sexta-feira, 12 de abril de 2013

UMA GRAÇA PARA O FIM DO DIA

.
A CEIA DOS CANIBA(L)IS







.
.
Que educação
recebem as crianças
refugiadas?



 Um trabalho do euronews difundido em Fevereiro de 2013

.
.
HOJE NO
" DESTAK"

Procuradora-geral defende maior especialização na área da justiça juvenil 

A procuradora-geral da República, Joana Marques Vidal, defendeu hoje, no Porto, a "necessidade clara" de especialização dos profissionais ligados à justiça juvenil, sublinhando que nesta área "temos muito a caminhar". Joana Marques Vidal advogou a especialização, "quer seja no âmbito da perspetiva da proteção" determinada para os jovens delinquentes, "quer no âmbito tutelar educativo". 


A procuradora-geral falava no seminário internacional Prevenção Criminal, Justiça e Segurança, que decorre hoje em segundo e último dia na Faculdade de Direito do Porto, tendo focado a sua intervenção nas questões associadas ao direito das crianças e dos jovens e à delinquência juvenil.

* Ainda não se lhe ouviu uma asneira e está a acabar com o mediatismo da Procuradoria.

.
.

APPARITION

KLAUS OBERMAIER

Ars Electronica Futurelab





.
.
HOJE NO
"i"

Noruega quer construir o primeiro 
túnel do mundo para navios 

O governo da Noruega anunciou que quer construir o primeiro túnel no mundo para navios, com o objetivo de ajudá-los a navegar por uma secção instável da costa sudoeste do país.

O plano em 10 anos do governo norueguês irá reservar mil milhões de coroas norueguesas (133 milhões de euros) para a construção do túnel marítimo de Stad, o nome da península da Noruega conhecida pelos seus ventos fortes e águas agitadas.

A via de passagem para os barcos terá 1,7 quilómetros e será construída numa parte da encosta montanhosa da península, ligando duas grandes entradas do mar entre altas montanhas rochosas, marcas características da costa da Noruega.
“O projeto irá ajudar a melhorar a segurança e a navegabilidade” na região, disse o governo.
Com um custo estimado em 1,6 mil milhões de coroas norueguesas, a construção está prevista começar o mais cedo em 2018 e a obra irá levar quatro anos a ser realizada.
O governo norueguês não tornou claro de que forma os custos que excedem as mil milhões de coroas norueguesas, fornecidas pelo governo, seriam financiadas.
Já existem túneis para barcaças, como o Canal do Midi em França, mas o túnel de Stad será o primeiro no mundo capaz de acomodar cargas de grande porte e navios de passageiros até 16,000 toneladas.
“Será o primeiro túnel no mundo que poderá ser usado por grandes barcos como navios cargueiros ou o ‘Coastal Express’”, o navio turístico que percorre a costa norueguesa, disse Ottar Nygaard, presidente da pequena localidade de Selje e responsável pelo projeto.
De acordo com um recente estudo realizado pela empresa especializada Nordvest Fjordservice, nas águas da península de Stad ocorreram 46 acidentes e 33 mortes desde o fim da Segunda Guerra Mundial.

* Os Vikings são bons e corajosos  navegadores,

.
.

C-A HISTÓRIA DA CIRURGIA


4- PEÇAS DE REPOSIÇÃO





.

.

HOJE NO
"A BOLA"

UEFA aplaude academia 
de árbitros portugueses

A UEFA elogiou a criação da Academia de Arbitragem, por parte da Federação Portuguesa de Futebol (FPF).

«Estamos muito satisfeitos por saber que a Federação Portuguesa de Futebol vai avançar com a criação da Academia de Arbitragem, sob liderança do presidente do Conselho de Arbitragem, Vítor Pereira», fez saber o membro do Comité de Árbitros da UEFA, David Elleray, na página da Internet da FPF.
Para Elleray, que desempenha também funções no Centro de Excelência de Arbitragem da UEFA, a iniciativa vai melhorar a formação no setor: «Os árbitros e os observadores portugueses tirarão benefícios semelhantes com esta nova Academia de Arbitragem.»

A apresentação oficial da iniciativa está marcada para próximo sábado no Salão Nobre da Reitoria da Universidade de Coimbra. 

* Tudo o que seja feito para melhorar a qualidade dos árbitros que no contexto geral é muito boa, será bem vindo.

.

ANTÓNIO LOBO ANTUNES

.








Sempre gostei de ti

"Ela sozinha, ela independente, ela livre, professora numa faculdade ou isso, a sombra do sorriso de dantes aguentava-se, as covinhas também, mas a gordura, as rugas, o cabelo, as sardas nas costas da mão, quem te deu licença de te tornares assim, quem me deu licença de me tornar assim, o que vale aquilo que somos agora, o que podemos fazer"
Passados muitos anos ela disse-lhe
- Sempre gostei de ti, sabias?
e ele espantado: nem sonhava, era muito novo, quinze ou dezasseis anos, não reparava nessas coisas. Ficou a olhá-la, sem acreditar
- A sério?
e o que via era uma senhora de cinquenta anos que engordara, ganhara rugas, pintava o cabelo, mantinha, quando muito, uma sombra do sorriso de dantes no sorriso de agora, as mesmas covinhas nas bochechas, os mesmos olhos redondos mas com pálpebras diferentes, pregas injustas no pescoço, essas sardas que, a partir de certa altura, começam a aparecer nas costas das mãos, pernas espessas, sem tornozelos, onde pernas estreitas dantes, a cintura substituída por um relevo redondo. Espantou-se também com isso, com a crueldade das mudanças dela, esquecido, por instantes, da crueldade das mudanças dele, o cabelo ralo, os óculos, a cicatriz da operação a uma coisa na pele a que torceram o nariz no hospital e, no entanto, correu bem, ficou o lábio um bocadinho repuxado, ficou uma órbita mais redonda do que a outra, mas agora só precisava que o vissem de ano a ano
- Teve muita sorte
e ele grato à sorte às vezes, outras nem por isso, ao pensar
- No fundo qual é a piada de estar vivo?
e a arrepender-se logo da frase, não fosse o destino tomá-lo à letra e mandar-lhe outra coisa na pele ou noutro sítio qualquer, o que não falta numa pessoa são sítios para as doenças, a quantidade de tralha que a gente tem cá dentro. E agora, de repente, salta-lhe do passado, sem mais nem menos, aquela rapariga
(rapariga?)
com uma pergunta que o deixou banzo
- Sempre gostei de ti, sabias?
ele que tinha a certeza que ela nem reparava, a cochichar com as amigas, toda segredos e alegrias, na sua ideia indiferente a ele, indo-se embora sem o olhar sequer. Lembrou-se de uma ocasião lhe terem deixado uma prata de chocolate azul no livro de Geografia, de se demorar na prata a pensar - Quem meteu isto aqui?
saltou-lhe, quase sem querer
- Foste tu quem meteu uma prata de chocolate no meu livro de Geografia?
e a rapariga à sua frente
(rapariga?)
a corar, que estranho como, apesar da idade, as mulheres ainda coram, ainda apertam os dedos uns nos outros, ainda perguntam
- A sério que nunca deste por nada?
e claro que nunca deu por nada, acabou por deitar a prata fora, que patetice, ele com uma vontade súbita de reaver a prata, tirá-la da carteira, por exemplo, e mostrar-lha
- Olha
e ela mais corada ainda, apertando mais os dedos uns nos outros, erguendo um ombro, ela enternecida, quase à beira das lágrimas que se percebia pela tremura das pálpebras, ela, feliz
- Obrigada
porque afinal ainda existia, ainda era nova, ainda tinha esperança, ela divorciada
- Há séculos
um neto com dois anos do filho emigrado na Holanda
- Casou com uma holandesa, é engenheiro
e portanto ela sozinha, ela independente, ela livre, professora numa faculdade ou isso, a sombra do sorriso de dantes aguentava-se, as covinhas também, mas a gordura, as rugas, o cabelo, as sardas nas costas da mão, quem te deu licença de te tornares assim, quem me deu licença de me tornar assim, o que vale aquilo que somos agora, o que podemos fazer, ela
- E se a gente almoçasse um dia destes?
ele a concordar com entusiasmo para dentro e, no entanto, calado porque as pernas, porque os tornozelos, ela a compreender melhor do que ele pensava
- Alterei-me muito, não foi?
e a tremura das pálpebras a aumentar, uma lágrima, desta feita presente, a embaciar-lhe o sorriso
- Sempre gostei de ti
a frase não jovial, trémula
- Sempre gostei de ti
a lágrima apanhada com o mindinho
- Interessa-me lá como tu és agora
não lhe interessava a ela como ele era agora mas interessava-lhe a ele como ela era agora, meu Deus o que faço eu com o convite do almoço, desculpou-se
- O melhor é dares-me o teu telefone e eu depois ligo
e não ligar, é evidente, sobretudo não ligar, gordura, rugas, as raízes do cabelo grisalhas, nem pensar em ligar, para quê, para sentir pena de si mesmo, para sentir pena dela, recebeu uma página de agenda com um número escrito e enfiou-o na algibeira sem olhar para ele
- Assim que nos separarmos vai fora
não lhe entregou o seu, claro, cair numa asneira dessas nem sonhar, ainda me chama mesmo e depois, separaram-se com um par de beijinhos castos que ele desejaria mais rápidos e nem olhou para trás, quais cinquenta anos, cinquenta e cinco no mínimo, que horror tudo isto, que pesadelo, que estranho e, ao mesmo tempo as covinhas, o sorriso, os olhos redondos, que lindos os olhos redondos porém agora as pálpebras diferentes e as sardas nas costas das mãos, o que lhe repugnavam sardas nas costas das mãos, a avó dele assim e o susto dela lhe tocar, ele a implorar calado
- Por favor não me toque, senhora
de maneira que amarrotou a página da agenda no bolso antes de puxá-la para a deitar fora e só ao abrir discretamente
(era a favor da higiene nas ruas)
a palma para que a folha com o número caísse no chão reparou que era uma prata de chocolate azul.

IN "VISÃO"
11/04/13

.
.
HOJE NO
"PÚBLICO"

Emídio Guerreiro é o novo secretário de Estado da Juventude e Desporto

Emídio Guerreiro, actual vice-presidente da bancada do PSD, é o novo secretário de Estado da Juventude e Desporto, apurou o PÚBLICO.
VAI P'RÁ DIÁSPORA
A pasta está nas mãos de Luís Marques Guedes, que é o novo ministro da Presidência e dos Assuntos Parlamentares, que herda parte das pastas de Miguel Relvas. Até agora, as pastas da Juventude e do Desporto eram exercidas pelo secretário de Estado Alexandre Mestre.Os novos secretários de Estado deverão tomar posse este sábado, em conjunto com os dois novos ministros, Miguel Poiares Maduro e Miguel Marques Guedes.

Emídio Guerreiro tem 47 anos, é psicólogo e deputado eleito pelo círculo de Braga desde 2005. O deputado integrava até agora a Comissão Parlamentar de Educação, Ciência e Cultura e era vice-presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito às Parcerias Público-Privadas do Sector Rodoviário e Ferroviário.

O social-democrata exerceu ainda funções como vogal do conselho de administração do Instituto de Droga e Toxicodependência, foi vereador da Câmara de Guimarães e assessor do ministro adjunto Luís Marques Mendes num executivo chefiado por Cavaco Silva entre 1992 e 1995. Antes, entre 1990 e 1991, Emídio Guerreiro foi presidente da Associação Académica de Coimbra.
Em 2012, em declarações à Renascença, Emídio Guerreiro afastou a hipótese de concessão de escolas públicas a privados ou a aposta em novos contratos de associação. “A título pessoal nem sequer concordo com muitas dessas medidas, pois não me identifico com elas. E do ponto de vista legal nem estou a ver como se pode fazer uma coisa destas: pega nos funcionários públicos de uma escola e transfere-os para o privado?”

* Não vai ser díficil fazer melhor que o "Mestre" da emigração.

.
.
O CÓDIGO TEMPLÁRIO

1. A BUSCA do TESOURO TEMPLÁRIO





.

HOJE NO
"DIÁRIO ECONÓMICO"

 "A Estradas de Portugal é insustentável"

Presidente das Estradas de Portugal diz que "se nada fizermos" a empresa "não terá sustentação".

António Ramalho, presidente da Estradas de Portugal disse hoje que o volume de dívida da empresa "é verdadeiramente insustentável, mesmo que estivéssemos num país que fosse importador de capitais e sem as condições adversas que estamos a viver".

O Presidente da Estradas de Portugal (EP) revelou que até 2030, o actual grau de responsabilidades da Estradas de Portugal com as concessões rodoviárias é de 16 mil milhões de euros, sem IVA, "o que representa mais de 15 vezes o EBITDA da empresa".
"Se nada fizermos, se nada negociarmos, se não conseguirmos reduzir este valor para um valor financiável a EP não terá sustentação", sublinhou António Ramalho na comissão parlamentar de inquérito às PPP.


Questionado pelo deputado comunista Bruno Dias, António Ramalho admitiu que o valor de cinco mil milhões de euros, sensivelmente o triplo do EBITDA da EP "é um valor aceitável e financiável" no actual quadro financeiro comunitário.
Desde há cerca de quatro meses, António Ramalho preside a uma comissão de renegociação dos contratos de 15 PPP rodoviários com o objectivo de reduzir os encargos do Estado, já em 250 milhões de euros durante o presente ano.

O presidente da EP revelou ainda que até ao momento já ocorreram 46 reuniões plenárias no âmbito desse processo de renegociação.

* Nesta situação tem muita responsabilidade Almerindo o "iluminado" que também fingiu reestruturar a RTP.

.
.

JACINTA


A FORMIGA NO CARREIRO





cantando ZECA AFONSO


.
.
HOJE NO
"CORREIO DA MANHÃ"

Basta um telemóvel para sequestrar avião 

Hacker provou através de uma aplicação móvel que os piratas do ar não precisam de estar a bordo da aeronave.

Hugo Teso, consultor de segurança que possui formação em pilotagem na aviação comercial, criou uma aplicação (app) para o sistema operativo móvel Android, a 'PlaneSploit', que pode ser usada para controlar um avião. Esta 'app' foi apresentada na conferência 'Hack in the Box', em Amesterdão, Holanda, como resultado de três anos de investigação.
A 'app' pesquisa os alvos, invadindo as emissões radiofónicas entre os aviões e as torres de controlo, recorrendo depois a um segundo sistema de comunicação que envia mensagens virais que permitem o controlo total do avião (ou então uma manipulação indireta do piloto). 

A 'app' funciona em terra, pelo que nem sequer é preciso estar dentro do aparelho. Teso conseguiu implementar a aplicação com materiais que encontrou em sites de vendas por menos de oito euros.
Embora a 'app' se destine apenas para fins demonstrativos, existe uma forte possibilidade de se tentar utilizar este programa para ataques terroristas.

A única maneira de evitar este cenário é esperar que as empresas de aviação e de gestão de tráfego resolvam esta falha o mais rápido possível.

* O terrorismo é eficaz porque é simples e para os políticos quanto mais complexidade melhor.

.
.

SANIDADE MENTAL?




.
. . 
HOJE NO
"O PRIMEIRO DE JANEIRO"

Reforço de energia positiva 

O ministro da Defesa considerou hoje um reforço de energia positiva a substituição de Miguel Relvas por Marques Guedes e Miguel Poiares Maduro, que dará mais confiança ao Governo. 

"Há aqui [entrada dos novos ministros] um reforço de energia positiva, que seguramente dá maior confiança também para que nós tenhamos melhores capacidades para ultrapassar estas dificuldades", afirmou Aguiar Branco a bordo da fragata Vasco da Gama, durante o exercício militar INSTREX, comandado pela Marinha. 
Questionado se a remodelação governamental é suficiente para ultrapassar os obstáculos e as dificuldades da governação, o ministro respondeu, entre sorrisos: "Espero bem que sim". Aguiar Branco desejou ainda "muito boa sorte" a Marques Guedes e a Miguel Poiares Maduro. "Porque Portugal precisa que o desempenho dos senhores novos ministros se situe no máximo das suas capacidades, uma vez que o país exige que demos o melhor de nós próprios", frisou. 

O primeiro-ministro anunciou a substituição do ministro adjunto e dos Assuntos Parlamentares Miguel Relvas por Miguel Poiares Maduro e por Luís Marques Guedes. O professor universitário de direito Miguel Poiares Maduro vai ser ministro adjunto e do Desenvolvimento Regional e o atual secretário de Estado Luís Marques Guedes passa a ministro da Presidência e dos Assuntos Parlamentares, em substituição de Miguel Relvas. Miguel Relvas apresentou a sua demissão do executivo há mais de uma semana alegando "falta de condições anímicas para continuar no Governo". 
 Os dois ministros vão ser empossados no cargo pelo presidente da República numa cerimónia prevista para as 12h00 de sábado no Palácio de Belém.

* Este governo tem andropausa cerebral não há viagra que lhe chegue.

.
.


4- NOIVAS




SOFISTICADAS





















.
.
HOJE NO
" DIÁRIO DE NOTÍCIAS"

Gaspar é "um psicopata social" 

 Ex-assessor do ministro da Economia acusa: "Trata-se de um psicopata social e não de um ministro das Finanças".

Carlos Vargas, ex-assessor do ministro da Economia, Álvaro Santos Pereira, acusa o ministro das Finanças, Vítor Gaspar, de ser "um psicopata social e não um ministros das Finanças". Na sua conta no twitter, o ex-assessor do Governo afirma que "cada dia que passa mostra que Vítor Gaspar é o ministro das Finanças mais arrogante e mais incompetente desde o reinado de D.Maria II".
Em post anteriores, o antigo jornalista da RTP deixava esta pergunta: "Se trabalhassem numa empresa privada, Gaspar e Borges ainda teriam emprego?". E sobre sobre António Borges, conselheiro de Passos Coelho para as privatizações e renegociações das PPP, que chegou a defender que "o ideal era que os salários descessem", Carlos vargas escreveu o seguinte. "O ideal é que o salário de Borges (25 mil euro/mês) descesse, digo eu".
Há ainda outro comentário que gerou polémica nas redes sociais. "A propósito de concorrência entre bancos, quantos responsáveis do regulador - o Banco de Portugal - não provém da própria banca? Ah, pois é", escreveu o ex-assessor do governo que deixou o ministério da Economia há dias.

* Sem palavras.

.
.

SERÁ UM CARRO?



SERÁ UM BARCO?






.
.
HOJE NO
" RECORD"

 Clube diz que alcançou em dois 
meses o que falhou em 17 anos

Depois de ter comunicado à CMVM ter chegado a acordo com a banca para poder avançar com o plano de reestruturação financeira, o Sporting congratulou-se "com o acordo alcançado, a vontade e esforço de todas as partes envolvidas para que o mesmo fosse bem sucedido".
Em comunicado, o clube de Alvalade sublinha o facto deste acordo, negociado de raiz, ter permitido "alcançar em apenas duas semanas o que não foi alcançado nos últimos 17 anos".

Leia o comunicado na íntegra:

"Como é do conhecimento público, e de acordo com o comunicado pelo Conselho Directivo, decorriam conversações entre o Sporting e os parceiros financeiros quanto à definição das bases gerais do plano de reestruturação financeira. Negociações agora já concluídas, com um acordo global entre o Grupo Sporting e os Bancos financiadores, Banco Espírito Santo SA e Banco Comercial Português SA.

Congratulamo-nos com o acordo alcançado, a vontade e esforço de todas as partes envolvidas para que o mesmo fosse bem sucedido. Queremos destacar o profissionalismo e competência com que as negociações foram conduzidas pelos nossos parceiros do Banco Espírito Santo e do Banco Comercial Português.

Este acordo irá passar pelos normais trâmites processuais, necessários à sua implementação, sendo que resulta desde já que o Grupo Sporting poderá retomar a sua actividade normal, nomeadamente fazendo face alguns compromissos financeiros prementes.

Salientamos que este acordo, negociado de raiz, permitiu alcançar em apenas duas semanas o que não foi alcançado nos últimos 17 anos.

A reestruturação financeira é crucial para o Grupo Sporting e, em concreto, para a Sporting Futebol SAD, na medida em que permitirá à Sociedade elevar os seus capitais próprios, criar condições para assegurar o cumprimento dos requisitos do Fair Play financeiro exigidos pela UEFA para a participação nas competições europeias e ainda dotar a Sociedade dos meios necessários à gestão da sua actividade.

De acordo como o programa de reformas que propusemos, que foi maioritariamente sufragado pelos Sócios, e com o acordo agora alcançado, o Grupo Sporting será objecto de uma profunda reestruturação organizativa e desportiva em todas as modalidades.

Sabemos que contamos com o apoio dos Sportinguistas nestes importantes e decisivos passos para um futuro de rigor e sustentabilidade com que nos comprometemos.

Contamos também com todos os colaboradores do Universo Sporting, com a sua competência e dedicação, para levarmos a cabo todas estas reformas necessárias.

Estamos agora em condições de poder colocar em prática o nosso programa que, no plano desportivo, como sempre o afirmámos, terá as equipas seniores baseadas na formação, aliadas a regras de exigência máxima.

Como em qualquer negociação desta importância, e com o agravar da situação financeira, as negociações foram complexas, muito intensas, mas sempre com o máximo de profissionalismo e respeito.

Lamentamos que, mais uma vez, a campanha de desinformação pública, que levantou uma serie de suspeitas e de exigências ilegítimas e infundadas de qualquer uma das partes visou, em nossa opinião, única e exclusivamente que o acordo não fosse alcançado.

Para o sucesso futuro do Universo do Sporting Clube de Portugal é determinante mantermos sempre a unidade e a coesão entre todos os Sportinguistas e uma compreensão clara da real situação do Clube e das necessidades prementes de mudanças e reformas profundas que têm desde já de ser efectuadas.

Queremos agradecer a solidariedade de todos os Órgãos Sociais do Clube em todo este processo, bem como o apoio fundamental de toda a família Sportinguista".

* Este comunicado nada informa, é um enlatado.

.
.

SUPER MARKETING/6

























.
.
HOJE NO
" JORNAL DE NOTÍCIAS"

PJ congela 80 milhões de euros branqueados em Portugal

A ação da Unidade de Informação Financeira da PJ, na prevenção e combate do branqueamento de capitais, resultou no congelamento, em 2012, de 49 operações suspeitas no valor de 80 milhões de euros. 
 Os números representam um "aumento considerável" das operações financeiras suspensas e "o dobro dos montantes" detetados em 2011, compara a Unidade de Informação Financeira (UIF) da Polícia Judiciária no relatório da sua atividade. 

Em 2011, foram congelados 30 milhões de euros (mais 20% do que 2010). As transações suspensas, por proposta policial e decisão de um juiz, tiveram origem em comunicações de instituições, financeiras e não financeiras, que são abrangidas pela lei do branqueamento de capitais, segundo a qual os bancos e as instituições de pagamento, por exemplo, são obrigados a comunicar à UIF (e ao Ministério Público) as operações com fundos cuja origem suscite reservas. 

*  PJ, uma grande polícia.

.
.

CICLISTAS VOADORES



.
.
HOJE NO
" JORNAL DE NEGÓCIOS"

Portugal tem “capital preciosíssimo” para apoiar transições democráticas em África

Os portugueses fazem parte de um país atlântico mas também de uma nação mediterrânica – e Portugal precisa de aproveitar essa vertente. Reflexões da conferência organizada por Cavaco Silva sobre a localização de Portugal no mundo.
A solução para a Europa está na sua capacidade de influenciar grandes tendências mundiais. O norte de África está a caminhar para a democracia. Portugal, país do Atlântico e do Mediterrâneo, pode ajudar essa região nessa transição democrática. Quem o diz é Álvaro de Vasconcelos, do Instituto de Estudos Estratégicos Internacionais.

Portugal passou pela transição democrática há poucos anos (1974) e esse factor corresponde a um “capital preciosíssimo” em relação a nações mediterrânicas, comentou António Vasconcelos no painel “Rota do Mediterrâneo e Médio Oriente”, da conferência “Portugal na balança da Europa e do Mundo”, organizada pela Presidência da República.
“Portugal pode apostar fortemente no apoio às transições democráticas, sem que isto signifique um encargo financeiro enorme”, adiantou António Vasconcelos, na sua intervenção na conferência, que se realizou na fundação Champalimaud.

O antigo ministro dos Negócios Estrangeiros do Egipto, Amre Moussa, considera que é tempo de assegurar que as reformas em países como a Líbia, Egipto ou Tunísia serão bem-sucedidas. Para isso, é preciso um projecto mediterrâneo – para o qual Portugal e os restantes países do sul europeus podem contribuir. “É preciso um projecto colectivo para o futuro”, disse Moussa, pedindo para que Portugal considere integrá-lo.

Rui Vilar (na foto), que presidiu ao painel, defendeu que estes países do norte de África podem constituir parceiros. “Portugal não tem estado presente no radar dos fundos soberanos dos países produtores de petróleo. Mas pode encontrar aí uma fonte de investimento directo estrangeiro, como em vendas de activos ou como em novas iniciativas”, concretizou.

O antigo ministro da Economia acrescentou também que Portugal tem vantagens comparativas face a outros países europeus para apostar numa política de relações bilaterais com estes Estados. Uma delas é o papel que Portugal pode desempenhar nos processos negociais ou na mediação de conflitos, dada “a aptidão para a inclusão e diálogo intercultural” do País.

* Portugal pertence muito mais ao Atlãntico Sul e ao Índico do que à Europa. Transições democráticas em África só com a morte dos ditadores.

.
.
10/MENSAGENS
SEM DÓ






please suck me off sign. We may need a cleanup in aisle 5.. store, Words, lol, funny