quarta-feira, 21 de maio de 2014

UMA GRAÇA PARA O FIM DO DIA

.
.
 .



  O QUE NÓS 

LHE PROPOMOS!



Ferramenta online diz-lhe qual 
o partido que melhor o representa



O EUvox é um teste online concebido por académicos, entre politólogos e outros cientistas sociais, de toda a Europa e mede a proximidade entre os valores dos eleitores e as propostas apresentadas pelos partidos.
.
 NR: 
1- Já efectuámos este teste e obtivemos resultados curiosos, sem qualquer tipo de dúvida  no que refere ao partido em que iremos votar, mas nas relações de proximidade ou distância dos restantes. GOSTÁMOS!

2 - Ontem, terça, editámos este teste exactamente à mesma hora, por sentirmos que é uma proposta interessante iremos inseri-lo até sexta-feira, último dia de campanha, tente fazê-lo, é um pedido.
.
 FONTE: Jornal "i"
.
.



À RASCA

















.
.

ENDIVIDAMENTO
E
SOBERANIA




CLIQUE EM "Programa OLHOS NOS OLHOS"


Se no dia indicado acima não teve oportunidade de ficar mais esclarecido sobre "ENDIVIDAMENTO E SOBERANIA", dispense-se tempo para se esclarecer agora, este programa é extenso mas terrívelmente claro e polémico.
Fique atento às declarações do Professor João Ferreira do Amaral


.
.

HOJE NO
"AÇORIANO ORIENTAL"

Quem estuda música tem melhor
. desempenho a matemática

Uma investigação da Universidade de Aveiro divulgada esta quarta-feira conclui que as crianças que estudam música apresentam melhores desempenhos a Matemática comparativamente às que não têm lições musicais.
 
Pioneiro em Portugal, o estudo realizado pelo Departamento de Educação da Universidade de Aveiro conclui ainda que quanto maior for o número de anos de aprendizagem musical melhor é o desempenho matemático, nomeadamente na área da Geometria.

A investigação, que envolveu a análise do percurso escolar do 7º ao 9º ano de escolaridade de 112 alunos (dos quais 62 estudam música) de norte a sul do país, sugere também que, entre os pequenos músicos, os alunos de teclado são aqueles que alcançam melhores notas a Matemática.

A investigação desenvolvida por Carlos dos Santos Luiz, no âmbito da tese de Doutoramento realizada no Departamento de Educação da UA, destaca o facto de a associação entre aprendizagem musical e performance matemática permanecer evidente, mesmo após a remoção das diferenças entre alunos ao nível da inteligência e do nível socioeconómico.

"Demonstra-se, assim, a aptidão preditiva das lições de música no desempenho matemático sem a interferência destas duas variáveis potenciadoras do desempenho académico", assinala.
Carlos dos Santos Luiz refere ainda que "é possível prever o desempenho matemático a partir do raciocínio espacial, raciocínio este especialmente desenvolvido pelos estudantes de música", e acrescenta que "as capacidades espaciais melhoradas têm um contributo importante no desempenho da matemática, assim como em áreas da ciência, tecnologia e engenharia".

Sabendo que a leitura de música e a aprendizagem de um instrumento envolvem e propiciam o desenvolvimento de capacidades espaciais, o investigador analisou também a associação entre o tipo de instrumento musical, o raciocínio espacial e o desempenho a matemática.

"Observei que os alunos de instrumentos de teclado apresentam tanto um desempenho matemático quanto um raciocínio espacial superiores aos alunos de outros instrumentos musicais", revela o investigador que leciona há 20 anos na Escola Superior de Educação de Coimbra.

A explicação é que, se a prática instrumental requer a integração de vários sistemas sensoriais, tais como o auditivo, o visual e o motor, "no caso dos instrumentos de teclado, a disposição espacial do próprio teclado permite a representação visual das relações intervalares entre as alturas de som que, por sua vez, têm correspondência com a geometria da música escrita".

Sobre a influência que a aprendizagem de música tem no cérebro, Carlos dos Santos Luiz diz que "no âmbito da neurociência da música, as tecnologias imagiológicas e eletrofisiológicas permitem verificar diferenças anatómicas e fisiológicas entre músicos e não músicos ao nível do encéfalo", sendo a aprendizagem musical precoce "o principal fator para a maioria das diferenças verificadas".

* A matemática é a música dos algarismos.


.
.


VERA WANG

SPRING/SUMMER
NEW YORK FASHION
2014





.
.

HOJE NO
"DIÁRIO ECONÓMICO"

PPE vai ganhar as eleições europeias 

O Partido Popular Europeu (PPE) vai ser o maior grupo político no futuro Parlamento Europeu, com mais 16 a 18 eurodeputados que os Socialistas & Democratas (S&D), segundo as últimas projecções para as eleições europeias desta semana. 
.

O PPE deverá obter 28,9% dos votos, elegendo 217 eurodeputados, à frente do S&D, que terá 26,5% e 199 eurodeputados, segundo a projeção semanal Parlamento Europeu (PE) e TNS Opinion divulgada hoje.

No mesmo sentido aponta a projeção semanal PollWatch, divulgada na terça-feira, que atribui 217 lugares (28,9%) ao PPE e 201 (26,8%) ao S&D.

Neste segundo estudo, realizado semanalmente desde Janeiro pela organização independente VoteWatch e a consultora Burson-Marsteller, os socialistas apresentam esta semana a votação mais baixa de 2014.

Mas, notam os autores das projeções, há uma probabilidade de cerca de 15% de o grupo dos socialistas ser maior no futuro PE que o dos populares, dada a margem de erro deste tipo de estudos, baseados na análise de sondagens nacionais e europeias.

O terceiro grupo político no futuro PE deverá ser o dos liberais do ALDE, com o estudo PE-TNS a atribuir-lhe 61 eurodeputados e 8,12% dos votos e a PollWatch 59 assentos e 7,9%.

A ordem de grandeza das restantes famílias políticas difere nos dois estudos. No primeiro, a quarta maior força vão ser os Verdes, com 50 assentos (6,66%), seguidos da Esquerda Unitária (GUE-NGL) com 46 (6,1%), dos Conservadores e Reformistas Europeus (ECR) com 42 (5,6%) e dos eurocéticos da Europa da Liberdade e da Democracia (ELD) com 33 (4,4%).

Na projeção PollWatch, a quarta maior força será a Esquerda Unitária, com 53 assentos (7,1%), seguida dos Verdes, com 44 (5,9%), dos conservadores com 42 (5,6%) e dos eurocéticos com 40 (5,3%).

Estas previsões não refletem contudo a previsível reconfiguração de alguns grupos políticos. Analistas apontam por exemplo que os conservadores deverão integrar novos membros, como a Alternativa para a Alemanha (AfD) e a Nova Aliança Flamenga (N-VA) belga, que sai dos Verdes por divergências políticas.

Por outro lado, preveem-se saídas do grupo dos Não Inscritos em virtude da provável criação de um grupo de extrema-direita - como a Frente Nacional (FN) da francesa Marine Le Pen -- e a entrada de novos partidos -- como o Movimento 5 Estrelas do italiano Beppe Grillo.

Quanto à corrida à presidência da Comissão Europeia, as previsões sugerem, segundo os analistas, que o luxemburguês Jean-Claude Juncker seja chamado a formar uma coligação. Mas, como uma coligação centro-direita (PPE/ALDE/ECR) parece agora impossível, dada a descida de liberais e conservadores, e o mesmo ocorre em relação à esquerda (S&D/ALDE/GUE-NGL/Verdes), os analistas da PollWatch preveem uma grande coligação entre populares e socialistas e, eventualmente, liberais.

Relativamente a Portugal, a PollWatch mantém as previsões anteriores, com a eleição de 10 eurodeputados (38,9%) pelo PS (membro do S&D), oito (31,1%) pela coligação PSD/CDS-PP (membro do PPE), dois (9,1%) pela CDU e um (6,5%) pelo BE (ambos membros da Esquerda Unitária).

As eleições europeias realizam-se entre 22 e 25 de Maio nos 28
Estados membros da União Europeia para escolher os 751 deputados que constituirão o PE na próxima legislatura.

* A ser verdade é uma péssima notícia.


.
.


 1-O LADO NEGRO


DA LUZ




UMA EXCELENTE PRODUÇÃO DO CANAL "ODISSEIA"
.
.

HOJE NO
"CORREIO DA MANHÃ"

iCloud pirateado pela primeira vez 

Dados de telemóveis roubados podem agora ser vistos facilmente pelos ladrões. 

Uma dupla de piratas informáticos holandesa pirateou o serviço de segurança para bloquear os iPhones em caso de roubo, através do sistema de armazenamento iCloud. 


Este serviço permite ao proprietário bloquear o iPhone roubado à distância ou localizar o telemóvel, se o GPS estiver ligado. Com a segurança desativada, os telemóveis roubados já não têm os seus dados protegidos, que podem ser vistos por qualquer pessoa. 

Para além disso, os ‘ladrões’ podem limpar os iPhones sem dificuldade e vendê-los de novo. 

Os ‘hackers’ disseram à imprensa nacional que não o fizeram por dinheiro mas para mostrar a vulnerabilidade da Apple, acrescentando que avisaram a marca sobre este problema em março. 

* iPhona-se.


.

ANTÓNIO LOBO ANTUNES

.






Todos nós temos na vida
 uma ilusão mais querida 

Levaram-na ao cabeleireiro porque vinham os filhos jantar, puseram-lhe um anel no dedo, um broche no peito. Quando morrer vende-se esta casa e a casa da praia, a família acaba 

Ontem, já à mesa, perguntei à minha mãe como me chamava e, na cara dela, uma espécie de sorriso vazio, perplexo
- Como te chamas?
em busca do meu nome, que se vai diluíndo, a pouco e pouco, em si. Repetiu
- Como te chamas?
do seu deserto interior onde apenas, numa vaga escuridão, silhuetas imprecisas, distantes, que não reconhece
- Como te chamas?
suspensa num silêncio oco. Pergunto
- Como se chama o meu pai?
os seus dedos encontram os meus no braço da cadeira
- O teu pai?
Levaram-na ao cabeleireiro porque vinham os filhos jantar, puseram-lhe um anel no dedo, um broche no peito. Quando morrer vende-se esta casa e a casa da praia, a família acaba. O meu pai e o meu irmão Pedro morreram, cada vez me sinto mais entre destroços. Dentro em pouco estaremos distantes uns dos outros, na mesma cidade e distantes. Um telefonema de vez em quanto, raros encontros, esta sombra, que foi a nossa mãe, deixará de unir-nos. De súbito pronuncia o meu nome baixinho
- António
e afasta-se de novo, marchando no seu deserto, indiferente. O
- António
dela não tem o menino que fui dentro, o eco de um eco apenas, um ventinho sem significado remexendo poeiras, os dedos roçando nos meus, pequeninos, suaves. Porque é que deixou que isto acontecesse, mãe, como se ela tivesse culpa de se ir afastando de si mesma, da gente.
- Chamo-me António e o meu pai João
e o que parece um esboço de sorriso num esboço de cara. Recordo o meu pai morto na clínica, o seu perfil indiferente. Recordo o Pedro a acender um charuto. Recordo a minha mãe a cantar

Todos nós temos na vida
Uma ilusão mais querida
Uma ilusão de amor

e não sei se me comovo. Parece-me que mais surpresa do que emoção. Era afinada, ela, gostava de a ouvir. Dava-nos injeções quando estávamos doentes, punha-nos supositórios. O suplício
- Chega-te aqui à luz
de me cortar as unhas
- Não te mexas
e o meu pânico de ficar sem dedos, a tesoura, apesar de diminuta, atroz. Medo do escuro, gritar
- Mãe
e ela, invisível, longíssimo
- Que maricas.
Lembro-me de lhe afirmar, criança
- Sou escritor, sabia?
e a minha mãe um riso divertido, ela que ria pouco, a fitar-me de cima para baixo, onde eu existia
- Já a formiga tem catarro
e, passado um bocadinho
- Escritor, imagine-se.
O meu pai, à mesa
- Com que então escritor?
A cheirar a tabaco de cachimbo e a brilhantina. Não quero perder isto, não quero perder tudo isto.

Todos nós temos na vida
Uma ilusão mais querida
Uma ilusão de amor

e, em lugar da ilusão de amor, silhuetas imprecisas, distantes. Esta não é a minha mãe, estes não são os meus irmãos, este não sou eu. E a casa, meu Deus, tão velha agora: esta não é a minha casa, é o sítio onde a minha mãe tropeça, com uma senhora a tomar conta dela e a dar-nos notícias
- Um bocadinho confusa, coitada
e não é que esteja confusa, minha senhora, eu é que não entendo. Já não existe a capoeira, já não existe o limoeiro, o quarto onde dormi tantos anos com o João, o Nuno, de babete, abraçado a um Pluto de borracha. O meu pai no escritório, ao microscópio. Cigarros às escondidas. Uma cobra no jardim. O vizinho polícia
- Tão bonitos, tão loiros
o louco sempre com gaiolas de passarinhos, a taberna na rua que conduzia ao cemitério e que se chamava Na Volta Cá Os Espero. Houve protestos e passou a chamar-se A Tradicional Da Volta, eternamente cheia de bêbedos aos gritos, aos abraços, a sentarem-se no chão.
- A maré está alta
resmungavam eles
- Hoje a maré está alta
E nós mudávamos de passeio, assustados. A mercearia do Careca. O senhor Jardim, distinto, na drogaria, tão simpático. A empregada que me roubou o fio de oiro com a medalhinha de Santo António que o meu avô me deu em Pádua. Ao protestar gritou-me
- Vá meta isso no cu da sua mãe
e eu fui. Mas o fio desapareceu para sempre, conforme o meu nome desapareceu para sempre da cabeça dela. Silhuetas imprecisas, distantes. Chamo-me António. Julgo que me chamo António, quieto no meu deserto, indiferente. Quando acabar esta crónica levanto-me e, como a minha mãe, principio a andar ao acaso, cantando para dentro

Todos nós temos na vida
Uma ilusão mais querida
Uma ilusão de amor

Enquanto um miúdo loiro me observa em silêncio, maravilhado.

IN "VISÃO"
16/05/14


.
.



187.UNIÃO


EUROPEIA

ABC DA EUROPA
LETRA "L"


O Negócios lançou em parceria com a Universidade Católica uma nova ferramenta para nos ajudar a percorrer os caminhos da União Europeia e a descodificar o seu jargão.
 
 O trabalho foi coordenado pelos professores Armando Rocha e Luís Barroso, e pela jornalista Eva Gaspar, tendo envolvido directamente alunos da Católica.

Reproduzimos com o devido respeito

Laeken (Declaração de —) -
A Declaração de Laeken sobre o futuro da União Europeia, adotada pelo Conselho Europeu em 2001, defende uma União mais democrática, transparente e eficaz, num contexto de preparação para um alargamento a novos Estados-Membros. A declaração faz um levantamento das questões com as quais a União se via confrontada, nomeadamente definição das competências da União, reforma das instituições e simplificação dos instrumentos comunitários, e a elaboração de uma Constituição da União.
.
Língua(s) oficial(ais) -
Fruto da sua diversidade cultural, a União Europeia possui 24 línguas oficiais, entre as quais consta o português. Os cidadãos europeus têm direito de acesso aos documentos da União Europeia numa das suas línguas oficiais, bem como o direito de se dirigir por escrito às instituições europeias e de receber uma resposta nessa língua.
.
Lisboa (Tratado de —) -
Assinado em Lisboa a 13 de dezembro de 2007, entrou em vigor a 1 de dezembro de 2009. Modificou os Tratados da União, extinguindo a Comunidade Europeia (que foi sucedida pela União Europeia). Entre outros, os seus objetivos foram reformar as instituições europeias, reforçar a legitimidade democrática da União, e clarificar a repartição de competências entre os Estados-Membros e a União Europeia.
.
Livre circulação de capitais -
É a última das liberdades a ser completada. Desta liberdade decorrem, entre outros, a faculdade de os cidadãos colocarem dinheiro noutro Estado-Membro, inclusive através de investimentos imobiliários, operações sobre ações no mercado, operações em contas correntes e depósitos, empréstimos, créditos, doações ou heranças.
.
Livre circulação de mercadorias -
Foi a primeira das liberdades a ser completada. Desta liberdade decorre, grosso modo, a proibição de fixação de direitos aduaneiros no comércio entre Estados-Membros, a proibição de fixação de restrições quantitativas ou de medidas com efeito equivalente, a proibição de qualquer discriminação em razão do local de origem do produto e a remoção dos obstáculos ao comércio entre Estados-Membros.
.
Livre circulação de trabalhadores -
Faculdade de que gozam os cidadãos europeus e que lhes permite deslocarem-se a outro Estado-Membro para procurarem ou responderem a uma oferta de trabalho, ou para aí exercerem uma atividade económica dependente e assalariada, em igualdade de circunstâncias com os cidadãos nacionais desse Estado.
.
Livre prestação de serviços -
Faculdade de que gozam os cidadãos europeus e que lhes permite, grosso modo, deslocarem-se episodicamente a outro Estado-Membro para aí prestarem ou beneficiarem de uma atividade económica independente, regressando ao seu Estado de origem após a prestação do serviço.



.
.
HOJE NO
"O PRIMEIRO DE JANEIRO"

Tendo em conta o poder de compra das famílias 
Portugal é um dos países com
 eletricidade e gás mais caros da UE 

Portugal é um dos países com eletricidade e gás mais caros da União Europeia (UE), tendo em conta o poder de compra das famílias, e um dos Estados-membros que registou maiores aumentos de preços entre 2012 e 2013. 

De acordo com um boletim do Eurostat, o gabinete oficial de estatísticas comunitário, o preço da eletricidade doméstica na União Europeia aumentou 2,8% em média entre o segundo semestre de 2012 e o mesmo período de 2013 e o preço do gás aumentou em média 1% no mesmo período. 


Em termos de paridades de poder de compra, meio de referência que elimina as diferenças de preços entre países, os preços da eletricidade doméstica foram mais baixos na Finlândia (12,8 por 100 kWh), no Luxemburgo (13,7), na Letónia (14) e em França (14,1). Portugal (26,2) foi um dos países que registou os preços mais elevados, apenas ultrapassado por Chipre (28,2) e a Alemanha (28,1), tal como no preço do gás, em que verificou um aumento de 9% entre os segundos semestres de 2012 e 2013, ficando atrás da Roménia (10%). 

 As maiores descidas no preço do gás tiveram lugar na Hungria (15%), na Grécia (13%), na Polónia (10%) e na Bélgica, República Checa, Letónia e Eslovénia (9%). Em euros, Portugal fica em quarto lugar entre os países com preços mais altos na energia (9,3 euros por 100 kWh), atrás da Suécia (12,2 euros), Dinamarca (11,1 euros) e Itália (9,5 euros), acima do preço médio na União Europeia (7,1 euros). 

Portugal é ainda o segundo país que mais paga pelo gás doméstico tendo em conta o poder de compra das famílias (11,5 por 100 kWh), imediatamente atrás da Bulgária (11,6) Em 2013, os países com preços mais baixos no gás doméstico foram o Luxemburgo (4,7), a Letónia (5,2), o Reino Unido (5,7), a Bélgica (6) e a Roménia (6,2). 

Em termos absolutos, entre o segundo semestre de 2012 e o mesmo período de 2013, os maiores aumentos do preço da eletricidade doméstica registaram-se na Estónia (22%), na Grécia (20%), na Roménia (17%), em França e na Lituânia (10% em cada). Já as maiores quedas de preços foram observadas em Chipre (15%), na Hungria (4%), em Espanha (9%) e na Bulgária (8%).

* E o governo rejubila com a esplendorosa penúria dos portugueses, tranformada eufemisticamente em recuperação económica



.
.


20.O MELHOR
 DA ARTE
O QUARTO DE
VINCENT


VAN GOGH



Cada episódio é dedicado a um grande trabalho de arte da coleção dos museus do Louvre, Antiquities Museum of Saint Germain, Orsay, Rodin e Guimet. A série mostra obras como a Monalisa e os tesouros do budismo. Um trabalho único sobre história da arte.


.
.

HOJE NO
"DIÁRIO DE NOTÍCIAS"

Le Pen diz que o "sr. Ébola" 
pode resolver a imigração

O dirigente histórico da Frente Nacional (FN), extrema-direita francesa, candidato às eleições europeias, chocou os franceses ontem ao afirmar que o vírus do Ébola poderá resolver o problema da "explosão demográfica", e por conseguinte a imigração. 
 .
Na noite de terça-feira, em Marselha, o presidente honorário do FN referiu-se à "explosão demográfica" no mundo e a questão das migrações: "O senhor Ébola pode resolver isso em três meses".

De imediato o Governo reagiu, através do porta-voz Stéphane Le Foll, que condenou as palavras "inadmissíveis" de Le Pen, sublinhando que elas demonstram como a Frente Nacional - à frente nas sondagens em França para as eleições europeias do próximo domingo - "não mudou".

Ontem, Jean-Marie Le Pen, que fará 86 anos em junho, tentou pôr água na fervura declarando que não pretendia "aumentar a polémica em redor desse assunto".

O Ébola, acrescentou, é uma "doença terrível". "Não desejo de forma alguma a sua propagação".
"Em certos países com grande crescimento demográfico, como a Nigéria, infelizmente não há com que alimentar [a população]", afirmou. "A frase [do Ébola] não tem qualquer significado especial, é apenas uma observação. Mas deu um alarido na Internet. Há algumas pessoas mal intencionadas que se esforçam por diabolizar a FN", acrescentou.

Jean-Marie le Pen foi substituído pela sua filha Marine na liderança do partido em 2010.

* Le Pen é um filho de puta.


.
.

 Adriana Calcanhotto


Mentiras



.
.
HOJE NO
"RECORD"

Marco Silva: 
«Querer ser campeão no Sporting
 é algo natural» 
TÉCNICO EX-ESTORIL ASSINOU POR QUATRO TEMPORADAS PELOS LEÕES

20.07 - Terminou  a conferência de imprensa do novo técnico. Chega o momento da foto com Bruno de Carvalho e Augusto Inácio. De referir que há pouco, o presidente leonino deu o cartão de sócio ao treinador leonino.
O SUCESSOR

20.05 - "Quando assume esta decisão, o Sporting acaba por comprar uma ideia. Percebeu a nossa ideia de jogo ao longo do campeonato. Mas também tem a ver com a ideia do clube... Sinceramente, parece-me um casamento perfeito nesse sentido, já que a nossa filosofia de jogo encaixa na do Sporting. Gostamos de uma equipa que saiba dominar, comandar em posse, à procura do golo, mas também equilibrada. Equipa ambiciosa, que em todos os jogos vai querer ganhar e não podemos fugir disso de maneira alguma", frisa Marco Silva.

20.03 - Quanto a Bruno de Carvalho, aproveitou para explicar a razão pela qual decidiu avançar para um contrato de quatro temporadas: "O Sporting tem um projeto e um rumo definido. Algumas estão desatentas, algumas até dentro do clube. É um projeto de rigor, competência e ambição, de estabilidade, que é algo que desejamos sempre na estrutura. Definimos que o Marco se enquadrava no nosso perfil de líder do projeto. Ambição era conseguir estabilidade no projeto e dar-lhe quatro anos de contrato. Sobre cláusulas, percebo que tenham ficado espantados, por ter sido a primeira vez no Sporting, mas posso garantir que a vontade de cumprir contrato é mútua. Sabemos que vamos ter sucesso..."

20.02 - "A ambição aqui só pode ser vencer, vencer, vencer...", frisa o ex-Estoril.

20.01 - Marco Silva aproveita agora para dar o exemplo do At. Madrid para dar força ao que foi feito e o quer fazer nos leões. Recorda que os colchoneros não tinham orçamento maior do que o dos rivais, nem o do Sporting seria o segundo mais alto em Portugal.

Norton de Matos: 
«Marco Silva foi o melhor a treinar em Portugal nos últimos 2 anos»

19.58 - "Tenho o plantel em mente, assisti como é normal e exigido a todo o campeonato. Tenho conhecimento de quem observou por fora. Reconhecer que a época que se fez não foi por acaso. É um plantel de grande qualidade... Iremos preparar da melhor forma e a partir de amanhã trabalhar em conjunto", explicou.

19.57 - Relativamente aos reforços já apresentados, Marco Silva foi claro: "Num momento em que se muda de treinador, quando perde o treinador anterior, o clube não pode parar. Existe a estrutura para tal. Situação normal e a partir de amanhã estaremos a trabalhar em conjunto e sempre de acordo no que é melhor para o Sporting".

19.56 - "Se não estivesse preparado não estaria aqui. Há duas semanas tomei decisão de não renovar com o Estoril por querer assumir outro desafio, para poder evoluir. Nada melhor do que este projeto. Satisfeito e orgulhoso como disse há pouco", acrescentou.

- Os leões anunciaram já à CMVM o acordo com Marco Silva, com quem rubricaram um contrato entre 1 de junho de 2014 até 30 de junho de 2018.

19.54 - "Querer ser campeão no Sporting é algo natural. Pela grandeza, historial, cultura e pela responsabilidade que é representar este clube", disse Marco Silva.

19.52 - "Agradecer ao presidente, que depositou confiança em mim e no meu trabalho. Outro agradecimento ao Sporting, pela honra e orgulho que me dá estar neste grande clube", disse o novo técnico, admitindo depois que treinar os leões na Liga dos Campeões será um grande desafio.

19.50 - Marco Silva assinou com os leões por quatro temporadas, segundo anuncia Bruno de Carvalho. O presidente dos leões adianta que o ex-Estoril foi a primeira escolha.

- O Sporting apresentou esta tarde o novo treinador da equipa principal... Trata-se de Marco Silva, antigo técnico do Estoril, conforme Record avançou.

* Como sportinguistas só podemos desejar o maior sucesso!



.
.


 QUASE FOTOGRAFIA


.
.
HOJE NO
"JORNAL DE NOTÍCIAS"

Príncipe Carlos acusado 
de comparar Putin a Hitler

O príncipe Carlos terá comparado o presidente russo, Vladimir Putin, ao ex-ditador Nazi Adolf Hitler, durante uma conversa particular com uma voluntária de um museu no Canadá. 

O comentário do príncipe Carlos terá sido feito numa conversa particular durante um encontro com veteranos da Segunda Guerra Mundial, num museu em Halifax, no Canadá.

Marienne Ferguson, uma voluntária do museu, contou ao príncipe Carlos como a família, judia, fugiu para o Canadá, durante a Segunda Guerra Mundial, quando tinha 13 anos. "E agora Putin está a fazer a mesma coisa que Hitler", terá respondido o príncipe Carlos.

"Devo dizer que concordo e que muita gente subscreve este pensamento. Mas fiquei muito surpreendida com estas palavras, pois sei que não é suposto um elemento da família real inglesa fazer comentários do género", contou Marienne Ferguson.

"Mas ele foi tão sincero e honesto", observou Marienne Ferguson, em declarações ao tablóide britânico "Daily Mail", que noticiou o caso.

"Não fazemos comentários sobre conversas particulares", disse um representante da família real inglesa, em comunicado citado pelo jornal britânico "The Guardian".

O príncipe Carlos iniciou, segunda-feira, uma visita de quatro dias ao Canadá, durante a qual reconheceu o papel daquele país da América do Norte para a vitória das tropas aliadas na Segunda Guerra Mundial, derrotando a Alemanha Nazi.

* Temos muita honra em suscrever o comentário do Príncipe Carlos.

.
.


 À BEIRA-MAR














.
.
HOJE NO
"JORNAL DE NEGÓCIOS"

Turistas ajudam Lourinhã 
a vender mais aguardente

A comercialização da aguardente da Lourinhã, que tem sobretudo como destino o mercado doméstico, aumentou 15% em 2013. A região vai criar até ao final do ano uma rota de enoturismo para reforçar a notoriedade do produto.
 .
Em 2013 venderam-se 7.250 garrafas de aguardente da Lourinhã – mais 15% do que em 2012 –, sendo que cada garrafa custa, em média, cerca de 30 euros. Vasco d’Avillez, presidente da Comissão Vitivinícola da Região de Lisboa (CVR Lisboa), justificou ao Negócios este aumento com "o maior consumo nas refeições vendidas a turistas".

Para reforçar o crescimento, a Lourinhã vai apostar numa rota da aguardente de forma a aumentar a notoriedade deste produto. O presidente da CVR Lisboa disse que o processo levará tempo a concretizar, e que estará concluído "talvez no fim do ano".

A CVR Lisboa espera, com a nova rota, aumentar em 25% as vendas do produto a médio prazo. Vasco d’Avillez garantiu que colocar o concelho no mapa dos destinos enoturísticos "poderá em muito contribuir para acelerar este crescimento contínuo das vendas da aguardente da Lourinhã".

Com um peso das exportações nas vendas de apenas 5%, o líder desta região vitivinícola enfatizou que "a aguardente tem um mercado muito especial que é Portugal e os portugueses". E que apesar de gostar que isso acontecesse, ainda não existem estratégias para aumentar as vendas fora do país: "Eu não posso pegar em ninguém e pedir para ir à Suécia ou Angola".

São apenas duas – Quinta do Rol e Adega Cooperativa de Lourinhã – as empresas que certificam esta aguardente na Comissão Vitivinícola da Região de Lisboa, apesar de existirem outros produtores a engarrafar com as suas marcas, que chegam ao mercado sem o selo DOC (Denominação de Origem Controlada).

A Lourinhã é a única região em Portugal e a terceira em todo o mundo, juntamente com a Cognac e Armagnac, em França, demarcada exclusivamente para aguardente. Um produto que exige um elevado investimento, já que, em média, um produtor precisa de dez litros de vinho para obter um litro de aguardente.

* Este blogue nunca fez publicidade paga  a qualquer tipo de produto, mas não se encolhe quando tem de tecer opinião elogiosa seja sobre o que for. 
A aguardente da Lourinhã é de uma qualidade de topo, apesar de bebermos com parcimónia já "foram" algumas garrafas e um dos nossos pensionistas é dono duma que tem o seu nome impresso no rótulo. Referimo-nos às duas produtoras acreditadas.
Se gosta de bebidas destiladas não deixe de saborear a aguardente da Lourinhã!

.