segunda-feira, 13 de janeiro de 2014

UMA GRAÇA PARA O FIM DO DIA


.



 O QUE NÓS


DUVIDAMOS!
 







.
.
 REBELDIA





















.
.



DUO


MAIN TENANT



BENISSIMO




.
.


HOJE NO

"RECORD"

Cristiano Ronaldo eleito
 o melhor do Mundo 


Cristiano Ronaldo arrecadou 27,99 por cento dos votos, conquistando a Bola de Ouro pela segunda vez. Messi ficou em segundo lugar (24,72 %), com Ribéry (23,36 %) a fechar o pódio.

19.02 - Cristiano Ronaldo subiu ao palco e desfez-se em lágrimas. "Não há palavras para descrever este momento. Obrigado a todos os meus companheiros, do Real e da Seleção. À minha família, que está toda presente... eles sabem o sacrifício que foi ganhar esta Bola de Ouro. Mencionar também o nome do Eusébio, pela importância que teve para mim..."

* Um chuto no Blatter, Cristiano Ronaldo, desde que foi para o Manchester United, passou de miúdo genial a génio, trabalhador, rigoroso e sóbrio, obrigado sir Ferguson.

.
.
.


3. ORFEU 

NEGRO




Filme baseado na peça "ORFEU DA CONCEIÇÃO" de Vinicius de Morais tendo como fonte a mitologia grega, é um manifesto contra a loucura do carnaval do Rio de Janeiro.

Realizador: Marcel Camus
Musica: Antonio Carlos Jobim and Luis Bonfá
Argumento: Vinicius de Morales
 
Intérpretes
Orfeu: Breno Mello
Euridice: Marpessa Dawn
Mira: Lourdes de Oliveira
Morte: Adhemar Ferreira da Silva
Chico: Waldetar de Souza
Hermes: Alexandre Constantino
Benedito: Jorge Dos Santos
Zeca: Aurino Cassiano
Menina: Maria Alice



.
.

HOJE NO
"JORNAL DE NOTÍCIAS"

Cientistas portugueses 
descobrem mecanismo para 
reparar "corações partidos"

Os cientistas portugueses Maria José Pereira e Lino Ferreira são coautores de um artigo, publicado na última edição da revista científica "Science Translational Medicine", sobre a descoberta de um adesivo que permite reparar mais facilmente defeitos cardiovasculares. 
 .
"Quando os adesivos são colocados nas paredes dum coração em batimento, eles continuam firmemente fixos independentemente da forte pressão que o sangue exerce no coração e vasos sanguíneos", explica Maria José Pereira.

A cientista, doutorada do Programa MIT Portugal, desenvolveu a investigação com Lino Ferreira, do Centro de Neurociências e Biologia Celular, e outros investigadores do Massachusetts Institute of Technology (MIT), da Harvard Medical School e do Brigham and Women's Hospital.

O estudo provou a eficácia de um adesivo não-tóxico que adere fortemente ao tecido e é capaz de resistir à constante pressão exercida num órgão, como o coração, em presença de sangue.
O novo método poderá ser usado para reparar defeitos do septo cardíaco, um problema presente em seis bebés a cada mil nascimentos.

Atualmente, reparar estes defeitos implica uma intervenção cirúrgica invasiva nos primeiros meses de vida.
A maior vantagem deste método é a sua natureza não-invasiva, visto que o adesivo é inserido através de um pequeno cateter no local apropriado e ativado por luz.

Em comunicado, o MIT Portugal explica que "a aplicação dum adesivo formado por um novo biomaterial irá simplificar consideravelmente o processo, melhorar os seus resultados e diminuir a invasão cirúrgica."

Maria José Pereira, primeira coautora do artigo, participou na investigação nos Estados Unidos através do Programa MIT Portugal, uma iniciativa que estimula a colaboração entre universidades, centros de investigação e empresas portuguesas e este prestigiado estabelecimento de ensino norte-americano.

* Determinação da inteligência portuguesa manifesta-se com mais frequência na comunidade global científica. Um orgulho!!!

.
. .


2-HISTÓRIA DA  

EUGENIA

 

O controle populacional não é nada novo, já a muito tempo que os senhores do mundo se têm ocupado com essas terriveis actividades.

Veja como surgiu e o que significa eugenia, conheça seus primeiros defensores, saiba como a família rockefeller contribuiu para o exterminio judeu por parte de hitler, de quem o fundador da IBM era fã declarado e como sua participação e de sua invenção pode ajudar a hitler no holocauso. 

Veja como os cientistas de hitler foram defendidos da prisão e da morte em julgamentos após a guerra e como os aliados tiveram sua cooperação, sendo esses cientistas eugenistas empregados e ocupando posições de destaque nesses países. E mais: a reunião do clube de roma que mudou o roteiro e apresentou a solução para uma eugenia aceitavel escondida por trás de programas ambientais. 

Como os Homens mais ricos do fundo fazem doações astronômicas para as implementações dos processos de eugenia. Saiba por que os eugenistas se transformaram em geneticistas e como eugenia, higiene social e darvinismo social mudaram de nome para, planeamento familiar entre outros novos nomes para a velha prática. 
FONTE: VERDADEOCULTA

.
.

HOJE NO
"JORNAL DE NEGÓCIOS"

Produção automóvel cai 5,8% em 2013

O declínio homólogo da produção automóvel no ano passado foi determinado pela queda de fabrico em todo o tipo de veículos.
.
A variação homóloga da produção acumulada em 2013, ascendeu a um total de 154.016 veículos o que representa uma variação homóloga de menos 5,8% face ao ano anterior, “o qual foi determinado pela quebra da produção acumulada de todos os tipos de veículos”, revela a Associação Automóvel de Portugal (ACAP) em comunicado.

Segundo a mesma fonte, a produção automóvel em 2013 “ficou 15,4% abaixo da média dos últimos dez anos e 3,1% abaixo da média dos últimos cinco anos”.

Relativamente ao mês de Dezembro de 2013, foram produzidos em Portugal 9.440 veículos automóveis, o que corresponde a um acréscimo de 92,3%, face ao mês homólogo.

“Esta evolução favorável da produção global foi determinada pelos acréscimos da produção de veículos ligeiros de passageiros (+181,9%), de veículos comerciais ligeiros (+18,5%) e de veículos pesados (+31,6%), face ao mês homólogo do ano anterior”, explica a ACAP.

“Do total de veículos produzidos em Dezembro de 2013, foram exportados 8.881 veículos, ou seja, 94,1% da produção nacional, o que representa um acréscimo de 107,3% no número de veículos exportados, relativamente ao mês homólogo”, conclui a mesma fonte.

*  Excepto o ministro da Economia que tem grande contenção no que profere, existe no governo uma felicidade folclórica que, quando  der para o torto, é o povo que dança o corridinho da pobreza.


.

DINIS DE ABREU

.


 O medo às avaliações

É costume nesta época a imprensa dedicar-se, com afinco, aos balanços do ano - na politica, na cultura, no desporto, no lazer -, embora raramente em relação a si própria…

E, no entanto… Alastram as movimentações, os rumores, e já ninguém duvida de que em 2014 haverá empresas de comunicação social a mudarem de mãos, ou, mesmo, de perfil.
Na imprensa, há títulos que envelheceram, sem terem a coragem de se olharem ao espelho, embevecidos com as suas opções editoriais - híbridas ou redutoras -, ligados, por vezes, a minorias influentes, e a projectos que arriscam o futuro por falta de sustentabilidade, na dependência de mecenatos que não duram sempre.

Um dos exercícios mais elucidativos do autismo de várias publicações é observar a forma como iludem as suas fraquezas - procurando escamotear a penosa realidade que é a fuga de leitores e a consequente quebra de vendas -, quando são divulgados os resultados do controlo de tiragens, efectuado pela APCT (a associação responsável pela recolha e tratamento desses dados).
Os jornais e revistas, em declínio de circulação e de vendas, ao desvalorizarem o seu insucesso, lembram os partidos políticos nas noites eleitorais, quando nenhum quer admitir que perdeu…
Não é sério. Mas é assim.

Vivemos uma época de transformações estruturais profundas, com as redes sociais a 'competirem' com os media tradicionais e a contaminarem-nos, a televisão a invadir a net, e as rádios a fazerem pela vida, desdobrando-se em canais temáticos online, privilegiando a música e a informação.
À medida que os equipamentos digitais embaratecem e alcançam uma difusão mais maciça - sejam tablets, smartphones ou ultrabooks -, a imprensa fica mais ameaçada, se não se reconverter.
O papel será substituído, definitivamente, a prazo, pelas versões digitais de jornais e pelos e-books? Em consciência, ninguém saberá prevê-lo.

Nos Estados Unidos, esse enorme laboratório onde se desenham as principais tendências globais, publicações tão respeitáveis como a Newsweek ou The Christian Science Monitor abandonaram praticamente as edições em papel e refugiaram-se online. 

E a recente aquisição do The Washington Post por Jeff Bezos, o génio que fez da Amazon um gigante, apaixonado pela economia digital, não deixará, decerto, sossegados, os jornalistas que há muito se habituaram a conviver com os princípios e os valores defendidos pela família Grahm, que encarava o jornalismo com um espírito quase missionário. O Post vai mudar. E não será uma simples operação de cosmética. 

Por cá, com um mercado de leitores escasso e em debandada para outras paragens - também por culpa de redacções que teimam em produzir jornais sem cuidarem de averiguar o que pensam os seus destinatários -, as perspectivas não são animadoras.

Afinal, para além dos professores, também há jornalistas e gestores de empresas de media que fogem aos testes de avaliação. 

Têm medo de descobrir que imprimem jornais para públicos que já não existem, um erro clássico do umbiguismo ideológico e conceptual que já ditou a morte de vários títulos.
Houve professores que, pateticamente, rasgaram o papel dos testes de avaliação. Oxalá os jornalistas não queiram rasgar o seu… São os meus votos para 2014!

IN "SOL"
07/01/14


.
.


59.UNIÃO



EUROPEIA














.
.
HOJE NO
"DESTAK"

Portugal tem servido "estratégia 
de poder e reciclagem de capitais" 
de Angola - Francisco Louçã

Angola tem investido "especificamente em bens estratégicos" portugueses e, em troca, os governos de Lisboa têm servido a "estratégia de poder e reciclagem de capitais" dos dirigentes de Luanda, considera o economista Francisco Louçã.

 "Não há nenhuma potência colonial que se tenha transformado numa espécie de 'offshore' [paraíso fiscal] da família real do país que foi a sua antiga colónia, e Portugal, hoje, é um 'offshore' de Angola", afirmou à Lusa o ex-líder do Bloco de Esquerda, coautor do livro "Os donos angolanos de Portugal" em conjunto com o sociólogo João Teixeira Lopes e o autor do documentário "Os donos de Portugal", Jorge Costa, ambos também ligados ao BE.

Quando os três autores escreviam a obra "Burgueses", sobre a burguesia portuguesa, consideraram que a ligação com Angola era "suficientemente relevante" para valer um livro separado, já que Luanda adquiriu "um enorme poder sobre a economia" nacional.

* Desde o início deste blogue que temos zurzido e troçado dos ditadores angolanos, verdadeiros escroques da humanidade. Somos a lavandaria Portugal


.
.


EPITÁFIO







.
.

3.AS FORMAS DO


INVISÍVEL



ARGILA





.
.
HOJE NO
"i"

Administradores justificam atrasos
 nas urgências com falta de recursos

Esta situação pode justificar-se com uma eventual fusão de serviços de urgência de grandes hospitais que têm como consequência uma menor capacidade de responder depois a um acréscimo pontual de doentes

A Associação Portuguesa de Administradores Hospitalares (APAH) atribuiu hoje os atrasos no atendimento dos serviços de urgência nas últimas semanas à carência de recursos humanos ou à aproximação de um eventual pico gripal.

“Poderá justificar-se esta situação com uma eventual fusão de serviços de urgência de grandes hospitais que têm como consequência uma menor capacidade de responder depois a um acréscimo pontual de doentes”, disse em declarações à Lusa Marta Temido, presidente da APAH.

De acordo com a presidente da Associação a falta de recursos humanos das equipas “tem de ser avaliada caso a caso”, acrescentando que as causas dos problemas de uns hospitais podem não ser as mesmas de outros.

Marta Temido disse que a reestruturação de serviços de urgência combinada com a aproximação de um eventual pico gripal pode levar a “situações muito complicadas e indesejáveis”, conduzindo “à exasperação dos profissionais - já que ninguém gosta de ter filas de doentes em espera -, mas, sobretudo à preocupação dos utentes que não veem os seus problemas a ser resolvidos com a celeridade que gostariam”.

A presidente da APAH lembrou ainda que, em janeiro, os picos de gripe fazem com que haja “anualmente situações relatadas de grande afluência às urgências e perturbação do normal funcionamento”.

“Infelizmente é uma situação à qual temos vindo a assistir com maior ou menor intensidade anualmente. Também no verão, aquando da onda de calor, também se verificou uma afluência nas urgências”, frisou.
Marta Temido sublinhou que o eventual pico gripal “ainda está para vir” devido à transmissão do vírus.
No início da semana passada, as urgências do Hospital Garcia de Orta, em Almada, registaram um afluxo anormal de pessoas aos seus serviços, mais de 30% acima do normal, assim como as urgências do Hospital de São João, no Porto, e do Hospital das Caldas da Rainha, ambos com um tempo de espera de algumas horas.

De acordo com o Boletim de Vigilância Epidemiológica da Gripe, a atividade gripal em Portugal foi “moderada” na primeira semana deste ano, tendo conduzido a seis casos de admissão em Unidades de Cuidados Intensivos (UCI) nos hospitais que reportam informação para a vigilância epidemiológica da gripe.
O Boletim divulgado pelo Instituto Nacional de Saúde Dr. Ricardo Jorge, revela que na primeira semana do ano (entre 30 de dezembro de 2013 e 05 de janeiro deste ano), a proporção de doentes admitidos em UCI foi de 7,2%, “superior ao valor estimado na semana anterior”.

* Andamos a vender recursos humanos ao estrangeiro a preço de saldo.

.
.


Coro UCP e Coro Surdos UCP



Imagine





.
.
HOJE NO
"A BOLA"

O que pensa Leonardo Jardim sobre um
. possível regresso de Nani a Alvalade

A imprensa britânica aventou ontem, domingo, a possibilidade de Nani regressar, por empréstimo do Man. United, ao Sporting.

Cauteloso, ao contrário do presidente Bruno de Carvalho, Leonardo Jardim preferiu não comentar essa hipótese...
«Não só sobre esse dossiê mas todos os que completam informações minhas sobre jogadores que não estão no plantel não posso falar. Só falo sobre jogadores que pertencem ao plantel, os outros não vou estar aqui a emitir opinião», disparou o treinador da formação de Alvalade, que nesta segunda-feira fez a antevisão do embate de amanhã frente ao Marítimo, a contar para a 2.ª jornada do Grupo B da Taça da Liga, que começa às 19.45 horas em Alvalade. 

* Leonardo Jardim afirma-se cada vez mais como uma pessoa de bom senso, Nani será bem vindo se não vier como vedeta.

.
.


 MILAGRE???






.
.
HOJE NO
"AÇORIANO ORIENTAL"

Há pescadores em dificuldades 
nos Açores

Associações e sindicatos do setor da pesca nos Açores asseguraram hoje que há pescadores em alguns núcleos piscatórios da região que estão "a passar por dificuldades financeiras" pela impossibilidade de saírem para o mar devido ao mau tempo.
 
“A ativação do Fundopesca é uma necessidade e uma urgência para as condições atuais que os pescadores estão a passar”, afirmou o presidente do Sindicato Livre dos Pescadores dos Açores, Luís Carlos Brum.
O Fundopesca é um mecanismo de apoio aos pescadores para os compensar quando ficam impedidos de sair para o mar.

A agitação marítima dos últimos dias danificou os portos de pesca da ilha Terceira e tem impossibilitado os pescadores açorianos de saírem para o mar, tendo hoje o Governo Regional dito que está a avaliar a possibilidade de acionar apoios.

Sublinhando a localização do escritório do sindicato, na zona do porto de Rabo de Peixe, uma das maiores comunidades piscatórias de São Miguel, Luís Carlos Brum disse que "todos os dias chegam desabafos de pescadores que se debatem com necessidades e constante apelação à ativação do Fundopesca".
“O FundoPesca não é para se ativar em abril ou maio quando o tempo estiver bom. É para se ativar agora”, defendeu, sublinhando que "muitos barcos ficaram imobilizados semanas a fio" e "estão reunidas as condições para ativar o apoio".

De acordo com o dirigente sindical, outubro e novembro foram meses "razoáveis", mas "dezembro e janeiro têm sido terríveis" por causa do mau tempo e "a grande maioria dos pescadores não tem ido ao mar, pelo que estão impedidos de exercer a profissão".

Além disso, acrescentou, "os rendimentos dos pescadores este ano são inferiores ao ano transato e os combustíveis estão a subir e tudo isto são fatores que confluem no sentido que a vida para os pescadores está cada vez mais difícil".

O presidente da Federação das Pescas dos Açores, José António Fernandes, disse que "não contabilizou todos os dias que parte significativa da frota está parada", mas afirmou concordar que seja "reunido o Conselho Regional do Fundopesca rapidamente para ver se estão reunidas as condições exigidas em lei" para ativar o apoio.

“Eu admito que há pescadores atualmente, nalguns núcleos piscatórios, que normalmente, mesmo em tempos bons de pesca, têm dificuldades financeiras, que se tiverem dois ou três dias de mau tempo ficam com problemas agravados”, disse à Lusa.

No seu entender, "se estiverem reunidas as condições exigidas em lei para que seja atribuído o Fundopesca aos pescadores, e atendendo a que a lei que está estipulada deve ser para cumprir, o que o Governo Regional tem a fazer é atribuir este fundo nos montantes a que a lei prevê".

O diretor regional das Pescas, Luís Costa, disse hoje que a Secretaria Regional dos Recursos Naturais "está a monitorizar as descargas efetuadas nos portos da Região e que, quando estiverem reunidas as condições previstas no Decreto Legislativo Regional que regula o Fundopesca, irá ser convocado o Conselho Administrativo para decidir da sua ativação".

Adiantou ainda que os portos de pesca de Vila Nova e Biscoitos foram os mais afetados nos Açores pela forte ondulação e "nas restantes infraestruturas de pesca do arquipélago não se verificaram danos significativos".

Além dos portos de pesca da Terceira, são também conhecidos danos nos Açores em zonas balneares na mesma ilha e em S. Miguel e no Pico. O mar danificou também adegas e casas de veraneio na ilha do Pico.

* Só os "donos do dinheiro" e os seus lacaios em Portugal é que estão bem na vida.


.
.
MESMO BEM 
PEQUENOS

Ducky pesa 1.4 libras (630 gramas) e mede 12.4 cm de altura. É um Chihuahua que vive em Charlton Massachusetts.




Leptotyphlops é o nome científico da que é, provavelmente, a serpente mais pequena do mundo. Foi descoberta na ilha caribenha  de Barbados  por Blair Hedges.


 
Em Janeiro  de 2006, foi descoberto  o peixe mais  pequeno do mundo na  ilha indonesia de Sumatra, o qual é um  membro da família das carpas. O nome científico é Paedocypris progenetica. Também é o animal vertebrado mais pequeno e mede somente 7.9 mm de comprimento.


 Este pequenísimo cavalo foi criado por Paul e Kay Goessling, que se especializaram na criação de cavalos miniatura. Chama-se Thumbelina, pesa 60 libras (27.2 Kg).


 
Chama-se este gato miniatura  Mr. Peebles, vive no estado norte americano de Illinois. Tem dois anos, pesa 1.3 kg.


 
PeeWee talvez o hamster mais pequeno do mundo. Pesa menos de 28 gramas e deixou de crescer após três semanas de ter nascido.


O nome científico deste animal é Sphaerodactylus e mede 16 milímetros de comprimento



 Brookesia Minima é a espécie de camaleões de menor tamanho. Mede 1,2 cm e cresce em Madagascar



 Tem 16 anos a  vaca mais pequena  pertence a uma raça de origem india Vechur. Altura média 81 a 91cm.

 Este minúsculo cavalo marinho chama-se  Hippocampus denise, mede 13mm e vive no Pacífico.

FONTE:http://tops10.loquenosabias.com



.
.
HOJE NO

"DIÁRIO ECONÓMICO"

Mário Ferreira procura 200 
portugueses para trabalhar em cruzeiros

A "Talents 4 Cruising", nova empresa de Mário Ferreira, CEO do grupo DouroAzul, vai recrutar um total de 200 portugueses para trabalhar em cruzeiros na Europa.

A nova empresa vai, a partir de hoje, recrutar continuamente profissionais portugueses para trabalhar em vários países estrangeiros, em diversas áreas operacionais.

O recrutamento é aberto a todos os interessados, independentemente da sua área de formação e que tenham alguma afinidade com o sector do turismo, que falem línguas, tenham capacidade de adaptação a ambientes multiculturais e aptidão para contacto e serviço ao cliente.
Os candidatos que não tenham experiência ou formação necessária poderão participar numa formação de 350 horas, ministrada em Portugal, em ambiente de sala de aula e barcos de cruzeiro, que os capacita para responderem aos processos de recrutamento em curso.

Sandra Almeida, directora da "Talents 4 Cruising" e antiga directora da Bolsa de Turismo de Lisboa (BTL), adianta que "sabemos que a gestão de pessoas é sobretudo, uma gestão de diferentes tipos de talento, daí querermos receber candidaturas de pessoas de diferentes áreas". A gestora salienta ainda que "trata-se de dar uma oportunidade a todos os que, embora não tenham formação em turismo ou hotelaria, queiram abraçar uma nova carreira a nível internacional".

* Por experiência pessoal já fizemos cruzeiros na "DOURO AZUL"  e considerámos  excelente  o desempenho dos profissionais e toda a logística.

.

.


TRUQUES DE BILHAR






.
.
HOJE NO
"CORREIO DA MANHÃ"

Afonso luta contra tumor no cérebro


Com apenas sete anos, Afonso enfrentou tratamentos de quimioterapia e uma operação, mas continua a lutar contra um tumor maligno no cérebro.
Depois de ter sido operado e ter feito tratamentos de quimioterapia, o tumor voltou a aparecer. Os pais de Afonso querem viajar à Alemanha para um tratamento experimental. O custo ronda os 50 mil euros, mas a família, residente na Moita, não tem dinheiro.

* TEMOS DE AJUDAR


.
.
ONDE PUSERAM OS PREÇOS!!












.
.

HOJE NO
"O PRIMEIRO DE JANEIRO"

Associação de inquilinos e empresários preocupados 
Aplicação dos novos prazos legais 
dos contratos das rendas 

As associações de inquilinos e empresários manifestaram, na comissão de monitorização da reforma do arredamento urbano, preocupações com a aplicação dos novos prazos legais dos contratos das rendas. 

A Associação dos Inquilinos do Norte de Portugal (AINP) comentou que a possibilidade de o senhorio unilateralmente fazer o contrato cessar no final de sete anos (cinco anos do período transitório e dois anos de prazo certo de vigência do contrato), “pode não conferir ao arrendatário a garantia de recuperação do investimento realizado no edificado”. 


A Associação dos Inquilinos Lisbonenses (AIL), por seu turno, alertou para o encerramento de empresas, como estabelecimentos de comércio de proximidade/tradicional, “designadamente na restauração e nos serviços, em consequência do aumento das rendas para valores que as atividades não conseguem acomodar”. 

A AIL acrescentou, como consequências deste cenário, a redução da cobrança de impostos, aumento do desemprego e dos espaços devolutos e menor segurança nas ruas. Com dados referente até 15 de novembro, a Associação Lisbonense de Proprietários (ALP) indicou celebrar, em média, seis novos contratos de arrendamento não habitacional por mês e informou que “grande parte” dos seus 10 mil associados tem lojas sujeitas ao regime de rendas antigas. 

 Nas estatísticas da ALP, o valor médio de renda atualizada é de 400 euros mensais. Nos novos contratos de arrendamento não habitacionais os valores médios de renda são 600 euros. A ALP indicou, ainda, que as situações de despejo por obras profundas devem ser em “pequeno número” e que não acompanhou qualquer processo deste tipo. 

A Associação Nacional de Proprietários (ANP) informou que, no Porto, a renda média atualizada em função do Valor Patrimonial Tributário (VPT) é de cerca de 340 euros, “raras vezes atingindo os 500 euros”. Em Lisboa, esse valor, em média, está fixado nos 425 euros. A Associação dos Profissionais e Empresas de Mediação Imobiliária de Portugal (APEMIP) apresentou dados que mostram que o “valor médio de renda pedido em Portugal decresceu” em escritórios e lojas. 

A Confederação do Comércio e Serviços de Portugal (CCP) registou que os aumentos propostos nos valores das rendas rondarão os 150 a 200%, havendo situações de 900%, embora envolvendo casos em que o ponto de partida inicial seja muito baixo. A Associação de Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal (AHRESP) informou que a reforma tem tido um “impacto negativo” nas atividades do alojamento, restauração e bebidas e lembrou que as características mais marcantes nestes setores são a “estabilidade e a inamovibilidade”.

* Ao governo convêm leis pouco transparentes para possibilitar a práctica de habilidades costumeiras.


.
.
TÉCNICAS DE
PINTURA




.
.

HOJE NO
"DIÁRIO DE NOTÍCIAS"

4 em cada 10 jovens 
sem dinheiro para estudar

Portugal tem uma das mais altas percentagens de jovens que queriam prosseguir os estudos, mas não têm possibilidade de os pagar (38 por cento, cerca de 4 em cada 10), revela um inquérito patrocinado pela Comissão Europeia que é hoje apresentado em Bruxelas. 

O estudo incidiu em 5.300 jovens, 2.600 empregadores e 700 instituições educativas de oito países da União Europeia: França, Alemanha, Grécia, Itália, Portugal, Espanha, Suécia e Reino Unido.

Intitulado "Educação para o Emprego: Pôr a Juventude Europeia a Trabalhar", o designado relatório McKenzie sublinha que entre os oito países estão as cinco maiores economias da Europa (Inglaterra, França, Alemanha, Itália e Espanha), dois dos países mais afetados pela crise (Grécia e Portugal) e um da Escandinávia (Suécia).


No conjunto, estes países têm perto de 75 por cento do desemprego jovem na União Europeia a 28.
O valor das propinas pago pelos estudantes nas universidades públicas ultrapassa os mil euros por ano e o relatório indica outro fator que eleva as despesas: a deslocação da área de residência. "45 por cento dos jovens tem de sair da sua cidade para continuar a estudar".

Neste inquérito, um terço (31 por cento) dos jovens portugueses declarou não ter tempo para estudar porque tinha de trabalhar, o valor mais elevado entre os países analisados.

Além da situação económica, em geral, é também afirmado que "problemas com o sistema de educação-emprego não estão a ajudar", já que "apenas 47 por cento dos jovens acredita que os seus estudos pós-secundário melhoraram as perspetivas de emprego".

Os empregadores, por seu lado, dizem que não encontram as qualificações que precisam. Trinta por cento relatou não preencher vagas porque não encontrar um candidato com as competências adequadas.
"As coisas estão obviamente quebradas no percurso educação para o emprego em Portugal", concluem os relatores.

No documento, refere-se que Portugal "sofreu muito durante a recessão", com a taxa de emprego global a cair quase 8 pontos percentuais e o desemprego entre os jovens a subir para 37 por cento.

O relatório é apresentado hoje em Bruxelas numa conferência que tem como principal oradora a comissária Androulla Vassiliou, responsável pela Educação, Cultura, Multilinguismo e Juventude.

De acordo com a comissária, o relatório da consultora McKenzie não podia estar mais atual: "Na Europa, o desfasamento entre aquilo que os sistemas de educação oferecem e as necessidades dos empregadores está a resultar numa séria escassez de competências, a prejudicar as aspirações da juventude e, por último, a nossa prosperidade futura".

O relatório contém "uma mensagem clara", lê-se no documento que enquadra a iniciativa: "Políticos, educadores e empresários devem todos sair dos seus silos e colaborar mais estreitamente para evitar o que é uma crise de crescimento". 

* E o sr. Crato anda a subsidiar os papás ricos para os ricos filhos aprenderem a ser elitistas.




.
.


E NO PAÍS  



DAS BIKES













.