segunda-feira, 2 de dezembro de 2013

UMA GRAÇA PARA O FIM DO DIA



.

O QUE NÓS


  APRENDEMOS!











.
.
 VERDADEIRAMENTE



.
.



MYTH PROJECT






 METAMORPHOSIS!individual
 by Emanuele Soavi from Lutz Gregor on Vimeo

.

HOJE NO
"DESTAK"

Consumo de combustíveis 
rodoviários acumula queda de 5,4% 

 O consumo de combustíveis rodoviários recuou 5,4% entre setembro de 2012 e igual mês deste ano, com a gasolina de 98 octanas a registar a maior queda, segundo as estatísticas da Direção-Geral de Energia e Geologia. 


Ao nível dos combustíveis rodoviários, "continuou-se a verificar uma quebra no consumo", que caiu 5,4%, lê-se no documento da Direção-Geral de Energia e Geologia. 

A gasolina de 98 octanas registou a redução mais significativa (-12,6%), seguida pela gasolina de 95 octanas (-5,9%) e pelo gasóleo (-5,2%), enquanto o consumo de GPL cresceu 6,5%.

* MAIS POBREZA

.
.


3.NA CIDADE


VAZIA




Realização: Maria João Ganga
Um grupo de crianças refugiadas de guerra, acompanhadas por um freira, seguem num vôo rumo a Luanda, capital de Angola. Ao chegarem ao aeroporto, N'dala, um menino de 12 anos, consegue fugir do grupo e parte para descobrir a cidade. Enquanto a freira empreende uma investigação na tentativa de encontrá-lo, acompanhamos N'dala em sua jornada pelas ruas movimentadas da capital.

É lá que ele conhece o velho pescador Antonio, que o ajuda e com quem faz amizade. Também cruza com pessoas mal-intencionadas que tentam prejudicá-lo. O grande sonho do menino é voltar para a aldeia de onde teve de fugir e na qual seus pais foram mortos. O enredo proporciona um mergulho na conturbada situação política de Angola e nos efeitos da guerra para seus habitantes.
.
.
HOJE NO
"i"

Agência para a Energia fiscaliza 
casas sem certificado. Multas vão 
dos 250 aos 45 mil euros

Multas são pesadas para quem não respeitar a lei. APEMIP pede ao governo que alargue prazo de aplicação

A ADENE – Agência para a Energia, instituição de utilidade pública detida na sua maioria pelo Estado (69%) e por empresas concessionárias dos serviços públicos de fornecimento de energia e gás – é uma das entidades que vão fiscalizar se os imóveis que entram no mercado de venda e arrendamento apresentam certificado energético. 


Em caso de infracção, caberá à Direcção-Geral de Energia e Geologia (DGEG) a instauração e a instrução dos processos de contra-ordenação. O valor das coimas vai para os cofres do Estado (60%) e para o Fundo de Eficiência Energética (40%). 

Recorde-se que os proprietários que promovam os seus imóveis e não tenham esse documento ficam sujeitos ao pagamento de uma multa que pode ir dos 250 aos 45 mil euros.No caso de sujeitos singulares que não cumpram a nova lei, as multas começam nos 250 euros e vão até 3740. 

* Fique atento a este aviso

.
.

6-A QUÍMICA


DE QUASE TUDO


A QUÍMICA DA


CRIAÇÃO



A química está presente em quase tudo que nos cerca, mas passa despercebida por nós na maioria das vezes. 


A química que mantém a vida, que põe cores, cheiros e gostos em nosso mundo trabalha silenciosa, muitas vezes invisível. 


'A Química de Quase Tudo' é uma série educativa de 6 episódios de 26 minutos cada, produzida e transmitida pela BBC Open University. É sua proposta desmistificar essa área do conhecimento, explicando situações quotidianas a partir de uma perspectiva científica. 


Cada episódio é temático e aborda diversos princípios da Química. Utilizando uma linguagem acessível a todas as idades, curiosidades e recursos em 3D que ilustram cada conceito, a série é leve e atraente. 


O apresentador e químico Dr. Mike Bullivant apresenta o conteúdo de forma didática e descontraída; próxima da realidade do telespectador.

.

.
HOJE NO
"A BOLA"

Yaya Touré eleito Jogador Africano 
do Ano 2013 pela BBC

O médio costa-marfinense do Manchester City foi eleito o Jogador do Ano de 2013 pela BBC, depois de ter sido nomeado nos últimos cinco anos. Touré bateu, na final, o gabonês Pierre-Emerick Aubameyang, os nigerianos Victor Moses e John Obi Mikel e ainda o burquinês Jonathan Pitroipa.

«Penso que ser nomeado cinco anos seguidos e finalmente vencer é fantástico. Especialmente porque penso que nunca houve tantos jogadores africanos de qualidade no futebol de topo como agora: Aubameyang, Pitroipa, Mikel, Moses, Kalou, Gervinho... temos jogadores fantásticos», disse o jogador de 30 anos à BBC.

«Também penso que o futebol africano está a melhorar e isso significa muito para nós. Como africano estou muto feliz», acrescentou.

* Tem valor.

.

JORGE FIEL

.





Uma dúvida hortográfica

Foi há uma dúzia de anos na feira hippie de Ipanema, no Rio de Janeiro. Acabado o demorado namoro de um quadro naïf (que ainda não me arrependi de ter comprado) e fechado o processo de negociação do preço, o pintor/vendedor não conseguiu disfarçar mais a sua curiosidade e perguntou-me: "Cê é mesmo quê? Árgentino?"

Não duvido da importância da língua portuguesa e do impacto económico de ser falada por 250 milhões de pessoas (3,7% da população mundial) que em oito países de quatro continentes produzem 4% da riqueza mundial. 

Não ouso sequer duvidar das conclusões do estudo do ISCTE, que garantem ser a língua portuguesa uma das mais influentes do Mundo (é a 7.ª mais falada), estar em expansão e ter um valor calculado em 30,8 mil milhões de euros!

A dúvida só surge quando reflito numa data de episódios aparentados com o da feira hippie de Ipanema e tendo a pensar que sendo o português a língua que angolanos, brasileiros, moçambicanos, timorenses, portugueses, guinéus, cabo--verdianos e são-tomenses falamos oficialmente, na verdade prática do dia a dia a língua não é a mesma.

Quando cheguei à Madeira, onde vivi o atribulado ano de 1981, os razoáveis conhecimentos da língua portuguesa, que me tinham permitido tornar-me jornalista e cursar História, revelaram-se insuficientes para desempenhar as funções que o exército me atribuíra.

Precisei de tradutor, quando um soldado me disse que faltara à primeira formatura da manhã porque "perdera o horário" (1). E voltei a necessitar de intérprete quando, durante uma semana de campo, um outro rapaz me pediu autorização para "ir em cima dos pés" (2).

O vermezinho da dúvida instalou-se em definitivo ao ler e ouvir o otimismo de quem acha que o novo Acordo Ortográfico (novo é uma maneira de dizer, pois foi aprovado em 1990, quando ainda ninguém sonhava com o Google, o euro ou o Facebook) é o remédio santo que miraculosamente facilitará a comunicação entre 250 milhões de pessoas que falam uma língua que parece a mesma, mas na verdade não é, se não as novelas e filmes portugueses não tinham de ser legendados para passar no Brasil.

Até acho graça ao Acordo Ortográfico, mas não acredito na sua eficácia. Apesar de - desde que em 1419 Gonçalves Zarco descobriu a Madeira - ter estado sempre em vigor o mesmo Acordo Ortográfico com aquele arquipélago, tive de aprender uma data de coisas para me desembrulhar no ano em que fui cubano no couto do Alberto João.

É por isso que não ligo muito à hortografia (sei que não é assim que se escreve, mas, c'os diabos, lê--se da mesma maneira), que acho sobrevalorizada relativamente à fonética. E não simpatizo com vãs tentativas de aprisionar uma coisa tão viva e rica como a nossa língua. Por isso, dou às discussões sobre o Acordo Ortográfico a mesma importância que às reivindicações dos Amigos de Olivença. Bizantinices!

(1) Horários do Funchal é o nome da empresa de transportes públicos equivalente à nossa STCP. Perder o horário é a expressão madeirense para perder o autocarro.
(2) Dito por outras palavras, ele estava com precisão de satisfazer as suas necessidades fisiológicas de caráter sólido. 

IN "JORNAL DE NOTÍCIAS"
01/09/13

.
.


19.UNIÃO



EUROPEIA





  .
.

HOJE NO
"DIÁRIO DE NOTÍCIAS
DA MADEIRA"

"Alberto João Jardim atraiçoou 
a Madeira para continuar a acumular 
a reforma com o ordenado"

O deputado da Nova Democracia (PND) na Assembleia Legislativa da Madeira, Hélder Spínola, analisou a versão aprovada do Orçamento de Estado para 2014 e descobriu o porquê dos deputados do PSD-M na Assembleia da República, Guilherme Silva, Cláudia Monteiro de Aguiar, Correia de Jesus e Hugo Velosa, apesar dos graves prejuízos para a Madeira e para os madeirenses, terem, a mando de Alberto João Jardim, votado entusiasticamente a favor da sua aprovação.

A versão inicial do Orçamento, que proibia a acumulação de reforma com vencimento por parte dos titulares de cargos políticos nas regiões autónomas, os casos de Alberto João Jardim (PSD), Miguel Mendonça (PSD), Conceição Estudante (PSD), Rocha da Silva (PSD) e Isabel Torres (CDS), foi alterada no sentido de permitir que estes políticos acabem os seus mandatos, ou seja, até 2015, a receber dois vencimentos, aliás, conforme noticia hoje o DIÁRIO de Notícias da Madeira em manchete.

Depois das negociações e propostas de alteração submetidas pelos deputados do PSD-Madeira, o PSD e o CDS fizeram aprovar um aditamento ao Artigo 76º do Orçamento de Estado (nº3 do artigo 10º da Lei nº52-A/2005 de 10 de Outubro) que confere aos titulares de cargos políticos actualmente em exercício de funções na Madeira a possibilidade de manter a acumulação de reforma com vencimento ao abrigo da legislação anterior e até à cessação dos seus mandatos. Esta alteração foi aprovada em Comissão com os votos a favor do PSD e CDS, contra do PS, e abstenções do PCP e BE.

Hélder Spínola considera inaceitável que o PSD-Madeira de Alberto João Jardim, em vez de concentrar os seus esforços na defesa dos interesses dos madeirenses, tenha estado mais preocupado em acautelar as suas regalias pessoais, chegando ao cúmulo de votar contra a Madeira para beneficiar pessoalmente. "Ao agir desta forma, entretendo com os seus assuntos pessoais os 4 deputados eleitos pela maioria dos eleitores madeirenses, Alberto João Jardim e o PSD-M atraiçoaram todos os madeirenses num dos momentos mais difíceis que a Madeira atravessa. Depois da confiança que a maioria dos madeirenses depositou em Alberto João Jardim ao longo de mais de 30 anos, e depois da dívida megalómana que criou, a Madeira não merecia mais esta punhalada pelas costas", refere Hélder Spínola em comunicado.

"Gorada a expetativa de ver resolvida a injustiça praticada pelos governantes da Madeira que se empanturram com duas chorudas fontes de rendimento enquanto o povo passa necessidades", Hélder Spínola irá espoletar brevemente novas estratégias para "atacar este assunto".

* Feudalismo do caruncho.

.
.

1.5-O CÉREBRO

INCONSCIENTE



Mais de 90 % das nossas ações diárias, tais como beber um café, mudar de canal ou abrir uma porta, fazem-se inconscientemente através de uma espécie de piloto automático que temos no cérebro. 


Com a ajuda de alguns dos neurocientistas mais prestigiados do mundo, como os professores Allan Snyder ou John Bargh, veremos quais são os mecanismos que regem estes processos e, em que medida, o cérebro inconsciente é capaz de moldar a nossa atenção, perceção e memória. 


Na verdade, investigações recentes já revelaram que o inconsciente determina também decisões mais importantes, como por exemplo, escolher o nosso companheiro afetivo ou pilotar um caça de combate. 


O Odisseia tem o prazer de apresentar este apaixonante documentário sobre o cérebro inconsciente, em que desafiaremos os espectadores através de divertidos e interessantes desafios mentais. Descobriremos que enganar o nosso próprio cérebro é muito mais fácil do que pensamos.

 

FONTE: ReVCieN - Revolução Científica
.
.

HOJE NO

"DIÁRIO ECONÓMICO"

Concorrência espanhola multa Mediapro, Real Madrid, Barcelona e Sevilha 

A Comissão Nacional dos Mercados da Concorrência espanhola impôs uma multa de 15 milhões de euros à Mediapro e vários clubes de futebol (Real Madrid, Barcelona, Sevilha, Racing de Santander) por incumprimento da resolução de 14 de Abril de 2010, relativa à aquisição de direitos audiovisuais sobre competições de futebol. 

A sanção à Mediapro ascende a 6,5 milhões de euros, enquanto a do Real de Madrid e do Barcelona é de 3,9 milhões e 3,6 milhões de euros, respectivamente. Já o Sevilha foi multado em 900 mil euros e o Racing de Santander em 30 mil euros.

A entidade reguladora entende que os contratos de aquisição dos direitos audiovisuais da Liga e Taça do Rei (excepto a final) não poderiam ter uma duração superior a três temporadas, tal como acordaram a produtora e os clubes de futebol.

* Em Espanha é a sério

.



Cesaria Evora



Lua Nha Testemunha





.
.
HOJE NO
"CORREIO DA MANHÃ"

Portugueses sem dinheiro 
para bilhetes de comboio

Pior resultado na Europa na circulação de comboios.

A crise atingiu a circulação de comboios na Europa. E segundo o organismo de estatística da União Europeia, Eurostat, Portugal liderou a redução de utentes, em 2012, com uma queda de 11,4%. Em segundo lugar surge a Bulgária com menos 9,5%.

Pelo contrário, países não afetados pela crise como a Áustria e o Luxemburgo lideraram o crescimento com 8,6% e 8,2% respetivamente. No conjunto dos países da União Europeia houve um aumento do número de utentes dos comboios, um dado que contribui para a melhoria da qualidade do ar.

*  Pobreza...

.
.

A FÚRIA DA NATUREZA






.
.
HOJE NO
"O PRIMEIRO DE JANEIRO"

Vendidos mais de 113 mil veículos
 entre janeiro e novembro 
Vendas de automóveis 
aumentaram 8,8 por cento 

As vendas de automóveis em Portugal aumentaram 8,8% entre janeiro e novembro deste ano, relativamente ao mesmo período de 2012, tendo sido vendidos 113 811 veículos, segundo dados divulgados hoje pela Associação Automóvel de Portugal (ACAP). No mês de novembro, foram vendidos 10 965 veículos, uma subida de 23,9% em comparação com igual mês do ano passado. 


“Apesar do crescimento agora registado face a 2012, o mercado encontra-se abaixo dos níveis de 2011 e de anos anteriores, sendo de assinalar que o volume de vendas verificado em 2012 foi anormalmente baixo”, refere a ACAP. 

 O mercado de veículos ligeiros registou, em novembro, um crescimento homólogo de 24,2% (10 726 veículos vendidos), enquanto no acumulado deste ano a subida foi de 9% (111 817 veículos). Em novembro, as maiores subidas nas vendas foram registadas pela Jaguar (220% para 16 veículos vendidos), Mazda (205,3% para 58 veículos), Lexus (200% para 21 veículos), Jeep (175% para 11 veículos), Isuzu (112,5% para 17 veículos) e Seat (119,1% para 355 euros). 

Relativamente aos veículos pesados de passageiros e de mercadorias, as vendas cresceram 13,3% em novembro (para um total de 239 veículos vendidos) e 1,2% no acumulado dos 11 primeiros meses deste ano (1994 unidades vendidas).

* Não é a venda de automóveis que só por si revela algum sinal positivo da nossa economia.

.
.

SEXY GIRLS


OKTOBERFEST


2013














 .
 .

HOJE NO
"DIÁRIO DE NOTÍCIAS"

Ministro da Defesa avança com
. queixas-crime por difamação

O ministro da Defesa Nacional (MDN) vai apresentar uma queixa-crime contra os autores de "declarações difamatórias" sobre o processo de subconcessão dos estaleiros de Viana, disse hoje à Lusa fonte do gabinete de José Pedro Aguiar-Branco.
"Já se iniciaram os procedimentos inerentes à apresentação da queixa-crime, pelo MDN, contra os autores de declarações difamatórias produzidas nos últimos dias, nomeadamente da eurodeputada Ana Gomes", disse a fonte, referindo-se às dúvidas levantadas publicamente pela socialista sobre alegadas relações entre o ministro e o grupo privado Martifer.

A subconcessão dos terrenos, infraestruturas e equipamentos dos Estaleiros Navais de Viana do Castelo (ENVC) à Martifer tem sido duramente criticada pela comissão de trabalhadores, autarquia local, sindicatos e vários dirigentes políticos, que falam nomeadamente em "negociata" e no "favorecimento ao interesse privado".

Até janeiro, no âmbito deste concurso da subconcessão, os 609 trabalhadores dos ENVC serão despedidos e a atual empresa encerrada.

"O Ministério da Defesa Nacional enviou hoje ao Tribunal de Contas todos os elementos respeitantes à subconcessão dos terrenos dos ENVC, como de resto constava do Programa do Procedimento [do concurso internacional que terminou em setembro]", sublinhou a mesma fonte, recordando que o júri deste procedimento foi presidido por um magistrado do Ministério Público.

O grupo Martifer anunciou que vai assumir em janeiro a subconcessão dos terrenos, infraestruturas e equipamentos dos ENVC, pagando ao Estado uma renda anual de 415 mil euros, até 2031, conforme concurso público internacional que venceu.

A nova empresa West Sea deverá recrutar 400 dos atuais 609 trabalhadores, que estão a ser convidados a aderir a um plano de rescisões amigáveis que vai custar 30,1 milhões de euros, suportado com recursos públicos.

Esta foi a solução definida pelo Governo português para evitar a devolução de 181 milhões de euros de ajudas públicas não declaradas à Comissão Europeia, no âmbito de uma investigação lançada por Bruxelas.
Ao longo de 69 anos de atividade, os ENVC já construíram mais de 220 navios, mas apresentam hoje um passivo superior a 300 milhões de euros.

 * Só gostávamos de saber porque se entregaram os ENVC a uma empresa que não se sabe gerir a si própria, pois tem um défice, ao que se diz, de 370 milhões de euros. Alguém entrega a gestão de uma empresa a qualificados maus gestores??? O sr.ministro entregaria a liderança  o seu escritório de advogados a um mau advogado???
Perguntar não difama!!!!

.
.


 NASCERAM, MAS AINDA


NÃO O SABEM






.
.
HOJE NO
"RECORD"

Rali de Portugal gerou impacto
 de 100 milhões de euros

A última edição 2013 do Rali de Portugal gerou um impacto global na economia portuguesa superior a 100 milhões de euros e consolidou-se como o "maior evento" de promoção turística desde o Euro'2004 de futebol, revela estudo. 


O estudo hoje divulgado debruça-se sobre o impacto do Rali de Portugal 2013 "na economia do turismo e na imagem dos destinos em Portugal" e foi desenvolvido pelo Centro Internacional de Investigação em Território e Turismo da Universidade do Algarve (CIITT-UALG), com coordenação de Fernando Perna.

Para chegar a "um impacto económico total de 101,7 milhões de euros", o documento soma os gastos dos adeptos não residentes (47,6 milhões), pelos residentes (4,9 milhões), pelas 72 equipas que disputaram a prova (1,6 milhões) e ainda a projeção mediática do país nos media nacionais (11,6 milhões) e internacionais (35,9 milhões).

 "Se em termos de despesa direta total o valor observado na edição de 2013 consolida a importância do WRC Rali de Portugal no turismo nacional como o maior evento organizado no país desde o UEFA EURO 2004, o seu efeito em termos de imagem e exportações de viagens e turismo em Portugal projeta o impacto do Ralli para além da economia do turismo, colocando este evento como uma acção estratégica naquela que é uma prioridade da economia nacional (incentivo à exportação)", lê-se no documento. Ao atingir um impacto direto e indireto na economia de 101,7 milhões de euros (54,1 milhões de impacto direto e 47,5 indireto), a prova de 2013 conseguiu "um acréscimo de 3,9 milhões face à edição de 2012 e de 9,8 milhões relativamente à edição de 2011".

O estudo da Universidade do Algarve atrubui ao evento um "forte benefício" para o sector da restauração (alimentação e bebidas), através da atração de 35,7 por cento da despesa total (54,1 milhões), seguindo-se o alojamento com 19,4 por cento e os transportes internos com 13,9 por cento. Depois de recordar que 51,5 por cento da despesa tem "origem não nacional", o documento sublinha o contributo do Rali de Portugal para o aumento das exportações. "Trata-se assim de um evento que se admite inigualável em termos de promoção de exportações, com um contributo muito positivo para a rubrica de viagens e turismo e consequente benefício do saldo da Balança de Transacções Correntes de Portugal", acentua-se no texto. 

Quanto aos resultados por adepto, os residentes gastam em média 37 euros por dia (menos 2,3 euros do que em 2012), o que se considera um "valor expectável face ao não recurso a alojamento fora do local de residência habitual".

Já os não residentes, maioritariamente estrangeiros, gastaram em média 100,4 euros por dia, o que representou um acréscimo de 4,8 euros em relação à edição de 2012. Três em cada 10 adeptos não residentes são provenientes de Espanha, sobretudo das comunidades da Andaluzia, Galiza e Extremadura, com respetivamente 29,4 por cento, 23,2 por cento e e 15,6 por cento. A maioria dos adeptos, 77,6 por cento dos residentes e 74,2 por cento dos não residentes, classificou o evento como bom ou muito bom. "Inequivocamente, o WRC Rali de Portugal é um instrumento de projeção de uma boa imagem de Portugal, quer global quer por atributos e que ultrapassa a dimensão física do rali. Trata-se de uma relação `win-win' a sustentar no tempo, isto é, um evento de grande qualidade e projeção internacional, realizado num destino considerado ótimo entre os adeptos atraídos pelo evento", conclui.

O estudo, desenvolvido entre janeiro e julho de 2013, para avaliar o impacto da prova na economia do turismo e imagem dos destinos em Portugal, designadamente no conjunto das regiões/áreas de Fafe, Lisboa, Baixo Alentejo e Algarve, realizou 1.523 inquéritos presenciais a adeptos nacionais e estrangeiros que assistiam ao evento. 

* O Rali de Portugal sempre foi um excelente evento para promover Portugal.

.
.
2- RESTAURANTES DO
ARCO DA VELHA

Marton Theme Restaurant


Tal como o Toilet Restaurante em Matosinhos, este restaurante de Taiwan, cujo nome é cunhado a partir da palavra chinesa  'Matong' (casa de banho ), também usa o tema da casa de banho como decoração; os acentos são sanitas coloridas e a comida é servida em tijelas e pratos com o feitio das sanitas ocidentais e das sanitas japonesas de agachar.


Graveyard Restaurant

O “New Lucky Restaurant” em Ahmadabad é famoso pelo seu chá com leite, os seus rolos amanteigados e pelas campas entre as mesas.
O restaurante foi construído no local onde existiu um centenário cemitério mulçumano e que foi encerrado à cerca de quarenta anos. Campas pintadas de verde e dispersas por todo o restaurante, onde todos os dias o gerente coloca uma flor seca.


Guolizhuang (Penis Restaurant)



É um restaurante em que quase todos os pratos têm um pénis. Pode escolher de cão, de iaque, de burro, etc.De acordo com a medicina tradicional chinesa você é o que come. Se for um cobarde é aconselhável comer testículos de tigre ou algo similar para aumentar a sua bravura

Restaurant in a Prison


Este restaurante está situado dentro da prisão de alta segurança Fortezza Medicea, Itália. Acompanhados por Bruno, um pianista condenado a pena perpétua por assassínio, os clientes comem na zona da antiga capela, rodeados por paredes de 18 metros de altura, cameras de segurança e holofotes.

Debaixo dos olhos dos guardas de prisão armados, uma equipe de 20 pessoas composta por chefs, auxiliares de cozinha e empregados de mesa prepara 120 refeições sujeitas a apertadas medidas de segurança. As reservas têm semanas de espera.


Cannibalistic Restaurant 'Nyotaimori'






O nome do restaurante “Nyotaimori” significa literalmente 'prato de corpo feminino' e fazendo jus ao nome, serve sushi e sashimi sobre um corpo feminino nú.
O corpo é feito de comida e colocado numa marquesa, como se estivesse num hospital. Pode 'operar' onde e como quiser por corta-lo e comer o que encontrar lá dentro. O corpo sangra conforme é cortado, sendo os intestinos e outros os órgãos internos completamente comestíveis.
É um banquete de canibalismo.


Dark Restaurant


O primeiro restaurante escuro da Ásia abriu em Pequim, China em 2006. O interior está pintado de preto, sendo os clientes recebidos num vestíbulo vivamente iluminado e acompanhados pelos empregados, usando óculos de visão nocturna, à sala de refeições completamente escura. Tal como no restaurante O’Noir do Canadá lanternas, télémóveis e relógios luminosos são proibidos.


Medical Restaurant

Situado em Taipé, Taiwan. Aqui é recebido por empregadas vestidas como enfermeiras e as bebidas servidas em sacos de soro.

Condom Restaurant

 
Faz parte de da cadeia de restaurantes “Cabbage and Condoms” da Tailândia, a decoração das paredes e das carpetes são preservativos e à saida é-lhe oferecida uma taça com preservativos.
Os lucros obtidos são enviados para a Population and Community Development Association (PDA)

Restaurant De Kas



Em 2001, o premiado chefe de cozinha Gert Jan Hagerman comprou em Amesterdão, ao estado holandês, uma enorme estufa  que ia ser demolida e converteu-a num restaurante. 
Para além da cozinha estrelada pelo Michelin, o restaurante também tem uma grande estufa onde muitos dos vegetais e frutas servidos no restaurante são cultivados.

.
.
HOJE NO
"JORNAL DE NOTÍCIAS"

Padre do Fundão condenado
 a 10 anos de prisão

O padre e ex-vice reitor do Seminário do Fundão, acusado de 19 crimes de abuso sexual de menores, foi condenado pelo Tribunal do Fundão a 10 anos de prisão. Todas as acusações foram dadas como provadas.

O tribunal deu como provados todos os 19 crimes de que era acusado o antigo vice-reitor tendo ainda destacado o facto deste não ter confessado nem mostrado arrependimento.

De acordo com o que ficou provado, Luís Mendes, de 37 anos, abusou de seis crianças com idades entre os 11 e os 15 anos, cinco das quais alunos em regime de internato no Seminário do Fundão.
Os cinco seminaristas foram abusados entre 2011 e 2012 e a sexta vítima - aluno do padre no Colégio Nossa Senhora dos Remédios, Tortosendo, Covilhã - foi abusada em 2008.

Durante a leitura do acórdão, que foi realizada em súmula, mas com a descrição pormenorizada de cada um dos atos praticados, foi dado como provado que o padre ia às camaratas e se deitava na cama dos alunos, praticando os crimes.

O julgamento começou no dia 19 de setembro e decorreu à porta fechada para proteger as vítimas menores. A leitura do acórdão, que ocorre quase um ano depois de o padre ter sido detido - a 7 de dezembro de 2012 - é pública.

O arguido encontra-se em prisão domiciliária desde o dia em que foi detido, situação em que permanecerá até ao trânsito em julgado da sentença. Inicialmente, foi para casa dos pais em S. Romão (localidade do concelho de Seia, de onde é natural) e mais tarde foi transferido para uma casa da Diocese da Guarda.

* Espanta-nos por a hipocrisia da diocese da Guarda chegar a tanto. 
Quando o papa Francisco vocifera contra o luxo de bispos, a ganância do Banco doVaticano e a pedofilia, estarrecemos com a protecção que aquela diocese proporciona ao padre pedófilo, é o clero que temos.

.
.


 O ANFÍBIO MAIS RAPIDO


DO MUNDO






.
.
HOJE NO
"JORNAL DE NEGÓCIOS"

Anacom quer que medidor de 
velocidade na internet funcione 
como pressão sobre operadores

A Anacom lançou o Netmede, um serviço que permite testar a velocidade de internet oferecida pelos operadores. Não tem valor legal, mas o regulador acredita que vai funcionar como pressão junto dos fornecedores do serviço.

 A Anacom lançou o Netmede, um serviço que permite testar a velocidade de internet que tem em sua casa. Há que ter em atenção que se tiver um "router" wireless a velocidade diminui, por isso, para testar a velocidade real deverá ligar o cabo directamente ao acesso fixo.

Em conferência de imprensa, Fátima Barros, presidente da Anacom, explica que "apesar desta ferramenta não ser um instrumento com valor legal, ou seja, os resultados não podem ser usados para colocar em causa o contrato com os operadores, a ferramenta vai, no entanto, permitir que um consumidor insatisfeito possa fazer pressão sobre o operador que fornece o serviço".

A presidente da Anacom lembra, ainda, que os contratos em Portugal não contratualizam velocidades mínimas garantidas, mas apenas as máximas e é um valor de "até", onde cabe tudo.

Por isso, os resultados podem ter valor na pressão sobre os operadores, ainda mais quando os resultados podem ser partilhados (por exemplo nas redes sociais), e os operadores podem ficar com um custo reputacional.

O Netmede é lançado no âmbito da "preocupação com o consumidor" e "para aumentar a transparência no mercado". Pode, ainda, no futuro, até funcionar como meio de recolha estatística para avaliar, por exemplo, a qualidade do serviço. Mas Filipe Boa Baptista, administrador da Anacom, explica que isso será uma fase posterior, já que a Anacom fica apenas com informações brutas e não recolhe condições que seriam essenciais verificar num estudo estatístico.

Também para o futuro fica a promessa de ter um serviço adaptado aos telemóveis inteligentes ("smartphones") e "tablets".

A Anacom acredita que o serviço é de fácil utilização. E tem a vantagem, face a outros que existem, de permitir medir o "traffic shaping" (gestão de tráfego por parte do operador), que pode tornar mais lento o acesso para gerir melhor o tráfego, nomeadamente a serviços P2P (computador a computador) ou outros que requeiram maior largura de banda. Essa medição é feita por este simulador. A Anacom chama, no entanto, a atenção que a medição de gestão de tráfego demora cerca de 10 minutos e consome muitos dados, o que significa que para quem tenha tráfego limitado pode ser consumidor de boa parte desse tráfego.

Além de medir a velocidade no "download" (descarregar ficheiros) e do "upload" (enviar ficheiros), o Netmede permite verificar o "delay" (latência do serviço, ou seja, o tempo que demora a dar a resposta a uma determinada acção) e a evolução do "delay" e a gestão de tráfego.

Fátima Barros acredita, por isso, que este simulador "terá um impacto no mercado muito positivo e interessante", já que permite aos consumidores "ganhar mais informação sobre o serviço", o que por outro lado lhes permitirá "exigir mais dos seus operadores".

Para testar tem de ter a última versão java instalada no computador.

A latência (delay) típica nos acessos fixos é inferior a 10 ms (milisegundos), enquanto numa rede móvel de quarta geração pode ser de 35 milisegundos e numa de terceira geração pode chegar aos 100 ms. Um valor de "delay" acima de 150 ms significa já alguma repercussão na qualidade do serviço, especialmente se for uma aplicação mais interactiva.

Apesar de não estar a ser pensado incluir em Portugal velocidades mínimas garantidas como obrigatórias nos contratos, a Anacom garante que a informação contratual é uma das preocupações do regulador. "As condições dos contratos e evitar abusos é uma das áreas prioritárias da Anacom neste momento".

* É necessária uma ferramenta com valor legal e que os operadores não façam contratos falaciosos.
A DECO instituição que deveras defende o consumidor poderia liderar o processo de contestação .


..