quinta-feira, 31 de julho de 2014

UMA GRAÇA PARA O FIM DO DIA

.





















.
.
.


O QUE NÓS

LIBERTAMOS!





 REFENS DA


LIBERDADE





O drama de quem sai do presídio onde cumpriu pena, sem trazer dinheiro, identificação ou apoio do Estado.


.
.
PASSIVO REPUTACIONAL


















.
.

 JARDIM DE COPAS




.
.
HOJE NO
"O PRIMEIRO DE JANEIRO"

Projeto Pessoa vai lançar primeiro
 CD em outubro 
Peça inédita de Mário Laginha 

O Projeto Pessoa, constituído por um trio de músicos dedicado à música portuguesa, vai lançar o primeiro CD em outubro, com obras de António Fragoso, Vasco Mendonça e uma peça inédita encomendada a Mário Laginha. 


 A violoncelista Raquel Reis, que faz parte do trio, explicou que o Projeto Pessoa foi criado em 2010 por três músicos "que gostam de tocar juntos a música portuguesa, e não apenas a erudita". 

"Pensámos em criar um primeiro CD com música portuguesa que fosse abrangente e mostrasse a nossa identidade, até porque nós não gostamos só de música erudita. Temos outras influências, desde o fado ao jazz", comentou a artista, que toca na Orquestra Gulbenkian. 

Além de Raquel Reis, os jovens músicos promotores deste projeto são também Otto Pereira, violino, também da Orquestra Gulbenkian, e João Crisóstomo, piano, professor na Escola de Música do Conservatório Nacional e na Escola de Música de Nossa Senhora do Cabo. No primeiro CD, que se encontra em fase de gravação e deverá estar concluído no final de outubro, princípio de novembro, deste ano, serão gravadas obras de António Fragoso, compositor e pianista, do início do século XX, morto precocemente em 1918, Vasco Mendonça, compositor da atualidade, e Mário Laginha, pianista e compositor, com percurso mais conhecido no jazz. 

De Laginha, o trio vai gravar, em estreia absoluta, uma obra escrita propositadamente para o projeto, patrocinada pela Fundação D. Pedro IV. O trio vai também gravar arranjos dos próprios músicos, de música popular portuguesa, contando com a participação do guitarrista Pedro Jóia e do fadista Ricardo Ribeiro, como intérpretes e arranjadores. 

O projeto, segundo Raquel Reis, está a ser desenvolvido com recurso ao 'crowdfunding', tendo já conseguido 64 por cento do valor necessário, proveniente de uma centena de particulares e de entidades. "O interesse excedeu as nossas expectativas, até porque há pessoas que não conhecem o projeto e têm tido curiosidade em o descobrir. 

Para nós é gratificante estar a gravar as músicas pensando nestas cem pessoas que contribuíram, e que são como um público numa sala que nos irá ouvir", comentou Raquel Reis. 

A história do Projeto Pessoa e as respetivas iniciativas estão disponíveis no endereço http://ppl.com.pt/pt/prj/trio-pessoa. 

* Viva a cultura.

.
.
XVIII- O UNIVERSO
  3- COMETAS E 

METEOROS MORTAIS






.
.
HOJE NO
"DIÁRIO DE NOTÍCIAS"

Caso amoroso suspende 
primeira comandante

Sarah West, a primeira mulher a comandar um grande navio de guerra nos 500 anos de história da Marinha real britânica, foi suspensa e corre o risco de ser demitida, devido a um alegado caso amoroso com um oficial a bordo. 
 .
O caso amoroso entre Sarah West, de 42 anos, e um subalterno, o tenente Richard Gray, de 35 anos, veio a público na última sexta-feira, no final de uma missão de sete meses do navio "HMS Portland", com uma tripulação de 185 membros, de que West, após uma carreira de dezasseis anos, se tornou comandante em maio de 2012, revolucionando a história da Marinha britânica.

Após a notícia do alegado envolvimento sexual entre os dois, ambos foram imediatamente suspensos das suas funções e abandonaram o navio, que se encontrava a executar uma patrulha antinarcóticos nas Caraíbas, regressando ao Reino Unido por via aérea.

Na altura da sua promoção, em 2012, Sarah West, em entrevista ao jornal britânico 'Daily Mail', revelava que a profissão havia sido a principal responsável pelo fim do seu casamento, em 2006, com o piloto da Marinha Andrew Whitlum. "As pessoas que prosperam nas Forças Armadas tendem a pôr o seu emprego como prioridade, o que não é a melhor coisa para uma vida conjugal feliz.", confessava a comandante.

Caso a veracidade das alegações do envolvimento sexual da comandante com Gray, que se casou em dezembro de 2013, se confirme, ambos poderão ser demitidos das suas funções. O caso viola o "Código de Conduta Social" das Forças Armadas, que proíbe o seu pessoal de relações pessoais que comprometam a "eficácia operacional".

No domingo, um ex-almirante da Marinha, Lord West (que não tem qualquer parentesco com a comandante), afirmava ao mesmo jornal: "Se ela teve uma relação com alguém sob o seu comando, então desilude outras mulheres na Marinha real, pois há pessoas que vão agarrar nisto e dizer é por isto que as mulheres não deviam estar em navios."

Lord West vaticinava ainda: "Se as alegações forem verdadeiras, duvido que a comandante West continue no seu cargo ou que seja posta a comandar outro navio."

* As regras no trabalho, numa hierarquia militar têm de ser muito rígidas, o comandante dum navio é nomeado por decreto do governo, concentra  poder do executivo e a sua autoridade é total.

.
.


 2-O PREÇO DA
LIBERDADE
COREIA DO NORTE




.
.

























CARO VISITADOR/A
 
Amanhã primeiro de Agosto vamos de férias.
Foi um gosto ter trabalhado para si neste blogue e sentir a sua receptividade.
Durante o mês de Agosto publicaremos inserções variadas mas sem a cadência regular das séries que lhe temos apresentado, estas reiniciarão a um de Setembro.
Para quem vai de férias connosco gozem bem e descansem muito ,para quem se antecipou ou goza férias mais tarde votos de bom trabalho

ABJEIAÇOS

A  Redacção


 .
.
HOJE NO
"RECORD"

Rui Costa volta a ficar em segundo

O ciclista português Rui Costa (Lampre-Mérida) terminou esta quinta-feira na segunda posição o critério de Herentals, na Bélgica, perdendo no sprint final para o italiano Vincenzo Nibali (Astana).

O vencedor da Volta a França foi mais forte do que o campeão do Mundo nos metros finais, concluindo os 90 quilómetros em 1:54.30 horas, o mesmo tempo de Rui Costa, e menos um segundo do que o belga Jurgen Van Den Broeck (Lotto-Belisol).

"Começou e acabou tarde mas foi uma bonita experiência. Fizemos cerca de 80km em duas horas e a um ritmo forte. É impressionante a quantidade de amantes do ciclismo que tem a Bélgica. Tratam-nos como reis e vivem esta modalidade como nenhuma outra. Muito bom", escreveu Rui Costa, na sua página no facebook.

 * Perder para Nibali não é desprestígio


.

ANDREIA FREITAS

.


Excesso de 
peso sobrecarrega 
a coluna

O excesso de peso – fator de risco evitável para uma série de doenças – é também responsável por desencadear disfunções na coluna, devido à sobrecarga e estiramento excessivo a que as estruturas articulares estão sujeitas. 

Procure reparar numa pessoa com excesso de peso; se for o seu caso, observe-se ao espelho. A cabeça ultrapassa os ombros? O pescoço é bem visível? A zona toráxica apresenta um aspeto corcunda? A barriga está projetada para a frente e a curvatura da zona lombar aumentou? No indivíduo com excesso de peso a manutenção do equilíbrio e a estabilidade da coluna ficam comprometidos, devido à distribuição da gordura que interfere diretamente no alinhamento corporal, promovendo uma sobrecarga que provoca o aparecimento de desvios posturais. As queixas mais frequentes surgem na zona lombar. 

A acumulação de gordura, a nível abdominal, leva a uma biomecânica deficiente, devido à distensão e fraqueza dos músculos. Para combater estas alterações, proceda a um programa de consciencialização da postura e reeducação da contração muscular, nomeadamente, ao nível dos estabilizadores lombares. 
O músculo transverso do abdómen (TA) deverá ser o primeiro a ser trabalhado; graças à orientação horizontal das suas fibras, funciona como uma cinta que sustenta a coluna. Imagine que quer vestir as calças preferidas, mas o fecho está com dificuldade em subir – a contração no baixo-ventre ativa o TA. Inicialmente, é difícil fazer de forma seletiva, pois há a tendência para contrair os músculos do abdómen de forma desordenada. Com o acompanhamento de um profissional especializado e treino adequado, irá interiorizar a contração que começará a fazer parte do dia a dia, não sobrecarregando as regiões lombar e sacroilíaca, e obtendo assim uma melhor postura, mesmo com uns quilinhos a mais…

Fisioterapeuta

IN "DIÁRIO DE NOTÍCIAS DA MADEIRA"
30/07/14


.

.


258.UNIÃO


EUROPEIA




A MEMÓRIA NÃO PODE SER CURTA


.
.
HOJE NO
"JORNAL DE NOTÍCIAS"

Constitucional anula decisão do
.Tribunal Central de Instrução Criminal
. contra Oliveira Costa

O Tribunal Constitucional anulou a decisão do Tribunal Central de Instrução Criminal de não aceitar recurso interposto por José Oliveira Costa, no âmbito de processo em que o ex-presidente do BPN foi acusado do crime de falsificação de documentos. 

Oliveira Costa e outros antigos responsáveis do Banco Português de Negócios (BPN) foram acusados, em março de 2012, do crime de falsificação em processo relacionado com o Banco Insular e, após a abertura da instrução, foi pronunciado a 30 de novembro de 2012.
O ex-presidente do BPN, banco nacionalizado em novembro de 2008, interpôs recurso da decisão de pronúncia, mas o Tribunal Central de Instrução Criminal não admitiu o recurso nem a posterior reclamação do despacho de não admissão do recurso.

Na reclamação, Oliveira Costa, que está a ser julgado na 4.ª Vara Criminal de Lisboa no processo principal do universo BPN, alegava que havia uma violação da constitucionalidade, porque não pode ser julgado duas vezes pelo mesmo crime.

Apresentou também no Tribunal Central de Instrução Criminal um requerimento a invocar a incompetência daquele tribunal para a instauração do processo, pelo que pediu a nulidade da decisão instrutória noutro requerimento.

O Tribunal de Instrução Criminal indeferiu os dois requerimentos, em janeiro de 2013, e o ex-presidente do BPN recorreu para o Tribunal da Relação de Lisboa, mas o Tribunal Central de Instrução Criminial não aceitou o recurso.

Após a reclamação do despacho de não admissão do recurso ter sido rejeitada, em maio do ano passado, Oliveira Costa recorreu para o Tribunal Constitucional.

Em acórdão a que a Lusa teve acesso, a 1.ª Secção do Tribunal Constitucional apreciou o pedido de nulidades decorrente da violação das regras de competência do Tribunal Central de Instrução Criminal e decidiu-se pela revogação da decisão, "que deverá ser reformulada de acordo com o presente juízo de inconstitucionalidade".

* Aguardemos o desenrolar dos acontecimentos.

.
.

 COMO SE PRODUZIA O
2CV




 .




CARO VISITADOR/A
 
Amanhã primeiro de Agosto vamos de férias.
Foi um gosto ter trabalhado para si neste blogue e sentir a sua receptividade.
Durante o mês de Agosto publicaremos inserções variadas mas sem a cadência regular das séries que lhe temos apresentado, estas reiniciarão a um de Setembro.
Para quem vai de férias connosco gozem bem e descansem muito ,para quem se antecipou ou goza férias mais tarde votos de bom trabalho

ABJEIAÇOS

A  Redacção

.
.

HOJE NO
"JORNAL DE NEGÓCIOS"

Estado recebe quatro ofertas
 de compra da EGF

Embora só quatro das sete empresas qualificadas tenham apresentado propostas vinculativas na privatização da EGF, o Governo sublinha a "confiança dos investidores" nesta operação.
.
O Estado português recebeu esta quinta-feira, 31 de Julho, quatro ofertas vinculativas para a aquisição da EGF – Empresa Geral de Fomento, no âmbito da privatização desta participada do grupo Águas de Portugal, informou o Ministério do Ambiente em comunicado.
"No âmbito do processo de privatização da EGF – Empresa Geral de Fomento, S.A., foram recebidas até às 18h (hora limite definida para recepção das propostas) do dia 31 de Julho quatro propostas provenientes dos interessados na aquisição do capital social da empresa EGF", refere o comunicado, sem identificar os proponentes.

O Ministério do Ambiente considera que "a competitividade do processo, evidenciada pelo número de propostas recebidas, confirma o interesse e confiança dos investidores na solidez jurídica deste processo de privatização realizado através de concurso público internacional e dentro do calendário definido pelo Governo".

Recorde-se que para a fase de apresentação de ofertas vinculativas o Governo tinha habilitado as mesmas sete empresas e consórcios que tinham em Maio apresentado propostas indicativas para o processo de privatização da empresa estatal de gestão de resíduos.

Esta quinta-feira o "Diário Económico" avançava que o consórcio das empresas brasileiras Odebrecht e Solvi havia desistido da privatização, à semelhança dos investidores chineses que se apresentaram no início da corrida pela EGF. De acordo com a mesma fonte, também o consórcio da portuguesa Egeo com o fundo francês Antin terá desistido do processo.

A confirmar-se que essas empresas não apresentaram ao Estado ofertas de aquisição da EGF, ficarão na corrida apenas a espanhola FCC, a belga Indaver e as portuguesas Mota-Engil e DST.

*  Continua a delapidar-se património e são  sempre os  mesmos  barões  a comprar.


.
.

Ney Matogrosso


O Tempo Não Pàra


.
.
HOJE NO
"DESTAK"

Polo da Universidade das Nações Unidas em Guimarães oficializado segunda-feira 

O ministro-adjunto e do Desenvolvimento Regional assina a 4 de agosto, em Guimarães, o acordo para instalação naquela cidade de uma unidade operacional da Universidade das Nações Unidas, dedicada à governação eletrónica, foi hoje anunciado.
 Segundo fonte do gabinete de Poiares Maduro, o acordo estabelecerá as condições para a cedência e utilização, por parte daquela Unidade Operacional de Governação Eletrónica Orientada para Políticas, de um piso do Centro de Pós-Graduação do Campus de Couros da Universidade do Minho (UMinho). 

 O acordo será assinado pelo ministro, pela Câmara de Guimarães e pela UMinho. 

* Excelente


.
.
 
MERGULHANDO


NOS AÇORES


Os melhores do mundo
.




CARO VISITADOR/A
 
Amanhã primeiro de Agosto vamos de férias.
Foi um gosto ter trabalhado para si neste blogue e sentir a sua receptividade.
Durante o mês de Agosto publicaremos inserções variadas mas sem a cadência regular das séries que lhe temos apresentado, estas reiniciarão a um de Setembro.
Para quem vai de férias connosco gozem bem e descansem muito, para quem se antecipou ou goza férias mais tarde votos de bom trabalho

ABJEIAÇOS

A  Redacção

.
.
HOJE NO
"i"

SNS
200 mil idosos não usufruem do 
direito a reembolso de remédios, 
óculos e próteses

Beneficiários do complemento solidário para idosos têm direito a apoios adicionais, mas em 2013 só 15% estavam inscritos para os receber
 .
Basta chegar ao centro de saúde, apresentar a carta da Segurança Social e as facturas de despesas com remédios, óculos e próteses dentárias. Desde 2007 que ser beneficiário do complemento solidário para idosos permite ter acesso a uma ajuda financeira adicional para suportar este tipo de encargos, mas só 15% dos idosos carenciados usufruem deste direito.

A falta de informação parece ser uma justificação para tão poucos solicitarem estes apoios, explicaram ao i vários médicos e o porta-voz do Movimento de Utentes do Serviço Nacional de Saúde, Manuel Vilas Boas. Depois de três anos de alertas e preocupações com o impacto da crise no acesso à saúde, ninguém recorda ter havido recentemente algum tipo de divulgação pública destes benefícios.

O balanço do número de beneficiários dos chamados benefícios adicionais em saúde (BAS) surge no último relatório de acesso ao SNS, que o i consultou. Em 2013, estavam inscritos como beneficiários dos BAS 35 374 idosos.

Cruzando esta informação com os dados da Segurança Social sobre os beneficiários do complemento solidário para idosos, verifica-se que havia mais 200 mil idosos que poderiam ter usufruído destas ajudas. 

No ano passado, 237 844 idosos beneficiaram do CSI, o que permite calcular que apenas 14,9% aproveitaram os BAS. Consultando o relatório de 2012, verifica-se que já nesse ano a taxa de utilização destes apoios pelos idosos era desta ordem, com uma taxa de 15,5%.

* Temos um governo "maravilhoso" o apoio que dá aos idosos é inacreditável.


.
.

DOUTRO SÉCULO


BELDADES


ANOS 60
















.
.
HOJE NO
  "A BOLA"

Vanessa Fernandes nomeada 
para Quadro de Honra do ITU

A portuguesa Vanessa Fernandes está entre as onze nomeadas para entrar para o Quadro de Honra da Federação Internacional de Triatlo (ITU).
Vanessa Fernandes é a única ex-atleta europeia nomeada, numa lista que será reduzida a três numa segunda fase e que integra ainda a neozelandesa Erin Baker, as australianas Emma Carney, Jackie Fairweather, Loretta Harrop e Michellie Jones, as norte-americanas Siri Lindley, Barb Lindquist e Karen Smyers e a canadiana Carol Montgomery.

Em dez anos (2001-2011) de carreira, Vanessa Fernandes sagrou-se campeã mundial (2007), conquistou uma medalha de prata olímpica (Pequim2008), foi prata no Mundial2006, alcançou 20 vitórias em corridas do circuito mundial, cinco vitórias nos Europeus (2004, 2005, 2006, 2007, 2008) e foi ainda duas vezes campeã mundial de duatlo (2007 e 2008).

* É uma entrada difícil, mas Vanessa tem muito mérito.


.
.

UM ATM EDUCADO


.






CARO VISITADOR/A
 
Amanhã primeiro de Agosto vamos de férias.
Foi um gosto ter trabalhado para si neste blogue e sentir a sua receptividade.
Durante o mês de Agosto publicaremos inserções variadas mas sem a cadência regular das séries que lhe temos apresentado, estas reiniciarão a um de Setembro.
Para quem vai de férias connosco gozem bem e descansem muito, para quem se antecipou ou goza férias mais tarde votos de bom trabalho

ABJEIAÇOS

A  Redacção

.
.

HOJE NO
  "AÇORIANO ORIENTAL"


Portugal foi dos países que menos
. beneficiou com a integração europeia

Portugal foi dos países que menos beneficiou da integração europeia, com um aumento de apenas 20 euros no rendimento anual "per capita", segundo um estudo da Fundação Bertelsmann que aponta a Dinamarca e a Alemanha como os maiores ganhadores.
 
O estudo, elaborado por um ‘think tank’ alemão e publicado no início da semana, analisa o impacto económico resultante da integração no mercado único europeu em 14 países, entre 1992 e 2012, destacando que foi positivo, mas teve grandes variações entre países.

A integração no mercado único impulsionou o crescimento do PIB sobretudo na Dinamarca, que obteve um ganho médio anual de 500 euros ‘per capita’, e na Alemanha (450 euros), enquanto nos países do sul o acréscimo foi significativamente inferior.

O aprofundamento da integração europeia significou para a Itália um aumento médio anual no rendimento de 80 euros ‘per capita’, de 70 euros em Espanha e na Grécia e de apenas 20 euros em Portugal.


Abaixo de Portugal, com um acréscimo de 10 euros no rendimento anual ficou o Reino Unido já que o período de análise coincide, explica a Fundação Bertelsmann, “com um enorme passo para a desintegração europeia quando o Reino Unido abandonou o sistema monetário europeu.

Comparando o PIB ‘per capita’ em 2012, com e sem os efeitos da integração europeia, a Grécia sai a perder (-1,3%), Portugal fica no fundo da tabela, a par da Suécia, com um ganho de 0,4%, enquanto a Alemanha encabeça a lista com um aumento de 2,3% do PIB.

A Grécia foi também o país que menos evoluiu em termos de integração europeia entre 1992 e 2012, sendo o único dos 14 que regrediu.

A Fundação Bertelsmann salienta que “um mercado único assente na livre circulação de bens, pessoas, serviços e capital desempenha um papel vital” na integração europeia, permitindo remover barreiras comerciais e tornando as importações mais baratas o que, por outro lado, dá mais poder de compra aos consumidores.

O principal objetivo do mercado único, que era o de trazer mais prosperidade aos cidadãos foi atingido, continua a Fundação, acrescentando que estes resultados devem encorajar a União Europeia a aprofundar o mercado único.

* E andou o dr. Durão a dizer que vamos receber uma "pipa de massa", estranho que não referiu as toneladas de juros que já  pagámos à  comissão por  causa do empréstimo contraído, dissemos juros!!!

.
.

TANTO PARA 
JARDINAR
COMO 
PASSEAR













.
.
HOJE NO
  "DIÁRIO ECONÓMICO"

BdP expulsa família Espírito Santo do
 BES e suspende três administradores

Banco central inibe direitos de voto do Espírito Santo Financial Group no BES e suspende três membros da actual administração: Rui Silveira, António Souto e Joaquim Goes. 

O Banco de Portugal reagiu aos prejuízos históricos do BES e aos indícios de irregularidades que as contas semestrais deixaram transparecer com a inibição dos direitos de voto do Espírito Santo Financial Group (ESFG) no banco.

A posição de 20% do ESFG no BES é o veículo através do qual a família Espírito Santo exercia o controlo do banco. Inibidos os direitos de voto associados às acções, essa posição fica assim espúria.

 Carlos Costa decidiu ainda “suspender, com efeitos imediatos, os membros dos órgãos de administração com os pelouros de auditoria, compliance e gestão de riscos, bem como os titulares do órgão de fiscalização”.

Esta suspensão abarca os actuais administradores Rui Silveira, António Souto e Joaquim Goes que, de acordo com informação disponibilizada no último relatório de ‘corporate governance’ do BES, tutelaram essas áreas.

“A substituição destes membros deverá ser assegurada por proposta dos accionistas, com eventual cooptação pelos membros em funções”, refere o mesmo comunicado.

O supervisor decidiu também “designar uma comissão de fiscalização composta por quadros superiores da PricewaterhouseCoopers & Associados até que os accionistas promovam a substituição dos membros da Comissão de Auditoria.”

Carlos Costa solicitou ainda à gestão liderada por Vítor Bento que apresente no “curto prazo” um plano que inclua um aumento de capital dado que os rácios de solvabilidade do BES estão abaixo do mínimo exigido.

O banco central refere ainda que a auditoria em curso pode conduzir a acções criminais contra membros do antigo ‘board’, nomeadamente contra Ricardo Salgado e Amílcar Morais Pires.
“A auditoria forense determinada pelo Banco de Portugal, que já está em curso, permitirá avaliar responsabilidades individuais, incluindo as do anterior Presidente da Comissão Executiva, anterior administrador com o pelouro financeiro e outros membros da Comissão Executiva que entretanto renunciaram aos cargos exercidos. Caso se confirme a prática de ilícitos, serao extraídas as necessárias consequências em material contraordenacional e, porventura, criminal”, refere o documento. 

* O "Banco do vigário"

.
.
PENTEANDO
.
.


HOJE NO
  "CORREIO DA MANHÃ"

Mulheres preferem homens 
pouco sensíveis 

Sexo feminino tende a ver os homens sensíveis como pouco masculinos.

As mulheres sentem-se mais atraídas por homens pouco sensíveis num primeiro encontro, segundo um estudo publicado na revista norte-americana ‘Personality and Social Psychology Bulletin’ (‘Boletim de Psicologia Social e Personalidade’, em português). 
Já os homens preferem mulheres sensíveis, femininas e atraentes. Na opinião da maioria das mulheres que participou no estudo, os homens demasiado sensíveis são vistos como pouco masculinos. 

No entanto, é com os homens mais emotivos que o sexo feminino consegue ter relações amorosas e de amizade de longo prazo, de acordo com o investigador Gurit Birnbaum, citado pelo site ‘ABC’.

Neste estudo participaram 120 jovens, de forma voluntária, que não se conheciam uns aos outros. 

Os investigadores formaram casais aleatoriamente e, depois de algumas atividades em conjunto, perguntaram aos participantes quais as características dos parceiros que lhes provocaram interesse sexual durante uma primeira impressão. 

* A notícia confunde conceitos, emotividade não significa insensibilidade e sensibilidade não significa falta de masculinidade. 


.
.


VERDADES 

MATEMÁTICAS


Parabola





Ellipse


Reflective properties of an ellipse


Hyperbola


A hyperboloid made up of straight lines


Logarithms



Pascal’s Triangle





Pi



Phi


Sine, Cosine, and Tangent curves







.