sexta-feira, 29 de novembro de 2013

UMA GRAÇA PARA O FIM DO DIA

.


Cê qué sabe...

Cansado da agitação da vida urbana, Celso larga o emprego, compra um pedaço de terra no Amazonas e se muda para lá :
 vê o carteiro uma vez por semana e vai à mercearia uma vez por mês. No mais, é paz e tranqüilidade. 

 

Seis meses depois, em Dezembro, alguém bate na porta. Celso abre e vê um homem barbudo de 1,90, mal encarado, com um facão na mão e um pistolão na cinta que lhe diz:
- Meu nome é Chicão, seu vizinho, 7 léguas daqui. Festa de Natal lá em casa, sexta-feira. Começa às cinco.
 
Celso se entusiasma:
- Óptimo, amigo... depois de seis meses por aqui, na solidão, nada melhor que isso.Muito obrigado, vou sim.
Chicão começa a ir embora, pára e diz:
- Seguinte: vai rolar bebida.
- Sem problema. Eu topo.
 
Novamente Chicão começa a ir embora, mas pára e diz:
- Olha, também pode ter briga.
- Nenhum problema também... eu me dou bem nesses lugares e sei me virar.... Mais uma vez obrigado.
Chicão continua:
- Ah..... e também pode ter sexo meio selvagem...
 
Celso, cada vez mais empolgado, retruca: 
- Também não é empecilho algum.... Eu estou aqui faz 6 meses, sozinho.... Mais um motivo para eu ir. E, aproveitando, me diz uma coisa: qual é o traje?
Chicão: 

- Cê que sabe. É só nós dois...

.
.


O QUE NÓS

APRENDEMOS!

O PORQUÊ DE ALGUM ECLIPSE
 DAS NOTÍCIAS
 SOBRE DUARTE LIMA?????
  




Curioso...  Não acham?


Quando o assunto foi apenas o  assassínio no Brasil de uma senhora idosa para efeitos de"golpe do baú"... eram notícias todos os dias... curioso... 



 
Mas quando o assunto passou a ser as suas negociatas escuras com o BPN... 

quase se acabaram as notícias....





SILÊNCIO... 
não vá ele bufar o muito que sabe sobre a temática...




 Porque será????...



Ele saberá demais e ameaçou 
dar com a boca no trombone????






.
.


CAFÉ





 .
.

DISCRETAMENTE


SINAIS DE FOGO/13


 Melody Thornton


 Joanna Krupa

Nicole Kidman

 Raquel Pomplun


 Tyri Rudolph


 Shannon Eliszabeth

 Emilia Clark

 Jessica Alba


 Kaley Cuoco


 Miley Cirus

Ellie Goulding

.
.
HOJE NO
"i"

Ministra Assunção Cristas dá
 "boas notícias" aos agricultores

A ministra da Agricultura, Assunção Cristas, disse hoje ter “boas notícias” para os agricultores, como a alteração do IMI sobre as instalações agropecuárias, que era muito solicitada pelo setor. 


“Em muitos casos aplicava-se o IMI urbano. Vão passar a pagar o IMI rural. Estamos a falar, por exemplo, de instalações para capoeiras, suiniculturas e vacarias”, afirmou a também vice-presidente do CDS-PP aos jornalistas. 

Assunção Cristas falava hoje à noite em Viseu, onde participou no debate “Defender Portugal, Pensar o CDS”. 

A governante destacou a “grande sensibilidade” do parlamento relativamente ao setor da agricultura, considerando que, “neste tempo de debate na especialidade do Orçamento, houve a possibilidade de melhorar a proposta do governo”. 

“Houve, de facto, um trabalho muito intenso do parlamento, um empenho também grande no diálogo com o governo e é possível hoje termos boas notícias para os nossos agricultores”, frisou.
Entre as propostas que considera “muitíssimo positivas” está também o apoio à instalação dos jovens agricultores, que “atualmente pagam um imposto a 100%”. 

“Vão passar a pagar imposto apenas a 30% sobre 30% daquilo que recebem e essa parte vai ser diferida durante cinco anos, o que é muito positivo. Isso fica clarificado”, explicou.
Assunção Cristas apontou também como relevante “algum ajustamento” em matéria de IVA, por exemplo, “para as culturas que não utilizam a terra, as prestações de serviços para o setor da agricultura e também da floresta ou ainda as frutas desidratadas”. 

O regime de bens e de circulação dos bens e “a possibilidade de estender a inscrição dos agricultores nas Finanças” são outros assuntos que também ficarão clarificados, acrescentou.
A ministra da Agricultura disse ainda que este ano vão ser executadas “plenamente todas as verbas destinadas ao PRODER”. 

“Às vezes havia dúvidas se iriam ser descativadas ou não, se iríamos usar esse dinheiro todo. Posso garantir que vamos usar até ao último cêntimo, não ficará nenhum cêntimo nos cofres do Estado”, assegurou. 

* Pela primeira vez acreditamos na senhora ministra, o governo fará tudo o que "proder" para não ficar nenhum cêntimo nos cofres do Estado.

.
.


O DESEJO



video




.
.
HOJE NO
"A BOLA"

Peniche volta a receber 
elite mundial em 2014

Já é conhecido o calendário do circuito mundial de surf para 2014. A cidade de Peniche volta a fazer parte dos destinos escolhidos pela ASP (Associação de Surfistas Profissionais).

A etapa portuguesa do circuito, que se disputará pela sexta vez em Peniche, terá lugar entre os dias 8 e 19 de outubro de 2014, mantendo-se como a penúltima prova do circuito (a última volta a ser o mítico Billabong Pipe Masters no Havai em dezembro).

Tal como no presente ano, o circuito mundial arranca com duas provas na Austrália, em março e abril de 2014.

Calendário do Circuito Mundial de surf ASP de 2014:

- Quiksilver Pro Gold Coast, Austrália (01/03 a 12/03).
- Rip Curl Pro Bells Beach, Austrália (16/04 a 27/04).
- Billabong Rio Pro, Rio de Janeiro, Brasil (07/05 a 18/05).
- Fiji Pro, Fiji (01/06 a 13/06).
- Oakley Pro Bali, Indonésia (17/06 a 28/06)
- Billabong Pro Teahupoo, Polinésia Francesa (15/08 a 26/08).
- Hurley Pro Trestles, Estados Unidos (09/09 a 20/09).
- Quiksilver Pro France, França (25/09 a 06/10).
- Moche Rip Curl Pro Portugal, Peniche (09/10 a 19/10).
- Billabong Pipe Masters, Havai (08/12 a 20/12).
 

* UMA FESTA

.
.

1-VÍTIMAS DO



FACEBOOK


video



.
.
HOJE NO
"DIÁRIO DE NOTÍCIAS
DA MADEIRA"

Pior do que o 20 de Fevereiro

Quem viu terrenos a desaparecer e a chuva a cair sem parar ficou em estado de choque no Porto da Cruz. A convicção é de quem lá vive e viu esta noite três feridos serem transportados para o centro de saúde de Machico.

Os relatos na freguesia é de que se viveu uma noite pior do que em 2010, com mais chuva e com  algumas pessoas feridas. 

Várias estradas estão fechadas com derrocadas entre elas a estrada do pavilhão esta fechada com uma derrocada, várias famílias com as casas inundadas, a ribeira do Juncal chegou a sair do leito, vários carros arrastados, uma oficina inundada e os carros que lá estavam foram arrastados para o ribeiro. A vila esta cheia de pedras e detritos nas estradas, na Terra Baptista, houve uma derrocada que chegou a via expresso. 

 Na zona da Cruz da Guarda, e a caminho da Portela, muitos palheiros com animais desapareceram. Há relatos de que se perderam cabras e porcos.

* O Governo madeirense continua a assobiar para o lado no que respeita ao ordenamento do território dando azo a estes medos e prejuízos em situações de tempestade.

.

ROSA SIMAS

.




Palavra puxa Palavra: 
O Livro Negro da 
Condição das Mulheres

Cada língua reflete o povo que a foi moldando ao longo dos tempos e que a utiliza para expressar o seu quotidiano. Cada língua espelha a sociedade que lhe deu origem e que a mantém.

As línguas faladas à volta do globo contêm palavras e expressões que, infelizmente, espelham a condição feminina, enquanto realidade baseada na desigualdade, discriminação e desprezo. Basta estarmos atentos/as e informados/as.

Informar é o desiderato de O Livro Negro da Condição das Mulheres, uma compilação de textos de todo o mundo, da jornalista francesa, Christine Ockrent, publicada em 2007 pela Temas e Debates. Vale a pena ler.

Segundo Claire Brisset, no artigo Desde a infância…, na Índia, país onde a condição subalterna da mulher resulta no aborto de fetos femininos, no infanticídio de meninas e no abuso e violação de jovens e mulheres, existe um nome feminino que resume tudo: nakusha, “não desejada” por ser considerada inferior e desprezível.

Da Ásia para as Américas, Marc Fernandez e Jean-Christophe Rampal descrevem a origem de feminicídio, palavra criada para comunicar a condição feminina em Ciudad Juárez, na fronteira do México com os Estados Unidos, onde mulheres, dos 13 e 22 anos de idade, são sistematicamente raptadas, violadas e mortas, os corpos abandonados em terrenos baldios, próximos das avenidas ou vias-férreas. Nesta cidade pobre, terreno fértil para a droga e a corrupção as mulheres são mortas simplesmente porque são mulheres.

Na Europa, no nosso Portugal, onde em 2013, já foram assassinadas, pelos companheiros, mais de 35 mulheres, temos aquele insulto que, de tão popular, se tornou banal, quando em estado de fúria chamamos a alguém “filho da puta” – e notemos que o dito cujo é “filho” no masculino. Ou seja, em vez de conjurar o sujeito da ofensa ou desfeita, no masculino, vamos à mãe, chamando-a “puta” no feminino! Porque “puto” no masculino já é outra coisa, bem mais pacífica e até ternurenta. Como as palavras desvendam os nossos preconceitos e valores!

Porque esta tendência de desprezar e/ou difamar a mulher é mesmo global, o inglês – e tantas outras línguas – vão pelo mesmo caminho, pois a injúria “son of a bitch” é idêntica à expressão portuguesa, que é infeliz e injusta em qualquer outra língua por esse mundo fora.

Voltando ao Livro Negro, podemos pegar neste assunto numa ótica etimológica, indo às raízes e à história das palavras. É o que faz Odon Vallet, no artigo A Mulher e as Religiões, onde traça as origens de palavras tão diferentes como venerável, venéreo, veneno e Vénus, todas vindas de wen, o termo indo-europeu que significa desejo.

Na sua origem, venerável nomeia algo que inspira um desejo de veneração, graças à sua idade. O veneno começou por ser um elixir de desejo e amor afrodisíaco. O adjetivo venéreo resulta do desejo sexual, enquanto Vénus é a deusa romana do desejo, como a grega Afrodite, a fenícia Astarté ou Ishtar da Babilónia.

Não havendo uma grande deusa primordial comum a todas as civilizações, é reconhecida a primazia cronológica do feminino nas estatuetas e personagens veneradas. Essa primazia exprime-se se em figurinos encontrados nos cinco continentes. As mais antigas remontam a 30 000 aC.

Mulheres desejáveis ou mães veneradas, certo é que a sua feminidade se impõe na estatuária pré-histórica. Por sua vez, a vingança dos deuses masculinos coincide com a idade dos metais e das primeiras cidades-estados, onde o ouro aumenta a riqueza dos homens e o bronze se alia à sua força manual. E a vingança continua…

IN "AÇORIANO ORIENTAL"
26/11/13

.
.


17.UNIÃO


EUROPEIA






 .
.
HOJE NO
"DIÁRIO ECONÓMICO"

Novas regras mais que duplicam
. penalização nas pensões

Se o Governo não alterasse as regras, quem passasse à reforma em 2014 teria um corte de 5,43% no valor da pensão. Agora passa a 12%.

A alternativa seria trabalhar mais 6 a 17 meses além dos 65 anos para contornar esta redução. É este o número que resulta das regras actuais do factor de sustentabilidade, cujo valor para 2014 já seria possível de calcular depois de conhecido o dado da esperança média de vida aos 65 anos em 2013, divulgado hoje pelo Instituto Nacional de Estatística (INE).


Mas no próximo ano as regras mudam e por isso a penalização será bem superior. O factor de sustentabilidade (que todos os anos tem vindo a ditar cortes progressivos nas novas pensões) passará a ter por referência o ano 2000 (e não 2006) e implicará então um corte de 12% nas reformas iniciadas em 2014.

Mas como o factor também passará a influenciar directamente a idade de reforma, esta subirá de 65 para 66 anos de idade. Ou seja, no caso da Segurança Social, em que as reformas antecipadas estão suspensas (excepto para desempregados), os trabalhadores serão obrigados a trabalhar até aos 66 anos. No entanto, quem abandonar o mercado de trabalho apenas aos 66 anos não será afectado pelo corte de 12% no valor da pensão.

Já na Função Pública, os trabalhadores podem sair mais cedo mas contam com o novo factor de sustentabilidade.
Até aqui, o factor de sustentabilidade não alterava a idade legal de reforma mas sim a idade de acesso à pensão completa: os trabalhadores podiam escolher entre prolongar a vida activa além dos 65 anos ou receber um corte na pensão.

Haverá algumas salvaguardas no novo regime, nomeadamente os trabalhadores que completam 65 anos ainda em 2013, que poderão reformar-se em 2014 de acordo com o actual regime.

Factor implicaria mais um mês de trabalho em 2015 mas Governo garante que só há mudanças em 2016
Depois de 2014, o novo factor de sustentabilidade terá em conta a esperança média de vida aos 65 anos verificada no segundo e terceiro anos anteriores à data da pensão, na proporção de dois terços.

Com os dados do INE, já seria possível saber qual o factor de sustentabilidade a aplicar em 2015 mas, tal como o Diário Económico já noticiou, a intenção do Governo é manter a idade de reforma nos 66 anos nesse ano, começando os aumentos só a partir de 2016.

Hoje, Mota Soares garantiu, no Parlamento, que, "de forma a proteger a gestão das expectativas individuais", ao novo modelo só se aplicará "a série estatística do INE passado dois anos civis, ou seja, a próxima, que sairá em Outubro de 2014 só incidirá sobre o factor de sustentabilidade a partir de Janeiro de 2016".

Se a idade de reforma subisse já em 2015, o aumento seria de um mês, de acordo com os dados publicados hoje.

Aliás, os aumentos futuros rondarão sempre este valor, pelo menos a avaliar pelas previsões do Governo, que espera que a idade de reforma atinja 67 anos apenas em 2029.

* Os trabalhadores descontaram e emprestaram dinheiro ao Estado sem juros, para este devolver mais tarde como o contratulizado. 
Os sucessivos governos andaram a esbanjar este dinheiro e os governantes nunca foram responsabilizados, estão impunes porque os políticos do PSD, PS e CDS/PP, protejem-se uns aos outros, continue a votar nestes néscios.

.
.

TOME NOTA



.
.

 III-LIÇÕES DE



HISTÓRIA


1.ADRIANO
POR DENTRO DA MURALHA 

video



.
.
HOJE NO
"CORREIO DA MANHÃ"

Novo escândalo no curso da PSP

68 agentes com nota máxima no curso de chefes. Na prova anterior, 110 tiraram 20.

Sessenta e oito agentes da PSP tiveram nota 20 (arredondada) na prova psicotécnica, realizada pela terceira vez depois da polémica e das suspeitas de copianço nos dois testes anteriores. E outros 130 polícias conseguiram ter agora nota 16. A quantidade de notas máximas torna a estar envolta em polémica.

Só passam os 200 melhores agentes ao curso de chefes - e foram agora apurados alguns do que na prova anterior tinham chumbado.

Assim, os agentes da PSP agora afastados, e que no último teste estavam apurados para o curso de chefes, estão a contestar o motivo pelo qual desta vez não surgem as suspeitas de copianço. 
Ao que o CM apurou, o início do curso está agendado para os primeiros dias de janeiro e terá lugar na Escola Prática de Polícia, em Torres Novas. Mas esta data poderá ser suspensa se o Tribunal Administrativo assim decidir, devido à providência cautelar interposta por vários agentes que não concordavam com a repetição da prova. A providência cautelar foi interposta porque os agentes diziam que não havia provas de irregularidades nos resultados da prova. 
Recorde-se que a polémica surgiu quando se soube da existência dos 110 ‘vintes'. Vários polícias que não ficaram nas 200 vagas disponíveis apressaram-se a dizer que os colegas tinham tido acesso à prova antes de a realizar. A PSP prometeu fazer uma análise rigorosa dos recursos apresentados ao júri do concurso.
O então diretor nacional da PSP, Paulo Valente Gomes, decidiu anular a prova e mandou repetir todos os testes. Ao todo, foram quase 600 agentes a fazer a prova psicotécnica, mas só 200 ficaram admitidos. O Sindicato dos Profissionais de Polícia já tinha pedido à Direção Nacional para aumentar o número de agentes admitidos no curso.

* Onde está a idoneidade?

.
.



Joni Mitchell



Both Sides Now


video



.


HOJE NO
"O PRIMEIRO DE JANEIRO"

Seis banqueiros portugueses receberam 
pelo menos um milhão de euros 
Remunerações astronómicas em 2012

Seis banqueiros portugueses receberam pelo menos um milhão de euros de remuneração em 2012, segundo a informação hoje divulgada pela Autoridade Bancária Europeia (EBA em inglês).

 A EBA divulgou hoje um relatório que indica quantos trabalhadores dos bancos europeus auferiram em 2012 pelo menos um milhão de euros, incluindo salários, bónus, prémios e contribuição para a pensão, a partir dos dados recolhidos em cada país pelas autoridades nacionais. 


Segundo a EBA, em 2012, seis banqueiros portugueses tiveram rendimentos de pelo menos um milhão de euros: três da banca de retalho e três de outros ramos da atividade bancária. Os primeiros receberam, no total, 1,438 milhões de euros em remuneração fixa, dois milhões em remuneração variável e 695 mil euros em remuneração variável diferida, a que se somam ainda 995 mil euros de benefícios para pensão. 

Assim, em média, cada um destes banqueiros recebeu 1,147 milhões de euros em 2012. A remuneração foi ainda mais alta nos banqueiros de outras áreas do setor bancário: 1,577 milhões de euros cada um, em média. 

A maior fatia dos rendimentos destes banqueiros veio da remuneração fixa, de 3,563 milhões de euros. Em remuneração variável o valor ascendeu a 2,336 milhões de euros, dos quais 1,168 milhões de euros em diferida. Entre os países com maior número de trabalhadores de bancos que receberam mais de um milhão de euros em 2012 estão Reino Unido, com 2714, Alemanha (212), França (177) e Espanha (100). 

No final de setembro deste ano, o Banco de Portugal enviou uma instrução aos bancos para saber quantos funcionários das oito principais instituições – à Caixa Geral de Depósitos (CGD), ao BPI, ao BES, ao BCP, ao Santander Totta, ao Crédito Agrícola, ao Montepio Geral e ao Banif - ganham mais de um milhão de euros por ano.

* Num país que financeiramente é um protectorado e tem 25% da população a viver em estado de pobreza absoluta, estas remunerações são um insulto à dignidade.

.
.

HIV

video


Nunca é demais avisar, continua a propagar-se...



.
.
HOJE NO
"DIÁRIO DE NOTÍCIAS"

Provedor quer professores
 experientes livres da prova

O Provedor de Justiça, José Francisco de Faria Costa, confirmou ter recomendado ao Ministro da Educação e Ciência, Nuno Crato, que não sujeite professores contratados experientes à prova de avaliação de conhecimentos e competências para a docência. 

"O Provedor de Justiça pediu ao Ministro da Educação e Ciência que ponderasse dispensar da prova de avaliação os docentes que há vários anos satisfazem necessidades permanentes", confirma a provedoria numa notícia publicada na sua página da Internet.

Na nota é também adiantado que "a iniciativa foi tomada na sequência da apresentação de cerca de 4000 queixas de docentes sobre o assunto".

O facto de a prova se aplicar a todos os professores contratados, independentemente da experiência, tem sido um dos principais motivos de crítica da parte dos sindicatos e das associações de professores contratados, que têm lembrado que ao abrigo de diplomas aprovados pelo anterior Governo já estava prevista essa dispensa para professores que tivessem sido avaliados com pelo menos a menção de "bom" e tivessem dado aulas durante um ano letivo.

A ser aceite esta recomendação por Nuno Crato, o número de professores sujeitos à prova - que até ontem contava com cerca de 37 mil inscritos - será à partida reduzido, limitando-se a professores com pouca experiência ou a recém-licenciados.

No entanto, falta esclarecer o que o provedor de Justiça entende por "necessidades permanentes", já que o MEC considera que todas as contratações a prazo se destinam a satisfazer "necessidades transitórias" das escolas.

A componente geral da prova está marcada para 18 de dezembro, tendo o Ministério alargado as inscrições até à próxima segunda feira.

* Mais uma personalidade acima de qualquer suspeita a lutar contra as cratinices.

.
.


1.BEM NO TOPO




 Fallen Star (California)

Ninguém faz arte urbana melhor do que a Universidade da California, San Diego. E a colecção Stuart da UCDS, que pontua todo o campus, é absolutamente topo de gama. A última aquisição é a 'Estrela Caída'  do sul coreano Do Ho Suh, uma casa pendurada de um edifício de sete andares.



Demorou vários anos para que uma equipa de engenheiros e de outros peritos a planeassem e a construissem. Suh baseou a aparencia da casa completamente equipada na arquitectura que viu na Nova Inglaterra. Está maravialhosamente enquadrada na paisagem. 






 Ainda que o chão inclinado e a sensação de queda possam parar o coração a casa  é absolutamete segura.

.

.
HOJE NO
"RECORD"

Fernanda Ribeiro: 
«Todos vão dar o seu melhor em Macau» 
Chefia delegação nacional na maratona

Fernanda Ribeiro disse esta sexta-feira em Macau estar confiante no bom desempenho dos quatro atletas portugueses que vão participar na Maratona Internacional do território, salientando que o clima poderá ser o maior adversário. 
"Elisabete Lopes ganhou aqui no ano passado a meia maratona, por isso é uma candidata, não quer dizer que vá vencer, porque em Macau não é fácil para os portugueses correrem uma meia maratona por causa da humidade e do calor", salientou em declarações aos jornalistas a atleta que chefia pela primeira vez a delegação nacional nesta competição.

Fernanda Ribeiro acredita que "todos vão dar o seu melhor" e que os homens não serão exceção, considerando que o facto de "não estar muito calor é muito bom para os portugueses", apesar de recear pelo "vento, que não ajuda muito".

Ao recordar a vitória do ano passado na meia maratona feminina de Macau, Elisabete Lopes diz regressar a Macau "com o objetivo de tentar ganhar outra vez".

"Tenho uma esperança de que pelo menos ao pódio vou, vou fazer tudo por isso. Penso que o tempo este ano, como está mais frio, vai ajudar-nos a nós portugueses", sublinhou, ao considerar que o facto de a largada da maratona, meia e minimaratona ser este ano em horários diferentes também poderá ajudar a "controlar melhor as adversárias".

Elisabete Lopes destaca o facto a delegação portuguesa ser este ano chefiada pela campeã olímpica Fernanda Ribeiro, que diz "ser sempre um exemplo para qualquer atleta português e do mundo". "É muito bom acompanhar-nos e tem sido excelente connosco, não nos mete pressão, só diz para fazermos o nosso melhor. A Fernanda é uma boa pessoa para vir connosco em qualquer seleção", defendeu a atleta.

Bruno Paixão, que vai participar no domingo na maratona de Macau, está confiante, mas cauteloso, considerando que os 42,195 quilómetros do percurso são uma "distância muito complicada de correr", mas avançou que a estratégia nesta prova passa por uma "entreajuda" com o outro português que vai correr a seu lado, Bruno Fraga.

"Isto vai ser complicado por causa da concorrência, mas eu e o Bruno Fraga vamos tentar dominar os dois a corrida, entrar na cabeça do pelotão, ver o que acontece, ver a nossa forma, porque o clima não é o mesmo e isso vai dificultar bastante", constatou.

Para Bruno Paixão não é o clima que "pode vir a estragar qualquer classificação" em Macau, salientando que durante a corrida verá com Fraga qual dos dois está melhor "para fazer uma marca boa", apontando que chegaram com a expectativa de "ficar nos 20 primeiros", mas com o "objetivo ideal" de terminar entre os dez primeiros.

Fernanda Ribeiro diz que "se tiver convite e não tiver nenhuma lesão" poderá vir correr na meia maratona de Macau em 2014, mas até lá ainda recupera de uma lesão que a deixou dois anos parada, estando, no entanto, de regresso aos treinos com os olhos no campeonato europeu de veteranos.

"Vou voltar à competição pelo prazer de correr, fazer meias maratonas como esta de Macau. Como atleta acho que temos de ter sempre um objetivo e eu gostava de ver como é um campeonato da Europa de veteranos e para essa competição quero estar bem e, por isso, é que estou a dar mais um tempo para estar em condições", disse.

Treze atletas lusófonos, incluindo quatro portugueses, estão entre os 6 mil que vão participar no domingo na 32.ª edição da Maratona Internacional de Macau. 

* Para nós é uma alegria ver Fernanda Ribeiro a chefiar uma comitiva de maratonistas.

.