segunda-feira, 4 de março de 2013

UMA GRAÇA PARA O FIM DO DIA

.




.
.
DUO OSMOSE





.
. .
HOJE NO
"DIÁRIO DE NOTÍCIAS"

"Sistema de prostituição" 
na comitiva de Berlusconi 

O Ministério Público de Milão denunciou hoje a existência de um "sistema de prostituição" na comitiva de Silvio Berlusconi, durante a acusação contra o ex-primeiro-ministro italiano de prostituição infantil e abuso de poder, processo conhecido como 'Rubygate'.


"Não era a prostituição de rua, mas um sistema muito mais sofisticado", disse o promotor Antonio Sangermano, citado pela agência noticiosa AFP.
Segundo o procurador, Berlusconi estabeleceu "um sistema complexo de prostituição", onde Ruby foi "parte integrante", devendo a acusação estar concluída na sexta-feira.

Berlusconi reagiu num tom humorístico, negando a versão dos acontecimentos da acusação.
"No meu caso, tive a oportunidade (e talvez o mérito) de não ser obrigado a pagar a uma menina ou uma mulher para ter relações íntimas", disse o ex-primeiro-ministro italiano, afirmando estar "um pouco estupefacto e um pouco divertido" pela acusação.
Neste julgamento, que começou em abril de 2011, Berlusconi é acusado de ter pago, em 2010, serviços sexuais de uma jovem marroquina, Karima El Mahroug, apelidada de "Ruby, a ladra de corações", que à época dos acontecimentos era menor, sendo este crime punível com pena de prisão na Itália.

Berlusconi pode ser condenado até três anos de prisão por prostituição infantil e a 12 anos por abuso de poder, esta última porque está também acusado de exercer pressão sobre a polícia de Milão para libertar Ruby, detida por furto em maio de 2010.
Berlusconi candidatou-se às últimas eleições legislativas em Itália, cujo resultado está a gerar um impasse político no país.

* Não pode ser preso, tem muito dinheiro.

.

  
UNS QUERIDOS





















.
.
HOJE NO
"RECORD"

TAS confirmou irradiação 
de Steve Mullings

O Tribunal Arbitral do Desporto recusou esta segunda-feira o recurso apresentado pelo velocista jamaicano Steve Mullings [à direita, na foto] e confirmou a pena de irradiação que lhe fora imposta pela Agência Jamaicana Antidopagem a 22 de novembro de 2011.

Mullings, atleta da estafeta 4x100 que ganhou o ouro nos mundiais de Berlim em 2009 e a prata em Osaka em 2007, foi sancionado pela Agência Jamaicana Antidopagem com uma pena de suspensão perpétua, por reincidência na utilização de doping.
O atleta teve uma análise positiva nos campeonatos nacionais, acusando furosemida (um diurético), depois de ter cumprido outra suspensão em 2004 por utilização de testosterona. Muullings recorreu ao Tribunal Arbitral do Desporto a 19 de dezembro de 2011, solicitando a anulação da pena de irradiação, mas coletivo de juízes, composto por David Rivkin, Christopher Campbell e Richard McLaren, indeferiu o pedido.

* Do sonho ao pesadelo 

.
.



C.Isto é Impossível


3.GUERRA CLIMÁTICA




.

 HOJE NO
"JORNAL DE NOTÍCIAS"

Quase seis mil famílias voltaram a ter abono depois de revisão dos rendimentos 

Quase seis mil famílias conseguiram obter o abono de família desde o início do ano depois da Segurança Social ter revisto os rendimentos dos últimos três meses, revelou hoje o Ministério da Solidariedade e Segurança Social. 
 Segundo a tutela, dos cerca de 25 mil pedidos entrados e devidamente instruídos, 5800 famílias já tiveram revisão e consequente alteração de escalão, passando a usufruir de abono de família. O Ministério da Solidariedade e Segurança Social esclareceu que essa revisão ocorre depois da aplicação das novas regras do abono de famílias, entradas em vigor em outubro, e que permitem que a Segurança Social faça a revisão do escalão em função dos rendimentos do agregado familiar nos últimos três meses. 

Segundo os últimos dados globais disponibilizados no portal do Instituto de Segurança Social (ISS) , o número de beneficiários de abono de família caiu 2,85 por cento em dezembro de 2012 para pouco mais de 1,175 milhões, face ao período homólogo de 2011. Em dezembro de 2012, o número de beneficiários de abono de família foi de 1175476, enquanto em dezembro de 2011 a prestação social foi atribuída a 1210029 crianças e jovens, segundo o ISS. 

No ano passado, setembro foi o mês que registou a maior queda no número de beneficiários, para os 1.165.181, menos 46.769 face a agosto, mês com mais abonos atribuídos (1.211.950). Em outubro, o número de beneficiários voltou a subir, para se fixar em 1.170.810, mais 5.629 do que em setembro. 

A descida, em setembro, da concessão de abonos de família coincidiu com a falta da entrega atempada, por parte dos pais, da prova escolar obrigatória, disse anteriormente, à agência Lusa, o secretário de Estado da Segurança Social, Marco António Costa. 

Para o corrente ano letivo, que começou em setembro, a Segurança Social decidiu, a 13 de julho, antecipar o prazo de entrega da prova escolar, de 31 de outubro para 31 de julho. O abono de família só começa a ser pago um mês depois de efetuada a prova escolar.

* Às vezes uma medida justa...

SILVIA MARTINS

.



"Croniquites"

Existem poucas coisas na nossa vida que nos ajudem a pôr as prioridades em ordem como uma doença. A rapidez com que nos deparamos com a fragilidade de cada um de nós e a efemeridade das nossas vidas é estonteante a por vezes atordoadora.
Infelizmente, a doença faz parte da vida, bem como a morte, por muito que tentemos esgueirar-nos dela, esquivar-nos dela, ignorá-la, não pensar nela… mas a realidade é tão simples como isto… todos morremos.
Todos temos um fim físico para os corpos que usamos para passear a alma nestas vidas e encararmos isso, dói.
A nossa própria degradação física, as nossas limitações, mais ou menos temporárias, mais ao menos definitivas, custam-nos, mas lidar com isso é inevitável.
Esta semana, por um problema de saúde, como já perceberam, fui levada a “testar” o serviço nacional de saúde, na sua quase totalidade e o balanço é muito mais do que satisfatório. A rapidez na resposta, a aplicação das terapêuticas, mas a razão porque escrevo este texto não é nenhuma das que mencionei até agora, ainda que ande de mãos dadas com todas elas… Hoje, escrevo este texto para agradecer e enaltecer os serviços prestados pelos profissionais de saúde deste país.
Habituamo-nos a criticar tudo e todos, médicos, enfermeiros e auxiliares de saúde incluídos, diabolizamos os maus exemplos, criticamos as suas regalias e ignoramos propositadamente todo o seu esforço, dedicação e exemplo.
Em cada enfermeiro que conheci vi sempre um lado de empatia, de respeito pela situação em causa, de consideração pela pessoa humana, e nos médicos que me viram, apesar do típico olhar direto das lentes para o ecrã do computador, consegui vislumbrar laivos da paixão que no fundo, deveria ser aquilo que motiva todos os profissionais de saúde: a vontade de ajudar as pessoas. E não digo salvar, intencionalmente, porque muitos infelizmente não podem ser salvos e outros tantos não necessitam mais do que uma ajuda.
Realmente, valores como a compaixão e a entreajuda estão atualmente em desuso, mas é incontestável a falta e o valor que têm.
Todos ficaremos doentes, senão várias vezes, pelo menos algumas, daquelas formas que assustam, ou então, veremos alguém de que gostamos ser levado de nós nas garras destas maleitas. No final de contas, nestes momentos, muito pouco poderemos fazer, a não ser cooperar, facilitar e acreditar. E eu acredito, acredito que ao contrário do que se ouve por aí, nada acontece por acaso e acredito que há anjos na terra.
Esta semana, estou grata! Grata pela ajuda que me foi prestada, por cada palavra, por cada gesto, por cada sorriso e na ausência dele, estou grata pela compaixão demonstrada na sua abstinência.
Não se preocupem que “vaso ruim não quebra”, mas no meio de tudo isto, consegui encontrar o bem que todo este mal me fez!

IN "AÇORIANO ORIENTAL"
01/03/13

.
.
HOJE NO
"JORNAL DE NEGÓCIOS"

Troika exige despedimento de 25.000 funcionários públicos na Grécia 
até final de 2013 

Os chefes da missão da troika (Comissão Europeia, Banco Central Europeu e Fundo Monetário Internacional) exigiram hoje ao Governo grego um plano detalhado sobre a redução de 25.000 empregos no sector público até ao final do ano.
De acordo com os media locais, que citaram fontes do ministério da reforma administrativa, esta foi a condição imposta pelos credores internacionais para a concessão da nova parcela do empréstimo negociado com Atenas, avaliada em 2.800 milhões de euros.

As mesmas fontes referiam que o ministério pretende tornar estes funcionários públicos numa "reserva laboral", pela qual os trabalhadores são retirados dos seus postos com 60% do salário base, sendo definitivamente despedidos caso não consigam no prazo de um ano colocação num outro organismo do Estado.
Fontes ministeriais adiantaram que até ao momento já foi obtida uma redução de 75.000 postos de trabalho através deste e de outro género de medidas, sem necessidade de despedimentos.

Os responsáveis do Governo de coligação esperam ainda que o objectivo em reduzir 150.000 funcionários públicos até ao final de 2015 - medida prevista no segundo memorando firmado por Atenas com a troika - seja cumprido sem novos despedimentos.

No entanto, vários tribunais de primeira instância já se pronunciaram a favor de diversos funcionários que processaram o Estado por terem sido enviados para a "reserva laboral" e que acabaram por recuperar os seus postos de trabalho, apesar de o Estado ter recorrido de todas as decisões.

Diversos responsáveis do Governo, incluindo o ministro das Finanças Yannis Stournaras, prometeram nos últimos dias que não vão ocorrer mais despedimentos no funcionalismo público, onde também foi aplicada uma drástica redução salarial desde o início do primeiro "programa de resgate", em 2010.

* E em Portugal vão ser quantos????

.
.

ALIENÍGENAS DO PASSADO

1. PUMA PUNKU




.

HOJE NO
"DESTAK"

Joana Vasconcelos expõe 
no Palácio da Ajuda 

A exposição de Joana Vasconcelos pode ser visitada a partir de 22 de Março no Palácio Nacional da Ajuda. Esta data foi divulgada pelo site do Diário de Notícias e segundo apurou o Económico deve ser oficialmente confirmada na próxima quarta-feira, data do anúncio formal deste evento. 
O NOVO SONHO

A exposição em causa que esteve anteriormente no Palácio de Versalhes, foi a mais vista de uma artista em 50 anos. Pelos corredores do Palácio passaram 1,6 milhões de visitantes. 

Por motivos de espaço não será possível exibir todas as peças que a artista plástica mostrou em França, contudo serão exibidas as peças mais emblemáticas. Joana Vasconcelos, vai representar oficialmente Portugal na Bienal de Arte de Veneza 2013, num projecto comissariado por Miguel Amado.

* IMPERDÍVEL ESTA EXPOSIÇÃO


.
.
ELIADES OCHOA

LAGRIMAS NEGRAS




.
.
HOJE NO
"i"


UTAO
Quebra nos impostos, desemprego 
e Constitucional ameaçam 
metas orçamentais

A Unidade Técnica de Apoio Orçamental (UTAO) considera que a quebra nas receitas fiscais, o aumento do desemprego e a decisão pendente do Tribunal Constitucional sobre o orçamento são já riscos para as metas orçamentais deste ano.
O ROSTO DO BOM SENSO

Numa análise ao primeiro mês de execução orçamental, os técnicos independentes que funcionam junto da Comissão parlamentar de Orçamento, Finanças e Administração Pública apontam já que “algumas das variações observadas merecem alguma preocupação”, apesar do ano ainda agora ter começado, em especial “os impostos indiretos e o subsídio de desemprego”.

“Independentemente da execução orçamental verificada até ao momento, é possível identificar alguns riscos suscetíveis de condicionar a concretização das metas estabelecidas para o ano de 2013, sobretudo os que decorrem do agravamento do cenário macroeconómico – hipótese já admitida pelas autoridades nacionais e internacionais”, diz a UTAO na análise enviada aos deputados da comissão de orçamento.
Entre os riscos pela UTAO está em primeiro lugar a receita fiscal, com os técnicos a lembrar o buraco de 886 milhões de euros que se verificou no final do ano face à estimativa de outubro, que serviu de base para a projeção de receita fiscal de 2013.

Para além das dúvidas sobre a receita fiscal, os técnicos apontam também a possível revisão da estimativa do Produto Interno Bruto (PIB) para este ano, já admitida pelo ministro das Finanças na comissão, que poderá ter um impacto negativo na execução orçamental deste ano, tal como a possibilidade de se rever em alta a projeção oficial para a taxa de desemprego este ano.
A incerteza sobre a decisão do Tribunal Constitucional, que está a fiscalizar normas do Orçamento do Estado para 2013 na sequência de vários pedidos, leva a que os técnicos coloquem a possibilidade de chumbo como outro dos riscos.

* Tudo prevísivel mas não façam do Constitucional um papão, a imcompetência governativa é a responsável pela situação existente.

  .
.
 ARREPIANTE



Consta que este submarino tinha um tripulante a bordo muito doente e esta é a tentativa de o retirar do submarino para o barco que tenta a acostagem.

..
.
.
 HOJE NO
"A BOLA"

Governo felicita Sara Moreira 
por título europeu nos 3000 metros

O Governo, através de Miguel Relvas, ministro com a tutela do desporto, felicitou a atleta portuguesa Sara Moreira, que este domingo se sagrou campeã europeia dos 3000 metros em pista coberta.

 «Em nome do Governo felicito a Sara Moreira por mais esta página de ouro que proporcionou ao atletismo português. Ganhou pela sua coragem e pela sua conhecida determinação no desenho e conquista de metas», referiu o ministro em comunicado.

Sara Moreira conquistou a medalha de ouro nos Europeus de Gotemburgo, tendo-se destacado das adversárias nas duas últimas voltas. 

* Parabéns valente Sara, infelizmente o governo desenha as metas da penúria.

.
.


 8PENSAMENTOS


















.
.
HOJE NO

"PÚBLICO"

Doentes passam a poder ter falta 
. injustificada nas consultas no SNS

Os doentes que não comparecerem a uma primeira consulta de especialidade nos hospitais do Serviço Nacional de Saúde (SNS) e não apresentarem um “motivo plausível” para a ausência no prazo de sete dias vão passar a ter falta injustificada, estabelece uma portaria que actualiza o regulamento do sistema Consulta a Tempo e Horas (CTH), publicada nesta segunda-feira em Diário da República.

O doente pode também optar por informar os serviços do impedimento de comparecer cinco dias antes da data prevista. Neste caso, tem a possibilidade de remarcar a consulta “uma única vez”.
Em caso de falta injustificada, o utente só pode aceder à consulta se o seu médico fizer um novo pedido. Volta, assim, ao início da lista de espera e pode ter de pagar taxa moderadora, segundo a portaria.
Criado em 2008, o sistema Consulta a Tempo e Horas estabelece prazos máximos para o atendimento dos doentes no SNS (30 dias para consultas consideradas muito prioritárias, 60 dias para prioritárias e 150 dias para não prioritárias).

No ano passado realizaram-se 937.831 consultas referenciadas pelo médico de família através do CTH, um aumento de 15% face a 2011, e o tempo médio de resposta foi de 109,8 dias, adiantou a Administração Central do Sistema de Saúde (ACSS).

O objectivo dos responsáveis do Ministério da Saúde é combater o problema das faltas injustificadas no SNS. Sublinhando que mais de um milhão de consultas hospitalares (cerca de 10% do total) não são realizadas por falta do utente e que “estas consultas não realizadas poderiam resolver de forma decisiva as actuais listas de espera”, o dirigente ACSS Alexandre Lourenço lembra que o regulamento em vigor desde 2008 já estabelecia o pagamento da taxa moderadora pela falta a consulta agendada, sempre que o utente não informasse previamente o hospital. A novidade, agora, é que se define um conceito de falta não justificada idêntico ao usado no Código do Trabalho.

Mas a portaria também prevê novos direitos aos doentes: uma eventual desmarcação de consulta pelo médico obriga a uma nova marcação que não pode exceder o prazo de 15 dias em relação à data antes fixada, sendo o utente informado por escrito com a antecedência mínima de cinco dias.
Relativamente aos pedidos de primeira consulta provenientes de médicos a trabalhar no sector social (misericórdias) ou no privado, estipula-se que “obedeçam aos mesmos princípios de transparência e uniformização do tratamento”. Passam todos a ser referenciados através do CTH, em vez de entrarem à margem do sistema, como acontecia antes, explica Alexandre Lourenço.

Em 2012, num balanço, a Entidade Reguladora da Saúde concluiu que o CTH funcionava ainda com muitas debilidades que passavam não só pelo incumprimento dos prazos máximos de resposta, mas também por dificuldades na marcação de consultas nos centros de saúde.

* Parece-nos uma ideia razoável se bem ponderada:
- Sobre os critérios que definem falta injustificada e a qualificação de quem atribui.
- Avaliação do grau de esclarecimento do utente, não podem ser discriminados os que apresentam dificuldade de entender procedimentos modernos e informatizados.
- Tolerãncia para dificuldades em literacia.

Regular sim mas com bom senso

.
.


A 430 Km/hora


 Tivemos a oportunidade de viajar neste comboio que nos leva do centro de Xangai até ao aeroporto, fantástico

 .
.
HOJE NO
"DIÁRIO ECONÓMICO"

Os 12 passos para aderir 
ao leilão da electricidade 

Desde a adesão à conclusão do contrato, conheça os principais passos a seguir, bem como quais são os principais entraves e exclusões. 

1. Como é feita a inscrição?
Basta ir ao portal www.paguemenosluz.pt e preencher os campos referidos (nome, e-mail e telefone) e validar a inscrição. Para obter uma proposta mais personalizada, a Deco aconselha a preencher também alguns dados sobre o contrato actualmente em vigor como a potência contratada, o tipo de tarifário (simples, bi-horário ou tri-horário), os consumos, o fornecedor actual, entre outros.

2. Quem pode participar?
O leilão está aberto a todos os consumidores que residam no Continente (nas regiões autónomas não existe ainda mercado liberalizado), desde que se tratem de clientes particulares com potência contratada até 20,7 kVA.

3. Durante quanto tempo dura o leilão?
O período de inscrição decorre até 30 de Abril de 2013. Após a realização do leilão, com base na informação fornecida pelo consumidor, a Deco calcula a despesa com electricidade e informa-o da poupança que poderá ser obtida com a proposta de tarifa facultada pelo fornecedor que vencer o leilão. A associação de consumidores compromete-se a comunicar o resultado do leilão e as informações personalizadas a partir de 15 de Maio. Após essa data, cabe a cada consumidor aceitar ou recusar a proposta até 30 de Junho.

4. Quem se inscrever, tem de mudar de fornecedor?
Ninguém é obrigado a mudar de fornecedor apenas por ter procedido à inscrição no leilão. Depois de chegar a acordo com um fornecedor de energia, a Deco entra em contacto com o consumidor para apresentar a estimativa personalizada de poupança da proposta apresentada pelo fornecedor vencedor. Ao consumidor compete decidir se aceita ou não mudar para aquele operador.

5. É possível participar com mais do que um imóvel? 
Quem for proprietário de vários imóveis, pode participar com todos no leilão. Contudo, terá de fazer uma inscrição para cada um deles.

6. Como é elaborada a proposta a apresentar a cada consumidor? 
Esta baseia-se na informação prestada por cada consumidor. Com base na tarifa actual, a Deco calcula quanto o consumidor gastaria nos 12 meses após o leilão e compara esse valor com o que seria pago caso fosse escolhida a tarifa vencedora do leilão. A associação de consumidores aconselha a que sejam preenchidos todos os campos do formulário de inscrição para que resulte a melhor proposta possível. Por exemplo, no caso de não ser preenchido o campo do consumo apenas poderá ser apresentado um valor de poupança aproximado.

7. Quem tiver um contrato duplo de fornecimento de electricidade e gás também pode participar?
O leilão apenas abrange o fornecimento de electricidade. Quem tiver o fornecimento de electricidade e gás contratado à mesma entidade está abrangido por um contrato específico pelo que não está enquadrado nesta oferta.

8. Como se processa a mudança de fornecedor no âmbito do leilão?
No e-mail que é enviado a cada consumidor após o leilão há uma ligação para a respectiva oferta personalizada. No caso de estar interessado, basta seguir os passos indicados, fornecer alguns dados pessoais e "enviar o pedido". A inscrição é enviada ao novo fornecedor que se ocupa do processo de transferência de operador e da comunicação da data de entrada em vigor do novo contrato.

9. Quando é que o novo contrato entra em vigor?
Desde que as informações constantes no pedido de mudança estejam correctas, a activação ocorre no prazo máximo de três semanas a contar do pedido. Trata-se do prazo necessário para que o fornecedor actual e o novo possam proceder à alteração.

10. O que acontece passados 12 meses?
Antes do contrato caducar, o fornecedor de electricidade propõe um novo contrato com uma tarifa diferente. A Deco aconselha o consumidor a verificar se a tarifa proposta é interessante face à oferta disponível no mercado.

11. Após aceitar a proposta vencedora, é possível anulá-la?
O fornecedor que vencer o leilão envia uma carta com as condições do contrato. A partir desse momento, o consumidor dispõe de 14 dias consecutivos para cancelar o contrato.

12. Quem contactar para o esclarecimento de dúvidas?
É possível contactar o serviço de informação da Deco de segunda a sexta, das 9 às 13 horas e das 14 às 18 horas através do telefone 808 780 050 ou do 218 410 890, para quem ligar do telemóvel.

* ESCLARECIDO?????

.


MUSEU DO VIDRO


NOVA IORQUE















Situado na cidade de Corning, no Estado de Nova York, o Corning Museum of Glass ou Museu do Vidro de New York, é considerado o maior acervo de vidros do mundo. São mais de 40.000 peças que englobam cerca de 3.500 anos de história pesquisada sobre a indústria do vidro no mundo.



.
HOJE NO
"CORREIO DA MANHÃ"

Cavalo nos 'supers' 
Auchan e El Corte Inglés 

 A DECO encontrou ADN de cavalo em hambúrgueres e almôndegas comercializados pela Auchan e pelo El Corte Inglés, mas numa visita a estas lojas efetuada depois da receção dos dados laboratoriais a associação já não encontrou estes produtos.

A DECO pediu análises laboratoriais a trinta amostras de hambúrgueres, canelones, almôndegas e lasanhas e encontrou ADN de cavalo em três delas. Nos hambúrgueres da Auchan e almôndegas Polegar (comecializadas pela Auchan) foram detetados vestígios inferiores a 1%, enquanto na lasanha do El Corte Inglés a presença de ADN era de 1 e 5%.
 A DECO adianta que voltou às lojas após saber os resultados e já não encontrou estes produtos, mas sublinha que a dimensão da fraude é "muito mais alargada do que se poderia pensar quando os primeiros contornos começaram a ser desvendados no Reino Unido, em janeiro".
A DECO reclama mais "transparência e rótulos com a origem da carne utilizada nos alimentos processados" e recomenda o reforço da fiscalização.
"Até ao momento, não há provas de que a carne de cavalo detetada represente um risco para o consumidor. Mas é inaceitável que a sua incorporação nos alimentos não seja indicada no rótulo", refere a associação, salientando que estes factos "põem em risco a confiança dos consumidores".
A DECO alerta ainda para o número crescente de intermediários e fornecedores na cadeia alimentar, o que "dificulta que as autoridades consigam descortinar os meandros da teia de relações".

* O problema não é comer carne de cavalo inspeccionada e etiquetada. 
A fraude existe porque vendem-nos um conteúdo mal rotulado e mais caro. Por outro lado  a carne de cavalo das embalagens pode muito bem ser duma qualquer pileca que não fez controlo sanitário. Perigo para a saúde pública.

.
.
A BORDO DO F-16



.

HOJE NO
"O PRIMEIRO DE JANEIRO"

Comunidade portuguesa não está surpreendida 
com a nomeação de Ernest Moniz 
"Nunca escondeu as suas raízes" 

A comunidade portuguesa dos Estados Unidos recebeu com satisfação a nomeação do luso-descendente Ernest Moniz para a secretaria de Estado da Energia dos Estados Unidos da América (EUA). 
Os pais de Ernest Moniz, já falecidos, eram naturais da ilha de São Miguel, nos Açores, e o cientista nasceu em Fall River, Massachusetts, mas cresceu no seio da comunidade açoreana. 

"São raízes que o Professor Moniz nunca escondeu", disse o consul-geral de Portugal em Boston, Paulo Cunha Alves, que lembra o luso-descendente como "uma pessoa afável e bem-humorada". 

 O responsável diplomático diz que "é uma grande honra para Portugal e para a comunidade luso-americana de Massachusetts poder contar com o professor Ernest Moniz em tão importantes funções na administração norte-americana". Paulo Cunha Alves contou que conheceu o cientista no ano passado, quando a equipa dirigente do programa MIT Portugal sugeriu o nome de Moniz para apresentar o ministro dos Negócios Estrangeiros português, Paulo Portas, na conferência que este proferiu no MIT, a 05 de Junho. 
Vasco Portugal, aluno de doutoramento no MIT que se cruzou com o cientista na preparação da conferência, relatou que Moniz lhe pareceu "bastante simpático e disponível para trocar ideias". O investigador diz que Ernest Moniz se mostrou interessado em áreas para além da sua especialidade, intervindo, inclusive, para "estabelecer um paralelismo entre os Estados Unidos e a União Europeia para tentar perceber o porquê de um modelo funcionar melhor do que o outro". 

Vasco Portugal, que desenvolve o seu doutoramento na área dos sistemas de energia sustentáveis, diz que o professor "é uma presença notada" no MIT, que "tornou o tópico da energia num dos temas mais comentados em todo o mundo académico e impulsionou um conjunto de investigações, atividades e eventos que visam envolver alunos em causas energeticamente sustentáveis." 

Ernest Moniz é visto pelos seus pares como um moderado, que defende um 'mix' energético que inclui formas de energia que emitem dióxido de carbono, como o nuclear e o gás, como a solução energética do futuro. Vasco Portugal diz que este é o ponto onde, "potencialmente, pode existir alguma discussão" à volta do nome de Moniz, mas defende que "dificilmente [a administração] arranjaria alguém com um perfil tão indicado para aquela posição.

" O congressista estadual de Massachusetts Marc R. Pacheco, que se cruzou várias vezes com Moniz e partilha com ele as raízes açorianas, diz que o cientista "tem o perfil adequado para o cargo". Além dos méritos académicos, Pacheco diz que o cientista "mostrou, durante o seu trabalho na administração Clinton, que tem as qualidades políticas necessárias para o cargo". "Já lidou com a burocracia federal, provou que tem as qualidades para vencer nas águas turbulentas de Washington", defendeu o congressista estadual.

* Honrará mais as suas raízes do que muitos "enraízados" cá do "Paço"

.
.

INSUPERÁVEIS


















.