terça-feira, 2 de abril de 2013

UMA GRAÇA PARA O FIM DO DIA


.



  IV

 PROVOCANTÍSSIMAS


Katy Perry



Carlotta Champagne



 KIMBERLEY ANN


 
BO MERSIE



 BARBARA CAVAZOTTI


 Danielle Sharp


 Nicole Trunfio


 MADONNA



Jessica Davies



Eniko Mihalik



 Karina Smirnoff

.
.

HOJE NO
" RECORD"

Carlos Martins inspira espanhóis 
 

O exemplo dado por Carlos Martins e o seu filho Gustavo serviram de inspiração para a Associação de Jogadores Espanhóis de futebol (AFE) avançar com um convénio para a constituição de um banco de células estaminais provenientes do cordão umbilical dos recém-nascidos filhos de jogadores de futebol.

* O exemplo de um bom pai a criar sinergias para o futuro.

.
.
7-RACISMO

 A HISTÓRIA


video




BBC - Racismo A História. 


O filme aborda o cruel legado deixado pelo racismo ao longo dos séculos. Iniciando pelos EUA, berço da Ku Klux Klan, onde o pesquisador James Allen, possuidor de vasta coleção de material fotográfico e jornalístico sobre linchamentos, defende que há um movimento arquitetado para apagar a mácula racial da memória do país. A seguir, remonta à colonização belga do Congo, por Leopoldo II, onde os negros que não atingiam a quota diária de borracha tinham a mão direita decepada. O documentário trata ainda da problemática racial na África do Sul (Apartheid) e Grã-Bretanha, abordando a luta do Movimento pelos Direitos Civis nos EUA e a desconstituição do mito da existência de raças.

 FONTE:Jackson7ification


.
.
HOJE NO

" JORNAL DE NOTÍCIAS"

Cirurgias adiadas por falta 
de anestesistas em Braga

 O Hospital de Braga está a adiar, em alguns casos, pela terceira vez, a realização de cirurgias programadas mas não urgentes a dezenas de doentes. O mês de março terá sido o 'pior' no que diz respeito ao adiamento de operações por falta de médicos anestesiologistas.
A administração da unidade (uma parceria público-privada com o grupo José de Mello Saúde) reconhece a existência de "dificuldades pontuais de agendamento de cirurgias, fruto do contínuo aumento da atividade que tem vindo a registar".
"O Hospital tem mantido um esforço permanente de reforço das equipas cirúrgicas e em particular de Anestesiologia", explica a administração, em comunicado enviado ao JN.

* Sempre houve falta de anestesiologistas neste país, é um erro de gestão de recursos bastante grave.

.
.


 TROPA DE ELITE


Aviso aos Srs. Visitadores 

Este vídeo tem um linguagem imprópria e grosseira para ouvidos sensíveis. No entanto temos todo interesse em divulgá-lo pois tanto o texto como a interpretação dos actores são de bom nível. 

Oxalá a vossa curiosidade 
seja mais forte que o pudor




.
.
HOJE NO
" JORNAL DE NEGÓCIOS"

Reestruturação da administração 
da Santa Sé pode passar pelo fecho 
do Banco do Vaticano

 Quando assumiu a liderança do Vaticano, o Papa Francisco afirmou que queria que a Igreja Católica fosse um modelo de honestidade e austeridade. Uma “igreja pobre para os pobres”. Uma das maiores tarefas será limpar a imagem da entidade bancária do prelado de Roma.
Um dos maiores testes do novo líder da Igreja Católica será o que Francisco irá fazer com o Banco do Vaticano, que há mais de 30 anos tem estado, alegadamente, envolvido em actividades ilegais e necessita de uma reforma. A tarefa passa por limpar a imagem do banco, conhecido como Instituto para as Obras de Religião (IOR).

No último ano, um grupo de trabalho europeu, que investiga lavagem de dinheiro, revelou que a entidade bancária falhou no cumprimento das normas de combate aos crimes financeiros.

A reforma do IOR é uma das prioridades do Papa Francisco, mas deve ainda demorar algum tempo e provavelmente só será feita, segundo a Reuters, depois da substituição do actual Secretário de Estado do Vaticano, o cardeal Tarciscio Bertone, que esteve envolvido no escândalo de fuga de informação confidencial sobre a Santa Sé, conhecido como “Vatileaks”.

As opiniões dentro da Igreja de Roma dividem-se quanto ao futuro do banco. “Certamente, se o Papa quiser, pode fechar o IOR”, afirmou um oficial do Vaticano ligado ao banco, cita a Reuters. Já um outro oficial, que quis manter o anonimato, considera que é mais provável que banco sofra uma “séria reestruturação” em vez de encerrar. “Mas não excluo nada, incluindo o fecho do banco. O Papa Francisco tem feito coisas surpreendentes todos os dias”, refere o segundo oficial do Vaticano.

Contudo, as duas figuras acreditam, que numa primeira fase, Francisco vai instituir um comité de aconselhamento para as mudanças na estrutura financeira do Vaticano.

“A IOR não é uma parte essencial do ministério da Santa Sé”, considerou o Cardeal nigeriano John Onaiyekan numa entrevista televisiva, antes da eleição do novo Papa. “A IOR não é fundamental, não é sacramental, não é parte do dogma”, acrescenta.

Em 2011, o IOR tinha aproximadamente 21 mil clientes, 63% dos quais eram membros do clero, 33 mil contas e geria 8,2 mil milhões de dólares em activos. Antes de abdicar, Bento XVI deixou Ernst von Freyberg aos comandos do banco. O advogado alemão sucedeu a Gotti Tedeschi, que foi despedido em Maio de 2012 por alegada oposição às normas de transparência que o Vaticano pretendia adoptar.

Em Julho de 2012, o Conselho Europeu recomendou à Santa Sé, no primeiro relatório de avaliação ao prelado de Roma, que reforçasse e clarificasse o campo de actuação e supervisão, considerando que “há falta de clareza sobre o papel, responsabilidade, autoridade, competência e independência da Autoridade Financeira (FIA), enquanto supervisor do ‘offshore’”. O relatório apontava ainda para que as 46 organizações não-governamentais que actuavam no Vaticano fossem obrigadas a apresentar contas à FIA.

O Vaticano adoptou, em Abril de 2011, pela primeira vez, legislação com o objectivo de travar a lavagem de capital, depois das várias suspeitas sobre a actuação do IOR. Porém, a Comissão Europeia e a OCDE consideraram o enquadramento legal insuficiente, tendo sido revisto posteriormente.

O Banco do Vaticano faz parte da “lista negra”, elaborada pelos Estados Unidos, dos países susceptíveis a operações de lavagem de dinheiro e financiamento de terrorismo.

A procuradoria-geral de Roma segue de perto o IOR por alegadas violações da lei. Em 2010, o banco foi investigado pela justiça italiana sob a suspeita de lavagem de dinheiro.

* Chamar banco a uma "lavandaria" é mesmo um eufemismo.

.

FILIPE LUÍS

.



Quem tem medo 
do lobo mau?

Um político travestido de analista é mais insidioso

Se tudo isto fosse uma fábula setecentista, António José Seguro, Pedro Passos Coelho e Cavaco Silva andariam por aí a tocar flauta e a cantarolar nervosamente, como os três porquinhos: "Quem tem medo do lobo mau?" Sim, que motivações esconde José Sócrates para reaparecer, em horário nobre, na televisão pública? Virá para se vingar - e vingar-se dos três? Ou apenas para limpar a imagem? Vai contribuir para crispar ainda mais o País? Ou tornou-se uma espécie de Sá Pinto da política e, à custa de muito autocontrolo induzido, aparece como um patriarca calmo, contido e conciliador? E que caldeirão de água a ferver lhe está preparado, para quando descer pela fibra ótica de nossas casas?

A chegada, com estrondo, de José Sócrates ao "mercado do comentarismo político", bem como o terramoto de reações em cadeia que provocou, dizem muito sobre o subdesenvolvimento da nossa democracia. Mas também são reveladores sobre o novo tipo de relação que se está a criar entre agentes políticos e eleitores, mais doentia, esquizofrénica e conflituosa. A originalidade portuguesa de colocar políticos em espaços televisivos, como comentadores, é um sinal de pouca maturidade democrática que afeta, por igual, os políticos e os seus "empregadores". Mas é também um jogo perigoso, que condiciona o processo de formação de opinião. Um político travestido de analista é mais insidioso. A simulação do distanciamento permite-lhe ser mais eficaz, na transmissão da mensagem. A notoriedade torna-o óbvio, no processo mental que conduz à escolha. Tudo isto acontece de forma camuflada e não às claras. Com dissimulação e não com transparência. Foi assim, aliás, que Pedro Santana Lopes e José Sócrates chegaram a primeiros-ministros. Num mundo ideal, ao menos a estação de serviço público nunca teria políticos a ocupar espaço de comentário ou análise, sem contraditório.

Dito isto, o mundo é como é. O escarcéu formado contra o regresso de Sócrates só pode ser explicado pelo alto grau de emotividade que a personagem ainda provoca e pelo baixo grau de consciência democrática que o País ainda revela. Embora crescentemente contestatários do atual Governo, muitos portugueses ainda veem Sócrates como o "culpado". Para estes, "se não fosse o Sócrates, não tínhamos de aturar o Passos e as suas medidas!" É esta simples equação que o ex-primeiro-ministro devia fazer, antes de começar a abrir a boca, na RTP... Por outro lado, assinar petições para mandar calar alguém não é aceitável, num regime democrático. E mesmo o argumento de que o problema reside no facto de Sócrates ingressar no canal público, pago por todos nós, não tem qualquer sentido, à luz das regras atuais. Primeiro, porque a RTP anunciou que não haverá honorários. Depois, porque o canal público continua, mal ou bem, num mercado de concorrência, em que as audiências contam. É como no futebol: a SIC "roubou" Marques Mendes à TVI e contratou Jorge Coelho. A TVI respondeu com a aquisição de Manuela Ferreira Leite (há cinco ex-líderes do PSD a fazer comentário político, um dos quais ex-primeiro-ministro, e ainda não se ouviu um protesto...). E a RTP vai buscar uma espécie de ás de trunfo das audiências, como veremos em breve...

No final de tudo isto, a dúvida é a de saber se o edifício do Largo do Rato, sede do PS, onde se abriga Seguro, é capaz de resistir, ou não, ao sopro do lobo mau...

IN "VISÃO"
28/03/13

..
.
HOJE NO
" DESTAK"

Autoestrada da Beira Interior 
perdeu 36% do tráfego desde 
a introdução de portagens 

A autoestrada da Beira Interior (A23) perdeu em média 36% do tráfego desde a introdução de portagens em dezembro de 2011, disse hoje a concessionária. 


O número foi avançado por Pinho Martins, o diretor geral da Scutvias, que tem a concessão da via que liga Abrantes à Guarda. 
"É muito preocupante, porque esta infraestrutura não foi feita para ficar vazia, porque assim não serve para nada", afirmou, em conferência de imprensa, no Centro de Assistência e Manutenção da Lardosa, em Castelo Branco.

* A A23 foi criada para ligar o interior profundo ao resto do país, durante alguns apresentaram-na como um rebuçado "retard", o veneno estava lá dentro.

.
.

 III-TABU
AMÉRICA LATINA
4.Beleza Extrema


video


.
.
           HOJE NO           
"i"

Por dia, 750 condutores abastecem e fogem sem pagar combustíveis 

Uma média de 750 condutores abastece sem pagar, todos os dias, segundo a Associação Nacional dos Revendedores de Combustíveis (ANAREC).


À Renascença, o presidente da associação, Virgílio Constantino, admite que cada fuga acarreta um custo da ordem dos 10 a 15 euros, o que equivale a um prejuízo anual de 2,7 milhões de euros.
Estima-se que  30% dos postos de abastecimento em Portugal sejam vítimas desta prática, segundo dados da ANAREC.

A ANAREC vai agora propor ao Ministério da Administração Interna que torne obrigatória “a instalação, em todos os postos de abastecimento, de um equipamento que identifica as matrículas quando elas são falsas ou de origem duvidosa”.

* Muito mau, revelador do estado de saúde do país, mas quando traficantes de informações secretas saem da função pública pelo seu próprio pé e são depois integrados porque ameaçam membros do governo, queremos seriedade onde????

.
.


COUPLE COFFEE

OS VAMPIROS




cantando ZECA AFONSO



.
.
HOJE NO
"A BOLA"

Kuzenkova suspensa dois anos por doping

A russa Olga Kuzenkova, medalha de ouro no lançamento do martelo nos Jogos Olímpicos de Atenas, em 2004, foi suspensa por dois anos por doping, anunciou esta terça-feira a Federação de Atletismo da Rússia.
O organismo russo adiantou que as amostras a Kuzenkova em 2005, no Campeonato Mundial de Atletismo em Helsínquia (Finlândia), continham substâncias proibidas, mas não especificou quais.

A sanção aplicada à atleta russa tem efeito retroativo desde 27 de março passado, tendo sido anulados todos os resultados alcançados entre 12 de agosto de 2005 e 11 de agosto de 2007.
Também a lançadora do peso Svetlana Krivelyova, bronze nos Jogos de 2004, foi igualmente suspensa por dois anos por utilização de substâncias proibidas. 

* Um voo cego a nada.

.
.
PROFILÁTICO


video


.
.
HOJE NO
"PÚBLICO"

Fraude no SNS 
“é de enorme dimensão”, 
admite ministra da Justiça

Investigações recentes da Judiciária permitiram identificar fraudes num valor estimado em 25 milhões de euros.

A ministra da Justiça, Paula Teixeira da Cruz, admitiu nesta terça-feira que “é de enorme dimensão” a fraude ao Serviço Nacional de Saúde. Em causa estão, sobretudo, as prescrições médicas fraudulentas e as burlas praticadas nas farmácias.
 
BEM QUE SE ESFORÇAM
Há um ano que a Polícia Judiciária concentra esforços no combate a este tipo de crimes, com a ajuda do Ministério da Saúde. Os casos comunicados neste período de tempo às autoridades pela tutela da Saúde envolvem fraudes num valor estimado em 25 milhões de euros. Segundo um balanço apresentado nesta terça-feira, entre médicos, farmacêuticos e outros profissionais ligados à saúde foram constituídos 252 arguidos e detidas 34 pessoas nas várias investigações desencadeadas pela Judiciária. Condenações em tribunal, Paula Teixeira da Cruz garante que também já as há, embora não tenha especificado quantas nem em que casos.
“A fraude é praticada em todo o país e envolve grupos organizados. Alguma desta criminalidade é altamente sofisticada”, descreveu. Depois das operações policiais terem tido lugar, as autoridades registaram uma “substancial redução de prescrição por parte de alguns médicos e de vendas nalgumas farmácias, bem como ao nível da despesa do Serviço Nacional de Saúde”.

Apenas em três das operações – baptizadas Remédio Santo I, Remédio Santo II e Receitas a Soldo – foram detectadas despesas ilícitas superiores a 6,6 milhões de euros. Em causa estava, nos dois primeiros casos, a emissão de receituário falso através do recurso indevido ao nome de alguns utentes do Serviço Nacional de Saúde. Depois de comparticipados, os medicamentos eram reintroduzidos no mercado português ou enviados para mercados europeus ou africanos.
A ministra da Justiça contabilizou ainda em cinco milhões de euros o valor das fraudes sob investigação na Segurança Social, envolvendo reformas, abonos e subsídios.


* De fraude em fraude até quando???

.
.


QUAL FRIO???




















.

.
.
HOJE NO

"DIÁRIO ECONÓMICO"

Governo vai eliminar 
várias medidas de emprego

O Governo quer eliminar 31 diplomas que definem várias medidas activas de emprego, entre as quais o programa de estágios Inov (Jovem, Contacto, Vasco da Gama, Mundus e INOV-ART).


A intenção consta de um documento que será discutido entre parceiros sociais, a que o Diário Económico teve acesso, e que sistematiza as medidas activas de emprego em cinco tipologias. Nos apoios à contratação, constará apenas a medida Estímulo 2013 e o apoio à contratação via reembolso da TSU.

Já no apoio à criação do próprio emprego e empreendedorismo, serão mantidas as medidas Passaporte para o Empreendedorismo, Rede de Percepção e Gestão de Negócios, CoopJovem e Programa Nacional de Microcrédito.

Seguem-se os apoios à inserção profissional, que inclui o programa Passaporte Emprego e Passaporte Emprego 3i, bem como os programas de estágios profissionais. As duas últimas tipologias dividem-se nos apoios à inserção social (que inclui os contratos Emprego Inserção) e formação profissional.

O documento do Executivo não diz o que vai acontecer a algumas das medidas já no terreno, não referindo, por exemplo, a medida que permite que os desempregados acumulem parte do subsídio de desemprego com salário de trabalho a tempo inteiro. Este apoio não consta nos programas a manter mas também não faz parte dos diplomas a eliminar.
Entre as medidas a revogar constam ainda os estímulos à mobilidade geográfica dos trabalhadores, o subsídio complementar de formação a ex-estagiários e os incentivos a trabalhadores que vivem em zonas de elevado desemprego e encontram emprego noutra zona do País, tendo de mudar de residência. O programa vida emprego (que inclui apoios à autoemprego) e as medidas que concretizam a estratégia de internacionalização da economia também são para cortar. O mesmo destino terá a resolução que institucionaliza o mercado social de emprego

* Isto significa que o governo vai criar mais desemprego porque não há ninguém capaz naquele grupo de inúteis confrades, de ter ideias bem fundamentadas.

.
.
 MAS QUE SALTO


video


.
.
HOJE NO
"CORREIO DA MANHÃ"

Isabel dos Santos já tem 2,3 mil 
milhões na bolsa nacional

Fortuna da filha do Presidente angolano valorizou 106,3 milhões em três meses.

A empresária angolana já controla participações no PSI 20 avaliadas em mais de 2,3 mil milhões de euros, fruto da subida de 106 milhões entre o início do ano e o fecho de março. 
 No total, as posições de Isabel dos Santos na Galp, Zon e BPI representam mais de 4,6% do total do valor das 20 cotadas no índice máximo da bolsa portuguesa. 
A 29 de março a participação de 28,8% na Zon estava avaliada em 293,2 milhões de euros, um ganho de 28,8 milhões. Já a posição de 19,5% no BPI valia 267,3 milhões, um crescimento de 11,7 milhões. 

 Mas a grande fatia deste bolo vem da participação na Galp. Através da sociedade Esperanza, que controla em conjunto com a Sonangol, Isabel dos Santos tem 45% da Amorim Energia. Esta, por sua vez, controla 38,34% da petrolífera nacional. Contas feitas, as ações da Esperanza valiam no final de março mais de 1748 milhões, uma valorização de 65,8 milhões.

* Já vendia ovos em pequenina e de ovo em ovo, que o pai "dourava" com o sangue do povo angolano, esta menina "enricou" tão diafanamente que parece uma libelinha pairando sobre a fome dos angolanos.

.
.
5.CARTAZES URBANOS








































.