terça-feira, 5 de março de 2013

UMA GRAÇA PARA O FIM DO DIA


.

5/NÃO FORAM




APANHADAS
  

 DESPREVENIDAS



 CATERINA KORIAKOVA


Carolina Dieckmann

 Emanuelle Guimarães


Alice Goodwin

 Suelen Carvalho

 Shauna Sand


Lily Cole




 
Cindy Crawford


Mocha Uson

 Alley Baggett


.

HOJE NO
"O PRIMEIRO DE JANEIRO"

Prova de vinhos reúne 35 produtores 
e cerca de 100 importadores 
Vinhos portugueses promovidos nos EUA 

Nova Iorque acolheu hoje o primeiro de dois eventos de promoção de vinhos portugueses nos Estados Unidos, quando 35 produtores se encontraram com cerca de 100 importadores e distribuidores do mercado, numa prova de vinhos. 

O segundo evento, que se realizará na quinta-feira em São Francisco, Califórnia, juntará 32 produtores e perto de uma centena de compradores. "Estes eventos são para produtores que não estão no mercado americano ou que estão insatisfeitos com os seus parceiros e querem arranjar melhores", explicou o gestor de mercado da ViniPortugal, Miguel Nora. Sublinhando que "é a primeira vez que se realizam eventos deste género" nos EUA, Miguel Nora disse que são ações diferentes da Feira de Vinhos de Nova Iorque, que aconteceu no passado fim-de-semana e juntou 19 empresas portuguesas, como a Esporão, a Vinihold ou a Aveleda.

 "A feira é um evento virado para o consumidor. Os produtores que lá estão podem ser depois encontrados nas lojas, nos restaurantes. As ações que estamos a fazer são viradas para a indústria", explicou. Quanto a resultados, Miguel Nora considerou que "é muito dificil de perceber de imediato." "O que se pretende é fazer muitos contatos, que depois se possam desenvolver, para fechar um acordo", referiu. Naâma Laufer, representante da distribuidora NCL Wines, disse que estes eventos "permitem perceber o que se está a passar no mercado do vinho em Portugal, sem ter de enviar um representante ao país". 

A empresária, que se está a especializar em vinhos boutique portugueses, deslocou-se à mostra para encontrar vinhos para depois vender nas garrafeiras e restaurantes com quem trabalha. "Trabalhamos com o top 20 de garrafeiras em Nova Iorque", disse, garantindo que a empresa é responsável pela entrada de vinhos portugueses na carta de restaurantes conceituados, como o Buddakan, o Bowly ou o Aldea. 

O representante da Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal (AICEP) na América do Norte, Rui Boavista Marques, presente no evento, disse que, "estatisticamente, o vinho não é das exportações mais relevantes", mas que "é um produto especial, que transporta muito do que a marca Portugal representa". A ViniPortugal, a associação interprofissional do setor vitivinícola português, tem um orçamento de promoção para 2013 de sete Milhões de euros, divididos por 11 mercados considerados estratégicos.

* Portugal tem muito bom vinho, é bom divulgar.

.

.
3-RACISMO

 A HISTÓRIA



video


BBC - Racismo A História. 
O filme aborda o cruel legado deixado pelo racismo ao longo dos séculos. Iniciando pelos EUA, berço da Ku Klux Klan, onde o pesquisador James Allen, possuidor de vasta coleção de material fotográfico e jornalístico sobre linchamentos, defende que há um movimento arquitetado para apagar a mácula racial da memória do país. A seguir, remonta à colonização belga do Congo, por Leopoldo II, onde os negros que não atingiam a quota diária de borracha tinham a mão direita decepada. O documentário trata ainda da problemática racial na África do Sul (Apartheid) e Grã-Bretanha, abordando a luta do Movimento pelos Direitos Civis nos EUA e a desconstituição do mito da existência de raças.

 FONTE:Jackson7ification


.
.
HOJE NO
"DIÁRIO DE NOTÍCIAS"

Consumo de estimulantes legais 
sofreu aumento ímpar

Enquanto o consumo de drogas tradicionais estabilizou ou decresceu, os "estimulantes legais" têm tido um aumento "sem precedentes", segundo o relatório da Agência Internacional de Controlo de Drogas (International Narcotics Control Board - INCB), hoje divulgado em Viena. 
 De acordo com o relatório anual da INCB, uma agência da ONU, estes estimulantes legais, que têm efeitos similares ao da canábis, do ecstasy e das anfetaminas, representam um grande perigo para a saúde pública.
Essas substâncias, que se compram pela Internet ou em estabelecimentos legais, camuflados como "fertilizantes" ou "sais de banho", são um desafio crescente para as autoridades.

Este novo tipo de droga, também conhecida como "estimulantes naturais", é muito difícil de rastrear, já que não utilizam componentes ilegais, ainda que a sua composição seja muito prejudicial à saúde e possa matar. 

O relatório assegura que, no princípio da década passada, na Europa eram identificadas cinco substâncias sintéticas novas por ano, mas já em 2011 detetaram-se 49 novos estimulantes.
Além destas drogas, a INCB -- a agência da ONU que vela pelo cumprimento dos acordos internacionais sobre drogas -- alertou para o aumento do uso indevido de medicamentos com receita, especialmente tranquilizantes e sedativos, que se converteram "numa grave ameaça sanitária e social em muitos países".
Entre as drogas tradicionais, a mais procurada é a canábis, que foi consumida, no último ano, por cerca de 4,5% da população adulta do mundo.
 Os três principais produtores de cocaína são Colômbia (64 mil hectares), Peru (62.500 hectares) e Bolívia (27.200 hectares). Na América do Sul, uma superfície de 153.700 hectares foi plantada com o arbusto da coca em 2011, um pouco menos em relação aos 154.200 hectares em 2010.
No entanto, os esforços da Colômbia no combate ao cultivo da coca e a fabricação da cocaína, que desceu 47% entre 2006 e 2010, foram elogiados pela agência da ONU.
A violência relacionada com o tráfico de cocaína continua na América Central e no México, que são rotas da droga para os Estados Unidos, o maior mercado mundial.
O aumento do narcotráfico é proporcional ao crescimento da corrupção e dos homicídios nestas regiões, segundo o relatório.

As recentes propostas para a descriminalização da canábis e a mastigação da folha da coca feitas por países latino-americanos são vistas com preocupação e rejeição por parte da INCB.
Os maiores mercados para as drogas seguem sendo a Europa e a América do Norte e esta última região tem o maior número de mortes relacionadas com os estupefacientes (uma em cada 20 mortes de pessoas entre 15 e 64 anos).
A INCB indicou ainda que "vê com grande preocupação" a aprovação, em novembro, dos referendos sobre a venda legal de canábis no Colorado e em Washington.

O cultivo da terceira droga clássica, o ópio, concentra-se no Afeganistão, onde se observa um aumento da plantação em 2012, cerca de 154 mil hectares, 18% a mais do que no ano anterior.

* Que se desengane quem pense que há drogas boas, são todas más e os que as consomem começam por ser uns grandes otários.

.2010
FESTIVAL DE ARTES MARCIAIS

BERCY 2010


NUNCHAKU ARTISTICO




Nunchaku (japonês : nunchaku, muitas vezes "nunchucks" em Inglês) é uma tradicional arma de Okinawa que consiste em dois bastões ligados numa extremidade com uma cadeia curta ou corda. Nos tempos modernos, o nunchaku foi popularizado por Bruce Lee .


.
.
HOJE NO
"RECORD"

Mourinho: «A melhor equipa perdeu» 

José Mourinho, treinador do Real Madrid, admitiu que a vitória dos merengues em Manchester, por 2-1, diante do United, não foi merecida por parte do seus pupilos.

"A melhor equipa perdeu. Não jogámos bem, mas o futebol é mesmo assim. Estou contente pelo apuramento, mas esperava mais da minha equipa", explicou o técnico português, logo após o encontro em Old Trafford, falando depois da expulsão de Nani.

"É um contacto forte, mas talvez com cartão amarelo ficasse bem resolvido. O árbitro condicionou. Do mesmo modo que, há dois anos, se o Pepe não tivesse sido expulso, o Barcelona nunca mais nos ganharia, hoje tenho a convicção para pensar que 11 contra 11 não ganhávamos", acrescentou.

"Uma coisa são expulsões em que o árbitro se equivoca, porque o jogador simulou, como aconteceu com o Pepe [nas meias-finais da competição em 2010/2011] e outra são expulsões quando não fazemos nada para ele ser expulso. O Arbeloa até pensa que o Nani não o viu", contou.

"Lá podíamos ter ganho o jogo e chegado aqui em vantagem, mas o De Gea fez um jogo ótimo. E aqui, na parte final do jogo, o Diego esteve brilhante. Sabíamos que ia ser equilibrado, são duas equipas muito boas", destacou.

* SERIEDADE 

.

ANDRÉ MACEDO

.


Economia para totós


Vou escrever sobre a última do Camilo Lourenço. Digo a última porque parece que ele faz de propósito. Reconheço que, dentro do estilo, ele até é relativamente moderado, embora seja a favor da über austeridade e eu não consiga perceber porquê. Desta vez, o Camilo decidiu afirmar que é um disparate tirar uma licenciatura em humanidades porque não há mercado. 

A escolha de uma profissão deve ser feita, diz ele, tendo como norte as leis da oferta e da procura. Optar por uma profissão é, digamos assim, um processo linear e previsível. Tiras o curso de História, vais para o desemprego. Tiras o curso de Gestão, acabas na Goldman, vais de férias para o Taiti e regalas-te numa piscina a transbordar de garotas. 

Isso das garotas interessa-me, é um belo incentivo, mas não julgo ser preciso citar as estatísticas que demonstram ser elevadíssimo o desemprego entre todos os jovens, licenciados ou não, embora haja áreas em que é certamente mais elevada. Mas o Camilo não se limita a dizer que há profissões em que há mais desemprego. Isso é evidente. O que ele sugere é mais abrasivo: que os mais novos devem fazer as escolhas tendo em conta não a vocação e o talento individual, mas o mercado. Faltam médicos? Vou para cirurgião, apesar de odiar sangue. Os portugueses têm uma higiene oral horrível? As cáries são uma excelente oportunidade de negócio. 

De acordo com este método, as grandes escolhas de vida são coisas rasteiras. Ser ou não ser é um sentimentalismo literário que já não vende. No essencial, a vida é uma espécie de economia para totós. Quer escolher uma carreira? Abra o Expresso Emprego e veja o que está a dar. Nada de dramas, impulsos, romantismos: siga a manada. Na escola, a mesma coisa. As disciplinas dividem-se entre as úteis e as inúteis. No primeiro grupo, a Matemática, as Ciências, o Chinês e, claro, o Alemão. No segundo, a Literatura, a Música, as Artes.

O problema com este raciocínio é que não é raciocínio: é preconceito. Os nossos sistemas educativos - defende a Harvard Business Review - centram-se em ensinar os alunos de ciências e de gestão a controlar, prever, verificar, garantir e testar dados. Não ensinam como navegar nas questões "e se..." ou em futuros desconhecidos. "Se quer um pensamento original" - acrescenta a HBR -, "precisa de libertar a criatividade das pessoas. Os humanistas são treinados para serem criativos. Steve Jobs reconheceu como estudar caligrafia o levou a criar o Mac." 

Não são estas também as ferramentas que se exigem num mundo cada vez mais complexo e dinâmico? Eu diria que sim. Diria que, em vez de apostar no Excel para moldar o futuro - e falhar -, talvez faça sentido cultivar uma maior variedade de talentos. Só assim um dia podemos fazer alguma coisa de original em vez de passar o tempo a olhar para o retrovisor à procura do que era para ser e, afinal, nunca será.

P. S. Já agora: há banqueiros da Goldman licenciados em História...


IN "DIÁRIO DE NOTÍCIAS"
28/02/13

.
.
HOJE NO
"JORNAL DE NOTÍCIAS"

Gaspar não comenta eventual corte permanente no subsídio de desemprego 

 O ministro das Finanças, Vítor Gaspar, escusou-se, esta terça-feira, em Bruxelas, a comentar a possibilidade de os cortes sobre os subsídios de desemprego e doença se tornarem permanentes, sustentando que está em curso o sétimo exame regular da troika. "Não tenho nenhum conhecimento específico nessa matéria e, mesmo que tivesse, não faria nenhum comentário sobre isso, porque não é possível comentar o que se passa durante o exame regular da troika", afirmou o ministro, no final de uma reunião dos ministros das Finanças da União Europeia. 
 Vítor Gaspar acrescentou que "esse assunto não esteve sequer perto dos temas que foram discutidos" quer na reunião da véspera do Eurogrupo, quer no encontro de hoje alargado aos 27 (Ecofin). De acordo com a edição de hoje do Diário Económico, uma das propostas em cima da mesa para integrar o leque de medidas para reformar o Estado é tornar permanente o corte de 6% sobre o subsídio de desemprego que o Governo inscreveu no Orçamento do Estado para 2013, assim como a extensão da taxa de 5% sobre o subsídio de doença.

* O povo paga...desde os descobrimentos.

.
.
 II-TABU
AMÉRICA LATINA 
5.Mutação Sexual

video



.
.
HOJE NO
"JORNAL DE NEGÓCIOS"

PJ detecta fraude fiscal de cinco milhões de euros no sector da construção 

Foram quase 100 pessoas constituídas arguidas, acusados de terem lesado o Estado em mais de cinco milhões de euros no sector da construção civil, depois de uma investigação realizada pela Polícia Judiciária (PJ).
“A Polícia Judiciária, através da Unidade Nacional de Combate à Corrupção (UNCC), em inquérito tutelado pelo DCIAP e em articulação com a Autoridade Tributária e Aduaneira – DSIFAE, concluiu uma complexa investigação tendente a averiguar a prática de crimes de Fraude Fiscal no setor da Construção Civil”, de acordo com um comunicado emitido esta terça-feira.

“No decurso do inquérito foram constituídos quase uma centena de arguidos que poderão ter lesado o Estado em mais de cinco milhões de euros, mediante o uso e contabilização fraudulenta de facturas falsas”, acrescenta a mesma fonte.

* Se fossem constituídas  mil pessoas arguidas não nos espantaríamos, a construção civil tem "cabedal" para isso.

.
.
 SON DE CUBA

SONEROS DE CURACAU




.
.


HOJE NO
"DESTAK"

DECO critica ASAE por falta de informação sobre o que faz com dados da associação 

 A DECO criticou hoje a ASAE - Autoridade de Segurança Alimentar e Económica pela falta de informação sobre o que a entidade fiscalizadora faz com os dados fornecidos pela associação portuguesa para a defesa dos consumidores. 

Apesar de reconhecer a importância da ASAE, a DECO, que hoje foi ouvida na comissão parlamentar da Agricultura e Mar, considerou que a entidade fiscalizadora não dá 'feedback' aos dados fornecidos pela associação no âmbito dos estudos realizados pela própria entidade. 

"A DECO gostaria muito que a ASAE informasse sobre os resultados das análises", disse a responsável técnica da DECO Sílvia Machado, ao explicar que quando as amostras com vestígios de carne de cavalo em Portugal deram positivo, a associação enviou a informação para a entidade fiscalizadora, tal como para as empresas envolvidas, antes da divulgação do estudo, como é procedimento normal.

* Era o que faltava duas entidades tão importantes para a saúde do consumidor andarem às turras.

.
.


 AMALUCADOS


video



.
.
HOJE NO
"i"

Sexo ajuda a diminuir enxaquecas 

Uma equipa de neurologistas alemães concluiu que as dores de cabeça podem ser aliviadas pela actividade sexual.  Segundo o estudo, publicado na revista científica Cephalagia, fazer sexo pode ser mais eficaz do que tomar analgésicos para ajudar a atenuar as dores de cabeça.

Os investigadores enviaram um questionário anónimo a 800 pacientes que sofrem de enxaquecas e a 200 pacientes que costumam sofrer de dores de cabeça localizadas. Mais de metade dos pacientes com enxaquecas que fizeram sexo durante um episódio experimentou uma melhoria significativa nos sintomas.

Os investigadores relacionam o alívio dos sintomas com a libertação de endorfinas durante o acto sexual, no sistema nervoso central, que pode reduzir ou eliminar as dores de cabeça.

* Acabe com a enxaqueca, encha-a de quecas

.
  EVOLUÇÃO DA
INTERNET NA 
ÚLTIMA DÉCADA


 The Evolution of The Internet In 10 Years


.
.
 HOJE NO
"A BOLA"

Garret Mcnamara não vai participar 
no concurso de ondas gigantes

O surfista Garret Mcnamara revelou que não irá participar no Billabong XXL com a onda gigante que apanhou em Nazaré, em janeiro de 2013.
 Decidi retirar as minhas ondas de Nazaré do Billabong XXL, porque não faço surf para a Billabong e não entrei nesse dia na água para bater algum recorde ou para ganhar dinheiro.
Surfei ondas nesse dia porque vivo para isso. Não preciso de um júri da Billabong para medir as minhas ondas. Já vários especialistas mediram e colocaram-na entre os 60 e os 110 pés», afirmou Garret Mcnamara.
O surfista também é contra o facto de um dos patrocinadores do Billabong XXL ser uma marca de bebidas alcoólicas, porque acha que essa mensagem não deve ser transmitida por atletas. 

* O homem tem tomates...

.
.

 I M B E C I S


video



.
.
HOJE NO
"PÚBLICO"

Vítor Gaspar diz que extensão de 15 anos aos empréstimos é "inconcebível"

Vítor Gaspar afirmou que a extensão dos prazos para o reembolso dos empréstimos a Portugal e Irlanda será certamente inferior a 15 anos, acrescentando de seguida que basta uma solução “mais modesta”.
Em declarações prestadas no final do encontro do Ecofin desta terça-feira, o ministro das Finanças disse que a possível extensão de 15 anos “antecipada” na véspera pelo ministro das Finanças irlandês é “inconcebível” e que se trata apenas de “uma posição negocial, e não uma previsão do que será o resultado dessa negociação”.
O ministro sustentou que o importante é "favorecer as condições que permitam o próximo passo" no processo de regresso pleno aos mercados da dívida a longo prazo. Nesse sentido, Vítor Gaspar apontou para o objectivo de fazer uma emissão bem-sucedida a 10 anos.
Vítor Gaspar recordou que o que está agora em cima da mesa é “um mandato para a troika, que irá analisar as condições necessárias para assegurar uma saída bem-sucedida do programa”.

Em relação à data de uma possível decisão, Vítor Gaspar indicou que, em conversa com o presidente do Eurogrupo, Jeroen Dijsselbloem, e com o comissário europeu dos Assuntos Económicos, Olli Rehn, “poderá ser possível” chegar a uma decisão já no conselho informal de ministros das Finanças a 12 e 13 de Abril.

"O apoio político dos nossos parceiros europeus tem uma grande importância para nós e dá-nos garantias de protecção contra riscos na evolução da economia europeia e mundial, sendo que estes mecanismos de seguro e protecção estão dependentes do nosso cumprimento das condições acordadas com os nossos credores internacionais", apontou ainda Vítor Gaspar.

Os ministros das Finanças da União Europeia anunciaram nesta terça-feira que estavam favoráveis aos pedidos de prolongamento português e irlandês para o reembolso de parte dos empréstimos europeus.

No entanto, os líderes europeus não se comprometeram com o prolongamento dos prazos e entregaram à troika a responsabilidade de determinar os moldes de alívio para a agenda de financiamento de Portugal e Irlanda.

* Já estamos habituados a que o senhor ministro das Finanças se contradiga pouco tempo depois de proferir uma asneira. A dívida contraída com a troika não estará paga em 2030, quem cá ficar que verifique.

.
 AS CASAS 
JÁ LÁ ESTAVAM...














.
.
HOJE NO
"DIÁRIO ECONÓMICO"

DCIAP deduz acusação contra Amplimóveis liderada por Arlindo Carvalho

Em causa estão os crimes de burla qualificada, abuso de confiança e fraude fiscal qualificada. E mais nove arguidos num dos casos do BPN. 

O Departamento Central de Investigação e Acção Penal (DCIAP), ainda liderado por Cândida Almeida, deduziu acusação contra mais nove arguidos no caso BPN, incluindo uma empresa que se dedica à compra, venda e exploração de imóveis, a Amplimóveis que é presidida pelo antigo ministro da Saúde, Arlindo de Carvalho, também constituído arguido num dos casos que integra o chamado "dossier BPN". A PGR não identifica nenhum dos arguidos, avançando apenas que estão em causa crimes de burla qualificada, abuso de confiança e fraude fiscal qualificada.

Em causa está um processo que teve origem numa queixa crime do BPN/SLN e que se prende com uma série de negócios imobiliários em que surgem directamente implicados, o antigo presidente do banco, José Oliveira e Costa, o seu braço direito Francisco Sanches (ex-administrador do BPN e SLN), Luís caprichoso (ex-administrador do BPN e SLN), Arlindo de Carvalho, o ex-sócio deste José Neto, Ricardo Oliveira, um advogado que liderou uma série de negócios imobiliários do BPN/SLN e José Monteverde, ex-presidente da ParqueInvest Imobiliária (grupo BPN/SLN).

A Procuradoria-Geral da República (PGR) rectificou hoje em comunicado que o DCIAP deduziu acusação "contra nove [e não cinco como avançou inicialmente] arguidos, um deles pessoa colectiva" - a Amplimóveis, apurou o Económico, empresa presidida por Arlindo Carvalho e que, em 2011, contava com activos de 6,4 milhões de euros, um passivo de perto de quatro milhões de euros e ainda financiamentos de 2,7 milhões de euros. Segundo a PGR, "foi deduzido pedido cível no montante de 15.385.949,69€".

Segundo apurou o Económico, o processo em causa teve origem numa queixa apresentada pelo grupo BPN/SLN no qual são referidos factos relacionados com vários negócios que envolviam financiamentos para a aquisição de bens imóveis ou de sociedades detentoras de imóveis, enquanto outro tipo de operações, que envolvem alguns destes arguidos, que se relacionam com financiamentos para aquisição de acções, visando o controlo accionista das principais entidades operacionais do grupo BPN/SLN, deram origem a outro processo autónomo.
 No comunicado inicial, divulgado ao início da tarde e assinado por Cândida Almeida, que termina a 8 de Março a sua comissão de serviço na direcção do DCIAP, informa-se que "no âmbito do chamado "dossier BPN", foi deduzida acusação contra cinco arguidos, um deles pessoa colectiva". Já a meio da tarde, o DCIAP veio corrigir a informação sobre a acusação deduzida: "informamos que, por lapso, mencionámos que teria sido deduzida acusação contra 5 (cinco) arguidos quando na realidade são 9 (nove) arguidos".
Até ao momento não foi possível obter esclarecimentos adicionais da PGR.

* Mais um amigo de Cavaco Silva, lá diz o ditado,     "Diz-me com quem...."

.
.

 AGARRA QUE É LADRÃO!


video



.
.
HOJE NO
"CORREIO DA MANHÃ"

Alunos do 3º ciclo vão aprender a reanimar

 Os alunos do 3º ciclo, com idades entre os 11 e os 14 anos, vão aprender manobras de suporte básico de vida, que incluem técnicas de reanimação de vítimas. A medida foi anunciada esta terça-feira durante uma visita dos deputados da Comissão Parlamentar de Saúde ao Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM), em Lisboa.


O ensino obrigatório no 3º ciclo de manobras de suporte básico de vida é um projecto do CDS-PP, subscrito pela deputada Teresa Caeiro que aprovado por maioria de votos no Parlamento, no dia 15 de Fevereiro.
Os professores e alunos poderão aprender a identificar uma situação de paragem cardiorrespiratória, a fazer ventilação à vítima, através do boca a boca, e fazer manobras de compressão cardiotorácica, manobras essenciais até à chegada da equipa de socorro.
“Esta medida pode ajudar a salvar vidas e numa situação de paragem cardiorrespiratória cada segundo conta. Todas as pessoas que saibam como agir nessa situação pode salvar a vida da vítima”, afirmou Teresa Caeiro.
A deputada afirmou ao CM estar “satisfeita” por ter sido aprovado uma iniciativa que apresentou no Parlamento pela primeira vez em 2008 e, posteriormente, em 2009.
O presidente do INEM, Miguel Soares Oliveira, afirmou que a instituição está disponível para colaborar na formação de professores que, por sua vez, ensinarão os alunos.
“Podemos fornecer os manuais, manequins e todo o material necessário para a formação das técnicas de suporte básico de vida”, afirmou Miguel Soares Oliveira.
Depois da Assembleia da República aprovar o projecto, cabe agora ao Ministério da Educação aprovar o módulo de ensino, que poderá ser implementado no próximo ano lectivo de 2013/2014.
Segundo o responsável pelo INEM, a formação de manobras de suporte básico de vida foi dada a profissionais de saúde do Hospital Garcia de Orta e formação de suporte avançado de vida a médicos, enfermeiros e auxiliares do Centro Hospitalar Universitário de Coimbra.
Os deputados da Comissão Parlamentar de Saúde visitaram o Centro de Orientação dos Doentes Urgentes (CODU), do INEM, e ficaram a conhecer os meios de socorro disponíveis: viaturas de intervenção em catástrofe, ambulâncias e viatura médica de emergência e reabilitação e ainda motos de emergência médica.

* Excelente medida

.
.
 RICO TRABALHO















.