domingo, 11 de maio de 2014

UMA GRAÇA PARA O FIM DE DIA

.




.
.

 O QUE NÓS


BRONZEAMOS!




PRAIAS COM





.
.


6-AVISOS


INTELIGENTES













 ESTE EQUIPAMENTO MEXE-SE
 QUANDO USADO


.
.

 PATRONATO

















.
.


3-ENTRADITAS EM 

CARNE



















.
.


5-AVISOS


INTELIGENTES











 TENHA CUIDADO COM LINGUAGEM
.  IMPRÓPRIA NESTE TELEFONE


.
.


DESPERDÍCIO



DE ALIMENTOS





.
.


4-AVISOS


INTELIGENTES



ESTAMOS DESOLADOS QUE O NOSSO 
PRESIDENTE SEJA UM IDIOTA



.
.

5-A 2ª GUERRA 


MUNDIAL 

 

VISTA DO ESPAÇO




Nesta série cujos 6 episódios totalizam duas horas, veremos os principais momentos da Segunda Guerra Mundial como nunca antes. Usando tecnologia de satélite e animações computadorizadas, para que possamos ter um contexto global da guerra, teremos novas informações e explicações diferentes sobre como uma nação militarmente classificada como a 19ª, em 1939, pôde chegar, seis anos depois, a ser uma potência mundial com armas nucleares. Do alto, poderemos reinterpretar a 2ª Guerra Mundial, colocando em perspectiva os acontecimentos cruciais, de uma maneira muito mais completa.

 

 FONTE: MrDominiopublico001



.
.


3-AVISOS


INTELIGENTES



NÃO COMA O iPOD

.

JOSÉ MANUEL PUREZA

.



Os Filipes em Sintra

Imaginem que uma confederação internacional de sindicatos marcava para o dia das eleições europeias uma sessão em Lisboa sobre o repúdio da austeridade como caminho para a Europa. 

Ou que uma plataforma de organizações não governamentais convocava para essa tarde, no Porto, uma sessão de solidariedade com as vítimas da catástrofe humanitária na Grécia. Ou ainda que um conjunto de artistas organizava nesse domingo um concerto de apoio à luta dos precários por um emprego com direitos e contra o abuso dos recibos verdes.

Assim fosse e era ver os líderes, sublíderes, aspirantes a líderes e jotinhas em bicos de pés, todos em uníssono a bradar pelo cumprimento da lei eleitoral, exigindo a proibição liminar de todos os atos públicos que interferissem direta ou indiretamente na liberdade de escolha dos eleitores. Ora sucede que se aqueles três cenários são óbvia fantasia, é a mais pura das verdades que o Banco Central Europeu, o Fundo Monetário Internacional e a Comissão Europeia entenderam organizar em Sintra, no dia das eleições, uma jornada de propaganda da receita de austeridade. O displicente "que se lixem as eleições" de Passos Coelho virou escárnio da democracia às mãos da troika. Para eles, que se lixem as eleições, que se lixe a lei, que se lixe a democracia, que se lixe o Estado português. Manda quem paga e quem paga manda que se faça um te deum de louvor à austeridade no dia em que ela está em juízo pelo povo.

A troika já tinha amarrado os partidos do seu arco à jura de terem um mesmo programa de governo e a envolverem-no numa camuflagem de discordância mínima. Depois, já os tinha vinculado por décadas ao cumprimento de uma legalidade superior - a do Tratado Orçamental. Verdadeiramente, a troika já tinha transformado o seu arco partidário numa coligação de facto. Não precisava, por isso, de aborrecer os seus líderes máximos com uma vinda à periferia para dar gás ao cânone da austeridade. Ter marcado viagem e alojamento a Draghi, a Lagarde e a Barroso para o dia em que o País, pelo voto, vai ter a oportunidade de avaliar pela primeira vez o verdadeiro programa de governo da grande convergência que é o arco do Tratado Orçamental já não pertence ao domínio da tática política de momento. Não, é outra coisa. É uma estratégia de humilhação do dominado pelo dominador. A mensagem da jornada de Sintra para o povo português é clara: "Pensas que escolhes?

Pois desengana-te. Não há cá escolhas nem fantasias democráticas. Tu és devedor e devedor hás de permanecer. E, por isso, essa coisa da democracia não se te aplica. Porque a tua única escolha é entre austeridade de manhã e à tarde ou austeridade de tarde e de manhã. Habitua-te."

O 1640 de que fala vibrantemente Paulo Portas é isto: os Filipes vêm a Sintra festejar a ocupação libertadora de Portugal. O grande alívio nacional com a saída da troika é a substituição dos mangas de alpaca que vêm de Bruxelas, Frankfurt e Nova Iorque para conferir as folhas de excel no Terreiro do Paço pelos barões que realmente decidem o nosso destino. 

Passos Coelho e Paulo Portas estremecem de emoção com o "fim do protetorado". Pois bem, Portugal é hoje um território não autónomo sob mandato da troika. 

O que ela nos vem dizer, em Sintra, no domingo em que votamos, são duas coisas muito importantes: a primeira é que milhões dos nossos votos não valem nada, o que vale é a carta de intenções que o Governo enviou ao FMI para poder anunciar uma saída limpa; a segunda é que o que está errado na expressão "saída limpa" não é o adjetivo "limpa", é o substantivo "saída".

IN "DIÁRIO DE NOTÍCIAS"
09/05/14


.
.


177.UNIÃO


EUROPEIA

ABC DA EUROPA
LETRA "A"

O Negócios lançou em parceria com a Universidade Católica uma nova ferramenta para nos ajudar a percorrer os caminhos da União Europeia e a descodificar o seu jargão.
 .
O trabalho foi coordenado pelos professores Armando Rocha e Luís Barroso, e pela jornalista Eva Gaspar, tendo envolvido directamente alunos da Católica.

Reproduzimos com o devido respeito

.


Ação por incumprimento -
Meio de reação contra o incumprimento, por parte dos Estados-Membros, de obrigações decorrentes dos Tratados. A Comissão Europeia poderá iniciar este processo, começando por notificar o Estado do seu alegado incumprimento, pedindo-lhe uma justificação para o facto. Caso o Estado não altere o seu comportamento após um prazo específico, a Comissão Europeia pode apresentar o litígio ao Tribunal de Justiça. Também os Estados-Membros podem iniciar este processo contra outros Estados-Membros.


Acesso a documentos -
Previsto nos Tratados (artigo 15.º) e na Carta dos Direitos Fundamentais  (artigo 42.º), visa garantir a transparência no funcionamento da União Europeia, permitindo que qualquer indivíduo (cidadão ou residente) possa consultar documentos das instituições, órgãos e organismos da União. Parte destes documentos podem ser consultados imediatamente em formato electrónico; outros podem ser consultados após pedido específico.

Acordos de associação -
Tratados internacionais celebrados entre a União Europeia e Estados terceiros ou organizações internacionais, que visam aprofundar a cooperação política e económica entre as partes. O seu conteúdo é bastante variável, podendo incluir acordos comerciais, a constituição de zonas de comércio livre, ou acordos de cooperação administrativa ou judicial. Em alguns casos, são a base para uma futura adesão do Estado à União Europeia. Um caso discutido recentemente foi o do acordo de associação com a Ucrânia.

Acquis communautaire -
Conjunto evolutivo de normas de direito da União Europeia que são obrigatórias para todos os Estados-Membros, incluindo para aqueles que adiram à União numa data posterior à da norma. Incorpora, entre outros, os Tratados, os princípios gerais, os regulamentos, as diretivas, os acordos internacionais ou a jurisprudência do Tribunal de Justiça

Alargamento -
Processo de expansão geográfica da União Europeia através da adesão de novos Estados-Membros. Para que um novo Estado possa aderir à União Europeia, terá de cumprir as condições estabelecidas no artigo 49.º do Tratado da União Europeia (desde logo, ser um Estado europeu), bem como os critérios definidos no Conselho Europeu de Copenhaga de 1993. Até à data presente, houve sete vagas de expansão, que alargaram a UE de seis para 28 países.

Alto Representante da União para os Negócios Estrangeiros e a Política de Segurança -
Figura introduzida pelo Tratado de Lisboa, é nomeado pelo Conselho Europeu e acumula o cargo com o de Vice-Presidente da Comissão Europeia. Contribui para a definição da Política Externa e de Segurança Comum, que também executa, e representa internacionalmente a União Europeia neste domínio.

Ambiente (Proteção do —) -
Política desenvolvida com o objetivo de proteger os recursos ambientais que ultrapassam a fronteira dos Estados-Membros, garantir a saúde e bem-estar dos seus cidadãos e assegurar o desenvolvimento sustentável da economia europeia. Entre outras medidas, foi neste quadro que foi criada a rede Natura 2000 (com o objetivo de criar uma rede de áreas ecológicas protegidas em todos os Estados-Membros), o rótulo ecológico europeu ou o programa das “capitais verdes da Europa”

Amesterdão (Tratado de —) -
Tratado internacional assinado a 2 de outubro de 1997 e que entrou em vigor a 1 de maio de 1999. Procedeu à alteração dos Tratados da União Europeia, da Euratom, da CECA e da Comunidade Europeia. Reforçou o fundamento democrático da União e a proteção dos direitos fundamentais, aprofundou a livre circulação de pessoas e a cidadania europeia, incorporou o acervo de Schengen e instituiu mecanismos de integração diferenciada.


Ato Único Europeu -
Tratado internacional assinado a 17 de fevereiro de 1986 e que entrou em vigor em 1 de julho de 1987. Foi a primeira revisão formal dos Tratados das Comunidades Europeias, definindo a orientação que seria seguida daí por diante: reforço das políticas e competências das Comunidades (hoje União); e reforço do papel do Parlamento Europeu, em detrimento do papel do Conselho.

.
.


2-AVISOS


INTELIGENTES



NÃO INSIRA NO PÉNIS



.
.
PUPPET ON A STRING



.
.


QUÍMICA NA

AGRICULTURA


1- O SOLO, ORIGEM E
AMEAÇA PARA A VIDA





..
.


1-AVISOS


INTELIGENTES
















 NÃO PONHA NINGUÉM NESTA MÁQUINA DE LAVAR


.
.


Amália Rodrigues e Carlos Cano


María la Portuguesa




.
.

ESTA SEMANA NA
"SEMANA INFORMÁTICA"

Terapia da fala com novo auxiliar

A primeira app em português para terapia da fala já está disponível no iTunes

A articula é a primeira app em português para suporte ao treino da articulação das palavras e dos sons da Língua Portuguesa, que pode ser utilizada por miúdos e graúdos.

Definida como uma «aplicação versátil e abrangente», a articula permite treinar a correcta produção de sons, podendo servir de suporte aos vários profissionais (educadores, professores e terapeutas) na sala de aula, para desenvolver áreas como a escrita e a leitura.

De acordo com Rita Loureiro, terapeuta da fala e mentora deste projecto, a aplicação vem suprimir um vazio existente no país. «Existem poucos materiais com validade técnica e teórica nas áreas da Terapia da Fala e Educação, em Português Europeu», afirma a responsável.

O modo de funcionamento da aplicação é bastante simples. O utilizador necessita de seleccionar o som (fonema) que pretende treinar. A articula disponibiliza para selecção os 19 fonemas consonânticos: /p/, /b/, /t/, /d/, /k/, /g/, /f/, /v/, /s/, /z/, /∫/(ch), /ʒ/( j), /l/, /ʎ/ (lh), /r/, /R/, /m/, /n/, /ɲ/(nh), sendo que posteriormente a aplicação apresenta um conjunto de imagens de palavras que correspondem à selecção, a partir de uma galeria de mais de 600 imagens.

O utilizador pode optar por treinar um ou mais sons ao mesmo tempo. Durante o treino, a aplicação permite gravar e reproduzir cada palavra, disponibilizando ao utilizador o feedback da sua produção. Cada utilizador pode criar o seu próprio perfil e aceder aos resultados em todas as utilizações, que são apresentados em formato gráfico, permitindo monitorizar os progressos realizados ao longo do treino.

O projecto foi conduzido por uma terapeuta da fala e por um engenheiro informático que respondem pela dwitmee. 
A articula encontra-se disponível na App Store iTunes, para dispositivos iPad, em duas versões, uma grátis para que os utilizadores a possam testar sem qualquer compromisso e outra paga. A versão grátis vem com um fonema incluído e com todas as funcionalidades. Já a versão completa possui todos os fonemas. O preço da versão paga é de 14,99 euros e está disponível em https://itunes.apple.com/pt/app/articula/id836181211

* Um benefício evidente


.
.


 COMO NUM VIDEOGAME




.
.

ESTA SEMANA NO
"DINHEIRO VIVO"

Estatística ‘apaga’ 
metade dos pobres em todo o mundo 

Banco Mundial quer elevar linha de pobreza para 1,75 dólares, para contornar distorções da paridade de poder de compra 

O número de pessoas a viver abaixo do limiar da pobreza em todo o mundo caiu para metade desde que o Banco Mundial começou a medir o nível de pobreza em cada país.

Na década de 80, mais de 1,2 mil milhões de pessoas viviam com menos de 1,25 dólares (pouco mais de 90 cêntimos) por dia; hoje, há apenas 600 milhões de pessoas nesta situação.

Mas não há motivo para festejar, já que o fenómeno se deve às novas estimativas para a paridade de poder de compra, indicador que, para calcular o volume de bens e serviços que o dinheiro adquire em cada país, corrige as distorções refletidas nas taxas de câmbio. Os novos números de PPP já permitem prever, aliás, que a China venha a ocupar o lugar dos EUA como maior economia do mundo ainda este ano.

Para fazer face a estas distorções, o Banco Mundial está a equacionar aquele que será o maior aumento do limiar de pobreza em duas décadas - de 1,25 para 1,75 dólares.

O economista chefe da unidade de pobreza e desigualdade do Banco Mundial, Peter Lanjouw, salienta que estes cálculos são preliminares e que serão sujeitos a revisão. E acrescenta que, apesar de este ser um aumento significativo, também terá de ser feita uma revisão ao custo de vida.

* A inefável beleza da hipocrisia


.
.


 NÃO SE ENGANE
















.
.

ESTA SEMANA NA
"SÁBADO" 

Áustria envia uma mulher barbuda
 ao Festival da Eurovisão

Artista travesti que representou a Áustria foi a grande vencedora da festa da música europeia, na Dinamarca

À segunda foi de vez. Depois de ter ficado em segundo lugar em 2012, Conchita Wurst foi seleccionada pelo canal austríaco ORF para representar o seu país no certame europeu em Copenhaga, na Dinamarca. Mais: foi a grande vencedora.

 
Nascido homem, Tom Neurwith, é sob o nome feminino de Conchita Wurst que se destaca. Por actuar com barba, numa intenção de reivindicar a igualdade dos sexos, ficou conhecida como a cantora barbuda. A edição de 2014 do Festival decorreu este sábado, dia 10, em Copenhaga, na Dinamarca.

O seu look é uma declaração de intenções, pela tolerância, liberdade e igualdade de oportunidades. 

A primeira tentativa de singrar no mundo da música e do espectáculo foi como Tom (que, diga-se, tinha na altura como profissão decorador de montras). Não resultou muito bem e foi quando “nasceu” Conchita. O sucesso (ou a fama) nacional foi quase imediato.
Conchita participou em vários reality shows e em concursos de música na Áustria, como o 'Factor X', por exemplo, onde cantou músicas como o conhecido tema de Celine Dion ‘My Heart Will Go On’.

A sua participação no Festival da Eurovisão levantou polémica imediatamente no seu país. Por exemplo, há notícias de grupos no Facebook anti-Wurst (que, acrescente-se, quer dizer salsicha em alemão) com dezenas de milhares de subscritores contra a sua participação.
Em países conhecidos por praticas homofóbicas públicas (e por vezes estatais), como a Rússia e a Bielorússia, houve iguais movimentos de protestos e pedidos para que a emissão do festival seja interrompida quando a representante da Áustria subir ao palco. Nada disso aconteceu, e Conchita participou, chegou à final e venceu.

* Apesar de  apreciarmos a canção, gostámos muito da vitória anti-xenófoba.



.
.


 TOCA-ME



.
.
ESTA SEMANA NA
"VISÃO"

Pessoas que ganham mais dinheiro
 fazem menos sexo 

Apenas 4% das pessoas que recebem salários altos fazem sexo todos os dias. O número aumenta para o triplo quando falamos de gente com ordenados mais baixos. 


O estudo é da Sex Toy Lovehoney e compara o salário das pessoas com a sua vida sexual. O inquérito, cujos resultados foram citados pelo site do Daily Mail, mostra também que aqueles que recebem muito dinheiro, normalmente empresários e gestores, apresentam uma tendência maior para terem sexo fora do casamento. Isto porque, como refere a Lovehoney, ocupam posições que os obrigam a arriscar mais, transpondo essa característica para a sua vida pessoal.

Por esta razão, os relacionamentos amorosos das pessoas que ganham mais tendem a ser menos duradouros do que os daqueles que recebem menos dinheiro ao fim do mês. 

Por outro lado, e apesar de fazerem sexo menos vezes, os que recebem um ordenado alto demonstram ser mais atrevidos no sexo, revela ainda a pesquisa.

Outra conclusão interessante saída deste estudo é que quem ocupa uma posição de domínio na vida profissional, procura posições mais passivas quando está a fazer sexo e vice-versa. Ao todo foram abordadas 1600 pessoas com níveis de remuneração bastante diferentes.

* Sexo mentiras e money.


.
.


 ELASTICIDADE























.
.
ESTA SEMANA NO
"SOL"

EDP cortou de electricidade
 a 285 mil famílias

A EDP cortou, no ano passado, o abastecimento de electricidade a 285 mil famílias que não pagaram a conta da luz, cerca de 5% do total de clientes da empresa.
O número de cortes por falta de pagamento manteve-se "estável" nos primeiros nove meses do ano passado, face ao mesmo período de 2012, representando cerca de 5% dos 5,7 milhões de contratos de abastecimento com a EDP, disse à Lusa fonte da eléctrica.

"Os comercializadores do Grupo EDP (EDP Serviço Universal e EDP Comercial) têm acompanhado, ao longo dos últimos meses, com o cuidado que a situação merece, a situação dos clientes com dívidas em atraso sendo que, em termos globais, a situação se tem mantido relativamente estável", afirma a empresa.

O processo de corte por incumprimento de pagamento, ressalva a mesma fonte, é um procedimento "de último recurso", que ocorre apenas após um pré-aviso de várias semanas, e que, "na esmagadora maioria dos casos", é seguido de uma operação de religação.

A empresa não divulga o montante de pagamentos em dívida pelos clientes, informando apenas que, entre Setembro de 2012 e o mesmo mês do ano passado, os clientes residenciais aumentaram em 15% a dívida corrente, enquanto os clientes empresariais registaram uma "redução significativa" dessas dívidas.

* A maior parte das dívidas não são calotes fraudulentos, é mesmo não haver dinheiro.


.
.

DOCES ARTÍSTICOS



.
.

ESTA SEMANA NO
"EXPRESSO"

Mais 20 mil crianças com 
doenças psiquiátricas num ano

Depressão motiva um quarto das consultas. Ministério da Saúde admite necessidade de aumentar camas para internamento.

Os casos de crianças e jovens com perturbações mentais não tem parado de aumentar. Só no ano passado, 19.214 foram pela primeira vez a uma consulta de pedopsiquiatria, o que corresponde a um aumento de 30% face a 2011.

A depressão está na origem de pelo menos um quarto dos novos casos. Alterações sociais registadas nas últimas décadas como o crescimento dos divórcios e dos novos modelos de família ajudam a explicar o aumento do problema em Portugal. 

* Um problema muito grave, não esquecer que as alterações sociais a que a notícia alude, foram provocadas pela incompetência de quem nos tem governado.


.
.

7 Things You Should Not Take 

A Picture Of!

7 Things You Should Not Take A Picture Of!



.
.
AQUEÇA-SE




.
.


 ALZHEIMER




.
.


157.

Senso d'hoje


ANA GOMES
DEPUTADA DO PARLAMENTO EUROPEU


"A violência de género é intolerável e há que combatê-la com todos os meios ao nosso alcance. Não podem ficar impunes indivíduos responsáveis por atrocidades como esta"


.

ESCOLHAS DE DOMINGO

.


COMPRE JORNAIS

E REVISTAS












.