sábado, 1 de fevereiro de 2014

UMA GRAÇA PARA O FIM DO DIA


.



O QUE NÓS



RELEMOS!






















 NR: Caro Luís, para tão longe mandamos um abraço de reconhecimento pelo que nos envias, a amizade sempre presente.


.
.


6-ESTÁ ALGO


ERRADO...




















.
.


 ERA ASSIM!



























.
.


 O SUPER SINCERO


 É pego na alfândega


video



.
.


5-ESTÁ ALGO


ERRADO...















.
.

  4 - CLASSIFICAÇÃO DAS


DOENÇAS EM PSIQUIATRIA


video

1- OLIGOFRENIA


Uma interessante série conduzida pelo Prof. Dr. Miguel Chalub.

Uma produção: CANAL MÉDICO

NR: Todos os episódios anteriores de todas as séries podem ser vistos nas semanas antecedentes no mesmo dia e à mesma hora.



.
.


4-ESTÁ ALGO


ERRADO...



























.
.


 I-HIMALAIAS


1- A VIAGEM DOS 
JESUÍTAS PORTUGUESES


video

UM INTERESSANTE DOCUMENTÁRIO EDITADO NA RTP2


.
.


3-ESTÁ ALGO


ERRADO...






.

MARIA CONCEIÇÃO BRASIL

.


O menino que queria
 voltar a casa 

Ponto 1 - Após algum tempo de ausência das lides da escrita aqui estou eu a entregar-vos um pouco do meu pensamento.
Inicio a minha reflexão sobre o desaparecimento do menino de ano e meio na ilha da Madeira. Comecei por ver a fotografia desta criança, tão pequena de idade e de meios de sobrevivência a sós, que me entrava pela casa dentro e me deixava o “coração” angustiado. Não compreendo que, dentro de um contexto familiar saudável, se diga a um menino de tão tenra idade que vá sozinho a qualquer lado. Isto pode significar que continuamos a desprezar o bem-estar e a proteção que devemos dar à infância.
Sou contra a retirada destes seres das suas famílias para serem encaixotados em instituições. Um lar, mesmo com problemas, é sempre o lugar mais adequado para criar e educar aqueles que dependem dos adultos para quase tudo. Mas, francamente! Que gente é esta que não sabe que qualquer criança de pouca idade tem que ter a mão de um adulto a protegê-la.
No momento em que escrevo, o menino já apareceu. O que se terá passado? Poucos sabem. Seria bom apurar detalhadamente os meandros desta história que podia ter tido um fim trágico.

Ponto 2 – O Representante da Republica para os Açores falhou ao enviar para o Tribunal Constitucional a remuneração complementar que a RAA no seu Orçamento Regional para 2014 havia atribuído aos Açorianos. Tal remuneração visa amortecer os cortes que a República faz a torto e a direito, e sem nenhuns escrúpulos, aos funcionários do Estado.
Está de parabéns o Governo dos Açores, bem como todos nós, quando vê as suas legítimas pretensões aceites pelo TC, como sucedeu na passada semana.
O nível de vida nas nossas Ilhas é muito elevado. Todos nós sabemos disso. Os cortes que reformados, pensionistas e função pública sofreram nos últimos anos, e neste em particular, deixa todos sem folga para extras que também contribuem para o bem-estar das pessoas e das famílias.
O que pretende, realmente, o governo de Passos Coelho e Paulo Portas? Em primeiro lugar, contrariar o TC quando este chumba a convergência das pensões. Vejam se não é assim: Cortam nas pensões de sobrevivência e alargam a Contribuição extraordinária de solidariedade dos 1350 para os 1000 euros. Aumentam os descontos para a ADSE. Sobem o IVA tornando incomportáveis os preços da alimentação e outros bens essenciais. Arrasam, assim, os salários e pensões baixando o nível de vida da classe média para valores que se comparam aos do tempo da Ditadura.
Há fome no País e na RAA. Fala-se em 40% de desempregados jovens. Todos os dias surgem notícias tristes de pessoas que não conseguem cumprir os seus compromissos com a banca, a maldita banca que tanta força fez para que os mais incautos levantassem quantias em dinheiro que jamais poderiam pagar...
Chegou-se ao exagero de deixar contrair empréstimos com fianças de mais de 50 anos de idade por um período de tempo de 50 anos de vida do respetivo empréstimo; isto significaria que essa mesma fiança teria 104 anos quando o dono da casa acabasse de a pagar. No mínimo, ridículo.
Por isso, repito, maldita banca!

Ponto 3 – Estamos a poucos meses das eleições europeias. Com todas as medidas que a direita de Passos Coelho e o seu vice têm tomado contra o povo, não tenhamos dúvidas que a vitória dos partidos mais à esquerda vai ser uma realidade. Se não olharmos a pessoas mas a partidos políticos ser-nos-á muito difícil aceitar que o centro direita e a direita estejam na mira do nosso voto. Será o melhor para o País e para a Europa? Não sei. Quero acreditar que sim. E há mais pessoas a dizer-me o mesmo.
Quando às legislativas de 2015 o presidente do PSD nem pense em ganhar! É verdade que não tenho confiança em António José Seguro, homem fraco e pouco fiável, mas o meu voto nunca irá para quem tanto mal nos fez ao longo desta legislatura.
Veremos quando lá chegarmos. Mas...não contem comigo.

IN "AÇORIANO ORIENTAL"
29/01/14

.
.



78.UNIÃO


EUROPEIA


























.
.


2-ESTÁ ALGO


ERRADO...






 .

.


JOBISTA

























.
.


 III- COMO TUDO


FUNCIONA
   2-SAL

video



.
.


1-ESTÁ ALGO


ERRADO...






 .
.


Escola de Jazz Luiz Villas-Boas / HCP


video

Joana Alegre - voz
Ricardo Toscano - sax alto
Miguel Amorim - piano
Nuno Marinho - guitarra
André Rosinha - contrabaixo
Pedro Madeira - bateria
professor: Bruno Santos



.
.
HOJE NO
"AÇORIANO ORIENTAL"

Ilha do Faial recebe encontro nacional
 de educação ambiental em março

As XXI Jornadas Pedagógicas de Educação Ambiental da Associação Portuguesa de Educação Ambiental (ASPEA) realizam-se na ilha do Faial, Açores, entre 13 e 15 de março, disse à Lusa o presidente da ASPEA.
 
Segundo Joaquim Pinto, presidente da direção da associação, o encontro nacional, dedicado ao tema "Dos Rios aos Oceanos - Alianças em Educação Ambiental para a Transição”, prevê reunir cerca de centena e meia de participantes. Na iniciativa, que surge em parceria com o Observatório do Mar dos Açores (OMA), serão divulgados desenvolvimentos para a criação de uma delegação da ASPEA no arquipélago açoriano. "Estamos no início da criação de uma delegação regional da ASTEA do Faial. 

Por isso, este ano, considerámos o desafio de levar as jornadas aos Açores", afirmou. Criada em 1990, a organização não governamental (ONG) de ambiente, com sede em Lisboa, possui três delegações, em Aveiro, Monção e Porto. Atualmente, explicou o responsável, estão em curso "contactos com entidades locais no sentido de encontrar parcerias" para ser encontrado um espaço para "um centro de informação, de comunicação e de apoio da associação na ilha". 

O tema da 21.ª edição das jornadas é, explicou Joaquim Pinto, "bastante oportuno e atual". "Pretendemos que as jornadas possam ser uma partilha de experiências e de trabalhos que são desenvolvidos no campo da educação ambiental, trazendo projeção pública e visibilidade aos projetos já desenvolvidos", disse. Entre eles, destacou, está o Projeto Rios, que visa a conservação dos espaços fluviais ou o projeto de formação de adultos PromoRiver, em desenvolvimento através de parceria com quatro países da União Europeia. Joaquim Pinto salienta que a realidade açoriana esteve "nas prioridades" da organização das jornadas. “Foi uma prioridade da organização destas jornadas dar espaço aos investigadores e atores dos Açores por forma a que, sendo os Açores uma zona de grande área de mar, tanto de proteção como de atividades socioeconómicas ligadas ao mar e de investigação- bastante desenvolvida através da Universidade dos Açores -, possam integrar diferentes grupos de trabalho”, afirmou. 

Durante os três dias de jornadas estão previstas atividades repartidas pelo Teatro Faialense, Escola Profissional do Faial e Edifício do antigo Banco de Portugal que incluem não só palestras, conferências, mesas-redondas e debates, mas igualmente oficinas, formações e programa social, cultural e artístico como a extensão aos Açores do CineEco'2013. "Vamos ministrar um minicurso de escrita criativa para documentário ambiental porque estamos a lançar a nível nacional um concurso de curtas-metragens para jovens dos 14 os 17 anos", antecipou. 

As XXI Jornadas Pedagógicas de Educação Ambiental são dirigidas a estudantes, educadores, professores, técnicos de educação ambiental, investigadores, agentes de turismo e de desenvolvimento local, ONG, autarcas e gestores.

* É preciso deixar de matar o Ambiente.


.
.



 HIRIKO

video


Parece que este carro, 100% elétrico é uma ideia de uma fundação Basca para o desenvolvimento de novas tecnologias em parceria com o instituto americano de pesquisas MIT e fabricantes bascos. Note-se que Hiriko embora de imediato possa parecer japonês, é basco. 

O Hiriko é mais um "mini" bem catita e prático para andar na cidade para regalo dos ambientalistas. Vai agradar a muita gente sem prejuízo dos que gostam de carros grandes nas mãos. O espaço ocupado  por um carro vulgar dá para arrumar 3 Hirikos.
Apreciem nas imagens, este brinquedo tecnológico de fazer inveja não o ter !


.
.
HOJE NO
"DIÁRIO DE NOTÍCIAS"

Daniel assistiu ao jogo Marítimo - FC Porto

Contrariando a recomendação da Comissão de Proteção de Menores, a criança de 18 meses que durante três dias esteve desaparecida na Madeira assistiu ao jogo de futebol no estádio dos Barreiros, no Funchal. 
A mãe de Daniel, Lídia, confirmou ao DN que Daniel iria assistir ao jogo Marítimo - FC Porto desta tarde, no Estádio dos Barreiros, no Funchal. Uma decisão que vaoi contra a recomendação da Comissão de Proteção de Jovens e Crianças Menores da Calheta, que terá tentado impedir a criança de ir assistir a este jogo, a contar para a 17.ª jornada da Liga.

A família de Daniel decidiu aceitar o convite do Marítimo e o menino entrou no relvado pela mão dos jogadores da equipa madeirense antes do início do jogo.
A mãe de Daniel garantiu, contudo, que a família não falará com a comunicação social.

* Pais campeões, eles é que sabem, sabem tanto que até deixaram raptar o filho, isto para além do aproveitamento inadequado do Marítimo.




.
.


A arte 


das criancinhas
































































.
.
HOJE NO
"RECORD"

Governo de Sochi mata 
cães abandonados

Os Jogos Olímpicos de Inverno de 2014, que se irão realizar em Socchi, continuam envoltos em polémica. Além da alegada corrupção e da proibição de "propaganda gay", agora surge a informação de que as entidades que governam a cidade deram ordens a uma empresa para matar todos os cães abandonados.
 .
De acordo com a empresa Basia Services, o objetivo passa por limpar as ruas para os turistas que visitem Sochi nas próximas semanas, mas também pelo aspeto desportivo. "Imagine se, durante os Jogos Olímpicos, um saltador de esqui aterrar a 80 km/h e um cão corre para ele enquanto ele aterra. Poderia ser fatal para o saltador e para o cão. Estou aqui pelo direito das pessoas de andar pelas ruas sem medo de serem atacadas por um bando de cãos", disse Alexei Sorokin, da referida empresa.

* É preciso matar para prevenir?


.
.


ARRUMADOR



DA 3ª IDADE


video



.
.
HOJE NO
"CORREIO DA MANHÃ"

Linhas telefónicas têm dias contados

Empresas querem que telefone funcione através da Internet

Companhias telefónicas norte-americanas como a AT&T e  Verizon já não querem manter os fios de cobre em que se baseia o serviço tradicional de telefone. Em vez disso, as operadoras querem fazer uma transição para um sistema baseado na Internet.

A Comissão Federal de Comunicações (FCC) norte-americana deu o aval positivo às empresas para experimentarem esta transição mas apenas num período não maior do que seis meses.
As experiências são desenhadas para testar como é que esta mudança pode afetar os clientes e os pequenos negócios.

* Vai ser muito mais fácil violar a privacidade do cidadão comum.

.
.
 Cada "parzinho" destes 
tem a mesma idade,
quem diria!

 Cameron Diaz and Sofia Vergara


 Macaulay Culkin and Ryan Gosling


 Kim Richards and Sandra Bullock


 Ray Liotta and Denzel Washington


 Teresa Giudice and Gabrielle Union


 Patrick Duffy and Bruce Jenner


 Megan Fox and Lindsay Lohan



 Tate Donovan and John Stamos



 Zoe Saldana and Kim Zolciak


Mickey Rourke and Liam Neeson


 Lady Gaga and Camilla Belle


Paul Wesley and Seth Rogen




.
.
HOJE NO
"i
Federação de Futebol e Mota-Engil no 

.top 10 das subvenções estatais em 2012

O Estado concedeu apoios de 2241 milhões de euros em 2012. Este montante, que representa 2,86% do total da despesa do Estado, foi concedido sob a forma de subvenções públicas a 17 542 beneficiários.

INTÍMOS
Em média, cada entidade apoiada recebeu 19 150 euros, de acordo com o relatório-síntese da Inspecção-Geral de Finanças (IGF) relativo ao ano de 2012. O documento identifica as dez entidades privadas que receberam apoios mais avultados. A lista é liderada pela Cruz Vermelha Portuguesa, mas inclui também a Federação Portuguesa de Futebol (FPF) e a construtora Mota-Engil.

A FPF recebeu 8,8 milhões de euros para o pagamento da dívida fiscal dos clubes de futebol ao abrigo do chamado Totonegócio. Este acordo prevê que as verbas atribuídas pelos jogos sociais aos clubes de futebol sejam transferidas para a federação até ao pagamento de dívidas fiscais.

No caso da Mota-Engil, a subvenção de 8,142 milhões de euros é justificada com o pagamento de obras de interesse turístico relativo à construção do novo Museu dos Coches, em Lisboa. A lista inclui duas entidades de ensino privado: a Associação de Jardins-Escola João de Deus e a Cooperativa Didaxis, no distrito de Braga, tiveram direito a 19,5 milhões de euros.

O Estado atribuiu 84,2 milhões de euros às dez maiores beneficiárias em 2012, o que representa 3,8% do total de subvenções. A IGF analisou também o grau de transparência dos beneficiários em relação às subvenções. A partir de uma amostra das 30 entidades que maiores valores receberam, concluiu que a maioria, 63%, não divulga de forma adequada, designadamente no relatório e contas, o benefício atribuído pelo Estado. Apenas 11 em 30 o fizeram.

Os montantes mais elevados dos apoios públicos destinaram-se à acção social, que em 2012 recebeu 1316 milhões de euros. A educação está em segundo lugar, com 271,2 milhões de euros, logo seguida da investigação, com 170,7 milhões de euros. A cultura teve uma fatia de 52 milhões e o desporto assegurou 43,5 milhões de euros.

Quando se analisa o número de beneficiários por escalão do valor atribuído, conclui-se que o maior número, 31% do total, está no intervalo entre um milhão e cinco milhões de euros.

O relatório da IGF é elaborado a partir da publicação das subvenções atribuídas, que é obrigatória para entidades da administração central do Estado. Esta obrigação foi estendida em 2013 às autarquias e empresas públicas. Os números partem das comunicações de 212 entidades, mas a IGF procurou conferir a informação através de diversas formas, uma vez que foram detectados vários erros nas declarações, para além da existência de entidades extintas. Ainda assim, a IGF avisa que foram identificadas situações que não permitem garantir a integralidade da informação, o que inviabiliza a comparação global com anos anteriores.

Dados divulgados no ano passado relativos a 2011 apontavam para a atribuição de subvenções públicas no montante de 2400 milhões de euros.

* Tudo gente pobrezinha!
A propósito da FPF recordamos o que Fernando Gomes disse ao "A BOLA" em 28/11/13:
" A federação é uma entidade privada, que se gere de acordo com as suas receitas, através de direitos televisivos e patrocínios», referiu o dirigente, convidado do programa Quinta da Bola, emitido por A BOLA TV, canal 12 do Meo.", afinal anda à pedincha.


.
.


BICICLETA ELÉCTRICA


video



.
.
HOJE NO
"A BOLA"

Ana Cabecinha campeã nacional de
. marcha com mínimos para o Europeu

Ana Cabecinha, atleta algarvia do CO Pechão, sagrou-se campeão nacional nos 20 quilómetros marcha, com o tempo de 1:30.36 horas, marca que lhe garante a presença no Campeonato da Europa a realizar em Zurique, na Suíça, no próximo mês de agosto.
 .
As restantes vagas para o Europeu serão atribuídas às duas melhores no Grande Prémio de Rio Maior e na Taça do Mundo.

Na prova realizada em Quarteira, João Vieira, nos 20 quilómetros, e Luís Gil, nos 50, também renovaram os títulos nacionais mas não garantiram mínimos para o Europeu.

Classificações:
20 KM (FEMININOS):
1. Ana Cabecinha (CO Pechão), 1:30.36 horas.
2. Vera Santos (Sporting), 1:31.29.
3. Inês Henriques (CN Rio Maior), 1:32.10.
Extra: Kristina Saltanovic (Lituânia), 1:33.11.
4. Susana Feitor (individual), 1:34.03.
5. Sandra Silva (Grecas), 1:42.09.
6. Filipa Ferreira (CO Pechão), 1:43.50 (1.ª sub-23).

20 KM (MASCULINOS):

1. João Vieira (Sporting), 1:26.02 horas.
2. Sérgio Vieira (Benfica), 1:27.26.
3. Pedro Isidro (Benfica), 1:27.59.
4. Miguel Carvalho (CN Rio Maior), 1:31.34 (1.º sub-23).
5. Pedro Santos (CA Seia), 1:33.20.

50 KM (MASCULINOS):
1. Luís Gil (Estreito), 4:11.40.
2. Pedro Martins (CA Seia), 4:15.11.
Extra: Rafael Ballesteros (Espanha), 4:25.39.
3. Cristiano António (AC Vermoil), 4:40.28.

* Grande atleta



.
.

NO DIA DA LICENCIATURA















.