sábado, 7 de dezembro de 2013

UMA GRAÇA PARA O FIM DO DIA

.

.

 NELSON MANDELA




Amy Winehouse



Free Nelson Mandela







.
.


6-NELSON MANDELA


CRISTIANO RONALDO
.
Obrigado Madiba pela tua herança e exemplo.Estarás sempre connosco.
.
.


 AFINAL...





..
.


 OS NORMAIS


 "É uma questão de química,
entende?"


Parte 1





.
.

5-NELSON MANDELA

CHARLIZE THERON
 
O meu  pensamento e amor vão para a família.Descansa em paz Madiba. Teremos saudades mas o teu impacto no mundo viverá para sempre. 

.
.


I-DISFUNÇÃO ERÉCTIL


7 -DEFINIÇÃO
E PREVALÊNCIA


8 -FACTORES DE RISCO/1


 Uma excelente série de saúde, que nos chega do Brasil, um trabalho sério sobre um assunto que fragiliza novos e velhos.


 NR: Esta série tem vindo a ser  editada aos sábados pelas 22 horas.


.
.

4-NELSON MANDELA

MHUAMMAD ALI
 
“Mandela nasceu livre em espírito, agora é livre para sempre,  ensinou-nos o que é o perdão em larga escala”.
 
.
.


 14.OS MESTRES


DO DINHEIRO




Como uma série de 1996 está tão actual, à parte algumas afirmações "datadas" tudo o resto ensina-nos a compreender o espírito da Troika. 


 FONTE: lucas84doc

.
.

3-NELSON MANDELA

LEWIS HAMILTON

 
.

JOANA BARRIOS

.
.










Lugar às novas

Português que se preze gosta de tudo o que seja novidade. 

O problema do português é de origem demasiado remota e prende-se com uma única questão: a posse.

Os efeitos da reminiscência da pobreza d'antes do 25/04, na sociedade portuguesa pós-contemporânea, agora: não se tinha (que é pior que sarna) para se passar a ter. Tal como um menino guloso, o português tem mais olhos que barriga (o que, na verdade, está certo, porque o nosso corpo tem dois olhos para uma barriga, 'né?) e não olha a meios para atingir fins de índole ostentativa.

A semana passada foi, no recreio senso-intelectual que é o Facebook, 'A Semana Nostálgica', porque a revolução é passiva e faz-se a partir de casa, especialmente agora que está um frio de rachar e ir à rua ainda pode trazer uma gripe ou pior - uma experiência real de interacção com outros seres humanos e isso é que não!

A semana passada foi uma semana de gestos vazios e não houve uma única alma que não se lamentasse acerca de tudo o que irá fechar, está fechado ou ainda não está fechado, mas vai a caminho de, com especial incidência na cidade de Lisboa, a.k.a. capital do país. 

Fazer petições online não chega para salvar os locais emblemáticos de uma cidade. Não me atrevo a dizer negócios, porque não são negócios, trata-se de locais que deviam ser património da EGEAC, porque está uma sociedade inteira a contemplá-los como se fossem monumentos.

O português é passivo por natureza, ainda para mais quando se trata daquilo que tem à mão de semear, porque a galinha da vizinha é sempre melhor que a dele, e perdoem-me o excesso de provérbios, mas neste caso são essenciais porque evocam uma nostalgia muito na moda e retratam na perfeição aquilo que se passa: num país em que a economia hiberna há demasiado tempo, em que a juventude (leia-se talento) deu de frosques por falta de oportunidades e abrir um negócio é pôr directamente a cabeça no cepo, é perfeitamente compreensível ceder à pressão dos grandes grupos económicos e dizer adeusinho aos sonhos, crenças e afins.

Como cidade, Lisboa padeceu de um grande movimento de abandono durante muito tempo. A deslocação do tecido humano para as novíssimas periferias com óptimos e novos acessos feitos por vias rápidas e estradas de quatro a seis faixas de rodagem hipnotizou muita da gente que agora tem filhos neo-nostálgicos, na casa dos vintes, e que fazem status sobre o encerramento do recém-descoberto e encerrado King. E depois recebem likes dos seus pais periféricos. OK. Mas e então quando o King fazia sessões e se ia ao cinema nas salas dos centros comerciais pelos motivos que já se sabem, onde é que estava a importância do King? Ou quando surgiu a paixão pelo muffin de chocolate, pelo cupcake e pelos macarons, quem é que ia à Bijou do Calhariz comer uma miniatura de palmier e dar dois dedos de conversa com o tão glamouroso Sr. Ulisses? 

Morar e consumir a cidade não é fácil. A cidade requer Amor. Requer dedicação e uma abertura de espírito que colide com a parolice do português tipo e a sua ideia de modernidade. (Na cidade os prédios não têm elevador, não há lugares à porta de casa e o comércio local e os supermercados de bairro são um tédio; além de que as bombas de gasolina são todas no cu de Judas e não há nenhum McDrive a não ser na 2.ª circular. E isso é tudo muito longe.)

Não é então, muito difícil, perceber por que raio é que vai tudo fechar, ou é? 

Bem Vindos ao Capitalismo Selvagem, onde os maus são os ricos que vão cada vez ficar mais ricos, mas que não são bem maus, porque no fundo até criam postos de trabalho... Que antagónico!...
Sabiam que isto nasce tudo da passividade? 

Quem foi ao mar perdeu o lugar! 

Mas... Vão abrir coisas NOVAS!... Não estão contentes?

Com sorte, começamos a fazer como na China, e os edifícios passam a ter uma validade máxima de cinco anos, porque depois é preciso demolir para fazer um melhor, mais recente, mais incrível e muito, mas muito mais moderno. Mas... Em Portugal não dava, 'né?... Porque a avaliar pelo tempo há que os prédios da EPUL estão a ser construídos no Martim Moniz, corríamos o risco de demolir a cidade inteira para depois não crescer nada.... Mas não ia fazer mal nenhum, porque também... Não mora ninguém na cidade, mesmo...

IN "SOL"
03/12/13

.
.

23.UNIÃO


EUROPEIA





.
.

2-NELSON MANDELA

DALAI LAMA

“Na sua morte, o mundo perdeu um grande líder, cuja determinação firme e inabalável foi fundamental para garantir a paz e reconciliação durante a transição na África do Sul sob o regime do apartheid. Sob a sua liderança, África do Sul foi transformada através de meios pacíficos, no espírito da reconciliação”


.
.


 I- COMO TUDO



FUNCIONA


1-MOTOCICLOS



 FONTE: g4mb14rr4


.
.

1-NELSON MANDELA


LULA DA SILVA


 "O grande legado do Mandela foi fazer com que o povo negro da África do Sul descobrisse uma coisa que parece simples, mas não é. Se a maioria do povo era negra, não tinha o menor sentido a minoria branca continuar governando aquele país"

 .
.



Cesaria Evora


Rotcha 'Scribida




.
.
HOJE NO
"RECORD"

Dulce Félix: 
«Pódio conquista-se não se promete...»

Nos últimos três anos, Dulce Félix foi sucessivamente 3.ª, 2.ª e 2.ª no Europeu de Corta-Mato. Amanhã, em Belgrado, tentará a quarta medalha consecutiva. “Claro que é um objetivo. Como objetivo será tentar a primeira medalha de ouro. 
 Mas todas se treinaram para ganhar e a irlandesa Fionnuala Briton, que venceu nos dois últimos anos, aparece sempre muito forte nesta altura”, afirma Dulce Félix, que esteve em bom plano (foi 2.ª) no Cross de Tilburg, na Holanda, há duas semanas, tendo sido apenas derrotada pela jovem (20 anos) holandesa Sifan Hassan, de origem etíope, naturalizada dias antes, mas que correrá a prova de Sub-23 no Europeu. “Depois de ter desistido na Maratona de Nova Iorque, fiz alguns treinos rápidos que correram bem e daí a minha ideia de poder participar para tentar nova medalha.”

A atleta, que esta época trocou o Maratona pelo Benfica, terá como adversárias seis das sete primeiras da época passada e ainda a terceira de há dois anos, a britânica Gemma Steel, que “substituirá” a terceira de 2012, Adrienne Herzog. “O pelotão será forte como sempre. Em Tilburg fui mais rápida do que no ano passado, quando ganhei. Mas as medalhas conquistam-se, não se prometem…”, acrescentou. “O que me mete mais medo é o frio. Já no ano passado corremos com neve mas este ano poderá haver ainda mais.”

Reforçadas
A Seleção Nacional, que estivera seis anos no pódio coletivo (ganhando em quatro delas), desceu no ano passado para o 6.º posto (penúltimo). Este ano, continuará a não contar nem com Jessica Augusto nem com Marisa Barros e não poderá utilizar ainda Sara Moreira, mãe há cerca de um mês. “Mas este ano contaremos com a Salomé Rocha e a Catarina Ribeiro, que estiveram muito bem nos Sub-23 há um ano [7.ª e 10.ª, respetivamente] e que agora correrão entre as seniores”, afirma Dulce Félix. “Pelas provas que têm feito, mostraram que são uma mais-valia. Além disso, a Anália Rosa é inteligente e tem grande experiência. O meu receio é que haja algum problema e alguém tenha de desistir, o que faria com que não nos classificássemos…”, conclui a principal figura da equipa nacional.

* A esperança deve manter-se mesmo quando não se ganha, BOA SORTE!

.
.

PESCARIAS ATRIBULADAS





.
.
HOJE NO
"CORREIO DA MANHÃ"

Acordo inédito no comércio global

Organização Mundial de Comércio (OMC) aprova acordo histórico global durante reunião realizada na ilha de Bali, Indonésia. 
OS BENEFÍCIOS DA GLOBALIZAÇÃO

A partir deste sábado, o comércio global tem menos barreiras comerciais, depois de 159 países terem acordado facilitar as transações internacionais na OMC na sequência de quatro dias de intensas negociações. Este é o primeiro acordo de cariz global alcançado na OMC desde a sua fundação (em 1995) e prevê medidas na área da agricultura e um pacote de ajuda a países em desenvolvimento.
 .
O secretário-geral da instituição internacional dedicada ao comércio, o brasileiro Roberto Azevedo, destacou o "importante passo" que foi dado no processo de liberalização do comércio mundial, que estava parado desde 2008. Roberto Azevedo concluiu que "pela primeira vez na nossa história, a OMC realmente cumpriu".

Os economistas realçam a restauração da confiança no sistema multilateral de comércio e a possibilidade deste acordo impulsionar a economia mundial em cerca de um milhão de milhões de dólares. Menos entusiasmados ficaram os grupos antiglobalização, que criticam o documento por entenderem que beneficia sobretudo as grandes corporações.
 .
ACORDO ESSENCIAL PARA PORTUGAL “DAR O SALTO"
O secretário de Estado dos Assuntos Europeus, Bruno Maçães, já reagiu a este acordo, realçando que é "fundamental", representando "quase uma condição prévia para Portugal dar o salto para ter uma posição muito mais importante nos mercados globais".
OS BENEFÍCIOS DA GLOBALIZAÇÃO
Para o governante, numa altura em que Portugal está a aumentar as exportações, sobretudo para fora da Europa, as mudanças previstas de combate à burocracia alfandegária deverão começar a ser visíveis "dentro de alguns meses" nalguns mercados e permitirão a Portugal reduzir os custos de transação em cerca de 10 por cento.

Bruno Maçães sublinhou ainda que o 'pacote de Bali' abre as portas a "uma nova era do comércio internacional" e permitirá combater o desemprego em Portugal, algo que, defende, passa por um aumento das exportações, sobretudo para fora da União Europeia.

* Procure saber quem lidera a OMC! A globalização é a grande manobra para o empobrecimento maior das populações, a OMC é um dos seus mentores.

.
.


 ÁRVORES


DE NATAL














SUGESTÕES PATÉTICAS


.
.
HOJE NO
"i"

Maria João Pires 
nomeada para os Grammy

A pianista foi nomeada na categoria de Melhor Intérprete a Solo pelo álbum Sonatas n.ºs 16 e 21 de Franz Schubert, editado em Fevereiro último pela Deutsche Grammophon

A pianista Maria João Pires voltou a ser nomeada como Melhor Intérprete a Solo para os prémios de música norte-americanos Grammy, foi hoje divulgado. 


Maria João Pires foi nomeada na categoria de Melhor Intérprete a Solo pelo álbum Sonatas n.ºs 16 e 21 de Franz Schubert, editado em fevereiro último pela Deutsche Grammophon.
A nomeação de Maria João Pires para a 56.ª edição dos Grammy sucede à nomeação da pianista para a mesma categoria dos prémios de música norte-americanos em 2009. 

O novo álbum da pianista integra a sonata n.ºs 16 em Lá menor e a Sonata n.º 21 em Si bemol maior.
A Sonata n.º 16 foi apresentada pelo compositor austríaco como a sua “Primeira Grande Sonata” quando a deu para imprimir no outono de 1825, tendo-a dedicado ao arquiduque Rudolfo da Áustria, em sinal de gratidão para com o mecenas da música. 

Já a Sonata n.º 21, a derradeira de Franz Schubert, foi terminada pouco antes da morte do compositor e é considerada uma das mais substanciais obras para piano da última fase de Schubert, escreve o musicólogo Michael Kube, na apresentação do disco. 

A pianista portuguesa gravara já a última Sonata de Schubert, com alguns "Impromptus", na década de 1980. 

Este disco, um duplo CD da pianista, publicado em 1997, vendeu mais de 100.000 unidades.
Nascida a 23 de julho de 1944, em Lisboa, Maria João Pires é a mais internacional pianista portuguesa, tendo chamado a atenção do público e da crítica com a vitória no Concurso Beethoven, em Bruxelas, em 1970, após o que gravou, na íntegra, as Sonatas para piano, de Mozart. 

A pianista, que também inclui no seu repertório Chopin, Bach, Schumann e Beethoven, entre outros compositores, tem-se apresentado com regularidade nas principais salas de concerto, a nível mundial. 

* Uma verdadeira estrela nascida num país ingrato.

.
.



QUEIMANDO


ENERGIAS






.
.
HOJE NO
"A BOLA"

«Não sentimos necessidade de comprar em janeiro» - Bruno de Carvalho
 

O presidente do Sporting assegurou que a viagem a Macau e Pequim não teve como objetivo a procura de investidores para reforçar o plantel na reabertura do mercado de transferências em janeiro.

«Esta ida a Macau e Pequim foi importante para estreitar laços e insere-se na estratégia de um grande clube mundial com presença em todo o Mundo. Li que íamos à procura de investidores para fazer compras em janeiro mas, para mim, o que importante é que temos grande confiança neste plantel e nestes jogadores. Não haverá qualquer entrada em janeiro. Temos um grupo de trabalho em que nos reconhecemos muito. São homens e guerreiros que têm feito um campeonato que muito tem agradado aos sportinguistas, temos um projeto bem definido e estamos muito satisfeitos. Não houve interesse em ir a nenhum lado captar dinheiro nenhum. Não sentimos necessidade de comprar em dezembro», disse Bruno de Carvalho no auditório de Alvalade.

Questionado sobre a possibilidade de terminar a jornada na condição de líder isolado, beneficiando do empate (2-2) do Benfica com o Arouca: «Com justiça, estamos na posição em que estamos. O Sporting tem de se superar este domingo (em Barcelos).»

Confrontado se chegar ao Natal na liderança excede as expectativas, o líder leonino atirou: «Não excede nada. Temos vontade de ganhar cada jogo e, se formos ganhando todos, as contas matemáticas podem dar-nos uma alegria. Não sentimos pressão adicional. »

* Uma aldrabice, a  verdade é que não compra porque está TESO, os clubes precisam sempre de reforços!

.
.

 RUSSIA AMADA












.
.

HOJE NO
"DIÁRIO DE NOTÍCIAS
DA MADEIRA"

Bolseiros debatem "fuga de cérebros" e
. cortes no financiamento à investigação

Joana Campos, da Associação de Combate à Precariedade, disse à Lusa que as previsões para 2014 não são animadoras, porque não aumentam as verbas para a investigação, e o número de bolsas vai ser semelhante ao deste ano:  300 para doutoramento e 100 para pós-doutoramento.

COMO SÃO TRATADOS  
 INVESTIGADORES NACIONAIS
Em 2007, as bolsas para doutoramento eram 1700. "Em Portugal, milhares de investigadores vivem de bolsa em bolsa, para poderem fazer investigação. Não têm contratos de trabalho, nem acesso ao subsídio de desemprego (...). 

A cada ano, aumenta a insegurança com os cortes no Orçamento do Estado para Investigação e Desenvolvimento", diz um comunicado dos organizadores do encontro.

A "enorme fuga de cérebros" para o estrangeiro, pessoas "altamente qualificadas" que não têm apoio em Portugal, é um dos alertas deixados pelos organizadores.  Os bolseiros vão debater ao longo do dia temas como o financiamento da investigação na era da austeridade e motivos para não terem contrato de trabalho. 

* O governo português comporta-se como um NEGREIRO em relação aos investigadores portugueses.
 .
.


 GINASTA





.
.
HOJE NO
"DIÁRIO DE NOTÍCIAS"

Imputar responsabilidade aos 
bombeiros é "despropositado"

A Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC) considerou hoje ser "especulativo e despropositado imputar qualquer tipo de responsabilidades" aos bombeiros, como referem dados preliminares divulgados na imprensa que apontam falha humana nas mortes ocorridas nos incêndios de verão. 
Alguns órgãos de comunicação social divulgaram dados preliminares de um inquérito aos fogos pedido pelo Governo, segundo os quais os bombeiros negligenciaram a forma de atuação, ao violarem regras de segurança, em sete dos oito casos mortais nos incêndios ocorridos no verão.
Segundo a imprensa, houve erros de manobra, mau posicionamento no terreno e ainda erros na abordagem aos sinistros. 


Em comunicado enviado à agência Lusa, a ANPC esclarece que, "até ao momento, apenas foi entregue um relatório preliminar, esperando-se nos próximos dias a receção do relatório final".
Segundo a ANPC, estão a ser analisadas "cada uma das ocorrências a onde ocorreram vítimas mortais entre os soldados da paz", em complemento do relatório sobre os acidentes com vítimas mortais no contexto de incêndios florestais deste ano.

"Face a este quadro, que é factual, é absolutamente especulativo  e despropositado imputar qualquer tipo de responsabilidades", sublinha a ANPC no comunicado.

* Os verdadeiros responsáveis pelo crime  mortes de mulheres e homens que andaram a defender Portugal são: 
- O Primeiro-ministro que é o máximo (ir)responsável do governo, assume todas as (ir)responsabilidades do executivo.
- O ministro da Administração Interna que pela sua manifesta incapacidade permitiu que ardessem quase 100 mil estádios de futebol, porque desde o verão de  2012 não planeou com eficácia o combate aos incêndios em 2013. Corre o boato de que os meios aéreos utilizados são duma empresa de que Dias Loureiro é sócio.
Atribuir culpas a quem no auge da luta contra o fogo e na defesa de pessoas e bens entregou a vida é insultuoso, o "inteligente" que redigiu o relatório vá para o ano experimentar o que é a frente do fogo.

.
.


 ESTES HOTEIS 
SÃO LOUCOS

Dog Bark Park Inn, Cottonwood, ID


Hotel Marqués de Riscal in Rioja Alavesa, Spain


ICEHOTEL, Jukkasjärvi, Sweden

IKEA Sovhotell, Stockholm, Sweden

Jules Undersea Lodge, Key Largo, FL


Karostas Cietums, Liepāja, Latvia


Kokopelli’s Cave Bed and Breakfast
 in Farmingon, New Mexico



Ryugyong Hotel, Pyongyang, North Korea

The Mirrorcube in Harads, Sweden


The Sandcastle Hotel in Weymouth, United Kingdom

 

.

.


NELSON




MANDELA





 QUEM APRENDEU A LIÇÃO?




 
 .
.

 LINGRINHAS MAS TESO





.
.


NELSON




MANDELA





 QUEM APRENDEU A LIÇÃO?




 .

ESCOLHAS DE SÁBADO

.

COMPRE JORNAIS










.