sábado, 6 de setembro de 2014

UMA GRAÇA PARA O FIM DO DIA

.


















.
.




O QUE NÓS


RELEMBRAMOS!



O BANCO DO MEU AVÔ

video



.
.

6- Tão à rasca!


.

EMPREENDEDORES PORTUGUESES




 .

.
 O TEMPO

video



* Uma produção "PORTA DOS FUNDOS"

.
.

5- Tão à rasca!


.

1-O FUTURO DA 

LAPAROSCOPIA


video


* Uma produção do Canal Médico.

.
.

4- Tão à rasca!


.


 VI-VOZES CONTRA


A GLOBALIZAÇÃO



1- A LONGA NOITE
DE 500

video


A Série Vozes Contra a Globalização combina as filmagens em diferentes lugares do mundo, com arquivos documentais, crônicas de informativos, trabalhos cinematográficos de diretores como WinWin Wenders, Avi Lewis, Pino Solanas, Jorge Drexler, poemas de Mário Benedetti e a atuação de Loucas de Pedra, de Pernambuco/Brasil.


Outras das vozes da série são os economistas Jeremy Rifikin (EEUU), ecologistas como o espanhol Ramon Fernandez Duran, o relator das Nações Unidas para a Fome no Mundo, Jean Ziegler, o ex-portavoz do Fórum Social de Gênova, Vitório Agnolletto, o Prêmio Príncipe de Astúrias, de Ciências Sociais, Giovanni Sartori, o especialista em Química Atmosférica, James Lovelock, o Analista Social José Vidal Beneyto, entre outros.


A Longa noite de 500
Os movimentos de insurreição face às ditaduras político/militares


NR: Muito procurámos para tentar obter o visonamento desta série em língua portuguesa, este episódio foi dobrado para espanhol, foi o que conseguimos.

.
.

3- Tão à rasca!


JOSÉ MANUEL PUREZA

.



Ébola, nome de hipocrisia

Menos de 10% da despesa mundial em investigação em saúde é dedicada aos mais graves problemas de saúde que afetam mais de 90% da população do mundo. As doenças negligenciadas - sejam as chamadas doenças raras sejam sobretudo as grandes epidemias do mundo pobre, como a malária ou o ébola - são o rosto de uma biopolítica global conduzida pelo primado do lucro da indústria farmacêutica.

Há surtos de ébola em África desde, pelo menos, 1976. Sucedesse isto em Inglaterra, nos Estados Unidos ou no Japão e há muito se teriam dado os passos para a produção de uma vacina. O problema do ébola é ser, por agora, uma doença de africanos em África. No momento em que ela foi contraída por dois profissionais de saúde norte-americanos e por um missionário espanhol, o mundo começou a mobilizar-se. Porque ganhou medo. O Banco Mundial prometeu logo 200 milhões de dólares aos quatro países africanos mais afetados e Obama assumiu, na cimeira com cinquenta líderes daquele continente, o compromisso de atribuir 33 mil milhões de dólares para ajuda às economias africanas. É mais do que ironia que os Estados que agora prometem ajuda sejam os mesmos que impuseram uma redução para metade, entre 2012 e 2014, do orçamento da Organização Mundial de Saúde dedicado a respostas a surtos epidémicos. 

Bastou um missionário espanhol e dois profissionais de saúde norte--americanos. Os 1500 africanos mortos neste surto mais recente - e os muitos mais que os números oficiais não registam -, esses são estatísticas sem nome e sem rosto. A sua falta de poder económico faz deles uma mancha que alastra e ameaça mas nunca um mercado que cresce e estimula. E os alarmes de interesse dos potentados globais do farmoquímico disparam quando há mercados, não quando há manchas. Além do mais, os africanos infetados são guineenses ou liberianos, não são espanhóis nem americanos. Por isso se louvou a prontidão da mobilização de meios - incluindo aviões medicalizados e administração de medicamentos ainda não aprovados - usados pelos governos espanhol e americano para resgatar e salvar os seus. Mas não se disse que o avião que trouxe Miguel Pajares e uma outra freira com passaporte espanhol para Madrid deixou em terra duas missionárias, uma congolesa e outra guineense, que trabalhavam no mesmo hospital de Monróvia.

O dinheiro prometido pelo Banco Mundial é um penso rápido numa chaga que os programas de ajustamento estrutural que essa organização impôs, juntamente com o FMI, nestes mesmos países africanos nos anos 80, alimentaram multiplicando pobreza e condenando à inexistência sistemas públicos de saúde capazes para servirem as suas populações. 

E os milhões prometidos por Obama são dados (serão?) não a pensar no direito dos liberianos ou guineenses à saúde e ao bem-estar mas sim na resposta ao medo de contágio dos americanos, sempre apologistas da liberdade de circulação de tudo menos dos pobres que fogem da morte nas suas terras. A ajuda pública ao desenvolvimento tem esse rosto cínico de biopolítica de contenção dos pobres, aquietando-os, castigando a sua turbulência e sobretudo prevenindo supostos estragos que possam trazer ao modo de vida instalado no centro do mundo. 

Tal como sucedeu com a sida, o ébola terá de matar gente rica, dos bairros luxuosos das nossas cidades, para que enfim se ponha o conhecimento científico existente ao serviço de quem sofre. Até lá, o ébola - como o terrorismo ou a perda de biodiversidade - será um pretexto para o mundo rico intensificar a contenção dos pobres no seu gueto global.

IN "DIÁRIO DE  NOTÍCIAS"
29/08/14

.
.


264.UNIÃO


EUROPEIA














.
.

2- Tão à rasca!



.

.
VII-TABU

AMÉRICA LATINA


1.MUDANÇA DE SEXO


video



.
.

1- Tão à rasca!



















.
.

Luz Casal


Historia de un amor

video

.
.

HOJE NO
"i"

Já há Comissão oficial. Passos satisfeito com a pasta que calhou a Moedas

Juncker entregou ontem os seus nomes. Moedas é apontado para a pasta do Emprego e Assuntos Sociais

O primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho, disse ontem confiar que a pasta a atribuir a Portugal na próxima Comissão Europeia traga "motivação adicional" ao país no seu esforço de "desenvolvimento e crescimento". "Espero que Portugal venha a ter boas razões para ficar satisfeito, mostrar a sua satisfação, com as competências que vão ser atribuídas ao comissário que indicou para a próxima Comissão", disse Passos Coelho em Newport, País de Gales, no final de dois dias de trabalhos da cimeira da NATO. 


O primeiro-ministro referia-se a Carlos Moedas, designado para ser comissário português na Comissão Europeia liderada por Jean-Claude Juncker, que deverá entrar em funções a 1 de Novembro. 

Neste momento desconhece-se ainda qual a pasta que caberá a Carlos Moedas, embora tanto o Financial Times como o Euroactiv apontem o comissário português para a pasta do Emprego e Assuntos Sociais. Era uma pasta que agradaria ao governo, como admitiu na quinta-feira o ministro da Presidência do Conselho de Ministros, Marques Guedes. 

Passos Coelho não quis antecipar-se ao anúncio de Juncker. "Não me compete a mim divulgar que pasta será essa, ela será com certeza divulgada na próxima semana pelo presidente da Comissão Europeia", disse, mas mostrou confiança em que a pasta de Moedas "representará seguramente uma esperança muito grande não apenas para que Portugal possa fazer boa figura" mas que venha a ter real poder em áreas que "são muito importantes para o desenvolvimento e o crescimento" da "economia e do emprego em toda a Europa". 

O presidente eleito da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, já enviou hoje ao Conselho da União Europeia a lista completa de comissários designados, que inclui nove mulheres, devendo anunciar em breve a distribuição de pastas. 

A lista final foi elaborada após as entrevistas realizadas, entre terça e quinta-feira, em Bruxelas, a cada um dos comissários designados, incluindo Carlos Moedas, e atinge o número mínimo de mulheres reclamado pelo Parlamento Europeu para dar o seu aval ao colégio, ou seja, nove, tantas quanto aquelas que integravam a "Comissão Barroso". 

Este número foi alcançado depois de a Bélgica, o último Estado-membro a designar uma figura para a Comissão Juncker, ter optado pela eurodeputada Marianne Thyssen, e a Roménia ter indicado também uma eurodeputada, Corina Cretu. 

Ontem, com base nos "rascunhos" obtidos, o site Euroactiv noticiou que a Comissão Juncker vai ter um vice-presidente encarregado dos assuntos da inovação e do digital e haverá um novo comissário com a responsabilidade da internet e da cultura. Neste "draft" o nome de Moedas aparece com a pasta do Emprego e Assuntos Sociais.

* O calculismo de Moedas não lhe permitirá representar de modo conveniente Portugal,  estará na Comissão para defender o "tacho",  possui o espírito de subserviência adequado.


.
.
PIRAMIDE HUMANA

video

FESTAS DE SANTA TECLA EM TERRAGONA, ESPANHA
.
.

HOJE NO
"A BOLA"

«O Real, Barça, United e Bayern 
estão em vantagem» – Mourinho

O treinador do Chelsea, José Mourinho, considera que o Real Madrid, Barcelona, Manchester United e Bayern têm uma vantagem financeira relativamente aos «Blues», que até venderam David Luiz e Romelu Lukaku para cumprirem com o Fair Play Financeiro.

«Quando a UEFA decidiu implementar o Fair Play Financeiro era para tentar que cada equipa tivesse as mesmas possibilidades, mas na realidade as maiores equipas, com mais receitas e com mais adeptos são os que gastam mais. O Real Madrid, Barcelona, Bayern e Manchester United, que são as maiores equipas, acho que estão em vantagem», afirmou Mourinho, em declarações ao Yahoo.

Questionado se o Chelsea poderia ter gasto 75 milhões de euros para contratar Di María, tal como fez o Manchester United, a resposta do treinador português foi clara.

«O Chelsea não poderia, disso tenho certeza, porque o Chelsea trabalha para cumprir o Fair Play Financeiro. Nós estamos a fazer dinheiro para gastar dinheiro. Em todas as janelas de transferências perdemos jogadores. No inverno vendemos o Mata e no verão David Luiz e Lukaku.»

O Chelsea gastou cerca de 126 milhões de euros para garantir Cesc Fabregas, Diego Costa, Filipe Luis, Didier Drogba e Loic Remy. 

* Mas pode haver um "infiltra" tipo Chelsea que baralhe as previsões.


.
.

ALGARVE VISTA DO CÉU


CABANAS - TAVIRA

VILA REAL DE SANTO ANTÓNIO

RIA FORMOSA

GALÉ

ALCOUTIM
VALE DOS HOMENS - SAGRES

VILA MOURA

LAGOS E PONTA DA PIEDADE

QUARTEIRA

PORTIMÃO

.
.

HOJE NO
"OBSERVADOR"

O excesso de peso também 
faz mal ao cérebro

Um novo estudo relaciona o excesso de peso com a diminuição das capacidades cognitivas. A boa notícia é que o fenómeno é reversível.

Uma equipa de investigadores da Universidade de São Paulo no Brasil descobriu uma ligação entre o excesso de peso e a função cerebral. O estudo foi publicado no final do mês passado no Journal of Clinical Endocrinology & Metabolism e estabelece uma relação direta entre a obesidade, a capacidade cognitiva e o aparecimento de doença de Alzheimer e outras formas de demência.


Os investigadores submeteram 17 mulheres obesas a testes neurológicos e psicológicos antes de uma gastroplastia (cirurgia bariátrica), ou seja, uma redução cirúrgica do estômago. Os testes comparativos subsequentes demonstraram que a capacidade de planeamento, estratégica e organização nessas mulheres aumentou consideravelmente. Estes resultados estendem as consequências da obesidade além das graves repercussões para a saúde física.

Os mecanismos fisiológicos desta ligação não foram completamente esclarecidos, mas estarão relacionados, entre outros fatores, com alterações nas concentrações hormonais. Na prática, o estudo veio esclarecer que a obesidade não faz as pessoas menos inteligentes, simplesmente obriga a que o cérebro se esforce mais para atingir os mesmos resultados. Além disso, demonstrou que os efeitos do excesso de peso na atividade cerebral são reversíveis, o que constitui mais um argumento para a importância da prevenção da obesidade, um problema crescente no mundo ocidental.

Outro trabalho publicado esta semana vem sugerir que a mudança dos hábitos alimentares pode alterar as respetivas preferências gustativas, ou seja, e em traços gerais, o cérebro pode aprender a gostar de um alimento. Investigadores da Tufts University e do Massachusetts General Hospital sujeitaram um grupo de participantes a imagens de alimentos ricos em calorias (p.ex. batatas fritas) e de alimentos saudáveis (p.ex. vegetais) e registaram a respetiva atividade cerebral. Após seis meses de uma dieta saudável, repetiram o exame e compararam os resultados: os participantes não só tinham perdido peso, como desenvolveram mais apetite por alimentos saudáveis.

Comer bem é um gosto que se adquire. Vá treinando, o seu corpo e o seu cérebro agradecem.

* A notícia é um sério aviso para os pais de filhos obesos, estes podem vir a ter mais dificuldades na aprendizagem escolar.


.
.


NUNCA OS DEIXES

video

.
.

HOJE NO
"DIÁRIO DE NOTÍCIAS"

Estado Islâmico decapitou 7 pessoas acusadas de bruxaria

Combatentes do Estado Islâmico (EI) decapitaram nas últimas horas sete pessoas acusadas de praticar bruxaria, incluindo três mulheres, na cidade de Mossul, no Iraque, disse hoje um responsável local, citado pela agência EFE. 

A fonte, que não se quis identificar, acrescentou que os "jihadistas" se apropriaram dos bens das vítimas e as acusaram de praticar bruxaria e de serem ateus.

As vítimas terão sido presas em julho em dois bairros no norte da cidade de Mossul e foram obrigadas a comparecer perante um tribunal religioso dependente do EI, que as condenou a morrer decapitadas.

Foram executadas na noite passada num lugar público no centro da cidade.

O tribunal religioso ordenou também que os seus bens fossem confiscados a favor dos cofres do EI.

O Estado Islâmico assumiu o controlo da cidade de Mossul a 10 de junho e, desde então, tem vindo a conquistar outras regiões no norte do Iraque, tendo declarado a criação de um califado nos territórios da Síria e do Iraque sob o seu domínio.

* Convém não esquecer que quem está por detrás destas guerras "santas" são os donos do dinheiro e são os mesmos que além de controlarem a indústria armamentista, controlam a alimentar, a farmacêutica, a agricultura, a tecnologia de ponta, a internet e media, a finança e muitas outras, para eles a "globalização" existe desde o fim da II Guerra Mundial.



.
.

ANARCAS COM MUITO ORGULHO













.

.
HOJE NO
"RECORD"

Mercedes deixa aviso aos seus pilotos 
Hamilton e Rosberg correm o risco de ser despedidos

A austríaco Toto Wolff, um dos responsáveis da Mercedes, deu uma entrevista à BBC em que deixou clara a intenção de despedir Lewis Hamilton e Nico Rosberg caso os dois não se entendam. Mas ontem, em Monza, suavizou um pouco o discurso, dizendo que “só em último caso” a equipa prescindiria de um dos seus pilotos. Seja como for, o recado está dado...

“Teremos de tomar decisões e aceitar as consequências de ter uma dupla de pilotos diferente. Se não formos capazes de fazer com que se sigam o espírito Mercedes, então teremos de aceitar esse facto”, referiu aquele responsável à cadeia de televisão britânica, na sequência do último episódio em Spa. 
Há duas semanas, na Bélgica, Rosberg deu um toque na traseira do carro de Hamilton, forçando o abandono do britânico, isto numa fase em que ambos encabeçavam a corrida. O alemão, que já era líder do Mundial, tem agora 29 pontos de vantagem sobre o companheiro de equipa, mas Toto Wolff não ficou satisfeito com o sucedido. “Deixámos muito claro na reunião que tivemos com os dois que esta situação é inaceitável. Não queremos que isto volte a acontecer”, afiançou à BBC. Já ontem, frisou que só abdicaria de um ou dos dois pilotos apenas no caso de a equipa “não conseguir controlar a situação”.

À frente
Mesmo com os pilotos em conflito, a Mercedes não tem, definitivamente, rivais à altura. Dominou os treinos livres em Monza, com Hamilton a fazer o melhor tempo do dia na sessão matinal. O britânico falhou uma hora dos treinos vespertinos porque os mecânicos tiveram de fazer uma intervenção no carro devido a problemas elétricos. Rosberg foi o mais rápido à tarde, com Hamilton a registar o segundo melhor tempo.

O campeão do Mundo Sebastian Vettel, que no ano passado ganhou em Monza o GP Itália, fez os 6.º e 7.º melhores tempos, enquanto Daniel Ricciardo, o único que até então conseguiu intrometer-se no domínio da Mercedes, teve um problema no Red Bull e foi 16.º e 10.º.

* Primasdonas não há pachorra.


.
.
NÃO TRANQUES
A PORTA, NÃO
video


.
.

HOJE NO
  "CORREIO DA MANHÃ"

Autarca contrata um cadastrado

 Francisco Sousa, vogal da junta de freguesia de Cête, pagou a quatro homens para assaltarem a colega da namorada.

O violento assalto que rendeu 200 mil euros e que foi planeado por Francisco Sousa, autarca em Cête, concelho de Paredes, foi afinal posto em prática por quatro homens, um deles cadastrado. Menos de um mês depois do crime, todos foram detidos. O segundo vogal da junta de freguesia foi eleito pelo PSD e não pela CDU, como erradamente o CM ontem noticiou.

O político arquitetou a emboscada a uma colega da namorada, que chegou a ser agredida, quando deixava o filho menor na ama. Ontem, ao fecho desta edição, o grupo ainda estava a ser ouvido em primeiro interrogatório judicial no Tribunal de Paredes, devido a atrasos no sistema informático.
Pelo menos um dos ladrões contratados por Francisco Sousa tem antecedentes criminais. Trata-se de um trolha, de 25 anos, detido anteontem pela Polícia Judiciária, e que as autoridades acreditam que foi quem agrediu a vítima à coronhada.
Em Cête, a população mostra-se em choque com a detenção do político. "Sempre me pareceu correto e com bons princípios. Vamos aguardar pela decisão do tribunal", contou o comerciante Miguel Oliveira.
"Era muito próximo das pessoas e não fazia mal a uma mosca", adiantou Emídio Vieira, amigo de Francisco Sousa.
O autarca – que aproveitou as informações dadas pela namorada, funcionária num stand de automóveis – contratou os quatro homens para assaltarem uma outra empregada da empresa, que transportava cheques e dinheiro. 

* Não é nada anormal, em Portugal  há milhares de maus exemplos em pessoas que deviam ser exemplares, políticos e banqueiros são useiros.


.
.
RECADETES













.