sexta-feira, 26 de junho de 2015

UMA GRAÇA PARA O FIM DO DIA

.











.
.



COMO ELES 

   

"JOGAM"!






.
.

BOA PERGUNTA












.
.


8- O MARKETING
DA LOUCURA

video

OS PSICOTRÓPICOS E OS MEDIA

UM CASAMENTO TALHADO EM WALL STRET

Os psiquiatras dizem--nos que a forma de resolver comportamentos indesejáveis é alterando a química cerebral com um comprimido.
Mas ao contrário de um medicamento comum como a insulina, os medicamentos psicotrópicos não têm uma doença alvo mensurável para tratar, e podem transtornar o equilíbrio delicado dos processos químicos que o corpo precisa para funcionar bem.
Não obstante, os psiquiatras e as companhias farmacêuticas têm usado estes medicamentos para criar um mercado enorme e lucrativo.

E eles têm feito isto nomeando cada vez mais comportamentos indesejáveis como "perturbações médicas" que requerem medicação psiquiátrica

Mas será que estas realmente se deviam chamar doenças?
A questão é portanto:
Como é que os medicamentos psicotrópicos, sem uma doença alvo, sem poderes curativos conhecidos e uma lista longa e extensa de efeitos secundários, se transformam no tratamento indicado para todo o tipo de distúrbios psicológicos?
E como é que os psiquiatras que apoiam estes medicamentos conseguiram dominar o campo do tratamento mental?


* As nossas séries por episódios são editadas no mesmo dia da semana à mesma hora, assim torna-se fácil se quiser visionar episódios anteriores.


.
.

HOJE NO
 "DIÁRIO DE NOTÍCIAS 

DA MADEIRA"

Turista gozou com guarda da Rainha
 de Inglaterra e a 'brincadeira' ia 
acabando mal

Um guarda da Guarda Real britânica perdeu as estribeiras e apontou a arma a um turista que o tentou imitar. O vídeo, que parece ter sido filmado no Castelo de Windsor e foi divulgado pelo jornal “The Independent”, mostra o guarda a marchar e um homem a tentar imitá-lo, com ar ligeiramente jocoso.
 .
Nas imagens é possível ouvir alguém (possivelmente a pessoa que está a filmar) a brincar: “a arma dele está encravada”.
O guarda ainda manteve a compostura enquanto tudo não passou de uma tentativa de imitação, mas perdeu as estribeiras quando o homem lhe põe a mão no ombro. Automaticamente, o guarda virou-se para o turista e gritou “afaste-se da Guarda da Rainha”, apontando-lhe a arma.

* Nenhum país precisa destes imbecis armados em turistas, só faltou um tirozinho no pé, para fazer um furinho.

.
.

 2-LENDAS DA BÍBLIA


video

ÚLTIMO EPISÓDIO


.
.
HOJE NO
 "DIÁRIO ECONÓMICO"

Taxistas admitem que confrontos 
com a Uber em Paris podem 
repetir-se em Portugal

Carros emboscados, perseguidos e virados ao contrário, condutores arrancados à força dos veículos, pneus esfaqueados e incendiados, gritos, fogo e fumo. Estas foram algumas das situações mais dramáticas que causaram o caos em Paris e nas principais estradas de acesso entre a cidade e os aeroportos durante o dia de ontem.
 .
As perturbações foram geradas pelos taxistas parisienses que se encontram em protesto contra o serviço da Uber. E deram resultado. Esta manhã, o ministro francês da Administração Interna anunciou que o serviço Uber é "ilegal" e ordenou o seu "encerramento".

"É o que vai acontecer aqui qualquer dia", disse ao Económico Florêncio Almeida, presidente da Associação Nacional dos Transportadores Rodoviários em Automóveis Ligeiros (Antral). O responsável admite mesmo que "há mais de um mês que está a ser pressionado" para isso. "Mais até na Região Norte do que no Sul do país, já tive reuniões nesse sentido e agora com isto em França vai ser pior. A pressão vai ser maior", sublinha.

Florêncio Almeida refere que a Associação "gostava que a solução [de encerrar a empresa] viesse dos tribunais, mas quando a justiça não actua não há nada melhor que a justiça popular (...) Vamos ver o que vai fazer o tribunal, mas posso garantir que se não for para acabar com a empresa a coisa vai aquecer, o que não é benéfico para ninguém", alerta.

O presidente da Antral critica o facto de a Uber continuar a operar no país, mesmo depois de o Tribunal da Relação de Lisboa ter proibido o serviço em Portugal: "Para se resolverem certos problemas na sociedade a coisa mais rápida que existe é a justiça popular. Talvez depois as pessoas responsáveis decidam resolver o problema", sustenta, "assim como em França", acrescenta.

O responsável conclui dizendo que "estes senhores da Uber são indivíduos fora da lei. A Europa não é a América. As leis são para cumprir e eles não cumprem. E pior, em Portugal não há ninguém que os faça cumprir a lei", aponta, avisando ainda que "isto pode mesmo descambar".

A Uber permite que através do telemóvel qualquer pessoa possa pedir transporte a um motorista privado. O pagamento é feito através da aplicação e o passageiro pode acompanhar o trajecto do carro tanto ao ir ter consigo como, depois, no destino para onde quer ir.

De acordo com a empresa,  o serviço UberPop - que está a gerar polémica em França - não está disponível em Portugal. No País, adianta, só operam agentes parceiros licenciados: táxis A, táxis T, rent-a-car e empresas de actividade turística.

* O presidente da Antral está a justificar a violência em França e quase a apelar que o mesmo aconteça em Portugal, tanto primarismo enoja, não percebemos porque não  se  cumpre uma sentença judicial.

.
.

GANA PRODUZ COGUMELOS 
A PARTIR DE RESÍDUOS 
DE MANDIOCA.

video


* Uma produção "EURONEWS"

.
.
HOJE NO
 "CORREIO DA MANHÃ"

Hospital de Gaia lidera excelência

S. João e Santa Maria fora da lista dos melhores hospitais.

O Hospital Eduardo Santos Silva, que integra o Centro Hospitalar Vila Nova de Gaia/Espinho, é a única unidade de saúde que obteve excelência clínica às 14 áreas avaliadas e que cumpre os critérios máximos de qualidade clínica exigidos pelo Sistema Nacional de Avaliação em Saúde (SINAS), um estudo da Entidade Reguladora da Saúde (ERS).

Com excelência clínica a 12 especialidades surgem os hospitais de Viseu, Almada e Guimarães, a par das parcerias público-privadas de Braga e Almada. Assim, os dois maiores hospitais do País – São João, no Porto, e Santa Maria, em Lisboa – estão fora da listas dos 10 hospitais do Serviço Nacional de Saúde com melhor avaliação global: o primeiro porque "declinou avaliação" à excelência clínica, e o segundo porque obteve a nota máxima apenas em nove das 14 áreas clínicas avaliadas. Além disso, o Hospital de Santa Maria não teve nota máxima nas categorias de segurança do doente, instalações e conforto.

Com excelência a 11 áreas clínicas situam-se os hospitais de Vila Real, Viana do Castelo, Matosinhos, Covilhã e de Faro. Quanto aos privados, o Hospital da Cruz Vermelha, em Lisboa, não obteve excelência clínica a qualquer área clínica, exceto no que respeita às instalações e conforto, focalização no doente e satisfação do doente, que tiveram nota máxima.

No SINAS foram avaliados, a título voluntário, 163 hospitais, e os resultados reportam-se a episódios de alta entre os dias 1 de julho de 2013 e 30 de junho de 2014. Os resultados são calculados com base em informação submetida maioritariamente pelos prestadores de cuidados. 

* Fica a informação, espantará muita gente. Um hospital que se recusa a ser avaliado é porque tem medo.


.

GRAÇA CANTO MONIZ

.



A dupla morte de Marx

O pânico instalou-se entre todos aqueles – que não são poucos, e bem crescidinhos – que são viciados. A razão? Obesidade? Os dentes irremediavelmente negligenciados de que o ex-Hollande falava no leito?

Os ditirambos esquerdistas são variados e, apesar do reumático – afinal, a coisa já é mais velha que a Revolução Russa –, continuam a apelar, com índices de eficácia apenas comparáveis aos de uma novela venezuelana, ao contágio emocional das massas.

Recentemente foi a vez de Ségolène Royal, ministra socialista com a pasta da Ecologia que, no estilo alarmista, próprio das esquerdas, anunciou que devemos parar de comer Nutella.

O pânico instalou-se entre todos aqueles – que não são poucos, e bem crescidinhos – que são viciados. A razão? Obesidade? Os dentes irremediavelmente negligenciados de que o ex-Hollande falava no leito?
Não. Pasmem: óleo de palma! Parece que um dos ingredientes fundamentais para a produção do famoso creme de avelãs é mauzote para o ambiente. Assim, o homem, para manter o colesterol em níveis próximos do populismo socialista, derruba milhares de hectares de floresta virgem todos os anos.

Estas são as grandes causas da esquerda moderna – Marx bem pode voltar a morrer de vergonha.
A cegueira da causa ecologista radical permite este tipo de afirmações com a mesma leveza de quem ignora o rótulo nutricional de uma embalagem de Nutella.

Eu explico: a produção de óleo de palma coloca problemas consideravelmente mais graves em termos de exploração laboral de crianças e de abusos aos direitos humanos, vergonhosamente atropelados e esquecidos em prol da causa ecológica.

Devemos colocar as questões ambientais em posição de destaque, mas se não somos capazes de acorrer em primeira instância aos direitos humanos é porque somos uma sociedade doente que merece os diabetes devidos por toda a quantidade de Nutella que consumimos.
(P.S.: A ministra francesa acabou por pedir desculpa publicamente.)

IN "I"
23/06/15

.
.
.

549.UNIÃO


EUROPEIA



.
HOJE NO
 "OBSERVADOR"

Referendo a 5 de julho: 
Tsipras pergunta aos gregos se
 aceitam acordo com credores 

 Tsipras vai perguntar aos gregos se querem, ou não, aceitar o acordo com os credores. Primeiro-ministro helénico diz que o país "tem de enviar uma resposta democrática" à Europa. Em direto. 
.
Alexis Tsipras já está discursar à saída da reunião do Conselho Europeu. O primeiro-ministro grego, citado pelo Bloomberg, diz que os credores fizeram um ultimato ao governo helénico e que as propostas que apresentaram “são contra as regras da União Europeia”.

Tsipras confirmou ainda que o referendo vai, de facto, realizar-se a 5 de julho, um domingo, para perguntar ao povo grego se o país aceita, ou não, o acordo com os credores. O primeiro-ministro garantiu que já notificou Angela Merkel e Mario Draghi.

* Imaginamos a onda de despeito que virá do governo português só porque não teve a coragem de fazer o que Tsipras defende. Há quem mesmo à rasca seja  valente, outros borram-se.

.
.


O SEGREDO 
DAS COISAS

 33 -WHISKY


video


.
.

 I-ARQUIVOS SECRETOS


DA INQUISIÇÃO


2-LÁGRIMA DE TERROR

video


* As nossas séries por episódios são editadas no mesmo dia da semana à mesma hora, assim torna-se fácil se quiser visionar episódios anteriores.


.
.

HOJE NO
 "DIÁRIO DE NOTÍCIAS"

Decisão histórica. 
Supremo Tribunal dos EUA garante
 aos homossexuais direito a casar

"Os casais do mesmo sexo podem exercer o direito fundamental de casar", escreveu um dos juízes. "Esta liberdade já não lhes pode ser negada". A decisão aplica-se a todos os estados dos EUA. 
.
 O Supremo Tribunal dos Estados Unidos da América decidiu, esta sexta-feira, que é inconstitucional negar aos homossexuais o direito a casar. Independentemente de onde vivam, declarou o tribunal, os casais do mesmo sexo têm direito a casar-se, sendo que os estados que compõem os EUA deixam de poder restringir o direito ao casamento aos casais heterossexuais.

"O tribunal decide agora que os casais do mesmo sexo podem exercer o direito fundamental de casar", escreveu o juiz Anthony Kennedy, que redigiu a decisão do Supremo Tribunal, votada favoravelmente por cinco dos nove juízes que integram o tribunal. "Esta liberdade já não lhes pode ser recusada".

De acordo com o Washington Post, estima-se que 70 por cento dos americanos vivem em Estados onde o casamento homossexual é legal - um total de 37 estados, dos 50 que compõem os EUA. No entanto, em alguns estados mais conservadores, como é o caso do Michigan, do Ohio, do Kentucky e do Tennessee, existem proibições ou restrições ao direito ao casamento que excluem o matrimónio entre pessoas do mesmo sexo.

A decisão surge no culminar de vários anos de controvérsia legal ligada ao casamento entre homossexuais nos Estados Unidos. Desde que o governo federal dos EUA reconheceu o matrimónio entre casais homossexuais, alguns estados realizaram referendos e criaram limites legais para contornar essa decisão. Recentemente, tribunais de vários estados têm rejeitado essas proibições, por serem consideradas inconstitucionais.

* No país dos direitos humanos, dos assassinatos colectivos, da violência policial e militar, a lei vem com 50 anos de atraso, mas é  um direito conquistado.

.
.

João Paulo Esteves da Silva

Durme

video

.
.
HOJE NO
 "RECORD"

CMVM confirma diligências para 
averiguar fontes de financiamento

A Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) confirmou, numa carta enviada na quinta-feira à eurodeputada socialista Ana Gomes, que está a "desenvolver diligências" no sentido de investigar o alegado patrocínio de uma empresa da Guiné Equatorial nas camisolas do Sporting para 2015/16.
 .
SERÁ JÁ SÓCIO 
DO SPORTING?

A 29 de maio, a eurodeputada enviou uma carta à CMVM onde questionava o supervisor e pedia mais informação acerca das notícias relacionadas sobre este tema que vieram a público. Ontem, a resposta foi enviada numa carta assinada pelo presidente Carlos Tavares, onde a CMVM, em articulação com o Banco de Portugal, diz que "está a desenvolver diligências no caso em concreto no sentido de apurar o cumprimento dos deveres de diligência simples ou reforçada em matéria de verificação das fontes de financiamento e/ou riqueza, tal como previsto nos normativos legais e regulamentares de controlo e prevenção do branqueamento de capitais e financiamento do terrorismo."

Recorde-se que, a 19 de maio, Carlos Vieira, vice-presidente do Sporting, admitiu que "é possível" que uma empresa da Guiné Equatorial esteja interessada em patrocinar o Sporting.

*  Desejamos a inocência do Sporting, porque o actual presidente não presta, não tem nível.


.
.

CENÁRIO IMPROVÁVEL

video

Dois bailarinos numa estação de metro abandonada....

.
.
HOJE NO
 "JORNAL DE NOTÍCIAS"

GNR investiga pessoas que 
atearam fogo a gato em festa popular

A GNR está a tentar identificar a pessoa ou as pessoas que atearam fogo a um gato vivo durante as festas populares de São João de Mourão. 
 .
A GNR informa, através do Facebook que foi "aberto um inquérito judicial, tendo o tribunal de Vila Flor delegado a investigação na GNR".

A Guarda informa que está a realizar diligências "no sentido de identificar o(s) autor(es) desta situação", denunciada quinta-feira pelo Movimento Internacional em Defesa dos Animais (MIDAS).

* A maior parte destes selvagens, senão a sua totalidade, vai à missa ao domingo, confessa-se e comunga, não sabemos se o gato é abençoado pelo pároco.

.
.


RESOLVA


O PUZZLE


White Rose



.
.

HOJE NO
 "JORNAL DE NEGÓCIOS"

Sérgio Monteiro: 
Humberto Pedrosa não é testa
 de ferro de ninguém

O secretário de Estado dos Transportes afirmou que o empresário português Humberto Pedrosa "não é testa de ferro de ninguém" nem está no consórcio Gateway, que venceu a privatização da TAP, para "fazer engenharia jurídica". 
 .
CASAL SWAPP
Sérgio Monteiro defendeu que Humberto Pedrosa, dono do grupo Barraqueiro e um dos responsáveis pela Gateway, em conjunto com David Neeleman, "não está no consórcio para fazer engenharia jurídica, nem como testa de ferro de ninguém", em resposta ao Partido Socialista.

"O senhor Humberto Pedrosa tem provas dadas há muitas décadas. Mas a mim choca-me, enquanto português e enquanto membro deste Governo, que seja tratado assim um empresário relevante dentro deste sector pelo principal partido da oposição", disse o governante, esta sexta-feira em Lisboa, durante o seu discurso de intervenção no nono encontro Transportes em revista.

Sérgio Monteiro referiu que o Governo está na expectativa de que as autoridades que se têm de pronunciar - europeias e a Autoridade Nacional da Concorrência - o façam rápida e favoravelmente para que o processo fique concluído assim que possível.

"Espero ainda que tenhamos condições de, nesta legislatura, celebrar a entrada dos 269 milhões de euros - curiosamente, parte deles injectados na empresa por um grande empresário do sector dos transportes mais tradicionais", disse, numa alusão a Humberto Pedrosa.

Perante algumas dezenas de pessoas ligadas ao sector dos transportes, o secretário de Estado esclareceu que foi assinado um contrato de compra e venda definitivo da transportadora aérea com o consórcio Gateway e não um contrato promessa.

"Ontem [quinta-feira], o secretário-geral do Partido Socialista, [António Costa] usava a expressão contrato promessa entre aspas, porque sabe que não é um contrato promessa. Falamos de um contrato definitivo de compra e venda, que tem um conjunto de condições que têm de ser cumpridas", salientou Sérgio Monteiro.

No dia 24 de Junho, foi assinado o contrato de compra e venda de 61% do capital da TAP entre membros do Governo e responsáveis do consórcio Gateway (de David Neeleman e Humberto Pedrosa), vencedor da privatização da companhia aérea.

* O sr. secretário de Estado é governante mas não significa que só por o ser se torne numa pessoa credível, muito menos quando é dogmático. Desejamos-lhe uma coisa, no meio desta "escarafunchosa" vida política, que não seja testa de ferro de ninguém, pois de notícias das "swapps" já ninguém o livra.

.
.
ESTILOSO
video

.
.
HOJE NO
 "DESTAK"

Apreensão de seringas nas prisões mais por esteroides do que heroína - DGRSP

A apreensão de seringas nas prisões está hoje mais associada a esteroides anabolizantes do que consumo de drogas como a heroína, segundo o diretor geral de reinserção e serviços prisionais, Rui Sá Gomes. 
 .
"Hoje há uma cultura do físico, ao contrário de antigamente, da dependência da heroína, as seringas apreendidas estão associadas a anabolizantes, o que demonstra o declínio da heroína" nas prisões, disse.

Rui Sá Gomes falava hoje na apresentação do Inquérito Nacional sobre Comportamentos Aditivos em Meio Prisional, que compara dados de 2001, 2007 e 2014. 

* Está muito satisfeito o sr. director geral da reinserção e serviços prisionais:
- Seringas nas prisões só pode ser surreal ou devido a falta de efectivos de guardas prisionais ou corrupção.
- Anabolizantes são droga, outra variedade mas também mortal e são traficadas.
Porquê tanta alegria?


.
.


 PRECIOSO É

O SORRISO



















.
.
 
HOJE NO
 "i"

Colecção Miró. 
Rui Moreira quis os quadros 
para criar um museu no Porto

Câmara cedeu Palacete Pinto Leite para o empresário Rui Costa Reis lançar um centro cultural.

O presidente da Câmara do Porto esteve “pessoalmente envolvido” nos esforços para manter a colecção Miró em Portugal. Em Março do ano passado, o empresário angolano Rui Costa Reis fez uma oferta de 44 milhões de euros para a aquisição das obras, mas a proposta foi rejeitada pelo governo, já depois de Rui Moreira ter definido o espaço para albergar aquele que seria o novo museu do pintor catalão.
 .

O interesse de Costa Reis na colecção fez notícia há pouco mais de um ano. O i sabe agora que foi o empresário quem entrou em contacto com a autarquia do Porto. Um elemento que acompanhou o processo refere que Rui Costa Reis, um angolano com fortes ligações ao Norte de Portugal (foi no Porto que a mãe nasceu e foi em Braga que se formou), queria saber se a câmara teria um espaço disponível para, depois de adquirida, a colecção de quadros de Joan Miró poder ser apresentada em permanência ao público.

A ideia, acrescenta ao i a mesma fonte, próxima de Rui Moreira, era inaugurar um museu Miró no Porto. “Seria para as obras ficarem dezenas de anos.”

O autarca do Porto assumiu a tarefa em mãos. Juntamente com o vereador Paulo Cunha e Silva, Moreira falou com o empresário sobre o objectivo de manter os quadros em Portugal e, depois disso, falou pessoalmente com os responsáveis do governo – manteve “contactos ao mais alto nível” e “empenhou-se fortemente nisso”, refere a mesma fonte. O próprio empresário teve contactos pessoais com o secretário de Estado, manifestando o seu interesse na colecção.

Há cerca de um ano, Moreira chegou a mandar retirar de hasta pública o Palacete Pinto Leite. O plano da autarquia e do empresário passava por tornar aquele espaço a nova casa da colecção, se tudo corresse como planeado. “Seria para criar um novo centro cultural, apoiar novos artistas, organizar concertos”, explica fonte ligada ao processo.

 Costa Reis – foi notícia na altura – ofereceu 44 milhões de euros pelas 85 obras do pintor catalão, que actualmente estão à guarda da Parvalorem e da Parups – sociedades anónimas de capitais públicos – juntamente com outro património do ex-BPN, desde que o banco foi nacionalizado. O leilão que a Christie’s chegou a ter agendado tinha uma base de licitação de 35 milhões de euros.
O empresário apresentou duas condições: a colecção teria de ser leiloada por inteiro (e não em parcelas, como o governo pretendia) e as obras teriam de ficar em Portugal no mínimo durante 50 anos. A Rui Moreira, assegura fonte próxima do autarca, o primeiro-ministro terá dito que essa venda directa não poderia concretizar-se, uma vez que o processo desencadeado pela leiloeira londrina estava numa fase que o contrato não permitiria interromper.

Ao empresário, as razões apresentadas eram as de que a venda em atacado não corresponderia às expectativas financeiras que o Estado pretendia obter com o leilão das obras.

Esta segunda-feira à noite, na reunião de Assembleia Municipal, a CDU questionou Rui Moreira sobre as razões que levaram a que o Palacete Pinto Leite tivesse voltado a ser posto à venda. Foi nessa altura que o presidente da câmara regressou a Março de 2014 para explicar o empenho que a autarquia dedicou ao processo.

leilões cancelados Em Março, um ano depois daquela investida gorada de Costa Reis, o Ministério Público anunciou ter aberto um inquérito crime ao processo de venda das 85 obras (84 quadros e uma escultura).

Coube ao Departamento Central de Investigação Penal (DIAP), depois de ter sido apresentada uma queixa particular, perceber até que ponto a primeira saída dos quadros para Londres cumpriu todas as regras. O DIAP está também a investigar como decorreu o processo de inventariação e classificação do vasto espólio, antes de ter sido disponibilizado à Christie’s.

* Horripilante a falta de cultura básica deste governo, quase analfabetos, o que conta são os aéreos para aplicar na "engenharia" financeira. 
Um museu Miró em Portugal seria um luxo para a cultura e o turismo, basta ir a Barcelona e contabilizar o número de visitantes do museu de lá. O presidente da Câmara do Porto só pode sentir raiva dos energúmenos que inviabilizaram o projecto.

.
.
NASCENDO
video

.