sexta-feira, 27 de setembro de 2013

UMA GRAÇA PARA O FIM DO DIA


.
 11-ELEIÇOEIROS

video


.
.


TENTAÇÕES




DE ADÃO 
















.
.
HOJE NO
" A BOLA"

Polícia usa uma escada rolante 
para evitar confrontos 
 
A polícia sueca utilizou uma forma original para evitar confrontos entre os adeptos do Djurgarden e do AIK de Estocolmo, na quinta-feira passada. E envolveu uma escada rolante.

A rivalidade entre o Djurgarden e o AIK é a mais intensa de Estocolmo e remonta a 1891, ano de fundação de ambos os clubes - o AIK é mais velho um mês. Sempre que as duas equipas se defrontam, Estocolmo estremece. O duelo é conhecido como «twinderby».

Na quinta-feira passada, adeptos das duas equipas encontraram-se numa estação de metro perto da Tele2 Arena, o estádio do Djurgarden. Mal se encontraram, os insultos começaram de parte a parte e a polícia teve que intervir. Para evitar que as claques se agredissem, a polícia aumentou a velocidade da escada rolante para o máximo.

Do nada, os adeptos do Djurgarden caíram todos e o problema ficou resolvido. A título de curiosidade, a partida terminou empatada (2-2).

* Holigans por toda a parte...

.
.
 PARTE DE MIM

video


Ficha Técnica
Actores
Ana Lopes
João António 
Produtor
Francisco Coelho
Assistentes de Produção

Mariana Andrade
Maria Ventura

Realizador

João Vaz

Assistente de Realização

João Nunes
Anotador

Filipe Meunier

Assistente de Plateau

Joana Mendes

Director de Fotografia

João Melo

Departamento Iluminação

Lídia Bezerra
António Sequeira
Bruno Matos

Operador de Câmara

Pedro Baptista

1º Assistente de Cãmara

Márcia Sousa

2º Assistente de Câmara

Ana Azinhais

Maquinistas

João António
José Ribeiro

Aderecista

Joana Mendes

Decorador

João Eugénio

Direcção de Actores

Maria Ventura

Director de Som

Cyril Santos

Perchista

Mehmet Gocmen

Grafismo

Pedro Baptista

Edição

Maria Ventura

Banda Sonora
Genérico

Alexandre Vaz

"Deep Blue"

Rodrigo Leão



.
.

 HOJE NO
"PÚBLICO"

Moreira da Silva diz que todos os ministros devem ler relatório do IPCC

Governante afirma que documento agora divulgado deveria ser "inspirador" de uma nova liderança europeia na área climática.

O relatório divulgado esta sexta-feira pelo Painel Intergovernamental para as Alterações Climáticas (IPCC, na sigla em inglês) deve ser lido por todos os ministros de todos os governos, disse ao PÚBLICO o ministro do Ambiente, Ordenamento do Território e da Energia, Jorge Moreira a Silva.

“Este relatório é publicado num momento decisivo”, afirma Moreira da Silva. Em Novembro, a comunidade internacional reúne-se em Varsóvia, Polónia, para uma conferência climática das Nações Unidas, em mais um elo para que se chegue a um novo tratado, até ao final de 2015, que substitua o Protocolo de Quioto.

Além disso, a própria União Europeia está a discutir neste momento a sua nova estratégia de médio prazo, para 2030, na área das emissões de carbono, da eficiência energética e das energias renováveis.
“É importante recordar que foi precisamente depois do último relatório do IPCC [em 2007] que a União Europeia partiu para uma política integrada para o clima e energia”, diz Moreira da Silva. O resultado foram as metas 20-20-20 – 20% de redução de emissões, 20% de energias renováveis e 20% a menos no consumo eléctrico por via da eficiência energética até 2020. Segundo o ministro, o relatório agora divulgado deveria ser “inspirador” de uma nova liderança da UE nesta área.
A síntese apresentada esta sexta-feira pelo IPCC diz que o aquecimento da Terra é “inequívoco” e que o maior responsável são as actividades humanas. O termómetro global continuará a subir, assim como o nível do mar, provocando alterações profundas no sistema climático.

“Este relatório é destinado a toda a sociedade, a todos os governos e, dentro dos governos, a todos os seus membros, e não apenas aos ministros do Ambiente”, refere Jorge Moreira da Silva. Questionado pelo PÚBLICO se levaria as conclusões do IPCC ao próximo Conselho de Ministros, Moreira da Silva respondeu: “O Governo tem um compromisso firme com as metas para as emissões de CO2, para eficiência energética e para as renováveis.”

A junção do ambiente e da energia num mesmo ministério foi uma medida neste sentido, assegura o ministro. “A crise económica não deve servir de desculpa para adiarmos ou hesitarmos no combate às alterações climáticas”, acrescenta.

O ministro reconhece que este quinto relatório de avaliação do IPCC não traz grandes novidades estruturais, mas afirma que tem a grande vantagem de consolidar o quarto relatório, que há sete anos concluiu que a responsabilidade do aquecimento global recente é humana.

Além disso, o documento reafirma a solidez científica do IPCC, depois da crise de confiança por que esta organização tem passado. “É indispensável que o IPCC continue a publicar relatórios como este, da forma como são publicados”, entende Moreira da Silva, referindo o facto de aquela organização funcionar em moldes específicos, com base numa vasta rede de cientistas e sem o peso de outras estruturas das Nações Unidas. “As críticas ao IPCC resultam da própria qualidade que o IPCC tem”, diz. "Se não existissem, o IPCC teria menos problemas, mas daria menos garantias de qualidade”, conclui.

* Há cientistas que contestam a teoria do aquecimento, como somos pouco conhecedores e sem formação científica, vamos estando atentos ao que se diz por aí.

.
.
  
4.HISTÓRIA DA



 REDE GLOBO



video


 FONTE: TheDocsBr

Documentário mostra o lado obscuro da Rede Globo destacando algumas artimanhas que colocaram a emissora como uma das mais poderosas do planeta.
O documentário mostra as relações estreitas que a Globo levava com a ditadura militar, mostra também as práticas de manipulação jornalística na cobertura de fatos, como por exemplo, a 1º manifestação das "Diretas Já" em que o "Jornal Nacional" mostrava a aglomeração na Praça da Sé como sendo uma comemoração do aniversário de São Paulo, e não como um movimento pelo fim da ditadura.

Mostra também o envolvimento da Rede Globo na tentativa de fraude nas eleições de 1982 para impedir a vitória de Brizola no Rio de Janeiro e como a rede também manipulou a edição do debate das eleições de 1989, favorecendo ao candidato Collor e evitando o resultado que apontava Lula como vencedor. Mostra também como a Globo destruiu a que seria sua grande concorrente, a TV Jovem Pan, acabando com a sua parceira, a NEC.
Há depoimentos de várias personalidades, como Chico Burque, Leonel Brizola e Lula, entre outros.

A Rede Globo tentou impedir a veiculação do documentário no Reino Unido, mas não conseguiu, depois disso tentou comprar seus direitos autorais, mas também não teve sucesso. O governador de São Paulo, Fleury, demitiu o diretor do Museu da Imagem e do Som, que ousou apresentar o documentário em numa sessão.
Finalmente, conseguiu que o documentário fosse proibido no país. Mas a Internet veio a frustrar essa proibição. Hoje, mais de 700.000 downloads já aconteceram só no Youtube e no Google Video, sem falar nos outros meios, como Torrent, etc.


.
.
 HOJE NO
"DIÁRIO ECONÓMICO"

Deutsche Bahn mantém comboio de mercadorias a partir de Portugal

A empresa está a "ponderar reiniciar um segundo comboio semanal de mercadorias entre Portugal e a Alemanha no próximo ano".

A DB Schenker, participada do grupo alemão Deutsche Bahn, assegura que irá manter o serviço de um comboio semanal de mercadorias, de ida e volta, entre Portugal e a Alemanha, disse ao Económico Jorge Carvalho, director de marketing da DB Schenker.


Jorge Carvalho acrescentou que a empresa do grupo Deutsche Bahn está a "ponderar reiniciar um segundo comboio semanal de mercadorias entre Portugal e a Alemanha já no primeiro trimestre do próximo ano".
A edição da "Transportes em Revista" da passado dia 25 de Setembro avançava que a realização deste comboio semanal de mercadorias gerido pela DB Schenker estaria em risco devido a constrangimerntos na circulação nas linhas ferroviárias espanhola e francesa.

Em declarações ao Económico, Jorge Carvalho afasta esse cenário, mas reconhece a existência de problemas, nomeadamente atrasos na região de Bordéus devido à construção de uma nova linha ferroviária.
"Nos ‘slots' de passagem existem vários níveis de prioridade dos comboios, com prioridade para os passageiros e só depois para as mercadorias. Este comboio tem uma classificação de internacional em Portugal, em Espanha e na Alemanha, mas em França apenas tem classificação e comboio nacional, o que o deixa no fim quando a circulação é resposta", explica o responsável da DB Schenker.

Jorge Carvalho acrescenta que a situação envolve também alguns constrangimentos na circulação ferroviária em Espanha. "O próprio grupo Deutsche Bahn está neste momento a negociar com as gestoras das redes ferroviárias de Espanha e de França uma solução para minorar os atrasos que se têm verificado", adiantou aquele responsável.
Num comunicado hoje distribuído pela DB Schenker, a empresa do Grupo Deutsche Bahn revela que no passado dia 13, as saídas dos comboios tiveram um atraso superior a uma semana, acrescentando que "a direcção da empresa tem feito todos os esforços junto dos seus parceiros para solucionar esta situação e corresponder às necessidades dos clientes".

Jorge Carvalho acrescenta ao Económico que "atrasos de cinco, seis ou sete horas neste tipo de transporte não são graves, mas atrasos de vários dias muito preocupantes e geram um efeito dominó, que tem de ser evitado".
O comboio da DB Schenker, cuja operação se iniciou em Novembro de 2011, pode transportar até um máximo de cerca de 760 toneladas de mercadorias em cada sentido. Os principais clientes são a Autoeuropa (Grupo Volkswagen), Portucel, Renault e Unilever.

Os produtos mais transportados por este serviço da DB Schenker são automóveis, papel e alguma maquinaria de Portugal para a Alemanha, e componentes automóveis e produtos de grande consumo e de distribuição da Alemanha para Portugal.

Apesar de nunca ter sido assumido oficialmente, o eventual interesse do Grupo Deutsche Bahn na privatização da CP Carga (recentemente adiada para 2014) e nas concessões das empresas públicas de transporte de passageiros tem sido comentado no sector.

* A  economia precisa de transporte rápido de mercadorias para a europa.

.

JORGE FIEL

.





Tens aí um carregador Nokia?

O meu primeiro telemóvel, comprado em 98, foi um magnífico Nokia 6210. Rendido a um soft-ware amigável e intuitivo, fui fiel durante dez anos à marca finlandesa, até que lhe pus os cornos com um Huawei Android, da TMN, estreando-me no mundo das aplicações e ecrãs táteis, que haveria de me atirar para os braços do inevitável iPhone. 

"Tens aí um carregador Nokia?" foi a frase mais repetida na viragem do milénio, quando o fabricante finlandês era incensado "urbi et orbi", em particular em Lisboa, onde o Governo resumia a estratégia ao choque tecnológico e suspirava, ansioso como uma adolescente, por uma Nokia portuguesa.

Para espanto dos que que ficaram presos na narrativa de que o mundo está a mudar - e por isso não deram conta de que ele já mudou -, a Nokia desceu aos Infernos, despenhando-se de uma confortável liderança com 40% do mercado (2007), para uns irrelevantes 3% no segmento que interessa: o dos smart-phones.

Entalada entre o galope do Android e o sedutor iPhone, a Nokia optou por uma terceira via aliando-se à Microsoft para equipar os seus telemóveis com o Windows.

Render-se ao sistema operativo da Google, como a Samsung, HTC, Motorola, seria, nas palavras de um ex-CEO da Nokia, imitar os garotos finlandeses que fazem xixi nas calças para se aquecerem. Aliviam-se no momento, mas não tarda a ficarem mais enregelados do que estavam antes de esvaziarem a bexiga. A Nokia não fez xixi nas calças, mas também não evitou perder a independência, ao ser comprada, a preço de saldo, pela Microsoft.

Veterano da geração Nokia, acho justo, oportuno, correto e mobilizador extrair três lições fundamentais do desmoronar do sonho finlandês.

1.ª - O maior erro que se pode cometer na vida é deixar-se tolher pelo medo de errar. Três anos antes de a Apple lançar o iPhone, a Nokia já tinha desenvolvido ecrãs táteis, mas como se sentia confortável, achou por bem não lançá-los no mercado;

2.ª - É uma rematada idiotice acreditar em receitas milagrosas e que era possível replicar no nosso país o sucesso da Nokia. O que sobrou de positivo da retórica do choque tecnológico não foi a tentativa de importar, chave na mão, modelos estranhos à cultura e competências do nosso tecido industrial, mas sim o upgrade tecnológico de indústrias tradicionais como calçado, têxtil, metalurgia, cerâmica ou cortiça;

3.ª - Não podemos adormecer à sombra da bananeira. A Nokia nasceu como papeleira e foi fabricante de botas de borracha, televisores e telefones para o exército, até que, no início dos anos 90, um CEO visionário apostou nas comunicações móveis. O segredo do sucesso está na capacidade de nos adaptarmos rapidamente a um mercado em perpétua mudança - e no casamento entre adaptação, diferenciação e inovação. Não basta fazer o diagnóstico certo e escolher o alvo. A escolha do caminho é fundamental.

IN "JORNAL DE NOTÍCIAS"
23/09/13

.
.
HOJE NO
" CORREIO DA MANHÃ"

Catequista pedófilo 
acusado de 14 abusos

Menor filmou com telemóvel outra criança a masturbar o suspeito, que foi preso pela PJ.

Revoltado com o facto de a mãe não acreditar de que era abusado sexualmente por um catequista de Aveiras de Baixo, na Azambuja, um menor filmou com um telemóvel os atos sexuais do homem, de 29 anos, sobre outra criança, obrigando-a a masturbá-lo na capela. Dias mais tarde, a PJ prendeu Rodrigo Marques Pereira.

O suspeito, em prisão domiciliária, foi agora acusado pelo Ministério Público por 14 crimes de abuso sexual sobre quatro crianças, entre os oito e os 11 anos. 
Após ter filmado a outra criança a masturbar o sacristão da capela de Casais da Lagoa, o menor mostrou o vídeo aos familiares. A 21 de junho do ano passado, a PJ deteve-o, conforme o CM avançou em primeira mão. Os crimes, segundo a acusação, começaram em 2011. 
O primeiro abuso teve lugar na casa de banho da escola primária, onde o detido substituía uma auxiliar. Outros abusos ocorreram na casa da avó do suspeito. Para o Ministério Público, o arguido "aproveitou a circunstância de ser catequista na capela de Casais da Lagoa e monitor na colónia de férias da paróquia de Aveiras de Baixo" para "manter com os menores uma relação de amizade estreita, para mais facilmente levar a bom termo os seus propósitos". 

* Os pais devem estar mais atentos às queixas e aos prolongados silêncios dos filhos. Quanto aos pedófilos nunca mais vimos aplicada a nossa receita, "clisteres de açorda".

.
-

  4-SEQUEIRA COSTA


POR AMOR AO PIANO


video



-

HOJE NO
" O PRIMEIRO DE JANEIRO"

Perto de 3000 até agosto deste ano 
Atropelamentos já mataram 19 pessoas
 e 199 ficaram gravemente feridas 

Dezanove pessoas morreram e 199 ficaram feridas gravemente, na sequência de 2.292 atropelamentos ocorridos até agosto na área fiscalizada pela PSP, indicam dados hoje divulgados a propósito da operação “Pela Vida, Trave (PVT)”. 

A Polícia de Segurança Pública realizou pela terceira vez, na quinta-feira, a operação nacional PVT, que pretendeu alertar condutores e peões para as consequências dos atropelamentos, que representam 26% da sinistralidade participada da qual resultam vítimas mortais. 


Segundo os dados da PSP, entre janeiro e agosto deste ano, ocorreram 763 atropelamentos na passadeira e 1529 fora desta, que provocaram 19 mortos, mais um comparativamente ao período homólogo do ano passado. Dos 19 atropelamentos mortais, seis ocorreram na passadeira, precisa a PSP. Foram ainda registados 199 feridos graves (65 na passadeira, 134 fora) e 2123 feridos ligeiros, dos quais 747 na passadeira. Em 2012, foram registados 2206 atropelamentos, dos quais 741 na passadeira, que causaram 18 mortos, 163 feridos graves e 2069 feridos ligeiros. “Considerando o aumento de atropelamentos (na passadeira e fora daquela), de vítimas mortais (mais um que em igual período de 2012) e de feridos, decidimos avançar uma vez mais para uma operação nacional que relembrasse as pessoas para as consequências trágicas dos atropelamentos”, refere a PSP. 

A operação PVT incidiu na fiscalização da velocidade especialmente em zonas de travessias de peões, no desrespeito pela sinalização luminosa e no desrespeito pela travessia de peões são as nossas principais preocupações e alvos de fiscalização. Na sequência desta operação, foram detidos 36 condutores, 17 dos quais por condução sob efeito de álcool, 14 por falta de carta de condução e cinco por outros motivos não especificados. Foram fiscalizados 10 087 automóveis, tendo sido oito apreendidos pela PSP, que detetou ainda 536 automóveis em excesso de velocidade, num total de 29 780 viaturas controladas nos radares. 


A PSP autuou 1331 condutores, a maioria (234) por estacionarem nos passeios, impedindo a circulação de pessoas, e 97 por não respeitarem o sinal vermelho. Foram ainda multados 47 condutores por estacionarem na passadeira, 14 por desrespeito ao sinal STOP, e sete por não cederem passagem aos peões na passadeira. “Além da ação eminentemente repressiva” desenvolvida em todo o país, a PSP realizou “três grandes ações de prevenção” junto a duas escolas em Lisboa e uma no Porto, em parceria com a AVIS que distribuiu um kit com conselhos para os pais, educadores ou tutores das crianças, fazendo a “ponte” entre os brinquedos e a transmissão de uma mensagem pedagógica e de alerta para esta problemática. Perante a alteração das condições climatéricas nos próximos dias.

 A PSP adverte os condutores para reduzirem a velocidade quando está a chover e utilizarem as luzes de circulação ligadas mesmo durante o dia para aumentar a sua presença e visibilidade.

*   A irresponsabilidade é mútua, são milhares os peões que atravessam a rua onde não devem, são milhares os automobilistas que prevaricam em zonas onde o peão tem prioridade, sugere-se pesadas multas.


.

 QUEM LHES DISSE
 
QUE SABIAM CANTAR?


SCARLETT  JOHANNSON


A boazuda da Scarlett fez imensas tentativas para fazer carreira a solo e teve a desfaçatez de interpretar Tom Waits, ficou-se por ser boazuda. "Ontem é aqui" é um excelente título.


YESTERDAY IS HERE


  video


.
.


HOJE NO
" DIÁRIO DE NOTÍCIAS"

Timor-Leste dá um milhão 
de dólares a Portugal

O Governo de Timor-Leste anunciou hoje, em comunicado à imprensa, a entrega de um donativo a Portugal no valor de um milhão de dólares para ajudar as vítimas de incêndios no país.

"O Governo doou a Portugal um milhão de dólares americanos (cerca de 740 mil euros) para ajudar o país a fazer frente aos estragos provocados pelos inúmeros incêndios que têm fustigado, especialmente, os distritos do Porto, Braga e Viseu", refere em comunicado o executivo timorense.

A decisão do Governo timorense foi tomada durante uma reunião extraordinária do Conselho de Ministros, realizada na quinta-feira.
Segundo o comunicado do Governo timorense, a "situação, em Portugal, devido aos incêndios, permanece extremamente crítica e envolve centenas de bombeiros e milhares de populares que lutam diariamente para controlar os efeitos devastadores dos fogos".

"Apesar dos esforços, a perda de vidas e de bens no país irmão assumiu proporções sem precedentes que afetam milhares de pessoas em centenas de comunidades", acrescenta.
Em meados de setembro, antes de iniciar a sua deslocação oficial a Portugal, o Presidente timorense, Taur Matan Ruak, também manifestou em entrevista à agência Lusa apoio e solidariedade aos bombeiros e às famílias das vítimas dos incêndios que se têm registado no país.

Os incêndios florestais registados este ano em Portugal já provocaram a morte a oito bombeiros e a um presidente de junta de freguesia e ferimentos a mais de 50 operacionais.

* Merece o Prémio Nobel da Nobreza de Sentimentos e Solidariedade!

.


.
 VENHO PAGAR
A MULTA

video


.
.
HOJE NO
" RECORD"

João Silva: 
«Tentaram fazer-me a vida negra»

O olímpico João Silva, sexto classificado na edição 2013 do Mundial de Triatlo, considerou ter tido um ano atribulado, no qual mudou de treinador e teve problemas com a federação, mas que está satisfeito com as opções tomadas.

Em declarações ao jornal O Benfica, João Silva acusou a Federação de Triatlo de Portugal (FTP) de ter feito a "vida negra" a todos os atletas que não compactuaram com o então Diretor Técnico Nacional (DTN) Hugo Ribeiro.

 "O que acontece é que mudei de treinador. As coisas, a partir daí, começaram a ter um rumo mais sereno. Mas, ainda assim, a FTP não aceitou esse facto e criou mais dificuldades, tentou 'fazer a vida negra' a todos os atletas que não compactuaram com esse treinador", disse o triatleta, nono classificado em Londres2012. João Silva, que voltou a ser treinado por Manuel Alves, responsável técnico no Benfica, diz ter sido "um ano terrível no que toca ao tratamento" por parte da FTP e que apesar disso todos os atletas do clube "tiveram resultados finais bastante bons".

"Realmente, lamento que isso tenha acontecido e espero que em breve as coisas tomem outro rumo, porque assim é intolerável", sublinhou. O triatleta, que esteve lesionado a seguir à etapa japonesa de Yokohama e ter falhado a de Madrid, elogiou o tratamento médico que teve no clube e considerou ainda que o sexto lugar final foi "um resultado extremamente positivo", face às circunstâncias que viveu.

"Tendo em conta que não me sinto pressionado porque não tenho mais nenhuma competição brevemente, as coisas estão a correr muito bem, a levar os seus "timings" corretos e com calma. É o essencial agora, que é recuperar totalmente poder começar o próximo ano em força", disse.

* A tutela do desporto não devia esclarecer este imbróglio, são cá umas cenaças?

.
.

 OS MARRETAS


Danielle Fishel


Mickey Rooney


Mary-Kate and Ashley Olsen


Lindsay Lohan


Macaulay Culkin


Corey Feldman



 Danny Bonaduce

Dustin Diamond


 Jonathan Lipnicki

 Donatella Versace

.

.


HOJE NO
" JORNAL DE NOTÍCIAS"

Portugueses medalhados nas
 Olimpíadas de Matemática

Os quatro jovens portugueses que participaram na XXVIII edição das Olimpíadas Ibero-americanas de Matemática foram todos medalhados, tendo conquistado uma medalha de ouro, duas de prata e uma de bronze, informou fonte da organização. 
 .
Trata-se de "um excelente resultado", refere um comunicado da organização da delegação portuguesa que se deslocou à cidade do Panamá, acrescentando que o estudante Luís Duarte obteve uma medalha de ouro, Miguel Santos e Miguel Moreira foram galardoados com medalhas de prata e Miguel Torres com medalha de bronze, 


Luís Duarte, da Escola Secundária de Alcains, obteve 42 pontos, Miguel Santos e Miguel Moreira, das escolas secundárias de Alcanena e Rainha D. Amélia, em Lisboa, conquistaram 41 pontos cada, e Miguel Torres, do Grande Colégio Universal, no Porto, conseguiu 30 pontos, acrescenta o documento da delegação olímpica portuguesa.

Participaram na 28.ª edição das Olimpíadas Ibero-americanas de Matemática, que termina no sábado na cidade do Panamá, perto de 80 estudantes de mais de 20 países da América do Sul e da Península Ibérica.
A participação portuguesa foi organizada pela Sociedade Portuguesa de Matemática e contou com o apoio do Ministério da Educação e Ciência, da Ciência Viva, do Banco Espírito Santo, da Fundação Calouste Gulbenkian e da Pathena.

Para a escola Delfos da Universidade de Coimbra, que treina os alunos para as várias Olimpíadas de Matemática e para quem as medalhas obtidas por estes "são motivo de um grande orgulho", os estudantes "que representaram Portugal no Panamá são délficos de longa data" e têm uma "paixão crónica pela Matemática".

* Inteligência portuguesa... Estes bons resultados não têm nada a ver com qualquer açção "cratinossauria", o trabalho é de professores e alunos.

.
.


 O CAVALO

DE FERRO


video



.
.

 

HOJE NO
" JORNAL DE NEGÓCIOS"

Portugal entre os países europeus com “crescimento notável” no turismo

Comissão Europeia destaca que a “boa época turística relança a economia europeia e traz postos de trabalho muito necessários”. Portugal esteve em evidência, com um crescimento de 8%.

Portugal foi um dos países da União Europeia onde o turismo, nos primeiros sete meses do ano, apresentou um “crescimento notável”, realça a Comissão Europeia numa nota de imprensa onde analisa o comportamento deste sector.

Bruxelas destaca que entre os países mediterrânicos, a Espanha destacou-se com 34 milhões de turistas internacionais entre Janeiro e Julho, o que traduz um crescimento de 4%.

O país do euro em maiores dificuldades financeiras, a Grécia, também esteve em destaque, com um aumento de 9,2% para 7 milhões de turistas. “Malta (+10%) e Portugal (+8%) também comunicaram um crescimento notável”, salienta a Comissão Europeia.

O sector do turismo foi um dos responsáveis pela recuperação da economia portuguesa no segundo trimestre, altura em que o PIB cresceu 1,1% face aos três meses anteriores.

“Apesar da crise económica, a Europa continua a ser um dos destinos mais procurados. As entradas de turistas internacionais na Europa aumentaram 5% durante o primeiro semestre de 2013, com os melhores resultados a registarem-se na Europa Central e Oriental (+9%) e na Europa Meridional e Mediterrânica (+6%)”, refere a Comissão Europeia.

Bruxelas acrescenta que “dezenas de milhares de empregos estão actualmente disponíveis no sector do turismo em toda a Europa, o que poderá dar alguma ajuda aos mais de 26 milhões de europeus que se encontram no desemprego”.

A Comissão Europeia criou o EURES, o primeiro portal de emprego pan-europeu, com muitos postos de trabalho disponíveis actualmente no sector do turismo, a fim de promover o emprego e a mobilidade no turismo.

"Hoje celebramos o Dia Mundial do Turismo. Nesta ocasião, é com prazer que tenho bons resultados para apresentar para a primeira parte da época turística deste ano — especialmente porque surgem num momento em que a maioria dos países da UE se depara com um desemprego elevado e com dificuldades económicas", diz o vice-presidente da Comissão Europeia, Antonio Tajani, Comissário responsável pela Indústria e pelo Empreendedorismo.

* A  9 deste mês a Associação de Hotelaria de Portugal revelou em comunicado, jornal "i", que a receita média por turista nos primeiros seis meses do ano tinha sido na ordem dos 95€,  referindo ainda que os ganhos tinham sido muito modestos. Assim não percebemos esta euforia da Comissão quando o relatório da AHP é bem mais cuidadoso na apresentação de resultados.




.
.
FACES SURREAIS

Alec Baldwin pintado como se fosse um lobo
(Fonte pareeerica)

 Anonymous
(Fonte: Giuseppe Mastromatteo)


 Cover My Face
(Fonte: Giuseppe Mastromatteo)

 Beaux Arts Magazine Closeup 
(Fonte: WALEE)

 Broken Heart
 (Fonte: Leonheart)

 Chest Of Drawers
 (Fonte: adnrey)

 C O R E.
 (Fonte: adnrey)

 Where’s Our Ear (Lady)
 Fonte: Giuseppe Mastromatteo)

 .