segunda-feira, 14 de julho de 2014

UMA GRAÇA PARA O FIM DO DIA

.













.
.
.
O QUE NÓS


NOS RIMOS!


 PALESTRA 

NOCTURNA





.

REVISIONISTA



.
.

PENSA QUE SABE
 DANÇAR?





.
.
HOJE NO
  "RECORD"

João Sousa alcança melhor
 ranking de sempre

O tenista português João Sousa ocupa esta segunda-feira o 35.º lugar do ranking ATP, ao subir cinco lugares na atualização desta semana, apesar da derrota na final do torneio sueco de Bastad, com o uruguaio Pablo Cuevas, no domingo.

Depois de ter ocupado o 38.º posto da hierarquia, em março, o português, que na última semana era 40.º, voltou a subir na classificação, em consequência da sua segunda presença na final de um torneio ATP - tinha vencido em Kuala Lumpur, em 2013.

O sérvio Novak Djokovic, recente vencedor de Wimbledon, permanece na liderança do ranking, à frente do espanhol Rafael Nadal e dos suíços Roger Federer e Stanislas Wawrinka, que ocupam as posições imediatas.

Entre os restantes portugueses, Gastão Elias permanece no 150.º lugar e Rui Machado caiu três posições, para o 277.º posto.

Ranking ATP

1. (1) Novak Djokovic (Sérvia), 13.130
2. (2) Rafael Nadal (Espanha), 12.670
3. (3) Roger Federer (Suíça), 6.100
4. (4) Stanislas Wawrinka (Suíça), 5.770
5. (5) Tomas Berdych (Rep. Checa), 4.410
6. (6) Milos Raonic (Canadá), 3.920
7. (7) David Ferrer (Espanha), 3.875
8. (8) Juan Martin Del Potro (Argentina), 3.360
9. (9) Grigor Dimitrov (Bulgária), 3.270
10. (10) Andy Murray (Grã-Bretanha), 3.040
(...)

35. (40) João Sousa (PORTUGAL), 1.122

150. (150) Gastão Elias (PORTUGAL), 392
277. (274) Rui Machado (PORTUGAL), 172
317. (314) Pedro Sousa (PORTUGAL), 144
438. (451) Frederico Silva (PORTUGAL), 94
600. (576) João Domingues (PORTUGAL), 49
603. (614) André Murta (PORTUGAL), 49
784. (792) Romain Barbosa (PORTUGAL), 26
846. (846) Leonardo Tavares (PORTUGAL), 20
884. (900) Vasco Mensurado (PORTUGAL), 18
888. (881) Gonçalo Oliveira (PORTUGAL), 18
1.149. (1.144) Frederico Gil (PORTUGAL), 7

* Com todo o respeito que temos por João Sousa, o nº35 do ranking ATP é uma consolaçãozinha. Gostávamos de o ver no Top 20, talvez um tenista mais novo  e melhores condições de treino o consiga no futuro. Sentimos que os/as tenistas de hoje desbravam o caminho, por isso a consideração.


.
.


 FORÇA AÉREA
PORTUGUESA
2-FORMAÇÃO DE PILOTO






PRODUÇÃO: TV RECORD



.
.
HOJE NO
  "JORNAL DE NOTÍCIAS"

Desmantelada rede de tráfico de 
pessoas e auxílio à imigração ilegal

Sete detenções, sete buscas domiciliárias e uma outra em escritório de advogado é o resultado de uma operação do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras, que desmantelou uma rede de tráfico de pessoas e auxílio à imigração ilegal. 

Num dos domicílios alvo de busca, na zona da Grande Lisboa, foi ainda detido um cidadão estrangeiro que se encontrava na morada e se identificou com um passaporte falso.

Segundo o Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF), a associação criminosa desmantelada esta segunda-feira fazia entrar em Portugal mulheres estrangeiras que eram encaminhadas para outros países europeus, onde eram obrigadas a prostituir-se.

A rede, de cariz internacional, dedicava-se à aliciação de mulheres africanas, no país de origem, algumas menores de idade, e ao seu encaminhamento para Portugal, munidas de passaportes falsos, adianta o SEF, que apreendeu documentação comprovativa de transferências internacionais de elevadas quantias monetárias, telemóveis e documentação indiciadora da atividade criminosa.
"Uma vez intercetadas na fronteira, as mulheres traficadas, seguindo as orientações da organização criminosa, solicitavam asilo político, altura em que intervinha um advogado conhecedor da situação, que movia as diligências processuais necessárias à formalização do pedido de asilo e ao acompanhamento da situação", explicou o SEF.

Após algum tempo no Centro de Instalação Temporária do Aeroporto de Lisboa, as jovens, mantendo-se pendente o pedido de asilo, logravam autorização para entrar em Portugal, sendo encaminhadas para o Centro de Acolhimento do Conselho Português para os Refugiados, sendo então contactadas pelos elementos da rede que estavam em Portugal.

Estes últimos determinavam os procedimentos e, em coordenação com os restantes elementos da organização que operavam noutros países europeus, encaminhavam as mulheres para diferentes destinos na Europa. No país de destino, as jovens eram confiadas a mulheres mais velhas da mesma nacionalidade, as chamadas "madames" ou "mamas", que as passavam a controlar e a explorar, retirando-lhes todo o dinheiro que faziam com o exercício da prostituição.

A operação resultou de um inquérito criminal em curso SEF há mais de um ano, sob a direção do Departamento de Investigação e Ação Penal (DIAP) de Lisboa.

A investigação do SEF permitiu ainda reunir importante informação que levou a concluir que os elementos do grupo se dedicavam, única e exclusivamente, à atividade criminosa, da qual retiraram avultados proveitos.

De acordo com o SEF, algumas das vítimas eram exploradas ainda em Portugal durante a sua permanência em território nacional, antes de serem encaminhadas para outro país europeu.
Quando as vítimas saíam de Portugal, a organização voltava a facultar-lhes documentação falsa, de modo a que circulassem livremente na Europa.

Na operação "Naira" participaram 52 operacionais do SEF, que cumpriram mandados judiciais em Lisboa, Odivelas e Laranjeiro.

Participaram ainda na operação dois analistas de informação da Europol, dando apoio ao nível do cruzamento de informação, por se tratar de um crime de repercussões em vários países europeus, estando a decorrer, em alguns desses países, investigações sobre o mesmo fenómeno.

* O crime algumas vezes ainda compensa.

.
.


MINUTOS DE


CIÊNCIA

8- E= MC2

ESTÁ INCOMPLETA


.
.


HOJE NO
  "JORNAL DE NEGÓCIOS"

Ernst & Young paga quatro milhões para
. pôr termo a acusações de violação de
. regras de auditor independente

A Ernst & Young chegou a acordo com as autoridades e vai pagar quatro milhões de dólares devido a acusações de violação das regras de auditor independente nos EUA.

A auditora Ernst &Young vai pagar quatro milhões de dólares para pôr termo a acusações de violação das regras de auditor independente, depois de ter sido identificado que uma unidade da auditora pressionou funcionários do Congresso em nome de clientes, revelou o regulador do mercado (a SEC) dos EUA numa nota emitida esta segunda-feira, 14 de Julho, e citada pela Reuters.

A SEC revelou ainda que a Ernst &Young chegou a acordo sem se considerar culpada. Não tendo também negado as acusações.

A agência de informação explica que as regras da SEC proíbem auditores de servirem de "advogados" para clientes porque podem afectar a sua independência. 

* "Dinheiro" o excelente detergente.



.

FRANCISCO LOUÇÃ

.




O Sr. Vintém e a D.ª Inércia

A vida é mesmo traiçoeira. J.M. Tavares (PÚBLICO, 10 de Julho), que sabe de fonte sabida, como Poiares Maduro, que a reestruturação da dívida é coisa “lunática”, convocou o Sr. Vintém contra uma proposta que só devolveria o certificado de aforro nas calendas, já ele terá encomendado a alma. 

A D.ª Inércia, que ouviu a conversa, meteu-se logo: “ai vizinho, que o melhor é sempre deixar tudo como está e prontos”.

Desconfiado, o Sr. Vintém, que não é analfabeto, foi ler o malfadado relatório, e ficou descansado: afinal o certificado de aforro está protegido e vai continuar a poder poupar, onde é que o Tavares foi buscar aquela história?

Ainda bem, pensará, porque a coisa está mesmo feia é nos bancos, com a família Espírito Santo a ameaçar falência, e no governo, que a austeridade está a resultar que é um gosto vê-la. Que há riscos, ah pois há, mas são os de não escutar sequer esses conselheiros da senhora Merkel, que agora arrenegam a estratégia da dívida e gritam pela reestruturação.

É que a vida tem destas coisas. Quando já se confiscou parte da reforma do sr. Vintém e se espremeu a D.ª Inércia com impostos, há ainda quem em Portugal entenda que o Natal é todos os dias.

Que falta que fizeram estas vozes avisadas no tempo da reestruturação daquela dívida que salvou a Alemanha, para insistirem em que era preciso arruinar a sua pátria pela carteira dos credores!

Professor Universitário


IN "PÚBLICO"
10/07/14


.





241.UNIÃO


EUROPEIA




.
HOJE NO
  "DESTAK"

"A manutenção da TAP
 é de primeira linha" 
- Secretário Estado dos Transportes 

O secretário de Estado dos Transportes, Sérgio Monteiro, defendeu hoje que os serviços de manutenção da TAP são de "primeira linha", estando a ser cumpridos todos os requisitos necessários em termos de segurança. 


"Gostava de deixar uma palavra de tranquilidade em relação à TAP, porque os procedimentos básicos de segurança e manutenção da nossa companhia aérea de bandeira estão obviamente a ser cumpridos e nem podia ser de outra forma", alegou. 

 No final da cerimónia de inauguração das obras de requalificação do Aeródromo Municipal de Viseu, o secretário de Estado sublinhou aos jornalistas que a manutenção da TAP é "de primeira linha". 

* A TAP é das melhores companhias do mundo, tem um serviço de manutenção excepcional, muito bons tripulantes e excelente logística.


 .
.


 5- A HISTÓRIA


DO AUTOMÓVEL





ATENÇÃO SRS./AS VISITADORES/AS

Esta série foi difundida pela TVE, Rede Minas, em 1986, é portanto muito datada. No entanto até à data indicada, o seu conteúdo tem rigor histórico.


.
.
HOJE NO
  "i"

Agências de Viagens apoiam Deco 
que acusa empresas de publicitarem
. preços abaixo dos cobrados

A Deco acusou, esta segunda-feira, as agências de viagens de venda online eDreams e Rumbo de publicitarem nos sites preços de voos mais baratos “em regra” do que os efectivamente cobrados aos clientes
Ó PESADELO
Pedro Costa Ferreira, presidente da Associação de Agências de Viagens, revelou que as acusações da Deco à eDreams e à Rumbo pelo facto de publicitarem preços abaixo dos cobrados são lícitas. Segundo o responsável, as diligências que a Deco tomar, na sequência desta denúncia, vão ser também uma referência para a associação. 

"Acompanhamos totalmente a Deco, quer nas preocupações desta prática, quer na necessidade da existência de medidas concretas da autoridade reguladora", afirmou.
O responsável alertou ainda para a importância de garantias para quem viaja. 

"Escolham uma agência de viagens que seja aderente do provedor do cliente porque o mundo é um sítio instável e nem todas as viagens conscientemente reservadas e marcadas correm bem", disse Pedro Costa Ferreira, acrescentando que "é fundamental que os consumidores estejam protegidos quando algo corre mal". 

A Deco acusou, esta segunda-feira, as agências de viagens de venda online eDreams e Rumbo de publicitarem nos sites preços de voos mais baratos “em regra” do que os efectivamente cobrados aos clientes. 

A conclusão resulta de uma análise da associação de defesa do consumidor aos sítios na internet de quatro agências de viagem de venda ‘online’ – Rumbo, eDreams, Logitravel e netviagens - e de cinco companhias aéreas ‘low cost’ [de baixo custo]- Ryanair, easyJet, Transavia, Vueling e Condor –, as empresas com mais reclamações à Deco por causa do transporte aéreo. 


O objecto do estudo era averiguar a transparência de preços e a informação disponibilizada nos sítios na internet quanto aos direitos dos passageiros. 

Através da compra simulada de “dezenas” de viagens, com e sem bagagem e seguro, só de ida e de ida e volta, entre outros exemplos, a associação encontrou, especialmente no que toca aos preços, “muitas irregularidades”, segundo a jurista da Deco, Carla Varela.

* A DECO é uma grande instituição na defesa do cidadão consumidor, nós somos associados mas sentimos que deveríamos ser muitos mais para aumentar a nossa firmeza na sociedade civil. 
Se tivéssemos mais intervenção cívica as vigarices do  sr. DDT e outros "aerossois" teriam sido descobertas há mais tempo.


.
.


Roberto Alagna



La Marseillaise


.
.
HOJE NO
  "A BOLA"

«As minhas sensações não foram más,
. mas queria ter-me sentido melhor» - 
Rui Costa

Rui Costa considera que a etapa desta segunda-feira da Volta a França foi a mais dura até ao momento. O português ainda se debate com algumas dores mas diz-se satisfeito com o seu resultado na etapa.

«Mas que dia difícil foi este… Até agora, foi a etapa mais dura da Volta à França e o tempo, mais uma vez, não ajudou em nada. Pelo contrário, com a estrada molhada temos o nosso trabalho dificultado e mais perigo. 

As minhas sensações não foram más, mas queria-me ter sentido melhor. Embora esteja melhor, continuo com algumas dores e a pedalar incómodo. Mesmo assim, estou satisfeito com o resultado de hoje. Cortei a meta em 13.º lugar a 1:06s de Níbali e estou em 9.º na classificação geral com 3:58s de atraso. O italiano mostrou que é o que está em melhor forma nesta altura e vai ser difícil alguém conseguir tirar-lhe a amarela», escreveu o campeão do mundo no seu diário do Tour.

Rui Costa desejou as melhoras ao compatriota Tiago Machado e ao espanhol Alberto Contador, ambos vítimas de queda.

«Ao meu compatriota Tiago Machado quero desejar rápidas melhoras. Fez um esforço gigante para terminar a etapa, mesmo depois daquela terrível queda. De qualquer forma, envio os meus parabéns pela sua valentia e pelo bom Tour que está a fazer e desejo que recupere rápido. Contador abandonou a corrida pouco depois de cair, com uma fratura na tíbia. A ele também envio os votos de rápidas melhoras». 

* Um Tour muito atribulado.


.
.

14 de Julho de 1789


A TOMADA DA BASTILHA

.
.
HOJE NO
  "AÇOREANO ORIENTAL"

Sistema incapaz de "travar" 70% dos jovens problemáticos referenciados

Cerca de 70% dos 255 jovens internados nos centros de reinserção social em Portugal estavam anteriormente referenciados pelas comissões de proteção, mas "o sistema foi incapaz de os travar", admite a Direção-Geral da Reinserção e Serviços Prisionais (DGRSP).
 
Segundo Licínio Lima, subdiretor da DGRSP, “70% dos jovens já estavam referenciados, já se sabia da sua propensão para o cometimento de atos ilícitos”, antes das circunstâncias que os levaram a ser colocados nos centros educativos de reinserção social.

Para este responsável, era necessário que se investisse “mais na prevenção do que na repressão”.
Os últimos dados publicados sobre os centros de reinserção social, de maio de 2014, indicam que nos sete centros existentes no país estão inseridos 255 jovens problemáticos, 89% rapazes e 11% raparigas.

Julgados pelo Tribunal de Família e Menores, estes jovens vão para os centros educativos na sequência de atos que cometeram entre os 12 e os 16 anos.

“O Estado investe em média 100 euros por dia em cada jovem que comete crime”, sendo que “um recluso, em média, custa 50 euros por dia”, disse Licínio Lima à agência Lusa, explicando que a diferença entre o custo de um jovem nos centros de reinserção social e um recluso num sistema prisional prende-se com o facto de “o recluso não ser obrigado a andar na escola, enquanto os jovens dos centros educativos estão na escola”.

Nos centros educativos, os jovens têm “educação, formação profissional, acompanhamento, segurança, vigilância, alimentação, têm tudo”, assegurou.

Para alguns, no final do cumprimento da pena, falta , porém, a integração plena na comunidade, o que os leva, muitas vezes, a regressar a um quotidiano de delitos.

O último seguimento realizado pela Direção-Geral da Reinserção e Serviços Prisionais aos jovens que saíram em 2013 das instituições, feito telefonicamente seis meses após a saída, revelou que 7% voltou a cometer crimes.

“O grande problema da reincidência não está no indivíduo que não se consegue adaptar, o grande problema da reincidência está em que a sociedade não permite que o indivíduo se readapte”, lamentou Licínio Lima.

Segundo aquele levantamento, “cerca de 46% dos jovens encontram-se completamente integrados na comunidade”, sem indícios da prática de novos crimes, integrados na família ou em instituição, a estudar, a frequentar um curso de formação profissional ou a trabalhar.

Em risco de reincidência, encontravam-se cerca de 47% dos jovens, “sem estarem a estudar, a frequentar um curso de formação profissional ou a trabalhar”.

A falta de ocupação “é o primeiro passo para a delinquência”, sublinhou o subdiretor da DGRSP.
Quanto às condições dos atuais centros educativos, Licínio Lima admitiu que estão “no limite da lotação”.

Para colmatar o problema de sobrelotação, estão a ser feitas obras em algumas instituições.
Licínio Lima deixou, no entanto, um alerta para a possibilidade dos problemas de lotação dos centros educativos de reinserção social se agravarem com a proposta de alteração da Lei Tutelar Educativa.
“Se formos a punir todos os atos ilícitos dos miúdos, o sistema pode colapsar”, avisou.

* Um problema social grave, os técnicos são bons, o sistema não.


.
.

Porque estarão
despidas???
















.
.
HOJE NO
  "DIÁRIO ECONÓMICO"

Ex-presidente da Gowex admite ter
. falsificado contas desde 2005

Jenaro Garcia, antigo presidente da Let's Gowex, admitiu no tribunal que falsificou as contas da empresa desde pelo menos 2005. 

A empresa espanhola de fornecimento de pontos Wi-fi entrou na semana passada em processo de insolvência depois de uma casa de ‘research' ter desmascarado a verdadeira situação financeira da empresa, considerando que a maior parte das vendas da tecnológica eram falsas.

EMPREENDEDOR
Apresentado ao juiz em Madrid, o antigo presidente Jenaro Garcia admitiu que criou companhias que actuavam como clientes fictícios, reconhecendo que falsificou os resultados da Gowex desde 2005, segundo fonte do tribunal citada pela Bloomberg.

"A pena máxima pode atingir pelo menos os 10 anos de prisão", referiu o juiz Santiago Pedraz, num comunicado, tendo permitido a saída em liberdade de Jenaro Garcia sob o pagamento de uma fiança de 600 mil euros.

A administração da Gowex aceitou a 5 de Julho a resignação de Garcia, depois de este ter assumido total responsabilidade pelo escândalo. As acções da empresa tecnológica acumulam descidas de 60% desde 1 de Julho quando a Gotham City Research ter publicado um relatório onde defendiam que a Gowex tinha inflacionado as receitas.

* Mais um grande empreendedor ibérico.



.
.

SÓ VENDO..



.


HOJE NO
"CORREIO DA MANHÃ"

Portugal bate recorde nas 
Olimpíadas de Matemática 
Equipa nacional somou 123 pontos

Portugal obteve a melhor pontuação de sempre nas 55ª Olimpíadas Internacionais de Matemática, que se realizaram na Cidade do Cabo, África do Sul. A equipa nacional somou 123 pontos e ficou no 33º lugar entre 109 países, igualando a classificação obtida em 2009. 


Individualmente, os seis concorrentes portugueses, alunos de 11º e 12º ano, venceram duas medalhas de prata e três de bronze. A delegação lusa foi recebida esta segunda-feira com aplausos por familiares e amigos no Aeroporto de Lisboa. 

“Foi uma prova complicada mas também nos divertimos”, confessou Miguel Moreira, aluno da Escola Rainha D. Amélia, em Lisboa, que ficou apenas a um ponto da medalha de ouro. David Martins, da Escola Secundária de Mirandela, também arrecadou uma medalha de prata. 

“O ano passado ganhei o bronze e agora com mais um ano de trabalho consegui melhorar”, disse, confessando que no próximo vai estudar Matemática para a Universidade de Oxford, em Inglaterra. “Em Portugal há bons cursos mas o mercado de emprego ainda mostra algum desdém em relação à Matemática”, disse. 

As medalhas de bronze foram para Francisco Andrade (Escola Secundária Padrão da Légua, Matosinhos), Henrique Aguiar (Escola Secundária José Estevão, Aveiro) e Nuno Santos (Colégio Nossa Senhora do Rosário, Porto). Já Henrique Santos (Escola Secundária José Falcão, Coimbra) teve uma menção honrosa. “Com talento e organização é possível conseguir resultados”, afirmou Miguel Abreu, presidente da Sociedade Portuguesa de Matemática, entidade que organizou a participação na prova. Já a seleção e preparação dos alunos é feita pelo projeto Delfos, na Universidade de Coimbra. 

* Que não se menorize a qualidade de topo dos professores destes alunos, que para além de saberem ensinar tiveram a grande capacidade de os motivar pelo gosto à disciplina.

.
.

IRONICAMENTE














.
.
HOJE NO
  "O PRIMEIRO DE JANEIRO"

Paulo Macedo admite mais
 “casos sociais” nos hospitais
 “Chegam pessoas em 
condições difíceis” 

O ministro da Saúde admite que há casos de pessoas a chegar aos hospitais em condições sociais “difíceis”, em consequência do “tempo difícil” que o país atravessa. 

Paulo Macedo comentava notícias que dão conta de um número cada vez mais elevado de grávidas a chegar com fome às urgências do Hospital Amadora-Sintra e bebés a não receberam alta, porque as famílias não têm condições para os acolher. 


Confrontado pelos jornalistas sobre esta situação, à margem de uma cerimónia de inauguração de serviços de medicina nuclear do Instituto Português de Oncologia de Lisboa, o ministro referiu: “Chegam-nos, de facto, pessoas em condições difíceis, próprio do tempo difícil em que estamos”. 

 Paulo Macedo lembrou que os casos sociais nos hospitais existem há muitos anos, mas a situação tem vindo a ser melhorada. “Há três anos os hospitais tinham múltiplas camas de cuidados de agudos, ocupadas por pessoas que, por razões familiares, não lhes permitiam dar alta”, adiantou o ministro. A situação tem vindo a ser combatida, mas Paulo Macedo defendeu que “a articulação com a rede de cuidados continuados” precisa de ser melhorada. “À medida que temos aberto novas camas, também temos [feito] uma revisão da legislação para todos os casos de caráter social poderem ser tratados (…) na esfera social e não na esfera da saúde”, sustentou. Fernanda Rodrigues, presidente da Associação dos Profissionais de Serviço Social, confirma que tem havido “um aumento muito significativo dos problemas sociais”. “Estamos num período de grande alastramento das dificuldades”, sustentou Fernanda Rodrigues, sublinhando o caso das grávidas e das crianças é “uma dessas manifestações, mas não é única”. 

 A associação tem reportadas várias situações ligadas à saúde, mas também a outras áreas, onde “as condições sociais que as pessoas vivem estão a aparecer traduzidas de múltiplas formas”. “Hoje estamos a falar da questão das crianças e de grávidas com carências alimentares, mas também poderíamos falar dos idosos e das grandes dificuldades de que muitas das pessoas que vivem em habitação social estão a viver para satisfazer os seus compromissos”, acrescentou. Estas situações estão associadas, em primeiro lugar, ao desemprego, mas também ao emprego precário e à redução das prestações sociais, explicou. 

Estas pessoas socorrem-se inicialmente do apoio da família, mas quando este se esgota recorrem às instituições, algumas das quais “já estão no limite das suas possibilidades”. “Se chegamos ao fim da linha das possibilidades que muitas pessoas têm, das possibilidades que as redes familiares e as instituições particulares de solidariedade social têm, julgo que se justifica um reforço das políticas públicas”, defendeu Fernanda Rodrigues. 

Para a presidente da associação, “o grande problema” é se está a haver “respostas proporcionais à dimensão dos problemas”, refletido num aumento na procura dos serviços entre os 15 e os 25%. “A ideia que se recolhe de muitos serviços de atendimento da linha da frente é que continuamos a viver uma desproporção entre os problemas, que são maiores, e os recursos encaminhados para eles, que não são suficientes”.

* Não cometemos a leviandade de responsabilizar directamente Paulo Macedo por esta situação, mas todos os ministros e primeiro-ministros deste governo e de todos os anteriores são culpados de negligência na gestão do país, de se assumirem como amigos de vários "DDT's", afinal a "fina flor do entulho" e de conduzirem os portugueses para situações impensáveis de miséria.

.
.

 MALABARISMO



.
.
HOJE NO
  "DIÁRIO DE NOTÍCIAS"

Terceiro Segredo de Fátima 
pode ser visto na internet

A exposição que mostra pela primeira vez o manuscrito da terceira parte do Segredo de Fátima, patente ao público na Igreja da Santíssima Trindade, no Santuário de Fátima, pode agora ser vista na internet, anunciou a instituição.

A mostra "Segredo e Revelação", inaugurada a 30 de novembro de 2013, pode, desde domingo, ser visitada de forma virtual, através da Internet, no endereço http://segredoerevelacao.fatima.pt.


Com esta iniciativa, o Santuário de Fátima "pretende que a exposição esteja acessível ao maior número de visitantes, para visitas presenciais e, agora, através da internet, neste mês de julho, em que se celebra a aparição na qual a Virgem Maria revelou o segredo de Fátima, uma vez que este é o tema central da exposição".

Segundo o santuário, "Segredo e Revelação" coloca "em destaque as três partes do chamado Segredo de Fátima e mostra, pela primeira vez ao público, o manuscrito da terceira parte do Segredo, escrito pela vidente Lúcia, pertença dos arquivos da Congregação para a Doutrina da Fé e que, com autorização expressa do Papa Francisco, está agora exposto em Fátima".

"O percurso expositivo, agora também passível de ser percorrido 'on-line' e que tem como fio condutor a interpretação teológica do Segredo de Fátima feita pelo cardeal Joseph Ratzinguer [atual papa emérito Bento XVI], leva o visitante a entrar nas três partes do segredo, tituladas como 'A visão do inferno', 'O Imaculado Coração de Maria' e "A Igreja mártir'", acrescenta o templo.

De acordo com o diretor do Serviço de Estudos e Difusão do Santuário de Fátima e comissário da exposição, Marco Daniel Duarte, a exposição, que tem "como mote a aparição de julho de 1917", apresenta, "através de documentação histórica e de espólio artístico, uma das mais importantes temáticas de Fátima, o Segredo que, desde a Cova da Iria, leva à contemplação de todo um mundo contemporâneo".

"Segredo e Revelação", que tem entrada livre, pode ser vista diariamente até ao dia 31 de outubro entre as 09:00 e as 19:00, no piso inferior da Basílica da Santíssima Trindade.
Até domingo, visitaram a exposição 107.057 pessoas.


O chamado Terceiro Segredo de Fátima é a terceira parte do segredo que terá sido revelado pela Virgem Maria a três crianças portuguesas, os pastorinhos de Fátima, Lúcia de Jesus dos Santos, Francisco Marto e Jacinta Marto, a 13 de julho de 1917, na Cova da Iria.

As duas primeiras partes foram reveladas em 1941 e a terceira parte foi escrita em 1944 e o documento guardado num envelope selado e, posteriormente, entregue ao Arquivo Secreto do Santo Ofício.

Esta foi apenas divulgada a 13 de maio de 2000, em Fátima, por ocasião da terceira visita do papa João Paulo II ao maior santuário mariano do país, na qual foram beatificados Francisco e Jacinta Marto.

* Há tanta aldrabice publicada na "intermete" que mais uma não faz prejuízo.



.



16.ENRIQUEÇA A


SUA BIBLIOTECA

















.