quinta-feira, 8 de maio de 2014

UMA GRAÇA PARA O FIM DO DIA

.


.
.


 O QUE NÓS


APRENDEMOS!




FILOSOFIA DO ASSALTO 
    
 Durante um assalto, o ladrão de bancos gritou para todos os clientes que estavam na agência: "Não se movam! O dinheiro pertence ao Estado, mas suas vidas pertencem somente a vocês!"

Todo mundo no banco deitou-se calmamente no chão. Isso é chamado de "Mudando o Conceito Mental". Mudar a forma convencional de pensar.

Quando uma senhora apresentou-se sobre a mesa provocativamente, o ladrão gritou para ela: "Por favor, seja civilizada, isto é um assalto e não um estupro!"

Isso é chamado de "Ser Profissional" . Concentre-se apenas no que você foi treinado para fazer!

Quando os assaltantes voltaram para casa, o ladrão mais jovem (MBA trainee) disse ao ladrão mais velho (que só completou seis anos na escola primária): "Grande mestre, acho que já podemos começar a contar o quanto nós arrecadamos!"

O assaltante mais velho rebateu e disse: "Você é muito estúpido. Há tanto dinheiro nessas sacolas que vai levar um tempão pra gente contar tudo. Hoje à noite, o noticiário da TV vai informar a quantia total que nós roubamos do banco!"

Isso é chamado de "Experiência". Hoje em dia, a experiência é mais importante do que as qualificações do papel.

Depois que os ladrões saíram, o gerente do banco disse ao supervisor bancário para chamar a polícia rapidamente. Porém o supervisor lhe disse: "Espere, vamos retirar 10 milhões de Reais do banco pra nós mesmos e adicioná-lo aos 70 milhões que já desviamos do banco!".

Isso é chamado de "Nadar a Favor da Maré". Converter uma situação desfavorável em benefício próprio!

O supervisor diz: "Vai ser bom pra nós se houver um assalto a cada mês."

Isso é chamado de "Morte do Tédio". Felicidade pessoal é mais importante do que o seu trabalho.

No dia seguinte, o noticiário da TV informou que uma quantia equivalente a 100 milhões de Reais foi retirada do banco. Os ladrões contaram, contaram e contaram e contaram, mas eles só podiam contar o montante de 20 milhões. Os ladrões ficaram muito irritados e reclamaram: "Nós arriscamos nossas vidas e só levamos 20 milhões. O gerente do banco levou 80 milhões com apenas um estalar de seus dedos. Parece que é melhor ser gerente do que ser ladrão!!!"

Isso é chamado de "Conhecimento Que Vale Tanto Quanto Ouro".

O gerente do banco estava sorrindo, feliz, já que suas perdas no mercado de ações foram agora cobertas por este roubo.

Isso é chamado de "Aproveitar as Oportunidades". Ousadia para assumir riscos!

 
Extraído e adaptado de Conde de Kakflour.


.
.
CARNAVALESCOS

















.
.

OS PIORES 

ALIMENTOS

QUE COMEMOS




.
.
HOJE NO
"i"

Um quinto das fundações de 
solidariedade social 
não têm beneficiários

Governo não revelou resultados da avaliação de 178 fundações IPSS. Relatório da IGF revela que só 16 receberam metade dos apoios públicos

Trinta e cinco das 178 fundações de solidariedade social não indicaram qualquer beneficiário, utente ou destinatário, e metade dos apoios públicos concedidos entre 2008 e 2010 abrangeram apenas 16 entidades. 


Estas são duas das principais conclusões do processo de avaliação efectuado pela Inspecção-Geral de Finanças (IGF) ao universo de fundações ligadas a instituições particulares de solidariedade social (IPSS), e cujo relatório final o governo não divulgou, ao contrário do que fez em relação ao primeiro grupo de 190 fundações sem o estatuto de solidariedade social. 

O relatório de actividades de 2012 da IGF, que só esta semana foi publicado, revela (sem identificar nomes) que foram efectuadas propostas para decisão final do governo que passam pelo "cancelamento do estatuto de utilidade pública/cancelamento do registo como IPSS e de cessação de apoios financeiros públicos (incluindo benefícios fiscais e parafiscais)" ou "redução do financiamento público em 20% (não incluindo financiamento comunitário) acompanhado" de algumas "medidas complementares". A saber: "reforço obrigatório do fundo social para um valor mínimo (50 mil euros) no caso de o esforço dos instituidores ser muito reduzido; reforço do activo das fundações para um mínimo de 250 mil euros, de preferência através do aumento do respectivo imobilizado"; e "demonstração da prestação de contas, bem como de outras boas práticas". 

A 28 de Fevereiro deste ano, o porta-voz da Presidência do Conselho de Ministros (PCM) garantia ao i que ainda não estava concluída a avaliação qualitativa deste grupo de fundações. O i perguntou ontem à PCM e ao Ministério das Finanças porque não foram revelados os resultados da avaliação, que estava prevista no memorando da troika, mas ficou sem resposta.

* Será que isto quer dizer "fundovigarice", "solidárioroubalheira"???


.
.
XVI- O UNIVERSO


  1- APOCALIPSE


CÓSMICO








.
.
HOJE NO
"A BOLA"

Agassi considera Nadal
 o melhor de todos os tempos

Para o norte-americano Andre Agassi, antigo número um do Mundo e retirado desde setembro de 2006, considera que o espanhol Rafael Nadal é o melhor tenista de todos os tempos.

«Para mim, Nadal é o número um e Federer o número dois. Para mim, é notável o que ele fez, para mais durante o melhor período de Federer», afirmou Agassi.

Roger Federer é, no entanto, o jogador mais titulado da história (só em torneios do Grand Slam soma 17 vitórias, enquanto Nadal tem 13). No confronto direto, porém, o espanhol tem 23 vitórias contra 10 de Federer.

* Não somos tão peremptórios, para nós é muito difícil falar dum melhor de sempre na modalidade de Borg, Lendl, McEnroe, Sampras, Muller, Agassi e tantos outros que seria exaustivo nomear. Para nós Nadal e Federer estão bem um para o outro.

.
  .
  
BURLAS
NA INTERNET



PROGRAMA EXIBIDO EM "TODA A VERDADE" 

NA SIC/NOTÍCIAS

.
.
HOJE NO
"DIÁRIO DE NOTÍCIAS
DA MADEIRA"

Estudo revela que sémen perde 
qualidade em rapazes que bebem
 nas semanas académicas

Amostras de sémen de participantes nas três últimas semanas académicas das universidades de Aveiro e Coimbra confirmaram que o álcool diminuiu a capacidade reprodutora, revela um estudo da Universidade de Aveiro hoje divulgado.

A investigação liderada por Margarida Fardilha, do Centro de Biologia Celular da Universidade de Aveiro, que teve por base a recolha de sémen antes e depois das semanas académicas, junto de cerca de uma centena de estudantes, conclui que a qualidade do sémen diminui com o aumento do consumo de álcool, ainda que num curto período de tempo.

As conclusões do estudo realizado por uma equipa de investigadores da Universidade de Aveiro (UA) apontam não só para um decréscimo em 65 por cento na concentração de espermatozoides, como também para um aumento em 53 por cento de danos no DNA e morte das células reprodutores masculinas dos estudantes, após as festas académicos.

O trabalho, realizado com o estudo do Centro de Biologia Celular (CBC) da UA, adianta ainda que, relativamente ao período que antecede a participação nas semanas académicas, onde se verifica um aumento de oito vezes o consumo de álcool, o volume do sémen dos participantes não só diminuiu em 43 por cento como houve um aumento de 38 por cento de células reprodutoras com defeitos morfológicos, nomeadamente na cauda e na peça intermédia.

Apesar de existirem já vários estudos que indicam que o consumo prolongado de álcool e drogas diminui a capacidade reprodutora masculina, no que diz respeito a ingestões agudas durante um curto período de tempo o trabalho da UA é pioneiro.

Margarida Fardilha, coordenadora do trabalho e responsável pelo Laboratório de Transdução de Sinais do CBC, sublinha que "os resultados mostram que as alterações agudas no estilo de vida que ocorrem no decorrer da semana académica conduzem a um aumento nos níveis de marcadores apoptóticos nos espermatozoides [marcadores de danos no DNA e morte celular], a uma diminuição na concentração de espermatozoides e do número total de espermatozoides no ejaculado e no volume de sémen, assim como, um aumento dos defeitos morfológicos nos espermatozoides".

Numa terceira recolha de sémen, realizada aos estudantes três meses após a participação nas semanas académicas, a equipa de Margarida Fardilha registou que os valores estudados recuperam a normalidade mas a investigadora sublinha que "desconhece-se o efeito a longo prazo".

O estudo, que pretende compreender ao nível molecular e celular o efeito das alterações do estilo de vida na qualidade seminal, utilizando como modelo de estudo as festividades académicas, tem financiamento da Fundação para a Ciência e a Tecnologia.

Margarida Fardilha recorda que em Portugal a taxa de natalidade decresceu para 1,5, abaixo da média de 2,1 necessária para manter os níveis populacionais.

"As consequências são dramáticas pois haverá menos mulheres em idade fértil, menos membros da família para cuidar dos idosos, as pensões aumentarão os gastos públicos e os trabalhadores serão mais velhos e menos adaptáveis, diminuindo a produtividade", antevê a investigadora.

* Para além de esta notícia não ser uma novidade científica, já foram efectuados centenas de estudos por todo o mundo sobre este assunto, há vários problemas graves circunscritos ao frequente consumo excessivo de álcool:
- Redução drástica da capacidade de aprendizagem, insucesso escolar.
- Doenças do sistema nervoso central.
- Doenças vasculares, renais e gasterodigestivas
- Impotência sexual no jovem macho e frigidez na jovem fêmea.
- Angústias e depressões.


.

MARIA TERESA GÓIS

.




“Mais depressa 
se apanha um mentiroso do que um coxo”

“… mas quando o imposto começa a aparecer vagamente entre as profundidades do deficit, o povo exalta-se, reclama, pede, exige e às vezes deixa a sua cólera varrer os partidos e dispersar os corrilhos.”

Eça de Queiroz, 28 Fevereiro 1867

Perdoai-me, leitores, se hoje pego em citações recentes que quase todos ouvimos, interiorizámos ou não, mas que sentimos fosse na pele ou no íntimo.

Pé ante pé, em passinhos de coelho por portas escusas, com contraditórios posteriormente desmentidos, medidas subvertidas modificaram o país. A conflitualidade é notória e os números não a desmentem.

Em mais de três anos a apregoada reforma do Estado nem em papel vegetal nos foi apresentada. O corte de gorduras não sujou qualquer frigideira ainda que os portugueses se sintam cada vez mais fritos e aflitos. O primeiro-ministro anunciava em 23 de Abril último que “não se deve esfolar um coelho antes de o caçar” (Nem sonha ele a vontadinha que grassa no país!).

Em Fevereiro passado, ao provar bacalhau num salão internacional do sector alimentar, afirmou que era um produto para pessoas abonadas e, referindo-se a ele próprio, confessou-se “pouco abonado”. Lembra o lamento da parca reforma da D. Maria e do gasto de poupanças amealhadas de um Sr. Silva!

Como se não bastasse ouvimos há dias o primeiro-ministro afirmar numa entrevista televisa que “temos de remover os entorses que esta forte progressividade criou”. Perceberam? Eu também não!
E foi finalmente parido um DEO, cuja paternidade total ainda desconheço à data, que aumenta a taxa de IVA e a TSU, onerando reformados, activos e desempregados quando, há pouco mais de quinze dias, não haveria aumento de impostos.

A população prisional aumentou de 2011/2012 de 7,7% (2,5% média europeia) e cada preso custa ao país €47,07 (contra €103,00 na Europa).

Nem quero imaginar a comparação de preços a nível de refeições escolares ou hospitalares entre Portugal e a Europa. Neste momento uma bica ou uma sopa pagarão a curto prazo 23,25% de IVA enquanto os produtos petrolíferos pagam 13%.

Como se não bastasse, aumenta a emigração e o desemprego jovem é em Março pº. pº. de 35,4%.
Prevêem, os que governam, momentos idílicos de equilíbrio para daqui a dez ou vinte anos. Com sustentabilidade e tudo! Haverá, a esse tempo, população em Portugal?

As desculpas da troika, do Tribunal Constitucional, dos Mercados internacionais foram os papões que nem o governo, nem os conselhos de sábios formados e as comissões de estudos, serviram para diminuir a dívida, o deficit, a credibilidade e a dignidade que o país merecem.

Tudo se vende: empresas rentáveis, como os CTT, a energia para que os custos de consumo fossem mantidos mas que já subiram e voltarão a subir por força do preço ou mesmo do IVA, a ANA que já subiu as taxas aeroportuárias, a TAP está na calha e até o Oceanário já está em marcha.

Em nada me admiraria de ver a Torre de Belém, o Mosteiro dos Jerónimos ou o Centro Cultural de Belém a serem concessionados por cinquenta anos…

Passámos os 40 anos de Abril e de um 1º de Maio em liberdade: sem pompas, sem manifestações que acusassem o desgaste que nos atinge o sabugo, sem a lógica da desilusão que transborda. Salvou-se a lembrança que a comunicação social nos recordou em entrevistas, histórias, documentos radiofónicos ou fotográficos, lembrando aos mais velhos o quanto foi importante e ensinando aos mais novos o porquê da liberdade que hoje desfrutam.

Temos, neste mês, mais uma oportunidade: saibamos aproveitá-la defendendo-nos de um centralismo europeu para que possamos ser uma voz clara, mesmo que pequena, mas firme em defesa dos nossos interesses, da nossa portugalidade.

IN "DIÁRIO DE NOTÍCIAS DA MADEIRA"
04/05/14


.
.



174.UNIÃO



EUROPEIA























.
.


HOJE NO
"DIÁRIO ECONÓMICO"

Dia da Segurança Social marcado
 por um sistema em crise

Hoje é o Dia da Segurança Social. A data é assinalada num cenário de dificuldades orçamentais

No dia dedicado à Segurança Social - 8 de Maio - o sistema português debate-se com dificuldades de equilíbrio orçamental. Depois de uma subida visível, a despesa com prestações sociais está agora a baixar mas as contribuições também estabilizaram. 


Contas feitas, o saldo da Segurança Social continua em queda (-45% nos três primeiros meses do ano, face ao período homólogo) e o resultado positivo de 74,2 milhões de euros conta, ainda assim, com a ajuda de uma transferência extraordinária do Orçamento do Estado.

Também para tentar controlar as contas da Segurança Social, o Governo já avançou com várias reformas. Poucas foram as prestações sociais que escaparam aos cortes. Subsídio de desemprego e de doença, Rendimento Social de Inserção, Complemento Solidário para Idosos, subsídio por morte, reembolso das despesas de funeral, complemento por dependência - todos sofreram alterações. 

Em sentido inverso, foram criadas, por exemplo, prestações de desemprego para grupos específicos de trabalhadores independentes e majorados os apoios para casais desempregados com filhos. Também as pensões - que representam a maior fatia da despesa - têm sido um dos principais alvos de mudança.

As reformas superiores a mil euros estão hoje sujeitas à Contribuição Extraordinária de Solidariedade (CES) que, em 2015, será substituída por uma contribuição de sustentabilidade, mais baixa. E também a fórmula de actualização das pensões será alterada. 

A idade de reforma também já subiu para 66 anos e continuará a aumentar no futuro; ao mesmo tempo, o factor de sustentabilidade (que corta as novas pensões) também foi agravado. As futuras pensões do Estado também estão sujeitas a uma nova fórmula de cálculo, mais penalizadora.

* Mas que (Des)egurança.


.
.
 ELEIÇÕES À PORTA


















.
.


A CIÊNCIA


 DA VIOLÊNCIA/1





.
.
HOJE NO
"CORREIO DA MANHÃ"

Aparelho alerta para tsunamis 

Dispositivo instalado em Setúbal poderá estar a funcionar em pleno no próximo ano. 

Em 1755, a zona ribeirinha da cidade de Setúbal ficou, tal como a de Lisboa, totalmente destruída após o tsunami que se seguiu ao sismo. Ontem, foi testado pela primeira vez um dispositivo de alerta de tsunamis de Setúbal, o primeiro a ser instalado em Portugal e que poderá estar a funcionar em pleno em 2015. 
 .

O equipamento, instalado junto ao cais da Secil, dispõe de um mecanismo de raios laser que deteta eventuais alterações do estado do mar, e que também interpreta as características de algumas ondas que, por vezes, antecedem a ocorrência de um tsunami. 

Os dados são transmitidos para a Administração dos Portos de Setúbal e Sesimbra, e para o Centro Comum de Investigação da Comunidade Europeia, em Itália. 

Em caso de alerta de tsunami, a população da zona ribeirinha teria apenas três minutos para se afastar da zona, devido à proximidade do equipamento; este período de tempo poderá, no entanto, aumentar para 30 minutos quando forem instaladas boias ao largo da costa portuguesa, que deverá acontecer até final deste ano. 

* Certamente haverá falta de dinheiro para comprar as bóias que dará aquela meia horazita até ser tudo varrido pela água. Mas porque já estão a anunciar este acontecimento se ainda não se sabe se o sistema funcionará em 2015, constará do DEO?


.
.

Carminho e Rão Kyao


Fado das Horas




.
.
HOJE NO
"O PRIMEIRO DE JANEIRO"

6.º Encontro Nacional começou hoje na FEUP 
USF têm tido “melhores resultados” 

As Unidades de Saúde Familiares (USF) têm tido melhores resultados que os tradicionais Centros de Saúde e que os Cuidados de Saúde Personalizados, conclui um estudo a ser apresentado no 6º Encontro de USF que começou hoje no Porto. 


 “Quando nós estabelecemos alguma comparação, destacam-se melhores resultados das USF no seu conjunto, em particular do modelo B”, começou por explicar Bernardo Vilas Boas, Presidente da Direção da Associação Nacional de Unidades de Saúde Familiar (USF). 

Reunindo dados de 2013 a nível nacional, Vilas Boas destacou que as USF, especialmente o subgrupo do modelo B, mostraram ter “melhor acesso, desempenho, vigilância de saúde maternoinfantil, doença crónica e na área da prevenção oncológica, acompanhada de menores custos em medicamentos e MCDT (Meios Complementares de Diagnóstico e Terapêutica)”. 

Os parâmetros analisados são “objeto de contratualização anualmente e são definidos pela administração central dos sistemas de saúde”, explicou o responsável. De acordo com dados fornecidos pela ACSS (Administração Central do Sistema de Saúde), e citados pelo responsável no estudo a apresentar, as USF modelo B apresentaram um custo menor com medicamentos faturados por utilizador do que as UCSP, em menos 29,67%. 

Quanto à acessibilidade, as USF-B apresentaram “um resultado superior às UCSP em 128,15%” no que diz respeito à taxa de domicílios efetuados por médicos por cada mil inscritos, e um resultado também superior em 76,46% na taxa de utilização de consultas. No âmbito da vigilância de saúde, a proporção de grávidas com consulta médica de vigilância no primeiro trimestre nas USF-B foram superiores em 5,95% que nas UCSP e a de recém-nascidos com consulta até aos 28 dias foi superior em 21,75%. 

Já ao nível da prevenção oncológica, as USF-B registaram mais 111,28% de mulheres entre os 25 e os 60 anos a realizarem o exame de teste Papanicolau e mais 1112,45% de pacientes a efetuarem rastreio do cancro do colorretal. Para Bernardo Vilas Boas, os bons resultados das USF de modelo B derivam “do que é nuclear na própria reforma, na própria mudança que é a inovação em termos de organização, da criação de uma equipa multiprofissional de médicos, enfermeiros e secretários que têm um estatuto de autonomia e de responsabilidade em relação ao funcionamento da própria unidade.” 


A equipa tornou-se assim responsável “pelo cumprimento de horário, pela inter-substituição, pela resposta rápida em situações agudas, pelo plano de ação, pela definição de objetivos, pela contratualização de metas e depois pela avaliação e prestação de contas”. “No fundo são as novas regras e os novos princípios que estão definidos no decreto que criou as USF e que deram origem à reforma dos cuidados de saúde primários”, assinalou. 

De acordo com o Portal da Saúde, em outubro de 2007 o Ministério da Saúde aprovou uma lista de critérios e metodologia que permitiram classificar as USF em três modelos – A, B e C – com o modelo B a abranger as unidades do setor público administrativo com um regime retributivo especial para todos os profissionais, integrando remuneração base, suplementos e compensações pelo desempenho. 

O 6.º Encontro Nacional das USF começou hoje e termina sábado na Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto (FEUP). 

* Congratulamo-nos com os resultados apresentados mas gostamos muito do nosso Centro de Saúde,  do nosso médico de família e  de todos os técnicos  que lá trabalham, fala a experiência.



.
.

MAGIA



.
.
HOJE NO
"DIÁRIO DE NOTÍCIAS"

Juíza condena pedófilo a 7 anos 
e dá-lhe um sermão

"Não é com menores de 10 e 11 anos que deve praticar estes atos!", disse a juíza para o réu Rodrigo Pereira, 29 anos, antigo catequista, depois de o condenar a sete anos de prisão por 16 crimes de abuso sexual de quatro rapazes, com idades entre os nove os e 11 anos. 

A juíza presidente do coletivo Maria José Cortes foi extremamente dura no sermão final que deu ao antigo catequista de Aveiras de Cima (Azambuja), depois de o condenar, em cúmulo jurídico, a sete anos de prisão efetiva por 16 crimes de abuso sexual sobre quatro rapazes de nove a 11 anos. Os atos incluiram masturbação do próprio aos menores, cujas famílias são residentes na aldeia de Casais de Lagoa. Um dos locais onde os abusos decorreram foi no anexo da capela da aldeia. 

Com o arguido Rodrigo Pereira já de pé, a juíza pediu a sua atenção para o que lhe tinha a dizer: "Independentemente das orientações sexuais de cada um, não é com menores de 10 e 11 anos que deve praticar estes atos. Deve fazê-lo com pessoas adultas ou sozinho. São atos graves. São crianças. Podem ser muito desenvolvidas mas têm muito tempo para passar por estas coisas e têm de ser elas a descobrir para que a sua infância não seja colhida".
O arguido estava inicialmente acusado pelo Ministério Público (MP) de 14 crimes, mas em julgamento - que decorreu à porta fechada - o Tribunal do Cartaxo decidiu acrescentar mais dois crimes aos 14 pelos quais estava anteriormente acusado.
A juíza ainda acrescentou que, pelos 16 crimes e à razão de uma pena de um ano e oito meses cada um, a extensão da sentença podia ir até aos 26 anos de prisão. "O tribunal ficou-se pelos sete anos", referiu a magistrada, tendo pesado a favor do arguido a "confissão quase total dos factos e ter procurado tratamento médico (psiquiátrico). 

O advogado Melo Alves, que representa o antigo catequista, garantiu, à saída do tribunal, que iria recorrer da decisão para o tribunal da Relação. "Não estamos na presença de 16 crimes mas de quatro crimes sobre quatro menores, na forma continuada", defendeu. Rodrigo Pereira encontra-se em liberdade e assim vai continuar até trânsito em julgado da decisão do tribunal. 

Os abusos sexuais com as quatro crianças decorreram entre 2011 e 2012, numa casa abandonada, num anexo da capela, na residência da sua avó e nas casas de banho da escola primária, na localidade de Casais da Lagoa.

O coletivo de juízes considerou - com base nos vários relatórios e exames periciais realizados -- o arguido "ingénuo, imaturo e manipulador", alertando para o facto de, "caso o arguido não tenha o devido acompanhamento psiquiátrico", haver "o risco de vir a praticar o mesmo tipo de ilícitos".
Uma das vítimas filmou os atos sexuais com um telemóvel. A acusação, a que a agência Lusa teve acesso, sustenta ainda que o homem "fez sempre o pedido aos menores para que não relatassem o sucedido, pois se aquilo se soubesse podia ir preso".

O homem, natural de Vila Franca de Xira e decorador de arte floral, foi detido pelas autoridades, após familiares das crianças terem denunciado o caso, em 2012.

* Daqui a sete anos, se cumprir  a pena na totalidade, virá para a rua e repetirá o crime. Se fosse advogada jamais defenderia um "filho da puta" destes. Desculpem a asneira.



.
.

DOUTRO SÉCULO


AS POSES SEDUTORAS


DOS ANOS 50/3














.
.
HOJE NO
  "RECORD"

Patrícia Mamona abre Liga Diamante

Patrícia Mamona estará amanhã no Meeting de Doha (Qatar), o primeiro da Liga Diamante desta época, que terá 14 etapas em quatro meses, até ao início de setembro, em Bruxelas. 


A atleta do Sporting participará no triplo-salto (às 18h30 em Portugal), onde encontrará quatro das cinco primeiras do Mundial de Moscovo de 2013, nomeadamente a campeã, a colombiana Caterine Ibarguen, e a terceira, Olha Saladuha.

Segundo o seu treinador José Uva, que a acompanhará, a recordista nacional (14,52 no Europeu de Helsínquia’2012, no qual foi vice-campeã) está “em boa forma”, mas o triplo é uma especialidade que “implica algum ritmo competitivo” e esta “será apenas a primeira prova” de uma época que culminará com o Europeu de Zurique, em agosto. 

Este inverno, Patrícia Mamona foi 4.ª no Mundial de pista coberta, em Sopot (Polónia), depois do recorde nacional de pista coberta, com 14,36.

* Boa Sorte.

.
.

 SALSANDO



.
.
HOJE NO
"JORNAL DE NOTÍCIAS"

Celebridades juntam esforços para
 libertar meninas nigerianas

Diversas celebridades estão a usar a hashtag #BringBackOurGirls (ou "Tragam de volta as nossas raparigas") para pressionar as autoridades nigerianas a procurar com mais afinco as 257 raparigas que foram raptadas de uma escola o mês passado. 

   257 raparigas nigerianas foram raptadas na escola, a 14 de abril, por um grupo islâmico, originando uma onda de solidariedade online. A campanha #BringBackOurGirls já percorre o mundo e conta com o apoio de diversas celebridades, como Hillary Clinton, Michelle Obama, Leona Lewis, Amy Poehler, Mary J Blige ou Malala Yousafzai. 

"Estas crianças são minhas irmãs", diz Malala, sentimento partilhado por Angelina Jolie, que também já veio a público criticar a "crueldade" deste ato. Já Michelle Obama, que partilhou, recentemente, uma fotografia sua com a hashtag da campanha, garante que as suas "orações estão com as raparigas desaparecidas na Nigéria e com as suas famílias". "O acesso a educação é um direito básico e não deve ser nunca usado para atacar crianças inocentes. Temos de nos insurgir contra o terrorismo", disse, por sua vez, Hillary Clinton, via Twitter. 

A campanha começou de forma espontânea a 23 de abril com um twit gerado por um advogado nigeriano, que utilizou a hashtag pela primeira vez durante um discurso num evento da UNESCO. A partir daí, a campanha começou a ganhar tração online e agora percorre o mundo através das redes sociais, com o objetivo de pedir maior intervenção por parte das autoridades nigerianas na resolução deste caso. 

No Twitter, a hashtag da campanha já foi usada mais de um milhão de vezes para demonstrar o choque de milhares de utilizadores perante o rapto e as declarações do grupo responsável pelo crime (que garantiu, numa mensagem de vídeo, que iria vender as crianças). No Instagram, há quem siga o exemplo das celebridades e se fotografe com a hashtag, pedindo o regresso das raparigas às suas famílias. 

Uma segunda hashtag já existente, #RealMenDontBuyGirls (ou "Homens a sério não compram raparigas"), voltou a ganhar notoriedade no entretanto, com o apoio de celebridades como Bradley Cooper, Justin Timberlake ou Sean Penn. 


A pressão internacional parece estar a resultar: a campanha está a inflamar diversos protestos pelo globo e levou o governo nigeriano a anunciar que vai oferecer centenas de milhares de euros a quem ajudar na localização das crianças.

* Ninguém tem dúvidas que este crime hediondo só é possível com a permissividade conivente das autoridades da Nigéria.
Estranhamos nenhuma personalidade portuguesa dar a cara por esta campanha humanitária.


.
.

MAIS  PARA VER  
DO QUE PARA 
LER













.
.
HOJE NO
"JORNAL DE NEGÓCIOS"

Governo propõe medidas para limitar a influência das convenções colectivas

O Governo enviou aos parceiros sociais as propostas que vai debater na terça-feira em concertação social, que têm como objectivo reduzir a influência dos contratos colectivos de trabalho.
 .
Estas medidas foram negociadas com a troika e apresentadas em linhas gerais pelo ministro do Emprego, Pedro Mota Soares, na última reunião de concertação social.

Em causa estão propostas que limitam no tempo e no conteúdo os efeitos das convenções colectivas, enfraquecendo os efeitos dos acordos negociados entre empregadores e sindicatos, nomeadamente a nível de salários.

As propostas prevêem que as cláusulas de contratos colectivos que prevejam acréscimos pelo pagamento de horas extraordinárias superiores ao que estabelece a lei geral fiquem suspensas até ao final do ano. As cláusulas com valores relativos à retribuição do trabalho normal prestado num feriado ou o descanso compensatório que a este corresponde também ficam congeladas.

Por outro lado, o Governo cria a possibilidade de suspender as convenções ou parte delas em situações de crise empresarial, por motivos de mercado, estruturais ou tecnológicos, catástrofes ou “outras ocorrências que tenham afectado gravemente a actividade normal da empresa”. Inicialmente, o ministro Mota Soares indicou que esta suspensão poderia ser feita por acordo individual, mas a proposta prevê que seja feita “por acordo escrito entre o empregador e a comissão intersindical ou as comissões sindicais da empresa, sem prejuízo da possibilidade de delegação”.

Além disso, o Governo encurta significativamente os prazos para a caducidade das contratações colectivas. Actualmente, está previsto que a convenção que faz depender a sua vigência da substituição por um novo acordo caduque decorridos cinco anos a contar de um de três factos: a) a última publicação integral da convenção  b) a denúncia da convenção ou c) a apresentação de uma proposta de revisão da convenção que inclua essa cláusula. Agora, o Governo quer encurtar o prazo para dois anos.

Ao mesmo tempo, quando houver denúncia, a convenção passará a manter-se durante seis meses, em vez dos anteriores dezoito. Além disso, quando a convenção caducar, só se mantêm os efeitos relativos à retribuição base e diuturnidades, e não a toda a retribuição.

* O governo português é o grupelho mais neoliberal da UE. Nos melhores países da união os empresários já perceberam há muito que poucos direitos e  salários baixos geram menor produção.



.
.

 NUM SÓ TAKE




.

HOJE NO
"DESTAK"

Associações mutualistas criam 
condições para saúde mais barata 

As 14 associações da Mutuália - Federação Mutualista assinaram hoje um protocolo que permite aos seus 350 mil associados acesso mais barato a serviços de saúde. 


 Os associados das mutualistas passam a poder aceder, devido a um acordo com um grupo europeu, a um plano de saúde, sem pré-condições ou exclusões e limite de idade de adesão ou permanência. 

 O presidente da Mutuália, Albano Loureiro, frisou que o objetivo do plano de saúde é permitir que faixas da população menos protegidas acedem, em condições vantajosas, a serviços médicos.

* Uma alternativa aos seguros de saúde, propriedade dos bancos!

.
.

 MENTE FABULÁSTICA OU
LÓGICA CONPIRATIVA?


 Já ouviu sobre a teoria da conspiração 
do desaparecimento do Vôo MH 370?

  "Enquanto os Estados Unidos retiravam do Afeganistão um dos seus sistemas de comando e controle usado para controlar e pilotar seus drones, foram seqüestrados por talibans quando o comboio de transporte americano descia de uma de suas bases   localizadas no alto de um monte. 

Os talibans emboscaram o comboio, mataram dois “seals” da marinha americana, tomaram posse do equipamento e das armas, incluindo o módulo de comando e controle de todo o sistema pesando cerca de 20 toneladas embalados em 6 caixotes. Isso aconteceu aproximadamente há três meses atrás, em fevereiro de 2014.

O que os talibans querem é dinheiro. Eles ofereceram para vender o sistema para os russos e chineses toda aquela tecnologia. Os russos estavam ocupados com a Ucrânia mas os chineses estão loucos para conhecer essa tecnologia. Imagine-se os chineses dominarem o controle dessa tecnologia  muitos dos drones americanos tornar-se-ão inúteis.                                          
Então a China mandou 8 cientistas “top” de defesa para avaliar o sistema e pagar os milhões por ele.
No começo de março de 2014, os 8 cientistas e os 6 caixotes foram levados para a Malásia, pensando ser a melhor maneira de dissimular e esconder a transação do resto do mundo. A carga toda foi mantida na embaixada chinesa debaixo de proteção diplomática. Nesse entremeio, os americanos uniram-se à Inteligência Militar de Israel e juntos decidiram interceptar e recapturar a carga.

Os chineses decidiram que seria mais seguro transportá-la via uma aeronave civil para evitar suspeitas. Assim, o vôo MH370 seria o carreto perfeito. Tinha 5 agentes americanos e Israelitas bastante familiarizados com a operação do Boeing.                                  
Os dois iranianos com passaporte “roubado” poderiam estar entre eles.

Quando o vôo MH370 estava para deixar o espaço aéreo da Malásia e comunicava com o Controle Aéreo Vietnamita, um AWAC americano interferiu no sinal, desabilitou o sistema de controle do piloto e passou-o para um controle remoto. Isso foi quando a aeronave perdeu altitude momentaneamente.
E UM OVNI, PORQUE NÃO?
Como o AWAC pode fazer isso? Lembram-se do incidente do vôo 911? Depois do acidente do 911, toda aeronave Boeing (e possivelmente também todo AirBus) tem instalado um sistema de controle remoto para anular ações terroristas. Desde então, todo Boeing pode ser remotamente controlado e pilotado por uma torre de controle em terra. É o mesmo sistema de controle remoto usado para pilotar drones e aviões espiões sem piloto a bordo.

Os 5 agentes americanos e israelitas assumiram o controle do avião, desligaram o transponder e todos os outros sistemas de comunicação, mudaram o curso e tomaram direção leste. Eles não ousaram voar para oeste  em direção às Filipinas ou Guam porque todo o espaço aéreo do sul da China é monitorado por radares e satélites chineses.
Os radares militares da Malásia, Tailândia e India detectaram a aeronave não identificada porém não reagiram “profissionalmente”.

O avião passou por cima de Sumatra, Anambas, Sul da India e então aterrou nas ilhas Maldivas (alguns moradores viram a aeronave pousar), reabasteceu e continuou o vôo para Diego Garcia, uma base aérea americana no meio do Oceano Indico.
A carga e a caixa preta foram desembarcados. Os passageiros foram silenciados para sempre via meios naturais: falta de oxigênio. Eles acreditavam que somente pessoas mortas não iriam falar. O vôo MH370 com todos os passageiros mortos descolou de novo via controle remoto e caiu a ao sul do Oceano Indico, fazendo o mundo acreditar que o avião eventualmente ficou sem combustível pondo assim a culpa no comandante desobediente e no co-piloto.

Os americanos encenaram um grande show. Primeiro concentrando toda a atenção e esforço de resgate no mar do sul da China enquanto o avião era desviado para o Oceano Indico. Então emitiram declarações e informações erradas para confundir todo o mundo. A Austrália é cúmplice.

A quantidade de recursos e esforços que a China movimentou, em termos de aviões de resgate, satélites, navios, vasculhando primeiro o mar do sul da China e depois no estreito de Mallaca e no Oceano Indico é sem precedentes. 


Isto mostra que a China está muito preocupada --- não muito com os passageiros chineses mas com a valiosa carga e seus 8 cientistas de defesa aérea altamente qualificados.
 Não acredita na história? Não se espera que acredite, mas vamos esperar para ver como o episódio se revela por si mesmo.
 .
Ou talvez isso não aconteça a menos que apareça outro Snowden...



.