quinta-feira, 5 de dezembro de 2013

UMA GRAÇA PARA O FIM DO DIA

.


ADÃO, O FORRETA


Estava Adão a vaguear triste pelo jardim do Éden quando Deus perguntou:
- Qual é o teu problema ?
Adão disse que se sentia muito só, sem ter com quem conversar...
Deus disse-lhe então que iria arranjar-lhe companhia e que seria uma mulher.
Disse mais:
- Ela será muito bonita, procurará alimento para ti, irá cozinhar para ti, e quando tu sujares as tuas vestes, irá lavá-las. Concordará sempre com as tuas decisões e nunca te enganará. Será sempre a primeira a admitir que está errada quando vocês se desentenderem. Elogiar-te-à e terás sempre o seu apoio. Carregará consigo os teus filhos, e nunca te pedirá que te levantes a meio da noite para cuidar deles. Nunca terá uma enxaqueca e sempre terá vontade e disposição para fazer amor contigo e te encher de carinho.
Adão perguntou então a Deus:
- Quanto me custará essa mulher ?
Deus respondeu:
- Um braço e uma perna !
Adão pensou por um momento e depois disse:
- Senhor, o que posso ter por uma costela ?


Naturalmente, o resto da história já vocês conhecem..

Olha só no que dá ser forreta!


 .
.
  
O QUE NÓS
 
APRENDEMOS!


BPN/SLN 01


video

Excerto duma conferência na Associação 25 de Abril, que editámos na íntegra há alguns meses, do prof. Paulo Morais ainda Vitor Gaspar ocupava a pasta da Finanças .
É bom não perder a memória.


.
.



3-O MEDO


DO ESCURO


video




.
.
XI- O UNIVERSO


  2- A LUA

video





.
.

Roberto D'Angelo e

Francesca Fedeli



Na doença do nosso bébé,

 uma lição de vida




Robert D'Angelo e Francesca Fedeli pensavam que o seu bebé Mario era saudável — até que aos 10 dias de vida descobriram que ele tinha tido um AVC hemorrágico perinatal. Com Mario incapaz de controlar o lado esquerdo do seu corpo, debateram-se com questões difíceis: Iria ele ser "normal"? Poderia ele ter uma vida plena? A história comovente de pais que enfrentam os seus medos — e como lhes deram a volta. 


.

SÍLVIA DE OLIVEIRA

.



Cortar salários é 
o grau zero 
da gestão

Este sábado tomei uma decisão. Não voltarei mais ao health club que frequentava regularmente e o motivo é muito simples. Não sendo o sítio ideal, tinha bons preços e eu gostava do serviço, mas apercebi-me que os trabalhadores não recebiam os salários, em muitos casos o salário mínimo, a tempo e horas, e que este mês, lhes tinha sido feita uma proposta de pagamento em prestações.

Poderão dizer que a minha atitude ainda poderá piorar um pouco mais o negócio e logo a situação dos trabalhadores. Sim, no limite, se  todos os clientes fizessem o mesmo, o tal health club teria que fechar portas e despejar para o desemprego todos os que lá trabalham.

Mas não é argumento, como não é tolerável aquilo que o presidente do BCP vem dizer. Nuno Amado diz que os salários dos seus trabalhadores serão cortados entre 5% e 10% e que, por isso, será possível salvar, no máximo, 500 postos de trabalho. Esta relação direta e exclusiva não existe. O problema do BCP não está, exclusivamente, nos trabalhadores que, supostamente, tem a mais. O problema do BCP, e de outras empresas, está no excesso de trabalhadores, considerando a atual situação económica, mas também, senão sobretudo, numa série de erros de gestão, passados e presentes.

Confrontar os trabalhadores com esta inexistência de alternativa é o nível zero da gestão. E aquilo que não vejo é os presidentes dos bancos e das empresas, passados e presentes, a assumir erros de gestão. Vejo-os a imputarem culpas e responsabilidades à EBA e aos supervisores, que impõem rácios de capital e de liquidez cada vez mais exigentes, vejo-os a queixarem-se do Estado e da economia, mas nenhum chegar aos jornais e explica o que é que não fez, a tempo e horas, ou simplesmente fez mal, para, agora, ser necessário cortar nos salários dos trabalhadores. Se os cortes salariais se transformaram numa fatalidade foi porque a gestão foi má, muito má.

Longe de mim querer comparar o meu ex-health club com o BCP, muito menos quero apelar ao boicote aos serviços do banco, acima de tudo, porque Nuno Amado é um bom gestor e não será, seguramente, responsável pela maior parte dos erros de gestão praticados no banco que agora lidera. Mas nenhum gestor pode simplificar uma decisão destas assim: ou corto, ou despeço, sem mais nem menos, sem explicações. O que foi feito para evitar o corte dos salários e o que é que correu mal para não conseguir evitar os cortes de salários. Expliquem-se os gestores. 

IN "DINHEIRO VIVO"
05/12/13

.
.



22.UNIÃO



EUROPEIA





.
. .


3- A VIDA SECRETA


DOS PÁSSAROS

 






.
.



Cesaria Evora


Sangue de Beirona


video



.
.

SPEED!!!

video



.
.

DOUTRO SÉCULO


  4.AUTO CARAVANAS
VINTAGE


As moto casa devem ter tido origem no Reino Unido, com a necessidade de viajar, comer e repousar sem grandes complicações,  mas foi nos EUA que se deu a grande "explosão de modelos" a partir dos ano 20 do século passado.



As primeiras autocaravanas apareceram por iniciativa de privados, e ainda hoje se podem ver alguns exemplos de clássicos dos anos 20 e 30 aos quais, partindo de um vulgar veículo de transporte, se tentou juntar a funcionalidade de casa móvel.

IN "O portal campingcarPortugal"





Algumas têm aspectos bem bizarros, chegando a parecer espantalhos


 Também se produziam modelos de formato reduzido, consoante as posses dos campistas


 O autocaravanismo constitui uma modalidade híbrida de turismo, que se pode processar com estacionamento para pernoita de modo livre, ou seja em qualquer local não proibido, ou em locais especialmente adequados para o efeito, incluindo parques de campismo. 

Muitos "caixeiros-viajantes" da época viajavam e vendiam os seus produtos no vasto´e inóspito território americano, reduzindo despesas de instalação habitando no veículo que de dia transformavam em loja.


Uma auto caravana requintada de meados do sec XX


.
.
TODO O
TERRENO

video





.
.

PORQUE NÃO SOMOS PERFEITOS

video


Iniciativa  duma organização de deficientes alemã


.
.

TANTO PARA NETOS


COMO PARA AVÓS



GREY POWER

Estes avós recriaram os desenhos dos netos

As fotografias são da designer Yoni Lefevre, que diz ter "uma mente infantil"




Recorre a roupas e acessórios semelhantes aos que as crianças desenham e depois fotografa os avós, protagonistas das imagens, nas mesmas posições em que foram representados.




Foi assim que a designer Yoni Lefevre recriou uma série de desenhos infantis, com o trabalho 'Grey Power (Poder Grisalho)'.



A fotógrafa aponta que “as crianças não vêem os seus avós como grisalhos e mais cansados, mas como seres humanos activos que dão cor às suas vidas.



A sua perspectiva fresca pode contribuir para uma visão mais colorida e positiva quanto à composição da nossa sociedade”



IN "SÁBADO"
22/11/13

.
.

ESTES HUMANOS

SÃO LOUCOS


video



.
.
4-BOAS AMIZADES











.
.
 PROFISSIONAL
COMPETENTE


 Tem mais seriedade uma prostituta

.
.



JAPONÊS HABILIDOSO


video



.
.
4.Senso d'hoje

DAVID EVANS
 Professor universitário
em Chicago 


"É ingénuo dizer que os comerciantes estão a defender os interesses dos consumidores"
.

JORNAIS DE HOJE

.
COMPRE JORNAIS















.
.
 FESTAS, QUEM NÃO GOSTA?


video



.
.

BOM DIA





.