sábado, 19 de setembro de 2015

UMA GRAÇA PARA O FIM DO DIA

.























.
.


O QUE NÓS

"VIAJAMOS"


1-NADA TENHO DE MEU
UM DIÁRIO DE VIAGEM NO
EXTREMO ORIENTE


MACAU-CHINA

video


As televisões internacionais anunciam a aproximação do Asteróide "Portugal - 3933" em direção à Terra. João Paulo Cuenca, Miguel Gonçalves Mendes e Tatiana Salem Levy chegam a Macau a convite do festival literário Rota das Letras começando aqui a sua viagem pelo Extremo Oriente.

Autoria: Miguel Gonçalves Mendes, Tatiana Salem Levy, João Paulo Cuenca
Montagem: Pedro Sousa
Narrador: Siung Chong
Desenho de Som: 1927 Audio
Tema Original: Pedro Gonçalves
Produção: JumpCut

.

. .
6-SUBTILEZAS



.
.

Castro Brothers


BÉBÉ A BORDO

video

.

. .
5-SUBTILEZAS

.
.


3-INSUFICIÊNCIA VENOSA


CRÓNICA

video

TRATAMENTO CIRÚRGICO DAS VARIZES

Uma interessante série conduzida pelo Prof. Dr. André Marchiori,especialista em Cirurgia Vascular e Endovascular. 


* Uma produção "CANAL MÉDICO"

** As nossas séries por episódios são editadas no mesmo dia da semana à mesma hora, assim torna-se fácil se quiser visionar episódios anteriores.


.

. .
4-SUBTILEZAS

.
.
 III-ATRAVESSANDO A AMAZÓNIA

1-SERRAS 
SECRETAS

video


* As nossas séries por episódios são editadas no mesmo dia da semana à mesma hora, assim torna-se fácil se quiser visionar episódios anteriores.

.

. .
3-SUBTILEZAS


.

RUI TAVARES

.





Maré alta

Os governos da União Europeia têm especial talento para pegar em problemas resolúveis e torná-los existenciais.

A atual crise dos refugiados não precisava de ter chegado a este ponto. Como tenho repetido nesta coluna, há anos que existem instrumentos legais e financeiros para reinstalar refugiados diretamente, sem forçar as pessoas a arriscar a vida, dando prioridade aos mais vulneráveis e introduzindo critérios de justiça e previsibilidade  que permitem diminuir ou moderar a ocorrência de situações de emergência. Os governos nacionais não os quiseram utilizar e com isso favoreceram a criação de bolsões de desespero onde imperam a desorganização e o cada-um-por-si.
 .
Mas atenção: uma crise pode esconder outra. Na base, a crise das crises na União Europeia é uma crise de estado de direito e direitos fundamentais. E essa é não apenas existencial, mas civilizacional.

O seu epicentro é a Hungria — um país de história admirável hoje governado por um homem, Viktor Orbán, que tem teorizado sobre a criação de um regime de “democracia iliberal”, no qual manda um governo de eleição maioritária que desconsidera os direitos individuais, muda a constituição a seu bel-prazer e controla o parlamento e o poder judiciário.

O que se passa agora já não é só teoria — e extravasa os limites da política húngara. Quando Orbán faz aprovar uma lei criminalizando os refugiados, como aconteceu ontem, é a lei internacional humanitária — neste caso, a Convenção de Genebra sobre refugiados, de 1951 — que está a ser violada. Um refugiado tem de ter ao menos oportunidade de pedir asilo e ver o seu pedido examinado. Que os primeiros beneficiários deste enquadramento internacional tenham sido os refugiados húngaros em 1956 junta apenas um travo de ironia amarga a esta tragédia.

Mas há mais. Quando Orbán manda equipas de presidiários terminar a sua muralha na fronteira com a Sérvia, regressando a uma prática de trabalhos forçados, é o próprio respeito pela dignidade humana, base dos direitos humanos na tradição europeia (e da própria Constituição húngara, se Orbán não tivesse já dominado o Tribunal Constitucional) que está em causa. Quando se recusa a receber muçulmanos, é a Convenção Europeia de Direitos Humanos que está a ser violada. E a coisa não vai parar. Os estrangeiros são só um pretexto. O seu objetivo é a construção de um estado anti-pluralista para os próprios cidadãos húngaros. Ou, como uma vez explicou com uma frase contorcida, “a nação não pode estar em oposição”.

Os alertas foram já lançados há muito tempo e os instrumentos de ação existem. A Comissão Europeia pode agir já — pelo menos cessando todas as comunicações com o governo húngaro que não sejam uma obrigação legal ou não tenham os direitos humanos por prioridade — mas só o fará quando houver pressão dos cidadãos nesse sentido.

Escreveu o poeta irlandês Seamus Heaney que “a história nos diz para não ter esperança”. Mas logo acrescentou que

"Uma vez na vida,
A maré alta da justiça se alevanta
E põe a esperança e a história na mesma rima"

A “maré alta da justiça” só nós a podemos levantar.

IN "PÚBLICO"
16/09/15

.
.
.

634.UNIÃO


EUROPEIA




. .
2-SUBTILEZAS

.
.

PERDIDOS EM MANBOO
 VIVEM EM 4 metros quadrados

video



.
.
3-PROSPERAR
video


Num período tão conturbado como o actual FOSTER GAMBLE propõe-nos uma viagem de esperança, pensamos que nos faz bem.

.

. .
1-SUBTILEZAS

.
.
RECORDANDO


Carmen Miranda

Rebola a Bola (1941)

video

.
.

HOJE NO
"OBSERVADOR"

MP investiga “prejuízo muito superior” aos 897 milhões investidos na RioForte

O Ministério Público está a investigar novo crime e vários negócios do grupo Portugal Telecom. Negócios com a Telefónica e com a Oi sob suspeita.

O Ministério Público (MP) está a investigar vários negócios do grupo Portugal Telecom no chamado caso PT. O escrutínio das aplicações financeiras de 897 milhões de euros realizadas em papel comercial da RioForte (Grupo Espírito Santo) deixou de ser o único alvo da investigação.

No acórdão da Relação da Lisboa relacionado com as gravações secretas dos ex-homens fortes da PT, datado de 11 de Junho e revelado pelo Observador esta sexta-feira, o MP assume que as investigações alargaram-se a outros negócios.

Primeiro porque refere, pela primeira, vez novos crimes além daqueles que já foram divulgados pela Procuradoria-Geral da República (PGR). A 6 de Janeiro, aquando das buscas realizadas às sedes da PT e da PricewaterhouseCoopers, o órgão que lidera o MP tinha assumido que estavam apenas em causa “suspeitas de participação económica em negócio e burla qualificada, investigando-se aplicações financeiras realizadas pela empresa”. 
 .

Isto é, entendia que existiam suspeitas de que a PT teria sido enganada de forma dolosa no caso do investimento na RioForte e de que diversos gestores da empresa de telecomunicações teria abusado dos poderes inerentes ao cargo que exerciam com o objetivo de promover o lucro para si ou para terceiros.

No acórdão da Relação de Lisboa, o DCIAP assume que está investigar “indícios da prática de factos suscetíveis de configurar, em abstrato, entre outros e sem prejuízo do que o desenvolvimento do inquérito vier a determinar, crimes de infidelidade, de burla qualificada, e/ou de participação económica em negócio”.

A junção do crime de infidelidade não é por acaso. Regra geral trata-se de um crime que é aplicado a administradores que têm como responsabilidade gerir o património de determinada sociedade comercial. Isto é, o MP suspeita que diversos ex-titulares de órgãos de gestão da PT terão causado, segundo a descrição do crime no Código Penal, “intencionalmente, e com grave violação dos deveres que lhe incumbem, prejuízo patrimonial importante” à principal empresa de telecomunicações em Portugal.

Mais: o Ministério Público assume também perante os desembargadores da Relação de Lisboa, o seguinte:
O prejuízo causado com a prática dos factos susceptíveis de integrar tais crimes estima-se em valor muito superior aos 897.000.000 euros investidos pela PT no grupo GES/BES e nunca devolvidos, atenta a situação dificil situação financeira em que ficou o grupo PT”.
Conjugando estes fatores (um novo crime e um prejuízo “muito superior aos 897 milhões de euros” investidos pela PT no GES remete para outros casos da gestão da PT), com outras notícias entretanto publicadas, chegamos facilmente à conclusão que o MP está a investigar mais negócios do grupo PT.

Venda da Vivo à Telefónica e negócio da PT com a Oi sob suspeita 
Num segundo comunicado, emitido a 21 de julho na sequência de uma notícia do jornal Público, a própria PGR deixou de resumir o caso PT em investigação ao investimento realizado na RioForte para passar a falar no plural na existência de “investigações em curso relacionadas com a PT, as quais se encontram em segredo de justiça. No âmbito destas investigações, e de outras que venham a revelar-se pertinentes, o MP não deixa de investigar todos os factos com relevância criminal que cheguem ao seu conhecimento”, lê-se no comunicado da PGR de 21 de Julho.

O jornal Público tinha noticiado na manhã desse dia que o MP estava a investigar dois negócios fulcrais do passado recente da PT: a venda à empresa espanhola Telefónica das acções da telecom portuguesa na sociedade brasileira Vivo no valor de 7,5 mil milhões de euros e as participações cruzadas que resultaram na entrada da PT na concorrente Oi e na compra por parte desta de 10% do capital social da sua parceira portuguesa.

Segundo as informações publicadas por aquele diário, existiam suspeitas no pagamento de comissões no valor total superior a 200 milhões de euros, sendo que José Dirceu, ex-braço direito do Presidente brasileiro Lula da Silva, preso por causa do caso Mensalão e igualmente atingindo pelo recente caso Lava Jato, seria um dos principais intervenientes. Confrontada com todas estas informações, fonte oficial da PGR respondeu de forma elucidativa: “As investigações relacionadas com os temas abordados (…) encontram-se em segredo de justiça.” Um caso para acompanhar.

* O problema do MP vai ser quando verificar que Zeinal Bava "perdeu" efectivamente a memória.

.
.
ANDANDO SOBRE A ÁGUA

video

Monge corre 125 metros sobre a água
.
.

HOJE NO
 "DIÁRIO DE NOTÍCIAS"

Cadeia nos Açores tem 50 pessoas
 presas na mesma cela

Problema de sobrelotação nas prisões portuguesas gera tensão entre detidos. Ordem dos Advogados denuncia caso e quer fechar megacela.

Mais de 50 pessoas estarão, neste momento, presas na cadeia de Ponta Delgada num único espaço, dividindo entre si duas sanitas e dois chuveiros. A denúncia é a Ordem dos Advogados, cujo Conselho Distrital dos Açores, vai avançar com um processo em tribunal, pedindo o encerramento da prisão, argumentando existirem sérios problemas humanitários. 
 .

O claustro do edifício do século XIX, onde está instalada a cadeia, foi adaptado para uma mega cela, onde, segundo fonte judicial, convivem presos por delitos comuns, abusadores sexuais e outros por crimes mais graves. A Direção-Geral de Reinserção e Serviços Prisionais (DGRSP) garante, porém, que não são 50, mas sim 31.

"A cadeia de Ponta Delgada é uma situação urgentíssima para resolver, sejam 50 (é a informação que temos) ou 31 como alega a direção-geral", disse ao DN, Eldad Mota, presidente da Comissão de Direitos Humanos da Ordem dos Advogados, acrescentando que o estabelecimento prisional regista "uma taxa de sobrelotação de 180%". Um problema comum a todos os estabelecimentos e que, segundo guardas prisionais e associações de defesa dos presos, contribui para aumentar os casos de violência, como o registado na semana passada em Tires e degradar o ambiente.

"Já expressámos a nossa preocupação ao diretor-geral da prisões", Rui Sá Gomes, "que se mostrou profundamente preocupado e que tinha transmitido a informação à tutela", declarou ainda o advogado, confirmando existir em Ponta Delgada "uma ala prisional num claustro com mais de 50 pessoas" a partilhar o espaço, assim como "celas onde os presos não conseguem deitar-se".

* E o que fazem os governos nacional e regional, assobiam, cada um para seu lado.

.
.


 O QUE NÓS


  "FESTEJAMOS"!!!




O primeiro número da ONDA POP explica quase tudo, os primórdios, os conceitos, a paginação e artigos publicados demonstram o trabalho destes rapazolas nos idos de 60.

Hoje sábado 19/09 foi para o ar o nº49 da edição impressa, na abertura o monstro da canção italiana "GIANNI MORANDI", um sucesso europeu de popularidade da época e que no "showbiz" continua a dar que falar.

De "MAFALDA SOFIA", eclipsada há muitos anos, nada se pode mencionar de novidade actual, foi sucesso nacional na altura.

O concurso "SCHWEPPS" apresenta um grande músico de sempre, jamaicano que granjeou quase tanto sucesso como Marley.

"MARIA MARQUES" partiu teve uma vida muito preenchida e distribuiu amizade e simpatia a rodos, Boa Viagem tia Milú..

Na "ÉPOCA DE OURO DO ROCK" continua o desfile do TOP20, já estamos nos 10 primeiros, na passerele da página que em boa hora o João Pedro e o Zé Couto trouxeram para a web, se alguém quiser contribuir com assuntos não se acanhe.
Na caixa "E ESTA" a censura por parte dos cabeças de abóbora, censores do RCM,foram tantos os "cortes" como os malabarismos para os contornar...

Cantem com a "ONDA POP" recordem "MILO e RAUL" e os  "THE OHIO EXPRESS".


"JOE DOLAN" inesquecível é notícia com uma canção  da qual a "moçambicana" Berta Laurentino cantou uma versão, não gravada e ao vivo, no RCM.
.
A "ONDA POP" continua cheia de informação verdadeira, bem elaborada e metódica, sem folclores, sinceros parabéns.

Neste blogue, na coluna da direita tem um link directo.
OBRIGATÓRIO IR VER!!!
ABJEIAÇOS

.
.

 HOJE NO
 "RECORD"

Bruno de Carvalho vs. Carrillo: 
sem borlas, loucuras mas com recados 
O que disse Bruno de Carvalho sobre carrillo

Numa das primeiras abordagens à renovação de contrato de Carrillo, em março, Bruno de Carvalho afirmava a Record não acreditar que jogadores dos leões pudessem rumar aos rivais. Seis meses depois, e com a continuidade do peruano em Alvalade em discussão e Benfica e FC Porto nas "proximidades", recorde o que o presidente do Sporting tem afirmado sobre o tema.
.
De borla, não. "Não me parece que os jogadores do Sporting vão parar aos rivais. Carrillo de borla não sairá!", prometeu Bruno de Carvalho, em entrevista a Record, publicada a 27 de março deste ano, numa das suas primeiras abordagens ao tema.

Sem loucuras. A 26 de julho, uma crítica a Elio Casareto: "O Sporting sabe o que quer, sem cometer loucuras. Quem me conhece sabe que tentar negociar comigo através de jornais nunca teve um bom resultado."

A ameaça. "Será livre de assinar por outro clube a partir de janeiro, mas ainda tem um ano de contrato. E ninguém quer ter um ano complicado…", avisou o presidente, a 13 de agosto último.

* Jorge Jesus põe muito empenho em Carrillo, sabe bem porquê.


.
.

ASSAR UM PERÚ É FÁCIL!!!!!

video



.
.
HOJE NO
"CORREIO DA MANHÃ"
Mulher foi 123 vezes à Urgência

 Dos 20 maiores utilizadores dos serviços de Urgência de um hospital de Lisboa, a maioria são homens, na casa dos 60 anos e com problemas de saúde mental e respiratórios. Ainda assim, foi uma mulher, de cerca de 80 anos, que mais vezes entrou (123) nessa unidade entre 2013 e 2014. 
 .

Esta é uma das conclusões de um estudo que a Secção Sul da Ordem dos Enfermeiros está a levar a cabo. "Estamos ainda a receber os dados de todas as outras unidades hospitalares do Sul (de Santarém a Lisboa)", explica ao CM Pedro Aguiar, coordenador do projeto. "Queremos ter um perfil, saber os motivos que levam as pessoas aos hospitais. 

Mas desta amostra podemos concluir que os cuidados de saúde primários na comunidade têm sido descurados", diz. Um outro estudo da Ordem (de 2011 a 2014) conclui que há mais pessoas dependentes das Urgências. Foram avaliados utentes de quatro hospitais, numa amostra de 1500 pessoas. A maioria são mulheres, na casa dos 50 anos e com problemas de mobilidade, em alimentar-se e autocuidar-se.

* Com todas as situações "bizarras" que possam acontecer a nossa preferência continua a ser o Serviço Nacional de Saúde, "hospitéis"- serviço de hotelaria com hospital incluso, são para portugueses especiais.

.
.
LEGISLATIVAS/2015


.
.

ONTEM NO
 "i"

Estudo mostra porque motivo 
os países europeus acolhem
 "cérebros" portugueses

Um estudo realizado por vários investigadores de instituições de Ensino Superior nacionais sobre a "fuga de cérebros" de Portugal para países europeus concluiu que os locais que absorvem portugueses "confiam" no sistema educativo português.

O estudo chama-se "Brain Drain and Academic Mobility from Portugal to Europe" (BRADRAMO), que em português pode traduzir-se por "Êxodo de competências e mobilidade académica de Portugal para a Europa" e foi feito através de um questionário online a uma amostra intencional e não aleatória composta por 1.011 portugueses detentores de um diploma de Ensino Superior que estivessem a trabalhar ou a residir noutro país europeu ou que o tivessem feito nos seis anos anteriores.
 .

Em declarações à agência Lusa, o coordenador do BRADRAMO, Rui Gomes, explicou que o conceito de "êxodo" é muito próximo de uma decisão definitiva em que existe uma perda para o país emissor e um ganho do lado do país receptor, por oposição à noção de "diáspora" que significa trocas tendencialmente iguais entre os países.

Rui Gomes destacou de entre vários aspectos o "indicador de confiança no sistema educativo português", garantindo que "não existe de todo neste estudo referência a dificuldades [mencionadas pelos portugueses que decidem emigrar] relacionadas com a formação inicial".

"Há um reconhecimento de que as competências adquiridas foram importantes na capacidade de obter boas posições no sistema económico, académico e cultural dos países de emigração, lugares não conseguidos em Portugal", descreveu Rui Gomes que falava à margem da conferência "Fuga de Cérebros: A Mobilidade Académica e a Emigração Portuguesa Qualificada" que hoje está a decorrer na Faculdade de Letras da Universidade do Porto.

O coordenador do BRADRAMO avançou que os portugueses que decidem partir para outros países da Europa "sentem valorizadas as suas competências profissionais e por oposição sentem uma enorme desvalorização do diploma internamente", dai que, continuou, "os factores de realização pessoal" assumam "um valor tão elevado" na motivação para ir para fora.

O BRADRAMO teve início em 2013, sendo financiado pela Fundação para a Ciência e Tecnologia (FCT), bem como por fundos europeus, e envolve investigadores de três universidades portuguesas - Coimbra, Porto e Lisboa -, bem como de vários centros de investigação.

Além da análise dos dados e da troca de reflexões através da apresentação de outros estudos sobre temas semelhantes, hoje também foi lançado um livro que tem como base os resultados do BRADRAMO, nomeadamente o facto de a emigração ter "efeitos claros" no emprego, uma vez que 36,1% dos inquiridos estavam desempregados em Portugal e apenas 3,8% se encontram nessa situação no país de destino.

Por outro lado a emigração está também associada a um aumento dos rendimentos, uma vez que mais de 70% dos inquiridos declararam que recebiam m Portugal um salário inferior a 1.000 euros, enquanto mais de metade aufere um montante superior a 2.000 euros no país de destino.

O livro chama-se "Fuga de cérebros: retratos da emigração portuguesa qualificada", estando compilados 20 retratos sociológicos de pessoas entrevistadas para este estudo que também revela dados que os responsáveis consideram "curiosos" como que 27% dos inquiridos não se declara como emigrantes, 34% diz ser "cidadão do mundo" e 32% diz ver a mobilidade como "uma opção".

* É na verdade um ÊXODO, graças à incompetência e à ignorância deste governo, raros irão ser os que regressam a Portugal, costuma dizer-se "o meu país é a terra onde me tratam bem".


.
.

TERÁ COLA NOS PNEUS?
video

.
.
HOJE NO
"A BOLA"

Atletismo
Sporting confirma Jéssica Augusto
 
O Sporting confirmou que Jéssica Augusto, sétima na maratona olímpica e medalha de bronze nos Europeus de 2014, vai reforçar a equipa de atletismo.
.
A atleta, de 33 anos, foi mãe em junho e vai agora regressar aos treinos, assumindo esta ligação ao Sporting como a concretização de um sonho.

«Desde pequena que via o Sporting ganhar com nomes como Carlos Lopes, os irmãos Castro e tantos outros. Depois das conversas com Carlos Lopes e com o Comandante Vicente Moura, foi possível chegarmos a acordo e felizmente cumpri a minha vontade», referiu.

* Nas páginas deste blogue manifestámos sempre a nossa admiração por JESSICA AUGUSTO, como sportinguistas não podíamos ficar mais contentes com esta notícia.


.
.
MODA PàF

.


649
Senso d'hoje
          EVA GASPAR
REDACTORA PRINCIPAL DO
"JORNAL DE NEGÓCIOS"
Podem os países do espaço 
Schengen fechar fronteiras?

video


.

ESCOLHAS DE SÁBADO

.
COMPRE JORNAIS







.
.
TARTARUGA ATACANDO

video

.
.

BOM DIA


.