domingo, 25 de outubro de 2015

UMA GRAÇA PARA O FIM DO DIA

.

.


 
COMO ELES

  "ALDRABAM"!




.



12-FOLHOS


.
.

 2- A MAGIA NA RUA

video

* A etiqueta "PEIDAMÁGICA" oferece-lhe horas de ilusão, procure na coluna da direita e clique.

.
.

11-FOLHOS




.
.


IV- ERA UMA VEZ O HOMEM

2- OS VALES FÉRTEIS

video


* As nossas séries por episódios são editadas no mesmo dia da semana à mesma hora, assim torna-se fácil se quiser visionar episódios anteriores.

.



10-FOLHOS
 


.
.

Sandrine Thuret


Podemos produzir novas


células cerebrais



Será que conseguimos, como adultos, produzir novos neurônios? A neurocientista Sandrine Thuret afirma que sim. E ela apresenta pesquisas e dá conselhos práticos sobre como podemos ajudar nosso cérebro a realizar a neurogênese: melhorando o humor, aumentando a formação da memória e prevenindo o declínio associado ao envelhecimento ao longo do caminho.



9-FOLHOS
 



.

BAPTISTA BASTOS

.


Eles estão espavoridos

Detesto é estas avezinhas toldadas, amamentadas pelo generoso leite de Abril, que se encostaram aos partidos e neles trataram da vidinha. 

A direita, a direitinha e a direitona não param de carpir mágoas com a eventual subida ao poder, em Portugal, de uma União de Esquerda. O presidente do Partido Popular Europeu, que reúne toda a direita, inclusive a extrema, pronunciou o seu agastamento com uma frase hirsuta: "É preciso cuidado!" O homem mais parece um negociante de facas e cutelos; mas é o que há. Em Madrid, Mariano Rajoy comentou: "Espero que isto não se espalhe por Espanha." Cá, em Portugal, há comentários demenciais para todos os gostos. O anafado Durão Barroso, ex-maoista convertido aos acenos e proventos do capitalismo, e tido e havido, na Europa, como levemente tolo, chamou a atenção para os perigos que Portugal corre. A charanga não pára.

Em quarenta anos de democracia amolgada, é a primeira vez que o sufoco da "alternativa" sem "alternância" sofre um abanão. A cumplicidade sórdida de políticos, de abjurantes, de jornalistas emasculados, de comentadores sem eira nem beira, e a "ressurreição" de outros (como no caso do desacreditado Miguel Relvas, embalado com doçura pela TVI) talvez forneça o retrato moral de uma política que, em quatro anos, dissolveu o que era considerado padrão e virtude.

Não sei se concordo com o método que escorraça Pedro e Paulo. Mas lá que é legítimo e legal, não duvido. Historicamente, abre um precedente inovador e permite, acaso, consolidar um certo arejamento na sociedade portuguesa, cheia de teias de aranha preconceituosas, e que já nada têm a ver com a modernidade desejável, e em rodagem, há anos, por muitos países europeus.

O anticomunismo protozoário é tão letal como a recusa, em bloco, da literatura e das ideias contrárias. Estou à vontade. Fui e sou leitor de Ernst Jünger, de Brasillach, Bardèch, Drieu La Rochelle, de Rebatet, de outros, muitos outros, que tocavam e ouviam outro banjo. Nunca fui grande apreciador de Céline, cujo romance. "Viagem ao Fim da Noite", aliás elogiado por Trotsky, não me parece merecer os encómios quase generalizados. Sei que são tinetas, mas não me impeçam de as ter. Creio, modestamente o creio, que nunca me assoberbei com pessoas cuja honradez e integridade moral não eram manietadas pelas suas opções políticas. Detesto é estas avezinhas toldadas, amamentadas pelo generoso leite de Abril, que se encostaram aos partidos e neles trataram da vidinha. Estão aí, alapados e não é agora que os desalojam. A endemia do facilitismo alastrou. E, até, pessoas que presumíamos sérias e dignas claudicaram, como aquele escrevinhador de maus romances, ex-comunista, que aceitou, há tempos, do dr. Cavaco, um penduricalho de latão.
As coisas seguem o seu rumo e se, por vezes, a História é uma deusa cega, a verdade é que ela avança. Não vale a pena desistir.

Um livro admirável sobre um homem admirável
A excelente editora Parsifal acaba de lançar uma cuidadosa e bem documentada biografia de Vítor Alves, um dos mais impolutos e generosos Capitães de Abril. O autor, Carlos Ademar, procedeu a minuciosa investigação da vida de um homem que jogou tudo no regueirão da liberdade. O volume, profuso de documentos e de fotografias, devolve a imagem de uma época e o retrato de um homem culto, modesto, mas com um carácter e uma fibra invulgares. Conheci muito bem Vítor Alves e sua mulher, Teresa, a companheira de uma vida, que o amparou e fortaleceu nas horas mais dramáticas das suas existências. Nada do que hoje se vê, pelos peralvilhos que treparam ao poder, se compara com este cavalheiro sem mácula, que se entregou, abnegado e firme, aos ideais que ambicionavam a transformação de Portugal num país asseado e limpo. Não foi assim. O egoísmo individual e os interesses ocultos cedo se revelaram, com a conivência de quem não devia. Talvez agora as coisas retomem o rumo certo. Nessa esperança relembro Vítor Alves, redivivo neste livro singular pelo cuidado e pelo rigor com que foi escrito.

IN "JORNAL DE NEGÓCIOS"
23/10/15

.
.
.

670.UNIÃO


EUROPEIA


SARKOZY I

.




8-FOLHOS
 


.
.

A ENGENHARIA E A TECNOLOGIA
NÃO PERTENCEM AOS HOMENS 

video



* Uma produção "EURONEWS"


.
.


3-OS PRESIDENTES


HISTÓRIA DA REPÚBLICA


video


* A cerca de três meses das eleições para a Presidência da República apresentamos a história deste órgão de soberania, os seus intervenientes desde a sua génese.

** Uma notável produção da "RTP"

..
.
.



7-FOLHOS
 


.
.

AIDA GARIFULLINA

Je Veux Vivre

video

Romèo Et Juliette
.
.

ESTA MÊS NA
"EXAME INFORMÁTICA"

São estes os 51 maiores sites piratas 
que vão ficar bloqueados em Portugal

A Inspeção Geral das Atividades Culturais (IGAC) já enviou para os operadores de telecomunicações uma lista com os 51 sites piratas que deverão ser bloqueados ao abrigo de um protocolo assinado no passado verão. A Exame Informática revela os sites bloqueados.

A IGAC enviou, no início desta semana, uma lista com os 51 sites que a Cabovisão, a Meo, a Nos e a Vodafone deverão bloquear por se dedicarem à disseminação de links que permitem aceder a vídeos, jogos, revistas ou música piratas. A notificação foi enviada no âmbito de um memorando de entendimento promovido pela secretaria de estado da cultura, que juntou a IGAC, representantes de operadores de telecomunicações, indústria do cinema, e associações de combate à pirataria.

A Exame Informática confirmou que a Nos e a Vodafone já foram notificadas. A Meo ainda não se pronunciou sobre o assunto – mas é quase certo ter sido igualmente notificada no âmbito do memorando antipirataria assinado no final de julho. Na Web, há quem garanta que a Cabovisão já procedeu ao bloqueio dos sites.

De acordo com o memorando de entendimento assinado em julho, os operadores deverão proceder ao bloqueio dos sites piratas 15 dias depois de serem notificados. O que significa que, em breve, os sites piratas que constam nesta primeira notificação deverão ficar inacessíveis para quase todos acessos domésticos portugueses.

Ao que a Exame Informática apurou, os 51 sites visados foram selecionados tendo em conta a popularidade, o número de visitas e os repositórios de ficheiros piratas que disponibilizam. Entre os endereços mais sonantes encontram-se o Tugaflix, o Toppt, o Ratotv, o Torrentreactor, o Tuga.io, os Reformados.com, Moov7 e endereços sucedâneos Pirate Bay.

Cientes desta investida, vários sites visados pelo bloqueio já começaram a aconselhar os internautas para que recorram a mecanismos que permitem contornar os filtros técnicos aplicados pelos operadores de telecomunicações.

Paulo Santos, líder da Associação Portuguesa de Defesa de Obras Audiovisuais (FEVIP) e uma das vozes que mais têm reivindicado ações de combate à pirataria, mostra-se satisfeito com o envio desta primeira notificação para os operadores de telecomunicações: «Congratulo-me pelo memorando ser levado à prática. É um passo importante, que revela um alto dever de cidadania, e que levou à tomada de medidas adequadas para a proteção de cultura e da propriedade intelectual».

No âmbito do memorando de entendimento, o Movimento Cívico Antipirataria na Internet (MAPINET) assume a missão de selecionar sites que deverão ser alvo de bloqueio técnico, por distribuírem mais de 500 ficheiros ou links piratas ou conterem repositórios com mais de dois terços de ficheiros ou links de cópias ilegais. A IGAC analisa os sites denunciados pelo MAPINET e, caso se justifique, envia notificações para os operadores de telecomunicações, a fim de garantir o bloqueio desses sites, através de filtros técnicos.

Os 51 sites que constam na notificação enviada para a IGAC constituem apenas a primeira leva de alvos piratas que ficarão inacessíveis para os internautas portugueses. O memorando prevê que sejam enviadas, duas vezes por mês, notificações com listas de sites que deverão ser bloqueados por não respeitarem os direitos de autor.

Eis a lista de sites que vai ser alvo de bloqueio:
- http://1337x.to
- http://btrev.net/
- http://clubedodownload.info/
- http://dayt.se/
- http://extratorrent.cc
- http://forum-maximus.net/
- http://gigatuga.com/
- http://lusoshare.com/
- http://megafilmeshd.net
- http://moov7.net
- http://osmetralhas.pt/
- http://osreformados.com/index.php
- http://piratatugafilmes.com/
- http://poptuga.com/
- http://ptxtuga.com/
- http://revistas-jornais.blogspot.com
- http://revistas-jornais.blogspot.pt/
- http://seriestvix.tv
- http://thewatchseries.to/
- http://toppt.net/
- http://torrentreactor.com
- http://tuga.io/
- http://tugaanimado.net/
- http://tugaflix.com/
- http://tugaoxe.com/
- http://watchseries.lt
- http://www.baixartv.com/
- http://www.cinefilmesonline.net
- http://www.elitedosfilmes.com/
- http://www.filmesonline2.com
- http://www.filmesonlinegratis.net
- http://www.lusofilmesonline.com/
- http://www.monova.org
- http://www.primewire.ag
- http://www.rpds-download.org/
- http://www.scnsrc.me
- http://www.seriesvideobb.com
- http://www.sharetuga.com/
- http://www.torrenthound.com
- http://www.tuga-filmes.info/
- http://www.warez-box.net/
- http://www.watchseries.li
- https://filmesonlineportugueses.wordpress.com/
- https://isohunt.to
- https://kat.cr
- https://piratebay.to
- https://rarbg.to
- https://ratotv.net/
- https://thepiratebay.la
- https://yts.to

* Guarde esta lista.

.
.

PERSISTÊNCIA

video

Tem 8 anos, faz ballet desde os 4 anos, foi atropelada por um camião e tiveram que lhe amputar uma perna do joelho para baixo.
Esta é a primeira dança com a prótese.
.
.
ESTA SEMANA NA
"SÁBADO"

Marido prostituiu a mulher 
com 2.742 clientes

A polícia prendeu preventivamente um homem de 54 anos acusado de obrigar a mulher a prostituir-se em casa onde recebia os clientes arranjados pelo marido através de anúncios em quatro sites diferentes na Internet. 
 .
As autoridades confirmaram que o homem, morador em Meaux, no departamento de Seine-et-Marne, a 60 quilómetros do centro de Paris, começou a obrigar a mulher a prostituir-se em 2011 por terem falta de dinheiro e terem um filho, nascido em 2010.

Segundo as autoridades, o marido, que não viu o seu nome divulgado por questões legais de privacidade, angariava clientes na Internet para a mulher, de 46 anos, e esta recebia-os depois em casa. Nessas alturas, o homem saía de casa com o filho pequeno e, a maioria das vezes, ficava à espera dentro do carro que o cliente saísse.

No total, desde 2011, a mulher prostituiu-se com 2.742 clientes arranjados pelo marido, ganhando cerca de 160 mil euros. A Justiça decidiu acusar apenas o homem, uma vez que considerou a mulher vítima do marido. Segundo o jornal Le Parisien, a mulher não tinha qualquer liberdade de movimentos e vivia sob controlo psicológio absoluto do marido.

O julgamento está marcado para o dia 1 de Dezembro.

* Grande filho da puta!

.
.


 O QUE NÓS


  "FESTEJAMOS"!!!




O primeiro número da ONDA POP explica quase tudo, os primórdios, os conceitos, a paginação e artigos publicados demonstram o trabalho destes rapazolas nos idos de 60.

Hoje domingo 25/10 vai para o ar o nº54 da edição impressa, e abre com duas senhoras de respeito, NATÉRCIA BARRETO e MARIA VALEJO com algumas curiosidades da suas vidas que por regra passam ao lado do público.

O concurso "SCHWEPPS" é "facilíssimo", AH,AH!
 
DARWIN CARDOSO vimo-lo com frequência a pôr música na noite de Lisboa, aliava ao bom gosto a apresentação das últimas novidades,foi o DJ de referência. 

JACQUES DUTRONC para nós um grande intérprete francês que se perdeu de amores pela bela Françoise Hardy, ouçam-no em "J'aime les filles", nós também.

GIRA DISCOS e capas impensáveis quase todas desconhecidas.

Cantem com a "ONDA POP"  com a FILARMÓNICA FRAUDE e JOE DOLAN. Mais uma oportunidade também de escutarmos SHEILA,o vídeo é engraçadíssimo.
.
A "ONDA POP" continua cheia de informação verdadeira, bem elaborada e metódica, sem folclores, sinceros parabéns.Na net e em português tem o condão de informar e trazer ao presente um passado glorioso de música como ninguém faz. Temos o orgulho de dizer que os autores são nossos amigos mas não é por isso que estão na "PEIDA", é pelo valor e inteligência que demonstram.
 
Neste blogue, na coluna da direita tem um link directo.
OBRIGATÓRIO IR VER!!!
ABJEIAÇOS

.
.


ESTA SEMANA NA
"VISÃO"

Educação: 
o que nós andámos para aqui chegar

Inauguramos uma rubrica, em parceria com a Fundação Francisco Manuel dos Santos, em que todas as semanas um tema de interesse nacional é esmiuçado ao detalhe. A educação é o primeiro tema

Conheça os principais números e factos sobre a educação em Portugal, numa parceria com a Fundação Francisco Manuel dos Santos.

1. Entre 1991 e 2011 a escolaridade média dos portugueses aumentou 2,8 anos, passando de 4,6 anos para 7,4 anos.

2. Em 2013, a taxa real de escolarização, ou seja, a percentagem de alunos matriculados em idade normal de frequência desse ciclo, face à população dos mesmos níveis etários era de 100% no 1.º Ciclo do Ensino Básico, 91,9% no 2.º ciclo, 87,5% no 3.º Ciclo. No pré-escolar a taxa era de 88,5% e no Ensino Secundário de 73,6%.
.
3. Em 1970, 1 em cada 4 portugueses com dez ou mais anos de idade não sabia ler nem escrever. No último censo de 2011, apenas 5,2% dos portugueses, ou seja, 1 em cada 20 era analfabeto, sendo estes na sua grande maioria idosos.
.


4. Portugal tem uma das taxas mais baixas de conclusão do ensino secundário (de 12 anos) entre os países da OCDE: 43% da população portuguesa, dos 25 aos 64 anos de idade tinha concluído o ensino secundário, o dobro do que se verificava há 20 anos mas, apesar deste crescimento, continuamos na cauda da Europa: longe dos 87% da Alemanha e abaixo dos 57% da Espanha.

5. Apesar do considerável decréscimo da taxa de abandono precoce, ou seja, da percentagem de pessoas entre os 18 e os 24 anos que deixou de estudar sem ter completado o secundário – de 50% em 1992 para 17,4% em 2014, Portugal mantém-se ainda no topo da tabela.
.

6. Portugal é dos países com taxas de retenção mais elevadas: apesar de ter havido uma tendência para uma redução gradual das retenções, nos últimos anos a taxa de retenção voltou a subir.

7. A retenção precoce dos alunos parece ter fortes efeitos negativos: os alunos que chumbam muito cedo no seu percurso escolar não parecem melhorar a sua aprendizagem, notando-se antes perda no grau de aprendizagem efectuada ao longo do ano pelos alunos que tinham ficado retidos logo no 2º ano de escolaridade.

8. A divulgação dos rankings das escolas, feito em Portugal desde 2001, teve um forte impacto nas escolas, sendo que escolas públicas e privadas reagiram de forma diferente. Em média, as escolas privadas obtêm classificações melhores do que as escolas públicas e o fosso entre os dois grupos aumentou consistentemente desde que se iniciou a publicação sistemática dos rankings.

9. Mesmo após se considerarem as diferenças entre os alunos que frequentam o ensino público em todo o país, continuam a verificar-se grandes disparidades regionais nos conhecimentos adquiridos nas escolas públicas. Se esta disparidade não reside nos diferentes antecedentes dos alunos, isso implica que as diferenças observadas são explicadas por outros factores relacionados com as escolas e com os docentes.

10. Grande parte dos professores portugueses irá reformar-se nos próximos 15 anos, o que criará um défice considerável em várias áreas. Este período de transição constitui, no entanto, uma oportunidade sem precedentes para elevar o seu estatuto profissional.

11. Ao contrário da maioria dos países da União Europeia, Portugal não possui ainda uma base sólida de dados sobre o desempenho dos alunos, professores e escolas que forneça um apoio adequado à tomada de decisões políticas e à criação de um programa inteligente de acompanhamento. Os mais recentes desenvolvimentos no tratamento de dados são úteis, mas insuficientes.

* ELUCIDATIVO ESTE TRABALHO.


.
.


 ARCO E FLECHA

video



.
.
ESTA SEMANA NO
"SOL"
Marcelo, o anti-Cavaco, apresenta-se

Podia ser quase uma aula de Direito Constitucional, o que Marcelo levou à apresentação da sua candidatura na Voz do Operário, em Lisboa. O Professor deu uma lição sobre o que entende serem as funções presidenciais, sem poupar recados a Cavaco e apontando Jorge Sampaio como um exemplo.

Marcelo Rebelo de Sousa não escolheu por acaso aquele que é um dos lugares simbólicos da esquerda em  Lisboa.

"Os lugares simbólicos não são apenas de alguns. São de todos", afirmou logo no arranque de um discurso para uma sala não cheia, mas muito composta numa tarde de chuva.
 .
Sem notáveis de primeira linha na plateia, Rebelo de Sousa quis apresentar-se longe dos partidos. "Não é impunemente que se trata de uma candidatura verdadeiramente independente".

Com um papel à frente, mas a desenvoltura de comentador experimentado, Marcelo deu uma lição sobre os poderes presidenciais, cheia de farpas a Cavaco.

"No que depender de mim tudo farei para tentar não onerar o meu sucessor com problemas evitáveis", chegou a dizer, depois de sublinhar a importância de ter em Belém alguém capaz de fazer pontes, como o foi Sampaio, quando Marcelo era líder da oposição. E de recordar que Eanes, Soares e Sampaio recusaram soluções de governo maioritárias quando entenderam que não eram viáveis.
Sem nunca mencionar o actual Presidente, Rebelo de Sousa deixou claro que o que Portugal vive agora poderia ter sido evitado com alguém em Belém que tivesse iniciado uma magistratura de influência para as convergências muito antes das legislativas.

"Quanto maior, mais eficaz e mais duradouro o poder de influência do Presidente antes de eleições, mais eficaz é depois de eleições", apontou o Professor, que lembrou a importância de saber todos ouvir.

"Cabemos todos na democracia", frisou, realçando a importância de "não confundir adversários com inimigos".

Marcelo  usou até o mote do jovem recém-eleito primeiro-ministro do Canadá para defender que é preciso "ultrapassar o medo com a esperança", porque "o que nos une é muito mais importante do que o que nos separa".

Em Belém, Marcelo promete continuar igual a si próprio.
"Pela minha própria maneira de ser, que não enjeito, sou naturalmente próximo das pessoas. E não vou mudar um centímetro a minha maneira de ser. Próximo, direito, aberto, frontal, preocupado com problemas, mas não com problemas etéreos, com problemas concretos de pessoas de carne e osso", anunciou, arrancando um aplauso entusiasmado à sala.
 .
Marcelo diz que a forma como os poderes do Presidente serão exercidos não se anuncia, comentando indirectamente Sampaio da Nóvoa, que disse estar disponível para dar posse a um governo de esquerda. Mas reforçou sempre a importância de ter em conta o quadro parlamentar e alertou para os riscos de ter um governo de gestão durante meses, sem um Orçamento aprovado.

Marcelo Rebelo de Sousa acha que é preciso ter "humildade democrática" para "aceitar a riqueza da diversidade". E voltou a afirmar que "as presidenciais não são uma segunda volta das legislativas".
Para Cavaco, o Professor guardou ainda outras indirectas, ao defender a importância da moderação no uso das redes sociais. Não é, de resto, a primeira vez que o comentador critica o actual Presidente por fazer algumas intervenções fundamentais através do Facebook.

Mas mais importante foi o recado a Cavaco sobre a falta de oportunidade de uma revisão dos poderes presidenciais defendida recentemente pelo actual Presidente.

"Percebo que seja tentador", disse Marcelo entendendo o timing de final de mandato, mas frisando que "é uma decisão que compete ao Parlamento. Não compete ao Presidente".

Marcelo, que voltou a dar a entender estar disponível apenas para um mandato para não se deixar condicionar pela vontade de uma reeleição, quer recuperar a "frugalidade" na função presidencial. E até aí deixa o que pode ser lido como um recado a Cavaco, dando a entender que quem sai de Belém deve renunciar às benesses concedidas pelo estatuto de ex chefe de Estado.

* Se a demagogia pagasse imposto o prof. Sousa teria mais cuidado e menos folclore. Temos memória e lembra-nos deste tribuno na TSF a desancar em Guterres na oposição e elogiar o sr. Cavaco dando-lhe "notas" nunca inferiores a "14", numa altura em que o 1º ministro sr. Aníbal  atirava os portugueses para o consumismo, estendendo a passadeira a Champalimaud e Jardim Gonçalves, abrindo também os braços a Ricardo Salgado. Já eram pessoas da sua "entourage" Duarte Lima, Dias Loureiro, Oliveira Costa, Arlindo Carvalho entre outros.

.
.

2)AI FUTEBOL,FUTEBOL















.
.
ESTA SEMANA NO
"EXPRESSO"
 PERNAMBUCO
O estado brasileiro onde as 
autoridades entregaram as chaves
 das prisões aos presos

Relatório da Human Rights Watch traça um cenário alarmante de Pernambuco, o estado brasileiro que tem as prisões mais sobrelotadas: as autoridades cederam o controlo das prisões a alguns presos escolhidos a dedo, conhecidos como “chaveiros”, que vendem drogas e lugares para dormir aos presos, além de usarem milícias para manter o poder.

Em Pernambuco, como um pouco por todo o Brasil, a sobrelotação das prisões não é novidade. Mas um relatório divulgado esta terça-feira pela Human Rights Watch (HRW), uma ONG que denuncia atropelos dos direitos humanos por todo o mundo, pinta um cenário ainda mais negro. O documento revela que o estado tem não só as prisões mais sobrelotadas de todo o Brasil, abrigando três vezes mais presos do que a sua capacidade oficial, como transferiu o controlo de facto das suas prisões a alguns presos escolhidos a dedo.
 .
Nas 35 páginas do relatório "O Estado Deixou o Mal Tomar Conta", a organização descreve como esses "chaveiros" vender droga e lugares para os presos dormirem, além de usarem "milícias" violentas para manterem o poder. As conclusões são extraídas das visitas que a organização fez este ano a quatro prisões de Pernambuco e das entrevistas que realizou a 40 presos e ex-reclusos, bem como familiares, autoridades prisionais, juízes, procuradores públicos, advogados e polícias.
Segundo dados oficiais, as prisões brasileiras abrigam mais de 607 mil pessoas, mas só têm capacidade para cerca de 377 mil. No estado de Pernambuco, o cenário é ainda mais severo: há quase 32 mil presos em prisões com capacidade para pouco mais de 10 mil. Quase 60% dos presos ainda aguardam julgamento.

Numa das celas, a ONG encontrou 60 homens a dividirem seis camas de cimento, "não havendo espaço suficiente no chão para que todos se deitassem". A sobrelotação, aliada às condições precárias de saneamento e ventilação, e ainda à falta de cuidados de saúde adequados, tem favorecido a proliferação de doenças entre os detidos. De acordo com o relatório, a incidência de tuberculose nas prisões pernambucanas é quase 100 vezes maior do que a verificada na população brasileira em geral.
 .
"A sobrelotação é um grave problema das prisões brasileiras e em nenhum lugar ela é mais grave do que em Pernambuco", afirma em comunicado Maria Laura Canineu, diretora da HRW no Brasil. "O estado enfiou dezenas de milhares de pessoas em pavilhões projetados para um terço disso e entregou as chaves a presos que usam de violência e intimidação para governar as prisões como se fossem feudos pessoais."

A extrema sobrelotação faz com que as prisões de Pernambuco tenham o pior rácio no Brasil de guardas prisionais por cada detido: menos de um agente penitenciário por cada 30 presos. Num dos estabelecimentos prisionais, de regime semiaberto (alguns presos podem entrar e sair para trabalhar), apenas quatro guardas-prisionais permanecem de plantão em cada turno, vigiando 2300 presos.
 .
Em consequência da incapacidade para exerceram um controlo adequado das suas prisões, devido à sobrelotação e à falta de pessoal, as autoridades prisionais delegam a presos a autoridade de pavilhões - um preso por pavilhão, geralmente com várias celas e mais de uma centena de detidos. Os reclusos que são escolhidos recebem a chave desse pavilhão.

"Esses 'chaveiros' vendem drogas, extorquem outros presos e exigem pagamento em troca de lugares para dormir. Eles usam 'milícias' formadas por presos para ameaçar e espancar aqueles que não pagam as dívidas. Os agentes penitenciários fazem vista grossa ou mesmo participam nas atividades dos chaveiros em troca de propina [dinheiro obtido de forma ilícita], conforme relataram várias pessoas, incluindo um diretor de prisão, à HRW", acusa a ONG.

* Apetece-nos dizer "porra" mas só dizemos "chiça", a presidente Dilma não venha dizer que desconhece estes factos, não tem vergonha???


.