quarta-feira, 5 de junho de 2013

UMA GRAÇA PARA O FIM DO DIA




.
INVESTIGAÇÃO 
   CIENTÍFICA




CLIQUE EM "Programa OLHOS NOS OLHOS"

Se no dia indicado acima não teve oportunidade de ficar mais esclarecido sobre "INVESTIGAÇÃO CIENTÍFICA", dispense-se tempo para se esclarecer agora, este fabuloso programa é extenso mas terrívelmente claro.
Fique atento às declarações da Professora Elvira Fortunato



.
.
HOJE NO
" JORNAL DE NEGÓCIOS"

Fabricante do Magalhães 
ganha prémios na Computex

A maior tecnológica portuguesa venceu dois prémios na edição de 2013 da Computex com o computador portátil convertível Pupil 108 e o “tablet" MG Any 301.

A JP Inspiring Knowlede foi distinguida na edição de 2013 da Computex, a maior feira de tecnologia da Ásia, com dois prémios de design, informou a empresa em comunicado.

O design do computador convertível Pupil 108 e o “tablet” Any 301, ambos da família MG valeram à fabricante do Magalhães dois prémios na categoria “computadores e sistemas” para a educação. A responsabilidade do design é da tecnológica portuguesa.

Com um ecrã que roda sobre si próprio e que desce, transformando-se numa espécie de “tablet”, o Pupil 108 com sistema operativo Windows 8 e ecrã táctil. Também conhecido no meio como MG4C, este portátil partilha algumas das características que fizeram o sucesso do Magalhães: é à prova de choques e salpicos e possui cantos arredondados.

Já o Any 301 é um “tablet” que pode ser utilizado por crianças a partir dos três anos. Sensores fotográficos, Bluetooth, Wi-Fi e caneta de toque são alguns dos equipamentos incluídos no MGT1.

“Continuamos a ser distinguidos pelo nosso trabalho inovador nas áreas da Educação e da Tecnologia”, referiu o presidente da JP Inspiring Knowledge, lembrando que existem “mais de 4 milhões de Magalhães distribuídos em todo o mundo”. Jorge Sá Couto acrescenta que só em 2013 a JP Inspiring Knowledge recebeu “cinco prémios internacionais”.

* Prestigiante.

.
.


-VERSACE

PRIMAVERA VERÃO
FASHION WEEK
MILÃO
2013

.
.
HOJE NO
" DESTAK"

Mota Soares anuncia 80 contratos 
locais de desenvolvimento social 

O ministro da Solidariedade e da Segurança Social anunciou hoje um investimento de 20 milhões de euros em 80 contratos locais com autarquias e instituições de solidariedade para "combate à pobreza infantil e promoção à empregabilidade e inclusão social".


 No encerramento da interpelação ao Governo, da iniciativa do PS, sobre "políticas de emprego e combate à exclusão social", Mota Soares anunciou "80 contratos locais de desenvolvimento social", a celebrar entre a Segurança Social, autarquias e instituições sociais com "o objetivo redefinido de combate à pobreza infantil e promoção à empregabilidade e inclusão social". 

"Serão 20 milhões de euros alocados para o combate ao desemprego e à pobreza infantil mas também para territórios mais envelhecidos ou fortemente atingidos por calamidades e que passarão a beneficiar desta resposta de parceria e proximidade", disse o ministro.

* Ainda há quem acredite no Mota da lambreta, ele que explique de onde lhe chegam os 20 milhões.

.
.



2-ALEGRIA


 CIRQUE DU SOLEIL

video

 FONTE: 701jamir

.
.
HOJE NO
"i"

 Responsável da OCDE alerta para risco de corrupção nas empresas devido a crise

O diretor de Assuntos Jurídicos da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE) alertou hoje que a difícil situação económica de Portugal e outros países europeus pode aumentar a suscetibilidade das empresas à corrupção.


"A crise aumenta a pressão nas empresas, nos governos, e isto numa altura em que, particularmente na Europa, o objetivo passa pela criação de emprego, emprego e mais emprego", afirmou à agência Lusa Nicola Bonucci, para quem o combate ativo à corrupção ganha ainda mais importância no atual contexto de crise económica.
De acordo com o responsável da Organização para Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE), a "pressão de ter de criar e garantir postos de trabalho" pode levar a "um aumento dos casos de corrupção em Portugal ou em qualquer outro país da Europa", já que torna as empresas nacionais mais suscetíveis de recorrerem a este tipo de práticas ilícitas.

O responsável da OCDE falava à margem do encontro anual da região Europa-Ásia Central da Transparency International, que até sexta-feira junta em Lisboa cerca de 150 ativistas e especialistas de 46 países que vão discutir o impacto da corrupção na crise europeia e a importância do trabalho da sociedade civil na resposta a este flagelo global.

Trata-se do "maior encontro de organizações não-governamentais contra a corrupção alguma vez realizado em Portugal", segundo refere em comunicado a TIAC - Transparência e Integridade, Associação Cívica, representante portuguesa da rede global anti-corrupção Transparency International e responsável pela organização do encontro de Lisboa.

"O problema é que quando se começa a subornar, e a experiencia assim o tem demonstrado, esse fenómeno torna-se quase impossível de controlar", afirmou Nicola Bonucci, a quem coube a abertura do painel" Responding to the Crisis: An Opportunity for Transparency & Corporate Compliance".
É por isso que o diretor de Assuntos Jurídicos da OCDE instou as empresas portuguesas a resistirem a essa "tentação" e lembrou que apesar das grandes dificuldades que possam enfentar, a "corrupção nunca é uma boa decisão empresarial".

Nicola Bonucci salientou a importância de as empresas portuguesas e europeias adotarem medidas de prevenção e combate à corrupção de forma a abrir caminho a um ambiente empresarial livre desse flagelo.
Para alcançar esses objetivo, o responsável disse também ser fundamental reforçar os controlos e mecanismos de transparência corporativa a nível mundial.

O presidente da TIAC, Luís de Sousa, destacou, por sua vez, a importância da reunião que decorre em Lisboa, especialmente numa altura em que a crise europeia tem provocado, não só em Portugal como em toda a Europa, uma "perda generalizada da confiança nos sistemas político e económico".
"A aliança entre austeridade e corrupção é mortífera para a democracia", apontou o responsável português, salientando que a resposta à crise tem de ser feita "com transparência, integridade e responsabilização dos agentes políticos e económicos".

* Portugal não corre "risco" nenhum de corrupção, a corrupção em Portugal é uma certeza, um modo de vida!

.

JOSÉ MENDES

.





Do falhanço e do sucesso

1. Foi esta semana apresentado o estudo "25 Anos de Portugal Europeu", coordenado pelo antigo ministro da Economia Augusto Mateus, cuja conclusão global foi a de que este quarto de século de integração na União Europeia foi um semifalhanço. Em boa hora nos é dado a conhecer este diagnóstico, para que a preparação do próximo Quadro Estratégico Comum possa reconhecer os erros do passado e incorporar uma visão mais sustentável para o futuro. 

A frieza dos números revela que, nos últimos 25 anos, Portugal recebeu 9 milhões de euros por dia em fundos comunitários. São cerca de 80 mil milhões, que, ao contrário do atual resgate (de valor semelhante), nos foram entregues a fundo perdido. Apesar de uma indiscutível melhoria nas condições de vida dos portugueses, a utilização de todo este dinheiro resultou apenas numa frágil convergência em termos do PIB per capita, deixando-nos ainda muito abaixo da média europeia e com desequilíbrios regionais inaceitáveis.

A inexistência de uma visão para o futuro de Portugal fez com que as (pseudo)políticas de desenvolvimento tenham sido, nestes anos, um exercício de afetação e execução de dinheiros europeus em que a estratégia era condicionada pelas "etiquetas" associadas a cada rubrica dos fundos. Este percurso foi excecionalmente agravado pela inadequada estrutura da administração do território, a qual permitiu que a escala de reivindicação e aplicação de parte significativa dos fundos de coesão fosse o município.

Dispersaram-se assim os recursos em milhares de microprojetos, tantas e tantas vezes redundantes, sem que se tenham percebido apostas de competitividade fortemente ancoradas nas assinaturas de competências existentes ou mobilizáveis nas grandes regiões do território.

É por tudo isto que fico preocupado perante estas tentativas desajeitadas, pouco democráticas e inconstitucionais de criar comunidades de municípios que não têm a escala necessária para alavancar regiões e que resultam de convicções de governantes mais ou menos ignorantes que não se dignam sequer fazer qualquer estudo que suporte as suas propostas. Perante a insistência da maioria que nos governa, que parece querer ainda viabilizar o modelo Relvas, eu contraponho um desafio que tem tanto de atual como de necessário: cumpra-se a Constituição, abra-se o debate da regionalização, encontre-se um modelo democrático e financeiramente compatível com as possibilidades do país. Aquilo que tivemos até hoje não serve, como muito bem demonstra o estudo de Augusto Mateus.
Se não for dada esta oportunidade ao país, a História julgará a atual "elite" política como a mais incompetente e antipatriótica de que há memória em muitas e muitas décadas.

2. É um dos jornais mais antigos publicados em Portugal, mas é, acima de tudo, o periódico que mais persegue a vida de todos os dias que pulsa em diversos pontos do país e que nos estrutura enquanto sociedade. Numa altura em que os media atravessam uma crise gravíssima, o "Jornal de Notícias" aqui está a comemorar 125 anos com a solidez de um percurso marcante, sublinhando diariamente que a notícia está onde a vida acontece e merece ser ampliada.

Com a sua Redação central no Porto, o JN tem forçosamente uma política editorial que valoriza os acontecimentos que decorrem no Norte do país. E com isso equilibra um trabalho jornalístico que, em Portugal, se centraliza cada vez mais em Lisboa.

Em fevereiro deste ano, o JN reforçou a sua Redação em algumas capitais de distrito (onde tem já delegações e correspondentes). Com esta iniciativa, aumentou a noticiabilidade dessas regiões, comprovando-se que há muitos acontecimentos que merecem ser noticiados, muitas 'estórias' que têm de ser contadas e muitas fontes de informação que devem ser ouvidas. Nas páginas deste jornal, deparamo-nos com importantes relatos noticiosos que, ao terem eco num jornal nacional de grande expansão, entram num processo de 'agenda-setting', sendo depois ampliados noutros órgãos de Comunicação Social, ganhando grande notoriedade pública. Faz-se serviço público no JN. Parabéns.

IN "JORNAL DE NOTÍCIAS"
02/06/13

.
.

HOJE NO
"A BOLA"

Leões suspendem relações 
com o FC Porto
 
O Sporting anunciou esta manhã em comunicado a suspensão das relações institucionais com o FC Porto. Em causa estará a atitude do vice-presidente dos dragões, Adelino Caldeira, que segundo os leões terá desrespeitado o presidente do Sporting, Bruno de Carvalho e a instituição na final da Taça de Portugal de andebol.

O Sporting diz avançar para o corte de relações uma vez que o FC Porto não se terá desmarcado de tal atitude.

Leia o comunicado integral:
«A Direcção do Sporting Clube de Portugal e a Administração da Sporting SAD sempre afirmaram que no âmbito dos cargos para que foram eleitos e das funções para que estão mandatados, pretendem manter relações institucionais com todos os clubes e com eles trabalhar em prol do bem comum, o desporto nacional.

Foi sempre deixado bem claro que nunca seriam toleradas posições de subserviência relativamente a nada, nem a ninguém. Foi igualmente reafirmado inúmeras vezes que todos aqueles que se relacionam ou queiram relacionar com o Sporting Clube de Portugal terão que o fazer numa base de entendimento, assente no respeito mútuo.

No passado dia 2 de Junho de 2013, nos momentos que antecederam a final da Taça de Portugal, em Andebol, no Pavilhão de Tavira, os responsáveis da organização promoveram um encontro institucional de apresentação de cumprimentos entre os membros das Direcções do Sporting Clube de Portugal, representado pelo seu Presidente Bruno de Carvalho e do Futebol Clube do Porto, pelo vice-presidente Adelino Caldeira.

Naquele encontro, quando o Presidente do Sporting Clube de Portugal, no âmbito institucional e por normais princípios de urbanidade se preparava para cumprimentar o representante máximo da delegação adversária, este assumiu uma conduta inqualificável de total desrespeito pela instituição Sporting Clube de Portugal, com cenas lamentáveis que de imediato mereceram o devido repúdio e uma resposta cabal por parte dos dirigentes do Sporting Clube de Portugal.

Face aos graves acontecimentos ocorridos, que se traduziram num total desrespeito pela Instituição Sporting Clube de Portugal e após ter decorrido o tempo suficiente para que os dirigentes do Futebol Clube do Porto se demarcassem e retratassem da inqualificável conduta do seu representante, vem a Direcção do Sporting Clube de Portugal comunicar que suspende todas as relações institucionais com o Futebol Clube do Porto até que fique claro o seu efectivo respeito pela nossa Instituição, e sua efectiva vontade de estabelecer relações normais e de respeito pela Instituição Sporting Clube de Portugal.

Lisboa, 05 Junho de 2013
A Direcção do Sporting Clube de Portugal»
 

* A grosseria de alguns dirigentes desportivos está na proporção directa à corrupção política em Portugal.

.
.


MISTÉRIOS FANTÁSTICOS


6. PIRAMIDE DE SAQQARA







.
.
HOJE NO
"PÚBLICO"

PJ apreende um milhão de dólares falsos que iam ser trocados por droga

A Polícia Judiciária (PJ) do Porto apreendeu terça-feira um milhão de dólares falsos em Vila do Conde. As notas, que estavam numa caixa dentro de um automóvel, seriam para trocar por heroína, segundo fonte da Secção Regional de Investigação ao Tráfico de Estupefacientes.

“Já andávamos a seguir os suspeitos. Acreditamos que era para trocar por cerca de dez quilos de heroína. Estas transacções são cada vez mais comuns”, explicou um inspector-chefe daquela secção, que liderou a operação.

Durante a acção, a PJ deteve os três homens que estavam a ser investigados e seguiam na viatura. Para além do dinheiro, todo em notas de 100 dólares, a PJ apreendeu ainda dois computadores portáteis, três telemóveis e o carro alvo das buscas.

Os detidos, entre os 29 e os 50 anos, um vendedor de carros, um pintor de automóveis e um canalizador, estão ainda a ser ouvidos por um juiz de instrução criminal no Tribunal de Vila do Conde, indiciados por contrafacção de moeda. Desconhecem-se, para já, eventuais medidas de coacção aplicadas a algum dos detidos. Um deles tem já condenações anteriores por tráfico de droga.

Segundo a PJ, as notas, às quais faltavam pormenores de segurança presentes nas verdadeiras, valeriam no mercado de contrafacção de moeda cerca de 170 mil euros. “Acreditamos que os receptadores, que iriam receber as notas e entregar a heroína à troca, sabiam que as notas eram falsas. Notas contrafeitas como estas seguem normalmente para África, onde são mais fáceis de transaccionar”, explicou ainda o investigador.

Esta é a segunda grande apreensão de dólares falsos realizada pela PJ do Porto em poucos dias. Na semana passada, os inspectores apreenderam 450 mil dólares falsos.

* A nossa boa "judite", é um termo afectuoso, está cheia de gente competente.

.
.


CARMINHO 

MEU AMOR MARINHEIRO




.
.
HOJE NO

" DIÁRIO ECONÓMICO"

Paulo Macedo recusa convite 
para a administração da PT

O ministro da Saúde foi convidado para integrar a equipa da Portugal Telecom (PT), mas recusou o convite. 

Ao que o Económico apurou o ministro da Saúde foi convidado para integrar a equipa executiva da Portugal Telecom. No entanto, Paulo Macedo recusou. O antigo Director-Geral dos Impostos e ex-vice-presidente do conselho de administração executivo do Millennium BCP e da Medis preferiu continuar no Governo, com a tutela da Saúde, a ir para a PT.

Ontem foi anunciado que Zeinal Bava foi oficialmente nomeado como presidente da Oi, a maior operadora de telecomunicações brasileiras, cargo que acumulará com a liderança da PT Portugal. Em Portugal, a gestão da ‘holding' ficará a cargo de Henrique Granadeiro, que acumula a presidência do conselho de administração com a presidência da comissão executiva.

* Nem outra coisa era de esperar do melhor ministro deste governo. Mas nem o Vítor nem o Álvaro foram convidados...

.
.

ADRENALINA





.
.
 HOJE NO
"CORREIO DA MANHÃ"

Cerca de 1,3 mil milhões de toneladas alimentos desperdiçados

O desperdício alimentar é o tema do Dia Mundial do Ambiente, celebrado esta quarta-feira, dia 5 de junho.
Um terço da comida produzida em todo o Mundo não está a ser aproveitada, cerca de 1,3 mil milhões de toneladas de alimentos são desperdiçados anualmente, o que equivale à mesma quantidade produzida em toda a África subsariana.  

O tema 'Pensar.Comer.Conservar', escolhido pela Organização das Nações Unidas (ONU) para o Dia Mundial do Ambiente, que se assinala esta quarta-feira, convida à reflexão sobre a problemática do desperdício de comida e como esta pode passar a fazer parte das preocupações do quotidiano de cada cidadão.

O presidente da Agência Portuguesa do Ambiente, Nuno Lacasta, considera o tema do Dia Mundial do Ambiente, o desperdício alimentar, "muito oportuno" atendendo à existência de fome em alguns locais e de alimentos desaproveitados, assim como à crise económica.

Contudo, Nuno Lacasta salientou que já existem várias iniciativas, "em grande medida da sociedade civil, que se preocupa com desperdício existente, por exemplo, nos restaurantes e nas cantinas, (enquanto) depois há pessoas a passar fome".

Para o presidente da APA, o tema do Dia é igualmente importante "no contexto em que vivemos, de crise", referindo várias iniciativas, grande parte da sociedade civil, que refletem a preocupação com o desperdício.

O Dia Mundial do Ambiente, celebrado todos os anos a 5 de junho, tem como objetivo alertar populações e governos para a necessidade de proteger o ambiente.
Por ocasião do Dia Mundial do Ambiente a Organização das Nações Unidas (ONU) lançou uma campanha para apoiar a luta contra o desperdício de comida. Veja o vídeo da iniciativa que conta a participação do ator Don Cheadle e da modelo brasileira Gisele Bündchen. 


* Somos irresponsáveis, TODOS!

.
.
 NO MUSEU DE CERA

 Nicolas Cage


 Franklin D. Roosevelt



 The Terminator



 Stevie Wonder


 Superman



 Leonard Bernstein



 Mikhail Gorbachev



 Siegfried e Roy


 "Jack"no filme Titanic



 James Brown


Marilyn Monroe

.

HOJE NO
"O PRIMEIRO DE JANEIRO"

Queda ainda mais (4%) acentuada 

 O INE reviu hoje em baixa o crescimento económico nos primeiros três meses do ano, e estima agora uma queda de 4% face ao primeiro trimestre de 2012 e de 0,4% comparando com os últimos três meses do ano. 


Os números foram revistos após a estimativa rápida divulgada a 15 de maio pelo Instituto Nacional de Estatística e apontam para uma queda mais expressiva em 0,1 pontos percentuais do Produto Interno Bruto (PIB), explicando esta revisão com a “incorporação de informação adicional sobre comércio internacional”. 

A queda de 0,3% nas exportações de bens em volume no primeiro trimestre terá motivado parte da queda registada agora, tal como uma redução no efeito preço associado a estas trocas, apesar de se notar uma recuperação nas exportações de serviços. Esta é a segunda maior queda do PIB em termos trimestrais desde que há registo (primeiro trimestre de 1979, com colagem de dados do Banco de Portugal e com bases de contas diferentes), tendo o pior registo ocorrido no primeiro trimestre de 2009 (queda de 4,1% do PIB). 

O grande fator a empurrar a economia para a recessão continua a ser a procura interna, sendo que no primeiro trimestre deste ano foi o investimento em volume que maior contributo deu, passando de uma queda de 2,1% em termos homólogos no final do ano passado para 16,8%. O investimento em construção foi o que maior queda registou, passando de uma queda em termos homólogos de 18,5% no quarto trimestre de 2012 para uma queda de 25,7%. 

O consumo privado até registou uma queda menos pronunciada no primeiro trimestre do ano, especialmente devido a uma queda menos pronunciada da despesa das famílias em bens duradouros, como os componentes de automóveis. 

A queda homologa passa de 20,7% para 7,5%, muito por culpa de um efeito de base, uma vez que a queda tinha sido muito pronunciada no primeiro trimestre de 2012. A balança comercial conseguiu por sua vez um resultado positivo, atingindo os 1,4% do PIB no primeiro trimestre, contra uma queda de -1,7% no primeiro trimestre de 2012 e de 0,4% no último trimestre do ano.

* Com geitinho chegamos aos 5%...

.
.
 PARTO


video



.
.


HOJE NO
" DIÁRIO DE NOTÍCIAS"

Impacto da corrupção 
na crise europeia em debate hoje

Mais de 150 ativistas e especialistas de 46 países começam a discutir hoje em Lisboa o impacto da corrupção na crise europeia e a importância da sociedade civil na resposta a este problema mundial. 

No encontro, que decorre até sexta-feira, vão ser debatidos temas como 'as parceiras público-privadas', 'os conflitos de interesse dos políticos', o 'enriquecimento ilícito' e 'a recuperação dos ativos perdidos para a corrupção', de acordo com um comunicado da organização Transparência e Integridade, Associação Cívica (TIAC). 

A TIAC é a representante portuguesa da rede global anticorrupção Transparency International (TI). 
 O encontro internacional, no Instituto Universitário de Lisboa -- ISCTE, será aberto com a conferência pública «Responding to the Crisis: An Opportunity for Transparency & Corporate Compliance».
A conferência vai reunir especialistas portugueses e estrangeiros para refletir sobre o impacto da crise económica no clima de negócios e a necessidade de reforçar os controlos e mecanismos de transparência corporativa a nível mundial. 


Esta é a primeira vez que Portugal recebe o encontro anual de organizações não-governamentais contra a corrupção da região Europa-Ásia Central da TI. 

* Achamos pragmático que a reunião se efectue em Portugal, em matéria de corrupção o país é uma excelente cobaia.

.
.


5/ANALOGIAS
























.
.
 HOJE NO
" RECORD"

Guimarães recebe 
Festa Nacional da Ginástica 2013

A Festa Nacional da Ginástica 2013 vai decorrer em Guimarães, de 8 a 10 de junho, e conta com cerca de 4.500 praticantes, de 121 clubes e de todas as disciplinas, informou esta quarta-feira a Federação de Ginástica de Portugal.

Este evento vai disputar-se em oito espaços diferentes, com a realização de Campeonatos Nacionais, Taças de Portugal, Encontros, Opens, gala e exibições.

Esta iniciativa está integrada na programação de "Guimarães Cidade Europeia do Desporto 2013" e será o maior evento da ginástica alguma vez realizado em Portugal.

* Vamos à FESTA

.
.

E AGORA?...


video



.
.


HOJE NO
" JORNAL DE NOTÍCIAS"

UMinho cria material que ataca cancro 
sem afetar células saudáveis

Uma equipa internacional liderada por um investigador da Universidade do Minho criou um material microporoso com iões de zinco que suprime seletivamente certos tipos de cancro, sem efeitos negativos para as células saudáveis.
Em comunicado, divulgado esta quarta-feira, a Universidade do Minho (UMinho) sublinha que aquela pesquisa "abre um novo campo na luta contra o cancro". 

"Na presença de quantidades muito pequenas do novo material, conseguimos a supressão seletiva até 95% de um tipo de célula humana cancerígena ou 'imortal' e de uma célula que leva à cirrose em humanos", explicou o líder da equipa de investigação, Stanislav Ferdov.
O trabalho mostra como uma combinação de materiais porosos e iões de metal podem ser usados para a preparação de novos medicamentos na luta contra o cancro. 

"Aprofundando esta investigação, esperamos aumentar os genótipos de cancro que possam ser inibidos seletivamente e com eficácia", sublinhou o investigador do Centro de Física da UMinho.
Acrescentou que o potencial deste método é poder testar "in vivo e in vitro um grande número de materiais microporosos com vários iões metálicos. 

"Para os materiais desta classe, este pode ser um avanço sem precedentes", afirmou.
A pesquisa teve o apoio da Fundação para a Ciência e Tecnologia e acaba de sair na revista "RSC Advances".
Nela estiveram também envolvidos investigadores da Academia Búlgara de Ciências, do Centro Nacional de Doenças Infeciosas e Parasitárias da Bulgária e da Universidade de Aveiro.

* Há mais gente inteligente numa só universidade portuguesa do que em todo o espectro político nacional onde predominam os "xico-espertos".

.
.
 CASAS 
MARAVILHOSAS













.