terça-feira, 23 de junho de 2015

UMA GRAÇA PARA O FIM DO DIA

.













.
.

 AI QUE AFLIÇÃO














.
.

ESPIRITUALIDADE




.
.
.

GRANDES LIVROS/9
AUTORES PORTUGUESES


1-MAU TEMPO


NO CANAL



VITORINO NEMÉSIO


video

 
* Uma extraordinária produção da RTP/2
 .

** As nossas séries por episódios são editadas no mesmo dia da semana à mesma hora, assim torna-se fácil se quiser visionar episódios anteriores.


.
.

HOJE NO
 "OBSERVADOR"

Família Soares dos Santos ganha concessão do Oceanário

A holding que controla o grupo Jerónimo Martins vai ficar com a concessão do Oceanário, no Parque das Nações, em Lisboa. A proposta base foi de 24 milhões de euros a que se somam as rendas a pagar.

A Sociedade Francisco Manuel dos Santos, maior acionista do grupo Jerónimo Martins, venceu o concurso de concessão do Oceanário de Lisboa, disse nesta terça-feira à agência Lusa fonte ligada ao processo. Segundo a mesma fonte, o período de contestação ao relatório preliminar, que aponta a sociedade como vencedora, terminou hoje, não tendo havido qualquer contestação. O relatório final seguirá agora para aprovação em Conselho de Ministros.
 .
A entidade vencedora apresentou uma proposta base no valor de 24,010 milhões de euros, a que acrescem as rendas a pagar ao Estado durante o período de concessão, fixado em 30 anos, mas que pode ser reduzido para dez anos caso o Estado entenda resgatar o Oceanário com base em “motivos de interesse público”.

O equipamento, no Parque das Nações, é um dos ativos que o Governo escolheu alienar ou concessionar para ajudar a reduzir a dívida da Parque Expo, sociedade criada a propósito da Expo 98 e atualmente em liquidação, depois de o executivo ter anunciado em 2011 a sua extinção. O concessionário privado ficará com o capital da sociedade que gere o equipamento, a Oceanário de Lisboa, S.A..

A proposta de Orçamento do Estado para 2015 previa receitas de 40 milhões de euros com a concessão do Oceanário, que em 2014 gerou lucros de 1,49 milhões e recebeu quase 987 mil visitantes (+7%).

Além da Sociedade Francisco Manuel dos Santos, que detém 56% das ações da holding Jerónimo Martins, concorreram o grupo espanhol Aspro Parks (proprietário do parque de diversões aquáticas Aqualand, em Alcantarilha, no Algarve, entre outros parques europeus), a empresa portuguesa Mundo Aquático (gestora do parque algarvio Zoomarine), o grupo francês Compagnie des Alps (administrador de mais de uma dezena de parques de lazer, museus e áreas de esqui) e a espanhola Parques Reunidos, que gere 56 parques na Europa, nos Estados Unidos e na Argentina.

* A Sociedade Francisco Manuel dos Santos já nos habituou a boas e a péssimas coisas, a Pordata é uma muito boa coisa, o "dumping encapuçado" no dia do trabalhador é uma coisa vil. Aguardemos, achamos que o Oceanário tem demasiado peso para seguir rumo à Holanda.


.
.

6-UNDER THE DOME
(DEBAIXO DO CAPACETE)

video


*  “Under The Dome" é um documentário conciso sobre a poluição na China esse "portento de desenvolvimento", realizado por Chai Jing. Infelizmente não existem episódios legendados ou dobrados para português, as legendas em língua inglesa são acessíveis. 
.
** Com "DEBAIXO DO CAPACETE" queremos significar um tecto baixo de nuvens de substâncias poluentes.
 
.


*** As nossas séries por episódios são editadas no mesmo dia da semana à mesma hora, assim torna-se fácil se quiser visionar episódios anteriores.


.
.

HOJE NO
 "DIÁRIO DE NOTÍCIAS"

Ferramenta de escuta da Google 
instala-se sozinha nos computadores

O 'software' é capaz de ouvir as conversas captadas pelo microfone do computador, e alguns utilizadores dizem que este estava ativo sem ter pedido autorização.

Um software da Google que é capaz de escutar o que é dito perto do computador instala-se automaticamente, sem pedir autorização ao utilizador. A denúncia foi feita por programadores que usam o software Chromium, a versão em código aberto do navegador Chrome, da Google, que foram os primeiros a aperceber-se desta funcionalidade.
O código que permitia ao navegador escutar o áudio recebido pelo microfone do computador é instalado remotamente pelo Chromium. Os utilizadores que repararam no código disseram que este se instalou sem autorização, e alguns acrescentaram que a funcionalidade estava ativa sem nunca ter sido autorizada.

De acordo com a Google, que respondeu às preocupações dos utilizadores numa publicação no seu fórum para programadores, a funcionalidade não se ativa automaticamente. Esta serve para fazer com que o navegador responda a indicações orais, e está programada para reagir à indicação "OK Google".

O programador que deu resposta à queixa no fórum da Google explicou que é necessário ativar a funcionalidade 'Hotword' nas definições do navegador para o colocar alerta, à espera que sejam ditas as palavras "OK Google".

Esta funcionalidade também é instalada juntamente com o Google Chrome. Aquilo que preocupou e revoltou os programadores, porém, foi o facto de o mesmo de passar com o Chromium, um navegador de código aberto, ou seja, cuja informação de programação pode ser observada e modificada por programadores, sem que houvesse indicação do que se tratava nem um pedido de consentimento antes da instalação da extensão. Ainda, a extensão é "caixa negra", o que significa que não faz parte do projeto em código aberto.

O ativista e fundador do Partido Pirata na Suécia, Rick Falkvinge, descreveu o problema com a extensão numa publicação no seu blogue, Privacy Online News. "Sem consentimento, o código da Google tinha descarregado uma caixa negra de código que (...) tinha ligado o microfone e estava ativamente a ouvir a divisão" onde se encontrava o computador, escreveu Falkvinge, citado pelo Guardian. "O que significa que o computador tinha sido configurado em segredo para enviar o que estava a ser dito na divisão para outra pessoa, para uma empresa privada noutro país, sem consentimento ou conhecido, uma transmissão de áudio ativada por... um conjunto desconhecido e inverificável de condições".

Um problema semelhante já foi colocado relativamente às televisões inteligentes da Samsung. A empresa teve que pedir aos clientes que evitassem revelar informações pessoais diante da televisão, visto que estas podiam ser recolhidas e transmitidas a terceiros.

* Deveras preocupante esta verdadeira "pirataria informática". 
Hoje soubemos do News Lab, uma plataforma do google para obrigar "os jornalistas a ter uma visão única sobre os temas que marcam a actualidade", agora a mesma empresa tem uma ferramenta que viola o nosso computador como se fosse um Hacker, o que fazem os reguladores europeus àcerca desta violação da privacidade?


.
.


IV-CIDADES 
OCULTAS

1-O ESCONDERIJO

SECRETO

DE ESTALINE


video


* As nossas séries por episódios são editadas no mesmo dia da semana à mesma hora, assim torna-se fácil se quiser visionar episódios anteriores.



.
.
HOJE NO
 "RECORD"

Madeira recebe em 2016 o Campeonato
 da Europa de Natação Adaptada

A Madeira vai receber em 2016 o Campeonato da Europa de Natação Adaptada (IPC), que servirá como uma das últimas oportunidades para os atletas se qualificarem para os Jogos Paralímpicos do Rio de Janeiro. 
.

De acordo com a organização, a prova vai decorrer de 15 a 21 de maio no Funchal, no Complexo Olímpico de Piscinas da Penteada, e vai reunir cerca de 450 atletas de 50 países.

"Espero que este Campeonato da Europa sirva para abrir um pouco a 'cortina' do que vai acontecer quatro meses depois no Rio de Janeiro. Vamos ver os atletas a tentarem qualificar-se e será também um bom indicador da forma dos atletas que já estão qualificados. E tudo num sítio fantástico e bonito como a Madeira", afirmou o diretor executivo do IPC, Xavier Gonzalez.

O presidente da Federação Portuguesa de Natação, António José Silva, afirmou que a Madeira vai tentar organizar "a melhor edição de um Campeonato da Europa".

"É uma honra ter a oportunidade de organizar um evento tão importante e numa cidade como o Funchal. Temos a responsabilidade de espalhar e promover os valores da igualdade para todos na natação. Esse é um ponto crucial para nós", afirmou António José Silva.

* Os madeirenses têm capacidades organizacionais elevadas, a qualidade do turismo reflecte-as, as condições são boas para estruturarem o campeonato da Europa.


.

VICENTE JORGE SILVA

.




Esquizofrenia geral

Com a brutal subida de temperatura no clima de tensão que envolve o Governo grego, os seus parceiros europeus e o FMI, só mesmo por milagre se teria chegado ontem, na reunião dos ministros das Finanças dos países do euro, a um qualquer compromisso entre as partes desavindas. A reunião, considerada quase decisiva, foi desvalorizada por Alexis Tsipras - que parece definitivamente irredutível e insiste num «rotundo não» às propostas dos credores.

A atmosfera tornou-se praticamente irrespirável nos encontros negociais enquanto uma forte animosidade pessoal já prevalece sobre os temas em debate, que cada qual interpreta de forma radicalmente diversa do que pretende o interlocutor. É o caso do habitualmente cordato Jean-Claude Juncker que, depois de ter tentado mostrar-se afectuoso com Tsipras, o acusa agora, em tom muito zangado, de deturpar o sentido das propostas veiculadas pela Comissão Europeia.

A verdade, porém, é que há aqui, desde o princípio, um equívoco irremediável, um caso típico de lost in translation que nenhuma subtileza semântica fará superar: o que Juncker pretende que Tsipras entenda - ou seja, que as exigências iniciais da Comissão têm sido substancialmente suavizadas - é interpretado pelo primeiro-ministro grego como um sofisma provocatório. E, de facto, atendendo ao conflito de expectativas de cada uma das partes, parece efectivamente impossível que os termos da negociação possam resultar num acordo.

Nestas condições, resta aos gregos persistir na estratégia de esticar a corda até ao limite, ou seja, até pelo menos ao Conselho Europeu de 25 e 26 de Junho, poucos dias antes de a Grécia ter de reembolsar 1,6 mil milhões de euros ao FMI. Se isso não acontecer, a Grécia entrará quase inevitavelmente em bancarrota, com as imprevisíveis consequências que isso provocará na Europa e fora dela.

Já vimos que não são apenas os europeus que estão profundamente inquietos com os efeitos desse abalo sísmico. Do outro lado do Atlântico, os avisos de alarme multiplicam-se. Daí a pressa em antecipar um plano de emergência visando o controlo do movimento de capitais na Grécia - a exemplo do que sucedeu em Chipre - para conter danos maiores.

Só que o Governo grego não parece estar pelos ajustes e, em desespero de causa, aposta num acordo de última hora que satisfaça as suas reivindicações de princípio: evitar que o país fique refém, por tempos infindos, do espartilho da austeridade e de uma dívida que, nas condições actuais, tenderá a agravar-se até às calendas. Coincidência curiosa: numa visita esta semana a Atenas, o chanceler austríaco, Werner Faymann, afirmou estar em desacordo com as medidas propostas pelos credores que não deviam «fazer aumentar o desemprego e a pobreza».

Vive-se em plena esquizofrenia que afecta todos, a começar por uma instituição já atingida há longo tempo pela doença: o Fundo Monetário Internacional. Ainda esta semana, o FMI publicou um estudo onde considera que o crescimento económico mundial está a ser prejudicado pelo agravamento das desigualdades.

Segundo o documento, «a flexibilidade do mercado de trabalho beneficia os ricos e reduz o preço de negociação dos trabalhadores de mais baixos rendimentos». Além disso, o «papel redistributivo da política fiscal pode ser reforçado através de uma maior importância para os impostos sobre a fortuna e a propriedade, de uma tributação mais progressiva dos rendimentos, da redução das oportunidades para a fuga aos impostos, de uma melhor escolha dos benefícios sociais».

Ou seja: é o próprio FMI que diz uma coisa e faz o contrário, contestando as suas próprias receitas nos países intervencionados, como Portugal, onde ainda recentemente defendia a flexibilidade do mercado de trabalho no sentido oposto à filosofia do relatório citado. Como é que o FMI não contratou ainda uma equipa de psiquiatras reputados para a avaliar os motivos da sua esquizofrenia?

Mas o FMI terá ido mais longe, porventura, no caso da Grécia: segundo o próprio Tsipras, o FMI «tomou abertamente uma posição de apoio à reestruturação da dívida, enquanto os outros insistem em medidas duras e deixaram de lado a questão da reestruturação». Aparentemente, o chefe do Governo estaria a apresentar o FMI como exemplo positivo às instituições europeias. Desenganem-se.

Numa reunião com deputados e ministros do Syriza, Tsipras acusou o FMI de responsabilidade «criminal» e o BCE de contribuir para a «asfixia financeira» do país. A esquizofrenia é contagiosa e a crise grega mostra que ninguém consegue escapar-lhe. Uma coisa parece certa: todos pagarão por isso.

IN "SOL"
22/06/15

.
.
.

546.UNIÃO


EUROPEIA





.
.
HOJE NO
 "JORNAL DE NOTÍCIAS"

Mais de 1500 novos portugueses
 graças aos "vistos gold"

A população estrangeira residente em Portugal diminuiu 1,5% em 2014, totalizando 395195 imigrantes, mas os novos títulos aumentaram 6,1% devido aos vistos "gold", segundo um relatório divulgado, esta terça-feira, pelo SEF. 
.
"A tendência decrescente da população estrangeira em Portugal que se tem verificado nos últimos anos resulta que, desde 2002, pela primeira vez, o número de estrangeiros residentes seja inferior a quatro centenas de milhares, totalizando 395195 cidadãos (diminuição de 1,5%)", refere o Relatório de Imigração, Fronteiras e Asilo (RIFA) de 2014 apresentado durante a cerimónia de aniversário do SEF.

O documento adianta que se verificou uma redução representativa da população estrangeira oriunda de países de língua portuguesa, nomeadamente a brasileira, cabo-verdiana e angola.

A comunidade brasileira, com um total de 87493 cidadãos, mantém-se como a principal comunidade estrangeira residente, tendo a diminuição do número de residentes desta nacionalidade (4627) representando cerca de 75,5% do decréscimo total de estrangeiros residentes em Portugal.

Os cidadãos oriundos da Ucrânia também diminuíram 7,9% no ano passado face a 2013, bem como os romenos (menos 7,9).

O RIFA adianta que vivem em Portugal 40912 cabo-verdianos, 37852 ucranianos e 31505 romenos.

O SEF justifica a diminuição da população estrangeira em Portugal com o facto de muitos imigrantes terem adquirido a nacionalidade portuguesa, a alteração de fluxos migratórios e o impacto da atual crise económica no mercado laboral.

O documento destaca igualmente que, em 2014, a comunidade estrangeiras que mais aumentou foi a chinesa, que passou a ser a quinta mais representativa (21402), com um crescimento de 14,8% face a 2013, ultrapassando a angolana, que diminuiu 2,3%.

Além da chinesa, as comunidades que também registaram um crescimento no ano passado foram a espanhola, britânica e a da Guiné-Bissau.

O RIFA realça também que, pela primeira vez nos últimos anos, o número de novos títulos emitidos aumentou 6,1% em 2014, num total de 35265, "em parte potenciado" pelo regime de residência para atividade de investimento, conhecido por vistos "gold", e pelo regime fiscal para residentes não habituais.

O SEF refere que as nacionalidades que mais cresceram no âmbito dos novos títulos emitidos foram a francesa (mais 175%), totalizando 1930, e a chinesa (mais 100%), com a emissão de 3728 títulos.
No que toca aos vistos "gold", o SEF concluiu, em 2014, a instrução com decisão favorável de 1526 processos e de 2395 referentes ao reagrupamento familiar, tendo sido indeferidos dois pedidos.
No final de 2014, foram também emitidos 1405 primeiros títulos de residência a investidores e 1922 a familiares.

O relatório refere que a maior parte dos visto "gold" foram atribuídos devido à aquisição de imóveis no valor igual ou superior a 500 mil euros nas áreas de Lisboa, Setúbal e Algarve, totalizando cerca de 840,4 milhões de euros.

O SEF sublinha que o investimento total realizado em 2014 ascendeu aos 921,3 milhões de euros, tendo as 71 operações de transferência de capital em valor igual ou superior a um milhão de euros totalizado 80,8 milhões de euros.

* Será que temos de dar as boas-vindas a estes novos patriotas de lavandaria?

.
.

38-BEBERICANDO


Sex On The Beach

.
.
.


6- CORAÇÕES


E MENTES


A GUERRA DO VIETNAME


video



* As nossas séries por episódios são editadas no mesmo dia da semana à mesma hora, assim torna-se fácil se quiser visionar episódios anteriores.


.
.
HOJE NO
 "JORNAL DE NEGÓCIOS"

News Lab, o ‘laboratório’ 
do Google para jornalistas

O Google quer ter uma palavra a dizer no futuro do jornalismo e é neste contexto que anuncia a criação do News Lab, uma plataforma para jornalistas.
.
A aposta do Google com a nova plataforma News Lab assenta em três vectores: dar a conhecer as ferramentas que a empresa dispõe e formar os media para que possam tirar partido destas, disponibilizar dados do Google para permitir às redacções ter e oferecer uma visão única sobre os temas que marcam a actualidade e, por fim, desenvolver programas específicos para a indústria da informação.
.
GRANDE AJUDA!!!

" (…) Queremos ajudar a garantir que a inovação conduz a um mundo mais informado e mais democrático", pode ler-se no blog do Google, onde foi anunciado o lançamento do News Lab.

Desde o Mapas ao YouTube, passando pelo Google Earth, a empresa destaca as ferramentas que estão disponíveis actualmente e salienta que através da nova plataforma "jornalistas de todo o mundo podem aceder a tutoriais destes produtos, criados especificamente para as redacções". A ideia é conseguir que estes tirem partido do potencial das ferramentas do Google no seu dia-a-dia.

"À medida que o Google for criando novos produtos que ajudem os jornalistas, vamos actualizando este recurso [o News Lab] com regularidade", garante a empresa, que além das ferramentas, se vai focar no jornalismo de dados.

"Há uma revolução no jornalismo de dados a acontecer nas redacções hoje, à medida que estão mais dados disponíveis e existem mais ferramentas de análise, que permitem aos jornalistas mostrar perspectivas que antes não eram possíveis", afirma a empresa, destacando a actualização do Google Trends, uma plataforma de dados que, entre outros serviços, dá conta dos temas ‘quentes’ em cada área temática e em diversas geografias.

Por fim, a ambição da empresa passa também por criar parcerias que permitam ao Google trabalhar em programas focados na construção do futuro dos media, assim como na exploração do potencial do jornalismo do cidadão.

Neste sentido, a gigante da Internet celebrou, por exemplo, parcerias com start-ups que actuam na área da informação, como a Matter (de S. Francisco, EUA) e a comunidade global Hacks/Hackers.

No que diz respeito ao jornalismo do cidadão, o Google está a trabalhar para transformar o YouTube e outras plataformas abertas "em locais válidos para encontrar notícias em primeira mão de cidadãos-repórteres em todo o mundo".

A plataforma News Lab surge na sequência de um conjunto de anúncios do Google que visam dar à empresa um papel mais relevante na área dos media, diz o Techcrunch, entre os quais se inclui o Youtube Newswire.

O Youtube Newswire é uma plataforma de vídeos, criada em parceria com a Storyful, onde se podem encontrar seleccionados conteúdos em vídeo disponibilizados por cidadãos-repórteres.

O Google não é o único gigante da Internet a apostar no sector do media. O Facebook fechou em Maio deste ano parcerias com grandes meios de comunicação, nomeadamente com o The New York Times, o The Guardian, o Spiegel Online, a BBC News, o BuzzFeed, a National Geographic, o Bild, entre outros, para que seja possível ler os seus conteúdos através da rede social, ou seja, sem ter de sair da plataforma e esperar que os sites carreguem.

A Apple, por sua vez, lançou no início deste mês de Junho a aplicação News, um agregador de notícias, ao estilo Flipboard, e que conta com a participação de grupos de comunicação social de peso, como o The New York Times, ESPN e Condé Nast.

* Quando houver "visão única" sobre qualquer a assunto, o "direito de opinião" passa a ser um delito.
Fujam da "visão única" senhores jornalistas.


.
.

Pedro Caldeira Cabral

Fado Valsa

video

De Luís Carlos da Silva, "Petroline" (1859-1934)
.
.
HOJE NO
 "DESTAK"

Ligas portuguesa e espanhola "perplexas" com ligações à UEFA de funcionário da CE

As Ligas portuguesa e espanhola assumiram hoje a sua "perplexidade" com a ligação à UEFA do funcionário da Comissão Europeia responsável pela queixa contra a proibição da repartição da propriedade de futebolistas com terceiros.

Em comunicado, o advogado Jean-Louis Dupont denuncia que esse funcionário, que não identifica, frequentou um mestrado em gestão de futebol europeu patrocinado pela UEFA, tendo abordado na sua tese a "compatibilidade de uma possível proibição de detenção de um passe de um jogador por uma terceira parte (Third Party Ownership, ou TPO) com a lei da União Europeia".

Dupont cita a tese do funcionário da CE, na qual escreveu que "o destino da tese deveria ser de assistência (...) a oficiais da União Europeia que fossem eventualmente confrontados com queixas ou questões caso a proibição proposta fosse posta em prática". 

* A UEFA é um "covil de virgens",  alguém estava à espera que fosse uma união de "vígaros honestos"?


.
.

 Rallye de la Haute-Senne

2015  

video

.
.
HOJE NO
 "i"

Filha defende Ruy de Carvalho
"Não inventem que ele pede para ele... 
e muito menos que pede dinheiro"

A filha do actor decidiu usar a sua página do Facebook para defender o pai.

Ruy de Carvalho decidiu usar as redes sociais para dar o alerta para um caso de verdadeira crueldade animal.

O actor usou a rede Facebook para denunciar a história de um cão que vive sozinho há cerca de 12 anos no terraço do teatro A Barraca, em Lisboa.
 .

"Este velhote vive há mais de 12 anos no telhado do Teatro A Barraca... É preciso que alguém o tire dali", escreveu o actor na sua partilha.

Um pedido que fez entre outros como o de ajudarem a encontrar um cão desaparecido.
Pouco depois, a filha do actor, Paula de Carvalho decidiu escrever, também ela no Facebook, para defender o pai.

“Começo a ficar irritada com os comentários e críticas que algumas pessoas, (não os meus amigos), fazem acerca dos pedidos de ajuda que o meu pai faz para animais .... As pessoas têm a mania de falar sem saber ... mas pelos vistos também não fazem nada por ninguém..nem por pessoas, nem por animais...

SÓ GOSTAM DE CRITICAR E INSULTAR... ESTOU FARTA DESTA GENTINHA...Remetam-se à vossa ignorância...”, desabafou Paula, acrescentando: “Ele é livre de ajudar quem quer e como quer... Sim, ele também ajuda muitas pessoas...Ajuda e pede por elas... e nunca recusa um pedido que lhe é dirigido...  Parem com a maldade....não inventem que ele pede para ele...e muito menos que pede dinheiro.... Já tem mais anos de trabalho que muitos têm de idade...e foi e é com esse trabalho, não com subsídios, que consegue ter uma vida boa.. NÃO SEJAM INVEJOSOS...TENHAM JUÍZO E VERGONHA NA CARA!!!!!”.

* Ruy  de Carvalho é sempre notícia porque se trata de um enorme monumento vivo da cultura portuguesa, se é alvo de inveja mesquinha a culpa é dele, não fosse ele tão bom como pessoa e profissional,  passaria anónimo entra as gotas de chuva, este é o preço que tem de pagar por ser sábio!


.
.


 O QUE NÓS


  "FESTEJAMOS"!!!




O primeiro número da ONDA POP explica quase tudo, os primórdios, os conceitos, a paginação e artigos publicados demonstram o trabalho destes rapazolas nos idos de 60.

No sábado 20/06 foi para o ar o nº36 da edição impressa, a Beatlemania é o tema de abertura com uma notícia sobre os filhos dos "4" que pode ser apenas boato.

THILO KRASSMAN um ícone da boa música portuguesa, excelente pessoa e invejável talento. A música nacional muito lhe deve, hoje a continuação do nº35.
"VAN MORRISON DUETS" é para se maravilhar!
Detalhadamente GILBERT BÉCAUD um monstraço da Gália, hoje França.

A "ÉPOCA DE OURO DO ROCK" continua a desfilar na passerele da "ONDA POP" que em boa hora o João Pedro e o Zé Couto trouxeram para a web,se alguém quiser contribuir com assuntos não se acanhe.
Salientamos nesta rubrica "Selling England By The Pound"dos GENESIS, um portento.
RESPECT, the Queen ARETHA  a definir qualidade.

Cantem com a "ONDA POP" "Rain and tears", já chorámos e fizemos chorar à chuva, até que foi bom.

A "ONDA POP" está cheia de informação verdadeira, bem elaborada e metódica, sem folclores, sinceros parabéns.

Neste blogue, na coluna da direita tem um link directo.
OBRIGATÓRIO IR VER!!!
ABJEIAÇOS

.
.
HOJE NO
 "A BOLA"

Vitória épica de Michelle de Brito 
no `qualifying` de Wimbledon


Vitória épica de Michelle Larcher de Brito na primeira ronda de qualificação para o Grand Slam de Wimbledon. A tenista portuguesa salvou quatro match points e serviu seis vezes para não perder o encontro antes de derrotar a belga Ysaline Bonaventure pelos parciais de 1-6, 6-3 e 12-10, em 2 horas e 20 minutos.

Na segunda etapa do ‘qualifying’, Larcher de Brito vai defrontar a norte-americana Jessica Pegula, nº 298 do ranking mundial.

* Não foi assim tão épica mas gostríamos muito de a ver no court principal de Wimbledon


.
.
 
AGILIDADE DE MÃOS

video


.
.
HOJE NO
 "AÇORIANO ORIENTAL"

Mil ovelhas sobem à Serra da Estrela
. acompanhadas por pastores e turistas

Cerca de mil ovelhas do concelho de Seia vão subir no sábado para a Serra da Estrela, acompanhadas por pastores e turistas, durante a terceira edição da Festa da Transumância e dos Pastores.
 
"Os rebanhos partem do largo da Câmara [no centro da cidade de Seia] às 07:30, prosseguindo a viagem pelos seculares caminhos da transumância, em direção àquela que é a aldeia dos pastores, o Sabugueiro", adianta a organização.
 .
A Festa da Transumância e dos Pastores é organizada pela Associação de Desenvolvimento Integrado da Rede das Aldeias de Montanha (ADIRAM) em parceria com o município de Seia e em articulação com os pastores locais, "que todos os anos sobem à montanha em busca de melhores pastos, uma tradição secular que no concelho de Seia ainda se mantém".

No percurso entre a cidade de Seia, no distrito da Guarda, e a Serra da Estrela haverá degustações gastronómicas para os participantes como a típica "merenda do alforge", que será servida na aldeia de Póvoa Nova, e um almoço com os pastores, a realizar na Senhora do Espinheiro, segundo os promotores do evento.
A organização lembra que a subida dos rebanhos à Serra da Estrela, onde vão passar os meses de verão, acontece depois da tradicional romaria da bênção das ovelhas, que ocorreu no domingo, na aldeia de Folgosa da Madalena.

"Viver esta experiência única e descobrir uma das mais simbólicas atividades do pastoreio, a transumância, é a proposta para este dia", é anunciado na nota hoje enviada à agência Lusa.
Juntamente com a Festa da Transumância e dos Pastores, a ADIRAM vai promover, entre sexta-feira e domingo, o Festival Músicas do Bosque "na tentativa de criar uma oferta turística mais alargada e diferenciada e, assim, conseguir dar razões aos turistas para permanecerem no território mais do que uma noite".

No festival, a realizar na aldeia de Lapa dos Dinheiros, vão estar presentes, entre outros, os grupos Pensão Flor, Mancines, Yanan Dans, Tranglomango e Dorahoag.

A organização desafia o público a subir à montanha e a "deixar-se levar por uma autêntica sinfonia de homem e natureza, onde não há lugar para os espetáculos comuns".

* É uma festa bonita, bem portuguesa que uma vez na vida devíamos participar, em meados de Setembro há uma festa semelhante no Concelho do Fundão, vila de Alpedrinha.

.