domingo, 1 de junho de 2014

UMA GRAÇA PARA O FIM DO DIA

.




.
.


 O QUE NÓS


VISITAMOS!








Calcula-se em 850 Kg a quantidade de ouro que existe nas suas paredes.
Está em Salvador da Bahia, na magnífica zona histórica denominada Pelourinho.
Foto contínua de 360º

Coloque tela cheia, arraste o "rato" e não se esqueça de ver o tecto. Magnífico!

Clique nas setas e veja as opções no canto superior esquerdo. Pode usar o zoom do "rato" também.


.
.


6.SÃO DANADAS




.
.

 Pequeno




















.
.


 OH BALANCÉ


















.
.


5.SÃO DANADOS




.
.


TAXAR OS RICOS

(UM CONTO DE FADAS ANIMADO)

video





.
.


4.SÃO DANADAS





.
.

2- OS DEZ MELHORES


 SUBMARINOS


DE GUERRA


video

Somos anti-belicistas mas nada nos impede editar exemplos de despesas absurdas na indústria da guerra. Por isso é que depois da II Guerra Mundial nunca mais houve uma hora de paz absoluta no planeta terra.



.
.


3.SÃO DANADOS





















.

ANA BACALHAU

.






«Por uma lágrima tua»

Lágrimas de tristeza. Lágrimas de alegria. Lágrimas de dor. Lágrimas de raiva. Lágrimas de crocodilo. Cada lágrima com o seu complemento determinativo.

A gramática a mostrar que sabe das coisas antes da ciência. Eu explico: a fotógrafa Rose-Lynn Fisher publicou um livro com imagens que mostravam lágrimas observadas ao microscópio, ampliadas centenas ou milhares de vezes. Durante um período atribulado da sua vida, conta, perguntou-se a si mesma como se­riam as suas lágrimas ampliadas. Não se fez de rogada e procedeu à experiência. Apanhou as suas lágrimas, esperou que secassem e examinou-as ao microscópio. Os resultados surpreenderam-na.

Os padrões formados pelas lágrimas eram diferentes, con­soante elas fossem de dor, de alegria, de tristeza, de raiva ou por descascar cebola. A ciência explica que assim é porque o nosso corpo liberta diferentes substâncias consoante aquilo que sente e que, por isso, cada lágrima apresenta o seu padrão distinto de acordo com a emoção sentida. A poesia há muito que o sabe. As ar­tes têm destas coisas. Intuem algo que vem a confirmar-se ser ver­dade objectiva e firmada cientificamente anos mais tarde.

De qualquer das formas, não deixa de ser fascinante pen­sar que cada lágrima que nos corre é diferente. As razões do seu nas­cimento dão-lhe forma e estrutura. É como se um pedaço da nossa alma se consubstanciasse. Mas claro, como qualquer objecto poé­tico, aquilo que está à vista não deixa de estar escondido. Apenas os mais curiosos, os mais voluntariosos, os mais engenhosos, se lem­bram de observar mais de perto as «microscopices» da alma.

Dir-me-ão que as emoções, bem como as lágrimas, não são per­tença da alma, mas do corpo. Aqui por alma quer dizer-se tudo isso so­mado e mais alguns grãozinhos que eventualmente apareçam na equação. No sentido prático, daria algum jeito haver forma de se con­seguir esmiuçar as lágrimas com que nos brindam, para perceber se são de crocodilo. Parecendo que não, evitar-se-iam muitos equívocos.

Aí está uma ideia que venderia milhares de itens. Construir uma geringonça que pudesse averiguar no momento se as lágrimas são «verdadeiras» ou forçadas. Uma espécie de polígrafo lacrimal.

Uma curiosidade: como serão as lágrimas que os actores choram, quando fazem uma cena? Se a personagem chora de tris­teza, serão as lágrimas choradas pelo actor de tristeza? Ou as lá­grimas não confundem a realidade com a ficção?

E as lágrimas derramadas por descascar cebola? Serão elas vazias de significado? Na verdade, foram provocadas por necessi­dade. Não se quer chorar, mas é-se obrigado devido à natureza da­quilo que nos está nas mãos. Um castigo que a cebola nos impõe por a irmos cortar aos pedaços. Será que a tristeza da cebola ao sentir que irá desaparecer passa para as nossas lágrimas?

Poderá ser que a tristeza não se mostre igual de pessoa para pessoa. Se calhar, os padrões são pessoais e intransmissíveis, como uma impressão digital. E com diferentes graus, como as cores. Por exemplo, o roxo, que se divide em púrpura, lilás ou cor-de-vinho, tal como a dor, que se divide em fraca, média, forte ou muito forte.

E quando os sentimentos são mistos, como serão as nossas lágrimas? Talvez a complexidade do que se sente, que não permite distinguir a tristeza da alegria, tenha efeito nos padrões lacrimais. Que desenhos não poderão surgir desses momentos agridoces! Porventura, obras de arte. E se todos (mesmo os que, como eu, não têm qualquer talento para desenhar), se puderem re­velar um verdadeiro Picasso através das suas lágrimas? Será, com certeza, um sonho bonito. Que não anda longe da verdade.

São as nossas emoções que moldam e criam a arte, tal co­mo moldam e criam as lágrimas. E, nos seus traços, nos revelam.

IN "NOTÍCIAS MAGAZINE"
25/05/14


.
.



198.UNIÃO



EUROPEIA






.
.


2.SÃO DANADAS


















.
.


 QUÍMICA NA



AGRICULTURA

4- EM SE PLANTANDO 
TUDO DÁ?

video




.
.


1.SÃO DANADOS



















.
.

Diana Damrau, Joseph Calleja, Ludovic Tézier

Chi mi frena in tal momento

video
Lucia di Lammermoor - Gaetano Donizetti

.
.
ESTA SEMANA NA
"VISÃO"

Portugal: 
o paraíso fiscal dos estrangeiros 

Reformados e profissionais de alto valor estão a fixar residência em Portugal, beneficiando de isenções e reduções nas taxas de IRS. Há outros países europeus a fazer o mesmo. Descubra quais:

O regime fiscal dos residentes não habituais foi publicado em 2009, mas só no final de 2012 se limaram arestas burocráticas que estavam a colocar entraves à aplicação da lei. Por essa razão é que 2013 foi o ano da grande explosão de pedidos de isenção ou de redução das taxas de IRS. 
 
PRÓXIMOS RESIDENTES...
O ano passado, as finanças registaram 1 078 novos pedidos de inscrição, o que representa um aumento de 98% face aos anos anteriores. Este ano, a média tem sido de dois por dia. Holandeses, franceses e suíços encabeçam a lista.

Em linhas gerais, o estatuto permite que os reformados que recebam a pensão noutro país tenham isenção de IRS durante 10 anos. Por outro lado, os profissionais de valor acrescentado (como engenheiros ou investigadores) que venham trabalhar para Portugal beneficiam de uma taxa fixa de 20% de IRS, pelo mesmo período.

O QUE DIZ A LEI: 
PARA SER ENQUADRADO NO REGIME HÁ DUAS CONDIÇÕES:
  • Não ter sido tributado como residente fiscal em Portugal nos cinco anos anteriores;
  • Viver em Portugal 183 dias por ano ou, tendo vivido menos tempo, possuir uma habitação com a intenção de a manter como residência habitual

* SIMPLEX


.
.



NA ENTREGA DOS ÓSCARES


.
.

ESTA SEMANA NO
"SOL"

Lisboa recebe primeira 
conferência internacional de 
Arte e Criatividade Urbana

O responsável pela exposição de Arte Urbana da Tate Modern, em Londres, Cedar Lewinsohn, é o 'cabeça de cartaz' da primeira conferência internacional de Arte e Criatividade Urbana de Lisboa, que deve dar origem a um jornal científico semestral.


Um dos organizadores, Pedro Neves, explicou que a exposição de 2008 num dos museus mais conceituados do mundo abriu debates e precedeu exposições em museus, galerias e outras instituições, pelo que o testemunho de Cedar é um dos principais atractivos para o evento de Julho deste ano, na Faculdade de Belas Artes da Universidade de Lisboa.

Já o jornal científico ainda não tem nome, com esta conferência, segundo o promotor, a ser um ponto de partida para o projecto.

Além das palestras de um dos responsáveis do NUART Festival e de Marcus Willcocks, envolvido em design contra o crime no Reino Unido, o programa da conferência deve incluir contacto com "grupos informais" que desenvolvem "actividades espontâneas".

Este evento também quer "inovar no discurso", ao envolver ciências que têm analisado a criatividade nas ruas, para lá da sociologia e antropologia. Os conhecimentos da semiótica, design, análise de comportamento e engenharias também vão ter voz, segundo a organização.

A designação da conferência foi propositadamente alargada para criatividade, porque arte urbana tem sido reduzida a pinturas de murais de grande escala, segundo Pedro Neves, que assumiu que de "uma subcultura já se passou para uma cultura de massas", na qual se "perde espontaneidade e geram-se dependências".

"Quem colheu os frutos não foi quem se arriscou fisicamente a trepar vedações", argumentou o organizador, garantindo que "isso não tira o mérito" a muitos artistas que exploraram, por exemplo, a estética do grafiti nas suas obras.


"Esta conferência tem uma dimensão mais vasta, porque é necessária essa 'bolha', mas a grande mais-valia do fenómeno são gestos irreflectidos no quotidiano", explicou o organizador, lembrando as "linhas do desejo", ou seja, os carreiros feitos em locais que à partida não eram transitáveis.
Para Pedro Neves, a criatividade urbana tem força "nas pessoas que a fazem e na potencialidade de qualquer pessoa o fazer".

Em tempos, Pedro Neves respondia pelo nome de Uber quando queria apenas "fazer banda desenhada em grande escala", mas a ilegalidade de pintar paredes ou comboios possibilitou-lhe não só fazer 'bonecos', como uma noite na prisão em Espanha.

Enquanto artista de rua, não encaixava no perfil habitual de apreciador da música/cultura 'hip hop'. "Eu ouvia jazz", disse à agência Lusa Pedro Neves, que depois da licenciatura "procurou o que ainda não existia", um elo entre a prática e a academia.

Somou um mestrado em participação no espaço público, em Roma, e uma segunda licenciatura e mobilizou uma conferência em 2008 que questionava o futuro das paredes no Bairro Alto (Lisboa) e lançou as bases para a Galeria de Arte Urbana.

Pedro Neves envolveu-se na Associação Portuguesa de Arte Urbana e no projecto Crono, que incluiu a intervenção dos artistas Gémeos na Fontes Pereira de Melo, pelo que uma nova intervenção em empenas de edifícios "já não era algo novo" em Lisboa.

Por isso, está a concretizar um projecto antigo, mas inédito na capital portuguesa, uma reflexão internacional sobre criatividade urbana, como resumiu o organizador, que acrescentou que a conferência quer "fazer ligações entre a cúpula e o terreno".

* Quem não cuida da arte não cuida da vida


.
.


DIA MUNDIAL


 DA CRIANÇA


DONAS DO MUNDO 
‘Umas Lições de Amor’































.
.


ESTA SEMANA NO

"EXPRESSO"

Seguro convoca eleições primárias 

António José Seguro quer convocar eleições primárias para o PS eleger o candidato a primeiro-ministro. "Quero deixar bem claro que não me demito", disse.

O secretário-geral do PS anunciou hoje que não se demite do cargo, mas defendeu a realização de primárias abertas a simpatizantes para escolher o candidato socialista a primeiro-ministro.
António José Seguro assumiu esta posição na parte final da sua intervenção perante a Comissão Nacional do PS, num discurso em que deixou fortes críticas à corrente que contesta a sua liderança.   

O líder socialista disse que marcará ainda esta semana uma reunião da Comissão Política do seu partido para dar início a um processo de revisão dos estatutos no sentido de permitir que a escolha do candidato socialista a primeiro-ministro se faça através de eleições primárias, tal como aconteceu recentemente em França. 
As eleições primárias, frisou António José Seguro, citado por fonte oficial da direção do PS, serão abertas a simpatizantes, além dos militantes do partido. 
Esta ideia de defender eleições primárias para a escolha do candidato do PS a primeiro-ministro foi primeiro proposta por Francisco Assis, em 2011, tendo sido retomada em 2013 por um grupo liderado pelo ex-secretário de Estado João Tiago Silveira.   
Nessas duas vezes, a maioria dos socialistas rejeitou esse modelo inspirado no modelo político norte-americano. 
António José Seguro referiu ainda que, em breve, vão realizar-se eleições nas federações, que constituem a cúpula política distrital no sistema de organização dos socialistas. 
Na sua intervenção, perante a Comissão Nacional do PS, António José Seguro, citado por fonte oficial socialista, criticou a corrente ligada ao presidente da Câmara de Lisboa, António Costa, que lhe está a disputar a liderança, alegando que "abre um grave precedente" no partido.   
António José Seguro considerou que, ao longo dos seus quase três anos de liderança, houve sempre internamente "um movimento oculto e invisível".
"A partir de agora, acabou a hipocrisia. Quero deixar bem claro que não me demito", frisou o secretário-geral do PS, citado pela mesma fonte deste partido.

* DE PERNAS PARA O AR

1- António José Seguro ganhou através de eleições internas a tarefa de colar os cacos em que José Socrates deixou o partido, reduzir o sentimento generalizado de corrupção e má fé que os portugueses  votavam ao PS.
2- Provou que trabalhou ao ganhar dois actos eleitorais, Autárquicas e Europeias.
3- António Costa, cobardemente, nem sequer tentou liderar o partido após a derrocada justa do seu amigalhaço Socrates. Pairou, qual abutre,  para ver como a situação política se desenrolava e bicou após 2ª vitória eleitoral de Seguro, muito cómodo.
4- Sabe-se lá porquê António Costa anda ao colo da comunicação social e dos mais "doutos" "comentaristas" nacionais.
5- Passos Coelho e Paulo Portas perderam para António José Seguro dois actos eleitorais, Autárquicas e Europeias, coincidência!

Pede-se a cabeça de António José Seguro enquanto de Coelho e Portas nem uma orelha se reclama, Bildeberg a funcionar, está visto!



.
.

 PRECONCEITO

video

FIGURANTES USADOS PELA CALSBERG


.
.


ESTE MÊS NA
"EXAME INFORMÁTICA"

Findster:
a tecnologia portuguesa que
 localiza crianças e cães 
.

Investigadores da Universidade de Aveiro criaram uma solução de localização que dispensa mensalidades e redes de telemóveis. Findster originou uma campanha de crowdfunding na plataforma Indiegogo.

  .

 Findster não exige pagamento de mensalidades para receber dados de localização de uma criança ou mesmo de um cão. A solução que acaba de ser anunciada por investigadores da Universidade de Aveiro é constituída por três módulos que se conectam através de uma rede sem fios que garante o envio de alertas para uma app de telemóvel (mas sem usar as denominadas redes GSM), caso a criança ou o animal tenha saído de um perímetro virtual predefinido.

.

Segundo um comunicado dos mentores do projeto, a solução pressupõe o uso de um módulo que deverá ser usado pela criança ou pelo animal de estimação; um módulo usado pelo adulto, que deve permitir comunicações bidirecionais e de longas distâncias, que permitam alcançar o módulo usado pela criança ou animal de estimação; e ainda uma estação-base que alarga a cobertura do sistema.

Além da localização, o sistema pode ser usado para indicar desvios de rotas estabelecidas previamente ou mesmo quedas.

Os dados podem ser conferidos pelos legítimo proprietário da conta a partir de uma plataforma alojada na Internet.

Os mentores do projeto preveem entregar em abril de 2015 os primeiros módulos Findster que forem encomendados através da plataforma de crowdfunding Indfiegogo.

* Excelente tecnologia fruto da inteligência lusitana

.

.


DIA MUNDIAL


 DA CRIANÇA


ATITUDES INCRÍVEIS
‘Armas Domésticas’

AMIANTO

 O amianto mata, existem inúmeros edifícios públicos e privados que incluem na sua construção materias com amianto, um perigo mortal, as autoridades portuguesas assobiampara o lado.



SÍNDROME ALCOÓLICO FETAL
 



Bebês que nascem com SAF  podem  ter alterações na face, no sistema nervoso (responsável por redução intelectual), e mal formações no coração e em outros órgãos, além de  peso  abaixo  do normal, problemas motores,  de aprendizagem, de memória, de fala, de audição, de atenção e para a resolução de problemas.

NÃO HÁ FUMADORES PASSIVOS


O uso do cigarro junto das crianças perturba o crescimento, mata-as devarinho, às vezes não tão devagar como se pensa.


NA ESTRADA




Os exemplos das imagens são de arrepiar, as estatísticas dizem que ainda há pais piores

NA GUERRA



Há dezenas de milhares de crianças usadas na guerra, África, Médio Oriente, Ásia e América Latina são exemplos deploráveis.

EM CASA





Em casa facilita-se e provavelmente morre-se



.