quinta-feira, 11 de setembro de 2014

UMA GRAÇA PARA O FIM DO DIA

.

.
.


2-ACIDEZ 
FEMININA
ELA NÃO SE PERMITE
TER ORGASMOS


A IMPRESCINDÍVEL TATY FERREIRA


* Uma produção "ACIDEZ FEMININA" - BRASIL

.
.
 OS CANONES














.
.


CAMADA DE NERVOS





.
.

HOJE NO
"RECORD"

FIA restringe conversações via rádio

A Federação Internacional do Automóvel (FIA) proibiu esta quinta-feira as equipas de Fórmula 1 de usarem o rádio durante uma corrida para informar os pilotos sobre a prestação do carro ou a performance em pista.

Daqui em diante, segundo a decisão da FIA, as conversas via rádio a partir das boxes nas quais as equipas informam os pilotos de que estes estão a perder ou a ganhar tempo em determinada seção do circuito são consideradas "ilegais". 

Esta decisão assenta numa aplicação mais restritiva do artigo 20.1 dos regulamentos da Fórmula 1, que estipula: "o piloto deverá conduzir o carro sozinho e sem ajuda".

"Para garantir que os requisitos do artigo 20.1 dos regulamentos da F1 serão respeitados em todos os momentos, a FIA tenciona fazer aplicar rigorosamente este regulamento, com efeitos imediatos", indicou a entidade que gere o desporto automóvel.

Assim, nenhuma conversa por rádio das boxes para o piloto pode incluir "informação relacionada com a performance do carro ou do piloto".

A circular da FIA foi enviada na quarta-feira à noite às 11 escuderias, na sequência de uma reunião do Grupo Estratégico da F1 na semana passada, em Monza. O documento está assinado pelo diretor de corridas da F1, o britânico Charlie Whiting, e proíbe claramente uma prática corrente, por exemplo, nos líderes do campeonato, a Mercedes-AMG: um contacto do engenheiro nas boxes ao piloto a dizer-lhe em que segmentos do circuito perde tempo para o seu companheiro de equipa.

O uso do contacto via rádio aumentou nesta temporada, com a introdução dos novos motores V6 turbo híbridos, ainda mais complicados eletronicamente que os anteriores e mais complicados de gerir em termos de consumos de energia (combustível e eletricidade).

Nesta época, os pilotos estão em contacto rádio com os seus engenheiros de forma quase permanente, várias vezes por volta.

Caso as equipas sigam à letra a decisão da FIA, as conversas por rádio - que fazem as delícias dos adeptos e dos jornalistas - passam a limitar-se à estratégia de paragem nas boxes e questões de segurança. 

* O artigo 20.1 é de que século?


.
.
XIX- O UNIVERSO
  2- VIDA E MORTE

DE UMA ESTRELA





.
.

HOJE NO
"JORNAL DE NOTÍCIAS"

Portagens tiraram espanhóis
 à região Centro

O presidente da Entidade Regional de Turismo do Centro, Pedro Machado, afirmou esta quinta-feira, em Coimbra, que a introdução de portagens nas antigas vias sem custos para os utilizadores (scut) provocou a diminuição de turistas espanhóis na região. 
"Uma região que tem portajadas todas as vias de acesso", como acontece com o Centro de Portugal, "perde competitividade", afirmou Pedro Machado, apontando também os elevados custos das portagens como fator igualmente penalizador para o turismo na região.

Se em vez de se terem introduzido portagens nas ex-scut, se tivesse aumentado o preço da gasolina, "em cinco ou seis cêntimos", o Estado teria obtido mais receitas e o país seria visitado por mais turistas, disse Pedro Machado.

O responsável pela Turismo do Centro falava no auditório da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro (CCDRC), em Coimbra, numa conferência sobre o Plano de Ação para o Desenvolvimento do Turismo em Portugal, que decorre hoje, por iniciativa do instituto público Turismo de Portugal.

Na conferência participaram também os secretários de Estado do Turismo e do Desenvolvimento Regional, Adolfo Mesquita Nunes e Manuel Castro Almeida, respetivamente, os presidentes da CCDRC, Ana Abrunhosa, do Turismo de Portugal, João Cotrim de Figueiredo, da Associação Nacional de Municípios Portugueses (ANMP), Manuel Machado, do Conselho Regional do Centro, João Azevedo, e da Confederação do Turismo Português, Francisco Calheiros, entre outros responsáveis.

O economista Augusto Mateus e o professor da Universidade de Aveiro Carlos Costa também intervieram na sessão da manhã da conferência, que integra um "workshop", durante a tarde.

A inexistência de um aeroporto na região Centro também "não deixa de ser uma condicionante" para o desenvolvimento do turismo nesta área do país, sustentou Pedro Machado, considerando que a região tem, por isso, de continuar a trabalhar em função dos aeroportos de Lisboa e Porto.

A criação de uma eurorregião, formada pelo Centro de Portugal e pela província espanhola de Castela e Leão é um projeto que justifica atenção, defendeu Pedro Machado, referindo que esta área reuniria seis a sete milhões de habitantes, que também são consumidores, potenciando o turismo dos respetivos países, sem pôr em causa a cultura e identidade de cada região.

* A região Centro é uma região adiada por absoluta culpa da administração central. Tem de quase tudo e em bom, ensino, turismo, história, floresta, agricultura, pesca,  cultura, gastronomia, ciência, tecnologia e claro, para rematar, a mordaça das portagens.


.
.

2-AS CIDADES SECRETAS
DA BOMBA ATÓMICA



.
.

HOJE NO
"JORNAL DE NEGÓCIOS"

António Costa espera menos ataques
. pessoais, mais propostas e simpatizantes 

O candidato às eleições primárias socialistas António Costa desejou hoje ainda menos "ataques pessoais", no terceiro e último debate televisivo, a 23 de Setembro, e apelou à inscrição de simpatizantes, a 24 horas do final do prazo.

"Os debates foram muito diferentes. O primeiro, infelizmente, muito centrado em ataques pessoais, o que empobrece sempre a política, não dá uma boa imagem do PS e afasta muita gente. É um género de política que não pratico e com o qual eu não me quero, de forma alguma, associar", lamentou, em visita à primeira Feira do Fumeiro e Produtos Regionais da Damaia, organizada por uma empresa de eventos e a junta de freguesia local.

Segundo o concorrente do actual secretário-geral do PS, António José Seguro, o confronto da véspera "já foi diferente", tendo "a certeza de que o último, na RTP, será um debate" com " mais condições" abordar "o essencial, que são as políticas para o país".

"Há sempre imensas coisas para podermos dizer. São debates com um tempo muito curto. Infelizmente, tem havido pouco tempo para explicarmos as propostas que tenho a apresentar, mas tenho a certeza de que em entrevistas e outras ocasiões poderemos desenvolver as propostas que constam da minha moção. Como se vê e nos apercebemos, muitas das críticas a dizer que não há ideias e propostas resultam de a moção não ter sido lida", continuou.

O também Presidente da Câmara Municipal de Lisboa aproveitou para "apelar a todas as portuguesas e portugueses que sentem, hoje, que é o PS que pode ser a alternativa à política e ao Governo atuais, que é muito importante que se inscrevessem e participassem", um dia antes do limite para as inscrições de simpatizantes para o sufrágio de 28 de Setembro.

* A falácia é uma arma...
Coisa que nos intriga é constar ser a "news letter" de promoção do candidato Costa às primárias do PS, redigida nos Paços do Concelho e enviada por email pertença oficial de um assessor do autarca. Convém lembrar que nem todos os munícipes são socialistas e os assessores são pagos através de receitas de impostos e taxas dos cidadãos. Inconseguimentos...

.

FERNANDA PALMA

.



As listas 
de pedófilos 


As listas só se justificam perante redes internacionais ou indivíduos muito perturbados.

Os abusos sexuais sobre crianças e adolescentes são um tormento social. E não há possibilidade de controlar a sua evolução estatística, porque os horrores do passado só são desvendados muito rara e tardiamente. Os estudos e estatísticas revelam, porém, que estes crimes são praticados, na sua maioria, por familiares ou pessoas próximas das vítimas.
.
É necessário aumentar a informação dos que lidam com crianças – por exemplo, nas escolas –, tornando-os conscientes do que se pode estar a passar com qualquer uma delas. Por outro lado, deve instituir-se uma colaboração estreita entre os responsáveis pelas crianças e os departamentos da polícia especializados na prevenção e investigação do fenómeno.
.
No contexto dos abusos praticados por familiares ou pessoas próximas, que é o mais frequente, as listas de pedófilos não têm sentido. Exigem-se, antes, medidas de apoio às crianças que limitem as "oportunidades" dos potenciais abusadores. As escolas e outras instituições que acolhem as crianças deveriam escrutinar o seu pessoal, com o apoio dos serviços públicos.
.
As listas só se justificam perante redes internacionais ou indivíduos muito perturbados, que procuram ter acesso sistemático a crianças. A publicação das listas na comunicação social não é aconselhável, por poder gerar erros e confusões, desencadear a justiça privada e poder até desproteger ainda mais as vítimas de comportamentos insidiosos dos agressores.
.
É claro que as polícias e as autoridades judiciárias devem trabalhar com listas de pedófilos. Isso pode e deve acontecer já, tendo em conta a importância desses elementos na prevenção e na investigação criminal. Mas não há dados que revelem com nitidez se o acesso generalizado a tais listas, em alguns países, tem contribuído para reduzir os crimes em causa.
.
O acesso público a essas listas significa, objetivamente, o fracasso da prevenção e da investigação criminal. Em si mesma, tal medida não parece incorreta, mas possui uma escassa eficácia preventiva e abre a caixa de Pandora da justiça privada, se não for aplicada com bom senso. Por isso, a sua apreciação pelo Parlamento deve ser muito bem ponderada.
.
Nos crimes de abuso, a política criminal não se faz com a privatização do Direito Penal nem com agravamentos simbólicos das penas, sem outras medidas de vigilância social e tratamento terapêutico dos delinquentes. Uma tal tarefa é pública. Pertence ao Estado e às suas instituições. As listas de pedófilos não podem tapar o sol com uma peneira. 

IN "CORREIO DA MANHÃ"
07/09/14


.
.


269.UNIÃO


EUROPEIA











.
.
HOJE NO
"DESTAK"

Ex-líder e três funcionários da Cruzada do Bem condenados no Porto por peculato 

A ex-presidente da direção e três antigos funcionários da "Cruzada do Bem", do Porto, foram condenados a penas suspensas de prisão por utilização em seu proveito pessoal de dinheiro daquela instituição particular de solidariedade social, foi hoje divulgado. 
 
ROUBAVAM A INSTITUIÇÃO
Segundo a Procuradoria-Geral Distrital do Porto, os arguidos - mãe, duas filhas e um genro - foram condenados pelo crime de peculato, ficando a suspensão das penas condicionada ao pagamento de um total de 110 mil euros à "Cruzada do Bem". 

À antiga presidente, o tribunal aplicou quatro anos de prisão, tendo as filhas "apanhado" três anos e meio cada e o genro três meses. 

* Com "Cruzados" destes quem precisa de jihadistas? A cara destes beneméritos?



.
.
.
(IN)CONSCIENTE 
COLECTIVO/2




.
.

HOJE NO
"i"

Marinho e Pinto funda novo partido 

Marinho e Pinto vai apresentar um novo partido nas próximas semanas. 

Ao i, o eurodeputado assume que a apresentação pública “será feita no final da próxima semana ou na seguinte”. 


Um conjunto de personalidades está neste momento a ultimar os requisitos necessários para fundar a nova força política, com o objectivo de que o partido receba luz verde a tempo de poder candidatar-se às próximas legislativas, previstas para o final do ano que vem. 

Recorde-se que o antigo bastonário da Ordem dos Advogados foi eleito eurodeputado pelo Movimento Partido da Terra nas últimas europeias, em Maio deste ano. 

* Desconfiamos que este saltitar de galho em galho não lhe será benéfico.


Presidente do MPT quer 
“clarificação” de Marinho e Pinto


Baker vai pedir ao eurodeputado uma “clarificação” da sua posição, “quer sobre o MPT, quer sobre a delegação do partido no parlamento europeu”, de que Marinho e Pinto era responsável
 

John Rosas Baker, presidente do MPT, diz que Marinho e Pinto “tem de assumir uma posição perante o partido”. As palavras do dirigente surgem na sequência da notícia do i , dando conta da intenção do eurodeputado, filiado no MPT, de fundar um novo partido. 

Baker vai pedir ao eurodeputado uma “clarificação” da sua posição, “quer sobre o MPT, quer sobre a delegação do partido no parlamento europeu”, de que Marinho e Pinto era responsável. 

O dirigente lamenta, ainda, a tomada de posição do antigo bastonário da Ordem do Advogados. “Infelizmente, parece que o MPT foi um trampolim, é pena que a barriga de aluguer de que as pessoas falavam só tenha durado mesmo nove meses”. 

* Um "presidentinho fanfarrinho" que devia estar grato a Marinho e Pinto pela visibilidade que lhe deu.


.
.

Camané


Fado primavera



.
.
HOJE NO
"A BOLA"

Paulo Bento de saída

A Federação Portuguesa de Futebol (FPF) anunciou, através da sua página oficial, que rescindiu o vínculo contratual com o selecionador Paulo Bento.

O organismo que tutela o futebol em Portugal explica que a decisão foi «tomada conjuntamente» com o selecionador, ao qual agradece pelo apuramento para o Euro-2012 e para o Mundial-2014.

A FPF termina o comunicado afirmando que está «a trabalhar» para encontrar o sucessor de Paulo Bento.

Contratado em 2010 para substituir Carlos Queiroz, depois do Mundial na África do Sul, Paulo Bento levou a Seleção Nacional às meias-finais do Euro-2012.

A posição de Paulo Bento ficou fragilizada após o Mundial do Brasil, no qual Portugal não conseguiu passar da fase de grupos, mas tudo piorou com a derrota frente à Albânia, por 0-1, no arranque do apuramento para o Euro-2016.

Leia o comunicado na íntegra:

A Federação Portuguesa de Futebol comunica que hoje, 11 de setembro, termina o vínculo contratual de Paulo Bento com a FPF e ao serviço das Seleções.

Esta foi uma decisão tomada conjuntamente entre a Direção da FPF e Paulo Bento.

Agradecemos tudo o que Paulo Bento fez pela nossa Seleção, nomeadamente pelo apuramento de Portugal para o EURO 2012 e para o Mundial 2014.

A FPF já esta a trabalhar numa solução estruturada para dirigir as nossas Seleções e que será conhecida em breve.

Mais uma vez obrigado ao treinador Paulo Bento. 

* Concordamos com a saída, sempre fomos críticos de Paulo Bento, sem nunca o caluniar:
- Os apuramentos para o EURO 2012 e para o Mundial 2014  não são sinónimo de sucesso para um seleccionador.
- Em qualquer actividade quem não corresponde às expectativas sai e Paulo Bento teve ao seu dispôr um plantel de excelência que para as provas acima indicadas teve de ir a play-off, uma vergonha.


«Selecionadores portugueses são ofendidos e humilhados» - Carlos Queiroz

Carlos Queiroz diz que Paulo Bento foi a mais recente vítima «do julgamento mediático e popular» a quem têm sido sujeitos todos os treinadores portugueses que passaram pelo comando técnico da Seleção Nacional.

«Desde que me lembro de ser profissional que assisti a homens como José Maria Pedroto, Juca, Mário Wilson, Torres, Humberto [Coelho], Artur Jorge e agora Paulo Bento a serem torturados, ofendidos e humilhados de uma forma injusta, incorreta e inaceitável pelo julgamento mediático e consequentemente pelo julgamento popular», lamentou Carlos Queiroz, em declarações prestadas à Renascença antes de ser conhecida a rescisão do contrato de Paulo Bento com a Federação Portuguesa de Futebol.

«Todos os selecionadores portugueses que chegaram à seleção pelos méritos e crédito adquiridos no futebol português saíram pela porta pequena e quase sem futuro em termos de futebol», observou.

* Carlos Queiroz, pessoa por quem temos respeito, devia lembrar-se que os técnicos mencionados tiveram à frente da selecção resultados menores face àquilo que conseguiram nos clubes por onde passaram. 
O « julgamento mediático e popular» tem como base o sucesso ou o insucesso de quem a ele se expõe, a vida é assim.
Sussurra-se que será Fernando Santos o substituto, preferiríamos de longe Vitor Pereira.


.
.
 VULCÃO TAVURVUR

Papua-Nova Guiné  24/8/14

.
.

HOJE NO
"DIÁRIO DE NOTÍCIAS
DA MADEIRA"

Coelho diz que resíduos hospitalares não são "queimados" na Madeira desde Março

O presidente do Partido Trabalhista Português (PTP) e deputado à Assembleia Legislativa da Madeira, José Manuel Coelho, alertou hoje que os resíduos hospitalares da Região "não estão a ser tratados e queimados" desde Março.

Em declarações frente à Secretaria Regional do Ambiente e Recursos Naturais, José Manuel Coelho, disse que os resíduos hospitalares "estão a ser empacotados e armazenados numa secção da Estação de Tratamento de Resíduos Sólidos da Meia Serra "perigando a saúde de quem lá trabalha". "Esta situação, denunciada ao nosso partido por trabalhadores desta unidade, mantém-se desde Março e, alegadamente, deve-se à falta de equipamentos, porque o Governo Regional não tem dinheiro para os adquirir", disse. "É mais barato mandar para o continente para ser destruído. Só que não mandam desde Março e todas as semanas vão caixas para a Estação com resíduos hospitalares", acusou.

A agência Lusa tentou, sem sucesso, obter uma reacção da administração da empresa que gere a Estação de Tratamento de Resíduos Sólidos da Meia Serra. 

* Será verdade esta negligência absurda?



.
.

DOUTRO SÉCULO


ESCALADA DA

TORRE DOS CLÉRIGOS



1917




Sabem que a Torre dos Clérigos, no Porto, foi escalada por dois acrobatas galegos, em Julho de 1917?

Pois assim aconteceu, dois acrobatas, pai e filho, de nomes D. José e D. Miguel Puertullano, ao que se diz para fazerem promoção de uma marca de bolachas, escalaram, sem quaisquer instrumentos de ajuda, os 76 metros de altura que a torre tem.

.
Uma vez lá no alto fizeram ainda umas acrobacias na cruz que existe a rematar a torre. Espalharam depois pelo ar o que parecem ser papelinhos coloridos (a). Cá em baixo havia uma enorme multidão observando tudo isto.

.
E para vos mostrar esta aventura temos mesmo um vídeo de cerca de 8 minutos que foi feito a partir do filme efectuado na altura, por Raul de Caldevilla. Chamamos a vossa atenção para a forma como estão vestidos os acrobatas. Calças e camisa e… nem sequer faltou a gravata!

.
Assim, tereis oportunidade de admirar esta fantástica façanha. Espero que vos seja agradável toda esta sequência de imagens, infelizmente sem qualquer som.

.
(Filme enviado por um amigo. A foto de abertura foi feita pela autora do post e mostra a parte superior da torre dos Clérigos vista do lado da cadeia da Cordoaria, enquadrada por fachadas e telhados de prédios antigos)

.
(a) - Numa pesquisa posterior soubemos que os referidos papelinhos eram publicidade a umas bolachas de uma fábrica portuense. Lá no alto da torre, antes,  eles haviam tomado chá acompanhando-o com as ditas bolachinhas.


Obrigado A. DIAS

.
.

HOJE NO
"DIÁRIO ECONÓMICO"

Mello vs Ángeles, descubra as diferenças

A partir de hoje os accionistas da ES Saúde têm duas propostas em cima da mesa: uma do grupo mexicano Ángeles e outra da José de Mello Saúde. A principal diferença parece recair no preço, o factor mais importante na decisão dos investidores. 


A José de Mello paga 4,40 euros por cada título, mais do que os 4,30 propostos pelos mexicanos. Ambas as contrapartidas são oferecidas em numerário.

A condição de sucesso das duas propostas é idêntica: obter o grau mínimo de controlo, ou seja, conseguir pelo menos 50,01% das acções.

O grupo mexicano e o português partilham um outro objectivo: retirar a ES Saúde de bolsa no caso de conseguirem mais de 90% dos títulos.

Há também semelhanças nos bancos que apoiam as duas ofertas. São ambos espanhóis: o lado português tem o Santander, o lado mexicano o BBVA.

Já o ponto de partida, em relação à participação na ES Saúde, é diferente. A Ángeles detinha, à data da oferta, 3,32% do capital da empresa que pretende comprar. Já os Mello lançam a OPA sem qualquer posição.

* O negócio da saúde privada que os suecos criticaram recentemente no seu país.


.
.

ONDULAÇÃO PENDULAR



.
.

HOJE NO
  "CORREIO DA MANHÃ"

Gomas em forma de pénis 
vendidas a crianças 

Foram vendidas centenas de saquetas com estas guloseimas.

Um grupo de crianças da Nova Zelândia ficou surpreendido ao descobrir que compraram gomas em forma de pénis. Os pais ficaram indignados com a situação.

A venda destes doces ocorreu de forma acidental e um porta-voz da empresa distribuidora deste produto já pediu desculpa pelo sucedido, acrescentando que este erro não se vai repetir.

* Os neo zelandeses estão apopléticos, mas não se sabe se isto foi um erro  de marketing da empresa de produtos eróticos ou uma acção premeditada.


.
.


TANTO PARA 
ESPANTAR
COMO 
SABOREAR

O FIGO


Sabia que esta conhecida fruta, é na verdade um pseudofruto?
E que se desenvolve de uma maneira um tanto bizarra?
Pois é, os figos passam por um processo de polinização com vespas, que acabam por ficar dentro deles.
Isso mesmo! Os figos contêm vespas digeridas mortas, que ficam presas no seu interior durante a polinização. Sem este ciclo mortal, nem a figueira nem a vespa, se poderiam reproduzir.



POLINIZAÇÃO
A relação figo-vespa resume-se ao facto de nenhum dos dois ser um reprodutor muito eficiente. Desta forma, eles apenas encontraram uma maneira inusitada de se ajudarem  mutuamente. Como referido anteriormente, o figo é um pseudofruto constituído por uma inflorescência, sendo mais conhecido como sicónio*.
*Conceptáculo carnudo, quase fechado, onde ficam incluídas as flores e depois os aquénios da figueira
.


Como é como uma flor invertida, a maioria dos insectos responsáveis pela polinização não consegue chegar ao pólen. Sem eles, a figueira não iria dar frutos ou sementes. Porém, existe um insecto - a vespa-do-figo - que descobriu uma maneira de “viajar” para o sicónio e, consequentemente, polinizar a planta.

VIAGEM SEM VOLTA
Mas para a vespa, a viagem é só de ida. Como já foi dito, estas vespas são reprodutores ineficientes e precisam de um ambiente muito específico para alimentar as suas larvas. Local adequado? O interior do figo!
A vespa fêmea adulta entra no figo através de uma pequena passagem conhecida como ostíolo. O único problema é que o ostíolo é tão estreito que as asas e antenas da vespa são arrancadas quando ela se move dentro da passagem, o que significa que nunca mais sairá de lá. Esta missão suicida permite-lhe encontrar o lugar ideal para colocar e nutrir os seus ovos.





Uma vez os ovos chocados, dá-se origem a um grupo de larvas do sexo masculino e outro do sexo feminino.
Os machos passam toda a sua curta existência nos túneis através do figo, enquanto as fêmeas terão uma rota de escape quando estiverem completamente desenvolvidas. Cada vez que uma fêmea voa para fora da flor do figo, carrega um pouco de pólen com ela e levá-lo-à a outro sicónio, que será a sua viagem sem volta, dando início novamente ao ciclo que sua progenitora fez um dia.

 E, para complicar ainda mais as coisas, se ela entrar num sicónio "fêmea" (figos têm flores masculinas e femininas), não vai encontrar o ambiente perfeito para os ovos acabando por morrer. Porém poliniza com sucesso a flor da figueira.

Tudo o que leu até aqui não significa que cada vez que comer um figo estará também consumindo pedaços de vespas fêmeas suicidas e a sua prole masculina morta. Isto porque os figos têm uma enzima chamada ficina que transforma as vespas mortas em proteína, que se tornam parte da fruta. Nada do corpo real da vespa permanece.



.
.

HOJE NO
"O PRIMEIRO DE JANEIRO"

 FMI e a vitória do "Sim" no referendo sobre
 a independência da Escócia
 "Incerteza poderia levar a reações negativas nos mercados" 

 O Fundo Monetário Internacional (FMI) afirmou hoje que uma vitória do 'Sim' no referendo sobre a independência da Escócia seria fonte de "incerteza" económica e poderia suscitar reações "negativas" nos mercados. O mesmo organismo revelou também que Portugal ainda não comunicou oficialmente a intenção de antecipar reembolso. 

 "Um dos principais efeitos no imediato seria uma incerteza sobre a transição para uma situação monetária, financeira e orçamental potencialmente diferente na Escócia", afirmou um porta-voz do FMI, Bill Murray, numa conferência de imprensa. "Essa incerteza poderia levar a reações negativas nos mercados a curto prazo", acrescentou. Os escoceses realizam a 18 de setembro um referendo que poderá ditar a sua independência do Reino Unido. "A vitória do 'sim' levantaria várias questões importantes e complicadas que teriam de ser negociadas", declarou o porta-voz do FMI. 

 A subida nas sondagens dos independentistas já se fez sentir na praça financeira de Londres, com uma queda da libra e receio de fuga de capitais. As consequências da vitória do 'sim' a longo prazo "dependem das decisões que serão tomadas durante o período de transição e não quero especular sobre isso", indicou Murray. 

 "AINDA NÃO RECEBEMOS QUALQUER COMUNICAÇÃO" 
 O Fundo Monetário Internacional (FMI) revelou ainda que não recebeu nenhuma comunicação oficial do Governo português para o reembolso antecipado de parte do empréstimo ao fundo, confirmou o porta-voz da instituição William Murray. “Não recebemos qualquer comunicação sobre esse assunto”, respondeu hoje William Murray, quando questionado, em conferência de imprensa, sobre se o FMI recebeu alguma comunicação oficial de intenção de pagamento antecipado dos cerca de 24.000 milhões de euros que o fundo emprestou ao país no âmbito do programa de assistência externa. 

O primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho, e a ministra das Finanças, Maria Luís Albuquerque, têm defendido que o reembolso de parte do empréstimo é um “bom princípio” e uma “boa opção” para Portugal, ainda que o Governo também não tenha feiro nenhuma proposta no mesmo sentido a Bruxelas. A posição do Governo português surge depois de a Irlanda ter demonstrado o interesse de antecipar o pagamento do empréstimo do FMI no âmbito do programa de assistência irlandês. No entanto, o reembolso antecipado necessita da autorização da Europa, já que nos contratos dos resgates ficou estabelecido que, se os empréstimos do FMI fossem reembolsados antes do prazo, os credores europeus teriam o direito de exigir o mesmo. 

A reunião do Eurogrupo desta sexta-feira, em Milão (Itália), vai debater a possível antecipação por parte da Irlanda do pagamento do empréstimo concedido pelo Fundo Monetário Internacional (FMI) no âmbito do programa de assistência externa. Apesar de ainda não ser nesta reunião que será dada formalmente 'luz verde' à pretensão irlandesa, o assunto será debatido e, ao que tudo indica, sem a oposição dos parceiros europeus, o que abrirá um precedente para que outros países façam o mesmo. 

No caso português, a ministra das Finanças admitiu na terça-feira que existe todo o interesse em analisar as vantagens para um reembolso antecipado, já que para devolver antecipadamente a parcela do FMI no empréstimo da ‘troika' (cerca de 25 mil milhões de um total de 78 mil milhões de euros), o Tesouro português teria de ir financiar-se ao mercado, aproveitando o momento em que as taxas de juro estão mais baixas. 

 No entanto, Portugal deveria ir buscar apenas uma parte do total de dívida que tem perante o FMI, até para evitar que as taxas subam aproveitando as necessidades do país. A ministra das Finanças admitiu isto mesmo no sábado, ao afirmar que uma coisa é "ir buscar três mil milhões é uma coisa e ir buscar 25 [mil milhões de euros] é outra". "Primeiro, não sei se seria possível, segundo, seguramente não a este preço", disse Maria Luís Albuquerque.

* Se a Escócia  optar pela independência o FMI perde dinheiro, é o que os preocupa.

.
.
ARRUMOS


.
.
HOJE NO
"DIÁRIO DE NOTÍCIAS"

ASAE apreende 17 mil litros
 de vinho e 775 mil ovos

A Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE) apreendeu na terça-feira 17 mil litros de vinho, 775 mil ovos frescos e 19,8 toneladas de derivados por infrações relacionadas com a rotulagem ou definição de prazos de validade. 
 .
A ASAE realizou no passado dia 9 de setembro, no concelho de Amarante, uma ação de fiscalização junto de um engarrafador/armazenista de produtos vínicos, na sequência de prévia investigação. Na sequência dessa ação, apreendeu cerca de 17 mil litros de vinho de mistura proveniente da União Europeia e 12900 rótulos, no valor total de cerca de 8270 euros.


De acordo com um comunicado da ASAE, "o processo de contra ordenação foi instaurado por infrações relativas à falta de menções obrigatórias em produtos vínicos e inclusão de outras menções não permitidas e ainda por falta de rotulagem".

No mesmo dia, houve uma outra ação de fiscalização, mas aqui a um centro de embalamento e classificação de ovos no concelho de Leiria. Foram apreendidos cerca de 775 mil ovos frescos e 19,8 toneladas de produtos derivados de ovo no valor total de cerca de 133 mil euros.

"Foi instaurado o correspondente processo de contraordenação por falta de rastreabilidade, não marcação dentro do prazo, incorreta indicação de durabilidade e ainda por falta de licença para entrepostagem de ovoproduto", diz o mesmo comunicado

* Estes "mixordeiros" deviam ser publicamente denunciados dada a gravidade dos crimes que cometem, coimas são insuficientes, os consumidores têm de saber quem são da mesma maneira que têm acesso a lista de pedófilos.
Se um pobre rouba um pastel de nata põem logo a fotografia dele no jornal.



.
.
OS DEPUTADOS, 
TÃO DELICADOS...
UCRÂNIA

MADEIRA

VENEZUELA

JAPÃO

MÉXICO

RUSSIA

INDIA

TAYWAN

TURQUIA

MOÇAMBIQUE
.