terça-feira, 1 de setembro de 2015

UMA GRAÇA PARA O FIM DO DIA

.



.

O GESTO É TUDO

.

 Aviso aos Srs. Visitadores

Esta inserção tem imagens impróprias  para olhares sensíveis ou "pudorentos". Mas como neste blogue quase todas as formas de expressão têm lugar, excluimos a calúnia e a grosseria, decidimos editar esta forma radical de mostrar gestos.
 .
Oxalá a vossa curiosidade
seja mais forte que o pudor
 
O gesto é tudo...

.













.
.

GRANDES LIVROS/13
AUTORES PORTUGUESES


1-MEMORIAL


DO CONVENTO


JOSÉ SARAMAGO

video



* Uma extraordinária produção da RTP/2
 .



** As nossas séries por episódios são editadas no mesmo dia da semana à mesma hora, assim torna-se fácil se quiser visionar episódios anteriores.
.
.


HOJE NO
 "JORNAL DE NEGÓCIOS"

Bial já pode vender medicamento 
para a epilepsia sem auxílio 
de outros fármacos nos EUA

O regulador norte-americano, Food and Drug Administration, aprovou a utilização de um antiepiléptico desenvolvido pela Bial, o primeiro medicamento de patente e investigação portuguesa, em monoterapia, ou seja, sem o auxílio de outros medicamentos.
 .
"O acetato de eslicarbazepina pode agora ser administrado, nos Estados Unidos, em monoterapia em doentes que iniciam o tratamento [da epilepsia] ou na sequência da mudança de outros antiepilépticos", pode ler-se no comunicado divulgado esta terça-feira, 1 de Setembro, pela farmacêutica.

O medicamento desenvolvido pela Bial já havia sido "aprovado em Novembro de 2013 pela Food and Drug Administration (FDA) como terapêutica adjuvante em doentes adultos com crises epilépticas", refere a nota, que salienta agora o facto de o medicamento poder ser agora utilizado no tratamento da doença sem o auxílio de outros fármacos.

"Esta é a segunda aprovação – a primeira a nível mundial para a indicação de monoterapia –que recebemos das autoridades reguladoras norte-americanas, cujos padrões de exigência são muito rigorosos", salientou António Portela, CEO do grupo Bial, destacando que o "antiepiléptico chegará a um maior número de doentes ao poder ser utilizado tanto em monoterapia, como no tratamento adjuvante [combinado com outros fármacos]".

Para o gestor, a aprovação concedida "traduz a confiança, a qualidade e a segurança" do medicamento e da aposta da farmacêutica, que se compromete a continuar a fazer "Investigação & Desenvolvimento (I&D) de novos fármacos".

Os EUA representam "cerca de 50% do mercado mundial de epilepsia" e estima-se que aqui "uma em cada 26 pessoas irá desenvolver uma crise epiléptica ao longo da vida", refere ainda esta nota. A nível mundial, "aproximadamente 50 milhões de pessoas" em todo o mundo sofrem desta patologia.

* Provavelmente a melhor notícia do dia.

.
.
I-OLHO DE 
HÓRUS

1- ESCOLA DE MISTÉRIOS

video


O documentário apresenta a história de uma suposta organização sacerdotal hermética, pertencente à escola de mistérios conhecida como Olho de Hórus. Esta escola teria sido responsável pela orientação espiritual e a direcção dos destinos do povo egípcio durante milhares de anos.

Seu objectivo principal teria sido o de promover a elevação do nível de consciência dos egípcios através, principalmente, da construção de diversos templos sagrados ao longo das margens do rio Nilo. Além disso, os sacerdotes eram os zelosos guardiões da sabedoria acumulada desde tempos imemoriais, quando ainda "existia" o continente perdido da Atlântida.

A série foi baseada nas investigações do egiptólogo e matemático R. A. Schwaller de Lubicz e nas realizações da escola Olho de Hórus.

Para os antigos egípcios, havia um plano divino baseado na reencarnação destinado a que o homem experimentasse em sua própria carne as leis que determinam o funcionamento do universo. Vivendo um processo evolutivo através da acumulação de experiências ao longo de 700 "reencarnações", o ser humano, inicialmente um ser instintivo, ignorante, inocente e primitivo, poder-se-ia  transformar  num super-homem,  um sábio imortal.

Assim se produzia uma iluminação temporal do discípulo, durante a qual podia viajar conscientemente pelo tempo e pelo espaço.

O documentário original está dividido em 10 capítulos:
Capítulo 1: A Escola dos Mistérios.
Capítulo 2: O Senhor da Reencarnação.
Capítulo 3: A Esfinge, Guardiã do Horizonte.
Capítulo 4: A Flor da Vida.
Capítulo 5: O Complexo de Cristal.
Capítulo 6: A Máquina Quântica.
Capítulo 7: O Amanhecer da Astronomia.
Capítulo 8: O Caminho da Compreensão.
Capítulo 9: O Portal da Liberdade.
Capítulo 10: O Princípio Feminino.

.
.
HOJE NO
 "DESTAK"

Segurança Social participa ao 
Ministério Público de associação 
de apoio à deficiência

O Instituto da Segurança Social (ISS) revelou hoje ter participado de uma associação de apoio à deficiência de Viana do Castelo ao Ministério Público (MP) e ao Conselho de Prevenção da Corrupção. 
 .
Em comunicado enviado à Agência Lusa, o ISS explicou que aquelas participações resultam de "uma ação de averiguação cujas evidências, entretanto apuradas, indiciam a prática de factos que integram eventuais ilícitos criminais".

"O Instituto de Gestão Financeira da Segurança Social, por motivos que indiciam a prática de factos que integram eventuais ilícitos criminais, procedeu a uma participação junto do Ministério Público sobre tais factos para que este órgão possa agir em conformidade", lê-se na nota enviada à Lusa. 

* Estranha-se que não seja divulgado o nome da associação.

.
.


VII-CIDADES 
OCULTAS

2- OS SUBTERRÂNEOS

VIKINGS 


video


* As nossas séries por episódios são editadas no mesmo dia da semana à mesma hora, assim torna-se fácil se quiser visionar episódios anteriores.

.
.

 HOJE NO
 "i"

Tubarões avistados na costa de Aveiro

Um tubarão azul, também conhecido por tintureira, apareceu esta terça-feira morto na ria de Aveiro e alguns exemplares foram avistados na passada segunda-feira em praias do concelho de Ílhavo, disse fonte da Capitania do Porto de Aveiro.
.
"Apareceu uma tintureira morta, com cerca de 70 centímetros, na ria de Aveiro. É um animal pequeno, juvenil, que já foi entregue ao Centro de Reabilitação de Animais Marinhos de Quiaios", disse à Lusa o comandante da Capitania do Porto de Aveiro, Luciano Oliveira.

Além deste exemplar, houve dois avistamentos destes animais na segunda-feira, um de manhã, na praia da Barra, e outro à tarde, na praia velha, referiu o mesmo responsável, acrescentando que "a Polícia Marítima deslocou-se por mar e por terra para ver se havia algum animal e não foi identificado nada".

"Os animais aproximaram-se da costa, porque a temperatura da água do mar poderá estar mais alta do que é normal, ou seguiram algum cardume", explicou o comandante da Capitania do Porto de Aveiro.
Luciano Oliveira tranquiliza os banhistas, dizendo que esta espécie "não representa qualquer perigo para o homem". No entanto, recomenda às pessoas para, se virem destes animais, "não interferirem com eles".

O tubarão-azul, tintureira ou guelha (Prionace glauca) é um tubarão da família Carcharhinidae e é o que mais vezes é avistado junto à costa portuguesa.
 
Esta espécie alimenta-se principalmente de peixes e lulas e pode ser encontrado tanto no continente como nas ilhas, podendo chegar aos quatro metros de comprimento e aos 240 quilos de peso.

* Confirmamos que o (Prionace glauca) nunca foi avistado no Terreiro do Paço.

.

DANIEL SAMPAIO

.




FINAL DE AGOSTO

Chego ao fim das férias descansado e disponível para mais um ano de trabalho. Como professor universitário, tudo recomeça em Setembro e acaba em Julho: os exames dos meus alunos da Faculdade de Medicina precedem o mês de férias de Verão e o fim de Agosto marca o retorno às actividades profissionais.

Neste fim de tarde, passeio pela Praia Grande da minha infância. Desta vez não há neblina e a água do mar está em temperatura aceitável. Observo as famílias, onde os mais pequenos ainda estão junto aos pais e os adolescentes estão com os seus amigos, só se juntam aos familiares em breves encontros à beira-mar. As conversas são sobre bares ou restaurantes, só de vez em quando oiço um tema político, depois das saudações de um só beijo ou de um aceno descomprometido.

Volto para casa e encanto-me com Amada Vida, de Alice Munro. Apaixonado por romances, fico preso a esta contista do quotidiano, capaz de colocar todos os sentimentos mais profundos a partir de incidente banal. E leio os jornais do fim-de-semana.

Já estamos em campanha eleitoral, mesmo que oficialmente esteja marcada para mais tarde. As sondagens dizem-nos que a coligação de direita ou o PS poderão vencer as legislativas. Começo justamente por aí: para ganhar, o PS sozinho tem de vencer dois partidos, facto evidente mas que, infelizmente, é pouco citado. Os simpatizantes e militantes socialistas exigem esse grande esforço, que significará um novo rumo para a política portuguesa.

A análise dos últimos dias mostra a repetição constante, por parte dos partidos do Governo, de uma mensagem simples: herdámos o caos, conseguimos resolver o essencial, estamos em condições de oferecer um futuro menos difícil, mas com a garantia de que nunca mais haverá perigo de bancarrota, nem despesismo descontrolado, típico do PS. Esta mensagem é eficaz à primeira vista, mas parte do pressuposto de que os portugueses vão esquecer o que sofreram, durante pelo menos três dos quatro anos desta governação.

O PS tem de aproveitar bem o mês de Setembro para mostrar como pode fazer diferente. O trabalho realizado no campo económico merece o nosso respeito e aplauso, mas tem de ser complementado por indicações bem fundamentadas do que poderá ser executado no campo da saúde, da educação e da segurança social, as matrizes essenciais da prática social-democrata. Responder só no campo da economia e das finanças restringirá o debate, tornando-o difícil para a maioria dos portugueses, que querem sobretudo saber como vai ser a escola, o hospital e a pensão de reforma e, sobretudo, como se vai diminuir o desemprego.

Pela minha parte, gostaria que o tão falado empate técnico nas sondagens não conduzisse ao despique pela frase de melhor efeito, antes levasse a um apuramento das propostas dos partidos e à demonstração clara de quem tem melhores condições para liderar o Governo. À pergunta sobre quem vai ser o próximo primeiro-ministro, sabemos que a resposta é: Passos Coelho ou António Costa. Entre os dois, quem mostra melhores condições para o cargo? Quem os portugueses consideram mostrar mais garantias para o futuro, com base no que fizeram nos últimos anos?

O PS, para ganhar, tem de marcar a campanha com propostas claras sobre o futuro dos cidadãos e nunca permanecer preso à ideia de que basta prometer a diferença. Um pouco de autocrítica será o melhor antídoto da acusação de despesismo: reconhecer alguns erros e providenciar para que não se repitam é uma demonstração de inteligência.    

IN "PÚBLICO"
30/08/15

.
.
.

616.UNIÃO


EUROPEIA



.
HOJE NO
 "A BOLA"

Ronaldo esteve com Martunis

Cristiano Ronaldo recebeu, esta terça-feira, um convidado muito especial, Martunis, que conheceu há 10 anos.

Martunis foi um dos sobreviventes do terrível tsunami que afetou a região onde vivia, tendo agora a oportunidade de voltar a estar ao lado do seu ídolo, após 10 anos de o ter visto.

Bruno Alves integrado no segundo treino
 
Bruno Alves integrou esta terça-feira, sem aparentes limitações, o segundo treino da Seleção Nacional com vista aos jogos com França e Albânia.

O defesa-central, que na véspera evoluíra condicionado, à margem dos restantes companheiros, realizou os habituais exercícios de aquecimento, com e sem bola, integrado no grupo, nos 15 minutos da sessão abertos à comunicação social.

Caso se confirme a integração plena de Bruno Alves, Fernando Santos passa a ter todos os 23 convocados disponíveis para defrontar a França, sexta-feira, em Alvalade. 
 
Nani quer matar ‘borrego’ com 40 anos
 
Desde 26 de Abril de 1975 – ou seja, há mais de 40 anos – que Portugal não vence a França em jogos de seleções principais, que se voltam a defrontar na sexta-feira (dia 4) no Estádio de Alvalade, em Lisboa, em jogo de preparação de ambas para o Euro-2016, que decorrerá precisamente em solo gaulês.

Um longo hiato de vitórias (há 40 anos, foi por 2-0... e em França) diante dos gauleses, ‘borrego’, que o experiente médio português Nani, do Fenerbahçe, quer ‘matar’ já na semana em curso, até pelo que, em termos anímicos, poderá proporcionar a Portugal, que na segunda-feira (dia 7 do corrente mês) defronta a Albânia, em Tirana, na corrida ao apuramento para o Euro.

«Em termos anímicos é importante ganhar mesmo os jogos de preparação, sim. É bom continuar com os bons resultados. Vamos tentar praticar um bom futebol e treinar da melhor maneira para que, no próximo jogo a contar estejamos bem preparados», afirmou esta manhã o jogador, de 28 anos, em conferência de imprensa realizada no Estádio António Coimbra da Mota, no Estoril, palco do jogo da Seleção na sexta-feira, antes da sessão ministrada por Fernando Santos, que já decorre.

Depois de Portugal terminar, já no consulado de Fernando Santos - e também em jogos de preparação - com enermos hiatos de vitórias diante de fortíssimos e históricos rivais como Argentina e Itália (a Seleção venceu ambas pelo mesmo resultado, 1-0), Nani enfatizou o moral que suplantar rivais de calibre dá aos jogadores.

«Prefiro ganhar sempre, mesmo jogos nos jogos amigáveis. É bom para o País e para a equipa, para manter os níveis de confiança elevados. O que conta é agora, se ganharmos os nossos jogos agora, com certeza no futuro vamos ser mais fortes no futuro», disse Luís Carlos de Almeida Cunha (Nani), que não escondeu a aspiração e desejo de ser titular em ambos os próximos encontros da Seleção, quer com a França, quer diante da Albânia, este na segunda-feira.

«É bom cortarmos essa tradição de resultados negativos, como tínhamos diante de Argentina e Itália, mas o essencial deste jogo com a França é que servirá para manter os bons resultados, para treinamos, jogarmos e mostrar que continuamos focados nos objetivos. A França é uma equipa muito forte, com excelentes jogadores, é muito bom para nós defrontá-los», concluiu o médio. 
 
* Somos torcedores permanentes das cores nacionais.
 

.
.
44-BEBERICANDO

video

DRINKS AFRODISÍACOS


.
.

5 - O pesadelo dos

Resíduos Nucleares


video

ÚLTIMO EPISÓDIO

* As nossas séries por episódios são editadas no mesmo dia da semana à mesma hora, assim torna-se fácil se quiser visionar episódios anteriores.

.
.
 
HOJE NO
 "DIÁRIO DE NOTÍCIAS
DA MADEIRA"

Secretaria Regional da Saúde nomeia enfermeiro para assessoria técnica 
.
A Secretaria Regional da Saúde, ciente da importância primordial da actividade de enfermagem e da necessidade de acompanhar, de perto, todas as problemáticas inerentes ao seu exercício, no quadro do Serviço de Saúde da Região Autónoma da Madeira designadamente ao nível da prestação dos cuidados, bem como das carreiras e estatutos remuneratórios e do exercício profissional da Carreira de Enfermagem informa que o Secretário Regional da Saúde nomeou para prestar assessoria técnica no seu gabinete o enfermeiro José Manuel da Silva Ornelas, Especialista em Enfermagem de Saúde Mental e Psiquiátrica do mapa de pessoal do Serviço de Saúde da Região Autónoma da Madeira, E.P.E. 

Esta nomeação constitui um facto excepcional que vem relevar a enfermagem como um dos pilares fundamentais da prestação dos cuidados de saúde à população.

* Um profissional de enfermagem como assessor do governo não tem nada de mais, é natural, depende das competências próprias, desejamos isso.

.
.

Sérgio Godinho

O Coro das Velhas

video


.
.
HOJE NO
 "DIÁRIO ECONÓMICO"


Actividade industrial na China com 
maior contracção dos últimos três anos

O índice que mede a actividade no sector industrial na China entrou em contracção, depois de no mês de Agosto ter voltado a recuar atingindo o valor mais baixo dos últimos três anos.

A divulgação deste indicador volta a levantar dúvidas sobre o crescimento da economia chinesa, isto depois da hecatombe da bolsa registada a semana passada e que se arrastou ao resto dos mercados.
.
DESENVOLVIMENTO INDUSTRIAL CHINÊS
O índice PMI que mede a actividade industrial ficou em 49,7 para Agosto quando em Julho era de 50 pontos, valor a partir do qual se entra tecnicamente em contracção. Este valor iguala as estimativas dos analistas consultados pela Bloomberg.

Na base da queda do PMI estiveram as pequenas, médias e grandes empresas com todas a registarem leituras abaixo dos 50 pontos.

Estes dados são conhecidos depois do Banco Popular da China ter, na semana passada, reduzido as taxas de juro de referência pela quinta vez, desde Novembro.

Tommy Xie, economista no Oversea-Chinese Banking adiantou em declarações à Bloomberg que "quer a procura interna, quer a procura externa estão fracas. E é ainda muito cedo para se dizer que a economia chinesa já atingiu o fundo do poço".

* O capitalismo monopolista do estado é só uma forma de capitalismo, o mesmo despotismo.


.
.
Dançando Kizomba

em Roma

video

.
.
HOJE NO
 "CORREIO DA MANHÃ"

Portugueses apostam 
na exploração espacial

A Tekever, uma multinacional portuguesa que se dedica ao desenvolvimento tecnológico, vai utilizar as ilhas Svalbard, na região do Círculo Polar Ártico entre a Noruega e o Polo Norte, para testar equipamentos com vista à exploração de planetas. O projeto foi baptizado de Swipe, vai ser testado já no final deste mês e consiste na utilização de uma rede de sensores wireless para recolher informações fora da atmosfera terrestre. 
 .

Antes do envio de uma missão espacial com seres humanos torna-se necessário recolher informação sobre a superfície do planeta a explorar, largando sobre esta várias redes de sensores que recolhem informação, a processam e enviam para a Terra", explicou Ricardo Mendes, administrador do grupo Tekever, em comunicado. 

A tecnologia testada pela Tekever no Círculo Polar Ártico, se funcionar como previsto, vai permitir analisar poeiras, partículas, temperatura, radiação e luminosidade noutros planetas. 

O desenvolvimento deste projeto de investigação exigiu um investimento de cerca de dois milhões de euros que, segundo a empresa de tecnologia portuguesa, foram "em parte financiados por fundos comunitários". 

Além da multinacional portuguesa estão envolvidas no projeto Swipe a empresa espanhola Arquimea, a francesa Astrium, a Universidade de Leicester, no Reino Unido, e a empresa italiana Consortium for Research in Automation and Telecommunications.

* Como é habitual destacamos a inteligência portuguesa.

.
.
 ESTRATÉGIA













.
.
HOJE NO
   "OBSERVADOR"


Apenas um em cada oito portugueses assiste a debates políticos

Há muitos indecisos, mas as audiências de debates políticos têm sido baixas. Esta terça-feira, Jerónimo de Sousa e Catarina Martins abrem as hostilidades.

O ciclo de debates eleitorais arranca já esta terça-feira, 1 de setembro, com o frente a frente entre Jerónimo de Sousa e Catarina Martins. O debate entre o líder comunista e a bloquista é o primeiro de uma série de confrontos que podem ser determinantes para o desfecho das próximas legislativas, mesmo que os números das últimas eleições sugiram outra realidade: tanto em 2009 como em 2011, apenas um em cada oito portugueses com idade legal para votar ficou preso à televisão enquanto os líderes dos diferentes partidos esgrimiam argumentos.


Nas últimas duas eleições legislativas, os dez frente a frente realizados em cada umamdasmpré-campanhas tiveram uma audiência média de mais de 1 milhão de telespetadores. Mas curiosamente, em 2009, não foi o debate entre os líderes do PS e do PSD o mais visto: o duelo José Sócrates, então primeiro-ministro, e Manuela Ferreira Leite, na altura líder da oposição, foi apenas o terceiro mais visto, atrás dos confrontos entre Sócrates/Paulo Portas e Sócrates/Francisco Louçã – o ex-coordenador do BE foi sempre um garante de audiências durante o período em que orientou o partido. Em 2011, o país via com atenção o frente a frente entre José Sócrates e Pedro Passos Coelho naquele que se tornou o debate eleitoral mais visto de sempre – mais de milhão e meio de espectadores (1,585 milhões)  assistiram ao duelo entre social-democrata e socialista.

Hoje, e numa altura em que de acordo com as últimas sondagens, PS e a coligação PSD/CDS continuam tecnicamente empatados – apesar de os socialistas levarem uma ligeira vantagem -, os debates eleitorais podem ser um dos “desbloqueadores de decisão“, como explicou o Observador. Sobretudo o que vai colocar frente a frente Pedro Passos Coelho e António Costa, a 9 de setembro – entre os eleitores indecisos há mesmo quem garanta que prefere esperar pelo desempenho do primeiro-ministro e do candidato a primeiro-ministro antes de decidir em quem vai votar.

Uma ideia partilhada por Vasco Ribeiro, doutorado em Ciências da Comunicação. Os debates eleitorais, mas, e sobretudo, “os ecos que eles geram na imprensa” e que são ampliados “pelos líderes de opinião” podem convencer os eleitores indecisos a escolher em que quadrado vão depositar a cruz no dia da ida às urnas. Mas até esses efeitos são relativos, como fez questão de sublinhar o docente na Faculdade de Letras da Universidade do Porto. No contexto europeu, ao contrário do que acontece, por exemplo, nos Estados Unidos, em que a campanha é “muito mais pessoalizada”, “os debates de televisão estão cada vez mais relativizados. Não param o país e são cada vez mais assistidos por uma elite”.

Ainda assim, e apesar de acreditar que os debates não são decisivos para os resultados eleitorais, qualquer deslize pode colocar em causa as aspirações dos candidatos. “Os debates são mais uma gestão de gafes” do que um duelo entre dois projetos políticos, considera o especialista. Se essa gestão falhar, aí sim, os eleitores indecisos podem decidir vestir a camisola de militante e escolher o partido em quem vão votar.

Não se pode dizer que tenha sido esse o caso de Jerónimo de Sousa quando, em 2005, no único debate realizado entre os líderes dos cinco partidos parlamentares, ficou afónico e teve de abandonar o estúdio. Não sendo uma gafe no verdadeiro sentido do termo, não deixou de ser uma situação ingrata para o líder comunista. Mais tarde, Jerónimo viria a reconhecer que fora a “tensão” do momento a roubar-lhe a voz. “Senti uma tensão enorme na medida em que não sendo um debate decisivo, era importante. Pesou a responsabilidade. Embora já sentisse algum ‘estrago’ que resultou de uma campanha intensa feita em pleno Inverno, não esperava o bloqueio total em estúdio”.

Os debates mais vistos de sempre: José Sócrates, Paulo Portas e Francisco Louçã, os recordistas de audiências

Olhando para as audiências dos últimos debates há dois detalhes que saltam à vista: em tempo de mudança de ciclo político, os debates entre o líder dos dois principais partidos acabam por ser aqueles que reúnem mais telespectadores à volta da televisão. Foi assim em 2011, no debate entre José Sócrates e Passos Coelho (1,585 milhões de pessoas), em 2005, no frente-a-frente entre Santana Lopes e Sócrates (1,518 milhões) e em 1995, no duelo entre Fernando Nogueira e António Guterres na RTP (1,492 milhões). O segundo debate entre os dois, transmitido pela SIC, é o quinto mais visto de sempre com 1,462 milhões de telespectadores.

A outra conclusão que se pode retirar é que um debate em que entre Francisco Louçã e Paulo Portas é quase um garante de sucesso de audiências. É isso que mostram os dados: na lista dos dez debates eleitorais mais assistidos de sempre estão os confrontos entre Paulo Portas e José Sócrates, em 2011 e 2009 (1,486 milhões e 1,439 milhões de telespectadores), o duelo entre Francisco Louçã e Sócrates (1,419 milhões), o frente-a-frente entre o mesmo José Sócrates e Manuela Ferreira Leite (1,337 milhões) e a troca de argumentos entre Durão Barroso e Ferro Rodrigues (1,230 milhões de telespectadores). A fechar o top 10, o debate entre Francisco Louçã, claro, e Manuela Ferreira Leite, que juntou 1,182 milhões de portugueses à volta da televisão.

Menção honrosa para o debate que colocou frente a frente Mário Soares e Álvaro Cunhal, em novembro de 1975. Numa altura em que ainda não existiam sistemas públicos de medição de audiência e que, por isso, se torna impossível perceber quantos portugueses assistiram de facto ao duelo de quase quatro horas entre o socialista e o comunista, o debate entre os dois continua a ser um dois mais recordados (e determinantes) na história da democracia portuguesa. “Olhe que não, olhe que não!”, lembra-se?

* 12,5% de portugueses ainda não estão fartos de mentirosices.

.
.
HOJE NO
 "DIÁRIO DE NOTÍCIAS"

Papa pede a padres para 
perdoarem o aborto

Desde que haja arrependimento, o perdão "não pode ser negado", durante o "jubileu da misericórdia", que começa em dezembro, a todos os católicos que abortaram ou provocaram o aborto.
.
Numa mensagem dirigida ao organizador deste "Ano Santo" (ou jubileu), o prelado italiano Rino Fischella, o papa declara ter "decidido, não obstante qualquer disposição em contrário, conceder a todos os padres, para o ano do jubileu, a capacidade de absolverem do pecado do aborto todos aqueles que o provocaram e que, de coração arrependido, peçam perdão".

Também em relação às mulheres que abortaram, "o perdão de Deus a quem se arrependeu não pode ser negado".

"O drama do aborto é vivido por alguns com uma consciência superficial, que parece não se dar conta do grave dano do ato", mas "muitos outros, ao contrário, ainda que vivam esse momento como um fracasso, consideram não ter outras vias para percorrer", diz Francisco na carta, adiantando pensar "em todas as mulheres que recorreram ao aborto".

"Conheço bem os condicionalismos que as conduziram a esta decisão. Sei que se trata de um drama existencial e moral. Encontrei numerosas mulheres que transportavam no seu coração a cicatriz desta escolha difícil e dolorosa. O que ocorreu é profundamente injusto", insistiu.

Na carta, o papa indica diversas disposições para que a possibilidade de se perdoarem pecados (o que pela tradição católica é permitido durante o jubileu) beneficie o maior número de pessoas, nomeadamente os doentes ou presos que não se podem deslocar às catedrais e igrejas do jubileu para se arrependerem.

Durante o segundo aniversário da sua eleição, a 11 de março, o papa Francisco anunciou a realização de um Ano Santo extraordinário de 08 de dezembro a 20 de novembro de 2016.

* Eis a prova cabal de como os líderes da igreja católica querem estupidificar as pessoas. Na sua extraordinária "bondade" o papa quer perdoar um DIREITO DE CIDADANIA, mas a permissividade contra a xenofobia interna, pedofilia e fraude continua.


.
.

LEGISLATIVAS/2015



.
.
HOJE NO
 "RECORD"

Vilacondenses respondem 
ao líder parlamentar do PSD

O Rio Ave reagiu em comunicado às declarações de Luís Montenegro, líder parlamentar do PSD, que referiu utilizou o nome do clube vilacondense para estabelecer uma comparação com António Costa, líder do Partido Socialista, na Universidade de Verão dos sociais-democratas.
 .
OUTROS CAMPEONATOS
Durante o evento ocorrido a 28 de agosto, Montenegro sublinhou que António Costa  "faz lembrar aqueles jogadores do meio da tabela, que no Rio Ave ou no Nacional jogam muito bem, mas quando chegam aos grandes não se conseguem impôr", acusando o candidato a primeiro-ministro de impreparação. O dirigente foi ainda mais longe e continuou numa alusão ao futebol: "Costa é muito bom para a Liga Europa, mas não tem jeito para jogar na Champions", disse.

Luís Montenegro admitiu que António Costa pode ter sido "um ministro da Justiça, da Administração Interna e um eurodeputado muito bom", mas não é um bom líder da oposição. E continuando no futebol acrescentou: "Costa é muito bom para a Liga Europa, mas não tem jeito para jogar na Champions".

A resposta não se fez esperar e aconteceu por Mário de Almeida, atual presidente da Assembleia Geral do Rio Ave e antigo presidente da Câmara Municipal de Vila do Conde, eleito pelo PS. O antigo autarca recorda, com auge da glória vilacondense, jogadores como Paulinho Santos, Quim Vitorino e Fábio Coentrão que conquistaram títulos nacionais como internacionais.

Leia o comunicado da integra:
O Rio Ave FC tem uma longa história no futebol português, onde, com muito esforço e valor, tem dignificado o Clube, Vila do Conde e Portugal.

Por isso foi lamentável e chocante que, na presente campanha eleitoral para as legislativas de Outubro, alguém (o presidente do grupo parlamentar do PSD) tivesse ofendido o Rio Ave FC e seus briosos atletas que, formados no clube e brilhando depois na sua equipa principal, suscitaram o interesse de importantes clubes onde conquistaram títulos nacionais, europeus e mundiais, sendo disso exemplos Paulinho Santos, Quim Vitorino e Fábio Coentrão.

As excecionais carreiras desportivas destes e de muitos outros atletas do Rio Ave FC, que ao contrário do que levianamente foi dito, não só se afirmaram no nosso clube, mas também em outros clubes portugueses e estrangeiros, merecem respeito, consideração e apreço.

Atitudes como a referida magoam os atletas, o clube e o próprio futebol português.

O Presidente da Assembleia – Geral do Rio Ave

Mário de Almeida

* Se o sr. Montenegro não consegue respeitar os clubes e jogadores que tornam possível a existência da 1ª Liga, subalternizando-os,  como pode respeitar um cidadão desempregado e com filhos a cargo, colocado no fundo da tabela?

.