS










.
.


PORQUE SOMOS

UM ENCANTO


.
.
BOM DOMINGO

.
.


22-CINEMA
FORA "D'ORAS" 

III-OS GATOS


NÃO TÊM VERTIGENS




Jó é expulso de casa pelo pai no dia em que faz anos. Sem ter sítio para onde ir, refugia-se no terraço do prédio de Rosa, que acabou de perder o marido. Ele tem 18 anos e ela 73. Quem diria que ia ser amor à primeira vista?

. .