sexta-feira, 5 de setembro de 2014

UMA GRAÇA PARA O FIM DO DIA

.
PREGUIÇOSO FÁLICO
















.
.

O QUE NÓS

APLAUDIMOS!



PARTITURA 3D PARA CEGOS


video


.
.

 SUIÇA/2














.
.


 89 PÉNIS  COMENTADOS

 NO FEMININO

JANET SILVERMAN

video





.

.
HOJE NO
"i"

Embargo da Rússia pode ter um impacto direto de até 15 milhões em Portugal

O embargo da Rússia a produtos europeus é a represália de Moscovo pelas sanções da União Europeia pelas violações russas da soberania da Ucrânia

 O embargo da Rússia a produtos europeus poderá ter um impacto direto de até 15 milhões de euros em Portugal, sobretudo no setor de frutas e hortícolas, disse hoje a ministra da Agricultura, adiantando que foram tomadas medidas para minimizar as consequências. 


"Dos 50 milhões de exportações [anuais] que temos para a Rússia, apenas 15 milhões de euros é que têm impactos, uma vez que há vários setores como vinho e azeite que não estão abrangidos", disse hoje Assunção Cristas aos jornalistas, à saída do Conselho de Ministros da Agricultura, em Bruxelas, realizado para avaliar o impacto do embargo russo no setor agrícola europeu. 

A ministra disse que o setor que vai sofrer mais o impacto é o de frutas e hortícolas, e que Bruxelas já lançou um programa para comprar esses produtos aos produtores, retirando-os do mercado. Em Portugal, esses produtos são depois distribuídos às famílias carenciadas através do Banco Alimentar, explicou. 

Além disso, afirmou Assunção Cristas, há outros setores que podem sentir o impacto do embargo, como o da carne de porco, devido à saturação do mercado europeu. Como há produtores que não estão a conseguir exportar para a Rússia, tentam por os produtos noutros países europeus, onde estão as empresas portuguesas, retirando-lhes mercado. 

O embargo da Rússia a produtos europeus é a represália de Moscovo pelas sanções da União Europeia pelas violações russas da soberania da Ucrânia. 

* A sra.minisra não refere que medidas estão  a ser tomadas portanto é artifício.
** É uma notícia má para Portugal, mas o czar Putin é um homem perigoso, capaz de mandar matar friamente ou mesmo de matar, tem de ser travado.

.

 .

.
O.N.U.

 

1-ABUSOS E

ESCÂNDALOS

video


 * Excepcional reportagem emitida na "SIC", programa "TODA A VERDADE"


.
.
HOJE NO
"A BOLA"

US Open
Wozniacki na final

A dinamarquesa Caroline Wozniacki garantiu a presença na final do US Open, tendo para isso beneficiado do abandono da chinesa Shuei Peng.

Wozniacki, 10.ª cabeça de série, já tinha vencido o primeiro «set», por 7-6, e no segundo «set», quando já vencia por 4-3, a adversária foi forçada a parar por lesão.

US Open
Serena Williams na final

A norte-americana Serena Williams está apurada para a final do US Open, após ter derrotado a russa Ekaterina Makarova.

Serena Williams não revelou muitos problemas para afastar a adversária, tal como revelam os dois «sets», com os parciais de 6-1 e 6-3.

Na final do US Open, a norte-americana irá medir forças com a dinamarquesa Caroline Wozniacki.

* Duas gigantes do ténis mundial



.
.

20-UM POEMA

POR SEMANA
  
FLORBELA 


ESPANCA




AMAR



video


dito por


MIGUEL FALABELLA




.
.

HOJE NO
"DIÁRIO DE NOTÍCIAS
DA MADEIRA"

Portugal partilha informação 
para monitorizar portugueses 
com ligação à Jihad

O primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho, disse hoje que Portugal partilha informação com os seus parceiros para monitorizar a "menos de meia dúzia" de portugueses com ligações à Jihad islâmica.


"Temos acompanhado, sobretudo ao nível do sistema de informações, essa situação. Sabemos que existem alguns lusodescendentes, mais propriamente, pessoas que são filhos de portugueses e de pessoas de outras nacionalidades, e que têm tido alguma participação, supostamente, em atividades jihadistas", declarou o primeiro-ministro em Gales, no final da cimeira de dois dias da NATO no país.
Passos Coelho foi questionado sobre notícias recentes dando conta de alguns portugueses com ligações à Jihad.

"São menos de uma dúzia de cidadãos e temos vindo a acompanhar com informação que vamos obtendo justamente através dos nossos parceiros internacionais que possa de alguma maneira merecer preocupação para Portugal", sustentou o primeiro-ministro.

Nesta fase, acrescentou ainda o chefe de Governo, "não há nada mais que possa acrescentar a não ser que Portugal partilha informação com os parceiros "de modo a monitorizar essas situações e a minimizar evidentemente qualquer acontecimento que pudesse pôr em causa" a segurança do país.

Num outro tópico, Passos Coelho falou também da questão russa e das questões referentes à energia e à distribuição de gás, advogando que a crise envolvendo a Ucrânia "tem constituído de certa maneira uma oportunidade para que os países europeus acordem para a realidade que têm", a de que "o mercado europeu de energia que se mantêm extremamente fragmentado".

A possibilidade de se aumentar o nível de interconexões através da Península Ibérica para o resto do continente europeu continuará a ser debatido em futuros Conselhos Europeus, assinalou o primeiro-ministro, reconhecendo que esta é uma das "matérias mais importantes que a nova Comissão [Europeia] que iniciará os seus trabalhos a partir de novembro terá a seu cargo". 

* Quem mata por motivos religiosos é assassino.

.

CRISTINA AZEVEDO

.





Amazónia e Facebook

São estes os dois territórios referenciais da nova candidata à Presidência do Brasil. Maria Osmarina Marina Silva Vaz de Lima, formalmente nomeada como candidata à Presidência pela coligação Unidos pelo Brasil, liderada pelo PSB (Partido Socialista Brasileiro), depois do acidente que vitimou Eduardo Campos, é uma mulher a quem se pede que assuma e resolva todos os paradoxos.

Formada para a política no epicentro da luta pela defesa e "União dos Povos da Floresta", liderada pelo carismático e hoje internacionalmente reconhecido Chico Mendes, é pela bandeira da defesa ambiental e do desenvolvimento sustentável que Marina Silva é maioritariamente reconhecida.

Este é o seu território político e é nele que constrói um percurso consistente e com provas dadas. A sua passagem pela Câmara Estadual, Federal e pelo Ministério do Meio Ambiente, no Governo de Lula, fica marcada por uma ação eficaz e dialogante. O plano para a Prevenção e o Controle de Desmatamento da Amazónia Legal, que criou e implementou enquanto ministra do Meio Ambiente é disso excelente exemplo. Contou com o esforço integrado de 14 ministérios e fez cair o desmatamento da floresta Amazónica em 57% num período de apenas três anos.

Ferozmente contestada por setores económicos relevantes para o país, como o do agronegócio, Marina Silva terá desde logo a dificílima tarefa de impor uma visão sustentável do desenvolvimento económico sob pena de renegar o seu legado.

E é aqui que o seu segundo território, o das redes sociais, pode vir a fazer a diferença. Por via de regras estabelecidas e que regulam o tempo de antena de acordo com a expressão eleitoral da base de apoio dos candidatos, Marina Silva teve direito a apenas 1 minuto e 23 segundos de tempo de antena gratuito aquando da sua primeira candidatura à Presidência - pelo Partido dos Verdes em 2010.

Para ultrapassar esta restrição, privilegiou a Internet e as redes sociais, estratégia inédita ao tempo no Brasil. Ficou em terceiro lugar com 20% dos votos válidos. A melhor votação de sempre para um terceiro classificado.

A dificuldade que a fez entrar cedo nesse território onde hoje muito se joga e cujas comunidades são especialmente sensíveis às organizações em rede e à mudança pela sustentabilidade, podem alterar muito significativamente os cálculos que até agora se vinham fazendo.

O tema da rede, enquanto modo de governação não hierarquizado e construído de baixo para cima no respeito permanente pela ação e envolvimento político de proximidade, é mesmo o que norteia o movimento criado em 2013 pela candidata, a Rede de Sustentabilidade, inviabilizado como Partido pelo Tribunal Constitucional, e hoje cabeça de lista da coligação que teve de fazer com o Partido Socialista Brasileiro ao tempo liderado pelo malogrado Eduardo Campos.

Frágeis, como a aparência despojada e com auréola de santidade da candidata, estes dois múnus - a Terra e uma nova comunidade política atuante e descomprometida com os "suspeitos do costume"- pouco poderão contra uma oposição (PT de Dilma Rousseff e Lula e PSDB de Aécio Neves) dominadora da real politik e do tempo de antena televisivo.

Mas, pelo menos, obrigam a campanhas mais expostas e mais explicativas. Sinal disso mesmo as incontáveis reuniões, cimeiras e manifestos pedindo mais deslocações a Dilma Rousseff e Lula da Silva, e mais ataque frontal à inexperiência de Marina Silva por parte da campanha de Aécio (com longa e bem avaliada carreira política e neto de Tancredo Neves).

Aúltima sondagem publicada pelo IBOPE dá conta de uma evolução espetacular da coligação agora chefiada por Marina Silva. De uns magros 9% aquando da última sondagem em vida de Eduardo Campos, passou para 29% em nova sondagem publicada a 26 deste mês, tendo originado uma quebra de 4% nos números de Dilma e de Aécio Neves.

A preocupar ainda mais os candidatos "clássicos" a mais baixa taxa de rejeição de Marina Silva e ainda a perceção de que será a candidata que mais poderá beneficiar do voto dos cerca de 8% que ainda se dão por indecisos.

Está em curso, até 5 de outubro no Brasil um duelo, especialmente importante não apenas pelo resultado que produzirá mas, sobretudo, pelos novos territórios políticos que o determinarão.

IN "JORNAL DE NOTÍCIAS"
29/08/14

.
.


263.UNIÃO


EUROPEIA





 .
.
HOJE NO
  "DIÁRIO ECONÓMICO"

Ex-companheira arrasa Hollande
 em novo livro

A ex-companheira do presidente francês, Valérie Trierweller, lançou ontem um livro sobre os nove anos da relação com François Hollande onde faz um retrato mordaz do chefe de Estado.


"Apresenta-se como um homem que não gosta de ricos. Na realidade, não gosta de pobres. Ele, homem de esquerda, chama-os em privado de ‘desdentados'", refere uma passagem do livro ‘Obrigada por este momento'. Com mais de 200 mil exemplares, o livro pode ser prejudicial para a imagem do presidente mais impopular da história francesa (13%), descrito como um homem frio e obcecado por sondagens.

"É um ultraje" classificou o primeiro-ministro Manuel Valls. Já Ségolène Royal, mãe dos filhos de Hollande e actual ministra da Ecologia, disse que as acusações eram um "disparate". 

Trierweiler voltou a ser jornalista, na revista Match, depois da ruptura em Janeiro quando soube que o Hollande tinha um caso com a actriz Julie Gayet.

* O despeito é um sentimento  .odido!


.
.


 1-O MEU BAIRRO 


ALVALADE



video



Neste episódio, Ana Sousa Dias é conduzida pelo arquitecto Teotónio Pereira no Bairro de Alvalade.

No cruzamento dos dois eixos principais do bairro, a Av. Roma e a Av. Estados Unidos da América, salienta-se o café Vavá local de convívio e encontro e excelente ponto de partida para o aprazível passeio pela Avenida da Igreja, a Zona de oficinas, o Parque José Gomes Ferreira, o Bairro de S. Miguel, o Bairro das Estacas, o Estádio Primeiro de Maio (ex-Inatel/Fnat), a Zona de moradias, o "Bairro das Salsichas" e o Bairro de Renda Económica.


www.reabitar.pt | Reabi(li)tar
O Meu Bairro
Episódio 1 - Alvalade
Arquitecto Teotónio Pereira
RTP2

.
.
HOJE NO
  "CORREIO DA MANHÃ"

Detido ex-bombeiro suspeito
 de atear 50 fogos 

Homem tem 25 anos e está desempregado.

A Polícia Judiciária (PJ) anunciou esta sexta-feira a detenção de um homem, que já foi bombeiro e que tem o curso de sapador florestal, pela alegada autoria de mais de meia centena de incêndios florestais na região Centro.


Segundo uma nota do Departamento de Investigação Criminal da PJ da Guarda, o detido, desempregado, com 25 anos, está "fortemente indiciado" da prática de várias dezenas de incêndios florestais registados nos distritos de Guarda (concelhos de Seia e Guarda) e de Viseu (concelho de Nelas).

Os incêndios ocorreram entre 2011 e a presente data, "com particular incidência no período compreendido entre os meses de junho e setembro do corrente ano", refere.

* Um ex-bombeiro agora incendiário não chega para manchar a honra dos soldados da paz


.
.

Luz Casal


No me importa nada

video


.
.
HOJE NO
"O PRIMEIRO DE JANEIRO"


Primeira edição do Dia do Vinho do Porto 
assinala-se a 10 de setembro
 "Port Wine Day" 

 A primeira edição do Dia do Vinho do Porto, que se assinala a 10 de setembro, faz uma homenagem aos viticultores, comerciantes e ao vinho produzido no Douro, a mais antiga e regulamentada região demarcada do mundo. 

Foi precisamente a 10 de setembro de 1756 que foi criada a Região Demarcada do Douro, através da criação da Companhia Geral da Agricultura das Vinhas do Alto Douro, pelo Marques de Pombal. “O Port Wine Day (Dia do vinho do Porto) é um dia de celebração mais especial do vinho do Porto”, explicou o presidente do Instituto dos Vinhos do Douro e Porto (IVDP), Manuel de Novaes Cabral. É um dia também, acrescentou, de homenagem aos produtores, comerciantes e todos os intervenientes que, ao longo da história, ajudaram a consolidar o vinho do Porto como “embaixador da região, da cidade e do país no mundo”. 
E, para esta primeira edição, o IVDP organizou um seminário, que se realiza no Porto, onde vão ser debatidos temas como os “Desafios do mercado asiático” e “O futuro da harmonização da gastronomia e vinhos”. Manuel Cabral salientou que o mercado asiático, desde a China, à Coreia do Sul ou outros países, “é relevante e levanta muitas expectativas”. Para este seminário foram convidados especialistas que conhecem bem este território e que, por isso, podem desvendar a “efetiva valia desses mercados” e qual a “melhor maneira de os abordar e aí penetrar”. “Valia dos mercados e como abordar esses mercados, este é o principal objetivo deste nosso debate”, sustentou o presidente do IVDP. Entre os convidados destacam-se a especialista Debra Meiburg, que chega de Hong Kong e é considerada a sétima mulher mais influente no mundo dos vinhos, bem como o sommelier Ferrán Centelles. Manuel Cabral disse que “ainda há muito trabalho a fazer na diversificação dos mercados” de vinho do Porto, mas também na “sustentação dos mercados tradicionais”. 

Atualmente, verifica-se uma grande concentração de vendas deste produto em países como a França, Portugal, Holanda, Bélgica, Estados Unidos da América e Grã Bretanha, os quais compram mais de 80% deste vinho. “Temos que encontrar novos mercados, mas é preciso também trabalhar melhor nos atuais, sobretudo encontrar formas de penetrar com os produtos de valor acrescentado, em particular as categorias especiais de vinho do Porto”, frisou. 

O responsável salientou que as “linhas da comercialização estão em terreno positivo”. Entre janeiro e junho deste ano, foram vendidos 141 milhões de euros de vinho do Porto, mais 2,3% do que em igual período do ano passado, com um aumento significativo nas categorias especiais. “Estamos no caminho da valorização do produto”, salientou.
Vendas que se prevê que aumentem ainda mais nos últimos quatro meses do ano, período durante o qual a comercialização de vinho do Porto costuma ter um acréscimo na ordem dos 40%. Durante a tarde do Port Wine Day, os protagonistas são os produtores que vão dar a conhecer e a provar os melhores vinhos vintage da primeira década do século XXI. No dia a seguir, os especialistas e jornalistas que participarem no evento são convidados para uma visita ao Douro.

* Vinho do Porto, um néctar do Olimpo.  Experimente Queijo da Serra com Pão-de-ló de Ovar e deguste com um bom Vintage, pode babar-se.


.
.

 PARA MÃES
DO SEC. XXI
video


.
.
HOJE NO
"DIÁRIO DE NOTÍCIAS"

PROCESSO FACE OCULTA

17 anos e meio de cadeia
 para Manuel Godinho

Manuel Godinho foi hoje condenado a 17 anos e meio de cadeia no âmbito do processo Face Oculta.
Este está relacionado com uma alegada rede de corrupção que teria como objetivo o favorecimento do grupo de Manuel Godinho, sucateiro de Ovar, nos negócios com empresas do setor empresarial do Estado e privadas.

4 anos para Paulo Penedos,
 5 para o pai José Penedos

Paulo Penedos foi hoje condenado a quatro anos de prisão efetiva no âmbito do processo Face Oculta. O seu pai, José Penedos, foi condenado a cinco anos de prisão efetiva.
Paulo Penedos, advogado, era um dos arguidos deste processo. O pai, José Penedos, ex-presidente da REN, foi condenado a cinco anos de prisão efetiva.


Armando Vara diz-se "em choque" com pena de cinco anos de prisão efetiva

O ex-ministro Armando Vara, hoje condenado a cinco anos de prisão efetiva no âmbito do processo "Face Oculta", declarou-se hoje "em choque" com a pena aplicada pelo Tribunal Judicial de Aveiro.

"A sensação que me fica é que a sentença não é sobre as acusações, não é sobre o que estava em causa. Eu acho que a sentença tem muito a ver com a minha circunstância", afirmou "Estou em choque, confesso, e a sensação que me fica é que a sentença não é sobre as acusações, não é sobre o que estava em causa. Eu acho que a sentença tem muito a ver com a minha circunstância", afirmou Armando Vara, adiantando não ser "apenas" a circunstância de ter sido ministro.


O antigo governante e ex-vice-presidente do BCP Armando Vara foi condenado na pena única de cinco anos de prisão efetiva, por três crimes de tráfico de influência.À pergunta se este foi um julgamento político, Armando Vara respondeu já ter dito "muita coisa", referindo não querer dizer mais.

O processo "Face Oculta" está relacionado com uma alegada rede de corrupção que teria como objetivo o favorecimento do grupo empresarial de Manuel Godinho, nos negócios com empresas do setor empresarial do Estado e privadas.Envolve 36 arguidos - 34 pessoas e duas empresas - que respondem por centenas de crimes de burla, branqueamento de capitais, corrupção e tráfico de influência.

* Penas leves para os Penedos e Vara. O delfim de Socrates nem depois da leitura da sentença perde a arrogância.



.
.
IMPAGÁVEIS















.
.
HOJE NO
"RECORD"

Orçamento monstruoso de 
540 milhões de euros

A junta diretiva do Real Madrid aprovou um orçamento de 540 milhões de euros para a temporada 2014/15, verba impressionante à qual se junta outra não menos astronómica, no que toca a receitas: em 2013/14, os merengues encaixaram 533 milhões.

No que toca a 2014/15, o presidente Florentino Pérez explicou que foram gastos 112,5 milhões de euros em contratações, valor superado pelo das vendas, que ascendeu a 125 milhões.

* Que grande empresa


.
.
QU'É ISTO?
video

.
.
HOJE NO
"JORNAL DE NOTÍCIAS"

Uma em cada 10 raparigas até 
aos 20 anos foi vítima de violação

Perto de 120 milhões de raparigas em todo o mundo, o equivalente a uma em cada dez, foi vítima de estupro ou violação até aos 20 anos, segundo um relatório divulgado pelas Nações Unidas.

Num estudo global sobre a violência contra crianças, a Unicef agência das Nações Unidas que visa promover os direitos das crianças, revela que um quinto das vítimas de homicídio são crianças ou adolescentes com menos de 20 anos.

O homicídio é a principal causa de morte em rapazes e em jovens com idades compreendidas entre os 10 e os 19 anos nos países da América Latina, incluindo a Venezuela, a Colômbia, o Panamá e o Brasil.
A Unicef diz que o estudo "Escondido à vista (Hidden in plain sight)" é o maior trabalho alguma vez realizado sobre violência contra as crianças e foi baseado em dados de 190 países.


"Estes são os factos desconfortáveis, nenhum Governo ou pai vai querer vê-lo", disse o diretor-executivo da Unicef, Anthony Lake. "Mas se não enfrentarmos a realidade que cada estatística representa - a vida de uma criança que tem direito a viver em segurança, a uma infância protegida e foi violada - nunca deixaremos de pensar que a violência contra as crianças é normal e permissível. E não é", frisou.

Outro dos abusos de crianças é o "bullying", que afeta uma em cada três crianças com idade entre os 13 e os 15 anos.
O estudo revela ainda que 17% dos jovens em 58 países foram vítimas de punições físicas severas e de forma repetida.

Como prevenção da violência contra crianças, o estudo recomenda que se fomente o apoio aos pais e às crianças com competências para a vida, uma mudança de atitudes e comportamentos, o fortalecimento do sistema judicial e uma consciencialização para a violência e os custos humanos e socioeconómicos que esta acarreta. Mudança de atitudes e de legislação são outras sugestões.

* UM ABSURDO CRIME NÃO DEVIDAMENTE PUNIDO!



.
.


AS PEQUENAS,
GRANDES FELICIDADES













.
.

HOJE NO
"JORNAL DE NEGÓCIOS"

Eurostat confirma que economia da 
Zona Euro estagnou no segundo trimestre

A segunda estimativa do produto interno bruto da Zona Euro confirma que a economia da região estagnou no segundo trimestre do ano, após uma expansão de 0,2% nos três meses anteriores. O PIB contraiu em três Estados-membros do euro: Chipre, Alemanha e Itália. Portugal cresceu 0,6%. 
 .
O Eurostat divulgou esta sexta-feira, 5 de Setembro, a segunda estimativa do produto interno bruto da Zona Euro, que confirma que a economia da região estagnou no segundo trimestre de 2014.

O PIB dos 18 países do euro não variou face ao primeiro trimestre do ano, período em que tinha crescido 0,2%. Já a economia da União Europeia registou uma subida de 0,2%, um abrandamento face aos 0,3% registados entre Janeiro e Março. Estes valores não sofreram alterações face à primeira estimativa revelada a 14 de Agosto.

Entre os países da Zona Euro, Chipre permaneceu em recessão, Itália entrou em recessão, a Alemanha contraiu após vários trimestres a subir e a França estagnou. Apenas Malta registou um crescimento em cadeia superior a 1%. O PIB português cresceu 0,6%, após uma contracção de 0,6% nos primeiros três meses do ano. A Holanda também voltou a crescer (0,5%), após uma contracção de 0,4% no primeiro trimestre do ano. Já a Espanha cresceu ao ritmo mais rápido desde 2007 (0,6%).

O Eurostat explica que o PIB da Zona Euro foi penalizado pela queda do investimento (-0,3%), que recuou pela primeira vez desde o início de 2013. O consumo privado teve um contributo positivo ao crescer 0,3%.

Em termos homólogos, a economia da Zona Euro cresceu 0,7%, enquanto a da União Europeia avançou 1,2%.

* Devagar, devagarinho e parados


.
.
 PARA AJUDAR
video


.