sábado, 18 de maio de 2013

UMA GRAÇA PARA O FIM DO DIA


.
6-FREIRAS SEC XXI
 .
.

GRAVITY #3



PoRQUE UM BEIJO É APENAS 

UMA QUESTÃO DE FORÇA 

 DE GRAVIDADE


video


.
.
5-FREIRAS SEC XXI
 .
.

I.CAMINHANDO COM AS BESTAS


2. Novo Surgimento






.
.
4-FREIRAS SEC XXI
 .
.


A VIDA PRIVADA



DE SALAZAR
  

17º Episódio

video



.
.
3-FREIRAS SEC XXI
.

TIAGO MOTA SARAIVA

.


Para que serve 
um embaixador?

Nos últimos quinze anos tenho tido algumas experiências com embaixadas de Portugal, seja como emigrante ou empresário, mas aquele que identifico como o momento áureo da minha relação com o embaixadorismo-luso é a manhã em que, a quatro meses de umas eleições e encontrando-me a viver fora do país, um funcionário da embaixada local me convenceu que a única hipótese para exercer o meu direito de voto seria regressando ao país.

Contudo, ainda que tenha uma experiência pejada de insucessos, percebo a sua importância administrativa ainda que, felizmente, dela nunca tenha dependido. Quanto ao interesse nacional de continuarmos a manter as práticas dos actuais embaixadores já tenho mais dúvidas. A recente aventura académica do cidadão José Sócrates são mais um exemplo interessante. O embaixador Seixas da Costa, em notícias vindas a público não se inibiu de declarar que havia intercedido para que a candidatura do ex-primeiro ministro, depois de recusada, fosse aceite numa reputada instituição universitária francesa. Ora o que é curioso é que o representante dos interesses nacionais em França não se apercebe que, ainda que segundo o próprio se tenha circunscrito a facilitar contactos entre o cidadão e a instituição, a sua acção fere o direito constitucional de igualdade (não será de crer que estes bons serviços sejam prestados a todos os candidatos nacionais recusados por instituições francesas) sem que daí advenha nada de relevante para o interesse nacional.

Quem tem a oportunidade de conhecer a inteligente diplomacia económica e cultural que países como a França desenvolvem, por exemplo em Portugal, centrados na figura do embaixador e dinâmicos adidos culturais, a maioria do embaixadorismo-luso que conheço faz jus ao qualificativo mais simpático ouvido nos meandros da emigração que o classifica como “malta do croquete”.

IN "i"
18/05/13

.
.
2-FREIRAS SEC XXI
 .
.


4-A BATALHA

DE LA LYS



video



.
.
1-FREIRAS SEC XXI
.
.


WHOOPI GOLDBERG


Sister Act






.
.
HOJE NO
"PÚBLICO"

Série de animação portuguesa 
já chega a 20 países

Chama-se Nutri Ventures é uma série para crianças, explora os superpoderes dos alimentos saudáveis. Acaba de se estrear no Brasil, em Espanha e nos Estados Unidos, mas já tinha passado pela Casa Branca.
A roda dos alimentos foi transformada em sete reinos, cada um de sua cor e com poderes diferentes. É por lá que vão andar quatro pequenos heróis que vivem numa cidade sem alimentos. Descobrir sabores, cores, texturas e experimentar os nutri-powers vai obrigá-los a grandes aventuras. Como guia terão uma redonda e simpática criatura: o Guga Púrpura.
video

Este é um pequeno resumo da série de animação Nutri Ventures, criada por um engenheiro aeroespacial, Rodrigo Carvalho, e um gestor, Rui Miranda, e que se destina a crianças dos quatro aos dez anos. A ideia surgiu em 2009.

“Queríamos criar uma marca de entretenimento de âmbito global e pensámos no universo infantil. Logo se seguiu a ideia de ser em animação. A nossa sensibilidade ao problema da obesidade nas crianças trouxe-nos até aqui”, conta Rui Miranda ao Life&Style. E lembra que, “no mundo desenvolvido, a geração actual é a primeira que vai viver menos tempo do que a dos seus pais”.
O projecto correu bem e, passados quatro anos, “a série – que já vai na terceira temporada – foi vendida para 20 países, na Europa, América e Ásia, ganhou um mundo interactivo, músicas, jogos e o aplauso de instituições nacionais e internacionais que asseguram que os valores transmitidos pela Nutri Ventures estão de acordo com as recomendações de nutricionistas, médicos e pediatras”.
Uma dessas instituições é a Let’s Move, que tem Michelle Obama como mentora. Os dois sócios já se reuniram na Casa Branca com a equipa deste movimento que pretende combater a obesidade nos EUA. Também foi firmada uma parceria com Universidade de Liverpool, no Reino Unido.

Têm muitas parcerias gratuitas, “não são pontos de receitas mas servem o fim educativo a que nos propomos”. Rui Miranda parece sincero no seu empenho em fazer algo “para o bem da sociedade”. Para ele, “só isso é que faz sentido e dá alegria”.
Por isso, as marcas a que se associam, essas sim “com um contributo em vendas e lucros”, são todas “saudáveis”. E assegura que nunca veremos a Nutri Ventures ligada uma marca de fast food. “Nunca.”

80 mil crianças registadas

Em Portugal, a série passa na RTP2 e no Canal Panda, chegou ao top dos três programas mais vistos naqueles canais, com 30% de audiência. A entrada em Espanha também é motivo de satisfação para o gestor: “É importante pelo idioma, porque os conteúdos dobrados em espanhol são muito atractivos para o mercado latino-americano, onde queremos estar no próximo ano.” A isso acrescenta-se o facto de ser a primeira vez que um conteúdo português é emitido no Disney Channel em Espanha.
Razões para o sucesso? “Conseguimos criar uma história de facto muito divertida, com acção e aventura. Fomos felizes no projecto”, diz Rui Miranda, para a seguir valorizar a boa exploração daquilo a que se chama transmedia, permitindo que em cada plataforma haja conteúdos diferentes e múltiplas possibilidades de interacção com as crianças. “O que está no site, por exemplo, vai muito para além do que a série oferece na televisão.”

No site, já têm 80 mil crianças registadas e um milhão de visitantes únicos contabilizados. A Nutri Ventures desenvolveu entretanto uma aplicação para iOS.
O objectivo é potenciar modos diferentes de fruição e aprendizagem, “sempre com a preocupação de associar bons sentimentos e boas práticas à alimentação”. E todos os guiões são validados pela Associação Portuguesa de Nutricionistas. Para o gestor, “o que existia neste âmbito eram projectos quase sempre feitos por professores e psicólogos e muitas vezes excessivamente didácticos”.
Rui Miranda gostava que houvesse mais iniciativas como a Nutri Ventures, que mobilizassem os portugueses. E deixa um conselho, que é também um incentivo. “Apostem em ideias globais, valorizem as pessoas que trabalham convosco e tenham ambição.” Mas faz questão de clarificar que “ambição é diferente de ganância”.

“Mais grande, como a mamã”

Rui Miranda tem quatro filhos, com as seguintes idades: nove, sete, quatro e um ano. O de quatro gosta da personagem Teo, a de sete prefere a Nina e a de nove, a Lena. O gestor não pressiona os filhos para que vejam a série, mas vai observando os comentários e reacções. Uma espécie de sondagem doméstica, “só para ver o efeito”, diz bem-disposto.

Diz também que a página de Facebook da empresa tem alguns comentários muito positivos colocados pelas mães das crianças. Exemplo: “Mãe, hoje quero beber mais leite porque tenho jogo de futebol.” E tratava-se de uma criança não particularmente apreciadora da bebida.
De viva voz, escutámos Diogo Marcos, um miúdo de três anos que é fã da Nutri Ventures: “Gosto mais do Reino Amarelo porque é o que tem mais alimentos: milho, pão, arroz.” Perguntámos-lhe então se costuma comer todos aqueles alimentos. “Sim, sim, e fico mais grande, como a mamã”, responde muito rapidamente, antes de começar a cantar uma das canções da série. À pergunta sobre a que reino corresponde uma banana, começa logo a dizer alguns frutos e conclui: “Laranja.” Acertou.

*  Inteligência portuguesa.

.
.


LONDRES 1927



video



.
.
HOJE NO
" DIÁRIO DE NOTÍCIAS"

Número de desempregados 
licenciados aumentou 32,1%

O número de desempregados com ensino superior inscritos nos centros de emprego no final de abril aumentou 32,1% face ao mesmo mês de 2012, totalizando 87.958 pessoas, segundo o Instituto de Emprego e Formação Profissional (IEFP).
Tendo em conta o nível de escolaridade, os desempregados com o nível secundário constituem o maior grupo (168.808), tendo registado um aumento homólogo de 15,5%.
O número de desempregados sem qualquer grau de instrução subiu 15,5%, para um total de 39.179 pessoas.


Em termos de género, o desemprego aumentou mais entre os homens (13,2%) do que entre as mulheres (9%), somando 728.512 no final do mês de abril.
Entre os grupos de desempregados com mais peso encontram-se o pessoal dos serviços, de proteção e segurança, trabalhadores não qualificados dos serviços e comércio, empregados do escritório e operários da indústria e construção civil que representam 52,3% do total.
Em abril, o desemprego cresceu em todos os grupos profissionais exceto entre os operadores de máquinas e trabalhadores da montagem (-2,3%).

Os maiores acréscimos percentuais verificaram-se entre os quadros superiores da administração pública, um grupo pouco expressivo no total do desemprego, mas que cresceu 72,7%, e nos docentes do ensino secundário e superior (68,8%).

* Andam os jovens a esforçarem-se para não terem horizonte.

.
.
UTILIDADES/3














.
 HOJE NO
" RECORD"

Bernardo Sousa vence 
Rali Cidade de Guimarães

Bernardo Sousa (Ford Fiesta S2000) venceu este sábado o Rali Cidade de Guimarães, quarta prova do Campeonato Nacional de Ralis, disputada na capital europeia do desporto.

O piloto madeirense esteve sempre na luta pela liderança da prova e nem a quebra de dois braços da suspensão limitou o andamento imposto desde o arranque.

A primeira especial do dia permitiu a Bernardo Sousa readaptar-se à condução do Ford e recuperar ritmo competitivo, mas após o primeiro problema na suspensão, acabou por perder algum tempo. Bernardo Sousa teve de improvisar para procurar fixar o braço de suspensão partido de forma provisória e só o substituiu na paragem para a assistência.

No entanto, o problema voltou a repetir-se mas, apesar das soluções provisórias, conseguiu ser mais rápido que os adversários.

"Tivemos a nossa dose de problemas, mas felizmente conseguimos ultrapassá-los da melhor forma e garantindo aqui mais uma vitória, sem qualquer contestação, e com um excelente resultado para as contas do Campeonato que é o nosso principal objetivo, disse Bernardo Sousa no final do rali, em declarações à sua assessoria de imprensa.

O piloto sublinhou ainda que "não foi uma prova fácil", adiantando que teve de "arriscar bastante" em alguns momentos e que hoje sentiu que o "trabalho e esforço" da equipa "rendeu tudo o que podia render".

A próxima prova do Campeonato de Portugal de Ralis vai para a estrada a 8 e 9 de junho, com o Rali Centro de Portugal, na Marinha Grande. 

* Uma prova dura.

.
.


DANÇANDO NO VARÃO







.
.

HOJE NO
"CORREIO DA MANHÃ"

Médico receita sexo oral a paciente

Uma mulher foi aconselhada pelo médico a fazer sexo oral ao marido.

Um médico em Sacramento, nos Estados Unidos, receitou a uma paciente que fizesse sexo oral com o marido, duas vezes por semana, antes de se submeter a uma endoscopia digestiva alta (EDA).
 A mulher disse ao médico que não se queria sujeitar a um procedimento invasivo como é a EDA, visto sofrer de refluxo gástrico e, até no dentista, se engasga várias vezes.
O Dr. J. Peter Zegarra terá então sugerido algo para a perda de sensibilidade da sua paciente, receitando a “prática de sexo oral, duas vezes por semana, no marido, para corrigir a necessidade de vomitar ao engolir”, referiu o Conselho Médico da Califórnia.
Zegarra foi avisado pelo Conselho Médico da Califórnia sobre a “sugestão lúdica”, sendo alvo de uma reprimenda pública. “O seu comportamento foi pouco profissional”, disse a porta-voz dessa organização, alertando que “uma resposta mais apropriada teria sido o ideal para lidar com os problemas desta mulher”.

* É caricato mas pode ter lógica. E para a hérnia do hiato dará resultado???

.
.
2-A VIDA É BELA?















.
.
.
HOJE NO
"i"

Dois anos de troika. 
Promessas falsas e sacrifícios
 acima do esperado

“Os ministros das Finanças da zona euro congratulam-se com o apoio expresso pelos partidos da oposição e apelam a todos os partidos políticos para que garantam uma implementação rigorosa e rápida do programa.” A 16 de Maio de 2011 o Eurogrupo aprova o pacote de ajuda de 78 mil milhões a Portugal e aplaude a postura dos partidos então na oposição – e hoje no governo. Governo e oposição comprometem o país a chegar ao final de 2013 com um défice de 3%, uma dívida de 108,6% e já com a economia em expansão, de 1,2%.

Dois dias. Este foi o tempo que demorou até chegar o primeiro sinal que o optimismo nas previsões não ia correr bem. 18 de Maio de 2011:o Instituto Nacional deEstatística divulga que Portugal tem afinal 689 mil desempregados em Março de 2011, mais 71 mil que em Dezembro de 2010. Este salto deveu-se tanto às mudanças no método de contabilização do INE, como à deterioração significativa da economia portuguesa no início de 2011. “Para os observadores do mercado de emprego estes dois efeitos desactualizam por completo a previsão do governo de 13% para o desemprego em 2013”, noticiava então o i. Longe estava o país de imaginar as derrapagens que se seguiriam, suficientes para destruir os pressupostos sobre os quais o ajustamento português foi pensado.

Défice 
O acordo da troika com PSD, PS e CDS dizia que entre 2012 e 2014 Portugal acumularia um défice de 9,8% – com 4,5% em 2012, 3% em 2013 e 2,3% em 2014. Agora, as mais recentes previsões daCE apontam para um défice acumulado nestes três anos de 14,4%. A diferença, de 4,6 pontos percentuais, traduzida em euros, significa uma derrapagem de mais 7,6 mil milhões de euros de défice acumulado face ao desenho inicial do ajustamento português, valor que foi ajudar na engorda da dívida.

Dívida Pública 
A derrapagem no défice, graças ao congelamento quase completo da actividade económica em Portugal, foi então uma das razões para que as metas definidas para a dívida também tenham derrapado, mas não foi a única.
O acordo inicial previa que este ano a dívida portuguesa chegaria ao seu máximo: 108,6% – perto de 184,6 mil milhões de euros. Porém, a evolução da crise, a deterioração da economia, das contas e das empresas tornou este objectivo risível. A última previsão daComissão Europeia para este ano aponta para uma dívida de 123% do PIB – 202 mil milhões de euros. São mais 17,5 mil milhões de euros que o previsto, uma derrapagem que equivale a 10,5% do PIBcom que Portugal chegará ao final deste ano. A derrapagem, contudo, não fica por aqui, já que a dívida deve continuar a crescer nos próximos anos, ao contrário do antecipado há dois anos.

Consumo privado 
Era o alvo a abater pelas autoridades internacionais e nacionais:os portugueses vivem acima das possibilidades, logo, acabe-se com isso. Pior a emenda que o soneto:a austeridade devia fazer com que o consumo privado recuasse 5,1% de forma acumulada entre 2012 e 2013, mas a realidade e o “ir além da troika” acabou por provocar um recuo que já vai em 8,9%, contando com a quebra de 3,3% este ano, sendo esta a maior das causas da explosão do desemprego nos últimos anos.

Desemprego 
Imagine cinco Estádios da Luz cheios. As cerca de 312 mil pessoas que enchem esses cinco recintos são aquelas que perderam o emprego em Portugal nos últimos dois anos e que, segundo a troika, não o iam perder. A austeridade, o congelamento do consumo e o intensificar da crise levaram a uma explosão do desemprego no país. Em meados de 2011 previa-se uma taxa de 12,4% de desemprego para este ano. Já as mais recentes previsões evidenciam que a taxa será no mínimo de 18,2%, ou seja: em vez de 668 mil desempregados, há 980 mil. São mais 47%.

Exportações 
Era o trunfo na manga. A teoria para a recuperação portuguesa apostava em duas vias:esmagamento do rendimento para reduzir as importações e fazer explodir as exportações. A parte fácil até foi feita, com cortes salariais e o custo de vida a aumentar de tal forma que os portugueses deixaram de consumir. Agora, o difícil continua por fazer:o programa assenta a recuperação económica do país à boleia do crescimento das exportações, que deveria ser de 5,9% em 2012 e mais 6,5% este ano. Os números mais recentes mostram, contudo, que as exportações só irão crescer 3,3% e 0,9%, em 2012 e 2013.

PIB 
A acumulação de derrapagens e dos efeitos secundários das mesmas, fez com que a evolução da economia portuguesa fosse no sentido oposto ao previsto no Memorando. Na teoria, seria já este ano que o crescimento regressava, com o PIB a expandir 1,2% em 2013, depois de uma contracção de 1,8% em 2012:os dois anos somados resultariam assim num recuo de apenas 0,6% do PIB. Os factos mostram um cenário bem mais negro:em 2012 e 2013 o PIB irá recuar 5,5%.

* Uma boa síntese sobre como os políticos nos exploram!

.
.


Google Glass

no nosso quotidiano




.
.
HOJE NO
"A BOLA"

ANDEBOL
Portugal garante apuramento para o Europeu feminino de sub-19

A Seleção Nacional feminina de sub-19 derrotou, este sábado, a sua congénere de Montenegro, por 30-23, garantindo o apuramento para a fase final do Europeu da categoria.
Mónica Soares, com dez golos, assumiu o destaque da jovem Seleção Nacional, bem acompanhada por Neuza Valente e Ana Gante, ambas com seis.
O Campeonato da Europa realiza-se entre 1 e 11 de agosto, na Dinamarca.

* Importante é apoiar as camadas jovens, os jogos devem ter mais assistência!

.
.
ENTRE A FICÇÃO 
E A REALIDADE


Jennifer Love Hewitt


Tamara Ecclestone

Tara Reid


Scarlett Johannson


 Misha Barton

 .

.

 EM DIRECTO


video



.

ESCOLHAS DE SÁBADO

.
 COMPRE JORNAIS








.