domingo, 15 de junho de 2014

UMA GRAÇA PARA O FIM DO DIA

.

















.
.


12.MUNDIAL 2014


FABIO CAPELO - RUSSIA












.

.

É ASSIM




.

6-BELEZA A 

PRETO E BRANCO
















.
.

11.MUNDIAL 2014


VICENTE DEL BOSQUE -ESPANHA

.
.


SEX AND FUN






.
.


10.MUNDIAL 2014


LUÍS FILIPE SCOLARI - BRASIL

.
.

1- SOLDADO


DE HITLER



Uma narrativa diferente sobre a II Guerra Mundial em terra e no mar. A frota de submarinos alemã tinha um brutal poder de destruição até que a tecnologia ocidental conseguiu reduzir a sua mortífera eficácia.
Morreram cerca de 30 mil marinheiros tripulantes de submarinos do lado alemão.
A campanha russa foi dramática.

.
.


9.MUNDIAL 2014


FERNANDO SANTOS  - GRÉCIA















.

HELENA GARRIDO

.


Capital e classe média

A Avenida da Liberdade em Lisboa pode ser a imagem do agravamento da desigualdade em Portugal. As dificuldades que as economias ocidentais estão a enfrentar para saírem da crise pode ser um sintoma do esmagamento da classe média. O sucesso de 'Capital no século XXI', do economista francês Thomas Piketty, revela o reconhecimento de um problema.

Mesmo que parte dos economistas discordem da proposta de Piketty para combater a tendência de agravamento das desigualdades, o facto de se falar do Capital, a ponto de o comparar com o outro, de Marx, é um abalo para as consciências.

Na versão simplificada do trabalho do economista francês, as desigualdades agravam-se sempre que a rendibilidade do capital ultrapassa o crescimento da economia. E esta desigualdade verifica-se especialmente em tempos de estagnação.

Ignorar aquilo que está a acontecer à classe média nos países desenvolvidos, com especial relevo para os periféricos do euro e para os Estados Unidos, é colocar em risco o regime em que temos vivido.

O distanciamento dos cidadãos em relação à política tem de ser igualmente lido como o resultado do que aconteceu à classe média durante a última década meia. Primeiro foi incentivada a endividar-se. Depois recebeu a factura em dinheiro e culpa. Nem o capitalismo nem a democracia sobrevivem sem classe média.

IN "SÁBADO"


.
.


212.UNIÃO


EUROPEIA

















.
.


8.MUNDIAL 2014


CARLOS QUEIROZ - IRÃO













.
.


QUÍMICA NA



AGRICULTURA

6-OS NUTRIENTES
DO SOLO



.
.


7.MUNDIAL 2014


PAULO BENTO - PORTUGAL

 .
.
Angela Gheorghiu

A vucchella


Paolo Tosti

.
.
ESTA SEMANA NO
"DINHEIRO VIVO"

Arranca cimeira G77 + China 
para a criação de uma 
"nova ordem mundial"

A cimeira do G77 e China arrancou, este sábado, na Bolívia, sob o tema da "criação de uma nova ordem mundial", visando reforçar a estrutura institucional de um grupo heterogéneo e promover o desenvolvimento por via da cooperação.

Este encontro marca o 50.º aniversário do grupo, uma organização criada por 77 países em 1964 em Genebra, que hoje conta com 133 estados-membros, que representam dois terços dos países e dos votos no seio da Assembleia-Geral das Nações Unidas.
O VERDADEIRO NÃO ALINHADO
O presidente da câmara de Santa Cruz, Percy Fernández, deu as boas-vindas aos dignitários, reunidos para debater um documento proposto como a agenda global posterior a 2015 e que deve dar relevo aos Objetivos do Desenvolvimento do Milénio delineados pela ONU.

Presidentes como o equatoriano, Rafael Correa, o cubano, Raúl Castro, e o boliviano, Evo Morales, denunciaram o que consideram ser tentativas para derrubar o regime venezuelano e defenderam a unidade regional para conter esses supostos ataques.

Castro atribuiu essas tentativas a "oligarcas" e ao "imperialismo", enquanto Correa chamou a atenção para uma estratégia de "restauração conservadora" por parte da direita nacional e internacional, ao passo que Morales advertiu que os Estados Unidos vão viver "um segundo Vietname" se insistirem nos ataques contra o governo venezuelano de Nicolás Maduro.

No final da cimeira, que conta com a presença do secretário-geral da ONU, Ban Ki-Moon, deverá ser aprovada uma declaração final que, de acordo com organizadores, vai abranger medidas relacionadas com a redução da pobreza extrema e da mortalidade infantil, acesso à educação, igualdade de género e desenvolvimento sustentável.

Esta cimeira internacional, a primeira na Bolívia, foi já descrita de "histórica" pelo Presidente Morales, segundo qual o sucesso do encontro "irá conferir prestígio a toda a América Latina".

* Será uma nova face dos "não-alinhados"? Mas com dirigentes marxistas, exemplo o cubano, vamos aonde? O termo "nova ordem mundial" com a China coladinha, é um susto!


.
.
 
ARRUMAÇÕES FALHADAS



.
.

ESTA SEMANA NA
"SÁBADO"

8 perguntas sobre a dádiva de sangue 

Confira as informações que ainda não conhece sobre o assunto

O Dia Mundial do Dador de Sangue assinala-se a 14 de Junho. Porquê? Em homenagem ao cientista e médico austríaco Karl Landsteiner, precursor da transfusão sanguínea. Ele nasceu a 14 de Junho de 1868 e foi premiado com o Nobel da Medicina em 1930.

Para assinalar a data, a SÁBADO responde-lhe a 10 dúvidas sobre a dádiva de sangue.

1. Quem pode dar sangue?
Qualquer pessoa com idade compreendida entre os 18 e os 65 anos que esteja em bom estado de saúde, que tenha hábitos de vida saudáveis e peso igual ou superior a 50 quilos. Para uma primeira dádiva, o limite de idade é aos 60 anos. 

 2. Quem não pode dar sangue?
Quem tenha consumido drogas por via endovenosa, quem tenha tido contactos sexuais a troco de dinheiro ou drogas e quem tenha sido parceiro sexual de pessoas nas situações anteriormente descritas. Também não podem dar sangue portador de VIH/SIDA ou portadores crónicos do vírus da Hepatite B e Hepatite C.

As limitações não se ficam por aqui. Estendem-se, entre outras situações, a quem tenha epilepsia, diabetes insulino-dependente ou hipertensão grave, a quem tenha tido um parto nos últimos seis meses ou esteja a amamentar, a quem tenha feito tatuagem ou piercing nos últimos quatro meses, ou tido um novo(a) parceiro(a) sexual nos últimos seis meses.

3. Com que frequência se pode dar sangue?
Os homens podem dar sangue de três em três meses e as mulheres de quatro em quatro. 

4. Quanto sangue é doado?
Uma unidade de sangue total representa aproximadamente 450ml, e é rapidamente resposta pelo organismo. Cada pessoa tem em circulação entre 5 e 6 litros de sangue.  

5. Quanto tempo demora dar sangue?
Todo o processo da dádiva demora em média 30 minutos. Na primeira vez vai precisar de apresentar o cartão do cidadão, e nas restantes o cartão de dador. 

6. O que se deve comer antes de dar sangue?
Não deve dar sangue em jejum. O Instituto Português do Sangue recomenda que tome uma refeição ligeira sem álcool e sem gorduras, como uma sanduíche e um sumo. No caso de almoçar, deve aguardar pelo fim da digestão antes de efectuar a sua dádiva. Depois da colheita de sangue, é servida uma pequena refeição. 

7. Um dador está isento do pagamento de taxas moderadoras?
Um dador está isento do pagamento de taxas moderadoras nos centros de Saúde. 

8. A dádiva de sangue é remunerada?
Não, a dádiva de sangue é benévola e não remunerada. 

* Excelente informação leia-a  e, sobretudo, dê sangue.



 .
.
 TODOS MEDITAM

















.
.
ESTA SEMANA NA
"VISÃO"

As ETAR são eficientes, mas não eliminam
. todos os resíduos de medicamentos

As estações de tratamento de águas residuais (ETAR) têm uma elevada taxa de remoção de resíduos de medicamentos, mas dificilmente eliminam todos os compostos e novos contaminantes, afirmou à agência Lusa a investigadora Angelina Pena, da Universidade de Coimbra.

A investigadora do Centro de Estudos Farmacêuticos coordenou o primeiro estudo nacional sobre a presença de resíduos de medicamentos nas águas que entram e saem de 15 ETAR portuguesas e os resultados serão divulgados num seminário internacional na quarta-feira, em Coimbra.

O estudo incidiu em 15 estações de tratamento de norte a sul do país - as ilhas foram excluídas -, com a equipa de investigação a monitorizar 11 medicamentos de quatro grupos terapêuticos mais consumidos pelos portugueses: anti-inflamatórios, antibióticos, ansiolíticos e antidislipidémicos.

* Então que tal no seu copinho de água matinal um afloramento de antidislipidémico para começar bem o dia e com um toque "gourmet".


.
.

SURPRESA NA ÁGUA



.
.


ESTA SEMANA NO
"SOL"

Empresas públicas ameaçam défice

Mudança nas contas europeias vai fazer subir o PIB em 2,5%, mas obriga a integrar a CP no orçamento. INE vai calcular o preço e a frequência dos actos sexuais com prostitutas, para medir a economia paralela.

A revisão do sistema de contas da União Europeia vai levar a um aumento do PIB português em 2,5% a partir de Setembro deste ano, sobretudo devido à reclassificação das despesas de investigação e desenvolvimento (I&D) como investimento. Mas há um risco para as contas públicas que não está ainda apurado com precisão, e que pode dificultar o cumprimento do défice de 4% este ano: a inclusão de empresas públicas no perímetro orçamental.

O Instituto Nacional de Estatística (INE) apresentou ontem as estimativas mais recentes dos efeitos do novo Sistema Europeu de Contas (SEC2010). No caso do PIB, a alteração com maior impacto é a nova forma de registo das despesas com I&D, que antes contavam como consumo intermédio.
Este impacto positivo na economia como um todo será superior a outros efeitos negativos previstos pelo instituto. Um deles ocorre sobretudo na Madeira: a actividade internacional das entidades com fins especiais – veículos financeiros que não têm activos físicos – deixará de contar para o PIB.

Até agora, muitas dessas ‘empresas virtuais’ registavam nas contas do offshore da Madeira todas as receitas do grupo, a nível mundial, para pagarem menos impostos. Toda essa actividade entrava para o PIB regional e nacional, o que vai deixar de acontecer a partir de Setembro: apenas a actividade em Portugal será tida em conta nos cálculos, o que levará a um impacto negativo entre 0,3% e 0,4% na economia.

Além dos efeitos no PIB, as novas regras contabilísticas terão impacto nas contas públicas. Por um lado, as transferências de fundos de pensões deixam de ser contabilizadas como receita extraordinária no ano em que ocorrem, baixando o défice. Agora vão ser classificadas como uma operação financeira – passam a ter um efeito neutro no saldo orçamental desse ano.

Para as contas do Estado, o principal risco das novas regras acaba por ser as empresas públicas – várias serão incluídas no défice devido a uma nova forma de contabilizar os custos e a autonomia financeira. Já se sabia que a Parpública, a Sagestamo, a Estamo, os Hospitais EPE e as entidades reguladoras iam passar a contar para o défice, mas o INE revelou ontem que a CP, uma empresa historicamente deficitária, também passará.

Embora o impacto final das empresas públicas não esteja ainda medido, o director das contas nacionais do INE, Pedro Oliveira, deixou um alerta: «São unidades que apresentam défices» e que implicam «um ajustamento muito significativo» do saldo orçamental.

Tudo contabilizado – mudanças nos fundos de pensões e no perímetro orçamental – o INE antecipa uma revisão em alta dos défices de 2010 e 2011 e uma melhoria do saldo orçamental em 2012.

* A notícia é feia, muito feia para os portugueses, há um pormenor que quase nos faz rir, os passeios do INE em Lisboa serão um bom laboratório para calcular o preço e a frequência dos actos sexuais com prostitutas???


.
.



O PERFUME



CHEIRA MELHOR















.
.

ESTA SEMANA NO
"EXPRESSO"

Incêndio em Amarante continua
 a arder em várias frentes

Esta manhã, o fogo chegou perto de habitações.

O comandante da Proteção Civil de Amarante disse hoje à Lusa que o incêndio que deflagrou na madrugada de hoje em Abobadela, concelho de Amarante, continuava pelas 12h35 a arder em várias frentes, numa zona densamente florestada.

Segundo Hélder Ferreira, de manhã, o fogo andou relativamente próximo de habitações, mas pelas 12h35 isso não estava a acontecer.
Contudo, sublinhou, "não sabemos como vai evoluir, porque o pico da temperatura vai acontecer agora" e "os ventos fortes que se fazem sentir também não estão a ajudar".

60 bombeiros em Moimenta da Beira
Mais de seis dezenas de bombeiros, apoiados por dois aviões bombardeiros e 15 veículos, estão a combater hoje o incêndio em mato na localidade de Mileu, no concelho de Moimenta da Beira, no distrito de Viseu.
A Autoridade Nacional de Proteção Civil refere que o incêndio, com início às 10h32 de hoje, tinha uma frente ativa às 11h55.

* Prespectiva-se uma época quente, a solução para reduzir este flagelo começa pela demissão dos ministros da Administração Interna e da Agricultura, tiveram tempo suficiente para reformular a estrutura de combate e pouco fizeram, prova-o o que está à vista, o desespero das populações.


 .

.

CARGA A MAIS!!



.
.
ESTA SEMANA NA
"SEMANA INFORMÁTICA"

IBM em simulacro de sismo 

A Big Blue associou-se ao Serviço Regional de Protecção Civil e Bombeiros dos Açores durante o exercício AÇOR14.

A IBM participou num simulacro de sismo que decorreu nos Açores. Em conjunto com o Serviço Regional de Protecção Civil e Bombeiros dos Açores (SRPCBA) a Big Blue acompanhou os eventos relacionados com o simulacro e que visavam testar uma acção conjunta de resposta a uma eventual catástrofe natural que ocorra no arquipélago.
Durante o exercício AÇOR14, a IBM teve uma equipa de operacionais no terreno que, através de uma plataforma Web colaborativa e em tempo real, suportada no software IBM Intelligent Operations Center (IOC), «registou as diversas ocorrências e ajudou a manter o mesmo nível de informação disponibilizando-a a todas as forças presentes no exercício através de procedimentos operacionais previamente definidos».

Neste caso, o objectivo «foi contribuir para uma melhor avaliação das situações de emergência», através da partilha em tempo real de informação sobre a situação no terreno, «comunicando aos vários intervenientes a progressão da resposta e a necessidade de tomar medidas efectivas, sempre em conformidade com o SRPCBA».

* Mais experiências destas precisam-se!

.
.

NEW RAMBO
























 

PRESIDENT OF WHAT?




.