segunda-feira, 5 de maio de 2014

UMA GRAÇA PARA O FIM DO DIA

.

UM ALENTEJANO FAZ MUITA FALTA

Um lisboeta vai ao consultório de um conhecido psicólogo e diz-lhe:

- Todas as vezes que estou na cama, acho que está alguém debaixo dacama.Nessa altura eu vou para baixo da cama para ver, e acho que há alguém em cima da cama.Para baixo, para cima, para baixo, para cima. Estou a ficar maluco doutor!

- Deixe-me tratar de si durante dois anos - diz o psicólogo. Venha três vezes por semana, e eu curo esse problema.
- E quanto é que eu vou pagar por cada sessão, doutor? - pergunta o lisboeta.
- 80 Euros por sessão - responde o psicólogo
- Bem, eu vou pensar - conclui o sujeito.

Passados seis meses, eles encontram-se na rua.
- Então, porque não apareceu no meu consultório? - pergunta o psicólogo.

- 80 euros a consulta, três vezes por semana, dois anos = 12.480
euros, ia ficar-me muito caro. Além disso, falei com um Alentejano que trabalha na minha herdade e que me curou por 20 euros.
- Ah é? Como? - pergunta o psicólogo.
O sujeito responde:
- Por 20 euros ele cortou os pés da cama... Já ninguém vai para lá !!...

(!!!Um alentejano faz muita falta



.
.


 O QUE NÓS

PROCURAMOS!




SÓ O CHIPRE VAI CRESCER 
MENOS DE 1% EM 2015




.
.
NÃO ESQUEÇA




.




VALPARAÍSO
SOUS ÉCLIPSE

video


COREOGRAFIA DE CAMILO ARENAS



.
.

HOJE NO
"DIÁRIO ECONÓMICO"

Tribunal Constitucional é o maior risco,
. aponta a Comissão Europeia

Bruxelas considera que persistem “importantes riscos negativos” em torno da economia portuguesa que, nesta altura, “são sobretudo de natureza legal”.
A Comissão Europeia (CE) considera que o Tribunal Constitucional é uma das principais ameaças ao desempenho orçamental de Portugal durante este ano devido às decisões pendentes no Palácio Ratton sobre a legalidade dos cortes salariais na Função Pública e da Contribuição Extraordinária de Solidariedade sobre as pensões.
 
"Embora os riscos ao cumprimento do défice para 2014 estejam mais equilibrados, os riscos negativos ainda são relevantes. Os riscos negativos em torno das projecções orçamentais são sobretudo de natureza legal, dado que elementos essenciais do Orçamento do Estado para 2014 e do Orçamento Rectificativo foram submetidos à avaliação do Tribunal Constitucional", lê-se no Boletim da Primavera da CE, que não considera os resultados da última avaliação da troika ao programa português.

Também ontem, na intervenção em que anunciou a opção por uma saída do actual programa de assistência económica e financeira sem linha cautelar, Pedro Passos Coelho se referiu aos "eventuais riscos internos, nomeadamente de natureza legal ou política" que poderão seguir-se à saída da ‘troika'.

As medidas pendentes da avaliação constitucional valem 1.500 milhões de euros. Portugal está comprometido com um défice de 4% do PIB este ano. A Comissão Europeia mantém o cenário macroeconómico saído da 11.ª avaliação, que aponta para um crescimento de 1,2% do PIB este ano e de 1,5% em 2015, valores semelhantes à previsão do Governo no Documento de Estratégia Orçamental 2014-2018.

Bruxelas alerta ainda no Boletim para os "elevados" riscos de implementação do "ambicioso" programa de reformas, referindo em contrapartida que o "forte" crescimento económico previsto pode levar a um aumento das receitas fiscais "maior do que o esperado".

* A comissão europeia é uma realidade "blufada", aos "donos do dinheiro" não interessa a legalidade, importante é sacar juros, não gostam da soberania portuguesa que, infelizmente, é diminuta.


.
.


 2-IGREJA


CATÓLICA


RIQUEZA, FORTUNA,
GLÓRIA, CRISTIANISMO


video



E também as lendas tão providenciais e a intriga política, todos os ingredientes que fizeram deste estado do Vaticano um dos mais poderosos e arrogantes do mundo, ainda hoje.

FONTE: HEPTA GRAN


.
.

HOJE NO
"CORREIO DA MANHÃ"

Diretora de escola despedida 
por fazer sexo nas instalações

Foram três os amantes da diretora de uma escola de Queens, Nova Iorque, EUA.

A diretora de uma escola de Queens, Nova Iorque (EUA), foi despedida sob acusação de ter tido relações sexuais com três homens – um segurança, o pai de um aluno e um assistente da direção – dentro das instalações da escola.

Annie Seifullah terá também deixado fotografias incriminatórias, de teor sexual, em alguns dos computadores dos departamentos da escola. Segundo o jornal 'Daily Mail', a relação com o pai do aluno era conhecida e permitida pela escola mas acabou mal.

Como forma de retaliação, o homem forneceu à polícia uma gravação com a confissão da diretora a dizer que teve relações com o segurança e o assistente dentro da escola.

* A esta xenófoba notícia só falta fuzilar a directora. Os gajos intervenientes no atentado ao pudor estão inocentes!

.
.

I-A HISTÓRIA


DA PALAVRA

 

3-A REVOLUÇÃO 

DOS ALFABETOS


video



.
.
HOJE NO
"O PRIMEIRO DE JANEIRO"

Papa Francisco denuncia "os arrivistas 
e aproveitadores" da Igreja
"Esta tentação existe desde o início"

 O papa Francisco denunciou hoje "os arrivistas" e aproveitadores que enriquecem à custa das instituições da Igreja, numa altura em que sobriedade e despojamento são as novas palavras de ordem do Vaticano. 

Na homília diária, na capela da residência de Santa Marta, no Vaticano, o papa fez declarações muito duras, na mesma altura em que um novo conselho de Economia foi criado para pôr fim às fraudes e má gestão na Igreja. 


O banco do Vaticano, como é conhecido o Instituto para as Obras Religiosas, está em fase de renovação e as suas contas estão a ser analisadas uma a uma. O papa escolheu a palavra "arrampicatore" ("trepador"), que em italiano significa também arrivista, para afirmar: "Se tens vontade de trepar, vai mais para norte e faz alpinismo: é mais saudável!". 

Existem aqueles "que seguem Jesus pelo dinheiro, com o dinheiro, procurando aproveitar-se economicamente da paróquia, da diocese, da comunidade cristã, do hospital, do colégio", declarou. "Esta tentação existe desde o início, e nós conhecemos muitos bons católicos, bons cristãos, amigos, benfeitores, da Igreja, com títulos honoríficos variados... 

E depois descobrimos que tinham negócios pouco claros. Apresentavam-se como benfeitores da Igreja, mas desviaram muito dinheiro, e nem sempre dinheiro limpo", disse. O papa escolheu, ao ser eleito, o nome de Francisco de Assis e declarou querer tornar a Igreja mais "pobre para os pobres". 

* "No início era o verbo" e a igreja católica sempre o conjugou mal, seria melhor implodir.


.

HUGO GONÇALVES

.






Putos, retretes & sungas 

Acredito que, pelo menos na ótica do homem português, a sunga esteja para as partes baixas como a echarpe está para as partes altas - uma mariquice desnecessária 


"It´s the little differences" - Vincent Vega, Pulp Fiction

1 - Se há uma palavra que foi corrompida pela minha presença no Rio, essa palavra foi "puto". Há uns anos, quando trabalhava num restaurante em Nova Iorque, emprestei uma biografia do Maradona a um colega brasileiro, que no dia seguinte me interrogou, um pouco escandalizado, após ler os capítulos sobre a infância do craque: "Qual é essa de o Maradona ser puto?"

Puto, no Brasil, não quer dizer criança, e jamais alguém chama o irmão mais novo de "puto", como acontece na minha e em muitas outras famílias portuguesas. Puto, mais que tudo, é um insulto - como chamar "cabrão" a alguém, mas, segundo o dicionário Aurélio, é também um pederasta passivo - daí a inquietação do meu amigo, que não podia aceitar a homossexualidade precoce de Maradona. Uma coisa é certa, desde que cheguei ao Brasil, nunca mais ouvi estes versos da mesma maneira: "Parecem bandos de pardais à solta / Os putos, os putos/ São como índios, capitães da malta/ Os putos, os putos".

2 - Palavras como "sanita" ou "retrete" soam aqui tão estranhas como o nome de certas ruas em Amsterdão. Em hora de aperto, usa-se o "vaso (sanitário)" ou a "privada". Mas a única diferença não é semântica. Uma amiga carioca dizia-me: "Sempre que dou uma festa e a privada de minha casa entope sei que foi um europeu." Por momentos, questionei-me sobre o que andavam a comer os europeus para causar tantos transtornos, mas ela rapidamente me explicou que as canalizações, no Rio, são bastante mais estreitas e ineficientes, logo, basta um papel a mais para alagar a casa de banho. Os europeus não sabem disso. 

Nos banheiros da cidade, comecei a reparar na quantidade de cartazes - "Por favor não jogue papel no vaso" - e nos caixotinhos onde  o tal papel deve ser colocado. Não sou capaz. Continuo a prevaricar, o que já me valeu momentos de aflição, diante de "privadas" alheias, vendo a água subir enquanto peço aos anjos e santos que ela não transborde, que não me faça passar vergonhas, e, nos píncaros do pânico, não sei porquê, lembro-me sempre da frase que li na porta de um WC em Cascais: "Lá fora és um herói, mas aqui dentro borras-te todo". 

3 - O uso do "você", tal como a utilização do gerúndio, são rapidamente assimilados pelos portugueses, mesmo aqueles que, como eu, mantêm intacto o seu sotaque lusitano. Trato poucos brasileiro por tu, mas ainda estranho dizer "você isto", "você aquilo" porque passei a vida a ouvir que, por razões de boa educação, não se deve chamar ninguém de "você", mas sim usar o nome da pessoa. Ora, isso confunde os brasileiros, que não têm esse hábito. Por isso, quando uma amiga brasileira se apresentou numa reunião de trabalho, em Lisboa, e um dos seus interlocutores disse "Se a Laura quiser, podemos assinar o contrato amanhã", ela questionou-se sobre quem seria essa tal Laura, que, ainda por cima, tinha o seu nome, e de quem dependia a conclusão do negócio. Era, claro, ela mesma. 

4 - Se há tantos portugueses que são donos de padarias no Rio de Janeiro, se, aliás, o cliché do Joaquim e do Manoel, cobertos de farinha ou entregando carcaças de porta em porta, ainda persiste no imaginário brasileiro, então por que raio o "pão francês" - uma espécie mini de baguete - é o mais popular e comum? O meu problema não tem tanto a ver com o nome do pão. Sei que os cariocas sempre tiveram um fascínio pelos franceses. Mas não entendo porque, como tantos padeiros lusos, o pão pode ser tão medíocre. "É da farinha", explicaram-me. Durante muito tempo, mastiguei pão que parecia pastilha elástica. Até que, na minha rua, abriu um Talho Capixaba - padaria, café, charcutaria - cujo proprietário é português. Desde então, a minha vida mudou. Sou daquelas pessoas que, mesmo com o frigorifico cheio, acha que passará fome caso não haja um pãozinho em casa. Sou agora mais devoto do pão do Talho Capixaba - feito com farinha portuguesa - do que certas velhinhas são beatas de Nossa Senhora de Fátima. 

5 - No Rio, durante o sexo, as pessoas não se vêm - as pessoas gozam. Os brasileiros acham curiosa a forma como os portugueses designam, coloquialmente, o momento do orgasmo. Caetano Veloso escreveu uma música, inspirada na gíria portuga, cujos únicos versos são: "Estou-me a vir/ E tu como é que te tens por dentro?/ Porque não te vens também?"

Gozar, aqui, não é exclusivo para o sexo, também serve para dizer que estamos a zombar de alguém - troçar, escarnecer, debochar. Mas o uso mais comum da palavra "gozar" está relacionado com o momento em que os foguetes descolam, os músculos deslizam dos ossos e as unhas se cravam na carne. Sendo assim, há muitos portugueses que metem o pé na argola, como a miúda que, num restaurante, irritada com um empregado de mesa imprestável, e para risota geral, lhe perguntou, sem dar-se conta do que dizia: "Você está gozando na minha cara?"

6 - Não uso sunga. Desde os seis anos, quando me mascarei de Super Homem, que evito cuecas vermelhas sobre collants azuis. Os meus amigos brasileiros insistem que uma sunga não é o mesmo que um par de slips, mas, ainda assim, estou entre aqueles que preferem não ir a banhos de cuecas.

Opiniões femininas defendem que a sunga valoriza o corpo dos homens. Talvez o Ryan Gosling, metido numa cuequinha e flanando na beira mar de Ipanema, possa estragar casamentos e empinar peitinhos, mas há muitos badochas na areia a quem a sunga, inclemente, só pode prejudicar.

Não se trata de pudor. Já troquei muitos calções na praia sem medo que vissem a minha bunda. Também não é uma questão exclusivamente estética, embora acredite que, pelo menos na ótica do homem português, a sunga esteja para as partes baixas como a echarpe está para as partes altas - uma mariquice desnecessária. Compreendo que usar sunga é uma questão de hábito, um detalhe cultural facilmente assimilável - afinal, troquei a toalha turca pela canga e a bola de Berlim pelo picolé. Não há mal algum em que os outros usem cuecas na rebentação. Sejam muito felizes nesses trajes exíguos.

Mas acredito que, ao longo da vida - com tantas perdas, mudanças e mutações -, é importante preservar um punhado de convicções intactas, algo que nos lembre de onde viemos e que defina quem somos. Por exemplo, acredito que não devo gastar mais dinheiro num corte de cabelo do que num jantar, tal como creio que devo continuar a vestir - para desespero da minha mulher - t-shirts antiquíssimas e esburacadas com o orgulho de quem usa a armadura de um super-herói. O que quero dizer é: se a minha pedra tumular tiver inscrito apenas "Aqui jaz alguém que nunca usou sunga", terão feito justiça ao homem que eu sempre quis ser.

IN "VISÃO"
02/05/14

.
.


171.UNIÃO


EUROPEIA
 














.
.
HOJE NO
"DIÁRIO DE NOTÍCIAS"

Cavaco ataca críticos da saída 
do resgate no Facebook

O Presidente da República decidiu confrontar, através de uma publicação no seu Facebook, os críticos da saída do resgate, que declararam que o país teria de pedir um segundo programa de empréstimo à troika.

Na mensagem divulgada há minutos, Aníbal Cavaco Silva, escreve que "o que mais me vem à memória, no dia de hoje, são as afirmações perentórias de agentes políticos, comentadores e analistas, nacionais e estrangeiros ainda há menos de seis meses, de que Portugal não conseguiria evitar um segundo resgate". E atira a pergunta: "O que dizem agora?"

A mensagem, que serve de reação oficial ao anúncio de ontem do primeiro-ministro -- que Portugal sairá do atual regstae sem linha cautelar, portanto, como fez a Irlanda, refere ainda que "neste tempo pré-eleitoral é apenas isto que respondo a todos aqueles que pedem a minha reação ao anúncio de ontem de que Portugal não recorrerá a qualquer programa cautelar".

* Em primeiro lugar correm rumores, há mais de 30 anos, que o doutorado Cavaco Silva  é um economista mediano, que nunca foi um bom político nós confirmamos.
Em segundo lugar não saímos com programa cautelar porque existem países da U.E., Alemanha inclusa, que estão fartos de emprestar para o nosso peditório, países que obrigaram Portugal a saír à papo seco. No entanto, se por qualquer contingência externa a europa der um espirro, nós ficamos com uma pneumonia.
Será que respondemos bem ao sr. Presidente apesar de sabermos que não vai ler o nosso comentário?

.
.
 OS NOSSOS VIZINHOS




















.
.


1-LOUCOS POR 
 
 CARROS


video


NO JORNAL DA BAND

FONTE:TheReallyJhonny



.
.
.
HOJE NO
  "RECORD"

Fernando Pimenta:
 «Medalhas abrem boas perspetivas»

Fernando Pimenta manifestou-se, esta segunda-feira, "extremamente satisfeito" com as três medalhas obtidas na I Taça do Mundo, em Milão, acreditando que os resultados traduzem "boas perspetivas para o futuro". 
"A Taça do Mundo foi bastante participada. Dos finalistas do campeonato do Mundo em K1 1.000 só não esteve um. De resto, todos os medalhados e finalistas. Também houve bastante nível em K2 500 e K1 5.000. Estou bastante contente, pois estas medalhas abrem boas perspetivas para o futuro", disse.

Em declarações à agência Lusa, Pimenta defende que os três pódios - em K2 500, com o companheiro vice-campeão olímpico Emanuel Silva - provam que está "num bom nível, no bom caminho": "Agora é continuar o trabalho todos os dias. Chegar a agosto e estar na máxima forma nos Mundiais".

"Realmente foi um início de época bastante prometedor. Logo três medalhas no arranque internacional, uma em distância olímpica com o Fernando Pimenta em K1 1.000 e saudar também o regresso do K2 vice-campeão olímpico numa distancia K2 500, na qual em 2013 fomos campeões do Mundo", referiu o presidente da federação.

Vítor Félix lamentou a ausência do campeão do Mundo João Ribeiro (K2 500 com Emanuel Silva) e assumiu a aposta em diversas "experiências em 2014 para que em 2015 a seleção possa atacar o apuramento olímpico com a equipa certa". O técnico nacional Hélio Lucas frisou que "o objetivo máximo da época são os Mundiais", em agosto na Rússia: "Mesmo que isso signifique abdicar de um resultado excelente nos Europeus [julho, na Alemanha], pois num mês pode-se perder a melhor forma e a ideia é estar ao máximo em Moscovo". 

O treinador acredita que João Ribeiro "vai estar em plena forma nos mundiais" e com isso abrir o leque de opções da equipa masculina, que idealmente competirá em K1, K2 e K4. 

* 3 medalhas, é de homem!!!


.
.


Ute Lemper


Lola

video



.
.

HOJE NO
"JORNAL DE NOTÍCIAS"

Raparigas raptadas serão "escravas",
. "vendidas" e "casadas" à força

O líder do grupo extremista islâmico Boko Haram reivindicou, esta segunda-feira, o sequestro de mais de 200 raparigas em abril no nordeste da Nigéria e disse que elas vão ser tratadas como "escravas", "vendidas" e "casadas" à força.

"Raptei as vossas raparigas. Vou vendê-las no mercado, por Alá", afirmou Abubakar Shekau, num vídeo de 57 minutos obtido pela agência France Presse.

Duzentas e setenta e seis raparigas adolescentes foram raptadas a 14 de abril da escola que frequentavam em Chibok (nordeste), no estado de Borno. Segundo a polícia, 53 raparigas conseguiram fugir, mas 223 continuam sequestradas.

No vídeo, Shekau diz "manter as pessoas como escravas" e afirma que raptou as raparigas porque "a educação ocidental deve acabar" e as raparigas "devem abandonar" a escola e "ser casadas".
O líder do grupo extremista surge nas imagens em uniforme de combate, em frente de um veículo blindado e junto de duas camionetas com metralhadoras. Junto de Sekau veem-se seis homens armados com as caras tapadas.

Nos primeiros 15 minutos do vídeo, Sekau critica a democracia, a educação ocidental e os esforços para que muçulmanos e cristãos vivam em paz.

"Raptei uma rapariga de uma escola de educação ocidental e vocês ficam indignados. Digo que a educação ocidental tem de acabar: Raparigas, saiam (da escola) e casem-se", afirma.

A Nigéria, o país mais populoso de África com cerca de 160 milhões de habitantes, tem sido palco nos últimos anos de dezenas de ataques reivindicados pelo Boko Haram, grupo radical islâmico que quer impor a "sharia" (lei islâmica) no país.

Só este ano, mais de 1500 pessoas morreram em ações atribuídas ao grupo extremista.

* E ninguém dá um tiro neste filho da puta? Pedimos desculpa pela expressão.


.



.O PINÁCULO

video

Em busca das estrelas e montanhas, o suiço, Cristian Mulhsuser, subiu, entre Agosto e Outubro de 2012, três vezes a montanha mais famosa da Suissa, a Matterhorn, para fazer este BELO filme de 4,15 minutos. Ficou a dormir algumas noites a 2.700 metros de altura e com uma temperatura de menos de 12 graus centígrados. 
A essa altura, sem contaminação de luz, só céus deslumbrantes.


.
.

HOJE NO
"JORNAL DE NEGÓCIOS"

Helena Garrido: 
O que acontece depois da saída limpa?

O Governo anunciou a opção pela chamada saída limpa para o fim do programa de ajustamento. Helena Garrido, directora do Negócios, explica-lhe o que acontece agora. 

Portugal vai sair, sem cautelar, do programa de ajustamento. Uma saída que não é totalmente limpa. Vamos ficar sob vigilância. Helena Garrido, directora do Negócios, explica-lhe, em poucas palavras, o que se segue e por que a saída não é totalmente limpa.

video


* Helena Garrido uma excelente analista e melhor do que isso uma pessoa séria.



.
.
GRAFFITI NO WC













.


HOJE NO
"DESTAK"

Reabertas candidaturas para 
director-geral do fisco por falta 
de candidatos com mérito 

A Comissão de Recrutamento e Selecção para a Administração Pública (Cresap) vai reabir o concurso para diretor-geral da Administração Tributária e Aduaneira (AT) por não ter encontrado nas 11 candidaturas apresentadas, três com mérito suficiente. 


"O concurso vai ser objeto de repetição do aviso de abertura, por não terem sido encontrados três candidatos com mérito", disse à Lusa fonte oficial da Cresap, adiantando que depois de realizadas as entrevistas no âmbito do concurso "o júri, presidido pelo presidente da Cresap, deliberou (...) que se proceda à repetição do aviso de abertura". 

Segundo a mesma fonte, o júri fundamentou a decisão tomada hoje no facto de "terminadas as entrevistas, não terem sido encontrados três candidatos com mérito para constituir a proposta de designação a apresentar ao membro do Governo".

* Agora imaginem se os ministros fossem a concurso...eh, eh, eh.



.
.

CULTURISMO

video



.
.
HOJE NO
"i"

Poiares Maduro.
Saída do resgate é "resultado extraordinário" para Portugal

O governante fez ainda questão de explicar que o plano que o Governo tem para Portugal é um projeto que passa por “oferecer” aos portugueses “crescimento económico de forma sustentada”
 .
O ministro-Adjunto e do Desenvolvimento Regional, Miguel Poiares Maduro, classificou hoje como um “resultado extraordinário” para Portugal a saída do programa de resgate financeiro sem recurso a um programa cautelar.

“Este é um resultado extraordinário, que premeia os sacrifícios que os portugueses fizeram e o esforço enorme que os portugueses fizeram”, disse.

O ministro Miguel Poiares Maduro falava aos jornalistas durante uma visita ao Ninho de Empresas de Marvão, no distrito de Portalegre, no âmbito do primeiro de um conjunto de Roteiros por Territórios de Baixa Densidade, que termina hoje no Alto Alentejo.

“Recuperamos a nossa liberdade de decisão, que tínhamos perdido, mas recuperamo-la também porque reconquistamos credibilidade, na medida em que conseguimos conciliar crescimento económico com reequilíbrio orçamental”, acrescentou.

Miguel Poiares Maduro destacou ainda que Portugal está a recuperar e, que os portugueses, em particular, estão a recuperar os seus rendimentos, situação que conduz o país a acreditar numa “esperança concreta” no futuro.

“Estamos a começar a recuperar o rendimento dos portugueses. É por isso que estamos a começar a oferecer aos portugueses cada vez mais uma esperança para o futuro, que é uma esperança concreta, não é uma esperança como no passado, imaginada e não sustentada”, disse.

O governante fez ainda questão de explicar que o plano que o Governo tem para Portugal é um projeto que passa por “oferecer” aos portugueses “crescimento económico de forma sustentada”.
“Isso passa por mantermos o equilíbrio orçamental, mas como disse esse equilíbrio orçamental não é um fim em si mesmo, é um meio para oferecer melhores condições de vida aos portugueses”, concluiu.

Portugal vai sair do atual programa de resgate financeiro sem recorrer a qualquer programa cautelar, regressando autonomamente aos mercados, anunciou no domingo o primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho.

"Hoje [domingo], em Conselho de Ministros, o Governo decidiu que sairemos do programa de assistência sem recorrer a qualquer programa cautelar", afirmou Pedro Passos Coelho, numa declaração ao país, feita a partir da sua residência oficial, em São Bento, Lisboa, após uma reunião extraordinária do Conselho de Ministros.

"Depois de uma profunda ponderação de todos os prós e contras, concluímos que esta é a escolha certa na altura certa. É a escolha que defende mais eficazmente os interesses de Portugal e dos portugueses e que melhor corresponde às suas justas expectativas", acrescentou o chefe do executivo PSD/CDS-PP.

* Seria de esperar que um delfim universitário mentisse com mais qualidade:
1- A troika não vai embora, fica pelo menos até 2020.
2- A diminuição de juros não se deveu à boa gestão do governo mas porque os "donos do dinheiro" tiraram as notas do colchão e puseram-no a circular na europa.
3- Em Portugal o aumento da produção é ridículo e portanto a receita do Estado resultou  do assalto feito aos contribuintes.
4- A dívida pública está em 131% do PIB, em 2011 era de 107,8%.

Se quiser votar nestes aldrabões, sirva-se!


.
.


 SÍMBOLOS SEXUAIS


DE ANIMAÇÃO


JESSICA RABBIT

HOLLI WOULD
HELLO NURSE


PRINCESS JASMIN


WONDER WOMAN


POISON IVY


CATWOMAN


RED HOT RIDING HOOD

ARIEL


HARLEY QUINN



.
.
HOJE NO
"A BOLA"

Quaresma entre os pré-convocados
 para o Mundial

O selecionador Paulo Bento confirmou que o extremo Ricardo Quaresma (FC Porto) é um dos jogadores que está nos pré-convocados para o Mundial.

«Quaresma é um jogador que está e esteve sempre a ser observado, tal como muitos outros. Também vou levar em conta a participação daqueles que sofreram muito ao longo de dois anos, mas posso dizer que Quaresma está entre os pré-convocados», afirmou Paulo Bento, em declarações à RTP.

O selecionador também analisou a questão de Nani (Manchester United).

«Em relação a Nani ainda não está completamente decidido. Ele teve mais intermitências esta temporada do que nas restantes por causa de lesões, mas desde março está a treinar sem problemas e tem sido titular. É um jogador que esteve em 10 dos 12 jogos oficiais.»

* Não sabemos se Paulo Bento foi a Fátima a pé para poder ir ao Brasil mas abusa da sorte, da qualidade e estoicismo dos jogadores, para o lugar de Quaresma existem pelo menos 10 bem melhores.



.