quinta-feira, 10 de abril de 2014

UMA GRAÇA PARA O FIM DO DIA

.

.
.


 O QUE NÓS



REBUSCAMOS



A CONIVÊNCIA ASSUMIDA


video


Esqueça o radicalismo das legendas e concentre-se, apesar de os factos serem verdadeiros, no veneno dum político despeitado.


.
.

 TABACO LOGO PLOF


























.
.


PORTUGUESES


E ALEMÃES 



O VÍDEO DE MARCELO REBELO DE SOUSA QUE OS ALEMÃES NÃO QUEREM VER


video


Este vídeo, foi criado pelo Prof. Marcelo Rebelo de Sousa, e foi “proibido” na Alemanha por motivos políticos pelo que o dever de Portugal é partilhar este vídeo!
O vídeo com o título “Ich Bin Ein Berliner” foi rejeitado pelas autoridades Alemãs e assim “impedido” de circular pela Alemanha. O vídeo é algo parecido com o que surgiu há alguns meses quando os Finlandeses deram a entender que não queriam participar na ajuda a Portugal.

Este facto causa-nos a maior incompreensão e merece o nosso protesto. Diz-se no filme que o povo português trabalha mais horas do que o povo alemão. Que paga mais impostos. Que tem menos dias de férias e feriados e mostra umas grandes verdades!!!...

.
.
HOJE NO
"DESTAK"

Jovens emigrantes "à força" lançam
. manifesto sobre "realidade avassaladora" 

"Esse país também é nosso" é o nome de um manifesto lançado por jovens emigrantes portugueses qualificados, que pretendem que "a realidade avassaladora da emigração" seja tema de debate nas eleições europeias. 


A ideia de lançar o manifesto surgiu da vontade de jovens emigrados "à força" de "fazerem alguma coisa" pelo seu país, numa altura em que se aproximam as eleições europeias (25 de maio), informou hoje à agência Lusa Rodrigo Rivera. 

 "Achamos que se está a falar muito pouco da nossa situação enquanto portugueses emigrados à força" e, por isso, considerámos "importante pautar as eleições europeias" com esta temática, adiantou o jovem, que emigrou com a mulher para o Brasil em setembro. 

* Os jovens emigrantes à força têm toda a razão, um pedido: continuem a votar PS, PSD e CDS.



.
.

XV- O UNIVERSO


  2- MISTÉRIOS

INEXPLICÁVEIS


video



.
.
HOJE NO
"i"

Juízes ignoraram alerta do MP 
sobre multas de milhões de 
euros em risco de prescrição

Relatório enviado em 2010 enumerava um "elevado número de processos" parados e alguns já tinham prescrito 
 .
O Ministério Público informou o Conselho Superior da Magistratura (CSM), em Maio de 2010, de um elevado número de processos de contra-ordenações do Banco de Portugal e da Comissão de Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) que estavam parados no Tribunal de Pequena Instância Criminal de Lisboa, e que já tinham prescrito ou estavam em risco de prescrever.

Tinham passado dois anos desde o início da crise financeira, o gigante da banca Lehman Brothers tinha falido e o mundo ocidental começava a escrutinar as instituições bancárias. Apesar desse contexto, o órgão de disciplina dos juízes nada fez.

O i não conseguiu apurar o número exacto de processos em risco mas diversas fontes judiciais referem que estavam em causa dezenas de milhões de euros que poderiam ter revertido para o Estado.

Contactada pelo i, fonte oficial da Procuradoria-Geral da República (PGR) confirmou que "na sequência da tomada de conhecimento de que nos juízos do Tribunal de Pequena Instância Criminal de Lisboa se encontrava em risco de prescrição ou tinha já prescrito elevado número de processos de contra-ordenação, nos anos de 2010 e 2011, o Conselho Superior do Ministério Público (CSMP) e a Procuradoria-Geral Distrital de Lisboa (PGDL) diligenciaram junto de diversas entidades no sentido de lhes transmitir a situação detectada e de solicitar a tomada de medidas que permitissem ultrapassar as dificuldades decorrentes da falta de meios humanos nas secções judiciais para a tramitação e processamento daqueles processos".

* Vasos de comunicação entupidos e o povo paga.

.
.

Henry Lin

O que podemos aprender com as galáxias muito, muito distantes?





Numa divertida e emocionante palestra, o adolescente Henry Lin olha para algo inesperado no céu: distantes aglomerados de galáxias. Estudando as propriedades das maiores peças do universo, diz o premiado vencedor da Feira de Ciência da Intel, podemos aprender bastante acerca dos mistérios científicos do nosso próprio mundo e da nossa galáxia.


.

JOANA PETIZ

.


A lebre afinal era gato 
– e manhoso

Assim que descobriu que ia mudar de chefe, começou a trabalhar como se não houvesse amanhã. Passou a chegar cedo e a sair tarde, a pilha de papéis na sua secretária desapareceu como por magia, despachou tudo com rigor. E até começou a ter ideias – que era coisa que nunca lhe passaria pela cabeça.

A verdade é que se o novo chefe sonhasse como as coisas eram antes, provavelmente não haveria mesmo amanhã para si, pelo menos ali. E o seu instinto de sobrevivência falou mais alto – nos dias que correm, seria louco se arriscasse perder o emprego. A questão é: tem a certeza que não agiu tarde de mais?

Sempre que se avizinham mudanças estruturais, mesmo alguns dos trabalhadores mais dedicados tendem a adoptar uma de duas atitudes – nenhuma delas saudável. Ficam perdidos, desorientados e positivamente incapazes de reagir, passando uma imagem de incompetência que não corresponde à realidade. Ou transformam-se em super-empregados capazes de fazer o seu trabalho e o de todos os que o rodeiam. 

Escusado será dizer que criar falsas expectativas em relação às suas capacidades é um erro – mesmo porque não aguentará a farsa muito tempo. 

Se tentar ir a todas dificilmente fará alguma coisa de jeito. Aspectos importantes vão necessariamente escorregar-lhe por entre os dedos e vai acabar por fazer asneira. E ninguém é capaz de viver num ritmo infernal – quando não aguentar mais, o seu novo chefe não vai perceber a razão da sua mudança de atitude e ficará desiludido com a lebre que virou gato.

Uma mudança de ares pode ser um excelente ponto de partida para voltar a entusiasmar-se com a sua carreira, mas não exagere naquilo que tenta mostrar. Se é um bom profissional, a consistência deve ser uma das suas qualidades. E mesmo que demore umas semanas, acabarão por reconhecer o seu valor.

Por outro lado, se andou a arrastar os pés nos últimos meses, é pouco provável que essa realidade tenha passado ao lado do chefe, mesmo que tenha começado a dar o litro assim que soube que ele ia chegar. 

Encarar um emprego como quem corre os 100 metros é um erro. Vai cansar-se cedo e descobrirá da pior maneira que a meta nunca mais aparece. Veja-o antes como uma corrida de fundo – há que saber quando acelerar e abrandar, mas o essencial é manter o ritmo.


Chefe de redacção adjunta


IN "DINHEIRO VIVO"
07/04/14

.
.



146.UNIÃO


EUROPEIA



SEXO NÃO É ACIDENTE, USE CAMISA




.
.
HOJE NO
"A BOLA"

«Ninguém quer encontrar a Juventus» - Jorge Jesus

Entre Juventus, Valência e Sevilha, Jorge Jesus não tem dúvidas quanto ao adversário que preferia evitar nas meias-finais da Liga Europa.
.
«Nas meias-finais todas as equipas são fortes, umas mais do que outras. Nenhuma gostaria de encontrar a Juventus. Vamos defrontar quem nos calhar. Mais uma vez estamos nas meias-finais. Não é para todos», argumentou Jorge Jesus, realçando:

«O Benfica está muito confiante e os adeptos também. Estamos no caminho certo». 

* O futuro não vai ser fácil mas o Benfica tem equipa para ir à final.


.
.



ELEIÇÕES






















.
.


5-FILOSOFIA



video

ARTE SERVE PARA QUÊ?

ÚLTIMO EPISÓDIO


A arte tem a ver com a criação. Você vai ver que um artista cria um mundo novo, que pode ser feito de sons, cores, formas, palavras e gestos. Esse mundo novo, a obra artística, mexe com os nossos sentidos e transforma a nossa visão da realidade.


Programa de educação mantido pela Fundação Roberto Marinho e pelo sistema FIESP, SESI/SP, SENAI/SP e IRS.



.
.
HOJE NO
"DIÁRIO DE NOTÍCIAS
DA MADEIRA"

Partos e cesarianas custam nove vezes mais nos privados do que no SNS

O preço dos partos normais e das cesarianas nos hospitais privados chegam a custar nove vezes mais do que Serviço Nacional de Saúde (SNS), segundo uma avaliação da Entidade Reguladora da Saúde (ERS) hoje divulgada. 


"O diferencial público/privado é maior no caso dos partos, com partos vaginais e cesarianas a custarem no privado cerca de nove vezes mais do que no setor público", refere um parecer da ERS publicado no site da instituição. 

Este parecer surge na sequência de um pedido do ministro da Saúde sobre o limite de preços que os hospitais públicos podem praticar na sua relação com terceiros.

No documento da ERS, constata-se que um parto sem complicações no SNS surge com um preço de 289 euros, enquanto a média dos privados é de 2.985 euros. No caso das cesarianas, no público custam 467 euros e nos privados 4.643 euros.

Também as colonoscopias e mamografias apresentam diferenças consideradas significativas entre público e privado.

Dos casos analisados pela ERS, em todos os serviços, o preço nas tabelas do SNS é inferior, em média, ao que é praticado pela amostra usada de prestadores privados.

A exceção vai para os serviços de urgência, em que o preço na tabela do SNS é cerca de quatro euros mais elevado do que na média dos privados.

O estudo realizado pela ERS teve como objetivo "identificar limites aos preços praticados pelos hospitais públicos" e saber como os preços podem ser usados "para concorrer em mercados nacionais e internacionais de cuidados de saúde complementares à prestação de serviços no âmbito dos contratos-programa do SNS".

* Existem hospitais privados que são autênticos hotéis de luxo, só os hóspedes é que não são turistas e também morrem como no SNS.

.
.
Irish song flute music

video


.
.
HOJE NO
"DIÁRIO ECONÓMICO" 

Impressoras 3D low cost 

video

Transformar uma imagem num produto já não tem um custo proibitivo.

*  Imagine o seu filho em 3D


.
.

PERÍCIA


video

No passado dia 23 de Março, o açoreano Bruno Costa registou em vídeo uma aterragem no aeroporto da Ilha das Flores, nos Açores, capaz de tirar o fôlego a qualquer um... só um piloto com sangue frio e experiência é capaz de pousar em segurança nestas condições.



.
.
HOJE NO
"CORREIO DA MANHÃ"

Médico passa receitas falsas por dinheiro 

Cardiologista é arguido no processo que lesou o Estado em quatro milhões de euros.

O médico Luiz Basile, um dos 18 arguidos no processo Remédio Santo, suspeito de terem lesado o Estado em mais de quatro milhões de euros, reiterou esta quinta-feira no Tribunal de Monsanto, em Lisboa, que passou receitas falsas entre fevereiro de 2010 e junho de 2012, altura em que foi detido, por uma recompensa monetária. 


Perante o colectivo de juízes, o cardiologista assegurou que chegou mesmo a utilizar os códigos e vinhetas da sua mulher para prescrever medicamentos altamente comparticipados pelo Serviço Nacional de Saúde a doentes cujos dados subtraiu dos locais em que exerceu medicina ou que eram consultados por colegas da especialidade. 

Confrontado pelo procurador do Ministério Público, Luiz Basile disse negou alguma vez ter pertencido a uma rede criminosa e assegurou que sempre desconheceu o destino dos medicamentos que prescreveu com maior frequência no ano de 2012 e que entregava a outro dos arguidos do processo, Rui Peixoto. 

* Que não se tome a nuvem pela tempestade.


.
.


DOUTRO SÉCULO


ALFAIAS AGRÍCOLAS

 ESCADA DE PODA


 MANGOAL


 ARADO


 SACHADOR


 SEMEADOR


GRADE


 ENFARDADEIRA MECÂNICA


DEBULHADORA


 CARRO DE BOIS


DEBULHADORA




.


.
HOJE NO
"PÚBLICO"

Número de crianças com alergias
. alimentares está a aumentar

Cinco em cada dez crianças sofrem de alergias alimentares. Entre os adultos os números não são tão expressivos, mas as reacções podem ser igualmente graves.

Cinco em cada dez crianças sofrem de alergias alimentares e o número está a aumentar. Quando não são diagnosticadas e tratadas correctamente, as reacções adversas à comida podem revelar-se fatais. Estes e outros dados estarão em discussão amanhã, na Faculdade de Medicina da Universidade do Porto que promove ainda uma sessão para ensinar os pais a cozinhar para as crianças que sofrem de alergias

 O laboratório de Imunoalergologia do Hospital de São João em parceria com a Faculdade de Medicina (FMUP) e a Faculdade de Nutrição e Alimentação da Universidade do Porto (FCNAUP) organizam esta sexta-feria na FMUP um curso sobre a Alergia Alimentar, no âmbito da Semana Mundial da Alergia.
O evento destina-se sobretudo a elucidar os pais das crianças que sofrem de alergias alimentares, reacções adversas que, quando não correctamente tratadas podem revelar-se fatais. André Moreira, investigador da FMUP e organizador do evento explica que o número de crianças alérgicas aos alimentos está a aumentar e, por isso “saber o que se pode ou não se pode comer, reconhecer os sintomas de reacção alérgica a tempo e ter por perto a medicação necessária” são questões que ganham relevância e merecem ser discutidas.

Do programa sobre “O Essencial sobre Alergia Alimentar” constam painéis em que serão divulgados factos e números sobre o problema, formas de diagnosticar as alergias e ainda, serão dados workshops de culinária com o objectivo de ensinar os pais como cozinhar para as crianças que sofrem de alergias alimentares. As formas de tratamento adequadas também estarão em destaque na conferência, que conta com a presença de vários especialistas na área.

* Alergias um mal maior

.
.

POLIVALENTE

video



.
.
HOJE NO
"DIÁRIO DE NOTÍCIAS"

Mais de 200 casos de violência 
entre médicos e enfermeiros

Os dados disponíveis de janeiro e fevereiro deste ano, na Direção-Geral de Saúde (DGS), mostram que houve já 97 episódios de violência, quase metade dos registados em todo o ano de 2013, que ascendem a 202.

No primeiro ano em que existem registos disponíveis, no "site" da DGS, 2007, foram contabilizadas 35 situações de violência. No ano seguinte, 2008, estas aumentaram para 69, tendo disparado para 174, em 2009.

Em 2010 foram notificadas 79 situações, 154 em 2011, subindo a 164 em 2012.

No relatório relativo a 2013, as profissionais de saúde do sexo feminino são as que mais notificaram casos de episódios de violência: enfermeiras com 70 casos, médicas com 24 e assistentes técnicas com 22 situações.

Quanto aos agressores, surgem os doentes, em primeiro lugar (91 casos), seguidos de profissionais de saúde (69) da instituição e dos familiares do doente (33).

Injúrias, discriminação/ameaça e pressão moral representam os casos mais frequentes de violência notificados.

A violência física foi reportada em 46 situações e registou-se um caso de notificação de assédio sexual.

Em resultado destas situações, 21 profissionais de saúde agredidos solicitaram tratamento e outros tantos estiveram, por esta razão, temporariamente ausentes do serviço.

São 32 as vítimas que dizem ter apresentado queixa também à polícia, de acordo com o relatório publicado no "site" da DGS.

Os episódios de violência registaram-se de forma praticamente igual nos centros de saúde e nos hospitais - 88 casos e 82, respetivamente -, sendo a administração regional de Saúde do Centro a que apresenta maior número de situações.

* Que tristeza...


.
.
HOJE NO
"RECORD"

Câmara de Lisboa analisa 
candidatura ao Euro'2020

A Câmara de Lisboa está a avaliar com a Federação Portuguesa de Futebol (FPF) e a Câmara do Porto uma candidatura para que a capital receba jogos do Euro'2020, disse António Costa.

"Ainda não há nenhuma decisão final tomada. Temos estado a avaliar isso com a Federação, a Câmara do Porto e entre nós. E [estamos] a medir bem o passo. Temos de tomar bem a decisão e tomá-la-emos no momento oportuno. Mas ainda não temos decisão final", disse o presidente da Câmara de Lisboa, à margem da inauguração da sede da nova Junta de Freguesia do Parque das Nações. 

O autarca socialista defendeu que esta é uma decisão que tem de ser tomada de "forma ponderada", pelas especificidades do Euro'2020 e pelo caderno de encargos que as cidades que receberem jogos terão de assumir. "É um campeonato que tem um modelo completamente diferente do que é habitual. Não se trata de fazer numa cidade, mas em várias cidades, e tem um caderno de encargos particularmente complexo e que tem de ser estudado e bem avaliado. Nós hoje temos de tomar uma decisão que terá efeitos em 2020", explicou.

A ponderar nesta decisão está também a possibilidade de apenas uma cidade por país, com um único estádio, se poder candidatar. Sem querer afirmar se Lisboa tem o apoio da Câmara do Porto, António Costa reafirmou que tem havido negociações também com a autarquia portuense, liderada por Rui Moreira.

"Naturalmente temos falado com o Porto sobre isto, porque faz sentido apoiarmos todos a candidatura - a haver candidatura - que possa ter mais sucesso", disse o presidente da Câmara da capital. "Se perguntar a qualquer pessoa se gostaria de ter cá parte ou todo o campeonato de 2020 toda a gente diz que sim. A questão não é se queremos ter, é saber se entre o querer ter e o dever de ter cá o campeonato o que é que faz sentido. É isso que estamos a avaliar", concluiu.

Questionado pelos jornalistas sobre qual será a data limite de apresentação de candidaturas, o autarca preferiu não responder. "Quando tivermos uma conclusão será comunicada", disse.

* Não se aprendeu nada com o fiasco financeiro e megalómano do euro anterior???


.
.

MAIS PARA
  QUEIMAR

QUE PARA
BRONZEAR




















O SOL TAMBÉM MATA




.
.



HOJE NO
"JORNAL DE NOTÍCIAS"

Internet: 
Saiba se deve mudar de password
 agora mesmo

Uma grave falha de segurança foi detetada numa ferramenta de encriptação utilizada por muitos dos sites que visita diariamente. Saiba que passwords deve mudar para proteger os seus dados pessoais. 

Que a Internet não é totalmente segura já não é novidade, mas esta semana descobrimos que talvez ainda seja menos segura do que imaginavamos. Um "bug" na ferramenta de encriptação Open SSL, utilizada por grande parte dos sites que visitamos todos os dias, comprometeu a segurança da informação que enviamos. 

É uma das maiores brechas de segurança online já alguma vez detetadas, por causa do tempo em que passou despercebida (dois anos) e da quantidade de sites potencialmente afetados (estima-se que dois terços das páginas de Internet conhecidas usem Open SSL, a ferramenta de encriptação "open source" mais popular na Net).

Uma atualização do Open SSL já foi providenciada para colmatar esta falha, mas não há maneira de saber que sites e utilizadores foram afetados, pois o "bug" permite o acesso a dados confidenciais sem deixar qualquer rasto. Por isso, e antes de começar a mudar todas as suas passwords, convém saber se o website onde está a operar já fez ou não a atualização.

Para ajudar os utilizadores nesta tarefa, foram criados diversos sites e ferramentas que permitem verificar se um determinado website já procedeu à atualização do Open SSL. Algumas listas de sites vulneráveis também estão a ser providenciadas e atualizadas à medida que os sites em questão resolvem o problema de segurança.

Se tem conta em sites como Facebook, Tumblr, Google (incluindo Gmail, Youtube, Play e Apps), Yahoo, Dropbox ou Soundcloud, convém mudar a sua password, pois estes websites estiveram vulneráveis e já procederam à atualização do Open SSL. Se está registado/a em sites como Linkedin, Baidu, Ebay, Amazon, Microsoft, Evernote, Foursquare ou Bing não se preocupe, que estas páginas não utilizam SSL ou não foram afetadas.

Se utiliza websites não mencionados, a melhor estratégia é esperar por um email, em caso de registo: os sites afetados deverão enviar um email assim que for seguro fazer a mudança de password (se utiliza o IFTTT, por exemplo, já recebeu um email a pedir para mudar o seu código pessoal).
Se não quer esperar, pode sempre consultar a vulnerabilidade de um site através de um "Heartbleed Test", copiando o URL do site em questão e verificando se foi afetado.
Os utilizadores do Google Chrome também podem optar por instalar uma aplicação chamada ChromeBleed, que verifica, em tempo real, a vulnerabilidade dos sites que visita.

Uma pesquisa rápida por alguns dos mais importantes sites portugueses parece indicar que é seguro navegar por cá, com o Sapo e o Google.pt a não apresentarem vulnerabilidades, neste momento. No entanto, nada melhor do que ter certezas, fazendo uma pesquisa rápida no "Heartbleed Test" ou "ChromeBleed". Se ainda não estiver satisfeito/a, contacte o site em questão para saber se é melhor mudar de password.

O bug "Heartbleed"
O problema, descoberto por uma empresa de segurança online e por engenheiros da Google, já existe desde 2012, mas só agora foi encontrado, não se sabendo que dados foram roubados no entretanto.
Sites como o da NASA, FBI, Tumblr, Pinterest, Facebook, Yahoo, Flickr, Youtube ou Twitter, por exemplo, estiveram vulneráveis a ataques durante todo este tempo e não há forma de saber que dados foram roubados ou sequer se isso chegou a acontecer.

O "Heartbleed" é um "bug" eficaz, que permite ultrapassar facilmente a encriptação utilizada para proteger a Internet e roubar dados. Através desta falha, qualquer pessoa pode ler a memória dos sistemas protegidos pela versão de OpenSSL que apresenta o "bug", o que inclui "as chaves secretas usadas para identificar quem providencia o serviço e encripta o tráfego, bem como os nomes e passwords dos utilizadores e conteúdo". "Isto permite aos atacantes ver comunicações privadas, roubar dados diretamente dos servidores e dos utilizadores e até fazerem-se passar por eles", explica o site "Heartbleed", criado por quem descobriu o "bug".

Enquanto a versão vulnerável desta ferramenta de encriptação estiver em utilização, o conteúdo em questão pode ser abusado. Uma versão sem bug do OpenSSL já foi lançada no entretanto e espera-se que os serviços afetados comecem a fazer a atualização progressivamente. 

Os principais websites em utilização no Mundo já o fizeram e começaram a notificar os seus utilizadores para que estes mudem a sua password rapidamente. Não há provas do que poderá ter sido levado por eventuais atacantes (pois não se sabe se esta brecha já tinha sido detetada anteriormente por hackers com más intenções), pelo que mais vale prevenir do que remediar.

* Todo o cuidado é pouco.



.