domingo, 26 de abril de 2015

UMA GRAÇA PARA O FIM DO DIA

.












.
.


 O QUE NÓS


  "FESTEJAMOS"!!!




O primeiro número da ONDA POP explica quase tudo, os primórdios, os conceitos, a paginação e artigos publicados demonstram o trabalho destes rapazolas nos idos de 60.

Ontem saíu o nº28 da edição impressa, o primeiro destaque não podia deixar de ser o "25 DE ABRIL", ninguém experiênciador da ditadura pode ignorar o fim dum período tenebroso.JOSÉ AFONSO, figura inesquecível.
A revolução musical "WEST COAST", que ainda perdura vem a seguir num pormenorizado artigo.

Mais um que não morreu, RICHARD ANTHONY, o percursor da NOUVELLE VAGUE, chateou-se da terra e partiu, boa viagem..

Saudades de Moçambique pois claro, desta vez os CARTOLAS,com novidades sobre eles.

Cuba das HERMANAS BENITEZ, activas nos anos 50 e com alguma longevidade na carreira musical.

Sandie Shaw, poupadinha em calçado é relembrada nesta página 28.

Claro, não perca a  "ÉPOCA DE OURO DO ROCK" com a continuação da apresentação dos 100 melhores albuns iniciada  semanas atrás.
 
São inúmeros os assuntos que traz a página "ONDA POP", muito bons motivos para ir já direitinho à página que, na actualidade, é completamente elaborada pelo José Couto e João Pedro.

O Luís deu um ar da sua graça e a pedido dos BEE GEES acedeu fotografar-se com eles.

Neste blogue, na coluna da direita tem um link directo.
ABJEIAÇOS

.
.


6-SAÍDA DE PRAIA
 


.
.
 TAMBÉM É ASSIM







.

MARCELINHO LENDO CONTOS ERÓTICOS

.

 Aviso aos Srs. Visitadores

Esta inserção tem linguagem imprópria  para ouvidos sensíveis ou "pudorentos". Mas como neste blogue quase todas as formas de expressão têm lugar, excluimos a calúnia e a grosseria, decidimos editar esta forma radical de contar estórias.
 .
Oxalá a vossa curiosidade
seja mais forte que o pudor
 


 MARCELINHO LENDO
 CONTOS ERÓTICOS

7- UM ERRO FATAL


video



.
.


5-SAÍDA DE PRAIA
 


.
.


A VIDA NUMA CAIXA

 
UM FILME DE
BRUNO BOZZETTO

video


.
.


4-SAÍDA DE PRAIA
 



.
.

Takaharu Tezuka


O melhor jardim da infância

que você já viu



Nesta escola em Tóquio, crianças de cinco anos de idade causam congestionamento e as janelas são feitas para o Papai Noel entrar. 
Conheça o jardim da infância mais atraente, projetado pelo arquiteto Takaharu Tezuka.
Nesta encantadora palestra, passeamos com ele por um projeto que realmente permite que as crianças sejam crianças. 

 .
.


3-SAÍDA DE PRAIA
 


.

CARLOS ANJOS

.



Culpada ou inocente

O caso da professora de 32 anos, suspensa de funções pela Direção da escola, por supostamente ter tido um relacionamento sexual com um aluno de 14 anos, é digno de estudo.

Todos temos opinião, uns contra a professora, por entenderem que ela abusou sexualmente do miúdo. Existem outras pessoas que estão incondicionalmente ao lado da professora, por entenderem que a docente está a ser vítima de uma cabala. Neste grupo encontra-se um elevado número de alunos e os seus pais. Mas que informações têm estas pessoas para formular tão fortes opiniões? Aparentemente, nenhumas. É tudo uma questão de fé.

Segundo se sabe, nem o jovem, nem os pais, apresentaram qualquer queixa-crime. Não existindo processo-crime, não existe a possibilidade de se ter acesso às mensagens trocadas entre os dois. Na nota de suspensão, não estão exarados os motivos. Ainda não foi nomeado um instrutor para o processo disciplinar.

Em conclusão, neste momento, além das opiniões e paixões que um caso destes motiva, do ponto de vista processual, não existe nada.


PRESIDENTE DA COMISSÃO DE PROTECÇÃO DE VÍTIMAS DE CRIMES

IN "CORREIO DA MANHÃ"
24/04/15

.



493.UNIÃO


EUROPEIA





.
.


2-SAÍDA DE PRAIA
 



.
.

 O DILEMA DOS JOVENS BRITÂNICOS
 VOTAR PORQUÊ?

video


* Uma produção "EURONEWS"


.
.
.
2-HISTÓRIA
ESSENCIAL
DE PORTUGAL
VOLUME VI

video


O professor José Hermano Saraiva, foi toda a vida uma personalidade polémica. Ministro de Salazar, hostilizado a seguir ao 25 de Abril, viu as portas da televisão pública abrirem-se para "contar" à sua maneira a "HISTÓRIA DE PORTUGAL", a 3ª República acolhia o filho pródigo. Os críticos censuraram-no por falta de rigor, o povo, que maioritariamente não percebia patavina da história do seu país, encantou-se na sua narrativa, um sucesso. Recuperamos uma excelente produção da RTP.
 .
FONTE: SÉRGIO MOTA   
 

* As nossas séries por episódios são editadas no mesmo dia da semana à mesma hora, assim torna-se fácil se quiser visionar episódios anteriores. 

.
.


1-SAÍDA DE PRAIA
 



.
.
5 - NÃO ME OBRIGUEM A VIR
PARA A RUA GRITAR!


Zeca Afonso. O Homem e a Obra marcaram toda uma geração de portugueses. E deixaram uma herança social e cultural às gerações seguintes. Todos temos um pouco de Zeca Afonso, um homem cujo génio ultrapassa qualquer época ou catalogação. Um homem cuja mensagem é veiculada por letras que se revelam sempre actuais.
Eu sou aquilo que fiz. Zeca Afonso deu-nos tanto que agora é a nossa vez de lhe darmos algo. Este programa de homenagem ao Zeca Afonso é uma retribuição por tudo aquilo que ele nos deu.

A SubFilmes convidou por isso vários artistas de áreas criativas contemporâneas para criarem uma obra de arte especialmente para Zeca Afonso um filme, uma música, um desenho, uma animação de motion graphics. Será essa a interpretação, a homenagem, o tributo de cada um desses artistas.
Assim, podemos ter uma colagem de um artista de street art, uma reinterpretação de um tema do Zeca ou uma produção de teatro. Rádio Macau, Nancy Vieira, Couple Coffee, Vicious 5, Raquel Tavares na música; a companhia de teatro Primeiros Sintomas; a dupla de videojamming Daltonic Brothers; Target e Mosaik no street art; Quebra-Diskos no turntablism; etc.

Além disso, foram gravadas várias tertúlias, cuja conversa gira à volta da importância do Zeca enquanto músico e activista, mas principalmente à volta da figura humana que foi o Zeca.

A aposta forte deste programa reside numa abordagem de conteúdos que pretende captar por um lado a actualidade da mensagem do Zeca e por outro a faceta mais humana da sua vida.

De: AssociacaoJoseAfonso | Criado: 14 de Mar de 2009

.
.

ERA MELHORA HISTÓRIA 
NÃO SE REPETIR










enviado por D.A.M.


.
.

Um motor Suzuki Hayabusa

video

.


NUM SEGUNDO






enviado por M. COUTINHO


.
.

Torta de Laranja

video


De: Saborintenso
.
.
.
18-INGINHEROS...







v













enviado por D.A.M.
,
.
HOJE HÁ JOGO GRANDE

 

 .
.

 PROTECÇÃO

video

Família de elefantes guarda a estrada para que o bebé possa atravessar

.
.


504.
Senso d'hoje

  CARLOS CÉSAR
 PRESIDENTE DO PS
   SOBRE O DISCURSO DO PR

“Pouco mais do que generalidades resta à direita. Basta ver o discurso do Presidente da República de hoje, sobre o 25 de Abril, na Assembleia da República. Um discurso das habituais generalidades que não cabem a um Presidente da República discorrer sobre elas. Um discurso de quarta classe”

* Excerto de discurso em Ponta Delgada


.
  NÓS SOMOS
TÃO... 

.
.
BOM DOMINGO


.
.
.

6-CINEMA
FORA "D'ORAS"

IV-BOM POVO


 PORTUGUÊS 


video

CONTINUA NA PRÓXIMA MADRUGADA
 
Bom Povo Português é um filme português de Rui Simões, um documentário histórico de longa-metragem que descreve a situação social e política de Portugal entre o 25 de Abril de 1974 e o 25 de Novembro de 1975, «tal como ela foi sentida pela equipa que, ao longo deste processo, foi ao mesmo tempo espectador, actor, participante, mas que, sobretudo, se encontrava totalmente comprometida com o processo revolucionário em curso (PREC)».
Estreou em Lisboa nos cinemas Estúdio e Quarteto a 18 de Novembro de 1981.

Portugal entre dois momentos históricos cruciais. O PREC: entre o dia 25 de Abril de 1974 e o dia 25 de Novembro de 1975.
A Revolução dos Cravos e o Primeiro Governo Provisório. As manifestações do PS e do PCP. António de Spínola e o «bom povo». O direito à greve. Camponeses e operários, os campos e as fábricas. Vasco Gonçalves, as coligações políticas e o MFA. Mário Soares perante a contaminação fascista da administração pública. Álvaro Cunhal e o Portugal democrático e independente. Os actos de repressão pela GNR, as manifestações pela descolonização. A radicalização da vida política: o 28 de Setembro, o 11 de Março, o caso Torrebela. As ocupações de prédios abandonados, a Reforma Agrária, o Norte e o Centro, Os Três Efes: Fátima, Futebol e Fado. Os retornados. Os avanços da social-democracia. Os casos do jornal República e da Rádio Renascença Os recuos do PS na revolução democrática. Os ataques a sedes dos partidos de esquerda. A Santa da Ladeira, a prisão de Otelo Saraiva de Carvalho e a entrada em cena de Ramalho Eanes.

.
.