sexta-feira, 21 de março de 2014

UMA GRAÇA PARA O FIM DO DIA

.




.
.

 O QUE NÓS


REBUSCAMOS





GROASIS






A Universidade de Valladolid, na Espanha, iniciou em 2011 um projeto de reflorestamento com a tecnologia  Groasis. A "Curta-metragem de Sonho de Groasis del Reflorestamento" mostra as ações da primeira universidade no mundo que apoia o objectivo de plantar 2.000 milhões de hectares de árvores nos próximos 40 anos.  A Universidade de Valladolid começou o projeto maior do mundo com o plantio Groasis waterboxx nos lugares de climas mais extremos da Espanha.




Groasis waterboxx é uma caixa colectora de água da condensação e da chuva, de maneira que torna possível plantar árvores ou arbustos em rochas, montanhas, jardins, áreas queimadas ou desertificadas ou qualquer outro lugar, sem ajuda de rega, com uma alta percentagem de éxito (90% ou superior). 
Em climas temperados a Groasis waterboxx produz um crescimento de 15 a 30% mais rápido, e defende as plantas ou árvores de roedores, ervas daninhas ou períodos de seca (pois distribui a água durante longos períodos).


.
.


 SERVIÇAL



INCONSEGUIDA





.
.
A PRIMEIRA
 MASTURBAÇÃO




Tatia Pileva, fotógrafa, pediu a 20 pessoas que não se conheciam que se beijassem pela primeira vez. O resultado é um filme que editámos a 12/03/14, que se tornou viral na NET e parecia ser uma ideia engraçada, mas, oh preversidade, aquilo era o preâmbulo dum anúncio, a Pileva, não sabemos aonde, aldrabou toda a gente.

Vai daí, gente manhosa mas com graça começou a plagiar o filme mas com outras intenções, assim apresentamos o filme cujo título nos abstemos de repetir porque a memória não ajuda. E assim, a Pileva nos fagotes.

.
.

HOJE NO
"DIÁRIO DE NOTÍCIAS
DA MADEIRA "

"Questões de género afectam 
muitas mulheres no Funchal" 

Uma ideia vincada por Paulo Cafôfo no acto de assinatura do protocolo entre a Câmara do Funchal e a Comissão para a Cidadania e Igualdade de Género 

O presidente da Câmara Municipal do Funchal, Paulo Cafôfo, admite que "as questões de género não são questões menores, de moda, são questões práticas, reais, da vida das pessoas, que afectam muitas mulheres no município do Funchal" e que, por isso mesmo, é fundamental avançar com o Plano Municipal para a Igualdade.

Um ideia deixada esta tarde, na assinatura do protocolo entre a autarquia funchalense e a Comissão para a Cidadania e Igualdade de Género (CIG), representada no acto pela sua presidente Fátima Duarte. O autarca considera que este protocolo visa desenvolver "um progresso civilizacional", até porque as questões de igualdade "estão na boca dos políticos, estão na boca das pessoas, mas mais do que estarem na boca, têm de estar nos actos e nas acções".

Paulo Cafôfo aproveitou para agradecer a disponibilidade manifestada por Guida Vieira para assumir o cargo de Conselheira Municipal para a Igualdade de Género, lembrando que "esta é uma causa que abraçou ao longo da sua vida" e que agora assume de forma mais institucional. O autarca lembrou que se trata de "um contributo cívico, voluntário, sem qualquer tipo de remuneração, que muito honra a cidade do Funchal". 

* A injustiça continua.


.
.


OS MEUS


SAPATOS







.
.

HOJE NO

"DIÁRIO ECONÓMICO"

Rendas baixaram 20% em Lisboa 
e no Porto desde 2010

Em algumas zonas de Lisboa e Porto, as rendas baixaram, em média, entre 20% e 30% nos últimos quatro anos.

Nos últimos anos a realidade da maioria das famílias portuguesas mudou e o arrendamento é cada vez mais a opção.

Se por um lado os bancos passaram a ser mais exigentes na concessão de crédito à habitação, a instabilidade económica do País também levou muitos portugueses a afastarem-se da decisão de compra de casa.

A boa notícia é que o valor das rendas tem vindo a descer, e em alguns casos a quebra chega a ultrapassar os 20% face aos valores de há quatro anos.

Com base em dados disponibilizados pelo Confidencial Imobiliário, o Diário Económico analisou a evolução dos preços de oferta de arrendamento nas duas principais áreas urbanas do País - Lisboa e Porto - e mostra as zonas onde as rendas mais baixaram nos últimos quatro anos e onde é mais barato encontrar casa.

* Não é uma boa notícia, significa  que o país vale menos.

.
.

 1-UM POEMA

POR SEMANA


MIGUEL TORGA



ARIANE





dito por


INÊS NOGUEIRA




UMA PRODUÇÃO RTP/2



.
.
HOJE NO

"CORREIO DA MANHÃ"

Detido chinês com visto 'Gold' 
dado por Portugal 

O detido já estava referenciado pelo Departamento de Investigação e Ação Penal (DIAP) e em seu nome existe um mandado de detenção internacional, emitido pela Interpol pedido por parte da justiça chinesa. 

A Polícia Judiciária deteve esta quinta-feira, um cidadão chinês que tinha recentemente adquirido um visto ‘gold’. O detido tem cerca de 40 anos e estava a viver em Portugal desde o final do ano passado, altura comprou uma casa de luxo em Cascais que lhe deu direito a uma autorização de residência. 

O homem é procurado no seu país por crimes de burla e o dinheiro utilizado na compra da casa, de acordo com a 'Rádio Renascença', resulta desses crimes. 


O detido já estava referenciado pelo Departamento de Investigação e Ação Penal (DIAP) e em seu nome existe um mandado de detenção internacional, emitido pela Interpol pedido por parte da justiça chinesa. O mandado pede extradição do suspeito. Esta sexta-feira o detido foi levado ao Tribunal da Relação de Lisboa para um primeiro interrogatório. 

As autoridades portuguesas estão a investigar a proveniência do dinheiro que serviu para comprar a casa de Cascais e permitiu ao suspeito a autorização de residência em Portugal. A autorização de residência em Portugal, cedida por via do investimento feito na compra da casa de luxo, dá ao suspeito o direito de circular em toda a União Europeia. 

* Por várias vezes referimos que os "vistos gold" invenção "pórtista" eram um enorme atractivo para criminosos de grande porte, dissemos também que investidores a sério não vinham a Portugal investir 500 mil euros. 
Foi tão rápida a descoberta do primeiro criminoso, mais veloz do que poderíamos imaginar, um sucesso do vice-ministro gold. Consta que os vistos vão ter outro nome, "Gold Crime".


.

CARLA MARTINS BRANCO

.



Novas metas da energia
 e do clima para 2030 
- flexibilidade e adaptação?

A aposta europeia nas energias renováveis tem contribuído para a criação de emprego e para o crescimento económico

A Comissão Europeia (CE) tem promovido diversas acções com vista à estabilidade, acessibilidade e competitividade em termos do preço da energia nos diversos Estados-membros. No entanto, as recentes análises mostram que o impacto ao nível dos preços no consumidor não reflecte a convergência e a redução do custo da energia já sentida no mercado grossista. Em Janeiro último, a CE divulgou as novas metas no âmbito da energia e da política climática para 2030, as quais visam promover o investimento privado em tecnologias de baixo carbono. 
 .
O novo quadro proposto incide na redução das emissões de gases com efeito de estufa em 40% relativamente a 1990 e na meta europeia de 27% de produção de energia renovável aliada ao aumento da eficiência energética. Prevê-se também a existência de um conjunto de indicadores-chave que avaliem a adequação das políticas no sector e um novo sistema de governação baseado em planos nacionais que assegurem uma energia competitiva, segura e sustentável. Destas novas metas têm-se criticado sobretudo as referentes às energias renováveis e à eficiência energética, que parecem refrear os objectivos pretendidos para as alterações climáticas. 
 .
O limiar dos 27% nas energias renováveis, não vinculativo a nível nacional, confere incerteza quanto ao futuro, preocupando a indústria associada, que vê preteridas as fontes limpas, tendentes a uma maior sustentabilidade ambiental, relativamente aos combustíveis fósseis e ao nuclear. Na eficiência energética, o tratamento não é ainda claro, sujeitando-se a sua concretização à revisão da Directiva Eficiência Energética (DEE), sem que se entenda quais as medidas adicionais a implementar e se as mesmas serão vinculativas. 
 .
As ambições são difíceis de acomodar sobretudo numa época de crise, em que limitar a actividade industrial por regra mais poluente significa restringir a competitividade das empresas. Apesar das fragilidades, os objectivos anunciados permitem uma maior abertura dos Estados--membros para adaptarem as suas políticas e sistemas energéticos, não esquecendo que o objectivo último assenta na redução dos custos da energia. 
 .
A aposta europeia nas energias renováveis tem contribuído para a criação de emprego e para o crescimento económico, o qual deve continuar, todavia em moldes mais sustentados, em termos de eficiência-custo, que permitam integrar as energias renováveis em condições de mercado.
 .
 É indubitável que quaisquer futuras políticas energéticas devem promover o equilíbrio entre a sustentabilidade e o progresso na economia de baixo carbono, a acessibilidade e a competitividade, mas tal passa por conferir flexibilidade aos Estados-membros para assegurarem a transição, atendendo às suas características nacionais, ao cabaz energético que mais se lhes adequa e à segurança no abastecimento, sem comprometer o funcionamento de um verdadeiro mercado integrado europeu de energia.

Sócia responsável pela área de ambiente e energia da PBBR - Sociedade de Advogados

IN "i"
20/03/14

.
.



126.UNIÃO



 EUROPEIA









































..
.
 HOJE NO

"O PRIMEIRO DE JANEIRO"

Reitor da Universidade do Porto critica
. "desinvestimento" no Ensino Superior
 "Cortes orçamentais cegos" 

O reitor da Universidade do Porto (UP), Marques dos Santos, lamentou hoje o "desinvestimento” no Ensino Superior, um dos setores "mais afetado por cortes orçamentais cegos", e defendeu "um novo modelo de governação universitária".

 "O desinvestimento no Ensino Superior é agravado por limitações abusivas da capacidade de gerar receitas por parte das instituições. Importa criar um novo modelo de governação universitária mais consentâneo com os atuais desafios da competitividade global no ensino superior", disse Marques dos Santos, naquele que foi o seu último discurso na qualidade de reitor da UP. 


Marques dos Santos, que este ano cumpre o seu segundo e último mandato como reitor, discursava na cerimónia comemorativa do 103.º aniversário da UP, tendo aproveitado para criticar os cortes ao Ensino Superior feitos pelo Estado.

 "As universidades figuram entre os setores portugueses mais afetados pelos cortes orçamentais cegos, pelas burocracias centralizadoras e pela desvalorização salarial do funcionalismo público", afirmou. O reitor da UP reconheceu que Portugal vive "uma das mais graves crises da sua História contemporânea", no entanto essa situação não é, para Marques dos Santos, razão para os cortes financeiros do Governo.

 O responsável académico defendeu mesmo a importância da Universidade neste contexto de crise: "Atrevo-me a dizer que sem universidades estáveis, modernas, internacionalmente competitivas e com robustez financeira, o futuro de Portugal pode estar comprometido", disse. 

Seguindo esta lógica, o reitor da UP defendeu que "Portugal tem de procurar soluções para a crise nos seus problemas estruturais", vincando que "um desses problemas é a qualificação". "Mas, para que o salto nos níveis de qualificação humana e empresarial ocorra de facto, é indispensável que em Portugal seja criado um quadro mais favorável à atividade das universidades", defendeu o responsável . 

 "As universidades não pretendem eximir-se ao esforço nacional de redução da despesa pública, mas consideram que, na situação de asfixia financeira em que vivem, o país arrisca-se a perder um dos poucos fatores que o podem ajudar a crescer e a sair da crise", acrescentou Marques dos Santos. 

O reitor da UP apontou como importante para o futuro "encarar de frente a reorganização do sistema de Ensino Superior português" através da "diferenciação das missões das instituições". De um lado, para o responsável académico, estaria a oferta de Ensino Superior "curto", com ligação aos tecidos económico e social locais. 

Enquanto do outro a oferta de doutoramento está "reservada a um conjunto reduzido de instituições ou de associações de instituições que demonstrem possuir todas as condições de investigação com qualidade necessárias para este ciclo de estudos", disse Marques dos Santos. 

A este propósito o reitor admitiu, de imediato, que "uma reforma desta natureza colide com interesses políticos locais e regionais", mas Marques dos Santos considerou-a "inevitável". 

Em nome dos estudantes, o vice-presidente da Federação Académica do Porto, Daniel Freitas, defendeu, na sua intervenção, "mais apoios de emergência social", e "melhores serviços sociais", aludindo à conjuntura económica atual. 

*  Deseducar é o que está a dar.

.
.

 QUERIDA OPRAH

















.
.

 1- A VERDADE SOBRE  
AS VITAMINAS




Reportagem da BBC investigação sobre a proliferação de venda e consumo de produtos vitamínicos, muitas vezes de modo desnecessário já que o corpo não precisa... a não perder!!!!!!!!!

 
Exibido no programa "TODA A VERDADE" da "SIC NOTÍCIAS"


.
.
HOJE NO
"DIÁRIO DE NOTÍCIAS"

Vacina suspensa por efeitos adversos

O Infarmed - Autoridade Nacional do Medicamento e Produtos de Saúde determinou na quinta-feira a suspensão imediata da vacina Infanrix Tetra por suspeita de reações adversas graves em três crianças, disse à agência Lusa uma fonte daquela instituição. 

"Foram reportados ao Infarmed na quinta-feira três casos de reação adversa à administração da vacina Infanrix Tetra, indicada na imunização de reforço contras as doenças difteria, tétano, tosse convulsa e poliomielite em crianças desde os 16 meses até aos 13 anos.

De acordo com o Infarmed, as três crianças sentiram, 48 horas após a administração, fortes dores e inchaço total do braço.

Na sequência da receção dos casos, o Infarmed, como medida de precaução, determinou a suspensão imediata da vacina Infarix Tetra, suspensão injetável em seringa pré-cheia, lote nº AC20B268AB, prazo de validade 31-07-2015, que já foi retirado para análise.

Fonte do Infarmed disse que o lote em causa já foi retirado, encontrando-se em análise pelos especialistas de farmacovigilância.

"Atendendo a que este medicamento é administrado por profissionais de saúde, as entidades que possuam este lote não o devem administrar até que seja concluída a avaliação resultante da presente situação", alertou o Infarmed.

Fonte do Infarmed adiantou ainda que os efeitos secundários da vacina podem ocorrer nos dois ou três dias após a vacinação e devem ser reportados de imediato aos profissionais e autoridades de saúde.

* Fique atento ao desenrolar das notícias.


.
.


Fausto


Voando por Cima das Águas




.
.
HOJE NO
"RECORD"

Xadrez: 
António Fróis sagra-se 
campeão europeu de veteranos

António Fróis, da AX Gaia, sagrou-se esta sexta-feira campeão europeu veterano de rápidas, numa competição que decorreu no Porto. O português triunfou no escalão 50+, no último de prova.

Fróis tomou cedo a liderança e fruto duma prestação constante  garantiu este importante título. Em 2.º lugar ficou o georgiano Zurab Sturua e completando o pódio a russa Galina Strutinskaia em 3.º lugar, sendo também a vencedora feminina. A completar o pódio feminino ficou a vencedora das Semi-Rápidas, a georgiana Tsiala Kasoshvili, seguida da também georgiana Nino Gurieli.

No escalão 65+, houve um novo vencedor, o russo Yury Gorshkov, com uma vantagem de um ponto sobre o 2.º e 3.º classificado. O israelita Mark Tseitlin garantiu a prata, seguido da georgiana Nona Gaprindashvili que, depois de garantir o 3.º lugar nas Semi-Rápidas, também o conquista nas Rápidas.

Na classificação feminina, a Nona Gaprindashvili venceu a competição, completando o pódio a também georgiana Tamar Khmiadashvili e a russa Valentina Kozlovskaya, o mesmo pódio das Semi-Rápidas.

* Felizmente há vida para lá dos 50, sinceramente muitos parabéns.


.
.

PINTANDO




.
.
HOJE NO
"JORNAL DE NOTÍCIAS"

Relatório sobre Balsemão leva
 ex-diretor do SIED a julgamento

O ex-diretor dos Serviços de Informação Estratégicas da Defesa Jorge Silva Carvalho vai ser julgado pelo crime de devassa por meio informático, no caso do relatório sobre Pinto Balsemão. 
 .
Miguel Matias, advogado do arguido, precisou que Silva Carvalho foi pronunciado pelo juiz de instrução criminal (JIC) pelo crime de devassa por meio informático no âmbito da acusação pública do Ministério Público e que teve por base um relatório sobre a vida do patrão da Impresa, Pinto Balsemão, que foi encontrado no computador do arguido numa busca realizada pelas autoridades judiciárias.

O advogado recordou que o MP aponta, na acusação, que Silva Carvalho saiu do SIED para ir trabalhar para a Ongoing (empresa presidida por Nuno Vasconcellos) e que tinha no seu computador um relatório sobre a vida de Pinto Balsemão, mas que "não se preocupou em saber quem fez o relatório ou quem foi o mandante ou beneficiário" do mesmo.

Além do mais - alega Miguel Matias - o relatório sobre a vida de Pinto Balsemão é "todo ele constituído por informação recolhida por fontes abertas na internet".


"O meu cliente quer ser julgado o mais rapidamente possível porque está farto, de nos últimos três anos, estar a ser enxolhavado na praça pública", declarou o advogado, observando que Silva Carvalho tem sido utilizado como "bode expiatório" num conflito que o "ultrapassa completamente".

Miguel Matias revelou ainda que, em relação ao crime de difamação agravada imputado por Pinto Balsemão em acusação particular, o juiz decidiu não levar a julgamento Silva Carvalho e outros arguidos (Paulo Félix, João Alfaro e Ricardo Santos Ferreira), pelo que não os pronunciou.

O julgamento de Silva Carvalho por devassa por meio informático decorrerá nos Juízos Criminais de Lisboa.

Entretanto, o ex-diretor do SIED é também arguido no chamado "caso das Secretas", cuja decisão intrutória está marcada para 11 de abril.

O caso Secretas, em que está em causa violação do segredo de Estado, corrupção e abuso de poder, foi originado em suspeitas de acesso ilegal à faturação detalhada do telefone do jornalista Nuno Simas.

* Silva Carvalho, o "propênsico" criminoso que a justiça iliba, é o exemplo acabado de como a nossa sociedade vive na  aparências do  novo riquismo parolo onde se embriaga a inconseguida populaça política.


.
.


9.TORRES

 
FANTÁSTICAS



JOURNAL SQUARED





HWKN e Handel Architects começaram a construir o edifício mais alto de New Jersey. O arranhacéus residencial terá a  impressionante altura de 222 metros.


O edifício chama-se 'Journal Squared' devido à sua localização na Journal Square do bairro de Jersey City. É adjacente ao Port Authority Trans-Hudson rails que liga Jersey a Manhattan.






A enorme estrutura ficará em frente de duas outras torres com 193 e 175 metros de altura respectivamente. O edifício será visto  de tão longe quanto Nova Iorque do outro lado do estuário. Marc Kushner da HWKN disse "O nosso objectivo foi desenhar um espaço urbano que ligue o já  existente tecido urbano da Journal Square, ao mesmo tempo criando uma presença icónica na  linha do horizonte."





Este projecto urbano renovador será concluído em três fases; a primeira, planeada para estar pronta em meados de 2016. Quando todo o projecto estiver completo três novas torres dominarão a linha de horizonte.






 .
.


HOJE NO
"JORNAL DE NEGÓCIOS"

Acordo “salva” 20 milhões de
exportações de vinho português
 para a China

Pequim ameaçava impor impostos adicionais, na sequência de uma queixa dos produtores chineses contra os subsídios ilegais recebidos e o “dumping” praticado pelos europeus.
 .
A uma semana da primeira visita do presidente Xi Jinping a Bruxelas, a União Europeia e a China assinaram esta sexta-feira um acordo que evitará a imposição de encargos adicionais para as empresas europeias que exportam vinho para aquele mercado asiático.

Além dos franceses, espanhóis e italianos – os europeus que mais vendem vinho para a China –, também os produtores portugueses podem suspirar de alívio. É que, apesar de ainda ser apenas o quinto maior mercado fora do espaço comunitário (a seguir a Angola, Estados Unidos, Canadá e Brasil), os chineses continentais, de Hong Kong e de Macau compraram quase 20 milhões de euros de vinhos nacionais no ano passado, segundo dados da ViniPortugal.

A ameaça de sanções surgiu depois de uma queixa da associação que representa a indústria local de vinhos, que alegava vendas abaixo do preço de custo e benefício de subsídios ilegais dos concorrentes europeus. Isto fez com que, em Junho de 2013, o Ministério chinês do Comércio tenha aberto uma investigação a medidas que considerava estarem a tornar artificialmente competitivas as exportações europeias de vinho.

No entanto, mais do que uma questão de mercado, essa acção das autoridades de Pequim foi sempre encarada como uma retaliação às tarifas aduaneiras propostas pela União Europeia para sancionar as suspeitas de “dumping” na produção de painéis solares por parte dos chineses, tendo o comissário europeu do Comércio, Karel De Gucht, proposto a imposição de tarifas médias de 47% sobre estas importações. Uma batalha comercial que terminou também esta semana com um acordo entre os dois blocos.

Através de comunicado, citado pelo jornal “La Vanguardia”, Karel de Gucht referiu que este acordo na área dos vinhos "fortalecerá a relação bilateral entre a União Europeia e a China”, enquanto o comissário da Agricultura,  Dacian Ciolos, falou também de “uma muito boa notícia”. Segundo a mesma fonte, o acordo global agora alcançado prevê também o aumento da cooperação técnica entre ambos os sectores vitivinícolas. 

* Para as autoridades chinesas 20 milhões de euros são "trocos", não existe nenhuma relação bilateral equilibrada entre a U.E. e a China.
Pequim faz sempre contratos leoninos a seu favor, detêm 40% da dívida americana, a Europa só piando fininho é  que consegue obter alguns resultados, para além do "know how" que tem oferecido à China de mão beijada,  o país da contrafacção genuína!


.
.


MAR ENCAPELADO




.
.
HOJE NO
"DESTAK"

Procuradora-geral da República
 defende não ser preciso alterar lei
 devido às prescrições

 A procuradora-geral da República defendeu hoje que não é necessário alterar a lei devido às prescrições, mas admite ser preciso preparar o sistema para dar respostas eficazes em casos de contraordenações de natureza complexa.

"Às vezes não é preciso aumentar prescrições, é preciso que quem aplica a lei, quem processa esse tipo de processos e as estruturas orgânicas que estão previstas estejam preparadas para este tipo de criminalidade", explicou Joana Marques Vidal à margem das Jornadas de Direito Penal, em Vilamoura.

Escusando-se a falar sobre casos de prescrições específicas, a procuradora-geral da República explicou que os casos mediáticos mais recentes são prescrições no âmbito das contraordenações, processos diferentes dos procedimentos dos inquéritos-crime. 

* Ao contrário do Estado a sra. Procuradora é uma pessoa de bem, confiamos nela.


.
.

ANÚNCIOS
DESONESTOS

































.
.
HOJE NO
"i"
Surfistas lançam petição 
para salvar Carcavelos

Após anunciado um plano que visa a transformação de uma área de 54 hectares, situada em frente à praia de Carcavelos, em betão, os moradores e surfistas lançaram uma petição online para o impedir que o projecto avance.
OS TERRENOS COM VISTA PARA O MAR
Desde Fevereiro que a polémica está lançada e pela zona não se fala de outra coisa. “Os abaixo assinados e identificados vêm publicamente fazer eco da sua preocupação com aquilo que parece ser mais uma manobra do chamado "lóbi do betão" e a que se poderá chamar de "jogada urbanística" que está a ser levada a efeito e que destruirá, não só em termos de qualidade de vida, mas também ambiental e socialmente, toda uma zona de litoral das freguesias da Parede e de Carcavelos”, lê-se na petição intitulada “Queremos a alteração do plano pormenor do espaço de reestruturação urbanística de Carcavelos-sul”, que já conta com mais de três mil assinantes.

O VIDRÃO
A câmara municipal de Cascais prevê a “implementação de um Parque Urbano de dimensão relevante e estruturador, a preservação e valorização do conjunto edificado da Quinta dos Ingleses, a instalação de um empreendimento multifuncional que contemple os usos habitacional, de comércio, de serviços, hoteleiro e outros, a implantação de equipamentos de utilização colectiva, nomeadamente, um centro de saúde, uma Escola EB1 (Pré-escolar + 1.º Ciclo), um campo de jogos com bancadas, um campo de Jogos sem bancadas, um centro paroquial com centro de dia e um ninho de empresas”, explica a petição, frisando que o investimento privado, na ordem dos 393 milhões de euros, está previsto para uma zona muito sensível e de elevada densidade populacional.

* Depois do horrendo "vidrão", autorizado por António Capucho, construído ao lado do hotel Mirage já tudo se espera da autarquia PSD do concelho de Cascais, volta Judas, estás perdoado.
Mas o perigo da construção desmedida não é local, diz respeito a todo o país, devemos todos assinar a petição.


.
.

.MANOBRA ESPETACULAR




.
.
HOJE NO
"A BOLA"

Sorteio dos quartos de final

Realizou-se esta sexta-feira em Nyon, Suíça, o sorteio dos quartos de final da Liga Europa.
Os jogos estão agendados para os dias 3 e 10 de abril.
A final disputa-se a 14 de maio, no Estádio Olímpico de Turim.

Resultado do sorteio:

AZ Alkmaar - Benfica
Lyon - Juventus
Basileia - Valência
FC Porto - Sevilha

* Gostaríamos de uma final portuguesa, não seria inédito. 


.
.


GENIAL REALIDADE





























.
.


 SEGUIREMOS...




É um vídeo que foi feito com voluntários, colaboradores e pacientes do 8º andar (oncologia) do hospital infantil de San Juan de Dios, em Barcelona, para recolher fundos para a investigação na luta contra o cancro.
Alguém que produza uma campanha semelhante em Portugal, fica o mote.

.
.


GOLÃO





.
.

 ESTILO COREANO




.