domingo, 12 de maio de 2013

UMA GRAÇA PARA O FIM DO DIA

.

.
12-DESPREZÍVEIS
.
 .
.
 7.O SEXO COMANDA
 A VIDA???
























.
. .
11-DESPREZÍVEIS
.

.
 4- A Corrupção
na Origem de Crise

 PEDRO BINGRE
video



Reproduzimos a 4ª e última parte de um esclarecedor debate
promovido pela Associação 25 de Abril, a 6 de Dezembro de 2012, para que não caia nos esquecimento.
.
.
10-DESPREZÍVEIS
.
 .
. .
Ensino russo tenta
adapatar-se ao
mundo moderno

video

 Uma visita a algumas instituições de ensino russas.

Um trabalho EURONEWS editado em Abril de 2012


.
.
9-DESPREZÍVEIS

PEDRO TADEU

.


A esquizofrenia moral 
                    do doutor Paulo Portas

Foi o próprio Paulo Portas que colocou a questão em termos éticos e morais: "Vivo a circunstância política em que tenho de cumprir com o meu dever perante o País e devo também procurar ser quem sou, o que significa estar em paz com a minha consciência."
Imagino que a consciência do cidadão Portas pense que "a liderança é antes de tudo o mais um mistério que nem sempre pode ser explicado pela racionalidade lógica". Talvez por isso o ministro de Estado imponha aos funcionários públicos a chantagem da escolha entre a mobilidade especial - 18 meses com salário reduzido e, depois, desemprego - ou a aceitação de rescisões imediatas.
Imagino que a consciência do líder democrata-cristão se interrogue: "Haverá alguma coisa mais humilhante do que estar condenado a não poder ganhar o seu próprio sustento?" Mas o dever do líder do PP conforma-se em atirar para o desemprego, sem direito a subsídio, mais 30 mil pessoas.
Imagino que a consciência conservadora de Paulo Portas admita que "a inclusão ou exclusão das pessoas feridas e postas de lado define todos os projetos económicos, políticos, sociais e religiosos" e que "uma pessoa que trabalha deve tirar tempo para descansar, para estar com a família, para se distrair", pois "quando o trabalho não dá espaço ao ócio saudável, ao repouso reparador, escraviza". Mas o jurista Paulo Portas acha correto cortar salários a quem já foi, nos últimos dois anos, particularmente castigado e a aumentar o horário de trabalho a, pelo menos, 600 mil pessoas.
Também acho que o antigo jornalista Paulo Portas acredite que "os direitos humanos não são violados apenas pelo terrorismo, pela repressão ou pelo assassínio, mas também pelas estruturas económicas injustas", e que critique o facto de "na cultura predominante de corte neoliberal, o imediato, o visível, o rápido, o superficial ocupem sempre o primeiro lugar e o real ceda a vez à aparência". Mas o político Paulo Portas, vergado pela pressão da ilusória solução rápida para os nossos problemas, prefere cortar 4800 milhões de euros em serviços prestados pelo Estado sem saber muito bem onde a cegueira dessa amputação vai cair.
O católico Paulo Portas aceitará como dogma todas as frases do Papa Francisco - as que citei, entre aspas, e também esta: "A medida de todos os seres humanos é Deus, não o dinheiro." O governante Paulo Portas, não.
Que Portas defenda a sua política, está certo. Que nos atire com moral à cara, está errado. Infelizmente, o forte cheiro a hipocrisia cobre qualquer aroma de honestidade intelectual ...
Resolva lá sozinho, senhor ministro, o seu problema de consciência, essa sua esquizofrenia moral.

IN "DIÁRIO DE NOTÍCIAS"
07/05/13

.
.
8-DESPREZÍVEIS
.
 .
.


MITOLOGIAS



II-A LUTA DOS DEUSES


4-MEDUSA




.
.
7-DESPREZÍVEIS 

.


FRANCISCO MENEZES


Interpreta Jon Bon Jovi




.
.
6-DESPREZÍVEIS
.
 .
.  

Numa smartshop
perto de si


video



.
.
5-DESPREZÍVEIS



.
.
 8 - NA CIDADE





















.
.
4-DESPREZÍVEIS
.
.
.

Meninas vêm aí gémeos!



video



.
.
3-DESPREZÍVEIS
.
 .
.

2-PARA AS PERNAS

DAS MENINAS














.
.
.
2-DESPREZÍVEIS




.
.


DO ALASCA À PATAGÓNIA


DE MOTO




.
.
1-DESPREZÍVEIS




.
.
  

CEREAIS




APETITOSOS






















.