quinta-feira, 2 de outubro de 2014

UMA GRAÇA PARA O FIM DO DIA




IRS - a salvação!... 


 Pedro e Maria estão num voo para a Austrália para comemorar o seu 40.º aniversário de casamento.
De repente, o comandante anuncia pelos altifalantes:
 - Senhoras e senhores, tenho más notícias. Os nossos motores estão a deixar de funcionar e vamos tentar aterrar de emergência. Por sorte, vejo uma ilha não catalogada nos mapas logo abaixo de nós, e, por isso, vamos tentar aterrar na praia.

Aterrou com êxito, mas avisou os passageiros:
 - Isto aqui é o fim do mundo e é muito provável que nós não sejamos resgatados e tenhamos que viver nessa ilha para o resto das nossas vidas!
 Nesse instante, Pedro pergunta à mulher:
- Maria, entregaste o nosso IRS antes de viajarmos?
 - Ai, perdoa-me Pedro. Eu esqueci-me completamente!
 Pedro, eufórico, agarra a mulher e afinfa-lhe o maior beijo de todos os 40 anos de casamento.
A Maria não entende e pergunta:
 - Pedro! Porque me beijaste desta maneira?
Responde-lhe o marido:
 - Os gajos das Finanças vão encontrar-nos! 

.
.



5-ACIDEZ 
FEMININA
6 TIPOS DE
CONQUISTADORES


video



A IMPRESCINDÍVEL TATY FERREIRA 


 

* Uma produção "ACIDEZ FEMININA" - BRASIL


.
.

EQUÍVOCOS




.
.



A BOCA


video



Composição: ANTÓNIO CHAGAS ROSA
Intérprete:ROBERTO ERCULIANO


.
.

HOJE NO
"DIÁRIO ECONÓMICO"

Nova tarifa social de electricidade
 com desconto de 34%

O Governo aprovou hoje em Conselho de Ministros a nova legislação que revê a tarifa social de electricidade, alargando o seu potencial universo a 500 mil famílias beneficiários, cerca de um milhão e meio de cidadãos. Estes consumidores verão a sua factura da electricidade reduzida em 34%, face aos 20% aplicados na legislação anterior, integrando tarifa social e o Apoio Social Extraordinário ao Consumidor de Energia (ASECE).

Até agora, os beneficiários da tarifa social de electricidade rondavam pouco mais 60 mil famílias.

O Ministério do Ambiente, Ordenamento do Território e Energia, alargou assim os critérios de elegibilidade para atribuição da tarifa social, que passa a incluir todos os escalões do abono de família, ao contrário do verificado na anterior legislação, e também a pensão social de velhice, continuando a ser elegíveis todos os beneficiários do complemento solidário para idosos, rendimento social de inserção, subsídio social de desemprego, pensão social de invalidez.


Além dos beneficiários destes subsídios são ainda elegíveis os consumidores com rendimento inferior a 4.800 euros anuais, crescidos de 50% por cada membro do agregado familiar. Este valor de rendimento máximo anual poderá ser revisto semestralmente para assegurar que, de facto, pelo menos 500 mil consumidores beneficiam do desconto. 

Segundo o Governo, o novo regime jurídico assume um objectivo e cria mecanismos para garantir o seu cumprimento e para monitorizar a evolução da atribuição da tarifa social, socorrendo-se quer das entidades intervenientes, quer dos dados constantes dos documentos tarifários do sector eléctrico.

* Um benefício importante.

.
.
XX- O UNIVERSO
 
2- O FIM DA TERRA


video




.
HOJE NO
"CORREIO DA MANHÃ"

Cobram no Algarve 500 € 
por hora de sexo 

Rede geria negócio de luxo com clientes em França, Holanda e Inglaterra, a partir de moradia na região de Boliqueime.
 .
Era procurado pelas autoridades francesas por suspeitas de liderar uma rede de prostituição de luxo a operar na Europa. Ontem, a Diretoria do Sul da Polícia Judiciária anunciou a detenção do homem, holandês, de 55 anos, em Boliqueime, no concelho de Loulé.
Há cerca de um ano que a polícia francesa andava em busca do homem, que geria, a partir da moradia em que vivia, no Algarve, a rede de prostituição de luxo, com clientes em França, Inglaterra e Holanda. Através de telemóvel ou de computador, o detido geria todo o seu negócio, incluindo a marcação dos serviços, contando para tal com prostitutas nesses países.

Eram cobrados 500 euros por cada hora de sexo, com os lucros a serem repartidos, de forma igual, entre as mulheres e a rede. Para melhor controlar o negócio, e também as prostitutas, o holandês dispunha de homens em cada um dos países em que operava.

Na altura da detenção, os homens da PJ encontraram em notas, na moradia, cerca de 8500 euros e 11 mil libras inglesas. Foi igualmente apreendido um Range Rover da Jaguar Land Rover, avaliado em 80 mil euros. A Judiciária apreendeu ainda três computadores, quatro telemóveis, diversos artigos de ourivesaria e as contas do homem, onde estava depositado um total de 200 mil euros.

Depois de capturados alguns elementos da rede, em França, Inglaterra e Holanda, as autoridades francesas emitiram um mandado de detenção europeu para o líder, que se verificou estar em Portugal, no Algarve. A PJ acabou por concretizar a detenção anteontem.

Hoje deve ser presente ao Tribunal da Relação de Évora para aplicação das medidas de coação, até que seja feita a entrega do detido, pela Polícia Judiciária, às autoridades francesas.

* Negócio da cueca.


.
..
 ÍNDIA
UMA MULHER É  VIOLADA A CADA 20 MINUTOS

video



.
.
HOJE NO
"O PRIMEIRO DE JANEIRO"

TEDH e o processo relativo a Porto de Mós 
Estado Português condenado
 a pagar 5550 euros 

O Tribunal Europeu dos Direitos do Homem (TEDH) condenou o Estado Português a pagar 5550 euros por demora da Justiça num processo relativo a Porto de Mós, disse o advogado Jorge de Jesus Ferreira Alves. 

Segundo o mesmo advogado de Matosinhos, o requerente, nascido na Batalha em 1946, interpôs uma ação em março de 2006 no Tribunal de Porto de Mós, para ver reconhecida uma servidão de passagem. 


A 29 de novembro de 2013, o tribunal de 1.ª instância decidiu a causa parcialmente a favor do requerente, da qual recorreu da parte que não lhe dava razão para a Relação de Coimbra a 28 de janeiro de 2014, onde se encontra pendente, adiantou o advogado. Segundo a decisão do TEDH, o processo já leva oito anos, cinco meses e 25 dias, considerando ter havido violação dos artigos 6.º e 13.º da Convenção dos Direitos do Homem. 

No artigo 6.º, relativo ao direito a um processo equitativo, lê-se que qualquer pessoa tem direito a que a sua causa seja examinada, equitativa e publicamente, num prazo razoável por um tribunal independente e imparcial. 

O artigo 13.º diz respeito ao direito a um recurso efetivo. Para Jorge de Jesus Ferreira Alves, “cada ação em Portugal merece uma condenação no TEDH, uma vez que qualquer ação demora mais do que quatro anos”. 

“Ontem [quinta-feira] tinha 98 ações no TEDH, hoje tenho 97, porque esta foi resolvida”, declarou o advogado que já conseguiu que Portugal fosse condenado mais de 100 vezes em processos no Tribunal Europeu sediado em Estrasburgo. 

* Justiça nacional


.

MANUEL MARIA CARRILHO

.




Entre o remendo 
e a alternativa

A vitória de António Costa nas "diretas" promovidas pelo Partido Socialista dá-se num momento em que o socialismo democrático enfrenta o maior desafio da sua história. Um desafio que vai decidir o seu destino, ou seja, a sua revitalização ou o seu progressivo desaparecimento.

Perante uma crise do capitalismo como não se via desde os anos trinta do século passado, que já vai no seu sexto ano, a verdade é que o socialismo democrático não conseguiu até hoje esboçar sequer uma alternativa consistente aos problemas que o mundo atual nos coloca. Quando muito sugerem-se nuances e remendos, a reboque do discurso dominante: para o perceber, basta ler o "manifesto" que o Partido Socialista Europeu apresentou às eleições europeias de maio passado.

O que a muitos pareceu poder ser uma estimulante exceção, a vitória de François Hollande em França, em 2012, cedo se dissipou numa cacofonia desarticulada que no último domingo conduziu os socialistas franceses a mais uma derrota, agora nas eleições para o Senado, com a França a resvalar cada vez mais para a direita.

E se olharmos para outras eleições que ocorreram em setembro, na Suécia, na Nova Zelândia ou na Alemanha, os dados vão todos no mesmo sentido: na Suécia, uma referência histórica do socialismo democrático, as eleições de 14 de setembro ditaram um regresso ao poder dos socialistas, é certo, mas com o segundo pior resultado desde 1914, um resultado minoritário que os deixou nas mãos de uma frágil associação com os partidos "burgueses" e com os verdes.

Na Nova Zelândia, a 20 de setembro, o Labour ficou pelos 24,7%, piorando os seus resultados de 2011 e aproximando-se de valores que só conheceu nos anos vinte do século passado. E na Alemanha, nas três eleições regionais realizadas - Saxónia, Turíngia e Brandeburgo -, só no primeiro caso os social-democratas melhoraram ligeiramente os seus resultados, nos outros dois continuaram a baixar os seus valores. O que em todas elas subiu foi a Alternativa para a Alemanha, formação que defende o fim do euro.

Há pois que reconhecer que existe um verdadeiro problema de fundo e não de circunstância com o projeto socialista democrático: negá-lo é desonesto, ignorá-lo é estúpido. Não basta hoje defini-lo pela defesa de tudo aquilo que a globalização veio pôr em causa. Nem colocá-lo como refém de um Estado imaginário que se fragiliza mais a cada dia que passa, de uma soberania que tomou a forma de um lamento nostálgico ou de uma idealizada cidadania europeia que ninguém pratica.

Por sua vez, a ideologia conservadora e liberal, que se tornou cada vez mais liberal e cada vez menos conservadora, não tem este tipo de problemas: basta-lhe a identificação com o "ar dos tempos", com um progresso tecnológico que a todos fascina e com uma modernidade transformada em palavra mágica que tudo resolve.

O problema que se põe hoje ao socialismo democrático é, pois, muito difícil de resolver, sobretudo porque ele se encontra desprovido dos dois elementos que tradicionalmente melhor o definiam: um modelo ideológico coerente, credível e bem diferenciado, mas também um eleitorado fiel e facilmente identificável.
O que aconteceu foi que na última década do século passado se interpretou erradamente a queda do Muro de Berlim e não se percebeu a natureza, o alcance e os efeitos da globalização. Ao mesmo tempo, o socialismo democrático deixou-se manietar pela ilusão de uma construção europeia que, na realidade, se edificou no sentido contrário ao das suas promessas de crescimento, de convergência e de solidariedade. Ilusão sempre "dopada", quando o que ela devia ter sido era bem analisada e substituída a tempo por uma visão realista da Europa.

Ilusão que permanece, tomando agora a forma da miragem que será possível encontrar ao nível europeu a resposta que ninguém vislumbra ao nível nacional. Mas não vai - e, por isso, a questão que honestamente se impõe aos socialistas democráticos é a de saber se não terá sido precisamente a integração europeia, devido às modalidades escolhidas para a sua concretização, um dos fatores que mais conduziram ao bloqueio do seu modelo ideológico e político.

Só com uma nova cultura política - novas ideias, novo vocabulário, novas ambições - é que o socialismo democrático será capaz de contrariar a atual hegemonia da ideologia liberal financista dominante. Sem ela, continuaremos nos remendos, longe de qualquer alternativa real.

IN "DIÁRIO DE NOTÍCIAS"
02/10/14


.
.
.


290.UNIÃO


EUROPEIA





















.
.

HOJE NO
"DIÁRIO DE NOTÍCIAS"

Jorge Sampaio critica acesso
 a dados sobre pedófilos

Jorge Sampaio criticou hoje a proposta de lei de acesso a dados de condenados por pedofilia, por pais com filhos menores de 16 anos, dizendo que representaria "o regresso ao pelourinho" e à "justiça de apedrejamento". 
 .
Falando como convidado de honra na sessão de abertura do X Congresso dos Juízes Portugueses, em Troia, o ex-Presidente da República referiu que, caso esta proposta do Governo não seja avaliada pelo Tribunal Constitucional, "representaria o regresso ao pelourinho e à justiça de apedrejamento, que são o que há de mais contrário à dignidade das pessoas".

JUSTIÇA POPULAR, NÃO!
 O antigo presidente da República entendeu ainda que este diploma representa mais uma manifestação da deriva securitária", a qual diz ter combatido nas últimas décadas.  

Jorge Sampaio mostrou-se também muito crítico com o papel dos órgãos de comunicação social, nomeadamente em matérias do foro criminal, defendendo mesmo a prisão efetiva para quem violar o segredo de justiça.  

Em seu entender, deve-se ponderar se o crime "de violação de segredo não deve ser punido apenas com prisão, mas com a impossibilidade, fixada na própria lei, de suspensão na pena". "O desencorajamento à violação seria absoluto e a cidadania fortemente protegida".  

Durante a sua intervenção, o antigo chefe de Estado criticou ainda o justicialismo decorrente da "tabloidização" da justiça.  

"E como se não bastasse esta invasão de justicialismo a desafiar a justiça criminal, somos confrontados no dealbar de uma importante reforma judiciária com delicado imbróglio informático que tem ensombrado a implantação da nova orgânica dos tribunais", disse.  

Quanto ao paradigma de atuação dos juízes, Sampaio defendeu que deve haver uma rigorosa distinção entre "o que é a independência e a irresponsabilidade do poder judicial", sem as quais não existe Estado de Direito, observando que tem de prestar contas e ser chamado à responsabilidade, "seja para ser louvado ou punido".  

* Justiça sim, justicialismo não.


.
.
CARTOONISTAS
SOLDADOS DA DEMOCRACIA

video


 * Uma informação "EURONEWS"


.
.
(IN)CONSCIENTE 
COLECTIVO/5

video


.
.

HOJE NO
"RECORD"

Maratona de Nova Iorque pode
 angariar apoios para a APELA

O português Pedro Castro vai desafiar os atletas que vão participar a 2 de novembro na Maratona de Nova Iorque a fazerem um donativo para a Associação Portuguesa de Esclerose Lateral Amiotrófica (APELA).

Em comunicado, o maratonista explica que pretende "desafiar os atletas parceiros da Run with Castro, inscritos na Maratona de Nova Iorque, a fazerem um donativo mínimo de 10 euros para a APELA" acrescentando que o 'team' Run with Castro desafiará outros potenciais interessados, particulares ou empresas, a fazerem donativos para a APELA.

"Esta é, de certo modo, a nossa interpretação do 'Ice Bucket Challenge'.Queremos continuar a chamar a atenção para esta causa e agora que a maratona nos possibilita precisamente regressar aos Estados Unidos, faz todo o sentido atualizar este desafio de canalizar apoios para a APELA", refere Pedro Castro.

Paralelamente, e também por ocasião da Maratona de Nova Iorque a Run with Castro vai promover uma marcha contra a Esclerose Múltipla, em apoio à Sociedade Portuguesa de Esclerose Múltipla (SPEM), a qual terá lugar na prova que antecede a maratona nova-iorquina.

Pedro Castro vai regressar à maratona de Nova Iorque, depois de em 2012 ter sido impedido de correr devido ao furacão Sandy. Foi precisamente devido a esse imprevisto, que Pedro Castro, de 40 anos, fundou a Run With Castro tendo, então, decidido correr sempre por uma causa social.

Recentemente, no âmbito da sua participação no Ironman de Klagenfurt, na Áustria, Pedro Castro angariou 13 mil euros para a Associação Acreditar, verba que permitiu levar 13 crianças com cancro à EuroDisney. 

* Por um Portugal mais solidário.



.
.

 Johnny Lee


Hey Bartender

video


.
.

HOJE NO
"JORNAL DE NOTÍCIAS"

Sistema de alerta de tsunamis 
testado com êxito em Setúbal

O dispositivo de alerta de 'tsunamis' de Setúbal, o primeiro instalado em Portugal, foi hoje "testado com êxito" por especialistas do Centro Comum de Investigação da Comunidade Europeia, de Itália, garantiu o líder do projeto, Alessandro Annunziato. 
"O dispositivo de alerta foi testado esta quinta-feira de manhã, com a ajuda de um simulador mecânico de `tsunamis", tendo acionado de imediato o painel informativo e as sirenes do Parque Urbano de Albarquel", disse.


"Algumas pessoas que ouviram as sirenes assustaram-se e até chamaram os bombeiros, porque ainda não conheciam este sistema de alerta", acrescentou.

Alessandro Annunziato salientou também que o dispositivo de alerta já instalado em Setúbal "pode ser ativado de forma automática, mas também de forma manual, sempre que as autoridades considerem que é necessário proceder à evacuação do local".

Constituído por um sistema de medição do nível do mar, instalado junto ao cais da Secil, a cerca de três quilómetros de Setúbal, e por um painel digital no Parque Urbano de Albarquel, o dispositivo de alerta de tsunamis permite avisar a população na zona ribeirinha de Setúbal com quatro minutos de antecedência em relação à chegada da primeira onda

Este intervalo de tempo de reação, de quatro minutos, poderá aumentar significativamente no futuro, com a interligação de outros dispositivos de medição do nível do mar instalados ao longo da costa portuguesa.
Apesar do sucesso dos testes realizados em Setúbal, o líder do projeto reconheceu que ainda vai demorar algum tempo até que as zonas costeiras de Portugal e de outros países europeus beneficiem destes dispositivos.

"O sistema de alerta de tsunamis é financiado pela Comissão Europeia, mas, neste momento, há outras prioridades na Europa, como o emprego, disse Alessandro Annunziato.

A instalação do sistema de alerta de tsunamis em Setúbal, projeto iniciado em 2011, insere-se na estratégia europeia de investigação tendo em vista a melhoria dos mecanismos de alerta de desastres e reduzir os tempos de transmissão de alertas às populações em risco.

Em Portugal, a entidade responsável pelo sistema nacional de alerta de tsunamis é o IPMA (Instituto Português do Mar e da Atmosfera), que comunica todos os alertas que recebe à Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC), que, por sua vez, alerta a população em risco.

A zona ribeirinha da cidade de Setúbal ficou totalmente destruída após o `tsunami" que se seguiu ao sismo de 1755, tal como aconteceu na zona ribeirinha de Lisboa.

De acordo com alguns estudos realizados em Portugal, um sismo idêntico ao de 1755 poderia provocar uma onda com sete metros de altura, que poderia destruir toda a zona do centro histórico e entrar cerca de 800 metros pela cidade dentro, até à zona do Parque do Bonfuim.

* Mais vale prevenir que remediar.



.
.
DESPE-ME
video


.
.

HOJE NO
"JORNAL DE NEGÓCIOS"

Guerra esquerda-direita ameaça
 decapitar Comissão Juncker

O inglês, o francês e o espanhol: são já três os candidatos a comissário que correm o risco de chumbar nesta primeira época de exames junto do Parlamento Europeu. Juncker já entrou em campo para defender a sua equipa. Carlos Moedas está a salvo.
 .
Todos eles vêm de grandes países; todos eles foram indigitados para pastas relevantes; todos eles são de famílias políticas distintas e poderosas; todos eles têm algum telhado de vidro (quem não tem?). Em suma: as condições são mais do que favoráveis para a ocorrência de fogo cruzado entre as principais forças políticas do Parlamento Europeu e esse risco pode estar a materializar-se, ameaçando os alicerces da nova Comissão Europeia de Jean-Claude Juncker que, à partida, deverá tomar posse em 1 de Novembro.
 .
Canete
Há vários comissários a suscitar dúvidas, mas são especialmente três os ameaçados de ser chamados a uma segunda audição. O conservador espanhol Arias Canete, indigitado para supervisionar a área do Clima e Energia, está a ser apertado pelos socialistas que querem saber mais sobre os seus investimentos e da sua família em empresas petrolíferas. O britânico Jonathan Hill enviado por David Cameron (cujo partido está no Grupo dos Reformistas) foi nomeado para os Serviços Financeiros e está a ser acusado de ter espalhado muito "charme" enquanto fornecia respostas "pouco convincentes" sobre a pasta que irá dirigir e sobre como pretende gerir os interesses (frequentemente divergentes) da Europa no seu todo com os da City londrina.

O socialista francês Pierre Moscovici (na foto) também está na berlinda, após a audição parlamentar que decorreu esta manhã.  Sobretudo mais à direita, e possivelmente em retaliação ao cerco que os socialistas estão a fazer a Arias Canete, os eurodeputados não perderam a oportunidade de chamar a atenção para o "paradoxo" e "ausência de credibilidade" de querer pôr um antigo ministro das Finanças de um país que continua a pedir mais tempo para controlar o défice no limite máximo de 3% no lugar de comissário para os Assuntos Económicos onde terá de puxar as orelhas a quem não cumpre as regras.
.
Jonathan Hill

"Podem contar comigo como árbitro justo e imparcial", garantiu, ao prometer que "as regras serão a minha única bússola" e ao repetir – segundo relata a Reuters em francês, inglês e em alemão - que "todos os países têm de respeitar o Pacto" de Estabilidade e Crescimento, precisando que irá usar a flexibilidade permitida pelas regras orçamentais para que os países possam promover o investimento, o crescimento e o emprego.

"Ninguém de boa-fé pode imaginar que você deve ficar com uma responsabilidade na Europa que qual falhou como ministro das Finanças de França", atirou Alain Lamassoure, que chefia a delegação francesa de centro-direita no seio do Partido Popular Europeu (PPE).

Burkhard Balz, o alemão também membro do PPE e que preside à poderosa comissão parlamentar de assuntos económicos, também não gostou da prestação de Moscovici. "As suas respostas sobre o tempo em que era ministro das Finanças (até há seis meses) foram muito fracas. Não mostrou também qualquer visão sobre o futuro da União Monetária".

Em contrapartida, os socialistas aplaudiram com entusiasmo a sua escolha. Citada pelo EuObserver, Elisa Ferreira disse que Moscovici dará um "excelente comissário", tendo mesmo considerado que fez "a melhor prestação " até à data. As audições aos 27 candidatos a comissários começaram nesta semana e terminam na terça-feira, 7 de Outubro.
.
Moscovici

O forte risco de vários dos seus comissários morrerem no campo de batalha política do Parlamento Europeu levou Jean-Claude Juncker a intervir.  "O presidente eleito Juncker acredita que todos os candidatos até agora submetidos a audições demonstraram de forma convincente a sua competência e o compromisso europeu", afirmou o seu porta-voz, citado pela Reuters que cita fontes parlamentares segundo as quais a confirmação de Moscovici "poderá ser adiada até a próxima semana e ser tratada como parte de um pacote político que envolve outras nomeações contestadas".

* As pulhítiquices não são exclusivo da Pátria Lusa, Carlos Moedas passou porque um comissário português não pesa, tal como não pesou o presidente da comissão ainda em exercício que ganha em contorcionismo a qualquer profissional circense.


.
.
.

DOUTRO SÉCULO



ASSIM SE CRESCIA

E APRENDIA A VIDA
















.
.

HOJE NO
"DESTAK"

Papa Francisco apela para 
defesa do Estado Social 

O papa Francisco apelou hoje, durante um discurso no Vaticano, para que "não se desmantele o Estado Social" e criticou os interesses do sistema financeiro e monetário.


 "O Estado Social não pode ser desmantelado, é sobretudo o direito ao trabalho", disse o papa, acrescentando que "não pode ser considerado uma variável dependente dos mercados financeiros ou monetários". 

Para Francisco, o Estado Social é "um bem fundamental para a dignidade das pessoas, para a formação de uma família e para a realização do bem comum e da paz". 

* Não podíamos estar mais de acordo, no entanto sugerimos que o Estado do Vaticano dê o exemplo.



.
.
A 120KM/H
video

Comboio filmado com uma Go Pro

.
.

HOJE NO
"i"

Cancro da pele e do cólon
 vão disparar até 2020

Os casos de cancro de pele deverão quase triplicar e os de tumor do cólon duplicar na região sul de Portugal em 2020, comparando com o final da década de 1990, segundo projeções hoje apresentadas em Lisboa. 

De acordo com a diretora do Registo Oncológico Regional do Sul, Ana Miranda, em 2020 haverá mais de 600 novos casos por ano de melanoma, quando no princípio deste século se registavam cerca de 250 casos anuais. 
 
GRANDES CANDIDATOS AO CANCRO
A projeção indica que em 2020 haverá 635 novos casos de melanoma, quando em 2008 se registaram 395 casos diagnósticos. 

Estes são dados e projeções do Registo Oncológico do Sul, mas Ana Miranda lembrou à agência Lusa que se trata de uma área geográfica que representa praticamente metade do país. 

Também os novos casos de cancro do cólon vão registar um aumento significativo, passando em 2020 para mais de 1800 nos homens e cerca de 1200 nas mulheres, uma duplicação face ao que sucedia em 1998. 

 Ana Miranda, que hoje participou no Congresso Nacional de Saúde Pública, explicou que o aumento de cancros do cólon tem muito a ver com o desenvolvimento dos rastreios e defende que esta é a melhor forma de detetar precocemente a doença, reduzir a sua gravidade e a mortalidade. 

Só entre 1998 e 2009 o tumor do cólon aumentou 34% em pessoas a partir dos 45 anos, “muito provavelmente devido a um melhor diagnóstico e a uma melhor sensibilização da população para o problema”. 

Já em relação ao cancro da pele, no mesmo período, o aumento foi de 50% nos homens e de 35% nas mulheres.
Segundo Ana Miranda, a exposição intensa ao sol em idades jovens, a par de um melhor diagnóstico, estarão na base deste aumento.
A especialista considera que “campanhas bem organizadas” podem reverter esta situação, alertando que as campanhas de sensibilização devem ser “feitas nos locais e no momento certo”, juntando várias entidades. 
 
CANCRO COLON  RECTAL
Embora o aumento de casos revelado pelas projeções seja significativo, Ana Miranda considera que os serviços de saúde em Portugal precisam de estar preparados não apenas para os novos casos, mas para a prevalência total, ou seja, para o número de pessoas que vão conviver com a doença oncológica, à medida que aumenta a sobrevivência neste tipo de patologia. 

Os mais recentes dados do Registo Oncológico do Sul, de 2009, mostram que os tumores mais frequentes no homem são o da próstata, da traqueia, brônquios e pulmão, do cólon, da bexiga e do reto. 

Na mulher, o cancro mais frequente é o da mama (quase um terço dos casos), o do cólon e o do colo do útero e útero. 

* Não é por falta de avisos que temos mais cuidado com a saúde, depois dizemos que é azar.



.